Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

[ Resenha de livro ] 279 Days to Overnight Success, do Chris Guillebeau

Postado em 4 January 2013 Escrito por Izzy Nobre 7 Comentários

No ano passado li um ebook (grátis!) que mudou a forma como vejo a profissionalismo na internet e a produção de conteúdo para a internet.

279 Days to Overnight Success, que seria em português algo como “279 dias para sucesso da noite para o dia”, é um livro para “bloggers, escritores, artistas online e qualquer tipo de pessoa com interesse em expandir sua carreira virtual”, conforme o autor anuncia na página do ebook. Gosto do paradoxo do título do livro, aliás — 279 dias para o sucesso da noite para o dia deixa claro que existem muitas “noites e dias” antes de se tornar bem sucedido.

Como o resto da obra do tal Chris Guillebeau, 279 Days…  fala sobre auto-melhoramento (um termo um pouco melhor que “auto-ajuda”, e com implicações que eu considero diferentes também) e, mais importante que isso, sobre desafiar o status quo e a forma “correta” de se fazer as coisas. Toda a obra do cara tem esse viés meio rebelde, de “vou fazer diferente mesmo e vamos ver no que dá”. Não chega a soar do contra simplesmente por ser do contra; ao contrário disso, o espírito aventureiro dele é carismático.

É o seguinte. No livro, o cara fala sobre criar uma comunidade ao redor de algum “produto” que você oferece para a internet. No meu caso, eu poderia ver estes produtos como meu site, meu canal no youtube e — por mais pomposo e arrogante que isso pareça — meu perfil no tuíter. Tudo aquilo a que pessoas que você não conhece prestem atenção, que visitem com frequência e que é produzido unicamente por você pode ser visto como um “produto”. Capturar atenção de um público fiel não é algo assim tão fácil.

Em seguida, ele fala sobre como se profissionalizar na produção desse conteúdo exclusivo. Ele critica os métodos tradicionais de monetização (propagandas no site), por causa de quão invasivos eles geralmente são no visual do seu site, e porque — e essa parte é mais vital — eles levam o seu público pra FORA do site que você construiu com tanto esmero.

Idealmente, ele prega, você deveria manter todo mundo DENTRO do seu site, consumindo seu “produto”, e estabelecendo um relacionamento com o leitor, em vez de mandando os valiosos acessos pra longe do seu material. Até porque, quando você se rende a um método de monetização via propagandas, inevitavelmente você se vê na saia justa de anunciar em seu site serviços ou produtos que você jamais usaria, que dirá então endossar.

E eu acho que faz bastante sentido. O problema é: como monetizar seu conteúdo (que atualmente é uma expressão vista com má vontade; prefiro “profissionalizar suas atividades”) sem propagandas, que até agora são praticamente o método onipresente?

E no livro ele responde essa pergunta com um método que você já viu aqui no HBD — por que não vender algo diretamente pro seu leitor? Afinal, você já tem oferecido a ele algo que ele gosta; algo que o faz retornar frequentemente ao seu espaço online.

E eu mesmo já consegui convencer centenas de leitores a comprar inúmeras coisas nas quais eu acredito — apps, livros, quadrinhos, gadgets, etc. Seria ironicamente trágico conseguir fechar tantas vendas de outros produtos, mas não conseguisse vender o meu próprio!

A teoria é que, pelo preço certo, sem dúvida uma fração da sua comunidade prestigiaria seu trabalho. E de repente, essa fração é tudo que você precisa para tornar-se (trazendo pro meu contexto) um escritor profissional.

Isso faz muito sentido. Nesse espírito, eu segui uma recomendação do autor, que é lançar seu primeiro produto (grátis) pra aprender sobre a produção e lançamento do negócio, e ver o impacto que ele terá na sua comunidade. Foi assim que surgiu o meu primeiro livro, aliás.

Em seguida, você pode então dizer “olhaí pessoal, vocês curtiram meu primeiro livro? Eis aqui o segundo, e custa esta mixaria aqui!

Desnecessário dizer que o 279 Days… mudou a forma como eu vejo meu público e meu trabalho na internet. O livro dá dicas de como desenvolver uma base de leitores, como promover seu conteúdo, como se relacionar com o seu público, esse tipo de coisa. Pra mim, a mensagem mais importante do livro é que eu já poderia ser um escritor, como sonhava desde moleque; eu só não havia percebido ainda (e estava gastando minha energia na direção errada). De certa forma, ainda aposto um pouco na tal “direção errada”, mas quem sabe meu novo livro não muda isso…?

Eu compreendo que algumas coisas que o cara ensina são bem mais fáceis pra alguém que já tem um público formado. Só que ninguém começa com 10 mil hits no site ou 50 mil inscritos num canal, né? Todo mundo começa igual: do zero.

E você não tem nada a perder por ler um livro grátis, né? Então, leia o livro do maluco! O livro é curtinho, você vai ler rapidim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Livros

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

7 Comentários \o/

  1. @dhn91 says:

    Kid, esses “30 posts novos já estão escritos?”
    previsão de quando vai sair o .epub?

  2. Lucas. says:

    Fui seco na imagem achando que era o link do pdf…
    Acho interessante que haja uma visão mais profissional – e capitalista, por assim dizer – para este humilde recinto internético, a rede HBdia™ by Izzy Nobre. Isso apenas melhora a qualidade do produto ofertado. Veja, por exemplo, o que o Machinima fez para a comunidade de vlogs de gameplay no youtube. Houve uma melhora substancial na qualidade dos “produtos”, no caso os vídeos, tudo devido à capitalização desses. Com certeza lerei esse pdf, que, diga-se de passagem, tem uma formatação merda pra converter pra epub…

  3. SanroJoga says:

    Inspirado neste livro eu vou escrever o :

    “1249 dias para que você ainda continue com esperança de ter sucesso da noite para o dia”

  4. Pedro Ivo says:

    Tenho alguns projetos internéticos para por em prática nesse ano novo… Vou ler esse livro pra pegar uma boa base teórica!

  5. Diego says:

    Bacana. Mas nada muito diferente de um “Pai Rico, Pai Pobre”, por exemplo. Este ai é a versão 2.01 Bi-turbo.

  6. […] também o Chris Guillebeau (“Guilebô”, caso você esteja curioso), cujos escritos eu já recomendei aqui no HBD no passado. O cara é um problogger que escreve sobre viver de forma não-convencional, e uma das formas […]