Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Olha que idéia sensacional: sonhos online

Postado em 20 February 2012 Escrito por Izzy Nobre 6 Comentários

Tu já parou pra pensar que em algum lugar do mundo, alguém já deve ter feito uma linha de orégano e cheirado? Tem cheiro de pizza aliás, anote aí. Mas vamos ao post. E não, esta frase não é totalmente solta: o post tem a ver com orégano sim.

Olha, eu estava pensando aqui — sonhos são provavelmente a coisa mais isolada que fazemos nas nossas vidas. Isso se torna cada vez mais verdade à medida que a tecnologia portátil nos torna hiperconectados. Agora a pouco por exemplo eu dei uma cagada enquanto batia papo com 27 mil seguidores no tuiter. Realmente não se faz mais nada em total isolamento.

Realmente você talvez pense “bom, mas tomar banho também se faz em total isolamento!” ERRADO. Primeiro que entre os leitores do HBD, imagino que ninguém tome banho. E em segundo lugar, dá pra tomar banho com alguém. Ou, na pior das hipóteses, você pode tomar banho ouvindo o rádio. Mendigos por exemplo tomam banhos coletivos em chafarizes (acho), é um evento social. É o Facebook deles. Se pudessem atualizar os status, seria algo como “Geraldo achou uma moeda de 25 centavos mas na verdade era uma mancha de cocô de pombo na calçada :( “.

É, nem o ato de tomar banho promove isolação completa e irremediável. Mas sonhos, sim.

Galera, aí eu pensei — já pensou que incrível seria se uma tecnologia como a de Inception existisse? E melhor que isso, que fosse aplicada a games?!

Xbox 1440

 

Aí, eu imaginei que seria mais ou menos assim: tu cai no sono. Você “acorda” numa sala completamente branca, com um tecladinho pedindo sua senha. Você digita a senhNão, pera. Como alguém hackearia o seu sono? Acho que não precisa de senha, haveria algum sistema de auto-autenticação, sei lá.

Nisso tu acordava num lobby, com outros amigos que estivessem sonhando no momento. Haveriam várias portas neste lobby, tipo Modern Warfare 17, Battlefield 28, Gamão Extreme e por aí vai. Tu entra na porta e do outro lado tem um mega campo de batalha (ou a sala de jogos de um asilo de velhinhos). Os times se definem, tu pega uma metranca, monta num jipe e sai dirigindo e/ou atirando loucamente.

O troço seria tipo um Steam de sonhos. St(Dr)eam. Tu logava, esperava 3 horas até os updates completarem, e aí estaria jogando uma simulação hiper-realística dos seus jogos favoritos. Sonhos multiplayer totalmente lúcidos.

E jogos não seriam a única aplicação. Você poderia treinar algum novo skill, aprender uma nova língua, matar desafetos, fazer sexo com celebridades ou, se você não tem nenhuma imaginação, fazer uma reunião de grupo com o pessoal da faculdade pra agilizar aquele trabalho de Metodologia Científica.

Haveriam problemas, certamente. A galera forever alone nível profissional manteria um trabalho trivial semi-escravo que pagasse só o suficiente pra manter um apartamento, sacos de Cheetos (liquidificados e administrados intravenosamente) e a mensalidade do St(Dr)eam™, então esta nova tecnologia talvez causasse a nossa extinção. Pior que isso, às vezes você tentaria logar e o sistema estaria fora do ar, e você pensaria “puta que pariu hoje terei que sonhar single player tal qual um índio”

Ou ainda PIOR que isso, um ambiente virtual interativo como sonhos multiplayer seriam um ambiente perigosíssimos se você considerar os hackeres. Hoje eles defaceam sites; o potencial no St(Dr)eam™® é muito mais assustador. Imagina você logar pra jogar um GTA 13: ABC Paulista e o ambiente virtual do jogo ter sido inteiramente substituido por pênis eretos. Você tenta dizer “QUE PORRA É ESSA” e um deles desliza pra dentro da sua goela. Que horror.

Talvez seja melhor continuar sonhando só em modo campanha mesmo, sem MP.

A propósito, aquela frase do orégano tava solta mesmo. OU ESTAVA? Leia a letra inicial de cada paragrafo do texto, começando pelo segundo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Geral

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

6 Comentários \o/

  1. Eduardo says:

    Tu tah fazendo post pago pra estreia do Total Recall neh?

  2. Yago says:

    Mas, mas mas mas a pergunta é, você pensou em O.R.E.G.A.N.O. antes ou depois de escrever o post?

  3. […] através desses portais de sonhos, ele pode executar SONHOS MULTIPLAYER como os que eu mencionei aqui. Tipo, pode entrar em sonhos alheios, revirar o subconsciente do pobre coitado, aprender seus […]

  4. Estevão Bicalho says:

    Eu lembro de um desenho(desenho animado) que era tipo isso, mas era um unico game.
    Vou procurar aqui…