Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 8 February 2006 Escrito por Izzy Nobre 0 Comentários


Cinco segundos depois ele lembrou que me adicionou sim, mas que já tinha esquecido. A memória do sujeito é de causar inveja a elefantes, porque eu perguntei quem ele era logo após ele me adicionar – mas ele já não fazia idéia de quem eu era.

Assim que me identifiquei, ele mandou uma torrente de GIFs animados que tentavam expressar sua emoção por estar conversando com o autor de seu blog favorito. Os erros gramaticais, apesar de eu ser um sujeito já desensibilizado por tal coisa, foram de arrancar os olhos em sinal de protesto. E em seguida, o sujeito pediu-me que eu puxasse um assunto qualquer, porque ele estava sem nenhum pra conversar.

Foi o block mais rápido que já dei em minha carreira bloguística: 32 segundos.

Excetuando-se a preguiça intransponível que impede-me de editar o layout, por que diabos eu ainda deixo meu MSN aqui no blog? De dez pessoas que me adicionam, 0,5 acaba sendo uma pessoa interessante. Oito usam um português que deixaria um macaco com vergonha (isso sem mencionar os gifs animados pra substituir palavras, letras e pontuação), e o resto precisa ser convencido de que eu sou o Kid “de verdade”, e não alguém usando o nick dele.

Se você utiliza animações no lugar de palavras, poupe o seu tempo e o meu. Não me adicione, a despeito de quanto você gosta do meu site. A bem da verdade, me constranjo cada vez que um carnavalesco de MSN me adiciona pra falar suas bobagens e me mostrar seus festivos GIFs animados, um mais travador-de-janela que o outro. É esse tipo de gente que meu blog atrai? Acredite em mim, há muitas coisas que eu me animo em ver, mas um PORQUE estroboscópico que demora 30 segundos pra carregar não é uma delas. Vocês não têm a menor consideração, não? E se eu tivesse epilepsia, como ia ficar?

Se você encontrou esse email no meu blog, que outra confirmação você precisa pra se convencer de que eu sou o autor do site? Faça um favor pra você mesmo e NÃO ME ADICIONE.

Se apesar disso você decide tentar a sorte e me adicionar, vamos combinar uma coisa – apenas o faça SE VOCÊ TIVER ALGO PRA ME FALAR. Ora porras, é você que está me adicionando, e não o contrário. Por que demônios eu deveria arrumar uma pauta de diálogo? Nem te conheço, cupade.

Em miúdos, não me adicione a menos que você tenha algo pra falar. Parece uma coisa tão imbecilmente óbvia, né?

Não é. Se eu recebesse um centavo pra cada sujeito que me adiciona pra, depois de três minutos de conversa, falar algo como “aih, puxa um assunto hihihi“, eu poderia tranquilamente comprar todos os jogos que a turma do FHBD andou pirateando nos últimos dias.

Eu não sou uma celebridade global. Não sou vocalista de uma banda cujo último single ocupa local de destaque nas rádios da sua cidade. Não sou ninguém especial que você precisa, a qualquer custo, adicionar a sua lista. Sou apenas um nerd de óculos que de vez em quando atualiza um blog.

Aí neguim vai dizer “OH MEU DEUS, QUE ESTRELINHA, NÃO QUER FALAR COM A GALERA!“. Que digam. Quero ver se dez retardados te adicionassem todo santo dia pra falar bobagens. Não há paciência que aguente.

“Ah, então tira o email do blog logo!”

Eu tiraria, mas aí eu estaria correndo o risco de nunca conhecer as poucas pessoas interessantes que mantém este blog em seus favoritos. Alguns dos indivíduos mais bacanas que já conheci me encontraram através desse site, e acho que isso é alguma coisa de valor. Mas na boa, se você adora o HBD mas não tem absolutamente nada de importante pra me falar, porque não apenas deixa um comentário, ou manda um email? Não me adiciona, cara. Não vamos nos falar com frequência, e eu não sou um conhecido seu, ou um amiguinho seu.

Aliás, se nos conhecêssemos pessoalmente, você provavelmente nem gostaria de mim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)