Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 27 June 2004 Escrito por Izzy Nobre 1 Comentário

Sobre capitalismo e idealismo

Ô discussão do caralho aí nos comentários do post de baixo. Marxistas revolucionários e capitalistas vendidos, CALMAÊ. Creio que posso ter passado uma idéia errada no post anterior.

Antes de mais nada, não sou nem socialista nem capitalista. Sou o Kid. Não sigo nenhum dos dois lados exclusivamente porque isso significa sempre pensar a mesma coisa, não importa qual seja a situação. Sou totalmente contra isso. Há coisas sobre quais a respeito sou capitalista, e há outras que me inclinam a pensar como um socialista. Não podemos trafegar sempre no mesmo lado da estrada. Ter uma ideologia é como responder uma pergunta antes que a façam.

O que isso tem a ver com o que eu escrevi?

Nada. Eu tentei passar uma idéia simples no post, mas ele gerou uma discussão que “fugiu” do meu controle. As pessoas começaram a tirar conclusões que não eram exatamete o que eu tentei passar com o texto, e a inferir nuances sobre minha personalidade que na verdade não correspondem com a realidade.

Falando a grosso modo, MUITA GENTE ENTENDEU ESSA PORRA TODA DE FORMA ERRADA, PRA VARIAR.

A gente abre os comentários e vê a reação que a galera teve:


CARALHO!!! O QUIDE NÃO QUIS O DINHEIRO!!! ELE É DOIDO, SERÁ QUE ELE NÃO VÊ QUE ESSE NEGÓCIO DE SER ANTI-CAPITALISTA NÃO TÁ COM NADA!?


Calmaê, Não é bem assim. Eu não sou anti-capitalista. Isso realmente é inútil, embora seja uma filosofia que muita gente afirma seguir. Ao contrário de como era nos tempos passados, recusar o convencional se tornou uma forma de se auto-afirmar, e por isso temos pessoas que por algum motivo vêem orgulho em se dizer “góticos”, ou “punks”, ou “socialistas”, ou seja lá o que estiver na moda.

Eu não sou contra o dinheiro. Não sou contra ganhar uns trocados por se fazer o que se gosta – porque seria?!

Acontece que não é o caso de simplesmente ganhar pra fazer o que se gosta. Se eu fosse colocar uma propaganda do Google aqui, eu teria que abolir uma característica do meu humor: os palavrões e a postura ácida-agressiva.

Mudar uma característica pessoal é algo difícil para qualquer um, simplesmente porque ninguém está muito interessado em mudar. Entretanto, mudanças são necessárias e saudáveis, pois elas ajudam no convívio social e aumentam sua habilidade de se tornar aceitável. Acontece que fazer tal mudança por dinheiro é uma coisa abominável. Um exemplo claríssimo de pessoas que “mudaram” por causa do dinheiro é a galerinha do Charlie Brown Jr (que mudam as letras das músicas sempre que aparecem na TV), KoRn (que com seu clipe Y’all Wanna Single conseguiu ser a banda mais hipócrita de todos os tempos) e Metallica (dispensa comentários).

Veja só você, bandas que tomaram atitudes que eu sempre critiquei. Bandas que, de alguma forma, deixaram o dinheiro guiar seu estilo. Essas bandas não desejaram se tornar mais aceitáveis por decisão própria, houve um claro um interesse financeiro por trás disso.

O mais irônico de tudo isso é que, pra ganhar a grana com as propagandas, eu teria que abandonar as coisas que me ajudaram a criar o meu público: os palavrões, o sarcasmo ácido, os ataques gratuitos e exagerados.

É como se eu tivesse usado isso ATÉ AGORA apenas para passar uma imagem de malvadinho e atingir um número X no contador de visitas. Agora que os objetivos foram alcançados, foda-se a maneira como eu agi até agora: Vamos eliminar tudo que me caracteriza como “escritor” para lucrar em cima do público que foi justamente essas coisas – que agora se tornaram indesejadas – que me ajudaram a cativar.

Não. Eu escrevo assim por um motivo simples: eu sou um chato. Desde pequeno, sempre gostei de apontar os defeitos dos outros, de fazer minha opinião falar mais alto, de meter o dedo na cara daqueles que eu (na minha falta de humildade) julgo estarem errados. Talvez meus leitores sejam são chatos como eu sou, e por isso se identificam comigo e com o que eu escrevo.

Não estou de forma ALGUMA me gabando de ser assim. Minha chatice só me rende problemas, tanto na vida real quanto na virtual. Por causa de meus “exageros”, meus pais foram intimados a comparecer um fórum de pequenas causas no Maranhão (um dia ainda conto essa história). Minha popularidade sempre foi das mais rasteiras, onde quer que eu chegasse, durante toda a minha vida. Claro, ninguém gosta de alguém que está sempre tentando, com todos seus esforços, provar que está certo e que todos em sua volta não sabem de nada.

Talvez, quem sabe, eu devesse falar menos palavrão. Talvez eu devesse ser mais legal com as pessoas. Talvez eu devesse admitir minha ignorância em alguns assuntos, admitir que eu não sei mais coisas do que os outros, dar o braço a torcer quando alguém aponta meus erros. Todos esses defeitos são características minhas, eles – infelizmente – me definem como pessoa. Esse é o Kid, tanto aqui quanto na vida real, e quem me conhece pessoalmente sabe que não estou mentindo ou exagerando. Talvez eu devesse mesmo mudar.

MAS NÃO VAI SER POR CAUSA DE DINHEIRO.

Eu ficaria MUITO lisonjeado se algum dia recebesse, digamos, um convite para escrever para um site de renome ou algo assim. Isso não seria se vender; meus escritos não deixam de ser uma forma de trabalho, e como tal estão à venda para qualquer um que queira pagar.

Mas EU não estou.

[ Update pra esclarecer uma dúvida antiga da galera ]

Quer dizer que eu não deveria ver o popup do mercado livre quando fecho o HBD?

Dave | 06.27.04 – 7:44 pm | #

Muita gente já me fez essa pergunta e eu sempre esqueci de responder. O pop up do Mercado Livre é por causa do sistema de Usuários Online (disponível gratuitamente no Interney.net), e portanto não recebo nada por essa propaganda.

[ Update Reloaded ] Não é da conta de ninguém mas foda-se, isso aqui é meu diarinho virtual.

2 meses

[ Update Revolutions ] No MSN:

A patroa diz:

You should be dating a Leo. 23 July – 22 August This mate is honest and loyal, with a sunny disposition. Though this lion has the tendency to be arrogant, sulky or smug, he/she is unrestrained in bed.

Não bastava ser gótica, minha namorada também é leitora de horóscopo.

EU JOGUEI PEDRA NA CRUZ.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

Um comentário \o/

  1. camilo says:

    izzy … sem palavras ó …