Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

[ HBDrops ] E essa merda aí nas Coréias, ein?

Postado em 30 March 2013 Escrito por Izzy Nobre 80 Comentários

É o seguinte. No aftermath da Segunda Guerra Mundial, os aliados e os soviéticos dividiram entre si a região península coreana (que era posse do Japão desde a década de 1910). Tipo que a Guerra meio que não tinha nada a ver com o povo coreano, mas fazer o que — nessas situações às vezes quem mais se fode é quem realmente menos tem a ver com a parada. Os aliados detonaram o Japão, passaram o rodo em suas posses, e repartiram a península nas duas Coréias que conhecemos hoje. Soviéticos ocuparam o Norte, americanos ocuparam o Sul. E pronto.

Ao longo de muitos anos de doutrinação ideológica nos dois lados, as Coréias vieram a se odiar. Bom, talvez esta não seja uma análise muito honesta da situação, porque na realidade a Coréia do Norte odeia a do Sul, e a do Sul está muito ocupada com Starcraft e Gangnam Style pra dar bola pro vizinho de cima, que vive enfezado.

E os resultados da influência comunista podem ser vistos do espaço.

Basicamente a Coréia do Norte vive na Idade da Pedra, seu povo completamente na merda — literalmente.  Quando não estão fuçando em suas próprias merdas em busca de um carocinho de milho com o qual atrasar um pouco suas próprias mortes por inanição, são enviados a presídios de trabalho forçado no estilo dos gulags soviéticos. Ahhhh, que beleza este socialismo.

E volta e meia, a Coréia do Norte ameaça detonar a do Sul (e os EUA de bônus) com as bombas nucleares que eles talvez tenham, talvez não. O Kim Jong-il, que já era bem maluco, volta e meia latia pra comunidade internacional que tava com o dedo no botão dos mísseis só esperando os EUA olharem feio pra eles. A propósito, a propaganda norte-coreana dizia que o ditador tinha o poder de controlar o tempo e que ele não precisava cagar. Sério.

Desde a morte do baixinho invocado, que foi substituído oficialmente pelo seu filho mais novo Kim Jong-un, as ameaças se intensificaram. Digo “oficialmente” porque a essa altura do campeonato quem tá realmente dirigindo a postura política do país devem ser esses generais obesos — com 4 quilos de condecorações cada um, repare na foto lá em cima novamente — que estão sempre do lado dele; uma cambada de macaco velho que provavelmente manjam mais da ideologia política norte-coreana do que o moleque, por terem trabalhado com o pai dele todos aqueles anos. A propósito, aparentemente não se sabe exatamente quantos anos o tal Jong-un sequer tem.

E aí chegamos à declaração de guerra recente. A Coréia do Norte basicamente falou “ok maluco, chega, temos super bombas nucleares aqui, os mísseis necessários para entregarem-nos aí nas suas casas imperialistas, se preparem”. O que o mundo inteiro compreende como nada senão ameaças vazias, logicamente. Se os EUA realmente sentissem-se ameaçados pela Coréia do Norte — por exemplo: se esses malucos de fato lançassem mísseis contra a América –, a chutação de bunda seria tão intensa e certeira que eles bombardeariam a Coréia do Norte de volta à Idade da Pedr…

Ah, é.

Eu imagino que os próprios Norte-Coreanos estão perfeitamente cientes de que sua total aniquilação ocorreria em questão de alguns minutos de “guerra” contra os EUA. Não é possível que eles sejam tão malucos a ponto de pensar que poderiam. Imagina todo o poderio militar aéreo dos Estados Unidos contra a desgraça sucateada e ridícula que os coreanos devem chamar de “defesas aéreas”? Seria um massacre completo — algo que certamente a comunidade internacional condenaria. É como se uma criança de 5 anos de idade, quase plenamente inofensiva, chutasse a canela de um faixa preta em kung fu, e este respondesse à provocação arrancando a cabeça do moleque.

E sem dúvida é por isso que a Coréia do Norte continua com essa merda. Não vão fazer porra nenhuma, o que torna desnecessária uma ação bélica REAL dos EUA (no máximo mandam B2’s sobrevoar a área, como quem diz “CUIDA DESSE TEU CU AÍ EIN”). E assim, podem latir o quanto quiser de forma impune.

…até o dia em que esses malucos realmente atacarem a tão odiada Coréia do Sul, o Japão ou alguma ilha americana do Pacífico. Mermão, o quebra-pau será ímpar.

É só estacionar um porta-aviões ali do lado e transformar a Coréia do Sul numa ilha. Será sem dúvida o maior massacre bélico da história desde o dia em que eu estava jogando Command and Conquer com meu primo e estuprei sua base com 10 Mammooth Tanks quando ele tinha acabado de perder toda sua força militar brigando contra um jogador controlado pelo PC.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: HBDrops

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 29 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

80 Comentários \o/

  1. tonnydourado says:

    Acho que você quis dizer Coréia do Sul no último parágrafo, não?

  2. Pedro Gesteira says:

    Kid concerta lá no finalzinho: “até o dia em que esses malucos realmente atacarem a Coréia do Norte”, seia Coréia do Sul não?

    Fora isso belo texto, abraço!!

    • Joálisson says:

      Eu acho que realmente ele quis dizer Coréia do Norte, no sentido de que destruí-la cortaria a ligação da Coréia do Sul com o continente asiático, tornando-a uma ilha.

  3. Patricia Mota says:

    Tb acho que tão só latindo mesmo… Eles devem até ter umas bombinhas mas nada que fizesse qqer ditador de mínimo bom senso considerar que teria alguma chance bélica contra os Estados Unidos.
    Mas a galera é meio doida.. Lembram da história que rolou na época da Copa? Que eles manipularam o jogo Coréia x Brasil e povo lá ficou achando que tinha sido empate? hahaha

    E leia-se Coréia do Sul no último parágrafo ;)

    Boa Izzy!

  4. TalesM says:

    O que se sabe é que a Coréia do Norte tem um arsenal com tecnologia da década de 60. É inegável que não há perspectiva de vitória, mas dá pra causar muito prejuízo, e sua queda não traria nenhum lucro, já que não tem riquezas nenhuma por lá. A não ser que eles percam total e completamente o juízo, não vai dar em nada essa ameaças.

  5. eu acho que o problema real nao seria a coreia do norte realmente atacar alguém pois seria obvio que os EUA iriam massacrar eles, mas você não acha que outros países poderiam tomar a dor deles e criar uma coisa muito maior?

    • Kathleen says:

      E a China já disse que toma as dores da Coréia do Norte, se não me falha a memória…

      • Cristopher says:

        kkkkkk China! Caraca cara, cê acha mesmo que a China atacaria seus maiores parceiros? Pouco mais de 20% das exportações dos China vai pro… EUA! Mais de 15 vai pra UE, pro Japão e Coreia do Sul vai mais uns 15%… Soma tudo cara, vai mais da metade do que eles exportam pra esse caras ai. Nunca que a China compra briga com eles pela Coreia do Norte.
        Hoje eu fui na casa de uma costureira, e quando eu entrei o pinscher dela começou a latir. Na hora eu pensei: Véi, é a Coreia N! Não tem condição nem intenção de atacar, mas fica latindo pensando que bota medo em alguém! rsrs

        • aroldinho cara brabo vulgo Izzy says:

          caro colega, se a China tirar seus investimentos dos EUA, acoisa ficará feia pros yankes

          • Cristopher says:

            Sim, sem dúvida. Mas a China não tira seus investimentos dos EUA pq se um se fode o outro se fode também. É uma relação simbiótica. Você sabia que a China é, se não me engano*, o país que mais possui títulos das dívidas dos EUA? Isso significa que eles quiserem, eles quebram o EUA cara. Mas pq n fazem? Pq eles também iam se dar muito mal nessa! Por isso China jamais entraria em conflito com o seu maior parceiro em nome da… Coreia do Norte, que se quebr… hehe, já tá quebrada, mas não faz diferença alguma pros China. Coreia tá sozinha.É só ver. A última votação para as sanções para a coreia N (e que causou tudo isso) foi unanime: SIM. Inclusive China e Rússia.
            *Se não é o maior, é um dos…

  6. Leonardo Cezar says:

    Izzy,você sabia que a merda da Coréia Norte comprou briga até com Sra Apple?Pois é pois é pois é… Fonte: http://bit.ly/11ZQAYQ

  7. Vinícius says:

    Ótima comparação da criança de 5 anos e o lutador de kung-fu!

  8. Ale Rosenbaum says:

    Olá Izzy, tudo bem que a Coréia do Norte é uma formiga perto dos Eua, mas o grande problema mesmo é que ela, a China e Russia iriam dar um cassete no mundo todo. Valeu Izzy, e um abraço!

  9. Leonardo Anacadios says:

    Esse fogo no rabo dos coreanos me lembra tanto algumas pessoas e grupos sociais hahahahahaha

  10. genesio says:

    Serio q vcs n entenderam pa a Coreia do Sul q vai virar ilha?

    A do Norte vai vira pó, maluco, desaparecer. Aí a do sul vai virar uma ilha, sacou?

    • Gabriela says:

      A frase diz: “…até o dia em que esses malucos realmente atacarem a tão odiada Coréia do Sul, o Japão ou alguma ilha americana do Pacífico. Mermão, o quebra-pau será ímpar. É só estacionar um porta-aviões ali do lado e transformar a Coréia do Sul numa ilha.”
      Eu entendi que a Coréia do Sul se transformaria em uma ilha “bélica” para atacar a Coréia do Norte. Me corrige se eu estiver errada Izzy.

  11. A Coréia do Norte é tipo a nova Cuba, é isso? Aliás, quando a Coréia do Norte acabar(inevitável), quem assume o posto de “lunático socialista” do mundo? Chavez tá morto(TUDO CULPA DOS EEUU, diz a versão oficial), Cuba tá quieta já faz um tempo… o mundo vai ficar menos engraçado. :P

    • W. Silveira says:

      Quando votei no Lula em 2002, esperava que ele fosse transformar o Brasil em comunismo, assim teria um emprego e não precisaria mais pagar aluguel.

  12. Hércules says:

    kd alt texts?

  13. ThEfUcKiNgBeNdEr!!! says:

    Sei não em… Norte coreanos malucos… A tenda do círco está bem bonita e brilhante, Resta saber quem vai atear o “fogo”. Será que um missil nuclear intercontinental lançado contra os eua, não causaria algum dano aqui na america do sul? Pessoal pera ai vou bem ali cavar um bunker no quintal xD

  14. M says:

    Eu acho que na verdade, eles tão é se rendendo.
    Mesmo se eles transformarem toda a população deles num exército bem treinado e bem nutrido, e até se eles tiverem bombas nucleares, não existe a menor possibilidade deles ganharem essa guerra. Nem a China ou a Russia que são “aliadas” deles comprariam a briga. Eles não têm nem meia chance, e quem tá no comando lá, com certeza sabe disso.
    Inclusive a Coreia do Norte sempre dependeu de ajuda externa, vinda principalmente da Coreia do Sua e dos Estados Unidos.
    O que deve tá acontecendo é, eles QUEREM ser invadidos e “transformados” em capitalistas etc, só que com “honra”, sem ter que assumir a derrota.

  15. Izzy Mignot says:

    Vale lembrar o Alasca, que concentra uma pancada de bases americanas de todo tipo, e tá bem ali do lado da Russia.

  16. Juliano says:

    “Eu imagino que os próprios Norte-Coreanos estão perfeitamente cientes de que sua total aniquilação ocorreria em questão de alguns minutos de “guerra” contra os EUA. Não é possível que eles sejam tão malucos a ponto de pensar que poderiam.”
    Não é que eles sejam malucos ao achar que podem ganhar dos EUA, é que como tu bem mostrou duas vezes, eles não possuem iluminação por energia elétrica, quem dirá computadores com acesso à internet, rádio ou televisão, para tomar conhecimento do mundo. Devemos lembrar que eles vivem em um país totalitarista, onde o presidente/imperador é quase um deus, então o povo assume que o que ele diz é verdade, e se ele diz que pode destruir a Coréia do Sul, os EUA e quem mais ele quiser, então para os Norte-coreanos, sim ele pode, e isso não é loucura é a percepção de mundo que eles possuem.
    Se alguém já leu 1984 e a Revolução dos Bichos (dois livros altamente recomendados) percebe na Coréia exatamente a história dos livros onde o Grande Irmão/Porco Napoleão/Kim jong-un utiliza-se de propaganda política militar, para mostrar para seu povo que o país está em uma excelente fase, que o trabalho praticamente escravo deles, vale a pena. Pra quem não leu os livros, quando há uma diminuição da produção de alimentos por exemplo, o chefe diz que por causa de uma guerra, presente ou futura, foi preciso usar esse alimento para os soldados, e por isso “parece” que o alimento das pessoas comuns diminui (parece, pq ele nunca admitem que diminui) e por isso eles precisam trabalhar mais, quando na realidade o problema é que um país viver isolado do mundo não é bom, pois nenhum país consegue ser autossustentável em todos os aspectos.

  17. André says:

    Os americanos tem bastante tecnologia, mas na hora de entrar em guerra eles são bem incompetentes.

    Lembro que quando a Guerra do Iraque começou eu pensava igual ao Kid: “ah, os EUA vão detonar tudo em poucos dias”.

    Passaram-se 10 anos e eles ainda tavam em guerra, sendo atacados pelos milhares de rebeldes que ainda tinha lá. Agora, mais recentemente, eles desistiram e resolveram deixar o pais, pq sabiam que não ia conesguir nada e só tavam gastando o dinheiro que não tinham.

    Basicamente eles entraram no Iraque pra perder dinheiro, matar os proprios cidadãos e entraram pra historia como um bando babacas.

    Superioridade americana? Hahahaha, ok, tá bom.

    Tendo em vista o fracasso deles no Vietnã, eu deveria ter previsto que eles iriam se foder nessa Guerra do Iraque também.

    Enfim, EUA se dando bem em guerra? Agora eu só acredito vendo.

    • Izzy Nobre says:

      Há algumas diferenças imensas entre os dois casos.

      No Iraque, os EUA queriam apenas derrubar o governo do Saddam e instaurar uma democracia mais favorável aos interesses americanos. Se a Coréia do Norte realmente lançasse um míssel contra os EUA, não haveria nem uma grande investida de infantaria na parada, iam transformar o país inteiro em deserto radioativo.

      • Cristopher says:

        Bem por ai Izzy… “transformar a Coréia do Sul numa ilha” kkkkkkkk

      • Henrique Medeiros says:

        Mas Kid, e no caso dos Talibãs?
        Afinal, nem bomba nuclear tem, e vivem em cavernas no meio daquele monte de montanha que existe no Afeganistão… E mesmo assim, continuam tocando o terror na região e os EUA não conseguiram controlá-los até agora…

        • @mos_axz says:

          Mesma coisa, o Afeganistão tem muita riqueza em suas terras, diferente da República Popular do Chiuaua(Pequeno e fraco, a mordida doí um pouco, mas late alto e gosta de brigar com Pitbull, sendo que apanha até de gatos). Como o Izzy disse, é provavel que nenhum soldado americano entre em território norte-coreano. Umas 30 bombas de flúor, por outro lado…

    • Ludwig says:

      Tu é burro pra caralho, hein? Tá tirando essas informações do cu? Deve ser daqueles que pensam que os EUA realmente “perderam” a guerra do Vietnam.

      • Robson says:

        E você realmente acha que os EUA ganharam a guerra? Sabe quem ganhou a guerra no Vietnam? HA QUEM INTERESSAVA. Grandes corporações.

        Os EUA levaram uma surra vorpal e um nabo no rabo violentíssimo. O burro e desinformado aqui é você, animal.

    • Ronaldo says:

      Os EUA sempre conseguiram tudo que pretendiam em suas guerras, não acredite somente nos filmes filho pesquise mais fundo…

  18. Carlos Magno says:

    “Quando não estão fuçando em suas próprias merdas em busca de um carocinho de milho com o qual atrasar um pouco suas próprias mortes por inanição, são enviados a presídios de trabalho forçado no estilo dos gulags soviéticos. Ahhhh, que beleza este socialismo.”

    Tem um livro chamado “Fuga do Campo 14″, que narra a vida de um garoto que nasceu no referido “gulag” norte-coreano e conseguiu fugir até a China (e de lá pra Coréia do Sul, anos mais tarde).

    Ele literalmente catava caroço de milho em merda para comer. Num dos primeiros capítulos ele narra um episódio ocorrido na escola do gulag, onde uma coleguinha de 5 anos foi espancada até a morte pelo professor com o bastão de apontar para o quadro negro, isso por ter furtado comida.

    Se eles encontrassem um porco dando mole (tinha uma fazenda no campo) devoravam o bicho cru ainda no local e muitas vezes ainda vivo. Se levassem para outro lugar poderiam ser pegos e se cozinhassem o porco, o cheiro de carne os denunciaria.

  19. BrunoHe says:

    Agora eu quero ver a Coréia do Norte lançar missil nos EUA só pra gente poder ver o q acontecia depois.

  20. JB says:

    E o Abandonwares parte 2????

  21. Lucas. says:

    A Coréia do Norte é um dos lugares mais bizarros do mundo. Há um livro muito bom chamado “The Aquariums of Pyongyang”, que relata a história de um menino que é levado para um desses gulags e alguns anos depois consegue fugir para a China. É bem tenso o livro, e não ficaria nem um pouco triste se a Diarréia do Norte virasse poeira radioativa. Só que não acho que isso vá de fato ocorrer. Toda essa verborragia parece mais um modo do governo deles implorar por comida. Talvez o alto-escalão socialista tenha enchido o saco da vida de merda que têm, e cientes que o país não aguenta uma guerra contra a Coréia do Sul mais OTAN, tentem provocar um conflito armado que enfraqueceria o governo, e para depois articularem um golpe; ficariam como heróis da bagaça. Então a Diarréia do Norte seria aos poucos unificada com a Coréia do Sul, saindo todo mundo feliz com celulares da Samsung. Improvável, mas plausível.

  22. Ed says:

    A diplomacia brasileira acredita no dialogo e na resolução pacifica deste conflito (fonte: A Voz do Brasil)

  23. Robson says:

    De longe, um dos piores textos que já li. Quanta discrepância e preconceito embutido. Se você acha que a Coréia do Norte, vive um verdadeiro socialismo, você acaba de ganhar o Selo Reaça Ignorante do Mês. Só faltou você citar no último parágrafo algum vídeo aleatório do Daniel Fraga, condenando o socialismo.

    Você só esqueceu de citar, que, como Cuba, a Coréia do Norte também sofre de um embargo econômico violento. E sim, eles tem acesso a internet.

    Um pouco de estudo não faz mal a ninguém.

    Ah que maravilha esse capitalismo e sua lógica consumista lavadora de cérebros.

    Mas fica aqui uma frase do célebre ator Jack Nicholson, no filme “Questão de honra” -- “Você não suportaria a verdade!”

    Sem mais.

    • Izzy Nobre says:

      Me explique o que um odiador de capitalismo faz com um computador, acessando a internet. Achou ele no lixo, tovarich?

      O legal de defensores do socialismo teórico (ou seja, o que só existe em suas cabeças) jamais precisam encarar a falha desse modelo, porque sempre que diante de uma tentativa socialista que não funcionou (ou seja, todas), apelam pro “ahhhh mas esse não é o socialismo de verdade”. O de Cuba não é socialismo de verdade, o de TODOS OS PAÍSES DA UNIÃO SOVIÉTICA também não era, o da Coréia do Norte não é…

      Isso, aliás, é uma falácia lógica rudimentar conhecida como “a falácia do verdadeiro escocês”. Vocês ficam eternamente defendendo uma ideologia fantasiosa e romantizada que resultou em merda todas as vezes em que foi implementada — ahhhhh mas os líderes dos partidos socialista desses países não entendem o socialismo de verdade! Quem entende é você, que leu sobre a parada na wikipédia. Uma pena que não foi o General Robson lá guiando a parada, aí sim seria o socialismo de verdade!

      O socialismo utópico que existe na cabeça de vocês é tipo os exercícios de física da sétima série, em que atrito e resistência do ar são desprezíveis. Ou seja, ambos existem num universo idealizado, sob circunstâncias impossíveis no mundo real; só funcionam se você tirar de jogo regras fundamentais da nossa realidade.

      Encher a boca pra falar de “socialismo de verdade” quando tudo que você sabe sobre a parada são devaneios de algum professor de faculdade é muito irônico. Quem conheceu o socialismo DE VERDADE, não de ler na wikipédia como você, foi quem morava na União Soviética nos anos 80. Pergunta se eles querem reinstituir o Pacto de Warsaw!

      E eu acho até bonitinho como uma piada solta que nem era pra ser levada a séria te tirou do sério dessa forma :)

      • Pedro T says:

        Kid, ele não disse isso Oo Ele disse só que ambos os países sofrem embargo econômico e que tem acesso a internet. Não disse que deu certo ou algo assim.

        • Richter says:

          O kid pira as vezes, normal.

          • Senhor Jasc. says:

            Não entendo em que parte ele ta pirado.
            A internet nestes países citados é extremamente restrita e controlada pelo governo.
            Não é o mesmo conceito de internet que nós temos.

          • Ariel says:

            Boy… That escalated quickly. Sério Izzy, que nem diz o pessoal do MDM, “tira a areia da vagina”.
            O cara não falou nada de mais.

        • Caio Everton says:

          E a parte do “Se você acha que a Coréia do Norte, vive um verdadeiro socialismo”(sic até na vírgula mal colocada)? O Izzy elaborou o comentário em cima disso porque é que os socialistas usam como Super Trunfo. Não é novidade.

        • matssssss says:

          disse sim: “[...] Se você acha que a Coréia do Norte, vive um verdadeiro socialismo, você acaba de ganhar o Selo Reaça Ignorante do Mês. “

      • O problema do argumento do Izzy é: se pessoas que viveram sob o socialismo real quiserem reinstituir aquela organização política, imediatamente a experiência é válida.

        É lógico que o pressuposto (frágil) é: fora os malucos, ninguém quer isso. A questão, por outro lado, é: o próprio Izzy Nobre não traz nada, em seu argumento, que comprove/ampare esse pressuposto.

        Fora isso, desqualificar o argumento do cara que defendeu o socialismo com ad hominem não é o tipo de argumentação sofisticada que se espera de alguém que desqualifica o “professor de alguma faculdade”.

        • @mos_axz says:

          Nada comprova e ampara esse pressuposto? Mostre um único país capitalista que tenha tentando evitar a migração massiva de população. Porque o contrário, posso citar o pessoal que foge de cuba de boia, o muro de berlim, os fugitivos da revolução russa que foram para o resto da Europa(causando ódio não só aos judeus como aos eslavos).

          Aliás, outras coisas que amparam esse pressuposto é que bastou tio Stálim morrer para a URSS começar a ruir.

    • Nindë says:

      Favor olhar novamente a visão do espaço da coréia que o Izzy colocou (duas vezes) no post. Grata.

    • Diones Reis says:

      Essa falácia do “embargo econômico” é uma das desculpas mais furadas que existe, pra se explicar porque o socialismo não deu certo.
      Coréia do Norte possui uma zona fabril, que possui contrato com empresas sul-coreanas, sendo que os dois lados saem ganhando.

      http://en.wikipedia.org/wiki/Kaesong_Industrial_Region

      Cadê o embargo econômico?

  24. Senhor Jasc. says:

    Socialismo nunca deu certo.
    O capitalismo ja está consolidado, não há o que discutir. É capitalismo, pronto e acabou.
    A discussão certa seria: como ‘humanizar’ o capitalismo.
    Os países em questão podem até ter acesso a internet, mais te garanto que são com milhões de censuras.

    • Pedro T says:

      E os países capitalistas não tem censura?! Protestos são reprimidos com polícia de choque que usa arma sônica.
      Se colocar charges na internet ofendendo o governo o FBI te visita. Que “liberdade” é essa que se tem no capitalismo?!

    • Cristopher says:

      “O capitalismo ja está consolidado, não há o que discutir.” Sim, mas para a revolução socialista marxista acontecer tem que existir capitalismo. E mais, deve ter havido industrialização. O Capitalismo, de fato, tá bem consolidado, mas isso não significa que será capitalismo pra sempre. Só estudar história que você verá como a porra toda pode mudar… Apesar de que, também creio, veremos cair as tentativas de regime socialista de Cuba, Coreia do Norte e China (nessa ordem)… Nossa, esse último é uma vergonha chamar de “república socialista”. Tem nada a ver com socialismo nem com república. Não que as outras tenham sido. Vale lembrar que nenhuma dessas revoltas foi socialista marxista de fato. A de Cuba foi a mais bonitinha… Mas com o embargo, fudeu. Antes a URSS (essa também, apesar de a revolta em si não ter sido como Marx previu, no começo ela foi bem bonitinha também vai… Infelizmente foi horrivelmente administrada) era quem comprava os produtos de Cuba, mas agora… Ela vai ter que abrir… kkkkk
      E veremos nascer mais nenhum… Acho que os anarquistas estavam certos… Não há como acontecer uma revolta socialista sem que depois todos sejam iguais, mas uns mais iguais que outros…
      Anarquia cara, anarquia é a resposta… Uma dia, eu gosto de acreditar, teremos uma anarquia… :)
      Escrevi marx/marxista umas 21535 vezes

      • @mos_axz says:

        Fidel só queria tirar o Batista do poder. Como o Eua não apoiou, ele pediu apoio da URSS, que olhou no mapa mundi, viu que dá pra mandar uma bomba no USS até de avião de cuba e apoiou.

        Marx criou a ideia de um socialismo que poderia ser aplicado, já que o socialismo de verdade(o chamado utópico) REALMENTE nunca funcionaria.

        E sinceramente, os períodos históricos que estivemos mais próximos da anarquia(Queda de Roma, Feudalismo) não foram muito legais não…

      • Lam says:

        Se você leu marx de verdade percebe que a anarquia ta muito próxima do comunismo (na questão da ausencia de estado e igualdade social), o socialismo é a fase intermediária em que as pessoas percebem que se o que tivesse escrito no livro fosse aplicável o mundo não teria problemas, e por isso sempre da merda.

  25. Caio Everton says:

    As únicas coisas boas que esses Kim Jong-weirds proporcionaram foram esquetes no SNL e em 30 Rock.

  26. TioPhio says:

    A pergunta que não quer calar: Por que os norte-coreanos são orelhudos?

  27. Bruno says:

    Um sistema que precisa cercar o país para seus cidadãos não fugirem DEU ERRADO. Sem mais.

  28. D says:

    Mas olha só!
    Depois que vi a (mais nova noticia) da Coréia do Norte mimimizando há algumas semanas, meu único comentário foi: sou só eu quem quer ver a Coréia do Sul virar uma ilha?

    Coincidência? Premonição? Illuminatis?

  29. Patrícia Motta says:

    O que se pode fazer é escolher entre modelos econômicos teóricos o que seja menos ruim na implementação de fato. E, até hoje, os casos de insucessos socialistas são bem mais gritantes.

    Por favor, ninguém me diga que acredita naquelas carinhas infantis debulhando-se em lágrimas quando da morte do Kim Jong-il.

  30. Kadu says:

    Um dos melhores textos que li sobre o assunto, entretanto, a analogia da Coréia do Norte com uma criança de 5 anos foi meio falha pra mim. A Coreia do Norte está mais para um adulto, magrinho e fraquinho, querendo enfrentar um faixa-preta.

  31. @tonyhoro says:

    Olá, Sr Izzy Pobre! Belo texto!
    Mas hein, tu tá tanto tempo fora do país que nem percebeu que Coreia não tem mais acento! Abraço, mah!

    • Magno says:

      Sem querer ser chato, mas eu ainda estou dentro do país e, para mim, “Coréia” tem acento e “tranqüilo” ainda possui trema.

      P.S.: “tu estás a tanto tempo fora do país, que nem percebeste que Coréia não tem mais acento! Abraço, mãe!”

      :-)

  32. Diones Reis says:

    Bom texto, mas eu ainda achei mais engraçado a explicação do Cauê Moura sobre a treta das Coréias. :-D

  33. Sinceramente, ou os norte-coreanos tão querendo morrer em grande estilo ou tão querendo aparecer, porque eles declarando guerra aos EUA é o mesmo que eu chamar o Daigo Umehara pra um X1 de Street Fighter 2.

  34. Famscrow says:

    10 Mammoth Tank todos tunados com Iron Curtain. Seria mais ou menos assim. Rsrs

  35. Carlos Magno says:

    PCdoB, PSB, CUT, MST, UNE e alguns outros criticam intervenção americana na Coréia do Norte, “campanha de guerra nuclear desenvolvida pelos Estados Unidos” [sic] e pede a retirada de tropas americanas e sul-coreanas das imediações.

    (pausa para facepalm)

    http://www.pcdob.org.br/noticia.php?id_noticia=209943&id_secao=9

    P.S.: O PT originalmente estava como assinando o manifesto, mas desmentiu o fato.

  36. Moreira says:

    Tá manjando legal, hein Izzy.
    :/

    A Coréia do Norte não odeia o Sul, aliás, quem propôs unificação em forma de confederação foi ELA, e o Sul recusou veementemente, só aceita se a península inteira for como ele.
    O resto eu prefiro não comentar

  37. Lam says:

    Acho que você foi infeliz nesse texto, não curto a organização política da coreia do norte (que a propósito é bem mais próxima de uma monarquia do que de socialismo propriamente)mas acho que você de extendeu e muito nos “adjetivos”, não pude deixar de notar uma ponta de ódio no texto (eu vi a troll bait acenando pra mim) mas se isso não foi proposital tenha mais cuidado ao se expressar você pode acabar provocando discórdia.