Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Como eu reencontrei o dono da locadora de videogame que eu frequentava nos anos 90

Postado em 2 August 2012 Escrito por Izzy Nobre 47 Comentários

Oi pessoal. Tudo bem?

Recentemente escrevi este post contando mais uma estripulia minha na já célebre locadora do Seu Roberto, o argentino. O texto mais famoso sobre minha interação com o cara está aqui. É um relato do dia em que soltei um rato na locadora do cara.

Neste post mais recente, revelei alguns detalhes a mais da história (a localização da locadora, por exemplo). Um leitor de Fortaleza chamado Carlos Eduardo Barreto identificou tais detalhes e alegou nos comentários que conhecia o Seu Roberto.

E mais — o tal leitor ainda adicionou que o Seu Roberto tem conhecimento do meu site, e das histórias envolvendo o estabelecimento dele, e que as acha engraçadas.

Obviamente achei que o tal leitor estava tirando onda com a minha cara, e deixei claro meu ceticismo. Pra resolver o impasse, ele foi e revelou inúmeros detalhes que eu nunca havia comentado em lugar algum — o nome do prédio, o nome da esposa do cara, entre outros. Ele mandou até o facebook do Seu Roberto e pasmem — o cara não estava mentindo. Lá está a foto do Seu Roberto (que mudou muito pouco nos quase 20 anos que se passaram), a foto dos filhos, tudo confirmado.

Por que estou dizendo tudo isso? Como falei, de acordo com o tal leitor, o Seu Roberto leu os posts referentes a ele e achou graça das histórias — apesar do fato de que eu não fui muito bondoso quando descrevi o cara.

Por isso achei necessário esclarecer uma coisa. O Seu Roberto era uma figura de autoridade da minha infância — porra, pros meus olhos infantis o dono da locadora era tipo o Steve Jobs –, inevitavelmente ele tinha seus momentos de antipatia. A mente infantil filtra certas coisas como imposições de regras e tentativas de manter a ordem contra a bagunça de criança como filha da putice. É um fenômeno comum; aposto que sua opinião sobre seus professores de infância é diferente hoje, pelo mesmo motivo. O que nós víamos como escrotice era apenas um adulto tentando controlar um monte de pivetes bagunceiros.

Como meu “trabalho” aqui no HBD é mais fazer você rir do que pintar um quadro 100% verossímil dos fatos, alguns detalhes são exagerados para efeito cômico. O HBD é em boa parte um registro das minhas memórias de infância e, nas minhas memórias de infância, essa era a figura do cara: um argentino comprovador do estereotipo nacional sobre os hermanos. Eu fui e exagerei mais ainda o que já era uma memória não completamente factual.

Em minha defesa, considerem que minha última e mais impactante memória do cara foi dele me expulsando de sua locadora e me puxando pela orelha, né. Na mente de uma criança isso ficaria marcado mesmo.

Mas na real, o cara era simplesmente um pai de família tentando ganhar a vida honestamente e se vendo obrigado a lidar com um bando de moleques enjoados e que viviam aprontando merda — como eu.

Assim, mandei a seguinte mensagem para o Seu Roberto no Facebook:

Só que dessa vez não há exagero cômico. A locadora do Seu Roberto, um ambiente que eu orbitei durante toda a minha infância, foi o fator decisivo para minha formação como nerd gamer. Foi lá que cresci idolatrando videogames, foi lá que arrumei minha primeira namoradinha, foi lá que meu caráter foi formado. Não fosse ele, é bastante possível que eu não tivesse me apegado aos jogos durante minha juventude; jamais teria o grupinho de amigos com interesse similar, não teria um local familiar pra frequentar com a turminha do bairro, pra jogar e conversar sobre jogos.

Por isso: obrigado, Seu Roberto.

A propósito: vendo o perfil do cara no Facebook, notei que ele ainda é praticante de squash. Com isso lembrei-me que em uma ocasião ele levou a mim, meu irmão e o filho dele pra jogar na quadra onde ele praticava. Porra, e todos esses anos eu lembrando do cara como um filho da puta?

O filho da puta da história sou eu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Minha infância

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

47 Comentários \o/

  1. Pedro Mota says:

    Prevejo malandros dizendo que isso é mea culpa,mas é verdade,todos temos um judas pra malhar quando somos pirralho.

  2. Murdock says:

    Tem que falar quando ele responder e quando você for na pizzaria dele.

  3. Antonio says:

    Como eu já disse no Fb é a internet conectando as pessoas 🙂

    Navegar na web dá nisso!

  4. Fechamento do texto perfeito! Parabéns!

    [insira aqui qualquer gif de alguém batendo palmas]

  5. Catu says:

    “O filho da puta da história sou eu.”

    Que belo plot twist!

  6. Filipe says:

    Kid, O Roberto tem uma academia de squash onde funciona também a “Amigos Pizzaria” e uma sorveteria. A pizza do cara é boa! Vale a pena conhecer da próxima vez que vier por aqui, mas se for soltar um rato por lá avisa antes pra que não façamos pedido lá nesse dia. 🙂

  7. Thiago says:

    Agora que tu sabe que ele lia teu blog, o cú fechou e tu ficou envergonhado de ficar falando mal dele pelas costas né?

  8. Épico! Não esquece de comentar isso no próximo 99 vidas que tu gravar.

  9. Felipe says:

    Poxa Izzy, depois posta o desfecho dessa historia ae 😀

  10. Igor says:

    “porra, pros meus olhos infantis o dono da locadora era tipo o Steve Jobs”

    Morto?

  11. Marco Antonio says:

    Épico!

  12. Um daqueles posts que eu terminei lendo com um sorriso.
    É muito legal reencontrar ícones da infância.

  13. Junior Pellin says:

    Cara, que legal. O melhor aqui do HBD é que me sinto parte do negócio. Faz anos que li pela primeira vez sobre o Seu Roberto e agora olha esse post. Muito legal mesmo, Kid.

    • Miguelgraz says:

      Exatamente como me sinto, aí é que está a graça dos textos e de acompanhar (coisa que não existe em vlogs, pra aumentar a implicância xD).

      Estou tentando fazer coisas semelhantes com meus antigos professores, revê-los depois de uns 10 anos =)

      E Kid, depois posta o que o Seu Roberto responder, que BAITA DESFECHO!

  14. Fane Webber says:

    Cara, aqui em Porto Alegre tinha uma Locadora “PRO-GAMES” (não sei se é da rede ou uma independente). Tudo do meu bairro acontecia lá.

    A pouco tempo eu, “velho” e barbado, estava bebendo uma cervejinha e jogando uma sinuca com os amigos e não é que me apareceu o irmão (acho que sócio também) desta Locadora que eu frequentava, o cara me reconheceu e acabamos conversando sobre essa época doida.

    Muito doido. Grande post e ótimo desfecho para a sua série de postagens sobre locadora.

    (Podemos chamar esses posts como “Série do Cartucho”, referência clara ao super Nintendo).

    Abraço!

  15. Murillo says:

    Caramba de repente todo mundo conhece o cara! Hahaha vai ver nunca ligaram o Roberto da pizzaria ao dono da locadora.
    Muito bacana esse reencontro depois de vinte anos. Quisera eu poder agradecer também o dono da locadora do meu bairro =)

  16. DEUS says:

    Israel, meu filho

    Notei uma melancolia na sua mensagem ao sr Roberto.

    Apesar disso, o que você escreve hoje, e como escreve e descreve o passado e presente, nos demonstra que você alcançou uma paz, um equilíbrio, no mínimo, admirável.

    só queria dizer isso, amém!

  17. MH says:

    Muito bom! =D
    Deve ser muito legal ter esse tipo de experiência…

  18. Briba Dantas says:

    Lembrei do Seu Cláudio, dono da locadora que eu freqüentava. Eu não fui expulso de de lá por soltar um rato e sim por colocar um imã nos televisores dele. Nessa hora a galera tava jogando Sonic 3, super star soccer, Donkey kong etc.

  19. Peagá says:

    Realmente Izzy, você é um grande filho da puta. Eu fiquei com dó nas histórias em que você descrevia o Seu Roberto, coitado do velho.

  20. Pedro Wilson says:

    Achei o perfil do Roberto (sobrenome removido). Vamos no Facebook xingar ele, e de cara falar que foi o Quide/Izzy Pobre que mandou! (link removido)

    • Izzy Nobre says:

      Mas como tu é BABACA ein?

      • Pedro Wilson says:

        Apagou o link daqui? Não tem problema. Farei camapanha no Twitter e no Facebook. Esse vai ser o dia que Izzy Pobre foi trolado!

        • Izzy Nobre says:

          Você é um sujeito incrivelmente babaca. Você vai xingar um cara gratuitamente que não fez nada com você pra “trollar” alguém que também nao fez nada com você…?

          Que ótimo que você é burro o bastante pra postar esse comentário, pra que sirva de registro em relação quem realmente aprontou o que.

          Não que eu tenha medo da sua “campanha” pra ser sincero. Quantos 200 followers você tem?

    • Matheus says:

      hurr durr herp derp

  21. Como já foi comentado, fale sobre isso num próximo 99vidas, Izzy, vai ser bem legal!
    Uma “pena” vc só ter reencontrado o Seu Roberto pouco depois do segundo cast sobre locadoras, seria um assunto maneiro pra ser comentado nele. hehe

  22. Flávio C. Barbosa says:

    Porra izzy , muito legal da sua parte se desculpar e até se explicar . Cada dia mais te admiro !

  23. Ancelio says:

    Caramba!!!

    Eu tô até agora sem acreditar que acharam o Seu Roberto, o argentino, que eu tanto ouvi falar! Como um outro carinha falou aqui, tem que comentar isso no próximo 99vidas que forem gravar. É um acontecimento épico e histórico que precisa ser registrado em todas as formas possíveis. O mais incrível é saber que ainda por cima o cara lê o HBD e CURTE os seus textos! Que reviravolta, ein?! Por essa você nunca esperaria. hahaha

  24. Igor says:

    Caramba, faz anos que eu li seu texto do rato. Faz anos que eu vou na Pizza dos Amigos aqui em Fortaleza. Nunca na minha vida pensaria que é o mesmo seu Roberto. Que mundo pequeno, meu Deus!

  25. Aylo Furtado says:

    O post ficou foda.
    Eu estava esperando a resposta das suas mensagens enviadas no facebook durante a gravação do 99vidas, que maneiro que você achou o Seu Roberto.
    Faço minhas as palavras do Flávio C. Barbosa que comentou acima:
    “Porra Izzy, muito legal da sua parte se desculpar e até se explicar. Cada dia mais te admiro !”

    Parabéns.

  26. Déborah says:

    Tou caindo de para-quedas na história, mas é muito legal isso que a internet faz! Quem diria que seria possível entrar em contato com ele! Muito legal mesmo! =D

  27. Pedrivo says:

    acho justo vc fazer média com o seu roberto agora.

  28. emes says:

    Boa história, kibe. Veja você, a internet acaba com relacionamentos mas permite esse tipo de coisa.

  29. Grayce Kelly says:

    Muitíssimo legal Izzy. Não esqueça de visitar o seu Roberto na próxima vinda ao Brasil. 🙂
    *Épico

  30. Rapha says:

    Porra velho, emocionado aqui com seu post, 3 anos depois da publicacao. Quem foi mlk nos 90 sabe! Abs

  31. […] uma locadora de games perto de casa (perguntem ao Izzy onde a locadora concorrente da do seu Roberto ficava) e eles em 1997 compraram um FF7 japonês. E […]