Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

[ Clichês famosos ] O Paradoxo da Celebridade, uma curiosidade cinematográfica que você nunca reparou!

Postado em 10 July 2013 Escrito por Izzy Nobre 28 Comentários

O Paradoxo da Celebridade acontece quando as escolhas no elenco do filme implicam no fato de que aqueles atores (e seus trabalhos passados) não poderiam existir no universo do filme, mas no entanto eles existem. Um dos filmes que brinca abertamente com isso é O Último Grande Herói, do Xuazinéguer:

A idéia é basicamente essa: num mundo em que o personagem é interpretado pelo ator X, os outros trabalhos deste ator existem, ou não…? Em outras palavras: O Tom Hanks existe no universo em que Forrest Gump se passa?* As pessoas que vêem o Forrest Gump reparam que ele se parece com o Tom Hanks…? Ou teria o Tom Hanks desse universo uma aparência totalmente diferente…?

O Último Grande Herói interpreta a situação da forma nesse vídeo que você vê acima. Exterminador do Futuro (e presumivelmente outros filmes do Xuaza) existem no universo do filme, mas foram atuados por outros atores — no caso, o Stallone. Seria o mesmo caso com todos os outros paradoxos…?

Eis alguns exemplos disso:

– Em Armageddon, o Max (vivido pelo Ken Hudson Campbell, que meio que sumiu dos filmes) diz pra enfermeira que se ela enfiar essa agulha nele, ele vai crava-la no peito dela, e pergunta se ela já assistiu Pulp Fiction. Tanto o Bruce Willis quanto o Steve Buscemi aparecem em Pulp Fiction.

armageddon

“You stick that in me, l’m gonna stab you in the heart with it. You ever see Pulp Fiction?”

– Outra com o Bruce Willis: Em Cop Out, um dos personagens recita vários bordões cinematográficos. Quando chega no icônico “Yippie-ki-yay, motherfucker!” de Duro de Matar, o personagem vivido pelo Bruce Willis diz que “nunca viu esse filme”:

A propósito, “yippie-ki-yay” é uma frase tipicamente cowboy que era usava na música de abertura de um seriado americano de faroeste. John McClane a usa no primeiro filme após ser chamado de “cowboy” pelo Hans Gruber.

– Em De Volta para o Futuro Parte 2, Marty entra no Cafe 80s e vê inúmeras telas de TV. No universo do filme, este restaurante faz homenagem aos anos 80, e por isso nas telas aparecem inúmeras referências àquela década (Michael Jackson, Ronald Reagan, Aiatolá Khomeini), incluindo inúmeras séries de TV da época. Uma delas é Family Ties, uma série estrelada pelo Michael J Fox!

Ainda em De Volta para o Futuro, a trilha sonora do filme (Back in Time, do Huey Lewis) toca no rádio-relógio do Marty. Ele só ouve o refrão, e sai da cena. Acontece que o resto da música faz referência a toda a trama do filme!

– Outro exemplo com conexões musicais: Em Star Trek de 2009, há uma cena em que o Kirk criança rouba um carro. Esta cena:

Além do jabá tosco da Nokia, vemos que o Kirk se amarra nos Beastie Boys. Acontece que os Beastie Boys, que seriam basicamente música clássica no século XXIII em que Star Trek é ambientado, tem uma música que faz referência direta ao Spock!

– Em Tango e Cash, um personagem diz que o Tango (vivido pelo Stallone) “pensa que é o Rambo”. O Tango vai e comenta que “o Rambo é uma bichinha”. O Rambo, como você sabe, foi vivido pelo próprio Stallone:

– Em Fight Club, o Edward Norton e a Helena Bonham-Carter tão passando na frente de um cinema. A marquise do cinema anuncia que 7 Anos no Tibet está em cartaz — um filme do Brad Pitt!

fight club

– Em Zombieland, os personagens encontram o Bill Murray. O Tallahassee, vivido pelo Woody Harrelson, claramente conhece o ator e o trabalho dele, tanto que fica visivelmente empolgado em conhece-lo.  Olha a cena:

Acontece que o os dois contracenaram juntos num filme!

– Em Ace Ventura 2 (um dos primeiros filmes que assisti no cinema sem meus pais, aliás!) o Ace Ventura faz referência a Um Sonho de Liberdade (Shawshank Redemption, no original). Observe nos 3:10:

Aí que está: lembra deste ator?

bob gunton

Ele se chama Bob Gunton, faz quase sempre papel de vilão e aparece tanto em Um Sonho de Liberdade quanto em Ace Ventura 2.

Que outros exemplos você conhece?

*Este asterísco do qual você já tinha até esquecido de ler lá em cima é meio tangente ao ponto deste texto, mas a resposta desta pergunta, curiosamente, é SIM. Na continuação do livro Forrest Gump (que se chama Gump and Co., ou “Gump e Cia.”), o filme Forrest Gump existe, assim como o Tom Hanks no papel titular. E o Forrest Gump do livro reclama que o filme tá todo errado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Clichês Famosos

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

28 Comentários \o/

  1. Igor says:

    Doze Homens e Outro Segredo: a personagem da Julia Roberts finge ser A PRÓPRIA JULIA ROBERTS.

  2. Eddy says:

    No Ocean’s Twelve falam para a Tess (interpretada pela Julia Roberts) que ela parece com a Julia Roberts (ainda alguns fazem piadinhas sobre ela não ter nada a ver):
    rel="nofollow">

    Ela até contracena com o Bruce Willis, fazendo papel dele mesmo, sendo que ambos já contracenaram com vários atores envolvidos no filme.

  3. A.J. says:

    Aliás, agora que vi o pessoal falando do caso de Doze Homens e um Segredo, lembrei: em “Looney Tunes De Volta à Ação”, o Brendan Fraser interpreta um dublê do Brendan Fraser. E no fim do filme o dublê e o “Brendan de verdade” se encontram.

  4. Gustavo says:

    Em Festim Diabólico, um filme do Hitchcock, dois personagens conversam sobre um filme que não lembram o nome, mas que é com o Cary Grant e a Ingrid Bergman, dois atores que tinham trabalhado com o Hitchcock dois anos antes em Interlúdio.

  5. Gustavo says:

    Em Festim Diabólico, um filme do Hitchcock, dois personagens conversam sobre um filme que não lembram o nome, mas que o título é uma palavra só e que é com o Cary Grant e a Ingrid Bergman, dois atores que tinham trabalhado com o Hitchcock dois anos antes em Interlúdio.

  6. Bruno Guedes says:

    O Luís Fernando Veríssimo discorre sobre esse tema em uma crônica. Ele começa comentando que no universo de um filme, digamos, do George Clooney, não pode existir o ator George Clooney, caso contrário todos os diálogos na história começariam com o interlocutor notando a incrível semelhança desta pessoa(interpretada pelo George Clooney) com o próprio George Clooney.

    E o único exemplo que me vem à cabeça agora é o Doze Homens, mas esse já falaram, então eu adentrei nesse parêntese aí. 😛

  7. Lucky says:

    Tem um filme do Wesley Snipes que ele tá fugindo de algum outro ator famoso, que, enquanto o procura diz algo como “você viu esse cara por aí? Ele parece o Wesley Snipes”.

  8. BrunoHe says:

    Post mto fera, mas como sou mto pouco cinefilo nunca assisti metade dos filmes q tão ai e tão pouco conheço outros exemplos.

    Mas um pouco de trivia é sempre legal.

  9. Vinícius Martarello says:

    Boa Izzy, curti o assunto, quando eu vi “O último grande herói eu reparei nisso haha…
    E o “Diabo é isso” sai quando????

  10. Gaius Baltar says:

    Em “Expendables 2” há muitas referências dessas:
    Numa cena no início Schwarzenegger exige a arma de Terry Crews, este obedecendo a Stallone entrega-a, não sem soltar: “If I don’t get this back, your ass is terminated.” 🙂
    Ou ainda quando Bruce Willis e Schwazza estão no meio do tiroteio e sai esse diálogo:
    “Schwarzenegger: I am out of ammo. I’ll be back!
    Willis: You’ve been back enough! It’s my turn to be back.
    Schwarzenegger: Well yippe-kai-yay.”

  11. arthur says:

    ja havia reparado nisso e fiquei incessantemente tentando encontrar uma resposta, obrigado por me dizer o nome disso kid, by the way, eu nao consiguia parar de imaginar se a penny que é apaixonada por teatro em tbbt ja viu hairspray 🙂

  12. Daniel Sugui says:

    Um filme que brinca muito com isso é o Jay and Silent Bob Strike Back, desde um personagem interpretado pelo Ben Affleck falando sobre o Ben Affleck (e mais tarde aparecer o Ben Affleck interpretado pelo Ben Affleck) até o Jay falando com o Jason Biggs sobre a russa gostosa de American Pie, que é interpretada pela mesma atriz que faz o seu interesse romântico no filme.

  13. Mia says:

    Tem aquele filme, “Quero ser John Malkovich” que nem sei se trata-se de paradoxo da celebridade (que aliás, nem sabia que tinha esse nome). Será que é o caso?

  14. Luís says:

    Num episódio do Two and The Half Men, o personagem do Charlie Sheen vai conhecer o pai da vizinha dele, que é interpretado pelo Martin Sheen e o Charlie ainda diz: “como você se parece com a tua filha”.

  15. Amazzolli says:

    Já tinha pensado nisso antes, mas nunca reparei que tinham tantas assim. Tem também no Annie Hall, quando o Oudí Alen tá esperando a Annie(Diane Keaton) e dois caras que parecem bandidos ficam perto dele. Quando ela chega ele fala algo do tipo “Eu estou com o elenco do Poderoso Chefão aqui”. Antes de ser Annie Hall, Diane Keaton era a Kay Adams.

  16. Bruno Oliveira says:

    Na série brasileira “Toma Lá Da Cá”, tem um episódio onde a Aracy Balabanian faz uma participação, e o personagem do Miguel Falabella, ao encontrá-la, olha torto pra ela e diz “Eu te conheço de algum lugar…” e depois faz o gesto da cascavel, numa referência clara à atuação de ambos em “Sai de Baixo”.

  17. Rafael says:

    Se eu não me engano, na novela “O Clone”, a personagem da Vera Fischer tentou vender um vestido e ela argumentou que a peça foi usada pela atriz Vera Fischer.

  18. Glutamato says:

    Na primeira temporada de The Big Bang Theory, Raj cita a “garota do Blossom” que é a atriz Mayim Bialik, a mesma quem faz a Amy Farrah Fowler. https://skynerd.com.br/perfil/chica_metal/post/574007-o-dia-em-que-amy-foi-citada-na-1-temporada-de-the-big-bang-theory

  19. Tem também um episódio do Chapolim que ele vai à festa a fantasia pelo pedido de socorro de alguém, e quando chega no fim você descobre que não era o Chapolim, mas sim alguém fansasiado, e o verdadeiro chapolim chega.

  20. Denise Moreira says:

    Na série How I Met Your Mother, o Barney lê um jornal em que o Neil Patrick Harris (o ator que o interpreta) aparece.
    E uma curiosidade sobre Friends: Os personagens Chandler e Joey são fãs de Die Hard e em algumas temporadas mais tarde o Bruce Willis faz uma participação na série.

  21. Adrian says:

    Acontece mais ou menos isso no Scarface, ou pelo menos aconteceu isso na minha cabeça enquanto assistia, enquanto um dos capangas do Montana comenta sobre a atuação de Marlon Brando, refletindo instantaneamente na minha cabeça o filme poderoso chefão, mas enfim, whatever

  22. No game Duke Nukem 3D, tem uma fase que ele encontra um arcade do Duke Nukem II, e ao tentar realizar uma ação, ele diz: I don´t have time to play with myself! Clássico.

  23. No sensacional filme nacional ‘E aí, comeu?’, o Seu Jorge faz um garçom que geral diz que se parece com o Seu Jorge! E ele ainda brinca que já pegou muita mulher por causa disso!