Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 16 August 2006 Escrito por Izzy Nobre 2 Comentários

Nos últimos dias eu venho repetindo como um mantra budista que não se deve levar a internet a sério, imagino até que vocês já estão de saco cheio de notar esse tema recorrente nas entrelinhas dos meus textos. Aparentemente é muito fácil se deixar levar pelo mundo virtual, a julgar pelo número de pessoas que se revolta mortalmente pelo motivos internéticos mais triviais, e com “triviais” eu quero realmente dizer “dolorosamente idiotas”.

A bela confusão de ontem no orkut expôs com grau cruel de ironia os perigos de levar o orkut com mais seriedade que se levaria uma tentativa do Tiririca de se eleger a um cargo público que não envolva contracenar com o Carlos Alberto.

Se você esteve acompanhando este blog nos últimos dias, deve estar a par dos acontecimentos relacionados ao super bug do orkut. Em resumo, os hackers revelaram um bug na programação do site que permitia postagem de códigos em javascript.

Mas no fim do dia, revelou-se mais que isso. E esse é o assunto deste post investigativo Globo Repórter style.

Como vocês viram, eu recebi bastantes agradecimentos pelo serviço quase informativo do texto sobre o problema. Como era de se esperar, recebi também uma parcela generosa de xingamentos dos mais variados tipos de imbecis, indo desde aquele que tenta dar uma de esperto, ao que nem sequer tentou fingir isso.
Recebi até uma ofensa mutíssimo pitoresca:


Após anos irritando internautas aleatórios com meus textos e atitudes, essa é a primeira vez que o sujeito pausa seu chilique temporariamente apenas para elogiar a beleza da minha namorada, deixando quase implícito nas entrelinhas uma vontade latente de experimentar sua beleza pessoalmente.

Obrigado, script-kiddies-phedem. Eu sei que ela é uma puta duma loira gostosa, afinal, eu tô comendo. E não entendo por que você vê incongruência entre fazer sexo com a namorada e internetar. Não há nenhum mistério em balancear as atividades. Aliás, é uma questão simples de balancear o teclado na cabeça dela.

No momento, como você espera que eu me ofenda com o seu comentário? Fale o que quiser do alto de sua ignorância a respeito da minha pessoa – ao ratificar o fato de que eu namoro uma gostosa, toda a sua tentativa de me atingir vai por água abaixo.

Aliás, se tiverem um tempinho livre, vão lá ler o hilário comentário do sujeito aí. Se estiverem com preguiça, este é o resumo do que ele falou – “Buá, buá, eu sou ráquer também! Kid, não dê reconhecimento ao K-Max, e sim a mim! Eu quero receber mérito também! 🙁

Mas isso é o de menos. Eu estava preparado para receber reclamações de outros nerds que gostariam de ter seus nomes divulgados como grandes ráqueres, ou xingamentos acalorados de gente que reagiu contra mim como se eu tivesse peidado dentro de um envelope e enviado pras avós deles no Natal.

O que realmente me causa um certo incômodo são comentários como este:

Eu tô sem celular.
Tava esperando minha tia me dizer coisas do meu primo…
=/
Ele ta no hospital.
Vc não precisa acreditar se quiser…
Mas td bem…

Bel | 08.14.06 – 12:47 pm | #

Vocês conseguem entender agora o que eu quero dizer com “tem gente que leva o orkut (e, por extensão, a internet) a sério demais?

Isso não quer dizer apenas que certas pessoas se chateiam muito mais do que deviam por causa de assuntos meramente virtuais, embora essa afirmação seja verdadeira. A confusão do orkut e o ódio que alguns passaram a nutrir por mim por causa disso é uma boa prova.

O outro sentido da acusação de que o orkut é levado a sério demais é que certas pessoas parecem não perceber que se trata de um site gratuito, de acesso público (público e gratuito não é a mesma coisa, seus imbecis. Algo pode ser público, mas não gratuito, e vice versa), lotado de gente usando máscaras internéticas e se valendo do anonimato pra causar confusão, e com mais bugs que a versão beta do Windows 3.1. se ela tivesse sido programada pelo sobrinho retardado do Bill Gates.

Quando eu recebi o comentário da menina acima, por dois segundos eu me compadeci e pensei nas casualidades que o travamento de scraps promovido pela turma do FHBD poderia ter causado. Se for verdadeiro, o comentário da Bel prova que houve repercussões um tanto mais sérias advindas da brincadeira.

Mas aí eu comecei a pensar um pouco. A tal Bel tem um primo enfermo, talvez com aquela variação africana da letal tuberculepra cancerígena, e contava com o sistema de mensagens do orkut para receber informações sobre o estado de saúde do moleque.

Leia novamente – alguém estava contando com o orkut para trocar informações sobre um parente doente. No evento de um problema com o site (algo que acontece com pouca frequência, apenas umas três vezes por minuto), o primo da Bel morreria e ela não saberia.

Será que eu sou o único que tenho vontade de encher de murros alguém que decide depender do orkut, e aparentemente EXCLUSIVAMENTE do orkut, pra trocar mensagens importantes?! Bel, se você decidiu abrir mão de todas as outras formas de comunicação que o mundo civilizado oferece e substitui-las pelo maravilhoso bugado scrapbook do site de relacionamentos do Google, você deveria estar chateada consigo mesma, e não comigo. Não preciso dizer que você foi uma idiota por depender de um site tão instável para receber mensagens importantes sobre o estado de saúde de um membro da familia. Existem vários outros métodos de comunicação na internet – vários outros meios que não exibem sua mensagem a meio mundo; que não decidem parar de funcionar quando bem entendem; que não são tão frágeisl e inseguros; que não expõem informações pessoais suas para qualquer pessoa que saiba manejar um mouse.

Perdoe minha franqueza Bel, mas você é uma idiota. Imaginei aqui a pobre Bel com seus scraps trancados, sentada ao lado de um telefone, com um celular no bolso, com o Outlook aberto no background, com o MSN em status de Ocupado com uma letra de música como nick, e coçando a cabeça tentando descobrir como poderia entrar em contato com sua tia.

Você não pode esperar que eu me compadeça com alguém que deixou a carteira na calçada e depois chora porque a roubaram. Você tomou uma decisão imbecil, e decisões imbecis geralmente têm resultados trágicos. É uma lei universal.

Recebi outras reclamações por MSN e email de sujeitos que se revoltaram contra mim, alegando que mantinham contato com amigos através dos seus scrapbooks. Esses se enquadram na mesma qualidade de idiotas que a Bel. Neguim parece que esqueceu que existem outras formas de manter contato com seres humanos além do orkut.

O babaca cresce e aparece!!!!Ta pensando que o orkut é inutil como voce.Presta atenção o orkut é usado pra manter amigos e nao idiotas como vc.Para de ser criança….idiota cresce vira gente!!!Criança como vc sempre se da mal.Vai se FUDERRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR!!!!!!!Vc nao pega ninguem e nao deve ter amigos….VAI BATER UMA PUNHETA!!!!!!Quem sabe vc vira HOMEM!!!!!!IDIOTA, CRETINO, BESTA, ANTA, MULA, IGNORANTE. VAI PRO INFERNO!!!!!!! MORREEEEE.
Rejane | 08.14.06 – 1:05 pm | #

Eu não preciso escrever um parágrafo inteiro pra provar pra você que a Rejane é uma idiota. Até essa linha é desnecessária.

Como a Rejane aí, houve muitos outros que mandaram longos comentários em Caps Lock porque não aceitam que os leitores do FHBD travem seus scraps por um dia para alerta-lo sobre um problema grave de segurança, porque como ele poderá viver 24 horas sem receber uma propaganda de festa, ou desenhinhos ASCII, ambos provenientes de sujeitos que ele sequer conhece? Sou realmente um cara muito, muito malvado,
talvez até virgem.

E falando em virgem, não podemos esquecer o adorável Fábio. O sujeito que concluiu que eu vivo em função da internet, e em seguida afirmou que me bateria em virtude de algo que aconteceu na internet. Que me chamou de “virgem” por motivos obscuros; suponho que ele acha que eu nunca fiz sexo porque alguém travou os scraps dele com a URL do HBD. É uma lógica impecável. Outras brilhantes declarações do sujeito envolvem por exempo a “eu faço faculdade – logo, devo ser muito inteligente, uma vez que há apenas membros do MENSA matriculados em instituições de ensino no Brasil” e a “blá blá blá vc eh taum sínico lol blá blá blá“.

Fábio, por favor, evite entrar no meu blog novamente.

Mas é isso aí. Continuem trocando mensagens importantes publicamente por scraps, continuem mantendo contato com todas as suas amizades usando o serviço do orkut, continuem com raiva de alguém que tentou avisa-los de um problema que poderia foder com os próprios interesses de vocês.

Nego não aprende mesmo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

2 Comentários \o/

  1. Punki says:

    Cara, sei que esse post eh bem antigo, mas queria dizer que concordo plenamente com tudo que vc falou, nego não aprende mesmo!

  2. Leo says:

    Kid, vc previu a candidatura do Tiririca!