Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Archive for the ‘Essa internerd…’ Category

A polêmica do “CURRÍCULO GAMER”: quando um manchild ataca

Ok, estou de volta! Não se acostumem. Quem me conhece sabe que não sou exatamente fã do movimento feminista contemporâneo. Espero que isso não soe como uma rejeição das exigências femininas de igualdade -- acredito que qualquer ser humano com um cérebro concorda que mulheres devem ter todos os mesmos direitos (legais e sociais) que qualquer outro ser humano. Minha ressalva é com...

Continue
Eis um vídeo no YouTube que deixará ativistas radicais em parafuso

Aconteceu de novo. Alguém ameaçou a pessoa com quem namorava de expôr vídeos de momentos íntimos obtidos sem consentimento. Curiosamente, dessa vez vi feminista* em favor de quem faz a ameaça, e culpando a vítima -- quem ela nem reconhecem como vítima, aliás, porque "fez por merecer". Cheguei a ouvir um "se você parar pra pensar, pornô de vingança nem é crime..." Por que será?...

Continue
A amiga revoltada com os “médicos escrotos”

A amiga revoltada com os “médicos escrotos”

Postado em 12 March 2015 Escrito por Izzy Nobre 28 Comentários

Você imaginaria que passar pelo treinamento pra me tornar um paramédico me faria mais confiante nos meus conhecimentos em relação a anatomia e fisiologia, mas eu tenho reparado um efeito contrário -- quanto mais eu estudo, mais eu receio que o corpo humano está além da minha compreensão, talvez porque minha cabeça já tá muito lotada de conhecimento inútil e talvez eu não devia ter...

Continue
“Scroogled”, a nova campanha deselegante da Microsoft pra zoar o Google

Na época da guerra dos consoles de 16 bits, zoar abertamente a competidora era uma estratégia marketeira lugar comum até -- e que resultava num sentimento fanboy acirradíssimo em defesa da sua marca predileta. Ou seja: era uma doutrinação que dava muito certo se você parar pra pensar. A Sega apostou suas fichas no bordão "Genesis Does What Nintendon't", um trocadilho meio infame mas...

Continue
E no aftermath dos protestos na nossa nação, os reacionários saem do woodwork (refutando o texto do Flavio Morgenstern)

Usei dois termos em inglês no título porque sou babaca mesmo. E também porque não consigo pensar em termos equivalentes na nossa língua brasileira. Então, né. Vocês que estão aí perto da coisa estão acompanhando muito melhor que eu. O povo saiu às ruas de uma forma generalizada que eu não lembro de ter visto em memória recente. Falta uma direção clara nos protestos (essa é de...

Continue
A hiper-sensibilidade internética

A hiper-sensibilidade internética

Postado em 12 June 2013 Escrito por Izzy Nobre 13 Comentários

Há muitos anos eu estava lendo a revista SuperInteressante (uma influência importantíssima na minha criação nerd) e vi uma matéria que falava sobre o real "formato" do corpo humano, se fosse proporcional às terminações nervosas que nos dão a capacidade tátil que torna possível você se masturbar aí solitariamente neste Dia dos Namorados: Aliás, não, não tem nada a ver com terminações...

Continue

Reddit e os "reddit meetups"

Postado em 13 March 2012 Escrito por Izzy Nobre 1 Comentário

Um negócio que tem me chateado há algum tempo é o fato de que eu me distanciei pra caralho dos meus amigos daqui de Calgary. Quando cheguei aqui em 2007, arrumei um empreguinho qualquer num Wendy’s. Este aqui, aliás: Um fenômeno curioso aconteceu: apesar do fato que o emprego era uma bela bosta, eu só consigo lembrar daqueles tempos com nostalgia. Eu fiz muitos amigos lá, e as constantes...

Continue

O real problema com a declaração do Carlos Nascimento

Postado em 20 January 2012 Escrito por Izzy Nobre 4 Comentários

Se você está na internet, você já deve ter visto algum conhecido choramingando nas redes sociais sobre os comentários de Carlos Nascimento, um jornalista que até onde eu lembro trabalhava na Globo. Vou facilitar pra você, clicaí: Meio revoltado com a atenção absurda que o recente Estuprogate do Big Brother e da história do “menos Luíza, que está no Canadá” receberam pelo...

Continue

Vão ler um livro. Vão ler um livro....

Continue

Estava eu um dia desses qualquer espalhando alegria pelo tuíter quando um jovem rapaz juvenil me manda a seguinte missiva: Não é a primeira vez que vejo no tuíter um garoto que deveria estar treinando pokemons lamentando-se do fato de que embuchou a namoradinha. Cocei a barba, pensativo, porque esse é um dos grandes motivos pra se manter uma barba. Nunca desperdiço uma oportunidade de ponderar...

Continue