Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 31 July 2006 Escrito por Izzy Nobre 2 Comentários

Estava eu lá na casa da patroa quando Trunks me liga aflitíssimo. Após afastar o aparelho do ouvido e salvar meus tímpanos do dano temporário que a gritaria do irmão sem dúvida causaria, pude entender o que ele dizia.

Excitado e até tropeçando nas palavras, o moleque me explicava aos berros que o Dave havia encontrado arminhas de pressão (um artigo que até então eu julgava ser ilegal na gloriosa nação canadense) no shopping local. E não apenas isso, mas o preço era supostamente bastante acessível. Como há muito tempo (treze anos, pra ser mais exato) eu desejava ter em meu poder armas de pressão com as quais pudesse me defender as injustiças desse mundo, me arrumei às pressas e corri de volta pra casa.

De volta ao apartamento, Dave nos exibia orgulhoso o fruto de sua ida semanal ao shopping:


Duas P618, com pentes de nove tiros e umas duzentas balinhas de brinde, já que o fabricante deve saber que metade dessa quantia não dura até a ida de volta pra casa (dependendo da quantidade de gatos ou crianças de colo que você encontrará no caminho).

Eu e Trunks não precisávamos de mais nenhum motivo. Contamos as moedinhas e partimos em direção ao shopping, acompanhados do Dave, que já estava precisando de mais balinhas.

Chegando na loja que fornecia os brinquedos, pude ratificar que o preço era bastante sedutor. E assim, acabei exagerando um pouco na compra.



E nenhuma dessas é sequer a minha preferida. Meu xodó é minha S&W 40F com mira laser, rail mount (aquelas fendas ao redor do cano que permitem acoplagem de acessórios exagerados), silenciador e pente extendido.

E isso não é nada comparado aos meus amigos, que por sua vez compraram réplicas de M16s, que atiram numa velocidade muito, mas MUITO mais violenta. Sim, porque graças a nicknames e avatares de MSN propagandeando as aquisições, não demorou muito pra que a mania airsoft se espalhassem entre a minha turma. Em menos de uma semana, boa parte dos meus amigos (e dos amigos destes) compraram suas próprias armas. E antes que alguém pudesse notar, a molecada de Oshawa se tornou um bando de gun nuts, tipo aqueles texanos malucos que se vestem em camuflagem e vão descarregar armas automáticas no meio do nada, treinando pro dia fictício em que eles terão que depôr o governo à força ou acertar contas no colégio.

Um bando de moleques armados, uma conexão à Internet e uma câmera digital – não era de se surpreender que no mesmo dia, vídeos mostrando a gurizada levando tiros na bunda – e em outras partes variadas – fossem parar na minha conta no YouTube.

Por que afinal de contas, se a Internet não foi criada pra que adolescentes entediados divulgassem vídeos onde eles se machucam mutuamente, não sei pra que mais foi.

O que me entristece é que eu não tenho um gato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

2 Comentários \o/

  1. RAffael says:

    quero compra uma arma dessa como posso fazer???

  2. Gabriel P. says:

    Um recado para os futuros leitores desse post:
    Airsoft é restrito no Brasil. As armas precisam ter a ponta laranja (igual essas do Kid), e você precisa ser membro de um clube de airsoft autorizado pelo Exército brasileiro para poder comprar -- se for importar, precisa, além da carteira de membro do clube, autorização expressa do exército ANTES de iniciar o processo de compra/importação, ou corre o risco de ter a arma confiscada e ganhar uma anotação na sua ficha criminal. Fora isso tudo, o porte de “simulacros” (como são definidas por lei as armas) sem a ponta laranja é crime, tendo ou não autorização.