Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Paranóia cristã é engraçada

Postado em 7 April 2006 Escrito por Izzy Nobre 0 Comentários

Se você tem alguma idéia a respeito do cristianismo, deve saber que uma das crenças dos adeptos da religião é que um dia, talvez numa quinta feira, Deus e seu filho finalmente terão um quebra-pau cósmico com o Cão. Nessa quinta feira fatídica, O Todo-Poderoso finalmente se vingará de Lúcifer por ter tocado a putaria em Sua Divina Criação amarrando-o numa cadeira de pregos e forçando o pobre diabo (HAHA VEJA QUE TROCADILHO INESPERADO E CRIATIVO) a ouvir CDs gospel por mil anos, em seguida trocando-os por CDs de sertanejo gospel e aumentando o volume um pouquinho.

A maioria dos cristãos está satisfeita em esperar mais algumas eternidades até o dia do confronto final. Outros, por sua vez, parecem tão ansiosos em ver a triunfal aparição do demônio que começam a vê-lo em praticamente qualquer lugar. E alguns não se satisfazem em sua histeria coletiva, mas digitam suas teorias em textos semi-coerentes e publicam na internets pro mundo inteiro ver e deleitar-se na comédia involuntária que é o resultado da combinação “crente doido” e “rede de computadores onde crentes doidos podem publicar suas astutas observações sobre o mundo que os cerca e a forma como o diabo permeou-o completamente“. E acreditem em mim, é bem engraçado. Engraçado não numa forma “hahaha o Pedrinho foi andar de bibicleta sem as mãos e enfiou a cara na calçada“, mas sim numa maneira mais “veja só o Pedrinho tentando se comunicar na internet após o traumatismo craniano que reduziu seu QI pela metade“.

Esses dias eu tive o desprazer de conhecer o Tabernáculo Net, um excelente exemplo de porque os fanáticos religiosos deveriam abandonar esse negócio de computadores e voltar a se isolar em mosteiros na puta que pariu ou afogar bruxas pra descobrir se elas eram bruxas mesmo ou se estavam apenas indo pra um show do Nightwish.

Se você teve a sorte de não ter sido exposto às maluquices ao senhor Gustavo Guerrear e aos outros trezentos cristãos que tiveram suas histórias paranóicas publicadas no site, em primeiro lugar, não entre no site. Deixa que eu dou um conveniente resumão do que você encontraria lá, enquanto você economiza sua banda com algo mais relevante, como torrents daquela coletânea do Nirvana que você prometeu que baixaria pra namorada.

Negoceoseguinte: Boa parte dos evangélicos que vive em absoluto e perpétuo terror. Segundo esse pessoal, atitudes triviais como ouvir uma determinada música ou usar um certo shampoo serão interpretadas no “reino espiritual” como uma espécie de assinatura num contrato que diz “Autorizo o Senhor das Trevas a possuir meu ânus da forma que achar conveniente. Assinado, eu.” Use os tais produtos que carregam símbolos satânicos, queira você saiba disso ou não, e você se fodeu bonitamente.

Ninguém quer um destino desses, então essa turma não poupa esforços pra evitar qualquer coisa que alguém algum dia por qualquer motivo que seja tenha taxado de “demoníaco”.

No começo, esse desespero em evitar a associação com o capiroto deve ter começado de forma coerente, compreensível. “Evite participar de rituais satânicos“Por mais que pareça uma boa idéia, não tatue um pentagrama invertido na testa” ou “Nunca sacrifique uma criança para Lúcifer” são conselhos bastante fáceis de seguir, e dá pra entender porque alguém sugeriria isso na igreja. O problema é que começaram a ver influência satânica em qualquer coisa, e ao mesmo tempo o senso crítico da galera desapareceu. E com a chegada da internet, as paranóias cristãs ultrapassaram as paredes da igreja e chegaram ao povão.

Pra evitar os previsíveis comentários “Ô quide eu sou crente mas não acredito nessas abobrinhas não ein“, explico de antemão que sei que nem todos os evangélicos se submetem a crendices medievais.

Mas sim, sim, o site lá. A idéia é que empresas maléficas secretamente enfiam mensagens subliminares ultra secretas nas embalagens de seus produtos. O processo daria então total liberdade a Satanás que foda com a vida do usuário do tal produto, ou alguma coisa mais ou menos assim.

A primeira página que acessei foi essa aqui, que revela uma imagem suspeita numa embalagem de shampoo. Através da avançadíssima metodologia de segurar o frasco do shampoo na frente do espelho, o autor do texto notou que uma imagem estranha aparecia como resultado. Ele então dá seu diagnóstico – “bom, eu não sei direito o que são mensagens subliminares, nem como elas funcionam, nem por que objetivo os fabricantes do shampoo a colocariam no seu produto. Mas eu pus um espelho na frente da embalagem e apareceu essa imagem aí. Tá vendo, tem algo que parece olhos, tem alguma outra coisa que bom muita boa vontade pode ser interpretada como um chifre, e tem alguma outra coisa que, se você apertar os olhos e inclinar a cabeça pro lado, parecem lágrimas – não há dúvidas, tenho certeza que a imagem não é outra senão a 3×4 de Lúcifer!”

O resto do site se esforça em manter o mesmo padrão de paranóia. Visitantes enviam emails com suas próprias suspeitas de envolvimento satânico em objetos triviais do dia a dia, como cuecas e brinquedos da linha Star Wars. Mas a alguns deles, Gustavo Guerrear responde:

Temos recebido muitos e-mails perguntando sobre algo “por trás” da personagem/produto Hello Kitty. Porém até o momento não descobrimos algo CONFIÁVEL que possa revelar algo sobre ela. Até recebemos algumas coisas, mas preferimos não publicar porque não temos certeza da veracidade, para que o site não perca credibilidade.

…e a resposta me deixou pensativo. A julgar pelo conteúdo do site, o webmaster não é lá o sujeito mais racional que eu já vi na vida. Quão absurda a teoria precisa ser pra que até esse sujeito a desconsidere? Imagino o conteúdo do email e a justificativa do seu autor para acusar a marca de envolvimento satânico.


Em outras áreas do site, Gustavo dá alguma explicação sem pé nem cabeça a respeito dos maléficos efeitos psicológicos que os símbolos invisíveis são capazes de causar. Digo com toda certeza do mundo que o senhor Guerrear jamais cursou Psicologia, ou leu livros de Psicologia, ou sequer passou na frente de um prédio onde alguém estava xerocando um livro de Psicologia. O sujeito simplesmente não faz idéia do que está falando, o que não o impede de ser levado a sério por centenas ou milhares de cristãos que recebem links do site dele por email.

Até jogos são vítimas do cuidadoso escrutínio do intrépido Gustavo Guerrear. Lembra o Pitfall pro SNES/PC, em que uma nuvem de fumaça em forma de caveira (de forma clara, nítida e em nenhum aspecto “subliminar”) aparecia quando você matava um inimigo?


Sobre a imagem, o webmaster escreve:

Olha, isso não foi colocado aí por acaso, com certeza. Essa imagem foi colocada com um propósito específico, o propósito de influenciar de alguma forma maligna as pessoas (provavelmente crianças!) que de forma inocente jogam este jogo. E podem ter certeza que isso pode amaldiçoar os jogadores de alguma forma.

Que tipo de resposta o cara daria se alguém perguntasse “ahn, mas afinal, baseado em quê você diz que essa imagem pode influenciar de ‘alguma forma maligna’, caro amigo”?

Não haveria resposta. As alegações não são nada além da própria supersticiosidade do autor do site. Nem mesmo a própria bíblia dá respaldo claro a esse tipo de acusação.

Ahhh, esses fanáticos religiosos e suas adoráveis maluquices.

Seria interessante se, no Dia do Juízo Final, quando o demônio finalmente aparecer pra tocar o “agora vamos ver!”, os crentes puxassem seus frascos de shampoo, seus espelhos e seus SNES, verificassem as mensagens subliminares, e em seguida dissessem “ei, você não se parece nada com a imagem na embalagem do Seda Ceramidas. És um impostor! Saia da nossa frente, estamos esperando o cara de verdade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)