Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Alborghetti

Postado em 13 September 2007 Escrito por Izzy Nobre 23 Comentários


Você sabe que o sujeito é um homem de caráter quando ele aparece em rede televisiva nacional com uma toalha no ombro

Luiz Carlos Alborghetti, nascido em algum buraco desconhecido do glorioso estado Paraná, foi uma das maiores contribuições do estado à comunidade nacional além da Ponte da Amizade (que permite à classe média brasileira o acesso PS2s contrabandeados com conforto e segurança).

Sua carreira como personalidade semi-famosa que berra na frente de uma câmera de TV começou em 1979, quando o programa Cadeia, uma digivolução do programa de rádio de mesmo nome, estreou nos televisores paranaenses.

A marca registrada do apresentador é a exasperação quase efeminada que este exibe quando reporta notícias de natureza violenta. Um estuprador não pode enforcar sua vítima com um cadarço e em seguida atear fogo ao corpo sem que Alborghetti berre, xingue, ataque sua mesa com outros objetos inanimados e sue aproximadamente 20% do seu peso corporal, fazendo da sua toalha um item indispensável da indumentária do apresentador.

Em seus ataques de fúria, o apresentador distribuia xingamentos aleatórios a qualquer pessoa levemente associada aos criminosos cujas peraltices ele reportava, e declarava sem cerimônias que sentiria muito prazer em tortura-los pessoalmente. Os xingamentos se estendiam até mesmo pro cinegrafista (amador) do programa, nas frequentes ocasiões em que este não conseguia focalizar a imagem em tempo.

Em 1986 Alborghetti decidiu que esse papo de assar bandido na brasa ao molho madeira fazia muito sucesso com a classe média pomposa que acha que todo e qualquer ladrão de galinhas merece ter seus braços arrancados e cozidos na frente dele, e ele armou sua campanha política pra deputado estadual justamente em cima disso. Ele foi reeleito em 1990, e ao contrário do que se esperava, sua ficha parlamentar indica um inesperado número de 0 bandidos grelhados na chapa.

Em 1992 o Estado do Paraná achou que não era justo manter a posse do humor não-intencional exclusiva aos habitantes da roça paranaense e resolveu nacionalizar o negócio. O Programa Cadeia passou a ser exibido em rede nacional pela CNT, que em retrospecto é a única forma que podemos perdoar o Paraná por anos mais tarde ter lançado o grupo sertanejo Teodoro & Sampaio ao estrelato, levando a insuportável Anna Júlia a infectar outro gênero musical. Muitos acadêmicos no entanto concordam que o country nacional é um estilo que morreu na década de 80 de qualquer forma.

A carreira política de Alborghetti foi consideravelmente desinteressante, o que talvez o tenha permitido achar tempo pra continuar as gravações de seu programa. Em 2002 ele tentou se recandidatar, e perdeu a primeira eleição em quase 20 anos de um histórico político marcado por vitórias nas urnas.

Isso deve ter realmente chateado o cara, porque em 2006 ele achou que xingar as mães de criminosos em rede nacional e incitar a população a linchar qualquer trombadinha que tivesse o azar de esbarrar com um espectador de seu programa não era subersivo o bastante. Assim, Alborghetti lança o CADEIA SEM CENSURA. O programa ficou no ar por míseros seis meses, que foi o tempo que demorou pros patrocinadores perceberem que aquele personagem (que surgiu no finzinho da década de 70, lembrem) tinha ficado chato nos primeiros 4 minutos do primeiro programa.

Sem dinheiro pra pagar as contas do programa, Alborghetti se viu sem outra alternativa a não ser se transformar em uma webernet celebrity. Seu programa é agora estritamente online, e eu ainda não tive a oportunidade de assisti-lo mas se eu entendo alguma coisa sobre progressão aritmética, a essa altura do campeonato o tal programa deve se resumir ao Alborghetti gritando pelado na frente da câmera, arrancando os poucos fios de cabelo que lhe restam, e cagando em cima de photoshops de notórios criminosos sendo imolados em praça pública.

Alborghetti pode não ter sido um político de destaque, provando mais uma vez que é muito mais fácil falar que tá tudo errado do que realmente usar seus poderes pra fazer uma diferença. Mas como apresentador ele fez escola e gerou uma multidão de clones – Ratinho, Leão, Wagner Montes, Datena, etc e tudo mais. Suas contribuições pro ramo do “repórter injuriado” se estendem por três décadas e tornaram seu nome reconhecível em qualquer local da netsfera.

Pra quem ainda não o conhece, os vídeos do cara estão aí à sua disposição no youtube, com títulos que não deixam dúvidas sobre o engajamento do apresentador em temas de importância social inegável, como “ versus Emos” ou “ e a Madame do Shopping“.

 (Sobre a categoria – o cara tem um programa na internet, então pra todos os fins práticos ele configura um Internauta Infame)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Internautas Infames

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

23 Comentários \o/

  1. Leandro says:

    vc deve ser uma puta conformada, que fala bonito e assite o faustão, seu filho da puta, vc nao tem moral pra criticar o alborghetti seu puto

  2. Kid says:

    @Leandro

    Ahahahah seu retardado, não estou “xingando” o cara. Já ouviu falar em sarcasmo?

  3. Guina says:

    Velho, so lamento, mas o cara mereçe respeito, ce tem que viver 10 vidas ainda pra poder falar mal do mestre!
    ou melhor , … falar mal não,
    ser sarcástico, e na boa se esse cara não estourou em rede nacional em horario nobre foi por que ele não se sujeitou a padrões comuns, mesmo por que a situação do país hoje e sempre é no mínimo incomum, pra não dizer deplorável, se vc mora fora que fique por ai e se limite a falar dos enlatados a que esta programado pra absorver!!! valeu jow!

  4. Kid says:

    Ahaha Guina é um retardado.

  5. luiz says:

    Por favor, gostaria de saber em que endereço na internet podemos assistir o programa do Alborghetti ao vivo e em que horario?

    Grato.

  6. BitterSweet says:

    Alborghetti.. não gosto dele
    não gosto dos “alunos” dele.

    Jornalismo não é isso
    gritar não é ser verdadeiro
    gritar é somente falta de raciocinio.

    Adorando o seu blog o

    abç

  7. Heraldo says:

    Eu acompanho o trabalho do albourguetti a um tempão,acho ele um grosso e escamdaloso,não dá espaço para nimguém se defender.
    Eu gostaria de tirar apenas uma dúvida :
    Surgiu um boato aqui em Curitiba que o albourguetti morreu,por favor,gostaria de mais imformações.

  8. Alborghetti para Presidente,ele é o cara.E dane-se quem não gosta dele,porque quem não gosta dele são os bocós defensores dos “Direitos do manos” que nunca foram vítimas da violência e desses banidos desgraçados que não passam de meros animais.Away.

  9. Eduardo says:

    Sarcasmo MUITO DO IMBECIL, por sinal. Cada colocação “sem fundamento”. Texto mal escrito, frases sem nexo, informações desencontradas. Em tempo: Alborghetti foi o deputado estadual mais votado da historia do Paraná. E isso é uma carreira política desinteressante?

  10. Renata says:

    Gostaria de saber se há algum endereço disponível, canal ou site para que eu possa me corresponder com o cara mais FODA que já existiu aki nesse paizinho de m…

  11. O Kara says:

    Quero que todos se fodam, kid, alborghetti e os que aki escrevem.

  12. moaci says:

    como diria alborghetti….va a puta qu eu pario se filho de uma puta, alborghette é uma pessoa realista que encara a realidade de jma forma incrivel, coisa que poucos jornalistas fazem, existe um caso de uma jornalista que fez um comentario, por sinal a verdade, sobre um banco, em um tele jornal que foi demitida da hemissora em que trabalhava….afinal de contas porra, um tele jornal é pra esconder a informação das pessoas ou esclarecer.

  13. izzynobre says:

    COMO não vi Alborghetti, amigos?! http://hbdia.com/wordpress/2007/09/13/746/ Alborghetti, o rei. LEIAM AGORA NOW.

  14. Bons tempos em que o Quidê ainda respondia os comentários no próprio site @izzynobre http://bit.ly/DiVts

  15. Alborghetti vs Emos -- http://tinyurl.com/amyrl7 tô rindo muito até agora (via @izzynobre -- http://tinyurl.com/ykwfyo7 )

  16. RT @raphaelbarboza Alborghetti vs Emos -- http://tinyurl.com/amyrl7 tô rindo muito até agora (via @izzynobre -- http://tinyurl.com/ykwfyo7 )

  17. Ellison says:

    Esse é o pai do ratinho

  18. @Haoh says:

    Alborghetti é Paranaense e dos que não se conformam com pouca coisa.
    Fala na cara o que acha que é preciso falar! O que o torna muitas vezes uma comédia (não que na época que o telejornal que ele apresentava ao meio-dia ele não fosse assim -- talvés por isso saiu do ar).

  19. Nathy says:

    Hoje em dia a filha do Alborghetti que está na política.. Tenho quase certeza que ela foi eleita com uma votação recorde também :S Mas ela é do PP 😛 PP = partido do Maluf e de figuras do mesmo antro..
    Uau, o Alborghetti tem fanboys..

  20. andrekratoz says:

    kraca o kra que vem aqui encher o saco do kid, ou é um troller ou é um maluco do kct, que acompanha os twitts dele sabe como é um rapaz bacana e maluco hauehuah. e o alborghetti é isso que o kid falou mesmo, parabens pelo textinho kra huaehuaeh.

  21. Thiago Melo says:

    Caro amigo Kid,

    Em outra oportunidade, tu disse que não gosta do sul do Brasil.
    O Paraná ta incluído nesse ódio?

    🙁

  22. Fabiopl says:

    Cara, como tem gente que leva o Alborghetti a sério. A ponto de ficar puto com esse texto — que é muito bom, por sinal.

  23. diego says:

    Incrível como esse cara fez história e deixou “seguidores” de seu estilo. Pra falar a verdade………..nem sabia de sua existência, sorry.