Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

"Tu traiu o movimento, véio!"

Postado em 14 November 2006 Escrito por Izzy Nobre 5 Comentários

Como a parada parece ter atingindo as ondas virtuais agorinha, vamos escrever logo um post pra aproveitar que tá quentinha. Chamem seus amigos.

Então! Há uns cinco anos houve uma altercação entre o Dado Dolabella (sinto a vontade de pôr um “ator” na frente do nome do cara, mas é realmente necessário – ou ainda verdade?) e o João Gordo durante o programa deste último, na MTV. A gravação não foi transmitida e o caso abafado, embora tenha sido mencionado aleatoriamente em programas vespertinos de fofoca na Rede TV!, com o obrigatório e desnecessário ! que alguém decidiu pôr no nome da emissora.

Parece que a MTV descobriu que o mundo inteiro parou de ligar pro confronto entre um de seus apresentadores e o ator de uma empresa televisiva com o triplo de sua popularidade, e decidiu dar um jeito nisso. O vídeo da lendária briga do Dado Dolabella e João Gordo foi finalmente divulgado às massas.

O vídeo deixa implícito desde o começo que já havia maus ares entre o ator e o apresentador. Após perguntas breves e a rápida apresentação do CD do Dolabella, este abre uma maleta e pra surpresa geral da nação extrai dela seu conteúdo letal – um machadinho, uma corrente aparentemente enferrujada e um pedaço de pau são depositados na mesa do apresentador. Notem nessa hora o sorriso maroto e confiante do ator; a demonstração de valentia foi premeditada e, quem sabe, ensaiada até. Foi nessa hora que eu pensei “rapaz, this is getting good” e me aprumei na cadeira.

Dado toma posse do machado e o João Gordo, que não se vacinou contra tétano esse ano, escolhe o pedaço de pau. A entrevista tenta voltar aos trilhos mas é bastante claro que um quebra pau de qualidade está preparando pra se apresentar. Mais confiante que antes, Dado aproveita a segurança que uma arma cortante oferece e dá-se ao luxo de criticar João Gordo no próprio programa dele. O ator insinua que João Gordo “traiu o movimento”, supondo-se que punkeísmo é realmente algum tipo de movimento e não um rótulo que pessoas que não gostam muito de tomar banho dão pra si mesmas pra de alguma forma justificar sua porquice, dando-a a autenticidade de uma subcultura.

E os ânimos se exaltam. Dolabella com o machado, Gordo com o pedaço de pau, e minha mente com uma esperança de ver sangue.

O apresentador fala algumas bobagens qualquer, tentando desesperadamente negar a acusação feita por Dolabella, e bate na mesa ameaçadoramente com seu pedaço de pau, como se fosse uma forma de dizer “e é isso aí!”. O ator, pegando a deixa, retribui o gesto e estraçalha a mesa do anfitrião com o machadinho. Gordo foi pego totalmente de surpresa, e nessa hora todo mundo teve a certeza de que não voltaria pra casa sem, de fato, ver sangue.

Como movido por uma mola, Dado salta da cadeira, dá um passo confiante em direção ao Gordo, e toma o pedaço de pau de sua mão. Sem oferecer nada que pudesse ser ao menos temporariamente confundido com resistência, Gordo é desarmado. Desafiando o próprio bem estar em troca de sua honra, João Gordo se levanta, encara seu atacante, e o seguinte diálogo é trocado:

— Tá louco, mermão?
— E você?
— Playboyzinho de merda!
— E você?
— …Tá louco, mermão?

O vídeo dá uma breve cortada, o que é a forma que a natureza encontrou pra dizer ao uploadedor do vídeo que ele precisa aprender a uploadear vídeos de forma mais decente, e quando a ação volta, os dois já foram devidamente separados. Só então João Gordo lembra que de fato possui um par de testículos. Sua coragem que até então estava no banheiro volta triunfalmente e ele resolve engrossar. É uma pena que Dado já estava a dois quilômetros do apresentador, ou este teria degolado-o com uma generosa fatia de vidro que sobrou de sua mesa.

Após esse play-by-play, acompanhe a ação.

Se não funfar, target=”new”>clicaqui. Ou pesquise “Gordo Dolabella”, até amanhã já devem ter uploadeado trinta versões diferentes do mesmo vídeo, e olha lá se não fizerem mais uma daquelas redublagens idiotas.

Sob análise inicial, é apenas um jovial confronto de egos como se vê acontecendo desde o primário. Eu estava disposto a esboçar uma leve indiferença em relação ao caso, mas uma segunda reflexão me informou algo que precisa ser dito – Dado Dolabella tem bagos do tamanho de um ônibus escolar norte-americano.

Veja lá. O cara se dispõs a ir ao programa do seu inimigo, cercado de seguranças que irão obviamente defender o anfitrião, diante de câmeras e de um público obviamente parcial ao João Gordo, OFERECE ARMAS PRA UM SUJEITO QUE JÁ TEM O TRIPLO DO SEU TAMANHO, e em seguida o desarma e o desmoraliza na frente da geral.

Veja o vídeo novamente. Dolabella abre a sua maletinha, produz as armas brancas e, como num daqueles elegantes duelos que eram moda no século XVII, deixa cada uma delas à disposição do seu oponente. João Gordo, subestimando a coragem do playboy, não dá muita importância à arma obviamente mais intimidante (o machadinho) e fica com o pedaço de pau. O ator em seguida recolhe o machado.

Porra. Eu sei que é modinha aloprar o Dolabella por seja lá quais motivos vocês querem aloprar o cara, mas ninguém vai poder dizer que o sujeito não é corajoso.

“MIMIMI SE FOSSE CORAJOSO NÃO TINHA TRAZIDO ARMAS!”

Nem tanto. Uma coisa seria o cara aparecer no programa do João trazendo um 38 escondido na cintura. Outra situação bem diferente é ele oferecer armas com as quais o oponente poderia se defender, e em seguida ir lá e confiantemente remover tal arma da mão de seu (agora indefeso) adversário.

João Gordo é que acabou me parecendo um bunda mole do inferno após ver esse vídeo. O pseudo-punk sempre foi chegado a um bom smack talking, mas na hora do pega-pra-capar com um adversário de longa data, tomou um imponente owned no meio da fuça. É claro, isso enquanto Dolabella estava na sua frente. Uma vez que seu antagonista se encontrava aproximadamente a oitenta quilômetros de distância, e separado por uma multidão de seguranças e produtores e sei lá mais quem, João adquiriu uma coragem antes inexistente e se propôs a degolar o ator com um pedaço de vidro. Aquela irritante repetição de “some daqui/some daqui/some daqui/some daqui” me fez pensar que eu estava assistindo um hissy fit de uma criança de 11 anos. As vozes compadecidas que acalmaram o apresentador, dizendo que “aquele cara é um babaca mesmo!” e oferecendo apoio à sua causa tal com uma mãe defende o filho que acabou de apanhar na rua, apenas reforçaram essa impressão.

Que papelão patético.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

5 Comentários \o/

  1. OMGman says:

    O Quide, vim trazer esse post do inferno só pra fazer um adendo.

    Á época foi divulgada uma versão do vídeo, mas hoje em dia já tem na net uma completa. E nela, dá pra ver que o Gordo não dá uma de “bundão” não, logo depois de ser desarmado, ele pega a corrente e ameaça também =D

  2. Rafael Ramos says:

    O Kid virou problogger, tá se puxando (:

  3. izzynobre says:

    Relembrar é viver: “Tu traiu o movimento, véio” uma análise da histórica briga entre Dado Dolabella e João Gordo http://migre.me/23wV

  4. Lissa Capeleto says:

    RT: @izzynobre: Relembrar é viver: "Tu traiu o movimento, véio" -- Dado Dolabella e João Gordo http://migre.me/23wV

  5. leandrolopesp says:

    Achei mesmo que vc ia fazer qualquer comentário interessante. Não é modinha falar do Dollabella. Ele é um tremendo idiota, arruma confusão onde quer que esteja. Isso não é ser macho, ele é um psicopata, no sentido ameno da palavra. O Gordo teve uma série de programas em que ele fazia esse tipo de piada, provocando o convidado. Não era só com o cara. Se ele ia ficar putinho, que não fosse ao programa dele. Mas, foi premeditado, provando que ele é um tremendo dum cusão.

    Achei que vc ia dissertar sobre isso, falar sobre essa molecada que fica brigando na internet -- qualquer coisa. Mas só narrou o vídeo que todo mundo conhecia e ainda falou “carai, o cara é macho véio”. Como se isso fosse ser macho. Arrumar confusão na rua, bater em mulher, andar com uma porra duma machadinha…