Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

O Brasil é uma vergonha: brasileiros no exterior

Postado em 22 March 2011 Escrito por Izzy Nobre 184 Comentários

Não sei nem como fazer uma introdução pra esse vídeo. Não é o primeiro vídeo dessa categoria que vejo no youtube, e certamente não será o último. Toda vez que alguém me manda um vídeo desses, o sangue ferve.

" frameborder="0" allowfullscreen>

Essa macaquice é um dos bons exemplos de porque eu não gosto de intercambistas e turistas. Esse é o tipo de merda que essa gente vai fazer fora do país.

Imigrantes geralmente tentam se adequar às práticas e costumes gringos, se assimilar à cultura estrangeira. A missão do imigrante é compreender o zeitgeist do seu novo país, captar as pequenas deixas que o informam a respeito da forma que a sociedade gringa espera que nos comportemos. A gente tenta agir como os próprios gringos, ou até melhor do que eles mesmo se comportam.

Afinal, compreendemos que estamos aqui por privilégio, não por direito. Você pode ver um nativo fazendo merda, cometendo crime, etc e tal, mas MUITO RARAMENTE você verá um imigrante fazendo esse tipo de coisa. Só a gente sabe o quão difícil foi se estabelecer no novo país, e a gente não quer perder essa benção — ter permissão pra morar no exterior legalmente — por besteira.

Já turista e intercambista… Essa gente acha bonito fazer algazarra em público e pior, quase sempre anunciando sua nacionalidade aos berros, ou pior ainda, empunhando a bandeira nacional. Ou seja, mesmo que a barreira da língua proteja nossa reputação e o gringo não compreender o “é Brasil caralhooooo“, a bandeira resolve.

E depois nego não entende por que é tão difícil tirar visto pro exterior. Tem mais é que fechar todos os consulados no Brasil e deixar essa macacada fazendo suas estripulas em solo nacional mesmo, e que o único contato que a comunidade global tenha com esses desgraçados seja quando forem passar férias no Brasil, tal qual  a gente só vê macaco jogando merda um nos outros quando vai ao zoológico.

E pior é que tem retardado que acha isso bonito, que vê algazarra como evidência da espirituosidade do povo brasileiro. Putaqueopariu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 29 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

184 Comentários \o/

  1. Erika says:

    Taí, eu sei como tu se sente. Fiz intercambio para o Canadá recentemente e o que mais dava vontade de vomitar era gente que andava com a blusa da seleção pregada no corpo pra lá e pra cá. Usar uma vez é massa, duas tudo bem, mas todos os dias? “Bunda” e “xoxota” foram a palavras que eu mais vi neguinho ensinando a canadense e eu me pergunto: ainda acham ruim tanto turismo sexual? “Nós” mesmos que espalhamos todos os cliches que nosso país está submetido :( fico revoltada mesmo.

  2. Rotflolastc says:

    Hahah. eu acho essa frase a mais idiota de se falar.

  3. fulano says:

    Tudo um bando de babaca mesmo. Depois que o povo do país vem reclamar da algazarra, esses babacas ficam falando “gringo é tudo preconceituoso e nojento”.

  4. Erika says:

    e OBVIAMENTE isso não é só no Canadá

  5. @rhobsonv says:

    Pior é os que falam que extrangeiros sao “frios” pq olham de cara amarrada pros baderneiros.

    Nego assim podia cavar um buraco no quintal de casa e se enterrar, pra evitar dar mais vergonha e trabalho proa outros.

  6. Renan says:

    Falou e disse. Este tipo de atitude é no mínimo lamentável.

  7. felipw says:

    E pior, Kid, não sei se você ficou sabendo, mas o Obama foi levado para uma apresentação na Cidade de Deus.

    PQP, por que alguém levaria o homem mais importante do mundo para um dos lugares mais pobres do Rio? Ninguém gosta de mostrar a parte feia da casa quando recebe visita.

    O brasileiro tem o dom de fuder o Brasil.

    • Lukas Darien says:

      Ou talvez, em se tratando de uma visita com teor político, a idéia seria mostrar algo que melhorou muito nos últimos anos, principalmente quando se tem um filme conhecido internacionalmente que retratou a miséria absoluta da Cidade de Deus.

      Pareceu, mas Obama não veio turistar no Brasil.

    • Fabiano says:

      Não foi bem assim “foi levado para a cidade de deus”. Ele quis ir para conhecer um local com a policia pacificadora, para aplicar isso nos EUA.
      O Brasil quem faz são os brasileiros, sei que temos defeitos e sei que o que sofremos é nossa culpa. Se sua casa está suja não adianta falar que é tudo culpa da sua mãe, pq se vc mora na casa você tb tem a obrigação de ajudar.

      Cidade de deus é um local muito melhor hoje do que já foi e é orgulho mostrar isso como exemplo de que conseguimos melhorar essa situação. Todos países tem favelas e lugares com violência onde a polícia evita e parece que não há leis.

      Sobre o kid ser grilado com estrangeiros, eu compreendo e acho um tanto contraditório já em ele é brasileiro e foi como imigrante pro Canadá.

      Não acho favor nenhum o país receber imigrantes, e historicamente isso nunca foi tratado como favor para o imigrante e sim para o pais que precisavam de mão de obra e do dinheiro de fora.

      Só acho favor se for um asilo político. Ou se a pessoa vai pro outro pais só para utilizar de algum benefício, e nunca trabalhar lá nem contribuir pro crescimento da economia da sua cidade e pais.

      Sobre fechar as fronteiras, acho que está no direito do pais, mas acho também que o pais de origem do imigrante deveria ter o direito de fechar para que eles não voltem, já que é para ser olho por olho.

      Queria ver se os brasileiros tivessem que ficar pedindo visto para vir para o brasil e encontrasse dificuldade nisso, se eles iriam com tanta vontade para fora.

      Muitas pessoas querem o melhor dos dois mundos sem contribuir ou aceitar as dificuldades deles.
      Querem trabalhar no “estrangeiro” e mandar dinheiro pro Brasil. (ai sacaneia o pais q ela está trabalhando).

      OU então a pessoa nasce, cresce, estuda em escola publica e depois faculdade federal, se forma e vai pros EUA e nunca mais volta. Ou seja o que o pais investiu naquele cidadão o outro pais que vai colher.

      Tudo isso é muito complicado.

      Já fui para fora do país e não gostaria de ser tratado mal por ser brasileiro. Pois não cheguei lá e fiquei tratante eles mal pelo estereótipo que eles possuem na mídia e nos filmes. Fui conhecer lugar que eu tenho interesse e eles pedem que os visitantes vão, fazem investimento em turismo, e precisam do dinheiro do turista. Eu fui como turista e contribuí para aquele pais e seus cidadãos, então eles que são gratos aos turistas e não o contrário.

      • Knux says:

        O Obama vai aplicar as UPP nos EUA? Essa tática genial de combater a criminalidade sem prender ninguém?! Estamos perdidos…

      • Zé Coxinha says:

        “Ele quis ir para conhecer um local com a policia pacificadora, para aplicar isso nos EUA.”

        HUhuhauhUAHUAHUhauhaUHAUHuhauhUHAUHUAHAUHuhauahuah

      • Ana says:

        Muito bom! Temos sim que fechar as fronteiras de volta para brasileiros que emigram e ficam falando mal do Brasil, ja que aqui e tao ruim nao precisam mais voltar nem a passeio, ficam com sua pressuncao e explorados pelos outros, ja que e melhor que ficar em seu pais e fazer a sua parte, so quem faz a sua parte tem o direito de criticar quem nao faz.

        • Carlos Eduardo says:

          Ora se falamos mal tem uma razão. Falta de segurança, falta transporte, falta educação e falta saúde. Mas o pior é que pagamos uma das maiores cargas tributárias do mundo e não temos retorno. Não posso andar livremente pelas ruas, não temos hospitais decentes, escolas arrumadas e bem equipadas, transporte para o ir-e-vir confortavelmente sem apertos ou demoras… Explorado eu??? Bom moro na Carolina do Norte, tenho uma casa de 150 m² comprados por US$ 150 mil (cerca de R$ 300 mil) que aliás no lixo do seu Brasil não compra nem em favela, apesar de não valerem isso. Tenho 4 carros na garagem, aliás me dou o luxo para isso pois carro aqui nos EUA o preço é justo, não é pagar R$ 32 mil por uma carroça popular aí nesse país de bananas!!! Posso ir a restaurantes, bares ou pubs sem medo de ser vítima de arrastões feitos por “pivetes”!!! Ana vai ver sua novelinha e ser alienada no seu nacionalismo ridiculo num país que não tem nada para te oferecer de bom… Nem as praias que os brasileiros se gabam são boas, já que são puro esgoto a céu aberto!!!

          • subaru says:

            concordo com vc cara nessa bagaça de pais nao tem futuro so quando Jesus voltar mesmo quem tiver oportunidade de ir para os eua ou qualquer pais da europa com situacao boa vaza desse ´pais de bando de ignorantes que so sabem de futebol e novela da globo.

    • amendogaba says:

      Cara se você tivesse o mínimo de bagagem cultural, saberia que depois do filme cidade de deus, (pacificada) a cidade de deus virou ponto turistico que gera curiosidade

    • Thiago ZuK says:

      Caramba, você é burro pra c*ralho. Sério, como você vive?

  8. Calleb says:

    Assino em baixo.

  9. Rogerio says:

    Povo bonito e festeiro! Por isso tenho ORGULHO DE SER BRASILEIRO!

    Os Gringos nos amam!

  10. Cleiton says:

    “Bunda” e “xoxota” foram a palavras que eu mais vi neguinho ensinando a canadense e eu me pergunto: ainda acham ruim tanto turismo sexual? “Nós” mesmos que espalhamos todos os cliches que nosso país está submetido :( fico revoltada mesmo. (2)

  11. D says:

    posso concordar e adicionar algo? (principalmente sobre intercambistas)

    “aí a gente pode mexer com as minas em português e elas nem sabem”

    acho que isso já diz o suficiente.

  12. RenanTSilva says:

    Vi 14 segundos do video e não aguentei…

    Eu sou brasileiro, mas não tive culpa e, muito menos, tenho orgulho dessa merda toda!

    É que não posso, mas se pudesse iria embora e esqueceria de que um dia estive aqui!

  13. Zagalo says:

    Vocês são mesmos uns metidinhos. Coitadinhos ficam com medinho do que esses gringos vão pensar.
    Ah! não torrem a paciência! Brasileiros serão sempre assim. Quando morei na França de 2000 a 2003 fiz amizades que até hoje me visitam no Brasil.
    E sempre fui o típico Brasileiro barulhento.

    au revoir tipinhos…

    • Douglas says:

      Imagino os tipos de amizade que fez. Se tratando do tipo de brasileiro que se orgulha de ser …. =S

    • @King_Matheus says:

      Engraçado né, você não mora mais lá…
      Por que será?

    • Vinicius Brenny says:

      e se era tão bem recebido não ficou por lá por que motivos?

      Assim que minha cidadania sair, vou pra alemanha e volto pro Brasil pra visitar.
      Isso se não mandar a família pra lá…

      E pode ter certeza que não vou ser ‘barulhento’, coisa que nem o pessoal daqui de Curitiba suporta -- quanto mais os nativos dum país de primeiro mundo que me recebe…

    • Akira says:

      Na verdade não é só o brasileiro que é mal-educado, mas todo o povo latino americano, incluindo, portanto, Portugal, Espanha, Itália e França…

  14. Gutenberg says:

    Infelizmente, esse tipo de gente é a maioria. Passei uns meses estudando em Montréal em 2008, e os poucos brasileiros com quem convivi (fiquei na casa de um casal uzbeque fugido da guerra fria, interagi pouco com meus compatriotas) exibiam esse tipo de comportamento, e me achavam estranho por não agir como um macaco hiperativo no cio. Nunca andei com bandeira ou camisa do Brasil, não dizia minha nacionalidade se não fosse perguntado.

    Frieza? Besteira de brasileiro, que acha que todo lugar em que estão é pra virar festa e baderna, e se ofende quando isso não acontece. Estive numa Best Buy/Future Shop no dia 12/06/2008 (Lançamento de MGS4) para pesquisar qual laptop seria comprado com meu suado dinheirinho. Na fila para compra do jogo, entre as dezenas de nerds gordos, suados e QUIETOS que tremiam ansiosamente para receber suas cópias de MGS4, adivinha quem tava fazendo algazarra no meio da fila e tentando furá-la? É, isso mesmo. Depois reclamam que não são bem tratados.

    Sem contar que a fama dos brazucas é tão ruim que, nos anos 80/90, a Disney precisou fazer vídeos instrutivos para visitantes brasileiros, alertando-os para não jogar lixo no chão, furar fila e roubar das gift shops. Eu só quero terminar meu curso universitário para dar o fora daqui.

  15. RaphaGavino says:

    Porra, que merda de nacionalidade, --’, assim fode, nao passei de 15 segundos, amo o brasil, mais isso não ajuda muito na reputação do pais, e morarei no canada, quando compeltar 18, pelo menos quero

  16. Z3hr0_C00l says:

    Gostaria de saber a explicação disso tudo, se teve algo que incitou isso ou apenas baderna gratuita.

    • Ari Galvão says:

      acredite se quiser mas é simplesmente a saída de uma festa em Madrid. Talvez este seja um dos motivos de os oficiais de imigração espanhóis nos tratarem tão mal. Quando eu fui pra Milão, entrei na Europa por Madrid. Sorte minha que tava tudo certinho mas uns 3 foram pra “salinha”. hehe

  17. Portillo says:

    Cade a Vanzinha do egito pra dar um strike nesses retardados do video?

  18. Blyter says:

    brazilians?! no, I don’t know them…who would be? I’m scared.

  19. James says:

    É incrível que o RAUL percebe algo e a anta do Kid não:

    É o CARNAVAL BRASILEIRO EM MADRID. Olhe a descrição do vídeo.

    Queria que gritassem o que? Arriba la Revolución? Pride of being a Jew?

    FAIL

  20. toodinho says:

    Izzy viajei pro exterior recentemente e fui pra orlando e vi oq as excursões das “tias” creusas fazem nas viagens,isso ai foi pouco.Concordo com tudo,brasileiro é foda se não sabe se comportar lá fora fica dentro do seu próprio pais fazendo a merda,porra!
    PS:to me excluindo no caso,mas eu sempre tento não fazer baderna afinal se nego vem na minha casa por exemplo não gostaria de uma galera fazendo algazarra.

  21. Lukas Darien says:

    Entendo a posição do Kid, mas a generalização é burra (o pior que ele sabe e faz pra criar a polêmica) e mais burra ainda é gritaria dessa pirralhada classe média tendo ‘vergonha’ da sua nacionalidade por causa de um agito de um grupo de adolescentes, provavelmente de férias, querendo aparecer.

    Moro numa cidade que vive lotada de turistas europeus e já cansei de ver muitos deles causando confusão em bar, arrumando briga, tratando tudo quanto é mulher brasileira como prostituta e nem por isso acho que todo europeu é imbecil.

    Mas o legal é falar mal né?

    • William says:

      Concordo, não podemos generalizar pelo comportamento de alguns, todo mundo já fez ou vai fazer merda (fora os que estão fazendo agora), infelizmente essa maneira de agir de alguns durará até que alguma providência seja tomada, a baixa tolerância com estrangeiros e intercambistas é uma delas…
      Errado é agir sem pensar na imagem que é estampada, porém ignorante é aquele que generaliza um comportamento, sou brasileiro e tenho orgulho do meu país.
      Todos os países tem os seus retardados como as pessoas do vídeo, e os que comentam de forma igualmente imatura sobre o comportamento destes.

  22. Trovalds says:

    Ao mesmo tempo que penso em viajar pra fora do BR acabo vendo esse tipo de “comportamento” e penso: se eu falar que sou BR vou ser esculachado (isso SE algum país que se preze ainda aceitar emitir vistos pro zoológico chamado “Brazil” daqui a alguns anos). E se fosse somente nas viagens… TUDO em que entra brasileiro eles dão um jeito de CAGAR. Um exemplo claro é de e-commerce que vende worldwide EXCETO países com problemas pra receber dos clientes como o Brasil (pq não guardei a cópia daquele email?). Mais exemplos? MMOs, entre em qualquer grupo de discussão e tu vai ver que SEMPRE tem gente reclamando de nós. No final das contas estamos apenas nos comportando conforme nossa colonização: ESCÓRIA. Quem estudou história sabe que muitos de nossos antepassados do “Brasil Colônia” e mesmo depois da “Independência” (de quem?) éramos destino de pessoas “de caráter duvidoso” que acabavam por aqui estabelecendo-se e fecundando cada vez mais e mais descendentes de caráter idem. Em questão de comportamento social nosso, não espero mais nada. De repente do resto a gente pode até se salvar um pouquinho.

  23. Geovanni says:

    Também fiquei curioso porque essa galera resolveu fazer barulho de graça e a noite, alguém tem alguma idéia?

  24. Kazuo says:

    Realmente é muito irritante e vergonhoso. Outra coisa que me aborrece é ver brasileiro jogando lixo no chão, seja no Brasil(na própria casa!!) ou em qualquer outro país(sujando a casa dos outros).

  25. @citronho says:

    Eu ainda não entendi o que tem no vídeo. O problema foi a gritaria na rua? Tipo, sei lá, não vejo tanto problema nisso. Parece ser uma festa. Ah, é na saída de uma festa em MADRID. Bom, em MADRID os espanhóis não são nada mais “calmos” que isso aí. E bom, se era na saída de uma festa, provavelmente problemas com BARULHO não deve se ter. Kid, eu entendo tua revolta, entendo que brasileiro é um bixo mal educado e burro, mas acho que esse vídeo não é motivo pra tanta revolta assim.

    Já vi muito gringo fazendo festa aqui no Brasil (bem mais barulhentas e bagunçadas que essa aí) e não me incomodei.

    Exagero sensacionalista ein.

  26. Cidraman says:

    Brasil: um país de tolos.

    E isso indenpendente de condição social, classe, cor…

  27. Milena says:

    Sinceramente, usar as palavras ‘Brasil’ e ‘vergonha’ pra falar de um mero choque de culturas soa bastante fútil, muito barulho por nada.

    • Bruno says:

      Choque de cultura? Foi mal, mas respeito e cidadania deveriam ser conceitos um tanto quanto internacionais.
      Por mais diferente que seja tua criação “cultural”, ficar fazendo algazarra de noite é consideração uma puta falta de educação. Sem falar em babaquice.

      Indiano comer com a mão aqui e você achar estranho é choque cultural. Playboyzinho ficar de gritaria de noite em outro país é falta de educação.

      A única diferença é que não sinto vergonha por eles ou por ser brasileiro. Só fico descrente na capacidade humana, ou talvez brasileira, de se civilizar.

    • Ari Galvão says:

      com este comentário vc acaba por corroborar o comportamento das pessoas do video. Se um árabe tacasse pedra em uma mulher brasileira por usar um decote seria um “mero choque cultural” ?

    • Johny says:

      “O Brasil é uma vergonha” é uma nova categoria do site, o título do post é apenas “brasileiros no exterior”…

  28. David says:

    Estive no exterior no ano passado e uma das coisas que eu combinava com meu pai durante a viagem: evitar o máximo de contato com brasileiros.

    Aliás, teve um episódio no avião (protagonizado por brasileiros) que me deu vontade de mudar de nacionalidade:

    O avião havia apresentado problemas elétricos em uma fileira de poltronas. No embarque, a funcionária da companhia aérea avisou EM PORTUGUÊS no alto-falante do aeroporto sobre o problema e pediu para que os passageiros desta fileira esperassem para embarcar até que o problema fosse resolvido.

    Dentro do avião, tinha uma família de brasileiros (vindo da Disney, pois carregavam trocentas sacolas com as orelhas do Mickey). Desde que entramos no avião, a aeromoça dizia em inglês para permanecêssemos sentados para facilitar o embarque dos passageiros das poltronas com problemas.

    O pai desta família de brasileiros, não só insistia em ficar em pé no corredor o tempo todo conversando com outros brasileiros, como ficava reclamando que a aeromoça toda hora dava esporro nele (na verdade, ela tornava a pedir pro cara se sentar). Para piorar, o mesmo pai querendo dar uma de “brasileiro” incentivou as filhas a “pular para as poltronas vazias para viajarem mais confortáveis”(as mesmas poltronas defeituosas cujos “donos” estavam no salão de embarque esperando entrar.

    Por “sorte”, a mãe da família pediu pra ele segurar a onda, pois as portas do avião ainda não haviam fechado. Acabou o voo estava lotado (o que também foi avisado antes do embarque) e as poltronas que o “bonitão” tava de olho pras filhas viajarem foram todas ocupadas.

    Vergonha de ser brasileiro. Isso sim.

  29. Mateus Antonio Bittencourt says:

    Concordo com tudo. To em Vancouver a algum tempo, e realmente, grupo de Brasileiros em ônibus, festa, ou qualquer lugar, sempre chama a atenção, principalmente se estiverem alcoolizados.

    MAS… MAS. Tenho que ser justo. Os maiores barracos que eu presenciei não foi de Brasileiros e sim de Franceses. Sério, já vi Frances saindo de balada e subir nos pontos de ônibus e ficar pulando. Dentro do ônibus um tava andando e gritando um monte de besteira em francês (até que um canadense 2 vezes maior que ele se levanto e foi tirar satisfação, ai ele sento e fico quieto hauhauahuahaua). Outra vez no metro, dois (agora não sei se franceses ou quebequense, pois nas outras duas vezes um amigo meu da frança falo que eram franceses pelo sotaque) …voltando… dois falantes da língua francesa estavam falando alto e bebendo, um liquido que eu desconfio ser tequila, direto da garrafa.

    Sim Brasileiro é incomodo em outros lugares do mundo, mas sejamos justos. Quase todo mundo, de qualquer nacionalidade, que vai para um pais de férias, ou sem compromisso como intercambista, alopra.
    Vancouver é, tipo, um pólo de intercambista. E você vê pessoas de TODAS as nacionalidades fazendo barraco. Tá certo que brasileiro exagera mais que os outros as vezes.

  30. TioSolid says:

    Seus vídeos pararam de aparecer no feed seu nigger

    • Cara says:

      agora quero ver, vc no meio de um bairro de negros nos EUA ( ainda existe muita segregação racial ) e falar NIGGER’S no meio deste bairro

  31. Carol Ayfus says:

    Ok, concordo! Acho extremamente ridiculo essa algazarra toda.. não tem necessidade, grite assim em casa. Engraçado é que brasileiro só é patriota fora do Brasil e na copa. Só grita “sou brasileiro com orgulho” nesses dois momentos. Tá, eu não me orgulho do Brasil em N quesitos, mas.. pelo menos não saio por aí fazendo babaquices assim. No entanto não acho que precisa ser tão radical a ponte de fechar todos os consulados.. tem muita gente ‘do bem’. Eu morro de vontade fazer intercambio, dou aulas de inglês aqui.. preciso de uma vivencia internacional.Eu até sei a lingua relativamente bem, mas a pratica cotidiana, por mais que eu fale com outros professores e amigos em inglês, não é nem de longe, igual aquele que se vive quando está em um país onde o idioma oficial é o Inglês. Intercambistas idiotas é que são o problema. E entendo sua revolta!!! Mas né! Tem um montão de gente comportada por aí =)

  32. ronaldo says:

    se deus permite que vivam, pra mim ta ok entao

  33. André says:

    Outro dia eu tava vendo o The Young Turks e host do programa tava dizendo: “Quando se fala em Brasil, a primeira coisa que eu penso é: sexo; super-model, gente de bikini pequeno…” (e por ai foi a descrição).

    Brasil é uma verdadeira putaria mesmo.

  34. Jesiel says:

    Nem todo brasileiro faz merda -- nem todo estrangeiro é certinho

    Tem gente que se comporta e tem gente que não, a nacionalidade indefere disto.

    É infelicidade minha te que ver vídeos tristes como esse, mas se você procurar um pouco irar ver um vídeo parecido
    com pessoas gritando xingando em outras línguas, fazendo bagunça e o caralho a quatro no pais dos outros.
    Mais dai a generalizar e disser “que fechem os consulados e que se fodam meus irmãos” é pisar no propio rabo.
    verdade seja dita, o vídeo é triste, é!
    mais nem todo brasileiro faz igual, alias boas parte não faz, um exemplo === Israel Nobre.
    Generaliza não valew é que nem dizer que todo preto é safado, ou que todo branco é viado. hehehe

  35. pdform says:

    Tá, eu só não gostei da generalização, mas concordo com o resto.

  36. Cristiano says:

    Pior do que esse comportamento do vídeo só essa mania que o povo tem de generalizar. Pra cada grupo idiota desses, quantas outros brasileiros estão por aí tão comportados que você nem fica sabendo que são brasileiros também? E quantos outros grupos de turistas aparecem por aí fazendo algazarra mas nós simplesmente ignoramos porque não são brasileiros e não nos chamam a atenção pro fato óbvio de que “todos os brasileiros, e somente os brasileiro, são mal educados”.

  37. _gui says:

    viajo bastante e evito me misturar com brasileiros no exterior. o motivo é exatamente o que vc postou.

  38. Octhavio says:

    Acho justo.

  39. José Roela says:

    Nada a ver com o post, mas já q vc falou de zeitgeist, como é mesmo aquela expressão, em alemão, que corresponde ao “sentimento de gostar de ver outrem se foder” (pimenta no olho dos outros é refresco)?

    Não consigo achar nos seus posts :(

  40. lucas raupp says:

    quanta merda, quanta merda!
    a proporção de brasileiro fazendo algazarra em outros países é igual aos de outra nacionalidade!
    quando mais novo trabalhei em hotel, em cidade turistica. o que eu vi argentino, alemao, ingles e principamente americano fazer nao chega nem perto do que os brasileiros faziam (inclui ai americano chamando um grupinho de negros de monkey e quebrar meia recepção do hotel quando apanhando, e ainda se achar o inocente)!
    recentemente fiz varias viagens com minha noiva e um grupo de amigos, e em qualquer festa na espanha/italia/grecia eu via muitos grupos de estrangeiros fazendo a mesma coisa que você tanto abomina, mas convenientemente nao cita.
    inclusive tive meu passaporte retido e fui extraditado da nova zelandia por uma pancadaria generalizada que rolou la. os santinhos gringos neozelandeses ARRANCARAM A ROUPA de uma amiga minha brasileira e chegaram a roçar o pau nela. ai apanham, e o povo brasileiro é agressivo, bruto e mal educado.
    entao pare de encher a boca pra falar que o pais/povo que tu paga 5 mil dolares pra visitar é uma vergonha, sem ter a menor base pra comparar as coisas.
    abraço

  41. Guilherme says:

    que vergonha Kid,negando suas origens,virando preconceituoso com sua própria raça,cuspindo no prato que…
    bleh,mentira,mulambada só atrapalha mesmo :p

    • Guilherme says:

      complementando o outro comentário:
      deu uma pontinha de raiva quando li macacada,talvez pelo tempo fora daqui você tenha se esquecido que,mesmo você não se dirigindo aos negros em especial,é uma palavra muito ofensiva pro brasileiro comum,que escreve ou fala antes de pensar

      que tal trocar a palavra pra evitar um rage desnecessário (haha,mas como eu sei que você adora isso,bem capaz de não trocar) ?

  42. Carol says:

    Se os gringos que fizessem isso aqui, iam achar tosco. Aposto.
    Mas brasileiro pode bagunçar e é “super cool”? NO WAY!
    Brasil é uma vergonha mesmo. Fechem os consulados depois que eu for! hahaha Não deixem as pessoas comportadas aguentando isso aqui, Kid! Espera a gente sair primeiro. :P

  43. mms says:

    Porra, kid, se era carnaval…

    Na espanha fui hostilizado uma vez. Me chamaram de ingles de merda e disseram que não precisavam do meu dinheiro, isso foi numa lanchonete em que reclamei do serviço.
    Achei estranho ser chamado de inglês de merda, e perguntei no hotel pq me chamaram assim. Eles me contaram que ODEIAM turistas ingleses, eles vão para a espanha, fazem algazarra, exigem comida/bebida/jornais ingleses e não fazem a MENOR questão de aprender algo local…

    Sim, brasileiro é um povo fdp de mal educado. Intercambistas normalmente são RIQUINHOS MIMADOS. Mas acho que a tendência do SERUMANO de fazer merda é o que nos motiva.
    Lembro que ficava de cara com os espanhóis devido a naturalidade que eles enfiavam os pés em cima dos bancos do metro e da CARA DE PAU de fumar em qq lugar.

  44. Xong Lee says:

    Se pelo menos gritassem “Argentina, carajo!!”

  45. Alexandre says:

    Não podemos confundir “intercambistas e turistas” com pessoas sem educação.Sou turista e tenho pavor desse tipo de atitude!Abraço!

  46. Walter says:

    Acompanho esta bagaça a pouco tempo e gosto bastante, tem muita coisa interessante. Então, acho que você não gosta de futebol, mas como você mete o bedelho em tudo e todos, seria interessante saber sua opinião sobre o imbróglio envolvendo o C-13, Globo e CBF e mais uma corja. Uma pitada de Copa 2014 nesse país e um pouco de Rio 2016 será de bom grado. Valeu.

  47. Nat says:

    Carnaval ou não, eu acho que algazarra é coisa de baderneiro desocupado. Eu, como a boa curitibana que sou, não tenho paciência nem pra ficar em uma sala com mais de 10 pessoas, imagina fazer algazarra. Nem lá, nem aqui.

    • Daniel says:

      pq vc, baseada no seu perfil de comportamento isolacionista, acha que todos diferentes de vc são anormais. /clap

      • Nat says:

        Eu falei a minha preferência e disse que algazarra é coisa de baderneiro. ME DIGA AONDE EU DISSE QUE TODOS DIFERENTES DE MIM SÃO ANORMAIS? Se vc gosta de sair, ficar com milhares de pessoas em uma festa ou whatever, que bom pra vc, mas eu nunca falei que isso era errado, anormal nem nada assim. Sair em grupo é ótimo se você gosta, mas nem por isso vc tem que sair fazendo merda por aí. Existem pessoas que conseguem sair em grupos -- e grupos grandes- sem se meter/criar confusão. Não ponha palavras na minha boca. Aprenda a interpretar o que as pessoas falam, e não a assumir que as pessoas são o que você imagina.

  48. Nat says:

    Obs.: A galera que alega que o Kid tem preconceito contra brasileiro não deve acompanhar o blog, porque ele cita a cada em VÁRIOS outros textos que tem orgulho de ser brasileiro, apesar dos pesares… Coisa que muita gente AQUI não tem. Eu mesma, não tenho orgulho de ser daqui muitas vezes.

    • Luizinho says:

      Tipica curitibana mesmo! ¬¬

        • Luizinho says:

          Problema que aqui em curitiba algumas pessoas(Sem generalizar) se sentem superiores a qualquer outra.
          formalidades tipicas do Bom Convivio social foram esquecidas. tem pessoas que nem lhe respondem um bom dia ou boa noite. ser atendido em algumas lojas e comprar parece que o vendedor está lhe fazendo um favor. Infinidades de coisas que todo mundo que já conhece curitiba sabe. Bela cidade, clima fechado assim como uma boa parcela da população em que vive na cidade.
          “. Eu, como a boa curitibana que sou, não tenho paciência nem pra ficar em uma sala com mais de 10 pessoas,”
          Teu comentário acima demonstra isso.

          • Nat says:

            Primeiro lugar: Eu disse que não tenho paciência, não que não gosto de ficar com mais de dez pessoas porque elas são inferiores a mim. Só não sou uma pessoa muito sociável, sou fechada. Nasci e morei em Curitiba a minha vida toda e são raríssimas as pessoas que se acham superiores aos outros. Tem que ver com que você anda, amigo. Segundo lugar: Você assumiu que eu sou daquelas que não responde as horas nem dá informações porque eu disse que era assim. Don’t jump to conclusions.Há uma grande diferença entre ser fechado e mal educado. Eu não sou mal educada a não ser que seja necessário. Terceiro lugar: Você mora em Curitiba, certo? Já saiu da cidade alguma vez? Gente mal educada existe em todo lugar. Uma vez fui para o Rio, por exemplo, lugar onde as pessoas tem fama de sociavel, e praticamente todos os vendedores foram muito mal educados comigo. Os taxistas tentavam SEMPRE me fazer pegar o caminho maior, pra pagar mais. Nem por isso vou dizer que todo mundo é mal educado ou “malandro” lá. Talvez algumas pessoas confundam o temperamento curitibano com falta de educação, mas os Curitibanos de verdade, e isso inclui aqueles que adotaram a cidade, sabem que somos fechados, mas não imbecis.

          • Nat says:

            Correção: “Segundo lugar: Você assumiu que eu sou daquelas que não responde as horas nem dá informações porque eu disse que era fechada. “

  49. Alencar says:

    É, até parece que são só os brasileiros que fazem esse tipo de coisa… Nunca ouviu falar em Hoolingans? Tenho certeza do que as coisas que eles fazem são bem piores do que essa. Comandantes de vôo fazem gestos obscenos para agentes da imigração no Brasil, o Jammie Foxx veio aqui nessa semana e teceu comentários infelizes… Enfim, esse post deveria se referir à pessoas sem educação, e não brasileiros no exterior.

    • Kid says:

      Comparar com hooligan é nivelar por baixo, né? Se não nos comportamos melhor que escória, melhor nem falar nada.

    • Wesley A. Castelluber says:

      Clap Clap amigo…Brasileiro falando mal de Brasileiro com tanta coisa errada em outros paises é o fim!

      • eric says:

        Você justificando um erro citando outro é o quê?

        Você cometeria um crime só pq outro indivíduo cometeu?

        Se sua resposta for sim então você estará assumindo papel de errado, se sua resposta for não, você apenas estará confirmando o inevitável, que seu argumento é inexistente.

        Logo de uma forma ou de outra, você estará errado.

  50. Higor says:

    Vou tomar bastante cuidado pra não ser assim quando for aí. Aliás, nem vai ser grande esforço xD.

  51. Og Fux 69 says:

    Kid usou o mesmo termo que eu geralmente uso… ”Macaquice”

    E é mesmo, puta coisa de babaca

  52. Yuri says:

    Relaxa galera, deve ter gente idiota em todo o lugar.

  53. Bruno Monteiro says:

    Puta merda, que vergonha ver isso.

  54. Rainor says:

    Há muito brasileiro babaca, que faz bagunça achando que isso é “alegria”. Mas não somos os únicos. Uma vez em Aruba, havia um bando dos EUA que faziam mais barulho que qualquer brasileiro que eu já tenha visto. Para evitar pessoas inconvenientes hoje em dia eu prefiro viajar por conta própria, sem pacotes turísticos, pois assim há menos chance de encontrar bugunceiros.

  55. Neko-san says:

    Quando vi esse vídeo eu pensei “putz,brasileiro é tudo escroto mesmo”…mas acho que dizer que TODOS são assim chega a ser injusto,afinal de contas ainda existem pessoas educadas e interessantes aqui,gente que não gosta de falta de modos e que se incomoda com o comportamento do brasileiro em geral dentro e fora do país e que tenta mudar as coisas pelo menos ao seu redor.Sou professora de uma escola de língua estrangeira e entendo como você deve se sentir(vejo universitários e gente que devia ter o mínimo de educação agirem como porcos)e isso acende a minha rage de um jeito que nem dá pra explicar.Como professora e como brasileira o mínimo que posso fazer é tentar melhorar as coisas(coisa que ultimamente parece ser cada vez mais difícil).Infelizmente não dá pra gente peneirar e escolher somente aqueles brasileiros não problemáticos e não-escrotos pra saírem do país mas dizer que todos aqui são macacos chega a ser um pouco de grosseria.Rótulos são péssimos.

    Mas em parte concordo com o que você disse,o que podemos fazer?Nos resta apenas provar por a + b à medida que o tempo passa que esse país também tem gente legal…acho mais válido gastar seu tempo nisso do que ganhando cabelo branco por causa de imbecis filhinhos de papai feito esses daí D:

  56. ML says:

    OLHA LA O QUE ACHAM DA GENTE NOS SERVERS DE GAMES !

  57. Sly says:

    A merda do mundo são os humanos, amgs. Vou pra marte, abs.

  58. Psy says:

    Você só esqueceu de dizer que os brasileiros são uns dos poucos se não os únicos que se importam em aprender a língua do país para onde eles estão indo. Quem já viu um americano aqui que sabe falar mais do que obrigado? É completamente normal você querer encontrar outras pessoas da sua nacionalidade quando viaja ou será que um espanhol ou japonês não fica feliz quando encontra outro em um país distante? O problema é por que no Brasil não existem muitos turistas mas se você pegar uma excursão pode ver como eles ficam cantando os respectivos hinos em todo lugar que vão. E quer saber I don’t give a flying fuck. Deixa os bichos se divertirem em paz e volta pra baixo da ponte

  59. Shere W. says:

    Vê o comentário que o Huni faz nesta postagem:
    http://clubenatureza-gleam.blogspot.com/2011/04/postagem-super-extraordinaria-software.html
    Tem noção disso?

  60. Tereza says:

    Eu concordo!
    Só que não gosto muito da idéia de generalizar.
    Estou a planejar minha viajem para conhecer a língua e cultura de outro país.
    Porém acho ridículo esse de atitude, temos que ter educação sempre.
    Mas tenho muitos amigos turistas e intercambistas que são super educados. Então não acho que sejam todos, pode até ser uma grande parcela.

  61. Neto.Galo says:

    Caro Kibe, ou dotô Izzy Nobre. Pra começar, todo brasileiro quando sai do Brasil fala mal dos outros brasileiros como se não mijasse no escuro na hora do aperto.
    Esse video ai foi feito durante O CARNAVAL BRAZUCA EM MADRID e não na hora do expediente de trabalho, portanto menos moralismo.
    Se fossem IRLANDESES ai sim vc ia ver o que são indios…

    Detalhe. No meio ali tinha muito espanhol se esbaldando….

  62. O pior do Brasil é o brasileiro | Putz, Que merda é essa? says:

    [...] que postei, achei esse post no Hoje é um Bom Dia. Não estou só. Ainda bem, [...]

  63. Cabron says:

    Cara…
    concordo em muitas coisas.
    Realmente, o comportamento de certos mongolóides como os do vídeo, levam a manchar a reputação do país em solo estrangeiro.
    Só não concordo em vetar os vistos para TODOS brasileiros.
    Existem brasileiros sérios, que estão apenas procurando por mais oportunidades e melhores condições de vida ao sair do país.
    Como é o meu caso… e acredito eu… os de muitas outras pessoas.
    Concordo que indivíduos estúpidos como os do vídeo deveriam ser proibidos de deixar o país.
    Nesse caso, acredito que esses imbecis são a grande maioria dos brasileiros… infelizmente…
    mas há uma minoria… e essa minoria deveria ter a chance de mostrar aos estrangeiros, que nem todos brasileiros são completos imbecis.
    Sempre acesso o site, mas não costumo comentar.
    Gosto muito dos textos, vc é realmente um cara diferente da maioria.
    Um abraço.

    Fernando.

  64. Juliana says:

    O Brasil tem uma cultura de que é bonito ser malandro e tirar vantagem da situação. Esse é o tipo de coisa que me mata de vergonha. A falta de respeito ao espaço do outro.
    Muitas vezes são coisas até bobas, como ficar ao lado certo da escada rolante do metro e deixar o outro livre pra quem quiser passar. Tem gente que tem a cara de pau de responder: não estou nem ai.
    Odeio esse tipo de coisa no meu país. Aqui você não se incomoda em atrapalhar o outro, mas crítica todos que estão no seu caminho. É sempre como se a regra se aplicasse aos outros e nunca a você.
    Toda vez que passo um tempo fora eu fico deprimida por meses quando volto pra casa.
    Eu acredito que muitos imigrantes tem uma certa identificação com os costumes do seu novo país. Seria ridículo essa ideia de “tenho que me comportar como os gringos”. Tipo: eu olho e faço igual. Acho que cada um faz o que acredita ser correto. Não é só um simples condicionamento. Afinal, eu tenho um certo desprezo por quem faz as coisas apenas para se enturmar em um grupo. Cadê a sua personalidade?
    A questão não é ser adestrado por outra cultura. O que acontece é que em outros países as pessoas tem mais educação o que permite que você tenha sua individualidade sem atrapalhar e ferir o direito do outro… não é aquela cultura de cada um por si. Estou repetitiva… tá… não sei se consegui me expressar direito, mas enfim…
    Eu nunca negaria minha nacionalidade… eu cresci no Brasil e certamente o que eu vivi aqui fez com que eu me tornasse a pessoa que eu sou… independentemente se me encaixo em um padrão de comportamento ou não, com certeza foi convivendo com tudo isso dentro do meu país que fez com minha personalidade fosse adaptativa ou não. Não excluo nada da minha vida.

  65. realmente uma atitude de merda, que pena isso. Muito lamentável.

    No entanto, como sempre tem o outro lado. Enquanto brasileiro vai infernizar as outras pessoas, muito gringo vem pra cá comer meninas de 15 anos sem punição por isso. Ou qualquer coisa do tipo. A diferença é que não há repúdio quanto à isso.

    Aí fica complicado. Tá todo mundo errado. Não dá pra partir muito dum princípio que brasileiro só que é filha da puta e ponto final…

  66. Leo says:

    Piores hóspedes que os europeus não há. Vejam o que fizeram com a África… Aquilo sim é uma bagunça. E até que era ajeitado antes dos europeus chegarem lá…

    Os americanos fizeram uma bela duma arruaça em Fallujah… e continuam fazendo por todo o Oriente Médio. Sem falar dos pobres japoneses com a visita norte-americana…

    Mas tudo bem, porque o caráter de uma nação e de um povo se mede pelo barulho que se faz: quanto menos melhor. Neste sentido, o Brasil é realmente uma desgraça. Pior que os italianos que jogam lixo nuclear no mar etíope, pior que os alemães que exportam lixo para Gana, pior que os americanos que são os maiores responsáveis pelo aquecimento global.

    Isto mesmo, o Brasil é uma desgraça!

  67. Achei a publicação preconceituosa e hipócrita; É uma benção morar no exterior? Pois que fique BEM longe do Brasil então. Não sentiremos saudades de sua boa educação, civilidade e seriedade, tenha certeza meu caro.

    Quem não tem apego à própria pátria e nenhum amor pelo próprio povo é o brasileiro -- por vezes extremamente complexado e invejoso -- lembre-se sempre.
    Seja feliz aí fora, tentando se enquadrar numa sociedade que pode até sorrir para você, mas NUNCA vai te aceitar como parte dela.

    E chame mesmo o povo brasileiro de “bando de macacos”, aí está uma postura SUPER bonita de se ver.

  68. gato says:

    esperar o quê. de alguem que se intitula “KID”???

    idade mental abaixo dos 5 anos…

  69. Felipe says:

    Os gringos são muito educados, por isso que vem sempre ao Brasil pra fazer turismo sexual com “mulheres” de 11, 12 anos (por vezes até menos). Isso que é povo educado…

  70. Ercy says:

    Nossa, deu vontade de matar de um por um…

  71. Matt says:

    me lembrou muito um episódio dos Simpsons onde o Homer fala “todo mundo é burro, menos eu”… Todo brasileiro é babaca, barulhento, escroto, burro, baderneiro, menos eu…

    E o Homer, depois de dizer que todo mundo era burro, menos ele, dormiu com o charuto aceso e tacou fogo na casa…

  72. João Ferreira says:

    Eu como ex-intercambista e como consultor de intercâmbios que também fui, concordo com tudo que você disse Izzy. Infelizmente a grande maioria dos intercambistas Brasileiros não tem consciência nenhuma da oportunidade que jogam fora, quando moram em outros países e andam com outros intercambistas brasileiros, formando essa manada de gente ignorante.

    Morei 1 ano em Newcastle (Norte da Inglaterra) e fiz questão de esquecer o Brasil por esse tempo. Tentei agir da forma mais britânica possível. Acho que consegui. Fiz grandes amigos na Inglaterra, e tenho uma mão cheia de outros espalhados pela Europa.

    O intercambista que se comporta como no vídeo, simplesmente se fecha no mundinho brasileiro dele, com os amigos brasileiros dele, falando português e ouvindo funk em festas que tem 15 Brasileiros e 1 gringo que “quer ser” brasileiro. RÍDICULO!

  73. Bruno says:

    HAHaHahhha, Portugal, Espanha, França, Itália latino americanos foi FODA! Depois ainda chamam os americanos de burros…Esse andou matando as aulas de geografia do primário.

  74. Lucas says:

    Queria saber qual o problema de jovens fazer bagunça em qualquer parte do mundo de qualquer nacionalidade?

  75. priscila brasileira c orgulho! says:

    RIDICULO ESSE COMENTARIO,O POVO BRASILEIRO E UM POVO ALEGRE E CONTAGIANTE , SOMOS OQUE SOMOS , E TEMOS ORGULHO DA NOSSA NACIONALIDADE.
    QUANTO A ESSES MEDILCRES QUE VAO PARA O EXTERIOR , E QUEREM ASSUMIR UMA POSTURA QUE NAO E GENUINA , SEM COMENTARIO VAI PASSAR O RESTO DA VIDA DELES , NO EXTERIOR SERVINDO DE CAPACHO,FINGINDO SER OQUE NAO SAO,TENTANDO ESCONDER AS ORIGENS
    PARA OS EUROPEUS , POIS SOMOS ELEITOS OS POVOS MAIS ALEGRES DO MUNDO .
    E NOS ORGULHAMOS DISSO!
    E NAO MUDAMOS NOSSA POSTURA PARA AGRADAR A NINGUEM
    INCLUSIVE QUEM FEZ ESSE COMENTARIO RIDICULO.
    SOMOS BRASILEIROS E ONDE ESTIVERMOS , TEREMOS ORGULHO DE MOSTRAR NOSSA ALEGRIA . QUE NAO E MALEFICA A NINGUEM , MUNIDO DE PAZ E UMA BOA ESPIRITUALIDADE DE FELICIDADE
    QUANTO A VC SUA INFELIZ , FICA AI NO EXTERIOR LAVANDO PRIVADA E ACHANDO QUE E A TAL!

    • carla grossi says:

      meu deus!
      ha tanto com que se envergonhar
      eX. quando as pessoas , nao somente brasileiros
      no entanto qualquer outra nacinalidade
      discriminapor simplesmete serem diferente de nos
      ou falta de humanidade do povo
      carater, amor, dgnidade etc
      issses fatos temos de nos envergonhar tanto de ver, como de fazer
      agora hooooo falta do que fazer ou comentar
      tanta coisa ruim acontecendo e vcs se preocupando
      com o barulho que as pessoas fazem quando estao em festa
      sera que e so o povo brasileiro que faz isso?
      vc nao tem doque se envergonhar nao e ?
      vai ter vergonha de ser tao radicalista
      e nao assumir suas origens .
      vai ter vergonha da miseria que o mundo esta,
      da fome , pobreza.
      deveria SENTIR VERGONHA DO QUE OS PAISES ARMAMENTISTA FAZEM
      MATANDO UMS AOS OUTROS SEM A MENOR CULPA , POR CAUSA DE TAO POUCO
      ISSO SIM E MOTIVO DE VERGONHA
      QUANTO A ATITUDE DESSES AI DO VIDEO E TANTOS OUTROS QUE FAZEM IGUAL , NAO SOMENTE NO BRASIL MAIS EM TODO O MUNDO .DENOMINO ISSO DE A MAIS PURA E SIMPLES ENPOLGACAO, UM POUCO DE EXCESSO DE BEBIDA TBEM !
      VAI CASSAR O QUE FAZER DA SUAS VIDA SEUS INFELIZES !

  76. carla grossi says:

    e qual e o sentido do seu comentario edifica em que , no que diz respeito a esse assunto ????????????????????????????

  77. pedro marcelo says:

    o brasileiro e muito mal educado mesmo,vivo nos us por 25 anos,e normalmente quando vou ao mall vejo eles falando alto,sao groceiros tanto mulher ou men,eu acho que eles pensao que esta estupida lingua e bonita nos bares a mesma coisa nao tem classe , depois nao intende por que o pais e tao atrasado,falta de educacao eo problema ,ainda carrenga esta bandeira ridicula,que quer dizer nada para os americanos, venha aqui em boston e veja, eles se comportao como no brasil.sem educacao grosseros nao sei como conseguem visto para dizer averdade vem de um pais pobre se achando que e importante,nao precisa ir muito longe para indentificar o problema do brasil, se chama educacao, enquanto o pais nao se dedicar a esse problema o brasil continuara sendo essa merda que e obrasileiro. thank you

    • Luiz says:

      Falou tudo eu estive em Nova Iorque e pude ver nas lojas,outlet e nas ruas como o brasileiro se comporta fora de seu país de origem.
      Um bando de macaquitos que adoram chamar atenção, como se quisessem falar: Vejam nós somos brasileiro, somos “felizes” pra caralho,moramos num país fuderoso !
      Com o brasil cheio de mazelas,fome,violência desmedida (moro no rio de janeiro, ja viu que sei o que estou falando né) querem mostrar um mundo(país) que não existe.

      Como diria o blog do meu “querido” “amigo”
      http://brasildemerda.wordpress.com/

      Mas nãããããão, o brasil é um país bom pra caralho…

  78. Cupcake says:

    Para nao passar tanta vergonha,ja que vc nao tem como esconder sua nacionalidade, faca como eu: Nao ande com brasileiros. Depois de 5 anos morando fora,sinceramente eu tenho e medo deles.kkkk

  79. Juliano says:

    Mas claro, como se defende uma desgraça de um povo desse que só pensa em fazer coisa errada e concorda com tudo que há de errado na face da terra? Expliquem-me…

  80. João says:

    Por mais que eu tenha vergonha de estar nesse tipo de manifestações e achar totalmente desnecessária a atitude de ficar gritando esse tipo de coisa por três minutos exaltando o que é, de onde vem e o caralho todo, acredito que isso não seja nada demais. Todo mundo faz isso em todo lugar. Deixa esse povo quieto… Quando fiz intercâmbio, todos os meus amigos ficavam exaltando a pátria, dançando “Ai se eu te pego” e coisas que eu odeio profundamente, mas nada que sair de perto por alguns minutos não resolvesse xD. Na boa, a maioria do povo que vai fazer intercâmbio etc quer se divertir e tudo mais, então nem julgo.

  81. Ana says:

    Eu tive a infelicidade de presenciar num aviao cheio de turistas europeus vindo para o Brasil a falta de respeito deles para conosco antes mesmo de pisar no solo. Enquanto em um voo de ida para sua casa eles ficavam todos em silencio e respeitavam tudo o que os comissarios falavam, nao tinham nem o direito de abrir a janela, uma pessoa tentou abrir a janela um pouquinho uma comissaria chegou e fechou bruscamente sem pedir licenca. Quando estavam vindo para o Brasil antes mesmo do aviao pousar todos se levantaram e fizeram confusao nos corredores, mesmo a comissaria implorando na lingua deles que deveriam ficar sentados e com os cintos afivelados( e se acontecesse um acidente e alguem machucasse a culpa seria de quem, de qual pais?), eu e outra brasileira ficamos chocados, o quanto a comissaria pedia silencio e eles faziam alvoraca e quando o pouco que ainda continuei ver no Brasil quando desceram no aeroporto, ficavam em qualquer lugar sentavam onde nao podiam, chegavam a trocar de roupas no saguao, nao se importando com nada e ninguem, e ainda queriam impor que falassem na lingua deles, isso e respeito? Que nome daremos a esse simples exemplo, imaginem o que fizeram em nossa terra: comeram, beberam do melhor, tiveram simpatia de todos, foram bem tratados, exploraram nossas mulheres e criancas … e ainda temos que fazer continencias a essa gente. Que absurdo!

  82. Luiz says:

    O mal do brasileiro é que ele é iludido desde criança com mentiras do tipo: “O Brasil é o paraíso, melhor país que o Brasil não tem, somos abençoados por Deus por viver no Brasil, o resto do mundo tem inveja de nós, somos o país do futuro, temos carnaval, samba e futebol etc”. Daí o brasileiro cresce achando que tá no paraíso, pois escutou isso a vida toda.

    • Ana says:

      Eu morei na Europa, em tres paises e nos E.U.A, e continuo achando o Brasil o melhor lugar do mundo para se viver(existem lugares maravilhosos no Brasil para se viver e muitos) o problema e que as pessoas se aglomeram em grandes cidades e percam a oportunidade de desenvolverem pequenos lugares, ficam se amontoando e com certeza ai os problemas se tornam maiores e as vezes impossiveis de resolver principalmente quando se espera tudo de governo, por que chega a fugir ao controle. A Educacao comeca em casa, quem tem valores bem formados no seio familiar o estudo apenas moldara o que ele tem de bom, mas se nao tiver esses valores de berco o estudo e as oportunidades apenas moldarao mais um ser maligno e maledicente. O Brasil realmente e abencoado por Deus e viver aqui e muito bom principalmente quando se e independente e nao precisa de governo para nada e se pode trabalhar pelo bem comum mesmo que seja como voluntario, nao tem preco que paga uma consciencia limpa e sentimento de dever cumprido de ter feito a sua parte, nao se importando que os outros fazem ou nao as deles, por que se todos apenas esperarem pelos outros tudo ficara parado sempre.
      Entao faca sua parte, se cada um fazer a sua, juntamos tudo e isso se tornara o todo.

  83. Victor Serafim says:

    tudo puta e viado nesta merda

  84. Eduardo says:

    Você tem inveja dos turistas e intercambistas que vão porque PODEM, e vão para gastar e passear. E você tem que ficar ai para trabalhar e tirar o emprego dos nativos. Que coisa FEIA.

  85. Ana says:

    LEIAM O BLOG “ESCRAVAS MODERNAS NOS ESTADOS UNIDOS”.

  86. Carlos Eduardo says:

    Fico me perguntando qual a imagem que um americano ou um europeu ou até de outros povos tem do Brasil: Morei 4 anos na Carolina do Norte (EUA) e um dia conversando com uma engenheira irlandesa que trabalhava comigo numa empresa de construção, ela dizia que a imagem que os homens europeus tinham do Brasil é que nas praias brasileiras o sexo é liberado, onde estas pessoas que lá visitavam regavam-se de caipirinha e alimentavam suas fantasias sexuais. E esta irlandesa ainda mostrou-me uma revista em que uma propaganda da própria EMBRATUR mostrava meninas na praia com suas bundas à mostra convidando as pessoas a visitarem o Brasil. Então vejam vocês, o que podemos falar para um estrangeiro sobre a imagem de nosso país, se o próprio governo passa uma imagem negativa e repugnante do Brasil. Segundo palavras desta irlandesa, a Copa de 2014 e as Olimpiadas de 2016 vão ser o MAIOR FESTIVAL SEXUAL DO PLANETA… Alguém tem duvida disso??? Queremos fazer o melhor para o nosso país, mas O GOVERNO JOGA CONTRA…

  87. BRASILEIRO says:

    HINO DA INDEPENDÊNCIA
    ———--
    Já podeis, da Pátria filhos,
    Ver contente a mãe gentil;
    Já raiou a liberdade
    No horizonte do Brasil.

    Brava gente brasileira!
    Longe vá… temor servil:
    Ou ficar a pátria livre
    Ou morrer pelo Brasil.

    Os grilhões que nos forjava
    Da perfídia astuto ardil…
    Houve mão mais poderosa:
    Zombou deles o Brasil.

    Brava gente brasileira!
    Longe vá… temor servil:
    Ou ficar a pátria livre
    Ou morrer pelo Brasil.

    Não temais ímpias falanges,
    Que apresentam face hostil;
    Vossos peitos, vossos braços
    São muralhas do Brasil.

    Brava gente brasileira!
    Longe vá… temor servil:
    Ou ficar a pátria livre
    Ou morrer pelo Brasil.

    Parabéns, ó brasileiro,
    Já, com garbo varonil,
    Do universo entre as nações
    Resplandece a do Brasil.

    Brava gente brasileira!
    Longe vá… temor servil:
    Ou ficar a pátria livre
    Ou morrer pelo Brasil.

  88. Carlos Eduardo says:

    O Brasil é um lixo!! Sem segurança, sem educação, sem saúde… Quando eu estava no Brasil nem em restaurante poderia ir já que um vagabundo poderia aparecer e se dizer “senhor da vida ou da morte” e o seu destino ficar na mão dele. Moro há 2 anos nos EUA e aqui tenho toda a liberdade para ir onde eu quiser inclusive em restaurantes. Temos leis e temos uma justiça eficiente e não um país cujas leis mais solta bandidos para assaltarem quantas vezes for possível. Por isso, dou as costas a este país que enquanto não investir em segurança, educação, saúde para o cidadão ter uma vida digna, sempre vai ser motivo de vergonha para todos nós!

  89. Neuro..... says:

    Eu também me envergonho dessas atitutes ”brazuca love Brazil”. É lamentável mesmo! tem muitos sem noção que declara amor a pátria 24 horas, fazendo algazarras e tentando mostrar para os ”gringos” que, Brasil é mesmo o país da alegria. Equivocados, pensam que é lindo sair gritando, e usar a cor verde e amarelo até para ir ao trabalho, um ponto de vista e que me preocupa, é que, na maioria das vezes essa pessoa foi tentar a vida em outro país, nada contra, todos tem o direito de tentar a sorte, falta entendimento, então, porque não aproveitar para aprender a cultura do país, falar fluente outra lingua, conhecer o patrimonio cultural e seguir a vida normalmente, trabalhando e buscando melhorias intelectuais.
    Agora, sair do Brasil, para escutar tche tche re re, no ultimo volume e ainda fazer algazarras…é mesmo lamentável. Uma coisa é dentro da sua casa, de maneira sutil, escutar uma musiquinha, convidar um amigo e tentar se divertir de forma sutil, pisou para fora, por gentileza, entenda que não está no Brasil, é muito cafona esse tipo de comportamento.

  90. sara says:

    Que ridículo,isso é para provar o quê?Que o brasileiro não tem educação?Gente,comportem-se,não envergonhem os outros,esse é um dos motivos que os gringos não gostam dos brasileiros.Sejam mais civilizados!!!

  91. antonio says:

    Carlos Eduardo,
    Estas coberto de razão, este brasil é uma droga. Povo sem educação, justiça lenta e corrupta, 50 mil assassinatos por ano (record mundial), floresta amazonica sendo posta abaixo, dois milhões de ações trabalhistas por ano, o cara mata e logo é solto, Maluf soltinho, Lula bilhonário…

  92. Olá Issy. Assisto seus vídeos com uma certa freqüência e sou um admirador do seu trabalho. Acredite se quiser, não tinha lido seus textos aqui no site ainda e hoje finalmente resolvi criar vergonha na cara e ler. Quero lhe dizer que gostei muito da maneira que escreve e concordo com sua opinião sobre o assunto. Parabéns pelo seu trabalho!

  93. Rebekka says:

    A respeito de turistas, intercambistas que fazem essas coisas,concordo com tudo que voce escreveu, eu também moro no exterior, mas discordo de brasileiros imigrantes que se afastam dos compatriotas só porque sao do mesmo país. Eu acho brasileiros no exterior muito desunidos, parece que um fica torcendo para o outro se ferrar, ao contrário de outros imigrantes que sao tao unidos, ajudam uns aos outros, seja com uma palavra amiga,uma visita, um telefonema,saber de uma vaga de emprego e informar ao outro, sair juntos, etc., Enfim, eu sinto uma desuniao total dos brasileiros com o outro. Amizades a gente que escolhe e no Brasil é assim também mesmo e corremos sempre o risco de um amigo nos trair, de nos decepcionar, ou depositar nossa confianca em certas pessoas e nos darem bem mal, mas ficar achando que todo brasileiro que é imigrante como a gente vai nos ferrar é meio doentio.

  94. Gustavo Nóbrega says:

    Eu sou brasileiro, sou de origem humilde, nunca morei em país estrangeiro algum, nunca saí daqui, nunca visitei país estrangeiro algum (nem tenho vontade de fazer isso, pois o Brasil tem tanta coisa bonita pra se ver), e nunca vi um intercambista de perto.
    Mas senti um grande mal-estar ao ver o Brasil ser tão esculachado pelo autor deste blog. Pensei que este blog fosse uma espécie de protesto pra salvaguardar a nossa imagem, um apoio pra auto-estima do brasileiro. O que vejo é totalmente o contrário.
    Acho que se existem brasileiros que não gostam daqui, que vão morar em outro canto, porra… Pra que ficar aqui, se não gostam daqui? Só pelo prazer de ficar insuflando na cabeça dos menos esclarecidos (que têm obrigatoriamente de morar aqui) que o Brasil não tem nada que preste?
    Ora, vai se foder Sr. Izzy Nobre de meia-tigela!

  95. Beleuchtet says:

    O vídeo está fora do ar, alguém tem uma cópia? gostaria de ver.

  96. Yuri Grecco says:

    Eu não tenho ligação com nenhuma cultura brasileira, eu não me sinto brasileiro, eu nasci no BR por mero acidente. Eu não gosto da música brasileira, não gosto do folclore brasileiro, não gosto da história brasileira, não gosto da cultura brasileira, não gosto dos eventos culturais brasileiros, não gosto de nada, não gosto de carnaval, não gosto de festa brasileira, não gosto de nada do Brasil. Não gosto de Machado de Assis, não gosto das coisas em geral do Brasil. Do Brasil, eu não quero sujeira na sola do meu tenis, a única que vc pode questionar a cultura brasileira é a comida, mas aí é pq sou acostumado a comida brasileira, mas aqui a 10km da minha casa ha um restaurante maravilhoso. Não tenho saudade de nada, me da ânsia de vomito quando piso no aeroporto de Guarulhos. Que é horrível, que é uma catástrofe. As pessoas acham a coisa mais maravilhosa do mundo. Então coisas que caracterizem o Brasil não sinto saudade. Só sinto saudade das pessoas, família e amigos.

    E uma coisa interessante as melhores cabeças estão deixando o Brasil. Fora que é balela pensar que o merdil vai ser o país do futuro, isso não reflete a sociedade, é só olhar o IDH, a educação, saúde. O país pode continuar 50 anos vai continuar a mesma merd@. Fora que patriotismo é imbecil, se eu nasci na África e ser qualificado e morar na Inglaterra, isso me faz ser covarde, além do mais que se foda o Merdil, já que os brasileiros pensam em cerveja, futebol e carnaval achando que é normal um país ter uma taxa de homícidios tão alta.

    Pra quem é bom, recomendo sair, ou se não tem grana, suícidio é a melhor opção.

  97. Gustavo Nóbrega says:

    Pode ir embora, Sr. Yuri. Pode ter certeza que não precisamos de gente como o senhor aqui. Já que o Merdil, como você disse, não presta, por que não dá o fora de vez e leva sua família todinha?
    Gozado! Diz que nasceu no Brasil por mero acidente, que não tem nada a ver com qualquer coisa que diga respeito ao Brasil… e mesmo assim escreve em português! Por que não escreve logo em inglês, francês ou alemão? Pode ter certeza que vou ficar torcendo pra que você vá pra qualquer outro canto do mundo. Se você acha que o Brasil suja suas botas, pode crer que gente como você quando cai no chão também suja a terra, seu desertor!
    Não tenho grana pra sair daqui e, mesmo que tivesse, jamais sairia. Aqui é o meu lugar, o melhor lugar do mundo pra mim, apesar dos pesares.
    Quanto à sugestão do suicídio pra quem não pode ir embora do Brasil, o que dizer? Só mesmo de um cérebro embotado, cheio de baratas e vermes venenosos como o teu poderia sair uma ideia tão tosca! Que sugestão infantil, cara! Acha que somos tão entreguistas assim pra seguirmos essa sua dica? Você deve estar pensando que aqui no Brasil só tem gente burra, mas o que dizer dessa sua recomendação, seu imbecil?
    Ora, tenha santa paciência! Vai-te embora, camarada! Vá se enforcar fora das terras brasilis pra não termos que envenenar o chão da nossa pátria enterrando um traste como você!
    Vai-te embora, desertor! Vai catar coquinho, rapaz!

  98. Victor Freire says:

    Pior é você querer muito migrar para o Canadá e saber que você faria de tudo pra permanecer lá, ter um comportamento digno de estar lá.. ou pelo menos um intercâmbio, mas não conseguir, não ter condições e ver gente que vai fazendo esse tipo de coisa, piorando a situação pra você ir como um brasileiro futuramente.

  99. Eduardo says:

    Querido Izzy Nobre, primeiramente gosto muito do seu trabalho. Mas nesse ponto terei que discordar, não podes falar que todo brasileiro é assim, existe alguns, isso é verdade, mas quando você fala que o Brasil é uma vergonha, voce esquece de citar os outros países, ja tive a experiência de um intercâmbio e sei que muitas vezes não são os brasileiros que começam a “macaquice” e existem outras mil argumentações contra seu infeliz post que estou com preguiça de citar pois odeio escrever no celular. Abraço.