Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 8 March 2004 Escrito por Izzy Nobre 1 Comentário

Oh, meu Deus. Aqui estou eu novamente, amiguinhos.

Escrevo-vos diretamente de um apartamento no decimo setimo andar de um predio, em algum lugar em Toronto. A farra do fim de semana foi FODA.

Primeiro, fomos a uma boate chamada Mana. Musica eletronica nunca foi meu forte, entao nao havia muito que eu pudesse fazer alem de ficar perto do pessoal, conversando. A unica coisa legal que aconteceu era que eventualmente, uma menina mais “animada” apertava o peito da outra. Nada de mais (ou demais, sei la).

No dia seguinte, o destino era outro: Phoenix, uma casa de shows em outro bairro. Mas havia um probleminha: eu havia esquecido meu passaporte em casa! Com essa minha cara de guri de 14 anos, seguranca algum me admitiria dentro das premissas do clube. Entao fomos mais cedo ao Phoenix tentar passar uns papos no seguranca. Eu trazia na carteira mais de 5 documentacoes diferentes, todas com nome completo, fotografia e data de nascimento, mas a questao era: os canadenses aceitariam as IDs brasileiras?

Gracas a Deus, aceitaram.

Os moleques voltaram pra fazer “comprinhas” (bebidas em clubs sao caras demais), e em seguida partimos em direcao ao lugar. Logo na fila, ja deu pra sacar a qualidade do Phoenix: loiras, ruivas, morenas, japonesas… todas fenomenais. A noite prometia =P

Bem, la dentro era praticamente igual a qualquer outra boate no mundo, com a diferenca que era rock night. O que me agradou, porque eu fico totalmente apatico ouvindo qualquer outro tipo de musica.

E as mulheres. Canadenses por todos os lados. Uma em particular chamou minha atencao: uma loirinha identica a Baby Spice, uma daquelas inglesas que venderam uma porrada de discos ha uns anos e agora sumiram da face da terra.

A noite seria transmitida ao vivo a uma popular estacao de radio da cidade. Isso aumentava a animacao da turba.

A musica tocava alta, as mulheres passavam se esfregando no pessoal… Uma boate como outra qualquer.

Pulando entre uma musica e outra, acabamos parando perto de umas menininhas bastante “sociais” (entre elas, outra japonesinha fenomenal). Nao vou entrar em detalhes =P

Em algum momento, alguém me ofereceu um copo. Bebi, e foi o mesmo que beber perfume, creio que era whisky. Doeu um pouco a cabeça, mas enfim… o/

E as go go girls! Em um dado momento, subiram duas go go girls no palco, vestidas de diabinhas, de lingerie e o diabo. Não é preciso mais detalhes.

Em outra area do club, tocava dance e techno. Eu e os caras saimos para dar uma voltinha, e la vi uma cena que NUNCA sera apagada do meu cortex:

Ao redor de uma mesa, dancavam 5 meninas; uma mais linda que a outra. Uma delas, porem, chamava atencao mais que as demais. A menina estava totalmente caracterizada de estudante colegial, com gravatinha, mochilinha nas costas e tudo. Sua saia tinha nada mais que cinco centimetros de comprimento (sem exagero), exibindo sua calcinha. A menina estava visivelmente alcoolizada.

No proximo fim de semana, o programa sera em outro club, com outras bebidas, e outras companhias.

Toronto RULEIA.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

Um comentário \o/

  1. Issue says:

    Vira e mexe vc diz “fenomenal”
    Eu ri todas as vezes. AUHUAHUAHUHA