Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 12 September 2006 Escrito por Izzy Nobre 0 Comentários

Enquanto eu termino mais um post aqui (nem me venha com mimimi porque não é desculpinha furada, o texto tá quase pronto seus viados), gostaria de chamar atenção dos leitores pra um negócio que eu simplesmente não conseguiria deixar escondido de vocês.

Como todos vocês devem saber, o Fórum Hoje é um Bom Dia teve alguns contratempos mês passado. Por causa de, digamos, “diferenças irreconciliáveis”, uma confusão muito grande tomou conta do lugar e isso resultou na prematura (porém já quase esperada) destruição do nosso fórum.

Este post não é pra apontar dedos, como você deve ter suspeitado. É pra trazer à sua atenção o fato de que você está deixando de participar de uma comunidade virtual de gente muito, mas muito foda. Acompanhem esta breve aula de história sobre o FHBD.

No dia 5 de agosto do Ano de Nosso Senhor 2.006, com ponto pra dividir as casas de milhar igual a minha professora me obrigava a fazer na terceira série, o InvisionFree notou diversas irregularidades no FHBD. Até então, nosso querido fórum (que já estava se tornando um puta fórum) precisava se sujeitar aos termos de compromisso bem restritivos de um serviço grátis, mas isso não nos trazia muita preocupação até o dia que o InvisionFree puxou o tapete e nos botou pra rua.

(In)felizmente, eu estava viajando no dia (nota – a viagem foi uma bosta), e não pude acompanhar ao vivo o drama de trezentos foristas tentando a todo custo manter vivo o espírito do fórum. Eu sei que usei uns termos bem baitolas pra descrever o que aconteceu, mas é bem por aí mesmo – com medo de ver a galera já tão bem entrosada debandando, alguns foristas se responsabilizaram em abrir um FHBD temporário, pra acomodar o pessoal enquanto eu não dava as caras pra resolver a situação de forma definitiva.

O resultado do “atentado” contra o FHBD é que ficou muito fácil pra qualquer um com mínimos conhecimentos em inglês fechar um fórum no InvisionFree, contanto que este fórum cometa o crime de não ser totalmente em inglês. Poisé, foi isso que fodeu a gente. Por causa desse novo conhecimento, os FHBDs recém nascidos foram fechados na mesma velocidade em que foram abertos. Pelas contas dos foristas que acompanharam a putaria, houve mais de CINCO FHBDs enquanto eu estive fora. Um deles, aliás, criado por um forista que se passou por mim, talvez na tentativa de tornar o seu fórum mais legítimo perante aos foristas sem rumo.

Eu cheguei de viagem e, antes mesmo de pôr os pés em casa, fui informado da confusão pelo meu irmão. Passei a noite inteira tentando achar um lugar estável pra reestabelecer o HBD, mas uma coisa se tornava clara – não dava mais pra depender de servidores gratuitos.

Oferta de leitor caridoso com servidor e banda sobrando não faltou, mas acontece que eu já fui hospedado por caridade e, por mais agradecido que eu esteja, a idéia era justamente segurança. Servidor de favor pode um dia te pôr pra fora por qualquer motivos que seja, como já aconteceu com o próprio HBD. Resolvi meter a mão no bolso pra hospedar o FHBD e os nerds que tanto o amam.

Conversei com o pulpfiction, leitor das antigas que está começando a montar um serviço de hospedagem, e decidi que era ele mesmo que eu gostaria de “contratar” pra trazer o FHBD de volta do além. Resolvemos o negócio pelo MSN mesmo, e antes de eu ter enviado a grana, o cara já tinha setado o software do fórum pra mim, tudo bacaninha. Bastava configurar de acordo com o gosto.

Como eu havia literalmente acabado de conseguir o emprego novo, e já tinha feito duas viagens em duas semanas, a grana já tava curta e não queria me endividar logo de cara. Assim, setei um botão de doações pro FHBD, acompanhado de uma telinha que exibisse o valor coletado.


Olha que boniteza

Aliás, o Erik que prestativamente arquitetou essa telinha bacanosa pra gente. Valeu, fio!

Então, eu pus a parada na página principal do fórum, e pensei “bom, se mandarem uns 10 ou 20 dólares tá de excelente tamanho, já paga o servidor por este primeiro mês e eu me viro com os próximos”. A intenção era realmente aliviar um pouco as dívidas praquele mês (eu já estava de olho no PSP desde aquela época, sem contar as duas viagens bastante onerosas), eu não imaginei que receberia muito mais de 20 pratas para a causa do nosso fórum.

E mais uma vez, essa turma que eu tenho o orgulho de chamar de “leitores” me surpreende.


Clicaí pra ver maior

É isso aí mesmo. Em pouco mais de um mês de operação do FHBD, os frequentadores do lugar se mobilizaram a doar MAIS DE 170 DÓLARES. Muitos deixaram claro nos emails que acompanhavam a doação que a grana era especificamente para mim, e não necessariamente pro fórum (alguns nem membros do fórum são, mas conhecem as agruras de quem tem que pagar hospedagem todo mês), mas ainda assim eu decidi dedicar boa parte do dinheiro recebido ao fórum que esse pessoal aparentemente ama tanto.

Em pouco mais de um mês, o FHBD reuniu quase 1000 participantes que são tão nerds quanto você, tudo vidrado em brinquedinhos tecnológicos, MMORPGs, música, pornografia, enfim, tudo que você possa esperar. E isso pra não mencionar as meninas – lindas e tudo nerd também, a namorada que você pediu a Jesus Cristo! Aposto que você não encontra uma dessas no orkut.

E a ajuda com o fórum não se limitou a dinheiro, não. Além dos muitos foristas que têm vontade de colaborar mas não dispõem de cartões de crédito, muitos outros membros do FHBD mostraram seu apoio criando as diversas imagens que ilustram o layout do fórum, com uma assistência 24/7 em detalhezinhos técnicos que eu tenho o prazer de ignorar (como configuração de servidor, PHP e outras delícias), organizando vários concursos internos, propagandeando o fórum entre amigos e basicamente postando conteúdo interessante no fórum.

E ao contrário de fóruns furrecas que infestam a Intermerda, no FHBD não precisamos implorar pra que os foristas participem ativamente. Há conteúdo constante no nosso fórum, é até difícil acompanhar as putarias que rolam lá diariamente se você tem um emprego e uma namorada ou coleciona figurinhas do álbum do Campeonato Brasileiro.

O que você está esperando pra descobrir o que levou tanta gente a tirar dinheiro do bolso só pra garantir que estaria lá de novo amanhã? Cadastre-se já enquanto ainda não estamos cobrando pelo registro!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)