Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

O mito da "Friend Zone"

Postado em 26 April 2012 Escrito por Izzy Nobre 137 Comentários

A necessidade de pôr a culpa nos outros é talvez o mais humano de todos os sentimentos — mais até do que o ímpeto de desfazer a amizade com brasileiros que fingem gostar de futebol americano.

Pra você ter uma noção de como esse impulso em passar a culpa adiante é comum à condição humana, o fenômeno dá as caras até mesmo na mitologia judaica-cristã da criação e subsequente queda do Homem: quando Adão é interrogado por Jeová a respeito do cara ter comido o fruto proibido, ele dá de ombros e diz “não olhe pra mim, foi essa vagabunda aí que você me arrumou…”. Observe:

Genesis 3:9-12 (pode conferir na bíblia da sua mãe aí)

9Mas chamou o Senhor Deus ao homem, e perguntou-lhe: Onde estás?

10Respondeu-lhe o homem: Ouvi a tua voz no jardim e tive medo, porque estava nu; e escondi-me.

11Deus perguntou-lhe mais: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?

12Ao que respondeu o homem: A mulher que me deste por companheira deu-me a árvore, e eu comi.

Se tem algo que ninguém neste mundo realmente gosta, além de Red Hot Chili Peppers, é ter que admitir que fez alguma merda que o colocou em seu presente estado de desgraça. E isso nos trás ao suposto fenômeno da FRIEND ZONE.

O fenômeno foi popularizado nos anos 90 graças a um episódio de Friends (o que apenas piora o saldo cultural negativo deste asqueroso seriado), quando o perene perdedor Ross tentava desesperadamente extrair um relacionamento amoroso de sua amizade com a Rachel. Eu ACHO que é isso, li a sinopse do episódio muito por alto porque assim como lixo hospitalar, tento limitar minha exposição a Friends.

Daria pra escrever um livro com tudo que há de errado com o conceito do Friend Zone, mas como tenho que finalizar Yoshi Island ainda hoje, tentarei ser conciso.

O problema do Friend Zone é que ele convenientemente explica (e demoniza) aquilo que não carece de qualquer explicação. Não existe nenhuma força da natureza que impediu você de pegar aquela menina da sua faculdade.

Vou abrir o jogo com você. Direi coisas difíceis de ouvir (ler?), mas é bom que você as ouça (leia) de um amigo como eu:

Você não pegou a menina lá porque você é panaca, ou não é atraente o suficiente, ou porque não tem nem duas moedinhas de dez centavos pra esfregar uma contra a outra, ou mastiga com a boca aberta. Existe uma miríade de motivos pelo qual você está aí sozinho bisbilhotando todas as fotos da menina no Facebook enquanto ela já decidiu dar pra outro cara, e todos estes motivos eles tem algo em comum: você.

A culpa é sua.

A culpa é inteiramente sua, o que é um fato tão difícil de digerir (vide que Adão, quando posto na situação de encarar as consequências de seus atos, preferiu pôr a culpa em metade da população mundial da época, sua mulher) que muitos se iludem a crer que houve neste tempo inteiro um fenômeno inexorável trabalhando contra eles.

Não houve. A idéia de que você estava de alguma forma predestinado a jamais “conquistar” a menina (“CONQUISTAR”, como se ela fosse uma civilização pré-colombiana ou um território de War) por efeito de uma força universal tão fundamental quanto a gravidade é absurdamente ridícula. Entretanto, como ela provém algum consolo aos ineptos, atingiu popularidade sem igual.

“Mimimi como eu saio da friend zone” eu não quero nunca mais ter que ler isso na minha vida. Aliás, eu odeio vocês por me fazerem sequer escrever isso. Se o conceito de que você foi metaforicamente colocado de castigo num cantinho e impedido de namorar uma menina é algo que habita o seu vocabulário, você não merece pegar ninguém pelo resto da sua vida, seu desgraçado.

Pra começo de conversa, você deveria parar de se ver como um pobre coitado reduzido à pateticidade por poderes fora do seu controle. Praticamente TUDO que acontece na sua vida é responsabilidade sua.

Se a mulher que você tanto cobiça não viu nenhum valor romântico em você, há três hipóteses:

  • Você não tem tal valor. Considerando que você chegou aqui porque algum amigo te mandou esse texto na esperança de abrir seus olhos, ela está provavelmente certa. E a culpa é de quem? É sua.
  • Você tem tal valor, mas não soube expressar isso de forma convincente. De quem é a culpa novamente? É sua.
  • Você tem tal valor e tem um carisma e empatia que chegam a ser quase um poder mutante, entretanto a mulher simplesmente continua não te vendo como um pretendente. E agora você tá aí falando sobre ser “Forever Alone” e se identificando com o bonequinho patético que ilustra o sentimento (isso porque UMA mulher te rejeitou. Crie bolas pelo amor de deus) e lamentando a posição na tal friend zone — e explicando o caso num tom derrotista que implica que esse era o único resultado possível porque, como se sabe, a Friend Zone é uma força natural irresistível e não há nada que você possa fazer sobre isso. Sabe de quem é a culpa novamente? A culpa é sua.

Vamo parar com essa merda. Não existe “Friend Zone”, você apenas não pegou a mulher e pronto. Pare de inventar fenômenos pra justificar sua falta de aptidão com mulher.

A propósito, meta na sua cabeça que nenhuma mulher te deve algo porque você foi “gente boa” com ela — e que ela não reciprocar o sentimento prova que mulheres são isso ou aquilo e “mulher é assim mesmo né”? ALGUÉM NÃO TE QUIS, ponto final. Aprenda a lidar com isso sem, como sempre, passar a culpa adiante.

Apenas passe para a próxima, melhore-se e pare de ficar se auto-comiserando por perder algo que você nunca teve.

(Pros poucos que sem dúvida vão fazer algum comentário a respeito: quero que a tal “comunidade da Real”/seguidores Nessahan Alita vão pro caralho. Puta grupinho de auto-ajuda pra misóginos perdedores)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Dossiê HBD

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

137 Comentários \o/

  1. Dicat says:

    Firstando até no blog…flw

  2. Pedro Ivo says:

    Falou tudo, Sr. Kid!

  3. Lucas says:

    eu julgava estar em uma friendzone, mas este texto abriu meus olhos, obrigado izzy.

  4. Panda says:

    Tirando a parte que fala mal de Friends, concordo com o restante do texto!

    Papinho de friendzone é chato e vitimista! Se não conseguiu foda-se, aprenda para da próxima você usar o que aprendeu pra não se foder.

  5. Pois é, quando o termo “friendzone” chegou a mim(isso foi depois do boom do 9gag, eu não assisto Friends :P) eu já tinha chegado à conclusão de que “estou na friendzone” se traduz como “eu sou um completo banana“.

    Quer dizer, quando o conceito chegou até mim, eu já tava namorando, mas isso não é lá nem cá. :P

  6. Fred says:

    parabéns izzy, concordei com quase todas as palavras ditas no texto haha ^^ (menos a parte do friends, nunca vi, portanto não vou opinar)

  7. Falou bonito Izzy. Também estou de saco cheio da galera que não pega ninguém, e como desculpa fala que mulheres são vagabundas, impossíveis de se entender e só querem dar pro mais gostoso do colégio/faculdade/etc. Não é por causa da sua timidez que te impede de tentar algo além de um oi, nem por causa dos 40kg extras provenientes de doritos e coca-cola nas madrugadas quando você joga (insira o nome de qualquer MMO famoso aqui) até 6h, e nem um pouco por causa da sua higiene pessoal, já que até um mendigo é mais limpo que você. É porque elas são vagabundas mesmo e não olham pro seu interior (cheio de doritos neste momento). Sei.

  8. Lucas Mota says:

    heheheh Eu concordo em partes Izzy.
    Veja bem:

    -Eu concordo que a friend zone acaba sendo uma desculpa pra molecada fugir da responsabilidade e se jogar de vez na lama;

    -Eu não acho que o termo “friend zone” seja algo sério, até porque foi cunhado principalmente pelo Friends e não por nenhuma pesquisa científica, certo? Ou seja, ele é uma piada, e como todo piada: NÂO DEVE SER LEVADO A SÉRIO. Eu uso esse termo constantemente pra zoar alguns amigos meus e até mesmo pra me zoar, mas eu tenho a consciência de que a culpa continua sendo minha.

    -Quem leva o termo a sério tem sérios problemas. A culpa não é do termo e nem do “Friends” para as pessoas ficarem levando isso a sério. Mais uma vez, como você mesmo disse, a culpa é das próprias pessoas que o levam a sério;

    -Não acho Friends ruim, pelo contrário, sou grande fã da série.

    enfim, esses são os pontos em que eu concordo ou descordo de você, caro Izzy mas respeito sua opinião do mesmo jeito.

    Ótimo texto. Aquele abraço!

  9. Dicat says:

    Agora que eu li,concordo com vc,ficar arrumando termo pra esconder que vc é um fracasso é coisa de fracassado !

  10. Victor says:

    e quando acontece isso com TODAS as mulheres?

    • Izzy says:

      Vamos pensar: Pessoa X tem problema com a pessoa Y, com a Z, com a W, com a K, com a Ç.

      A culpa é de pessoa X ou de todas as outras?

      • Victor says:

        Você tem um ponto…A pior parte é não saber onde está o problema, e ninguem querer apontar também, porque acham que vão te magoar

        • Pedro S. says:

          Velho, entenda uma coisa: se elas tão com medo de te magoar você tá fazendo errado. Sua obrigação como homem interessado é chegar junto, elogiar deixando claro que não quer ficar no zero a zero, aproveitar as deixas de menina que te deixa ficar perto e por aí vai.
          Toda mulher reclama que a molecada anda muito banana. Mostre-se diferente.

        • J says:

          Se você nunca demonstrar nenhum interesse e do nada tentar algo, existe uma grande chance de levar um não. Tenha atitude e seja mais direto e decidido em relação ao que você quer.

          Não estou dizendo que a conquista com o tempo não exista mas se chegou ao ponto da menina te contar sobre “o carinha que pegou na balada”, sinto dizer que ela já está te vendo como uma amiga e que reverter isso é bem complicado. E sim, a culpa é sua.

          Claro que se ela não se sentir atraida por você, AS VEZES, nada mais importa. Se sua mãe for a única pessoa no mundo que te acha bonito, pegue alguns conselhos de moda com o Izzy e tente parecer mais apresentavel :x

    • JUNIOR says:

      seu problema é sua carteira. estude e fique rico e vera seus problemas desaparecerem!!! isso funciona muito!

      • Marie says:

        Claro que sim! Não se esqueça do pau enorme e do carro zero km! ;)

        ps: deixando claro que a frase acima é uma ironia. Tem que deixar bem explicadinho já que pelo comentário a sua mentalidade é bem fechadinha, né?

  11. Didi says:

    E quando a mina fala “eu te considero apenas como amigo”, a responsabilidade também é sua por ser gentil demais.

    • José Roela says:

      Exatamente.

      O pessoal normalmente fala “ai fulana só está com ciclano pq gosta muito dele. Ciclano é muito grosso e estúpido”. Ninguém pensa no contraponto

      “ai fulana só está com ciclano JUSTAMENTE pq ciclano é grosso e estúpido. Se ele assim não fosse, provavelmente a fulana estaria dando para o Beltrano”. E, a culpa seria toda do Ciclano que não foi “grosso e estúpido” o suficiente pra cativar Fulana.

      OBS: Antes que digam que é machismo, o comentário em questão não é com relação ao gênero (masculino/feminino), mas sim quanto ao motivo pelo qual fulana está com ciclano.

      Ele se aplica também a “fulanos” que estão com “ciclanas”, e também a outros adjetivos, como “meigo”, “gentil”, “delicado” -- cada mulher gosta de um tipo de homem e vice-versa.

      Apenas parem e pensem, substituam o advérbio de concussão por um de explicação, não digam “ai, ela está com ele APESAR diso”, mas sim “ai, ela está com ele JUSTAMENTE por isso”; ou ainda “ai, ela não ficou comigo APESAR de eu ser gente boa”, mas sim “ela não ficou comigo JUSTAMENTE por eu ser gente boa”.

      • Tama says:

        Pelamordedeus, nao vao tb começar a tentar ser brutos c conquistar as garotas oO eu, particularmente, nunca fiquei/namorei c nenhum bad boy, muito pelo contrario! Mas é mesmo como o carinha de cima disse: tem homem q gosta de mulher certinha, tem homem q gosta (como eles chamam) das “cachorras”. Devem ter msm mulheres por aí q gostem de ser maltratadas, vai saber. Não me surpreendo mais c nada q venha do ser humano…

      • Lara says:

        Como mulher posso dizer que realmente, cada uma curte um tipo de homem e se você acha que está na “friend zone”, provável que só não faça o tipo dela.

        Mulheres não são diferentes dos homens. Elas já pensaram em todos os amigos que se encaixam no gosto delas como algo mais. Acreditem. Nenhuma mulher deixa de ficar com você porque só te vê como amigo. Isso é lorota.

        Se ela te vê como amigo, é porque algo em VOCÊ não interessa a ela.

        E os homens fazem isso O TEMPO TODO também. Só que direto na nossa cara, ao invés de usar desculpas gentis, como a gente tenta.

        O mundo é cão, galera.

        • Rafael says:

          Lara falou e disse!

          A tal friendzone quando é criada é difícil de mudar, sim, mas porque a pessoa dificilmente vai mudar. E quando digo mudar, não é só uma coisinha boba, é mudar de forma considerável. Vou explicar algumas coisas a mais sobre as mulheres:
          Quando elas te pedem opinião elas só querem ouvir qualquer coisa, não querem um plano perfeito pra que elas saiam do problema, só querem ouvir qualquer merda, assim como o Charlie de Two and a half men faz, dizendo um simples “eu te entendo”.

          Outra coisa, é que a friendzone é criada no dia a dia, sendo culpa sua se mostrar como um arrombado. Um ótimo jeito de se mostrar Homem é agindo como tal, e quando vc estiver conversando com ela, puxe assunto de homem, se ela falar sacanagem, fale também, brinque com ela sobre isso, justamente pra mostrar que vc a ve como uma possível amante, pra ela começar a te ver com outros olhos até. Mas se vc, por achar que deve “respeitá-la” nao falar as coisas, ela vai ter a certeza que vc não tem bolas e não vai se interessar mesmo!

          Regra importantíssima: Quando ela começar a falra do peguete ou namorado… corre!
          Invente uma desculpa ou simplesmente fale na cara que vc não está ali pra isso, que se ela quiser falar de relacionamento, que ela va procurar um amigo gay.

      • Marie says:

        Desculpa, mas tentar justificar a tal ~~friendzone~~ dizendo que tem mulher que gosta de homem grosso, mas não gosta de outro JUSTAMENTE porque ele é gente boa, é machismo sim. Ninguém gosta de ser maltratado ou maltratada, e se tem mulher que aceita esse tipo de tratamento é porque ela ainda não percebeu que ela não precisa disso.

  12. Dairan Caetano says:

    Palmas para o senhor Izzy, quebrou o mito brilhantemente… Clap, clap, clap

  13. Caio Everton says:

    É sério que rola esse movimento? Sou forever-alone loser, mas não tanto a esse ponto de ficar culpando o universo pela minhas cagadas. Mesmo eu sabendo disso e não fazendo nada pra mudar, pelo que você conta, parece que vivo mais de boa com isso do que esses caras cryando por aí.

    P.S.: assisti/assisto Friends e nunca vi o termo. oÕ

  14. Art says:

    Muito boa a análise. Acho realmente que não devemos classificar como a pior coisa do mundo essa questão de ser rejeitado por alguém.
    Porque provalvemente a outra pessoa só não gostou de vc e não necessáriamente tem que ter alguma coisa extremamente errada com vc. Provalvemente todo mundo aqui já deu um toco em alguém.
    Só não concordo de que todas as coisas da sua vida estão em suas mãos, muita das coisas que acontecem na sua vida estão fora do seu controle.

  15. Eric Draven says:

    Esse texto só confirma minhas suspeitas de que eu sou um bosta.

    Concordo com cada palavra e também acho babaquice de quem reclama disso mas não faz nada pra mudar.

    É por isso que nessas horas ou você faz alguma coisa ou se conforma.

  16. Gabriel says:

    Valou tudo Izzy, não podia concordar mais. Toda vez que uma mulher q eu to afim vem com o papo “ah vc é tão legal, um ótimo amigo” eu faço QUESTÃO de mostrar meu potencial e interessá-la (e modéstia à parte, dificilmente não acontece. E quando não acontece, a culpa é minha)

  17. manusinia says:

    apenas necessário esse texto.
    obrigada por lembrar que “Praticamente TUDO que acontece na sua vida é responsabilidade sua”, amigo izzy.

    beijos :*

  18. manusinia says:

    apenas necessário esse texto.
    obrigada por lembrar que “Praticamente TUDO que acontece na sua vida é responsabilidade sua”, amigo izzy.

    beijos :**

  19. manusinia says:

    PS: eis a cena de friends que fala sobre a friend zone. é na primeira temporada, mas não lembro o episódio: rel="nofollow">

  20. Thiago says:

    Agora sem sistema de Facebook, posso comentar, que maravilha. :D

    Eu vo mandar esse texto pra muita gente cara, tem muito chato enchendo o saco com esse papo de friendzone e forever alone por que foi “friendzoned”.

  21. friendzoneado says:

    E quando a guria acredita em friendzone? Sim, acontece… Certa feita me aproximei de uma gatinha e fui devidamente friendzoneado (tenho um péssimo defeito que é a tendência a ser ‘bonzinho’- bonzinho = panaca, eu sei), mas um dia saimos e rolou durante a balada…

    Acontece que a guria pelo dia(e a semana)seguinte ficou bem ~estranha~ sabe aquele papo de ~estragou a amizade~ pois é! Ela viajou e agora está voltando, e que fenomeno estranho -- está mantendo contato e quer me ver ¬¬

    • MC says:

      Outro mito: “estragar a amizade” é só desculpinha. Ela não ficou estranha por ter “estragado a amizade”, e sim porque se arrependeu de ter dado pra vc.

  22. r9 mardanos says:

    bom até pouco tempo atras esse cara idolatrava o 9gag e tirinhas de memes com a figura patética do forever alone.

    até cobrava tweets pra ver as porcarias de tirinhas que ele fazia.

    deve ter percebido que essas tirinhas são o zorra total da internet.

  23. Izzy vc matou a pau nesse texto ai man, e é a pura verdade uns tempos atrás fiquei nessa vida de achar que era coitadinho…
    Resultado larguei o Rock n’ Roll que eu curtia e cai no baile funk (não por gostar da sonoridade, pois funk brasileiro não é musica) e comecei a pegar mulheres e perdi a minha até então virgindade, portanto acordei na vida e sai dessa “vibe” comecei a namorar e já tive alguns vários relacionamentos de lá pra cá, hoje em dia não tenho problemas em me relacionar com mulher não foi o fato de estar na friend-zone que me impossibilitou de ser o lixo de “homem” (que procura a mulher que gosta-se de anime, hq e games) que me impediu de hoje em dia estar em um relacionamento, já ter estado em vários e ter participado de um menage (sem pagar por isso).

    • Alfredo says:

      L-o-s-e-r….

    • Luiz Ronaldo says:

      Em resumo, você precisou abrir mão de tudo que era, tudo que gostava, e tudo que queria, só pra pegar umas gurias? Parabéns, você tem uma cabeça 50x mais fudida que os caras que se vitimizam com esse papo de friend zone.

  24. Lucky says:

    Minha sábia mamãe sempre me disse: “esse papo de não pegar amiga é conversa, você vai pegar quem? a inimiga?”, e é por isso que nunca acreditei na (e desprovei várias vezes que existia) friendzone.

  25. Jacobe Climber says:

    Discordo.

    • Cobra says:

      Caralho… depois de ler argumentos sólidos e tão bem articulados, como é que o Kid ainda não tirou o texto do ar por pura vergonha de ter sido pisoteado intelectualmente dessa forma? ¬¬

      • RAMONE says:

        Mas que porra de babaca é você, fica todo ofendidinho só porque o troll aí discorda de um texto do Kid. Pára com essa babação de ovo, vai.
        Enfia os argumentos sólidos e bem articulados no rabo, bichinha.

  26. Alonzo says:

    Cheguei na mina que gosto mas o namorado dela me deu um murro no nariz e arrancou um dente, como faço agora? Procuro outra gostosa ou vou no dentista?

    Nota: disse gostosa, não gorda carente cheia de cosmetico.

  27. Pedro says:

    Falou o noivo.

  28. caio says:

    vai ter cara compartilhando esse texto pra parecer maduro perante as minas hahahaha

  29. Thiago Pereira says:

    Isso quase dava um vídeo do Felipe Neto. Malz ae Izzy.

  30. Eu nem me importo mais com essa história de friendzone e pegar mulher. Já aceitei que não tenho jeito pra coisa e pronto.

    Passei a me focar a coisas que me rendam lucro e pronto.

  31. Thiago Spegiorin says:

    C-C-C-C-COOOMBO BREAKER DO Izzy “Noble”.

    Bom texto!

  32. serio says:

    que voce nao gosta de friends? um dos seriados mais engraçados que existiu (NAO O MAIS), mas com certeza um dos melhores, lol. e sim isso foi o que mais me chamou atencao no texto ahhaha.. e concordo inteiramente sobre o que voce falou sobre a friendzone.

  33. Concordo plenamente com a idéia geral do texto. Se não deu certo, é culpa sua mesmo, não tem como. A garota não tem culpa por não te achar interessante. Mude ou parta pra outra.

    Mas só uma coisa, pelo menos IMO, friedzone não é “a idéia de que você estava de alguma forma predestinado a jamais “conquistar” a menina”. Não tem nada a ver com “força externa lutando contra você”. É um conceito de que desde o momento em que ela te conheceu melhor (ou as vezes, te conheceu de primeira), decidiu que não queria nada com você, só amizade. E AÍ entra justamente a ideia do texto. Se ela pensou assim, ela não é uma amazona dos infernos. Só não viu nada demais em você. Mude ou move along.

    • Luiz Ronaldo says:

      O que acontece é que nem sempre é o caso, camarada. Existem sim casos de gente que mantém os outros em banho maria… seja pra tirar vantagem, seja por carência afetiva de outro relacionamento. Só que cabe a você escolher se quer o não esse tipo de relacionamento com algém, e principalmente, se acredita que um dia a pessoa vai te olhar diferente sem você mudar uma palha. Friend Zone? Eu chamo de comodismo e covardia.

  34. Rafael Monteiro says:

    Certíssimo. Tem gente que não entende conceitos simples como esse. Merece ficar sozinho por ser tão idiota haha.

    Porém, algumas tirinhas no 9GAG sobre a friendzone são bem engraçadas. A maioria é um lixo, em que o cara só reclama e chora, mas tem umas muito fodas.

  35. droantjk says:

    Kid, tu ja foi melhor na arte da retórica e argumentação. Pecou pelo simplismo e generalização…

  36. Marcio says:

    CARALHO, esse sem dúvida é o melhor texto que o senhor já escreveu. Meus sinceros PARABÉNS. Se eu já não fosse fã viraria agora.

  37. harryalerta says:

    Eu não li o texto porque ele é muito grande. Izzy, como faço para sair da Friend zone? (antes de você bloquear meu ip, saiba que isso foi uma piada)

  38. Puts says:

    Izzy, vc parou para pensar que metade dos leitores do seu blog são nerds gordinhos que acham que vivem eternamente na friend zone? NÃO PASSOU PELA SUA CABEÇA QUE SE METADE DESTES GORDINHOS SE MATAREM DEPOIS DE LER ESTE TEXTO VC PERDE METADE DOS SEUS LEITORES? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • anonimatron says:

      Se eles se matarem, a culpa é inteiramente deles por se deixarem influenciar por um outro GORDO.

    • friendzone_guy says:

      É um ponto de vista. Eu acompanho o blog e os videos, mas discordo completamente do Izzy. A friendzone existe, é praticada abertamente por uma boa parte das mulheres e muitas chamam de “geladeira”. Como eu disse acima, é um ponto de vista de um cara que já é casado, tem uma vida estabelecida e se sente bem com isso.

  39. Samuel says:

    A culpa é minha e eu ponho em quem quiser!!1!!11

  40. Carol says:

    Sem contar que as vezes o cara simplesmente se julga na friendzone e nem tenta chegar na guria nem demostra que quer algo a mais do que amizade e depois a culpa é dela por não ter notado as intenções dele.
    E dizer que ta na friendzone pq foi legal e gentil com a guria é a pior desculpa do mundo. Pode ter certeza que o motivo é outro. E se a guria realmente gosta de sofrer e ser maltratada deviam era agradecer por ter se safado de ficar com alguém assim.

  41. anonimatron says:

    Mano, o conceito de friend zone não é o mesmo da tradução? ZONA DE AMIZADE? O que o povo reclama é da desculpa que as mulheres dão na hora de “chutar” o cara, falando que “você é meu amigo, eu não fico com amigos” ou coisa assim.

    O que, de fato, é uma merda só porque não existe relacionamento bom sem antes existir uma boa amizade.

    A única coisa que eu sempre concordo com você é que o ser humano é uma bosta mesmo.

  42. Discordo. Friendzone existe, embora realmente seja culpa do cara que obviamente que soube pegar a mulher e resolveu continuar amiguinho só para sofrer mais. O conceito de friendzone para mim não joga a responsabilidade de modo nenhum em cima da mulher e sim do cara fraco.

  43. Gildo says:

    Tudo escrito é verdade…..
    ei izzy, sei dos problema do site e tals, mas dpois se der conserta o feed pra galera que ainda n tá entrando o certo.

    Abração

  44. Não entendi o texto direito, afinal isso nunca aconteceu comigo. Peguei TODAS as mulheres que me propus a pegar na vida. Aproximadamente umas 2 mil.

  45. Eric Costa says:

    Friends:

    -- “Losers”:
    1 -- Ross -- PhD, respeitado na profissão, ficou com várias mulheres inteligentes e gatas (Mona, Charlie etc), nunca precisou dividir ap. com ninguém (sempre teve grana)
    2 -- Chandler -- Apesar da profissão indescritível, quando pediu demissão, o chefe deu aumentos sucessivos até ele desistir. “Roubou” uma gostosa de um dos “winners”. Casou com outra gostosa. Dividiu ap. com uma pessoa, mas pagava tudo para ela.

    -- “Winners”
    1 -- Joey -- Pega muita mulher, mas normalmente burras como ele. Vive sem um tostão e é sustentado pelo roommate. Péssimo em sua profissão.
    2 -- Rachel -- Pega muitos caras, mas vários idiotas. Largou o noivo no altar. Teve de dividir ap. durante muito tempo. Boa parte dos empregos que arranjou vieram de caras que queriam comê-la (ou foram mantidos por caras que queriam comê-la).

  46. Marcelo says:

    O que me deixa puto é q perdi tempo lendo esta merda, PQP

    • marcus says:

      hahah ia dizer o mesmo. Comecei lendo o texto achando que era algo bem diferente e no final fiquei pensando “mas porque ele está escrevendo isso?” Ao ler os comentários da galera eu entendi que tem um público interessado nisso. Eu nunca vou entender essa galera do leite com pera (pra usar uma expressão mais comum). Não é que o texto seja ruim, é que foi escrito pra uma galera bem específica…

  47. Ariobaldo (nome fictício rs) says:

    Esse papo de friend zone me lembrou um causo que passei:

    Fiz amizade com uma mina, me interessei por ela (bastante), comecei a “chegar” muuuito lentamente -- até porque temos gostos parecidos, então sempre tem assunto -- e quando finalmente dei o bote, digo, declarei minhas intenções… descobri que ela é lésbica. FUUUUUUUU
    Sério, isso não é desculpa pra transferir responsabilidade, ela gosta da mesma fruta que eu. E aí? A culpa é minha por ter bolas e não uma flor com mucosa rosácea e aroma do paraíso no meio das pernas? Ou por ter o corpo coberto de pelos, falar grosso, não ter sensibilidade alta e nem sangrar todo mês?

    P.S.: como não descobri a preferência sexual dela? Fácil. Ao mesmo tempo que a conhecia, ela começara a também se conhecer. Começara a namorar com a então atual parceira e se descoberto.
    Ou então essa cidade em que resido está repleta de panacas mesmo, e ela preferiu alguém com mais atitude. rs

  48. Geovanni says:

    Eu acho que volta naquela parada que o Morroida sempre fala: A molecada leite com pera fica achando que, só porque não conseguiu uma coisinha, é o fim do mundo e fazer draminha pra chamar a atenção das pessoinhas vai garantir alguma coisa.
    Pra mim, isso é friendzone.

  49. Augusto B. says:

    Nem sabia que esse negócio de friend zone existia (ou melhor, falavam que existia). Acho muito esquisito por sinal, talvez por nunca ter visto Friends, sei lá. Vou esquecer nos próximos minutos mesmo…

  50. Raphael Lellis says:

    A friendzone existe! Talvez não nos termos que colocou e ainda assim continua tendo culpa do cara. Tá aí um post provando que ela existe: http://www.amigosdoforum.com.br/11-imagens-que-provam-que-a-friendzone-e-uma-merda/

  51. Lucas Haber says:

    Tirando a parte de ter falado mal do Red Hot…

  52. Engraçado como eu concordo com quase tudo o que foi dito por tu Izzy, e ainda assim acho que está errado. Você parece zangado demais pra quem repetiu a exaustão o quão patético é o conceito de “friend zone”

    A única coisa que eu não concordo foi justamente essa agressividade. Posso estar errado, mas a mim parece que você não levou em conta o fator emocional daqueles que passam por essa “situação”. De fato penso que é necessário alguns cojones a mais para esses caras, mas jogar merda na cara deles dificilmente irá ajudar. Existem horas boas e ruins para endurecer com as pessoas e, na minha opinião, essa foi uma das ruins.

    • Luiz Ronaldo says:

      Ah cara. Você pode até aceitar uma situação em que gosta de uma garota, ao ponto de es ela não te quer, você preferir simplesmente estar por perto. Mas há de se ter senso crítico. Sugiro que releia o texto.

      O que o Izzy quer dizer é que a friend zone é uma teoria sem sentido, criada pra justificar a falta de atitude de um lado, ou a filha da putice de outro (não necessariamente coexistindo, embora haja casos). Porque de fato, a maior parte dos casos que se enquadrariam nessa definição de friend zone é isso:

      Na maioria dos casos, um homem ou mulher que gosta de outra pessoa, já tomou um não, se vê sem possibilidades (aparentes) de progresso e, ao invés de tentar ou mudar para tentar atender ao que o outro procura, ou partir pra outra que o(a) queira como é… prefere ficar ali, pousando de coitadinho(a), se contentado com migalhas de atenção, se dedicando totalmente à pessoa e posando de coitado achando que isso muda algo.

      Ou um homem ou mulher que, embora não queira nada com a outra parte envolvida, mantém uma centelha na forma de migalhas de atenção em momentos convenientes, ou até realmente demonstrando amizade… seja por interesse, seja tentando suprir carências afetivas de outro relacionamento, ou seja até por se sentir bem com a outra pessoa, mas não querer um envolvimento maior pra não perder as chances de alguém mais interessante aparecer.

  53. Z3hr0_C00l says:

    Eu sou a prova que friendzone nao existe… todas que eu agarrei eram amigas, depois, nem tanto :==

  54. Jotazêr says:

    Cara antes eu lia todos os comentários do hbd, mas essa porra tá famosa demais, os comentários se tornaram maiores que os posts hehehe. Kid, virei fã do 99vidas tb. Se alguém gosta de game antigo, pelamordedeus acessa aquilo lá e arrepie-se (ui), emoções únicas de nostalgia.

  55. Vinicius says:

    O pitbull da minha mãe tem o nome de Izzy --‘ como levar a sério?

  56. […] Texto: O mito da friendzone […]

  57. César says:

    Po Izzy, ta descendo no meu conceito hein, xingar Friends e Blink 182 é sacanagem.

  58. Luquinhas says:

    Friendzone é que nem síndrome de tourette, tá na cabeça de quem quer. Você tem que saber definir o que quer com a mulher, amizade ou relacionamento, e agir conforme o que você quer.

    Friendzone é apenas o novo nome de uma amizade que surgiu de uma falha ao tentar pegá-la. Não quer ser amigo, mostra a piroca pra ela.

  59. Raphael Telatim says:

    Ta querendo pagar de polêmico ein Izzy.

  60. Nicholas F. says:

    Acho que a home do site tá com problemas Israel.

  61. Tatá says:

    Concordo com tudo, Izzy. O melhor é quando o homem simplesmente não dá nenhum indício de ter algum interesse romântico com a mulher, como se a guria tivesse que adivinhar que o cara quer. E depois coloca a culpa na guria que “é apenas mais uma vadia que não liga pros caras legais”.

  62. Luiz Ronaldo says:

    Não é sempre, mas com grande frequência concordo com teus pontos de vista, Izzy. E esse post aí é de utilidade pública!

    Eu já fui otário a ponto de acreditar em friend zone. Papo de gente metida a psicólogo, ou de quem prefere creditar num mimimi aleatório esdrúxula do que negar a verdade, de que ele(a) não tinha as qualidades que a outra pessoa prioriza num relacionamento.

    Temos de convir que, de fato, até existem mulheres que mantem caras por quem não se interessam por perto pelos mais variados motivos. Mas isso é da natureza humana porra!

  63. Dani says:

    Perfeito. não é por que o cara é bacana, boa gente e o caralho que a mulher é obrigada a dar pra ele. Será que não passa na cabeça de quem acredita em friend zone que a guria simplesmente NÃO QUIS?

    Kid, eu já estava adorando seu texto. Esse papo de friend zone é de uma idiotice sem tamanho. Mas aí vc fecha com chave de ouro com esse parêntese no final:

    quero que a tal “comunidade da Real”/seguidores Nessahan Alita vão pro caralho. Puta grupinho de auto-ajuda pra misóginos perdedores.

    Tu é foda.

  64. Rafael Boss says:

    eu gostava demais de uma garota na minha sala e éramos muito amigos, papo de sair junto todo dia e conversar muito sobre muitas coisas … Então eu, burro que fui, começei a ama-la demais e no dia que eu me confessei para ela , ela disse “eu não quero estragar nossa amizade.” Resultado: agt nem se fala mais. =/

  65. Joaquim says:

    Então, apesar de você participar de vários podcasts que eu ouço, eu sempre estive cagando pra você. Agora eu paguei muito pau pra este texto.

    Simples, objetivo e coerente.

    Não sei se isto é algo bom, mas:
    você ganhou mais um leitor.

    Abraço.

  66. Ygor Freitas says:

    Ótimo texto

  67. Tânia B. says:

    Sabe o que é pior? É o cara que é rejeitado e começa a “atacar” a mulher em uma tentativa de fazer com que ela se sinta culpada. A mulher tem culpa de não se interessar por alguém? Claro que a maioria das meninas gostam de caras legais, gentis, divertidos (esse negócio de “mulher gosta é de homem cafajeste” é a maior baboseira que eu já ouvi na minha vida!), mas isso não é tudo. Tem um outro fator determinante, e se chama atração física, ta ligado?

    • Matheus Santos says:

      >(esse negócio de “mulher gosta é de homem cafajeste” é a maior baboseira que eu já ouvi na minha vida!

      Então todas as que correm atrás de caras com exatamente essas características não são mulheres?

      Falácia do escocês.

      • Breno Enrico says:

        Não né, Juquinha? O que a moça está apontando sobre tal baboseira é que generalizam isso. Daí acreditam que TODA MULHER É ASSIM…

  68. amendogaba says:

    Mulher gosta de grana hahaha

  69. Zepelino says:

    ??

    vc ao menos sabe do que esta falando?

  70. André says:

    Li esse texto no site corramary.com

    0.o’

  71. Igor says:

    O cara nunca leu Nessahan, não sabe o que é a real e nem eu vou perder meu tempo explicando.

    È claro que a culpa pelos nossos fracassos é nossa, vc descobriu isso sozinho, gênio?

    Mas uma coisa é certa. Muito provavelemnte, um dia vc achou que sendo bonzinho, legal e romântico iria chover mulheres por todos os lados, afinal elas gostam de caras “legais”. Vc não pode se culpar por isso pois o mundo lhe ensina a ser assim e queira ou não somos influenciados por essa mentalidade. Só depois de apanhar muito vc supostamente aprendeu que para conseguir o que queria teria que ter agido de forma mais desapegada, né pegador?

    Mas tudo ok, vc não precisou de Nessahan, nem da real, nem de PUA ou de qualquer outro “grupinho de auto ajuda para misóginos perdedores” para descobrir que no seu mundo não existe “FriendZone” e que para pegar mulheres basta ter “atitude”.

    • Izzy Nobre says:

      >>È claro que a culpa pelos nossos fracassos é nossa, vc descobriu isso sozinho, gênio?

      Você não tem noção de quantas pessoas passam a vida INTEIRA pensando (aliás, crendo plenamente) que tudo de ruim que acontece com eles é culpa de outra pessoa.

    • Niwa says:

      Ué, pra pegar uma por aí basta ter atitude mesmo. O Nessahan, a “Real”, a PUA e os “grupinhos de auto-ajuda para misógenos perdedores” também podem ajudar, porque te ensinam a dissimular e a subjugar o sexo oposto (no caso do Nessahan, é um caso de “cada qual no seu quadrado” estilo década de 50). Agora, pra você ter um relacionamento de verdade, e pra você ser um ser humano respeitável que pensa que mulheres são seres tão independentes, interessantes e completos como homens, nenhuma das opções acima vai ajudar.

      Pode parecer uma afirmação estrepitosamente óbvia (no shit, Sherlock) mas na hora do vamos ver -- do agir, do discurso, da própria linha de pensamento -- é que a porca torce o rabo.

  72. Cynthia says:

    Well said, Sir.
    (embora não o suficiente pra evitar a chuva de mimimis nos comentários acima)

  73. Fabenrik says:

    Acho que as coisas funcionam como uma troca. O cara comete o erro de dar o que a mulher quer (um cara legal ao lado dela -- e eu já cometi esse erro N² vezes) antes de sair com ela, creio que é uma posição na qual ela já tem o que quer e não precisaria dar nada em troca (sem citar a posição inferior em que se põe ao fazer isso), buscando o sexo em outro.

    Este mesmo problema ocorre muito do lado masculino também.
    Mas já concordei muito com as ideologias dos caras “da Real”, e os entendia com relação ao que o mundo faz com que acreditemos e a realidade ser bem diferente.

    Em um ponto eles tem profunda razão e é algo que talvez o Kid concorde tbm: endeusar, ter medo, colocar em patamares maiores uma mulher (ou homem) e depois reclamar pq não te olha por igual ou te admira para um relacionamento é puro mimimi de quem fez tudo errado.
    Só que sempre fui menos extremista e acreditava em exceções. Hoje penso diferente.

  74. emis says:

    Acho que você confundiu as coisas, ser rejeitado não é entrar na friendzone. O cara entra na friendzone quando gosta de uma mulher e falha na tentativa de se aproximar e demonstrar interesse.
    Assim não houve “rejeição” explícita, o sujeito em questão foi friendzoneado, quer comer a mulher, mas ela simplismente não o vê como um homem, mas sim como uma de suas amigas.

    A culpa esta no homem mesmo, até pq quando você é friendzoneado só fica correndo atrás da mulher se quiser. Sair da friendzone é fácil, díficil é não entrar.

  75. Pierre says:

    Eu discordo por um motivo bem simples: o que você definiu como a “friendzone” no post, não tem nada a ver com o que é chamado de friendzone. O termo sofre com o mesmo problema que vários outros termos sofreram ao se tornarem “populares”.
    “Forever alone” por exemplo: hoje uma guria fica um dia longe do namorado e já está tweetando “forever alone”.

    O real conceito de friendzone, é quando você chega ao ponto de ser o “amigo gay” da guria, aí não tem muito que possa ser feito.

    Apesar de que a maioria das pessoas na tal “friendzone” que já vi, resolveriam seus problemas simplesmente beijando a guria de surpresa. Provavelmente acabariam namorando depois disso.

  76. Leo says:

    Massageando o ego das mulheres… Mangina…

  77. […] 1. Zona da amizade -- meu caro amigo, deixa eu estragar sua ilusão. Sabe aquela garota linda, sempre bacana, que você vive encontrando e que desconversou quando você tentou pegar? Sabe esse argumento “a gente é só amigo”? Então, esquece. Isso é o jeito mais gentil e educado de dar o fora num cara que a gente não quer. Sejam lá quais os forem os critérios de uma mulher pra ficar com alguém, pode ter certeza: você não passa nos critérios. Amizade é algo que fica a favor, não contra se envolver com um cara. Dica grátis: não duvide do que eu tô falando, um fora mais sincero acabaria com a amizade. E se por acaso a mulher nem te disse isso, se você é que entrou automaticamente nesse discurso, então leia esse texto. […]

  78. Deleco says:

    Que merda!

  79. Lucas says:

    Parei de ler na parte que você fala mal de Red Hot Chili Peppers. Uma das maiores bandas da história, teve o melhor guitarrista dos últimos 30 anos eleito pela BBC, está no Rock’N’Roll Hall Of Fame e vendeu milhões de discos. Usou a bíblia para argumentar sobre um assunto bem manjado. Na boa, vai estudar.

  80. Rodolfo says:

    Não existe um único culpado de um lado só porque a sedução é um contexto de duas pessoas.
    O cara tem sua culpa sim por cair na zona de amizade porque ele não demonstrou sexualidade, agindo como um amigo.

    Zona de amizade existe e é a definição para o caso da mulher te rejeitar por ter ver apenas como amigo e quer manter a amizade.

  81. karen says:

    Friends é legal, pô.

  82. Murilo says:

    kkkkkkkkkkkk iludido vai cair mil vezes na friend zzone e n sabe pq kkk varios e varios exemplos eun taria pra ti mas eu fikaria anos digitando kkk

  83. Carol Lotus says:

    Só muito obrigada por escrever isso, assim eu posso enfiar um único link no cu do pessoal da Real e do povo chato do meu Facebook.

  84. Lucian says:

    Legal que o meu caso é um complexo que eu adoro jogar toda a culpa de qualquer merda que acontece em mim mesmo, o que em todo caso, me ajuda a evoluir. Mesmo com essa personalidade fresca minha que eu aprendi a aceitar onde raramente aparece alguma menina que me satisfaz (tirando uma única mulher que eu realmente julguei valer a pena e fui até onde deu pra ir), dá pra levar a vida numa boa, fazendo alguma coisa. Confesso, sou virgem, BV, nunca cheguei perto de entrar em um relacionamento, mas eu pelo menos me dei conta do quanto acreditar que contato com o sexo oposto é fundamental é inútil. Não é questão de criar uma barreira contra o contato com garotas, ou nem de forçar conversa com qualquer uma por aí, dá pra viver bem sem precisar da “outra metade” (outra metafora horrivel, todos devem estar inteiros meltamente pra começar um relacionamento do tipo, afinal). No mais, bom texto, desculpem se ficou meio confuso.

  85. Khronno says:

    Obrigado Izzy, esse seu texto me serviu como um bom tapa na cara pra acordar pra vida e sair da situação triste em que me encontrava, obrigado mesmo.

  86. Arthur Santos says:

    Eu me julgava ser feio mesmo fvrhonaoyngceyoydfgak

  87. andre says:

    Eita medo do carelho de ficarem solteiros….Só eu que amo ser solteiro?

  88. Jessé Grechi Gerhardt says:

    Simplesmente ridículo. Tempo da minha vida que não volta mais. Faça um favor às pessoas e pare de escrever idiotices como essa.

  89. Seven says:

    Eu nem curtia uma garota, mas daí passei a curtir, mas isso foi quando ela pensou em se relacionar com os outros, daí que foi que eu percebi a importância que ela tinha na minha vida, porém era tarde de mais, já tinha dito coisas que me arrependo, porém o jeito é seguir em frente.
    Eu sei que a culpa é minha, me sinto idiota, mas não me arrependo do que fiz, por que o que eu fiz foi com todo coração, mesmo me arrependendo agora, pelo menos aprendi a pensar mais…

    • Seven says:

      Eu disse “não me arrependo” e depois disse “me arrependendo agora” caralho, vou dar /quit da @life agora por que não to conseguindo nem me expressar

  90. Kaynan Vilela says:

    É o que eu gosto de chamar de multi-filosofia.

  91. andre says:

    Sensacional, cara! De acordo com tudo!

  92. Apolônio says:

    Só vi isso hoje, e pelo seu naipe (chamando os gringos que te receberam no país deles de “branquelos estúpidos” em outro post, etc) é perda de tempo tentar argumentar com você. Mas é importante salientar que esse mito que você descreve é exatamente isso: um mito. O que você descreve no post não acontece na vida real, salvo em caso de algum distúrbio psicológico mais sério.

    Na vida real, a friendzone é uma arena de luta de gêneros, mediante a qual as mulheres tentam sugar o máximo de benefício dos homens sem precisarem recompensá-los à altura. Você acaba estando certo de que a culpa é dos homens que se sujeitam a isso, mas está errado na absolvição implícita que tenta fazer das mulheres -- em outras palavras, a “culpa” pela friendzone não é unicamente dos otários que caem nela, assim como a culpa por cair em golpe de estelionatário não é unicamente dos otários que caem.

  93. João Cesar Neto says:

    FriendZone não é uma força que te impede de ter a tal menina, mas sim a denominação pra um determinado fato. Não é uma força como a gravidade, é apenas o nome que se da quando um cara x não pega a menina x porque ela só vê ele como amigo. Se um avião bate em um prédio, isso é um acidente. Se uma menina só vê um cara como amigo, e o mesmo é apaixonado por ela, isso é friendzone. Não existe uma força “acidente”, assim como não existe uma força “friendzone”, mas existe o força da gravidade.

  94. Henrique says:

    Sério Izzy,eu achei esse texto uma bosta,mas não irei citar motivos de porque eu achei.(Primeira vez que comento no site)

  95. Hater fodão says:

    meu CÚ