Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

E essa tal de Black Friday…

Postado em 23 November 2012 Escrito por Izzy Nobre 45 Comentários

Então, temos o tal do Thanksgiving aqui nas terras ao norte. É um feriado que celebra sei lá o que. Cago para o “real significado” de feriados; isso é algo que só me preocupava quando eu era cristão.

Como o comércio adora feriados, instituiu-se lá pelos anos 60 que a sexta feira após o Thanksgiving indicaria o tiro de largada para o período de compras de fim de ano. Pra atrair a galera a sair de casa, nesse dia (e às vezes durante todo o fim de semana) os lojistas oferecem descontos de até 50% em algumas mercadorias. A Best Buy tava oferecendo umas ofertas fodas, como esta:

Pra colocar as coisas em perspectiva, 169 dólares canadenses = 354 reais.

Como muitas outras expressões e tradições norte-americana, no Brasil usamos o Black Friday de forma deturpada. Tou ouvindo constantemente na internet relatos de lojas aumentando o preço dos produtos artificialmente pra propagandear o preço normal como oferta especial, o que é uma sensacional safadeza que, sei lá por que, não me surpreende vindo de lojistas brasileiros.

Mas pra não ficar a impressão de que falo mal do Brasil em qualquer oportunidade, deixem-me ressaltar um negócio aqui. Sabem aqueles vídeos lamentáveis em que pobres brasileiros entram descontroladamente em alguma loja por causa de uma oferta de inauguração? Este vídeo aqui, supostamente gravado em minha gloriosa cidade natal, é um bom exemplo do fenômeno:

Muita gente se sente tentada, ao ver um vídeo como esses, a simplesmente dizer “é, Brasil é foda mesmo” como se tal animalismo fosse uma característica exclusiva dos brasileiros. Entretanto, durante o Black Friday ve-se cenas como esta:

 

Um termo bastante usado nessas ofertas de Black Friday é o “doorcrasher”, que significa literalmente “arrebentador de portas”. A idéia é que as promoçães são tão incríveis que nego vai se amontoar na porta, causando sua destruição. E alguns gringos aparentemente interpretam o doorcrasher como uma sugestão.

Como em todo ano, ficarei em casa durante essa maluquice.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

45 Comentários \o/

  1. Douglas says:

    Izzy, o vídeo é de Pernambuco mesmo. O original é esse: rel="nofollow">

  2. Mas no brasil td é pior

  3. Douglas says:

    Izzy, o vídeo é de Pernambuco, o original é esse: rel="nofollow">

    Ah, o outro comentário pode apagar hahaha, tava o link errado no ctrl + v

  4. Gustavo Maia says:

    oq que é esses troços amarelos que eles tão pegando?

  5. Allan says:

    Pelo Menos compras pela internet não tem isso.

  6. Murdock says:

    Não fui numa black friday que aconteceu a história das patricinhas intercambistas?

  7. Black Friday brasileira é algo para usufruir com muuuuuuito cuidado. Tem pouquissimas promoções autenticas e é triste ver os comerciantes tentando (e conseguindo) passar a perna no consumidor. Quanto ao fenomeno “doorcrasher” é legal você postar aqui para que as pessoas se toquem que algumas barbaries não são exclusividade nossa.. nao mesmo. Belo post.

    • Comprei um Galaxy SII Lite por R$ 500. Pelo menos foram uns R$ 350,00 de desconto, ou 50% na loja que comprei.
      Acho que valeu nessa pelo menos.

      • ivan marcel weidgenannt says:

        Eu pesquisei bastante e consegi um tablet da aoc por metade do preço mais foi de garimpar pra caralho mesmo pois fui em muitos sites que diziam ter o black friday e na verdade modeificando o presso anterior como se tivesse realmente em desconto *espirra submarino* por exemplo p que eu comprei tava marcando no site 799,00 antes e 599,00 com o desconto mais comprei o mesmo modelo, marcaem, capacidade,etc…em outro site (shoptime) e pagei 350,00 eles realmente tavão com o desconto mais n teria chegado a esse desconto se não fosse a garimpagem do dia. concluindo: tem gente certa e gente errada é só deichar de ser pregiçoso e procurar um pouco envez de dizer que ninguem presta.

  8. Rafael says:

    Se ai no Canadá já é desse jeito,imagine aqui nessa selva chamada Brasil.

  9. Hawk says:

    Gosto de ver aquelas promoções que ocorrem em países europeus, onde só pode entrar na loja se estiver completamente pelado. hahahahaha

    Fico pensando como será que isso funcionaria no Brasil…

  10. Rafael says:

    As regras de ouro para a ‘brasilização’ do que vem do exterior:

    -- Multiplique por 3 o que não presta;
    -- Divida por 3 o que presta;

  11. Rafael says:

    Estação de trem e metro aqui em São Paulo é nesse clima mesmo, só que todo dia hahahaha

    Esses 2 vídeos são um grande exemplo de egoísmo misturado com escrotidão natural do ser humano

  12. João says:

    Que isso mano, é um bando de animal

  13. Fábio says:

    Os únicos descontos de verdade que eu vejo mesmo por aqui são as queimas de estoque de início de ano. E bem de vez em quando também rolam umas promoções medianas antes de alguns feriados.

  14. Giou says:

    Aquele momento em que abro o vídeo do Black Friday ‘original’ e vem propaganda do Black Friday da Centauro, com DEEEEEZ por cento de desconto.

    Que bom. 😐

  15. Tatazete says:

    O Thanksgiving nao eh um feriado religioso. Eh um feriado pra agradecer a colheita e por isso eh celebrado no comeco do outono. No Brasil nao temos esse feriado porque temos colheita o ano todo e nao faria sentido! haha

    • Izzy Nobre says:

      Eu não falei que era religioso. Eu falei que eu só me importava em entender o suposto “real significado de feriados” quando EU era religioso (uma alusão ao clichê cristão de explicar o “verdadeiro sentido do Natal”).

      Sua compreensão de texto não é das melhores, devo infelizmente (porém honestamente) ressaltar.

      • erivaldoff says:

        Nooooossa…. vc foi muito grosso e sagaz (quase um animal) na sua resposta.
        Coitado do cara.

      • André says:

        Mas é religoso.

        É tipo natal. A origem é religiosa, mas hoje em dia ninguem se importa com isso e só quer ganhar presente e sentar no colo do papai noel.

        Mas a celebração é religiosa, é uma festa protestante, criada pela igreja protestante na Ingleterra e depois levada pros EUA.

        Tanto que quem dava inicio as festividades eram as igrejas. A porra do Thanksgiving só começava quando os crentes mandavam. Depois passou a ser comandada pelos políticos, mas ainda era coisa religiosa. O primeiro Thanksgiving de alcançe nacional foi ordenado por George Washington. Nas palavras dele: “as a day of public thanksgiving and prayer to be observed by acknowledging with grateful hearts the many and signal favours of Almighty God”

        Aí, era um dia pra rezar e agraceder a DEUS pelas coisas. Como isso não é religioso?

        Hoje em dia nego só quer comer e virar hispter comprando produto da Apple com desconto; mas o negocio é religoso sim.

        Brinks.

  16. Jotazêr says:

    Tá escrito promoçães ali no final do texto Izzy. Não acho que tenha sido trollbite hehehe

  17. Luis Filipe Pena Borges de Andrade says:

    Ouvi boatos, que as lojas aumentam o preço uns tempos antes, e ai dnao a suposta promoção. No site da Apple mesmo, eles colocam o mesmo preço da loja, sendo que na verdade era mais barato…

  18. Ronaldo Milani says:

    porque em toda black friday você posta o mesmo vídeo e fala a mesma coisa?

    • Izzy Nobre says:

      Porque o site é meu e eu faço o que eu quiser.

    • Lucas Oliveira says:

      “Aplique água corrente na fonte da queimadura”

    • Trovalds says:

      Ops, I did it again!

      Fenômeno parecido no BR só quando tem aquelas queimas de mostruário e restos de estoque absurdas que ocorrem no começo de ano (que por um acaso começou com o Magazine Luiza) em que nego dorme até 1 semana antes na porta pra pegar lugar na fila. Aí sim tem descontos até interessantes, se você for capaz de (quase) sair na porrada com alguém por uma TV de mostruário toda detonada de tanto a molecada (e alguns adultos “espirito de porco”) meterem o dedo. De resto, liquidação por aqui é inflação de preço pra dar “super desconto” e enganar os trouxas.

  19. Leonardo Cezar says:

    O governo brasileiro bem que poderia fazer um Black Friday nos impostos…

  20. Rodrigo Borges says:

    Esqueceu de falar que o Thanksgiving no canadá é em outubro…

  21. Matheus says:

    “Não fui numa black friday que aconteceu a história das patricinhas intercambistas?”
    C
    Tu falou q foi no boxing day, onde q tá o link do vídeo? nem sei dessa história.

  22. Diones Reis says:

    Apesar dos “stampedes” que acontecem nos black-friday norte americano, dúvido que aconteçam arrombamento como este mostrado em Fortaleza.
    Prova disto é o vídeo gringo, que apesar da muvuca, não tem NENHUM arrombamento na loja.

  23. Bruno says:

    Não esqueçam, gente pobre é a mesma em qualquer lugar do mundo, menos no Japão.

    Todo mundo quer ter sem poder comprar e acaba em merda.