Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

[ Resenha de Livro ] O 12o Planeta, do Zecharia Sitchin

Postado em 2 July 2012 Escrito por Izzy Nobre 32 Comentários

Como alguns de vocês provavelmente sabem, apesar de ser ateu atualmente, nasci em lar profundamente religioso.

Frequentei escolas religiosas por boa parte da minha vida, e era doutrinado constantemente tanto com leituras bíblicas diárias em casa quanto com diversas idas semanais à igreja. Como se isso não fosse o bastante, havia todo um clima cultural familiar (e meu ponto de vista individual, também) que era extremamente cristão em relação em tudo.

Pra você ter uma noção da minha imersão no contexto sociocultural cristão, haviam três cultos por semana — os cultos de oração, na quarta feira, onde a congregação se reunia para todos fazerem pedidos simultaneos para Deus (aparentemente ele ouve melhor se vários pedirem a mesma coisa, não sei qual a lógica).

Na sexta feira rolaram o o culto de doutrina, onde estudávamos o dogma protestante. Esse era o meu favorito, porque como todo nerd eu gosto de estudar e discutir regrinhas. E no domingo rolava o culto “normal”.

E eu ia a todos eles. 

Lá pelos meus 15 ou 16 anos, comecei a fazer algumas perguntas que nem os líderes da igreja — sendo meu pai um deles — nem a própria leitura bíblica solucionava. Eis algumas delas:

  • Por que o Deus do antigo testamento é TÃO diferente daquele pregado por Jesus?
  • Por que o método de purificação espiritual requeria o barbárico sacrifício de um animal?
  • Por que Deus criou Lúcifer?
  • Por que Deus interagia TANTO com a humanidade no passado, e atualmente “sumiu”? 
  • Se Deus é onisciente, como pode existir livre arbítrio verdadeiro — como Ele sabe tudo, a realidade inteira é como um filme que ele já viu.
  • O que Deus realmente quer?
  • Por que a bíblia, sua suposta mensagem aos homens, é TÃO confusa a ponto de permitir dogmas completamente contrários entre segmentos diferentes do Cristianismo?
  • Por que um ser supremo e tão acima da nossa rasteira condição humana se importa TANTO com a nossa sexualidade?
  • Se Deus é bondoso e todo-poderoso, por que deveria existir o Mal? Nenhum malabarismo sofismático é capaz de me responder essa pergunta de maneira satisfatória, porque qualquer justificativa para a suposta “necessidade” da existência do Mal inviabiliza o Paraíso como um objetivo final. “Ué, mas no Céu não existirá Mal…? Você acabou de passar os últimos 5 minutos me explicando que o Mal é uma necessidade que Deus não pode simplesmente impedir…?”
  • Se a Bíblia foi traduzida tantas vezes (e de uma língua essencialmente morta), como é possível esperar que ela sirva como um manual literal de como levar a vida…? Eu já li muitos livros em português cujas versões originais eu fui ler posteriormente, e posso te dizer que não há como manter o significado literal original.

E essas são só as que eu pensei agora de cabeça. 

Justamente nesta época, achei este livro na biblioteca do meu pai:

 

A edição que meu pai tinha era justamente essa. A capa estilo scifi misterioso dos anos 70, a promessa da explicação sobre um suposto décimo-segundo planeta que invalida o que sabíamos sobre o sistema solar, e essa chamadinha abaixo do nome do livro me fisgaram a atenção como nenhum outro livro.

Levei-o à escola nos próximos 3 ou 4 dias, devorando as hipóteses do tal Zecharia Sitchin, cada virada de página trazendo um sorriso com tom de “caralho, isso faz bastaaaaante sentido…”

Para quem talvez ainda não tenha a menor idéia do que o livro se trata, resumirei com uma imagem:

 

Atualmente o assunto tá em voga por causa do programa deste ilustre maluco aí em cima, mas a idéia é velha. A hipótese dos deuses astronautas surgiu no século 19 como ferramenta de ficção científica, e nos anos 70 começou a ser encarada com níveis variados de “seriedade”. Erich Von Daniken popularizou a premissa com seu clássico (e fraudulentamente picareta) “Eram os Deuses Astronautas?“, e Zecharia Sitchin veio depois e injetou um pouquinho (mas não muito) de validação acadêmica à idéia.

Provavelmente eu nem preciso resumir a “teoria” — as aspas se devem ao fato de que esse negócio nem atinge os requisitos metodológicos pra ser uma teoria propriamente dita — , já que anda tão popular, mas lá vai: Zecharia Sitchin, que é um estudioso de artefatos arqueológicos e escritos religiosos, oferece a interpretação alternativa de que o culto que nossos antepassados prestavam a supostos deuses era na realidade uma espécie de cargo cult.

Para que você não tenha que clicar no link, um cargo cult é uma proto-religião que surge quando uma civilização avançada entra em contato com comunidades humanas com nível científico muito inferior.

É um fenômeno realmente fascinante. No Oceano Pacífico durante a Segunda Guerra, americanos e ingleses tavam montando bases em ilhinhas perdidas lá no meio da puta que pariu na esquina com a casa do caralho, pra poder jogar bombas nos japas de forma mais eficiente. Para que os nativos estivessem do seu lado e não enchessem o saco, os milicos davam uns remedinhos, comida industrializada, espelhinhos, aquele tipo de badulaques que europeus davam os nossos índios.

Quando os Aliados foram embora, os silvícolas sentiram falta da mamata, e bolaram uma solução interessante: se eles prestassem culto aos “deuses”, quem sabe eles voltariam. E sabe como eles prestavam tal culto?

 

Reproduzindo, com paus e o caralho, objetos usados pelas suas divindades. Os caras construiam aviões, pistas de pouso, headphones (daqueles que eles viam sendo usados por operadores de rádio), esse tipo de coisa. Alguns até emulam o comportamento e maneirismo dos soldados, tudo na esperança que se “igualar” aos deuses, na esperança de que isso os agrade e que eles assim retornem com os espelhinhos.

E esse é o argumento do Zecharia. Ele acreditava (e fazia argumentos convincentes) de que nossas civilizações antigas eram essencialmente cargo cults de ETs. 

Aí que entra meus dilemas espirituais. A reintepretação do Velho Testamento usando essa idéia de Deus = ET faz com que alguns trechos crípticos da bíblia façam MUITO mais sentido.

Eis um exemplo pra aguçar vossa curiosidade: a torre de Babel. Segundo a narrativa bíblica, os humanos queriam construir uma torre que chegasse ao céu, para “fazer um nome (célebre) para nós próprios”. Uma versão bíblia do “vamos construir a maior whatever do mundo e ficar famosos!”.

Deus se sentiu ameaçado por isso (vá entender por que; uma torre construída há 5 ou 6 mil anos atrás teria o que, 5 andares no MÁXIMO…?), desceu lá no canteiro de obras, instalou patch de duzentas línguas diferentes na cambada, e com isso pôs fim ao projeto, deu origem às línguas diferentes, e espalhou os seres humanos pelo planeta inteiro.

A história não faz o MENOR sentido, até que você avalie a coisa com outra ótica.

Segundo Sitchin, a história real é o seguinte: naquela época, os  humanos eram visitados constantemente por alienígenas em naves espaciais. Como nos cargo cults do Pacífico, aquela turma via as naves espaciais, achava-as bonitas, e faziam suas próprias reproduções delas. Os líderes tribais — tendo maiores recursos — construiam os melhores foguetinhos-fake, e adicionavam suas próprias efígies às estruturas. 

Sabe quando fotógrafo tira foto e mete a marca dágua em cima pra todo mundo saber quem fez a parada? Era mais ou menos isso — o que serve pra que você veja o quão retrógrado este lamentável hábito é.

Então, essas estátuas (e os próprios foguetes que elas simulavam) se chamavam “SHEM” na língua suméria. Como eles traziam a imagem do líder tribal, eles serviam como um símbolo da família dos caras — ou seja, viravam uma identidade visual da “fama” da família. Viravam o NOME CÉLEBRE deles.

Aí que vem a parada interessante. Quando o relato bíblico diz que os homens queriam construir uma torre imensa que desse um “nome famoso” pra eles (gerando a interpretação de que o ato era soberbo e por isso que ofendeu Deus), o termo usado é o tal SHEM. Por causa dessa tradução do termo, o subtexto da história inteira é que os homens eram arrogantes e queriam dar uma de gostosões.

O ponto de vista do Sitchin é que eles não estavam tentando construir não um “nome” pra si mesmos; isso é erro de tradução.

A idéia não era ficarem famosos por construir o maior prédio do mundo; o que eles estavam planejando construir é UM FOGUETE (SHEM) PRA CHEGAR AOS CÉUS E CONFRONTAR OS ALIENS — e fariam isso com ajuda do mesmo “deus” rebelde que contrariou os demais ETs salvando a humanidade do dilúvio descrito no Gênesis. 

(O que explica perfeitamente a esquizofrenia de um Deus solitário que decide simultaneamente destruir e salvar a humanidade do tal dilúvio: não era o mesmo Deus!) 

A propósito, o mesmo “deus” rebelde que salvou os homens do dilúvio teria desvirtuado a criação divina lá no começo. Isso mesmo: O tal salvador da pátria é Lucifre

O livro é recheado desse tipo de interpretação das escrituras. Embora eu sempre tenha me mantido mais ou menos cético sobre a hipótese de deus-ET (sou mais cético hoje; na época eu até aceitava um pouco mais a possibilidade), o livro serviu pra me mostrar que 1) não dá pra confiar nas traduções bíblicas, e 2) existem mil outras interpretações dos eventos bíblicos do que aqueles que dão a você na igreja.

O Décimo Segundo Planeta foi um ícone do meu ceticismo religioso por traz uma interpretação interessante (embora muito dúbia) dos relatos bíblicos. Recomendo fortemente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Livros

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

32 Comentários \o/

  1. Lucas A says:

    affonso solano deve estar muito orgulhoso agora. ahahahah

  2. Lourinaldo says:

    Bom Izzy,eu acho que simplesmente a Biblia seria o livro mais criptico e velado de TODOS OS TEMPOS. seja quais forem as mentes que a fizeram,sendo um livro verdadeiro ou nao sendo,isso simbolizava uma realidade absoluta e verdadeira que ELES conheciam. Esse seria meu pensamento.

  3. André says:

    Outro dia eu fui todo feliz assistir o documentario desse “Eram os Deuses Astronautas?“… Infelizmente o negocio foi uma metralhadora de bosta. Basicamente tudo o que o negocio apontava como argumento ou “prova” não era válido, pois já haviam explicações que esclareciam os “misterios”. Pura babosera esse negocio.

    O pior é que fui todo feliz achando que ia ver algo interessante… Vi só uma coleção de fails.

  4. @yagonunnes says:

    Tem varias obras do universo “nerd” que tratam essa narrativa(Alien é um bom exemplo) e de verdade, faz mais “Sentido” do que um Deus oniciente e onipresente.

    Outra teoria, que ainda não encontrei em livros mas que se “pararmos” pra pensar tambem faz sentido é de que os supostos “Deuses” de todas as mitologias sejam na verdade “nós” mesmos a propria ideia de um “Alien” com cabeça oval, pele clara e olhos grandes e negros, retrata uma possivel evolução biologica da raça humana, e porque não em um futuro distante possamos “voltar” no tempo e acabar influenciando a nós mesmos no passado? (ok, menos)

    Me considero cetico, ainda mais qunado o assunto remete a “Aliens” mas… que faz agente pensar isso faz!

    ps: penultimo paragrafo tem um “parentese” errado.

    • Natan Fox says:

      Cara, acredite eu pensei sobre essa possibilidade tambem. Imagine que daqui a 200 anos os seres humanos consigam voar na velocidade da luz? Então, ele tambem conseguiria com a teoria do tempo e espaço dobrar o universo e voltar no tempo. 🙂
      Então, seria possivel que esses deuses fossem nós no futuro e não aliens. 😀

  5. gabriel says:

    Hey Quide, como seus pais reagiram quando você disse que era ateu a eles?

  6. Galera que já comentou ou que irá comentar: Não li o livro que o Kid recomendou, mas procurem sobre a história dos Sumérios. O que foi traduzido de suas placas é uma coisa impressionante! Seres de outros planetas, engenharia genética, naves espaciais, tudo isso é dito nessas placas de uma civilização de mais de 11 mil anos atrás!

  7. joao says:

    Sobre a Torre e o foguete, eu sempre imaginei a torre de babel como uma forma de aperfeiçoar o nosso DNA. (Que sim, se parece muito uma torre)

  8. LucasLFS says:

    Fiquei curioso pra ler esse livro, mas ainda fiquei mais curioso pra saber mais sobre a tal Torre de Babel. Ouvi pouco falar e confesso que nada sei sobre. Alguem sabe onde encontro um bom material a respeito? Quem sabe um livro ou filme…

    • Cydo says:

      Não que eu seja um leitor da biblia e tal, muito pelo contrario, afinal não sou cristão. Mas um ótimo lugar pra vc ler sobre a Torre de Babel é na biblia onde a história “original” é contada.è meio obvio não ???

  9. Ale S. says:

    O livro parece ser bem legal apesar das edições novas estarem bem caras (R$49 pra cima.) Mas a pergunta que permanece(que é uma pergunta feita no Prometheus tb) Se esses deuses/aliens pararam de visitar agente?

  10. Lucas. says:

    Eu acho “engraçado” quando me falam de um Deus bondoso e filho da puta ao mesmo tempo. Como não fui criado num lar que seguia religiões abraâmicas — cristianismo, judaísmo, islamismo, etc —, isso soa muito babaca aos meus ouvidos. Sempre me pergunto como os cristãos não percebem tal bipolaridade; é escroto, no mínimo. Implorar por algo para um Deus que lhe enfiará num buraco para o resto da eternidade, caso você não siga o livro de regrinhas dele? Aff, prefiro venerar uma árvore.

    [Alt-Tab foda do assunto] Já sobre o mano Sitchin:

    O foda do Sitchin é que ele traduziu os textos sumérios “a seu modo”, ou seja, ele entendeu o que ele achava que significava, e não o que era de fato. Isso é muito comum em traduções, aliás; principalmente quando a língua a ser traduzida não é completamente compreensível — O sumério, à época desse cara aí. Eu nunca li, quiçá leia um dia, mesmo que o assunto não me interesse muito.

  11. Felipe Ahmed says:

    Alguém aqui já assistiu Prometheus? O filme tem uma temática parecida.

  12. Tavim says:

    Izzy não tendo muito a ver com o topico mas na mesma linha de Biblia interpretada não sei se é de seu conhecimento mas li a alguns anos O apócrifo do Diabo( desconheço o titulo original) de John A. de Vito que o cara fala que achou os escritos numa casa velha do tatataratataravo dele que descrevem uma historia de como a origem de Deus e Lúcifer foi invertida, é um livro que também faz sentido em certas partes descrevendo Deus como ambicionista e egocêntrico e Lucifer como um rebelde tentando libertar as criaturas oprimidas , na verdade nem lembro muito da merda do livro mas quando eu li na inocência foi tipo um baque porque que nem voce fui crido em lar cristão.

  13. Gustavo says:

    Eu curso tradução na universidade. No semestre passado, uma professora passou vários temas de seminário pra gente fazer e um deles era justamente “as traduções da bíblia”. Não fui eu quem fez esse tema, mas, cara… Depois do que o seminário dos caras falou (e eles nem falaram as piores coisas pra não ofender geral), eu acho impossível acreditar em qualquer coisa daquele livro. Pra começar, na época em que a bíblia foi traduzida pela primeira vez, a galera acreditava que tinha que traduzir literalmente, porque SE ELES MUDASSEM UMA VÍRGULA DE LUGAR, ESTARIAM ALTERANDO A PALAVRA DIVINA. Pois bem, isso equivale a dizer que, se a bíblia original fosse em inglês e tivesse uma expressão como “it’s raining cats and dogs”, a versão para português ficaria “está chovendo cães e gatos”, ao invés de “tá chovendo pra caralho”. Agora imagina um livro INTEIRO traduzido dessa forma, numa época em que pesquisar o significado de tal expressão não era tão simples quanto uma googleada do termo. E essa tradução depois seria traduzida para milhões de outras línguas, tornando os erros AINDA MAIS DISCREPANTES da versão original. Coisa de louco.

  14. Marcus says:

    Não acho que Deus seja bom e mal ao mesmo tempo. Ele é bom, o mal não foi criado por ele, e sim por sua criação, mas não estamos aqui para discutir isso. Achei o livro interessante, vou dar uma procurada a mais sobre ele.

  15. Marco Gomes says:

    ‘Por que Deus interagia TANTO com a humanidade no passado, e atualmente “sumiu”?’

    Substitua “Deus” por “Aliens”, agora me responda.

    Se falar de relatos de ufólogos, vou falar dos milagres transmitidos na madrugada da TV Record.

    • Izzy Nobre says:

      Aliens não se definem como onipresentes. Faz sentido nesse caso que eles tenham visitado e ido embora.

      Estranho é o deus onipresente alegue estar aqui ao nosso redor ao tempo todo, mas só interagia diretamente com a humanidade 5 mil anos.

  16. Matheus says:

    *Por que o Deus do antigo testamento é TÃO diferente daquele pregado por Jesus?

    R:Bom, provavelmente foi porque depois da queda, Deus teve que fazer as coisas daquele jeito que fez, pois era o chamado tempo da lei, por exemplo: ele mandava matar todo um povo de uma vez só e mandava tambem os Judeus não se misturarem, e nem fazer aliança com os outros povos pois quando isto acontecesse(como Salomão fez) ia dar “merda”(a cultura deles ia acabar se misturando e iam adorar outros deuses oque levaria Israel a se destruir) coisa que não podia acontecer, mas Salomão fez aliança com outro povo e imediatamente deu merda!! só que isto era necessário, para mim era obvio que Deus ficava triste em ter que mandar os Judeus fazerem isto!
    ———————————————————————
    *Por que o método de purificação espiritual requeria o barbárico sacrifício de um animal?

    R:Isto era necessário por causa do tempo da Lei, mas eu ainda não entendo direito os motivos por enquanto, sorry!
    ———————————————————————
    *Por que Deus criou Lúcifer?

    R:Bom, Deus criou sim Lucifer e Lucifer era o ser mais poderoso de todo o céu, e eu tenho uma teoria de que que Apenas Deus tinha consciencia do mal, mais ninguem tinha, e ai eu penso que Lucifer como tinha extrema inteligencia, começou a raciocinar e acabou descobrindo o mal e tambem viu que Deus era o unico alem dele que sabia sobre o Mal, e sendo assim, Lucifer acabou vendo que era superior aos outros anjos e que agora tinha uma coisa que só Deus tinha, ou seja, ele provavelmente pensou assim:
    -Se consigui saber de algo que só Deus sabia, porque não tentar me igualar tambem em outras coisas com ele?
    E ai foi pelo céu provocando a revolução e causando aquela cagada monumental que todos sabemos, provavelmente usando o argumento de que Deus escondeu a verdade deles.
    ————————————————————————--

    *Por que Deus interagia TANTO com a humanidade no passado, e atualmente “sumiu”?

    R: As pessoas normalmente tem a imagem de que Deus aparecia quase que fisicamente ou falava fisicamente toda hora no Antigo testamento, eu estava estudando e a maioria das vezes não era algo na “cara” como Deus chegar do nada e começar a falar, podia ser algo como sentir no coração uma certeza, mas as vezes aconteceram fatos sobrenaturais como aquelas colunas de fogo em Exodo! mas hoje mesmo eu vejo Deus agindo em vidas verdadeiramente comprometidas com ele(não sei se experiencias assim servem para ajudar a responder a sua pergunta)
    ———————————————————————--

    *Se Deus é onisciente, como pode existir livre arbítrio verdadeiro — como Ele sabe tudo, a realidade inteira é como um filme que ele já viu.

    R: A Linha popularmente conhecida é o Arminianismo que diz que nós temos livre-Arbitrio total, por outro lado temos o calvinismo que Diz que livre-arbitrio não existe, interessante que eu tambem uso este exemplo de tudo ser um filme que Deus já viu, mas tambem tenho uma teoria de que Deus pode escolher NÃO usar sua Onisciencia em certos casos(isto é só uma teoria minha) aparentemente, o Calvinismo(livre-arbitrio não existe) está atualmente me parecendo a teoria certa!
    ———————————————————————-

    *O que Deus realmente quer?

    R:Atualmente?? Acho que Desfazer a merda que Lucifer fez. mas ai pergunta-se porque que Deus não acaba com tudo de uma vez, é que Deus prefere agir e fazer as coisas com calma e com suas próprias mãos aparentemente mesmo ele tendo poder para matar toda a terra e transforma-los em pó se quisesse em um segundo(segundo está escrito no livro de Jó se me lembro bem)

    Inicialmente, Deus já nós amava antes mesmo de nos criar!
    ———————————————————————-

    *Por que a bíblia, sua suposta mensagem aos homens, é TÃO confusa a ponto de permitir dogmas completamente contrários entre segmentos diferentes do Cristianismo?

    R: Se me lembro bem, a biblia foi escrita em Grego, Hebraico e Aramaico, linguas que são dificilimas, por exemplo, na grécia em um tempo atrás(tipo, alguns séculos) tinha vários dialetos diferentes, se você fosse em uma outra cidade, não ia entender quase nada, pois eram dialetos quase que completamento diferentes, e obviamente, para traduzir a biblia deste grego era dificil, Hebraico então nem se fala, o Aramaico tambem, ai fica um traduzindo para outra lingua aqui, outro ali e isto acaba criando certas mudanças de palavras e meio que adaptações para a lingua ao qual está se traduzindo, eu percebo isso por exemplo em uma biblia Ingles-Portugues que tem aqui em casa, e as vezes estas mudanças de palavras acabam mudando o sentido da frase inteira!
    Sem contar tambem que tem gente mal intencionada e outras que leem aquilo e entendem tudo ao contrário e que podem estar sendo enganadas por espiritos de cegueira espiritual(novamente, não sei se você aceita este argumento sobrenatural)
    ————————————————————————-

    *Por que um ser supremo e tão acima da nossa rasteira condição humana se importa TANTO com a nossa sexualidade?

    R:Estais a falar do Homossexualismo? eu atualmente adotei a seguinte visão pois me parece a mais correta. o Homossexualismo é natural? SIM, na natureza existem vários exemplos de homossexualismo entre animais, é possivel haver homossexualismo na sociedade sem que se atrapalhe a sociedade?(exclua aqueles abusados que ficam transando no meio da rua, mas tem Heteros que fazem isto tambem) Sim é possivel, mas o Homossexualismo é considerado pecado tipo como o adultério, o adultério hetero por exemplo é natural? acho que sim, mas é pecado? sim é pecado mas é natural tambem.
    Mas lembre-se nossa natureza humana já é caida e pecaminosa e estes pastores picaretas de hoje aparentemente não aceitam isto, e ai ficam falando que isto não é natural e ai é óbvio que os gays tem que ficar ofendidos mesmo pois praticamente dizem que os gays são um tipo de monstro!!!
    Enfim, nossa natureza já é caida, e por ser natural de nós mesmos, achamos absurdo que certas coisas sejam consideradas pecaminosas!

    Outra coisa que me veio a cabeça, a Pedofilia tambem acontece na natureza, mas esta coisa é algo aceitável na sociedade? NÃO, pois causa danos terríveis ao psicológico e ao físico das crianças vitimas e tambem dos familiares(psicológico), portanto isto nem se discute e tem que ser banido da sociedade, MAS o homossexualismo NÃO causa dano nenhum a sociedade por tanto, é aceitavel!

    Obs: Quando as filhas de Ló transaram com ele, foi por iniciativa DELAS próprias, a bíblia apenas narra, Deus nunca mandou ninguém fazer nada disso, a bíblia apenas cita o que aconteceu.

    Obs1: é possível que no Genesis, Deus não tenha criado SÓ Adão e Eva e sim, várias pessoas, mas não muitas, ou seja, segundo esta hipótese, o incesto inicial não aconteceu e seria dai onde Caim quando foge, acha sua esposa, pois de onde saiu esta mulher já que só Havia Adão e Eva e Caim(e o corpo morto de Abel)? Parece que Deus na bíblia APENAS rastreia a linhagem do povo que iria dar em Jesus! ou seja, os Judeus(ou semitas)
    ———————————————————————-
    *Se Deus é bondoso e todo-poderoso, por que deveria existir o Mal? Nenhum malabarismo sofismático é capaz de me responder essa pergunta de maneira satisfatória, porque qualquer justificativa para a suposta “necessidade” da existência do Mal inviabiliza o Paraíso como um objetivo final. “Ué, mas no Céu não existirá Mal…? Você acabou de passar os últimos 5 minutos me explicando que o Mal é uma necessidade que Deus não pode simplesmente impedir…?”

    R:Voltamos a aquela teoria de que o Mal já existia, mas Deus preferiu esconder isto de todos e sequer menciona-lo, mas ai Lucifer por si só acabou descobrindo o mal e ferrando com tudo.
    Qual seria o problema de Deus ter conhecimento do mal já que ele sabe de tudo que existe??

    Mas…o que o mal? Apenas a capacidade de poder ferir(tanto física quando psicologicamente) as pessoas? Ou ferir as pessoas com intenção de causar maus sentimentos? Ou isto tudo junto? Por exemplo, lembra que um clipe do Alexandre pires foi acusado de ser racista? E se as pessoas não se ofendessem com isso e visse aquilo apenas como algo inocente e não supostamente racista?? Viram aquele clipe como algo racista e já acharam que ele tinha a intenção de ofender os negros mesmo, mas se as pessoas achassem que ele não teve a intenção e visse aquilo apenas como algo inocente? Existiria o mal neste caso?
    Sempre dizem, a maldade está nos olhos de quem vê, ou seja, se todos fossemos sem maldade, acho que ela não existiria.

    —————————————————————————
    *Se a Bíblia foi traduzida tantas vezes (e de uma língua essencialmente morta), como é possível esperar que ela sirva como um manual literal de como levar a vida…? Eu já li muitos livros em português cujas versões originais eu fui ler posteriormente, e posso te dizer que não há como manter o significado literal original.

    R: Exatamente!! você acaba de responder sua outra pergunta de como tantas doutrinas diferentes são criadas, sem contar que em partes da biblia(como na carta de corintios) se leva em consideração a cultura para qual o lugar estava sendo destinado, como na cartas aos corintios que diz que mulher tem que usar veu na igreja, e que homem com cabelo grande é vergonhoso, mas foi isto que PAULO escreveu(se não me engano) Deus não liga se você se veste como um roqueiro no melhor estilo Zakk Wylde, ou como o restart, ele se importa saber como está seu coração!!

    Eu espero que este comentário tenha sido útil caso esteja lendo ele Izzy.

    Obs: Lembrando que na biblia diz que Deus não deixa que se entenda o que ele faz 100%(troll)

    Obs1:Depois da morte de Jesus, o pecado, mal Lucifer e a coisa toda, não tem mais nenhum poder no planeta inteiro, ele só tem porque nós deixamos eles entrarem pecando deliberadamente(ou não já que segundo o calvinismo não existe livre arbitrio)

    Entretanto, eu sou igual a você neste sentido, muitas das perguntas que eu fazia ficavam sem respostas, pois parece que o povo ter aversão a estudo especialmente da biblia, então, eu estudei o máximo que consigo por conta própia, mas eu continuei cristão, então…acho que é isto, boa sorte com seu casamento!!!

    • Matheus says:

      Ah sim, tinha me esquecido, esta coisa toda até que de um certo ponto de vista faz algum sentido.

      Partindo do principio que toda a biblia é verdade(lembrando que realmente não dá para confiar nas traduções)

      Extraterrestre significa o que?? alguem que não é natural do planeta terra, Deus e seus anjos não são naturais da terra, logo são obviamente extraterrestres, e até tem uma parte na biblia onde um homem(esqueci o nome) vê umas rodas chegando do céu, para mim poderiam ser perfeitamente naves extraterrestres(ou celestiais), os anjos poderia fazer isso de qualquer jeito caso quisessem.

      Anyway, acho que é só isso, desculpe-me pois o texto meu acima ficou exageradamente grande, eu não estou tentando te converter nem nada, apenas acho estes assuntos MUITO interessantes e queria explanar meu ponto de vista(apesar de ninguém ter perguntado)

    • Ronaldo says:

      “Obs1: é possível que no Genesis, Deus não tenha criado SÓ Adão e Eva e sim, várias pessoas, mas não muitas, ou seja, segundo esta hipótese, o incesto inicial não aconteceu e seria dai onde Caim quando foge, acha sua esposa, pois de onde saiu esta mulher já que só Havia Adão e Eva e Caim(e o corpo morto de Abel)? Parece que Deus na bíblia APENAS rastreia a linhagem do povo que iria dar em Jesus! ou seja, os Judeus(ou semitas)”

      Se você observar, Caim ficou um período peregrinando pela terra, e depois voltou, os relatos bíblicos não descrevem acontecimentos um na sequência do outro com diferença de dias, e sim as vezes com diferença de anos ou décadas.

  17. Vinicius says:

    Para as perguntas que você colocou, e várias outras, acho as explicações da doutrina espírita bem interessantes. Alguns pontos que ela elucida (obviamente simplificados pela minha ignorância):
    -- Deus não liga para a sexualidade, por exemplo, e há até explicações “espirituais” para o homossexualismo.
    -- A maior parte da bíblia (principalmente o velho testamento) é alegórica e não deve ser levada ao pé da letra.
    -- Deus não criou o mal (e muito menos Lúcifer). Todos os espíritos são criados simples e ignorantes, com o objetivo de se aperfeiçoar ao longo das sucessivas existências até atingir a perfeição. Alguns escolhem atitudes boas, e outras más, mas o mal é a apenas fruto da ignorância. Espíritos maus em algum momento se arrependem e vão também se aperfeiçoando.
    -- E sim, há ETs no espiritismo! É explicado que todos os orbes são habitados, mas claro que por seres de constituições diferentes. Os espíritos da Terra teriam migrado de um planeta que estava passando por uma purificação (sim, somos a chepa da feira). Por isso tínhamos civilizações avançadas no início dos tempos e muito daquele conhecimento foi sendo perdido, conforme aqueles espíritos pararam de reencarnar neste planeta.
    Enfim, há muitos pontos interessantes…

  18. izzy jogue no google OS NEFILINS e acesse o primeiro resultado. É só uma resenha das teorias de Zecharia, mais no decorrer das explicaçoes somos obrigados a admitir que sao muito bem fundamentadas. simplesmente expetacular.
    Se possivel preocure tambem sonbre LEO MARK

  19. Valéria says:

    Alô!!! 🙂

  20. Valdemir Faleiros says:

    Sejamos justos! Olha, estou longe de ser um defensor da Bíblia, acho mesmo o Deus bíblico humano demais pro meu gosto. Mas vejam bem, não entendo a atitude de alguns companheiros… sim, pois até pacere que esses amigos passam dias a ler a tradução da Bíblia em japonês, português, francês, tcheco, inglês, russo, grego, bulgaro, aramaico, mandarim arcaíco, etc, etc e tal…buscando com isso algo que os ajude a desmoralizar e desqualificar a mesma. E assim vão lendo a bíblia com lente de aumento e de ponta cabeça e de trás para frente, tentando encontrar absurdos, contradições e coisas que o valha, para rebaixar e diminuir o valor do que ali foi escrito. E encontram alguma coisa?Claro, óbvio que sim! Olha, posso dizer que o eu que já li sobre erros e as contradições bíblicas, se eu copiasse tudo que já li daria para eu escrever um livro de 1000 páginas, no mínimo. Não négo, eu mesmo já postei várias contadições bíblicas por aí, mas sabe o que acho bem estranho? Acho estranho é que não encontro uma linha que seja falando sobre os erros e as invenções que existem nas obras de Sitchin, Von Daniken e afins…os mesmos que postam textos quilométricos difamando a Bíblia, acham as obras desse senhores a oitava malhavilha do mundo, obras perfeitas como se as mesmas fosse obras escritas por grandiosos deuses infalíveis. Porque não procurarmos discrepâncias e absurdos também nas obras destes cidadãos? Ora, ninguém sabe que metade daquilo que está nas obras de Sitchin, são fantasias criadas pelo próprio autor? Ninguém nunca leu nada sobre isso? Duvido! Muitos sabem disso, mas fazem vistas grossas! Ora, ora, ninguém nunca leu nada sobre AS FRAUDES de Erich Von Däniken? Que ele já foi até preso, etc…veja bem, só não vale advogar a causa destes senhores, da mesma maneira que alguns crentes fanáticos em relação aquilo que estão a defender.  

  21. Valdemir Faleiros says:

    Este tópco é de um blog que participo, leia os coments pois acredito que a maioria de suas perguntas estão respondidas nos comentários: http://ovnihoje.com/2014/12/14/espaco-leitor-reflexoes-terrestres/

  22. Valdemir Faleiros says:

    Correção: perguntas SERÃO respondidas, e tópicos.

  23. Leandro Costa says:

    Tudo na Bíblia precisa ser interpretado sem ser ao pé da letra, pois se não fica díficil.

  24. […] uma ideia melhor sobre o livro, é possível ler um excelente resumo feito Izzy Nobre, ele faz uma resenha magnifica qual ele explica detalhadamente como funciona a […]