Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 1 May 2004 Escrito por Izzy Nobre 0 Comentários

Quinta-feira foi dia de namorar. Tomei o banho semanal, passei desodorante duas vezes pra garantir, fiz a barba (mentira, tava com preguiça) e peguei uma carona com meu pai até a residência da gótica européia.

Mudando um pouco o assunto principal do post: Quando chego lá, a Becca me pergunta se eu conheço algum “Leonardo Lopes“. Eu disse que não, mas que o nome parecia ser brasileiro. Ela me explicou que alguém com esse nome adicionou-a ao MSN apenas para perguntar se ela era mesmo minha namorada. Imagino que alguém tenha desconfiado da minha palavra (não sei porque, isso é um ultraje) e, como não conseguia mais dormir à noite com essa dúvida na cabecinha, decidiu ser esperto. Pegou o email da menina na página de góticos que eu indiquei e pôs a verdade à prova.

Porque vocês insistem em só acreditar no que é absurdamente inacreditável? Mas que merda. Quando eu digo que tenho 12 anos ninguém suspeita de nada, né?

Voltando ao assunto principal, porque <piada interna>esse negócio de cortar assunto não é comigo.</piada interna>

Na hora de voltar para meu casebre, um contratempo aconteceu. Algo extremamente idiota, incomensuravelmente estúpido, algo tão improvável que só poderia mesmo ter acontecido comigo: desci no ponto errado.

Antes que o desespero batesse, lembrei que – por muita sorte – eu havia pego um mapinha dentro do ônibus. Dentro de todos os coletivos, há uma caixinha metálica com vários mapas – digrátis, claro – com as linhas, itinerários e tudo o mais (para brasileiros burros como eu não se percam quando descerem no ponto errado.)

Bastou caminhar um pouco até achar uma avenida que aparecesse no mapa, e pronto: lá estava eu voltando para casa alegremente, e ainda com cheirinho de morango.

Olhaê:


Clique para ver maior, mas só se quiser. Ninguém tá te obrigando a nada.


Esse é o verso do mapa. O lado de dentro, que mostra todas as linhas de todos os ônibus (esse só mostra os ônibus que rodam durante o domingo), era muito grande.

O círculo amarelo é a minha casa, próximo à Simcoe street. O círculo vermelho, pertinho da Adelaide, é a casa dela. Pra vocês terem uma idéia da escala do mapa, prestem atenção num quadradinho verde próximo à minha casa: esse é o Five Points Mall, um shopping que fica a cinco minutos de caminhada da minha residência, o condomínio Sarasota Village.

Agora posso andar de ônibus sem prestar atenção despreocupado.

E a festa de ontem? Isso é assunto pra outro post…

[ Update ] Cabei de chegar da casa da Becca. Logo que me recebeu na porta, ela perguntou por que de repente tanta gente começou a adicionar ela no MSN. E quando eu fui pro PC dela, tinha um maluquinho brasileiro lá, perguntando alguma coisa sobre bandas de rock. Conversei rapidamente com ele, acho que ele ficou surpreso por eu estar lá na casa dela. Tive que explicar pra ela que tenho um blog, e que uma vez falei sobre o namoro e que de lá pegaram o email dela.

Ok, não fiquei chateado. Mas parem de adicionar a menina. Daqui a pouco ela se sentirá ameaçada pela minha fama mundial (cof cof) e terminará comigo.

[ Update 2 ] E ela viu o manual dos góticos, e perguntou do que se tratava. Expliquei e, acreditem se quiser, ela ficou meio chateada.

AHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)