Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 13 November 2004 Escrito por Izzy Nobre 0 Comentários

Se tem uma coisa que eu mudaria no mundo, é esse negócio de pena de morte.

Não vão pensando que a partir dessa linha, lerão um post emocionado em defesa dos direitos humanos: alguém que mereceu ir pro corredor da morte tem mais é que se foder de todas as formas que a palavra permita. A questão é justamente o quesito “se foder“, que na minha opinião não está sendo empregado com o rigor que a ocasião pede. Alguém que seja condenado à morte – a menos que você acredite em inferno – tá passando dessa pra melhor. Leva uma furadinha de agulha – ou um choquezinho – e pronto, tiram de suas costas o peso que é a existência. Não, não. Assim é bom demais.

A punição teria que ser algo um pouco mais severa. Analisando as possibilidades, cheguei à punição perfeita para essas pessoas que acham que são tão importantes que podem sair por aí cometendo assassinatos em primeiro grau.

E essa solução se chama ShitThrowerPlus 9000.

A idéia é tão simples que não sei como não pensaram nisso antes. O condenado senta-se numa cadeira, estrategicamente posicionada num lugar que seja fácil pra limpar e bem ventilado – porque apenas o réu deve sofrer, e não seus carrascos. Então, a ShitThrowerPlus 9000 é trazida para o lugar. Máscaras de oxigênio são distribuidas aos que estão assistindo a execução. A máquina é ligada, o condenado fecha os olhos e o nariz.

Então, quando o criminoso menos esperasse, uma bola de merda atingiria sua cara a duzentos quilômetros por hora – ou 125 milhas por hora, porque ele é americano. Se ele tiver sorte, os fragmentos de milhos ou feijão não atingirão seus olhinhos.

E se atingirem, foda-se. A merda era dele mesmo, não é culpa do Estado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)