Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

RIP Dandara Fonseca

Postado em 12 August 2012 Escrito por Izzy Nobre 20 Comentários

A Dandara era uma leitora do HBD que eu conheci no ano passado quando fez intercâmbio aqui em Calgary. Como você pode ver na foto acima, a menina era muito bonita. O que você não pode ver na foto acima é que ela era muito amável e inteligente, e que tinha um sotaque nordestino bem característico do qual sinto falta aliás.

Dandara faleceu ontem. Dirigindo na BR 304, ela tentou desviar de uma vaca e infelizmente perdeu controle do carro e capotou. Ela morava no Rio Grande do Norte.

Conheci a menina por tão pouco tempo, mas tanto eu quanto minha esposa gostávamos muito dela. A última vez em que a vi foi na festa de Halloween do ano passado. Considerando a notícia de falecimento, o tom e a atmosfera do vídeo são meio inadequados, mas fazer o que? É o único registro que achei dela aqui. Não tou conseguindo encontrar nossas fotos, por algum motivo.

Se bem que nessas horas vale aquele clichê de que é melhor lembrar da Dandara com felicidade, mesmo.

Vocês sabem que eu não acredito numa vida após a morte. Eu queria acreditar, porque definitivamente seria algo melhor que a plena inexistência, mas não acredito. Por isso, uma notícia de falecimento é ainda mais triste pra mim. Ela significa a separação definitiva daquelas pessoas de quem você tanto gosta. E eu acho que este usuário do Reddit encapsulou perfeitamente o meu sentimento em relação a morte.

Aqui tem um link pra imagem maior.

E é isso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Avisos Gerais

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

20 Comentários \o/

  1. Gabriel says:

    Bah… :/

  2. Leonardo says:

    Conheço a garota, o namorado e a família. Tava tendo uma passeata do sogro dela que é candidato aqui e pararam tudo por causa da morte dela.

    Clima aqui nunca esteve tão ruim.

  3. Ítalo says:

    Lamento Izzy :c. A vida é realmente triste, ela era jovem, tinha muita coisa na vida pela frente, mas fazer o que, né? o jeito é quem conhecia ela, lembrar sempre dos bons momentos

  4. Meus pêsames pela sua amiga, Quide.

  5. Ancelio says:

    Que estranho, o rosto dela é muito familiar para mim, mas não a conheço.
    Triste o ocorrido, felizmente você tem boas lembranças com ela e certamente todos que a conheciam também. Não acredito necessariamente que tenhamos algum trabalho a cumprir em vida, mas se por pelo menos 1 segundo ela fez aos pessoas ao redor dela felizes, eu acho que ela conseguiu cumprir o seu propósito. Esses momentos são os que ficam pra gente.

  6. Shadow says:

    Sinto muito pela sua perda, Kid.

  7. Flávio C. Barbosa says:

    Força Izzy, eu sei como é isso. Saiba q (tbm é clichê, eu sei)enquanto alguem ainda se lembrar de vc, vc será imortal. =)

  8. MH says:

    Meus pêsames… :\

  9. Kirk says:

    Pra quem não entende inglês/acho esquisito quando jogou no Google Tradutor:

    É estranho, pensar na morte quando se é ateu. Entender que, ao fim de tudo, você simplesmente não mais “é”.
    Tanto Dawkins quanto Hitchens sabem que o que está chegando¹ é permanente. Não existe final feliz, sem chances de reunião ou redenção em outro plano. A morte será uma partida final, permanente e absoluta.
    Neste abraço, Dawkins não mostra apenas que Hitchens significava muito para ele. Ele sabia que em breve eles estariam separados pela eternidade. E, ainda assim, no infinito espaço e tempo, duas consciências desprezíveis², contra chances incomensuráveis, simplesmente tiveram a oportunidade de aproveitarem um breve momento de lucidez de vida e se tocaram de alguma maneira diminuta antes de retornarem ao nada sem fim.
    Honestamente, não existe absolutamente nada mais importante do que o entendimento de que esta vida, a única que temos, é o todo e tudo que havemos de ter; quando acabar, acabou. De certa forma, isso dá à vida mais santidade e significado que qualquer religião possa sonhar.

    Notas de tradução:

    1. Christopher Hitchens morreu de pneumonia, complicação de seu câncer de esôfago, no fim de 2011. Sempre crítico em relação à religião, ele se denominava antiteísta porque dizia que “pode-se ser ateu e desejar que a crença em deus estivesse correta” mas que “um antiteísta, um termo que estou tentando popularizar, é alguém que está aliviado de que não exista evidência para tal afirmação”. (Daria pra citar o que o cara fez, mas tem no Google);
    2. Caso alguém entenda “desprezível” com sentido negativo, explico: o autor do post escreveu “two motes of consciousness”, que seria mais ou menos “duas partículas de consciência”. Isso também poderia soar negativo, caso a pessoa que lesse assim desejasse/quisesse entender. Ao escolher “desprezível” para versionar a frase, passa-se o sentido que se quis conferir à frase: que duas consciências tão pequenas, quando comparadas à imensidão do universo podem ser consideradas desprezíveis;

  10. gustavo says:

    Que pena. Sou do Rio Grande do Norte também e a cada dia está aumentando o número de acidentes aqui. Que pena que isso aconteceu.

  11. Fabrício Soares says:

    Tem esse comentario do reddit traduzido no portal do ateu http://www.portalateu.com/2012/06/07/sobre-vida-e-morte/

  12. joao says:

    hoje não é um bom dia :/

  13. Nailson says:

    Isso é uma pena, e no Brasil os acidentes acontecem pelos motivos mais banais.

    Pouco antes de conhecer a minha esposa, ela capotou o carro.

    Havia uma bifurcação mal sinalizada e vinha no mesmo momento um caminhão com farol alto. para complicar, mais cedo aconteceu outro acidente no mesmo ponto, deixando óleo na pista. ela e a amiga sobreviveram ilesas ao acidente.

    E esse lance de animal na pista é foda, um camarada daqui do Tocantins quase morreu uns anos atrás com a porra de uma vaca.

    Godspeed, Dandara…

  14. Marcos says:

    Era gostosa. Eu comia sem dó. Uma xóta a menos no mundo. 🙁

  15. Rodrigo Menezes says:

    Muito triste!

  16. […] imagem do Reddit (que eu postei aqui quando descobri que uma fã do HBD que conheci aqui em Calgary faleceu) explica de forma mais eloquente que eu. Nela, o Richard Dawkins e o Christopher Hitchens (duas […]