Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 7 October 2004 Escrito por Izzy Nobre 0 Comentários

Algumas vezes acordamos com aquela vontade de chutar latas de lixos, morder rabos de gatos, cagar em cima de jardins alheios e meter balas nas cabeças de quem aparecer na nossa frente. O lance é que algumas pessoas acabam realmente cometendo esses terríveis atos. Chutar, morder e cagar não causavam nenhum problema e são atitudes bem vistas e até mesmo encorajadas pela sociedade. Mas o negócio de meter bala não deu muito certo. Por isso, Deus criou o Soldat.



Se você é um nerd miserento que passa semanas enfurnado em LAN houses torrando o dinheiro do papai e levando headshots dos nerds mais miserentos que você, Soldat é a solução para a sua vida. Bem, isso, e uma mulher. Mas eu não achei mulheres para download no Google. Vamos explicar comé que funciona o jogo então.

Soldat é um joguinho de ação em plataforma. Diferente de outros jogos do gênero como Mario World ou Sonic, em Soldat você pode arrancar cabeças das pessoas com rifles de precisão ou granadas. E não, não estou usando uma força de expressão: cabeças literalmente voam nesse joguinho. E deixando um rastro de sangue por trás.


Uma fiel reprodução computadorizada de uma cabeça sendo lançada ao espaço por uma bala virtual.


O joguinho tem mais de 18 armas reais, como a formidável Ak-74, o versátil Steyr, uma arrasadora granada de estilhaços ou a infeliz Barret, arma favorita dos campers. Esses filhos da puta se escondem em algum lugar e ficam matando a geral e rindo da própria safadeza. Até que uma granada cai do lado deles, explodindo pedacinhos de camper pra todos os lados.


Era uma vez um camper


Filhos duma puta.

O jogo tem 6 modos:

Deathmatch

O que eu costumo chamar de Brazil Mode: cada um por si e Deus por ninguém, porque Ele não joga Soldat. Pegue uma arma, atire em qualquer coisa que se mover e tente equilibrar suas despesas com um salário mínimo. Essa última parte é a mais complicada.

Pointmatch

É como o Brazil Mode, mas valendo pontuação pra cada amiguinho que você assassinar.

Teammatch

A.k.a. “Briga de Gangue na Favela”: É deathmatch com times.

Rambomatch

Argh, odeio esse modo. Há um arco solto em algum lugar no mapa; aquele que o pegar se torna praticamente invencível. Seu life se recupera gradativamente, cada flecha atirada reduz o life do seu oponente a zero, e o arco pode atirar sequencialmente, uma flecha atrás da outra, o que fará seus oponentes chorarem de raiva. Sem contar no sempre-útil tiro secundário do arco: uma flecha incandescente que explode no toque. Mate o Rambo, pegue o arco e você passa a ser o perseguido pela cambada.

Capture the Flag

Capture a bandeira.

Acho que não tem muito o que explicar.

Infiltration

Ah, esse sim é legal. Há dois times: um tem uma base, e o outro tenta invadi-la. O time protegendo a base tem que impedir que o time invasor leve a bandeira para sua própria base.

Tudo isso num joguinho de 12 mega.

É isso aí. Pegue sua cópia de Soldat aqui. E o fix aqui. Você precisará do fix pra poder jogar online (o melhor atributo desse fabuloso joguinho).

Tinha um crack para torná-lo full, mas o jogo se recupera automaticamente após a aplicação do negócio. Então deixa pra lá. A versão completa do jogo não oferece nenhum incentivo que leve um jogador a comprá-la. Não há praticamente nenhuma vantagem relevante.

E não é apenas isso: baixando o joguinho você pode se tornar um membro do mais novo clan soldatesco da internet. Digam alô para os Chutadores de Bagaça! Tou distribuindo rankings de Sargento e Tenente pra quem for chegando.

Aliste-se já para a luta contra nossos primeiros oponentes: OS CANADENSES!

Sim, sim. O campo de guerra será um servidor canadense já escolhido por mim. Mas isso é assunto pra um outro post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)