Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Façamos um trato: eu vou escrever um livro, e você vai compra-lo.

Postado em 11 January 2012 Escrito por Izzy Nobre 2 Comentários

Ontem eu tava assistindo sei lá o que no youtube e me veio a lembrança de um internauta infame de alguns anos atrás. Cês lembram, por acaso, do Milton, o Guardião Universal(tm)?

Se a alcunha messiância do moleque fugiu da sua memória, você talvez reconheça o sujeito como “aquele hippie maluco meio cabeludo que tomou porrada num programa noticioso de algum interior nordestino”.

Lembrou agora? Ainda não? Peraí que agora tu vai lembrar. Clica no PLEI:

YouTube Preview Image

Resumão: o cabeludinho aí (adepto de uma seita identificada como “a satânica” pelo Van Gogh cearense que aparece no vídeo) arrumou encrenca com o pai da namoradinha. Por algum motivo essa desavença boba — que na minha época era resolvida com uma boa e velha briga de foice — virou matéria de programa de TV.

Aí olha a merda: o menino da seita chamada satância aparece no meio da filmagem, antagoniza o pobre desorelhado, e leva o que parece ser uma martelada no meio das idéias.

Sem contexto, podia ser um frame duma encenação da Paixão de Cristo em Juazeiro do Norte-CE

Eu suspeito que tamanha chibatada deveria resultar em uma concussão leve, mas como o que o Milton falava antes da porrada já não fazia sentido, é difícil diagnosticar.

A internet teve um breve caso de amor com o rapaz, como acontece com todo personagem de vídeo bizarro. Aí o cara começou a estrelar em outras produções, agora sob direção própria, explicando um pouco melhor as doutrinas que ele tentou elaborar no vídeo da porrada lá. Não assisti nenhum deles mas pelo que entendi ele acha que é um vampiro e um exterminador do futuro, algo assim.

Além desses vídeos pseudo-religiosos, este Charles Manson nordestino fez também uns vídeos mostrando seu aparente domínio das milenares artes marciais orientais.

YouTube Preview Image

A técnica é maestral. Não tenho dúvidas de que o rapaz poderia facilmente se defender de não apenas um, mas múltiplos atacantes armadOH WAIT. Enfim.

Por que estou falando deste indivíduo? Bem, é que eu descobri que este filho duma puta escreveu sete livros. Olhaí a obra do cara.

Se eu conheço o Milton, e eu não o conheço, eu suponho que em seus sete best-sellers ele esmiuça melhor a relação de suas doutrinas metafísicas com outros heróis de filmes de ação dos anos 90. Me pergunto o que seria a tal OGGU a que o título dos livros se refere, mas por outro lado, também não me importo tanto assim.

Então eu comecei a pensar — esse maluco (que só tem um público porque foi protagonista de um vídeo bizarro da web em que ele se fode) escreveu e “publicou” sete livros (caralho, ele talvez tenha até vendido um também!), o que diabos está me impedindo de realizar meu sonho de infância e escrever meu próprio livro?!?!

É o seguinte. Alguns de vocês sabem que eu estou escrevendo um livro sobre minhas desventuras na sex shop onde trabalho. O rascunho do prefácio e do primeiro capítulo tão aqui, aliás, caso você queira ver do que se trata.

Depois dessa experiência vendendo tweets de publicidade pros broders que querem anunciar comigo, aprendi o básico necessário pra fazer transações financeiras na web, e pintou a idéia de que eu poderia muito bem escrever um livro, formata-lo como ebook, e vender pro meu pequeno público internético por um valor simbólico — 5 dólares, sei lá.

Fiz uma breve pesquisa na minha fanpage do twitter e a resposta da galera foi motivadora.

Troquei uma idéia com o Jovem Nerd (que é um ídolo internético meu já tem quase 10 anos, digo mesmo. Eu lia o blog dele quando cursava faculdade no Brasil ainda!) e ele incentivou a meter fundo no projeto, porque eu não tenho literalmente nada a perder.

Então eu pensei: se tem um público, e tenho uma forma de publicar e vender essa porra de forma totalmente autônoma, porque ainda não fiz isso? Vou realmente permitir um mundo em que o GUARDIÃO UNIVERSAL seja um escritor e eu não?!?!

Então é isso aí. Retomei a escrevinhatura do meu livro, e quando estiver pronto oferecerei aqui no HBD, com pagamento via Paypal. Planejo cobrar US$5 pelo ebook, e lançarei em múltiplos formatos diferentes.

VAI TER LIVRO FÍSICO, QUIDE? Então, seria legal, mas o problema é que isso não depende de mim. Se alguma editora tomar conhecimento da parada e quiser bater um  papo, beleza. Mas até lá vou fazer a parada de forma completamente autônoma mesmo.

VÃO PIRATEAR? Então, é claro que vão. Mas tu já tentou achar mp3 de banda que ninguém conhece? A vantagem de ser um artista desconhecido é que não tem ninguém compartilhando suas paradas, então vocês serão meio que obrigados a comprar essa porra.

Falando sério agora, eu já convenci meus seguidores a comprar TANTA MERDA (iPad, iPhone, ebook reader, um milhão de joguinhos da AppStore), se eu não conseguir convence-los a comprar algo que eu mesmo fiz — e por um valor que, sejamos sinceros, é uma mixaria –, tenho mais é que desistir de tudo e me dedicar ao artesanato mesmo.

Então é isso aí. Vou terminar meu livro. Por mais que renda apenas uma venda e 784305 downloads por torrent, pelo menos já poderei dizer que sou um autor bastante lido!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

2 Comentários \o/

  1. alexandre says:

    Kid, meu tio, é vice presidente da associacao se editoras e graficas do rio de janeiro (ou algo parecido) e com sua permissao, gostaria de passar se email a ele, e pedir pra ele entrar em contato e voces se resolverem, posso?