Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 29 August 2004 Escrito por Izzy Nobre 1 Comentário

Existem os caras escrotos, os filhos da puta, os Hitlers e esse sujeito aí.

Um filho da puta roubou a cena e fodeu a corrida de Vanderlei Cordeiro de Lima na maratona, a tradicional prova que encerrou a 28ª edição dos Jogos da Era Moderna, neste domingo. O brasileiro tomou no cu bonitamente e teve que se conformar – chorando – com a medalha de bronze.

Veterano de outras duas Olimpíadas, o fundista de 33 anos tinha vantagem de meio minuto sobre o segundo colocado por volta dos 36 km dos 42,195 km. Ou seja, não tinha pra mais ninguém, o ouro era dele. Então um desgraçado usando um traje típico irlandês – saia, boina e meias compridas verdes e laranjas, o que garante sua pederastia -, invadiu o trajeto, agarrou e tirou o maratonista da pista, surrurando juras de amor ao seu ouvido e tentando a todo custo beijar o atleta.

O infeliz foi rapidamente detido pelos policiais, que encheram-lhe de porradas. O pobre brasileiro paranaense demorou cerca de 20 segundos para se livrar do ataque do boiola e retornou abalado para a rua. O manifestante ainda conseguiu enfiar um papelzinho com seu número de telefone no bolso do maratonista.

Fonte: Times New Roman

Eu imagino esse filho duma puta acordou de manhãzinha cedo e pensou “Porra, sou escocês e sou viado. Como posso tornar a vida miserável para alguém neste belo dia?

Meu, brincadeira tem hora. O sonho de todo atleta é conquistar uma medalha de ouro olímpico. Como uma pessoa pode ter tanta falta de consideração a ponto de atrapalhar a carreira de outra pra fazer uma gracinha?

Esse viado infeliz é o tipo de pessoa que merecia ser enforcada após ter um baiacú inflado introduzido lentamente no ânus, antes de ter as unhas arrancadas com um alicate enferrujado e torto.

O que me revolta mais é que a porra desse Vandergay não sentou a mão na cara do baitola. Mermão, a maratona que se fodesse: quebrar a cara de um desgraçado desse em rede mundial seria quase tão bom quando ocupar o primeiro lugar no pódio. Mas não, o desgraçado continuou correndo.

Tudo culpa dessa propaganda aí, cujo slogan é “Porque eu sou brasileiro e não desisto nunca“. Se o publicitário que criou a campanha tivesse algum jogo de cintura e tivesse criado algo menos gay, como “Porque eu sou brasileiro e vou dar um tiro de 38 no viado que pular na minha frente durante a maratona, sacou?“, teríamos visto uma cena diferente nesse fechamento das Olimpíadas. Agora, só daqui a quatro anos.

Como sempre, o Brasil só aparece em destaque SE FODENDO. Puta que pariu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

Um comentário \o/