Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 17 December 2004 Escrito por Izzy Nobre 19 Comentários

Motivos pelo qual o Quide não acredita em/gosta de Deus

Aposto que muitos aí devem se perguntar “Ó céus, por que será que o Quide é tão revoltado contra Deus?” Ao contrário de muita gente que conheço, não me tornei ateu porque isso é cool. Minha “conversão” foi resultado de leituras constantes da Palavra Sagrada, acompanhadas com uma pitada de senso crítico e desligamento de interpretações cristãs tendenciosas. Os motivos que exporei aqui são simples, lógicos, e frutos de conclusões as quais vocês mesmos podem chegar. Basta uma bíblia na mão e um cérebro na cabeça. Vamos lá.

(Peço aos cristãos fundamentalistas que ao menos leiam o post todo e pensem por dois segundos antes de me xingar. Obrigado.)

1) Porque, se Deus existe, ele é um assassino sanguinário e impiedoso.

Deixa eu passar um recadinho que os filhos do Homem não gostam de ouvir: Deus não ama toda a humanidade. Sei que isso chocou a maioria de vocês. Eu sei que vocês cresceram ouvindo um papinho de que Deus é amor e coisa e tal, mas isso simplesmente não é verdade. Ao invés de se recludir nas idéias que enfiaram na sua cabeça ao longo dos anos e me xingar de blasfemo, pense comigo um pouco. Se vocês pararem pra pensar um pouquinho com as próprias cabecinhas, chegarão à mesma simples conclusão.

Imagine que eu quero namorar uma determinada garota. Eu afirmo ama-la, mas aparentemente ela não tá muito afim de mim. Eu SEI que ela seria feliz namorando comigo, mas ela simplesmente optou por não querer ficar comigo. Aí eu vou lá e dou-lhe uma punição por ela não me amar: eu dou um tiro na cara dela.

É isso que Deus faz.

Ame-o, ou sofra as consequências.

O conceito de que alguém irá pro inferno por causa do pecado é errada. Jesus e o apóstolo Paulo deixaram claro que ninguém vai pro céu por méritos próprios – você só vai pela “Graça do Pai”. Se você fosse pro céu por não ter mais cometido pecados, você não foi pela Graça do Pai, mas por obras terrenas. A questão não é parar de pecar – o que é obviamente impossível -, mas amar a Deus.

Pergunte-se a si mesmo: se Deus te envia pro inferno porque você não o amou de volta – seja lá por que motivo -, isso é realmente amor?

Mas o pior não é isso. O problema que algumas pessoas não vêem é que Deus tem um conceito meio estranho de Justiça. Ao longo da história da humanidade, Deus puniu ou matou MILHARES de pessoas que geralmente estavam apenas pagando o pato por terceiros. Querem alguns exemplos?

Êxodo 11:4-7

“Disse mais Moisés: Assim o SENHOR tem dito: À meia noite eu sairei pelo meio do Egito; E todo o primogênito na terra do Egito morrerá, desde o primogênito de Faraó, que haveria de assentar-se sobre o seu trono, até ao primogênito da serva que está detrás da mó, e todo o primogênito dos animais. E haverá grande clamor em toda a terra do Egito, como nunca houve semelhante e nunca haverá; Mas entre todos os filhos de Israel nem mesmo um cão moverá a sua língua, desde os homens até aos animais, para que saibais que o SENHOR fez diferença entre os egípcios e os israelitas.

Deus amava os egípcios?

Não. Ele estava pouco se fodendo para os egípcios, como a bíblia deixa claro nesse último versículo. Havia uma clara diferença entra a forma que Deus via os dois povos. O negócio dele era com os judeus. Danem-se os outros, afinal, eles pensam que existem outros deuses e rezam pra eles. Deus não permite esse engano. Não, não senhor. Se enganar dessa forma é motivo para levar porrada. É mais ou menos como se um professor desse punições para um aluno que simplesmente não entendeu a matéria. Ao invés de tentar novamente, ou apenas “facilitar” um pouco a matéria para aquele aluno visivelmente incapacitado, Deus dá-lhe uma porrada na cara.

Então, o que Deus fez foi mais ou menos o seguinte. O povo de Israel estava cativo no Egito. Deus, sendo ultra fodão, poderia muito bem ter liberto o povo sem a necessidade da permissão faraônica. Ou então, poderia ter punido apenas o faraó, para que este se convencesse a não mexer com os filhinhos do Homem e os deixasse ir. Mas nããããão. Isso seria piedoso demais. Ao invés disso, Jeová manda nove pragas castigando O PAÍS INTEIRO pela decisão que faraó não queria tomar. Faraó, um cara de princípios, preferiu não se prostrar a um tirano. Mais ou menos como o comerciante que se recusa a pagar pela “proteção” que a máfia promete. É burrice, claro, mas devemos respeitar a coragem.

Deus então dá a cartada final:

– Maluco, ou tu deixa meu povo ir, ou eu vou passar o cerol nos teus moleques TUDIM. Como assim, eles não tem nada a ver com isso? Foda-se, maluco. O trato tá fechado: deixa meu povo ir ou teus primogênitos vão pagar o pato. Não quero conversa. Toma tua decisão aí.

Faraó era um cara durão: mandou Deus tomar no cu e que se danasse. Deus então matou MILHARES de CRIANÇAS cujas famílias não tinham nada a ver com a história. E não foram apenas os primogênitos humanos que se foderam; a bíblia diz que até mesmos os filhotes de animais dos egípcios passaram desta pra melhor nessa brincadeira.

Se algum cristão tivesse cérebro, ele pensaria “Porra! Deus não é todo poderoso?! Por que ele não simplesmente libertou o povo, assim como fez com Paulo e Silas na ilha de Patmos, quando um simples terremoto foi o suficiente pra libertar seu servos?! Precisava esse sangue todo?! Ainda por cima, de inocentes?!”

E a resposta é óbvia: precisava. Deus A-D-O-R-A um banho de sangue, pessoalmente acho que Ele toca punheta assistindo essas coisas. Naqueles tempos, o trato pra se livrar do pecado era o seguinte:

– Pecou? Mas tu é um filho da puta mesmo, ein? Vamos fazer o seguinte: Pega um cordeiro e mata. Ofereça ele pra mim, que eu penso no teu caso. O que? Como assim, o cordeiro não tem nada a ver com o teu pecado? Se fode, porra. Tu prefere castigar o cordeiro ou assumir tua culpa no cartório? É, bem que pensei. Vai afiando o fação, que eu vou pôr uma fita virgem aqui no videocassete pra gravar a parada, pra não esquecer que tua ficha tá limpa.

Deus curte um banho de sangue. É bíblico. Lembra a história de Caim e Abel?

Gênesis 4:3-6

“E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR. E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta. Mas para Caim e para a sua oferta não atentou.”

Caim, o lavrador, ofereceu frutas e legumas. Abel meteu uma facada numa ovelhinha. Deus, que tem tesão por carnificina, preferiu a ovelhinha assassinada que as frutas de Caim. Por que Deus não aceitou a oferenda de Caim? Por que ela não envolveu morte e sofrimento de inocentes, claro.

E mais: supondo que ele é Onisciente, não deveria ele saber que isso provocaria a fúria de Caim e o levaria a matar Abel? Não poderia ele ter evitado isso?

Poderia, sim. Bastava deixar de ser um puto e aceitar as oferendas igualmente. Ou não aceitar a de ninguém. Mas nããããão. Isso seria justiça demais. Como Caim pecou gravemente (ele não adicionou sangue à sua oferenda), Deus a recusou.

Por séculos, teólogos discutem por que motivo Deus teria recusado a oferenda de Caim e com isso provocado o primeiro homicídio da História. A resposta é simples, conforma respaldada pela própria bíblia: Deus gosta de sangue. E Ele matou dois coelhos com uma cajadada só: recebeu uma ovelhinha sacrificada e um irmão assassinado, ambos inocentes, ambos mortos por sua causa.

Vamos pular pra outra historinha?

II Samuel 24:13-14

“Foi, pois, Gade a Davi, e fez-lho saber; e disse-lhe: Queres que sete anos de fome te venham à tua terra; ou que por três meses fujas de teus inimigos, e eles te persigam; ou que por três dias haja peste na tua terra? Delibera agora, e vê que resposta hei de dar ao que me enviou. Então disse Davi a Gade: Estou em grande angústia; porém caiamos nas mãos do SENHOR, porque muitas são as suas misericórdias; mas nas mãos dos homens não caia eu.”

Davi era um homem santo de Deus, um rei escolhido por Jeová, um homem que a bíblia diz que não dava um passo sequer sem se aconselhar com Deus. Um dia ele decidiu que esse negócio de ser bonzinho não tava com nada e comeu com a mulher do seu general, Urias. Acontece que a mulher esqueceu de tomar a pílula e engravidou. A clínica de aborto estava em greve, então Davi fez o que qualquer pessoa em sua situação faria: planejou matar o marido corno.

Deus não botou muita fé nessa presepada e mandou Gade, seu profeta, dar um recadinho pra Davi. Deu-se o seguinte diálogo:

– Davi, Davi, Davi… tua chapa tá quente lá com o Homem, rapá. Mas ele é tão bonzinho que vai deixar você decidir a própria punição.

(Rufam tambores, Gade pega o microfone e sorri pra platéia do programa. As câmeras começam a rolar.)

– Bem vindos ao “Escolhe teu destino e te fode!“, patrocinado por Jeová! Temos aqui Davi, rei justo e comedor de mulheres alheias. Como ele foi troux… errh, justo esses anos todos, o Chefe resolveu pegar leve com ele e mandou escolhas maneiras. Atrás da porta número 1, temos sete anos de fome assolando Israel!

– Mas o que o povo de Israel tem a ver com a minha pilantragem? 🙁

– Mermão, tu conhece o Homem. Descer o pau em inocentes é o hobby dele. Não me interrompa mais, por favor, seu merda. Escolhendo a Porta número 2, você terá direito de ser perseguido por inimigos cruéis e impiedosos durante três meses com todas as despesas pagas pelo Deus Vivo.

– Erh… Pula essa.

– Hehe, o Homem pôs essa opção só de sacanagem. Ele é onisciente e já sabia que você jamais escolheria assumir responsabilidade pelo próprio ato; mas o sendo de humor dele é foda, não? Então, na última Porta, você ganhará inteiramente de grátis uma epidemia que chutará a bagaça do país inteiro por três, sim, três dias.

– Pera. Eu vou ficar doente também?

– Hm, Ele não falou nada. Mas, conhecendo o Cara, acredito que não. Você sabe, isso seria castigar o VERDADEIRO culpado da situação, e esse negócio não é com Ele. O que deixa ele contente mesmo é ver nego que não tem nada a ver com a história se fodendo bonito. Ouvi falar que ele até grava essas putarias.

– Ok, vou de Porta 3 então! ^_^

E assim foi. Davi selou o destino de uma cambada que nem sabia o que tava acontecendo.

II Samuel 24:15

“Então enviou o SENHOR a peste a Israel, desde a manhã até ao tempo determinado; e desde Dã até Berseba, morreram setenta mil homens do povo.”

Não foram um nem dois nem três, mas SETENTA MIL homens. Isso é um sete seguido de quatro zeros. Ou seja, uma porrada de gente morreu porque Davi deu uma pulada de cerca, mas você não vê o fã-clube de Deus apregoando isso por aí. Sabe como é, espanta a clientela.

Eu poderia escrever um livro inteiro sobre atrocidades que Deus cometeu com inocentes, mas já existe esse livro: se chama “bíblia sagrada”. Jeová não ama a humanidade. Essa é uma historinha que um judeu blasfemo inventou no século I, e que por uma sacada de sorte acabou conquistando o império romano e assim, ganhou o mundo. Na melhor das hipóteses, Ele não amava ANTES; e se passou a amar agora, então Ele não é o mesmo ontem, hoje e sempre como sua Palavra nos ensina. Ou Deus não te ama, ou a bíblia é mentirosa. Escolha a opção que você achar mais conveniente.

….

Esse é um dos motivos. Aguardem a continuação, se Deus não mandar um raio na minha cabeça.

Recadinho para Deus

Aê rapá. Faz um tempão que não falo contigo. Não é culpa minha, um dia eu deixei de aceitar coisas que enfiavam na minha cabeça e comecei a tirar minhas próprias conclusões. Mas ora, não preciso me justificar, você já sabia desde que eu nasci que isso ia acontecer. Tendo em vista isso, vou ser obrigado a supor que era a forma como tinha que acontecer. Você poderia ter previnido isso, bastava não ter me dado neurônios.

Gostou da cor do recadinho? Foi uma epifania que tive após anos de oração sem ser ouvido: saquei que não estava usando as cores certas. Então resolvi chamar sua atenção usando o tom daquilo que você adora tirar dos homens. Conforme o Senhor ensinou a Caim, essa é a boa forma de se fazer ouvir daqui debaixo. Se isso não chamar sua atenção, eu não sei mais o que chamará.

Supondo que você é onisciente e já sabia que eu ia escrever essas linhas, e que você não me fulminou fatalmente por blasfemar contra Vossa Perfeiçoencia, só posso concluir que a) ou você não se importa com o que eu vou falar, ou b) você não pode fazer nada contra mim. Se eu estiver errado e você realmente se importa com esse post, por favor, me manda um recadinho que eu o apago. Caso a segunda alternativa seja a verdadeira, venha aqui tirar satisfações. Eu mandaria meu endereço, mas oras, você sabe onde moro.

Como o Senhor mesmo sabe, meu nome (Israel) significa “aquele que lutou com Deus e venceu” (Gênesis 32:28). Ora, claro que você sabe: você deu esse nome ao primeiro que resolveu chutar tua bunda. Se tiver afim de uma revanche, chega junto. Mas fale pro seus tietes ficarem longe disso, porque se a briga for de chatice eles ganham com larga margem de vantagem.

Se você não sabe ligar um computador ou se conectar à internet, ou se estiver com medo de me encarar de frente – sem dúvida com receio de tomar outra surra -, aí sim mande seu fã-clube tirar satisfação por você. A presença de qualquer um deles aqui será a prova de que você preferiu fingir que não me ouviu.

Fundamentalistas cristãos, ignorem o fato de que seu Deus dá livre arbítrio para todos fazerem o que quiserem e me xinguem nos comentários. Se vocês se sentiram ofendidos, lembrem-se que eu tenho direito de liberdade de expresão, e não apenas isso, mas eu quero também que vocês se fodam e eu não estou nem um pouco preocupado e desmistificar a religião de vocês e expôr pra todo mundo esse Deus assassino que vocês adoram.

Não pensem que porque desprezo essa crença e essa figura de um Criador assassino, odeio todos os crentes. Não é verdade. Tenho muitos amigos evangélicos do tempo que ia à igreja três vezes por semana com a bíblia embaixo do suvaco. E tenho amigos virtuais cristãos também, como o mms. E não acredito que esse Deus da bíblia exista. Se ele existe, meu amigo, estamos TODOS fodidos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

19 Comentários \o/

  1. izzynobre says:

    Amigo @Hudsonhdn, deus matou "só" dez mil? Tente umas CINQUENTA vezes isso. http://hbdia.com/wordpress/2004/12/17/261/

  2. izzynobre says:

    O papo tá bom mas tenho tarefas pra hj. Recomendo que leiam retuitem/linkem para amigos crentes: http://hbdia.com/wordpress/2004/12/17/261/

  3. RT @izzynobre: O papo tá bom mas tenho tarefas pra hj. Recomendo que leiam retuitem/linkem para amigos crentes: http://bit.ly/2AVgX6

  4. @izzynobre:Opapotábommas tenho tarefas pra hj.Recomendo q leia retuitm/linkem pra amigos crentes: http://hbdia.com/wordpress/2004/12/17/261/

  5. JayGibran says:

    @brwolfgang http://ow.ly/vx2L -- Cara engraçado esse texto, lê ae. Esse cara vai pro inferno. =]

  6. RT @izzynobre Recomendo que leiam retuitem/linkem para amigos crentes: http://hbdia.com/wordpress/2004/12/17/261/

  7. Roger says:

    lol da parte do raio cair na sua cabeça auhauhauha

  8. tplayer says:

    Não cheguei a ler tudo, só o inicio do texto já deixou claro que sua opinião é a mesma que a minha.

  9. Nuno says:

    Por que diabos ressuscitaram este post?

  10. O texto está muito bem escrito e apresenta argumentos plausíveis.
    Entretanto, acredito que não deva ser levado a sério por navegantes incautos que caíram de paraquedas aqui (nem por ninguém)! Como próprio blogger diz, nem ele mesmo leva a sério esse site.
    Se você está procurando motivos pra ser ateu, não é em sites que você vai encontrar, vai encontrar analisando a sua vida (onde acredito que, mesmo se esforçando pra isso, você não conseguirá razões para o ser).
    Até mais!

  11. Vinicius says:

    argumentos falhos mas a intenção é boa

  12. elomarns says:

    Excelente post.

    Apesar de também ser ateu, acredito que se Deus realmente existisse, e fosse como a bíblia diz, só haveria um motivo para amá-lo: medo.

  13. viniciusz says:

    Acho que religião é uma coisa pessoal e não devia ser levado tão a sério. Eu acredito em Deus sim, mas não acredito que ele tenha o poder de mudar tudo o que queira, e acho que crentes deviam ter um pouco mais de pé no chão. Se Deus criou o livre arbitrio, ele não vai interferir na própria criação apenas pra satisfazer o seu desejo de ter o emprego dos sonhos, ou te fazer conseguir aquele carro ( o que todo crente acredita, pq eu já fui e até vou de vez em quando em cultos, e eles acham que tudo que você tem é graças a Deus ). Enfim, o texto está bom, mas acho que você força a barra em algumas partes..

  14. viniciusz says:

    Ah, e você fala motivoS mas só poem o 1)

  15. Pastor Caio says:

    Desencana desse post… deus não existe e o pessoal que acredita por preguiça mental e insegurança param de ler na primeira ou segunda linha…

  16. Fábio Perez says:

    @izzynobre Amigo, vou ler isso agora: http://bit.ly/1sWQQt -- Quase 5 anos depois que você escreveu.

  17. Issue says:

    temer a deus é um principio que aprendi.
    e odeio. não quero temê-lo.
    respeito, e se a historia fosse diferente
    até seríamos amigos.
    infelizmente não. fazer o que?
    bom post izzy o/

  18. sol says:

    Tem uns 2 meses que eu comecei a ler a bíblia e pensar a mesma coisa! Texto foda!