Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Sem Meias Palavras

Postado em 10 January 2008 Escrito por Izzy Nobre 38 Comentários

Há uns sete ou oito anos, quando eu morava no Brasil e cursava colegial, eu tinha uma rotina matinal consistente – acordar, conectar escondido dialupmente por quinze minutos e baixar mais 3% de alguma música no iMesh, escovar os dentes, comer meus sucrilhos e ligar a TV pra assistir o programa Bandeira Dois. 

Pra qualquer pessoa que esteja lendo este relato e tenha a incrível sorte de não morar no Maranhão, eu explico. Bandeira Dois era um programa noticiário maranhense que se resumia a enviar um péssimo entrevistador pra delegacia local e “entrevistar” os elementos recolhidos pela força policial na noite anterior. O sujeito com o microfone tinha tanto talento pra reportagens quanto tinha pra pilotar uma astronave, e os valores de produção do programa sugeriam que ele era editado no Windows Movie Maker num Computador do Milhão cinco minutos antes da veiculação televisiva do episódio do dia. A gama de entrevistados variava desde “bebum arrumando confusão no bar da esquina” e “prostituta excepcionalmente feia (que pode ou não ser um travesti) provocando briga na praça atrás da igreja”, e somado ao fato de que o repórter era absolutamente incapaz de conduzir uma entrevista que fizesse qualquer sentido e não tentava nem esconder que estava se divertindo com a situação dos presos, assistir o programa era um exercício de humor involuntário.

Ou seja, era um programa horrível, seguindo a regra de qualquer coisa produzida no estado do Manhão (Guaraná Jesus, Família Sarney, e eu até corri pra wikipédia pra procurar mais personalidades famosas maranhenses mas adivinha só – não tem mais ninguém. A melhor coisa que sai do Maranhão são aviões e ônibus voltando aos seus estados de origem).

Programas dessa categoria são lugar comum no Nordeste. O Maranhão tinha o seu Bandeira Dois, meu querido Ceará tinha o Barra Pesada (que, comparado aos outros, era uma produção digna de um Emmy), e Pernambuco tem o atualmente célebre Sem Meias Palavras. Antes esses programas ficavam confinados à Região Nordeste do país, hoje em dia a magia do Youtube leva pra todo Brasil as reportagens non-sense que tanto alegravam minhas manhãs.

Não vou linkar o vídeo do Jeremias porque a essa altura do campeonato todas as pessoas que acessam a internet e falam português já viram as presepadas do adorável bêbado vagabundo sem futuro que está processando diversas empresas a quem ele culpa por seus infortúnios. Ao invés disso, darei preferência a um vídeo mais underground, mais alternativo, que estrela o ser humano mais embriagado da história do consumo do álcool.

[youtube]

O interessante desse programa é que ele consegue, tão sutilmente, falar tanto sobre o povo brasileiro. Veja que ninguém parece levar a sério as situações deprimentes em que os meliantes se encontram, bem no famoso costume brasileiro de rir das próprias desgraças. Aliás, por que deveriam levar a sério? Esses malandros estão de volta na rua em pouco tempo, e acabam se tornando personagens frequentes no progama sendo presos múltiplas vezes. Todo mundo sabe que a prisão dos caras nada mais é que um passeio de viatura e uma hospedagem no xadrez, pago pelos reais dos contribuintes. E no dia seguinte tá lá de novo, bebendo cachaça no meio da rua (e arrumando confusão em resultado) como se sua vida dependesse disso.

A beleza desse tipo de programa é que ele explora a pior qualidade de seres humanos em seus mais lastimáveis momentos, tudo pro nosso entretenimento e escárnio. Um sujeito que provavelmente nem sabe o que um computador se torna figurinha tarimbada em miríade de fóruns e chats de MSN. Uma verdadeira personalidade virtual.

A internet é de fato uma coisa linda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

38 Comentários \o/

  1. pulpfiction says:

    Primeiro e funcionando.

  2. Cashew says:

    Segundo!!

  3. Speed says:

    TOMA CACHAÇA CARAI!!!

    Só matando um lesado desses…

  4. Vovô Garoto says:

    Quem gosta de Sem meias palavras, recomendo:
    http://www.neoseganet.com/forum/index.php?showtopic=22315
    Especial Sem Meias Palavras

  5. Esse e meu querido Brasil!

    Já viu aquele do baiano alienígena?
    recebi essa porra por e-mail, e hilario!
    O sujeito bêbado (novidade!) roubou um carro velho em frente ao hospital, deixando uma garrafa de pinga no lugar!
    (nem preciso dizer que bateu o carro depois né?)
    o bêbado fala que foi o disco voador que o trouce de salvador a paracatu, mas o legal mesmo e a repórter zoando o bêbado!
    Ela pergunta de ele e de outro planeta!
    rsrsrsrs
    O pior e que ele diz que sim!

    Se quiser e só me mandar um e-mail que envio esta perola pra você!

    Valeu!

  6. rodrigo says:

    O Brasilzão é uma beleza. Meio milhão de filhos de papai rindo da miséria do limbo nacional. Somos ótimas pessoas, não acha?

  7. raver_br says:

    Não se esqueça da puta e do veio que só quiz pagar 5 reais “por caridade”

  8. valdisnei says:

    programa cadeia + ratinho livre + documento especial = Sem Meias palavras

  9. andré says:

    auehuaehueahueh
    ae Kid, eu sou Maranhense 😡
    não pude deixar de comentar esse post

    Cara, Bandeira Dois tá até hoje no ar, com essas mesmas caracteristicas, e se eu nao me engano, com o MESMO APRESENTADOR.

    Vc esqueceu de citar como é cômico também eles meterem um merchan no meio do nada, estilo:

    -- Você assassinou a pessoa com facadas?
    -- Fiz isso não “siô”!
    -- Falanda em facadas… FACAS TRAMONTINA, não há outra melhor. Maior resistencia, maior durabilidade…

    enfim, continua hilário assistir isso xP

  10. Catito says:

    xD

    Eu vejo um desse naipe chamado “Comando 22”

    Teve um dia que eles foram cobrir uma delegada invadir uma residência, a mulher me entra de salto alto e um 8ão na mão, e ainda volta com o bandido dando tapa na cara.

    Aoôoooo chão móiado

  11. Carol says:

    Não me lembro de ter visto algum programa parecido aqui em Minas. Mas tem o Jornal da Alterosa, que passa matérias como essa do bebê de três olhos que atrapalhou o show da banda “Calypso”: rel="nofollow">,

    Não deve ser muito melhor do que o Bandeira Dois…

  12. Argus says:

    Eu acho esses programas bem bons, huh. Pena que aqui no Rio Grande do Sul não tem… mostra bem a miséria e falta de organização da polícia e… a maioria não liga e só ri. Dane-se.

  13. Argus says:

    Ah sim, e o resultado do concurso? Já terminei Super Mario Galaxy e tô sem nada para jogar D:

  14. Luckss says:

    Esses programas nordestinos são foda (sem ofensa).

    Tinha um que passava perto do meio dia, acho que era cartão vermelho, porra muito engraçado, o apresentador se revoltando no maior estilo “Datena cearense” fora o logotipo muito tosco do programa atras.

    Eu sempre ficava assistindo nos intervalos do globo esporte =P

  15. maROCKosu says:

    o tio quide.. o barra pesada também tinha aqui em brasília
    e aind atinha uma icônia frase do apresentador
    “o que é barra pesada pra você meu amigo!?”

  16. Deus says:

    Aqui no Pará tem o Metendo bronca e o Cidade Alerta, mas ´tudo coisa de prayboy se a gente comparar com essas produções pra “cabra macho”.

    E eu discordo quanto à habilidade dos reporteres (estarei ofendendo uma classe?) pois veja bem, o cara tem que ter talento pra poder insultar a dignidade alheia com a graça de um hipopotamo.

  17. Yoshio says:

    Esse daí ta bem mamado mesmo, mas eu já piores la nas calçadas da cidade de onde eu morava. É difícil intitular alguém como “o ser humano mais embriagado da história”. Sempre tem um “pé-de-cana” maior por aí.

  18. k-max says:

    típicos brasileiros.

  19. k-max says:

    Como o Kid pode deixar de fora uma referencia ao video do “velhinho que comeu e não pagou”?

    aquilo consegue ser melhor que o Jeremias!

  20. Kid Ota says:

    Alborghetti wannabe.

  21. M says:

    Tipo, as Patricinhas Intercambistas bebem pra cacete, tanto que nem aparecem aqui no HBD.

  22. WILK says:

    kid, alguem roubou meu orkut, o QUE EU FAÇO?

  23. Fabrício says:

    é ainda resta um pouco de umanismo em vc falando que isso é um escárnio! estou completamente de acordo!

  24. Alessandro says:

    Aqui em Recife não passa esse Sem Meias Palavras, mas temos o Bronca Pesada. Teve um dia que contou a história de uma “Irmã” que não sabia quem era o pai do filho, porque tinha tido relações com dois “Irmãos” da igreja na mesma época. A mulher contando era muito engraçado, um dos caras ia pegar ela de bicicleta na saída da Igreja e levava ela pro motel depois.

  25. Bruno Guedes says:

    A internet no Brasil é uma beleza… tem um moleque numa cidade do interior de Minas que diziam que é a cara dum wink de MSN…

  26. Thiago Neres says:

    Sou de Recife e aqui tem o Bronca Pesada nesse mesmo estilo. Eu detesto, mas garanto que tem muita gente que goste.

  27. Eric Dutra says:

    botou pra foder =P

  28. Fred says:

    Kid, és da era do Jano Arley (ou algo assim)?

  29. Droantjk says:

    pelomenos eh melhor do que Globo..

  30. Kenshin Br says:

    Aqui em Pernambuco tem dois desses: Bronca Pesada e um de um cara chamado Cardinot, que um clássico.

    Passam no mesmo horario. É foda escolher entre um deles. ;(

  31. HPhil says:

    kara, kd o jeremias josé??

  32. Adriano says:

    Zeca Baleiro é maranhense.

  33. Kid says:

    Acredite se quiser, meu vizinho era sobrinho do Zeca Baleiro. Ele sempre pegava ingressos grátis pros shows do cara quando ele estava em São Luís.

    E a casa dele era REPLETA de posters do cara.

  34. Nath says:

    Então viva a internet!

  35. Nix says:

    Valeu por por os links do YouTube e os posts completos no feed, não pude agradecer antes pois estava viajando.