Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

[ Pergunta do Dia ] Qual o seu sonho mais perturbador?

Postado em 26 September 2013 Escrito por Izzy Nobre 24 Comentários

dream

Sabe aquele momento segundos após você acordar de um sonho bem desgraçado? Quando as lembranças do sonho ainda estão fresquinhas, te deixando triste (sonhou que levou um chifre), ou com medo (sonhou com um monstro, ou que levou um chifre), ou com raiva (sonhou que estava numa briga e apanhava, ou que levou um chifre), ou simplesmente confuso porque as linhas que separam a realidade do mundo onírico ainda estão um pouco borradas — “como minha mulher podia ter me chifrado se ela está aqui do meu lado?!”

Alguns sonhos são tão perturbadores que conseguem fazer amplificar este sentimento. E este foi o meu.

Uma vez sonhei que meu pai havia construído um robô, e que nele fez download da consciência do Kevin, meu meio-irmãozinho de 7 anos do segundo casamento dele.

O robô não era muito humanóide (lembram do Johnny 5? Era por aí a pegada.) mas ele se comportava e até soava exatamente igual o meu irmão — o que era um mindfuck bizarro. A questão que eu não conseguia resolver era: o robô estaria apenas “emulando” a “programação” do meu irmãozinho, ou era agora de fato o próprio Kevin…? Seria aquele autômato uma “cópia” do meu irmão ou uma transferência plena, o que conferia ao robô a identidade do Kevin?

Eu lá naquela confusão filosófica fodida e o RoboKevin brincando, pulando, berrando nos arredores — com uma vozinha meio metálica, tipicamente robótica, mas tirando isso ele se comportava exatamente como eu sempre o vi se comportando antes dessa transferência de consciência.

Pra decidir a questão, eu precisava saber o que havia acontecido com o Kevin 1.0, o Kevin “real”. Meu pai explica então que quando a mente é transferida pra outro meio, o corpo se “desliga” por falta do sistema operacional mental do indivíduo. Peço pra ver o corpo, e meu pai me direciona a uma gaveta numa cômoda próxima.

Abro a gaveta e lá está o corpinho do Kevin, deitado em cima de um pequeno colchãozinho que meu pai colocou na gaveta. Só que tem um problema:

O corpo do moleque estava em avançado estágio de putrefação.

Aviso ao meu pai e ele vem correndo ver o defunto. Na lógica do sonho (e é curioso como faz sentido, dentro da estrutura narrativa da parada), o corpo está completamente “desligado”, e naturalmente uma das funções corporais que se desligam é o sistema imunológico. Sem ele, os inúmeros microorganismos que habitam nosso corpo comem de esmola e assim, o corpinho do pobre Kevin foi pras cucuias.

O que impossibilitava transferir a mente do garoto de volta pro seu corpo.

E aí o problema filosófico ficou ainda mais complicado — o Kevin morreu de fato, ou continua então vivendo no robô…? O que define a identidade de alguém…? A união do corpo e mente é um prerequisito da identidade? Ou seria a mente o elemento mais importante? Se consideramos que o corpo é um fator determinante na definição de vida e identidade, neste caso, meu pai teria cometido homicídio culposo do Kevin…?

Ver o corpo apodrecido do moleque foi muito chocante e eu acordei logo em seguida. Os poucos minutos que restaram do sonho foi naquele dilema filosófico relativo à natureza da identidade.

Não é coincidência que na época eu estava lendo muito sobre experimentos imaginários filosóficos como o navio de Teseu ou o Teletransportador de Parfit.

Você já teve algum sonho bem perturbador? Conte aí em detalhes!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: pergunta do dia

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

24 Comentários \o/

  1. Leandro says:

    Que horror kid, meus olhos esbugalaram quando você falou do corpo do Kevin.

    Meus sonhos mais bizarros envolviam algum monstro me perseguindo, nada muito fora do ‘comum’

  2. Vinícius Martarello says:

    A mais ou menos um mês eu sonhei que uma força me dominava e me fazia ter impulsos assassinos. Eu tentava me controlar mas não conseguia. Primeiro matei diversos amigos e colegas, e por fim comecei a matar membros de minha família, o problema era que eu não queria fazer aquilo, mas não mandava no meu corpo, só estava observando ele agir. Depois de matar meu irmão eu comecei a ter vontade de me matar para parar com aquilo, mas não conseguia fazer nada, estava extremamente angustiado e acordei enquanto ia em direção a minha mãe com uma faca na mão, não dormi mais naquela noite, fiquei muito mal, costumo esquecer rapidamente meus sonhos, mas desse eu me lembro perfeitamente.

  3. Larissa Guilger says:

    Meu sonho mais perturbador, foi ao mesmo tempo bizarro e legal… Sonhei por 3 dias a continuação de um mesmo sonho, além disso a maioria dos sonhos que lembro são sonhos lúcidos(nesse caso, conseguia ter “livre arbítrio” e tinha uma noção que estava sonhando). sonhei que num dia normal quando apareceu na tv que estava ligada uma animação estilo “ilusão de otica no youtube” e uma contagem regressiva a partir do 3. quando chegava no zero eu estava em uma dimensão diferente, algumas coisas eram como no nosso”mundo” e outras eram muito diferentes(principalmente a sociedade em si). e era como se eu na verdade fosse de lá e mus amigos daquele mundo sempre se referiam ao tempo que eu passava mundo normal como se fosse alguma doideira minha. os 3 sonhos foram basicamente eu convivendo entre um mundo e outro. virou uma rotina e sempre que estava com meus amigos num mundo começava a lembrar dos amigos no outro mundo e sempre que dormia o sonho continuava. minha familia era a mesma mas as noçoes socias eram diferentes, por exemplo: não existiam escolas mas sim grupos de estudo com umas 5 crianças/adolescentes da mesma idade que revesavam aulas com varios professores diferentes em lugares diferentes que podiam ser desde na casa de um dos alunos quanto num parque da cidade… sonhei 3 dias nesse mesmo “universo” e no quarto dia tive insonia e passei a noite inteira sem dormir e depois nunca mais tive o mesmo sonho. tive esses sonho uns 2 anos atras e vivo pensando sobre ele. é normal ter uma mini-série de sonho?rs

  4. Tais says:

    Esse sonho foi mais confuso, mas foi o seguinte: Eu sonhei que dois amigos tinham morrido, estava todo mundo triste, eu consolava a namorada de um deles. De repente eu acordo, pego o celular e procuro o nome deles no google. Um deles tinha realmente morrido, o outro estava bem. Saí desesperada pra avisar o amigo que estava bem, quando de repente eu acordo. Pego o celular e procuro o nome deles no google. Várias notícias sobre os dois (que eram famosos), mas eles estavam bem. De repente eu acordo, mas dessa vez de verdade.

  5. Gustavo C. says:

    Esse foi um dos posts mais interessantes que eu já vi!
    Há pouco tempo tive um sonho que foi o seguinte: eu estava num ônibus, sentado, e havia um menino, criança mesmo, de pé no corredor, que veio andando, parou do meu lado e puxou conversa comigo. Tinha um jeito comunicativo, extrovertido, e eu achei simpático isso. Foi fazendo perguntas sobre o meu trabalho, e eu respondendo, até que eu comecei a ouvir uns gemidos de medo, um choro contido.. Mas eu não me toquei disso imediatamente, e continuei falando com o menino. Até que caiu a ficha, e eu pensei: epa! o que é isso? de onde está vindo isso? Ergui um pouco o pescoço e olhei ao redor, então eu vi nos últimos bancos do ônibus, aqueles que são cinco assentos lado a lado junto a parede do fundo, lá eu vi um amigo meu deitado nesses bancos, e ele estava encolhido em posição fetal, com uma blusa que ele puxava cobrindo a cabeça. Eu o percebi tremendo, gemendo apavorado com alguma coisa, angustiado mesmo. Então eu tive uma lembrança da vida real: esse meu amigo morre de medo de espíritos e tudo relacionado a esse tema. Lembrei disso no sonho, e concluí: tem espírito aqui! Aí eu olhei de volta para o menino, e tive um susto foda: ele estava olhando para o meu amigo, mas seu rosto estava todo demoníaco, parecia o Chuck, boneco assassino, sorrindo! Parecia estar se divertindo com o medo do meu amigo.. Imediatamente eu percebi que aquele menino é que estava provocando aquilo, e de repente já não era mais um menino, no lugar dele eu vi um velho, sentado no chão do ônibus, curvado, com aspecto de mendigo, todo encardido, esquelético, mas continuva sendo o mesmo “ser”.. isso pareceu durar um segundo, na hora em que eu vi o menino-endemoniado-velho-esquelético eu me levantei num impulso gritando “pára com isso! pára com isso! sai daqui!!” tentando espantar ele com os braços, e nisso eu acordei com o peito disparado..

  6. Allan Ykiz says:

    Já tive um sonho mó tenso, que era perseguido e talz, acordei muito perturbado e transcrevi

    https://ykiz.wordpress.com/2012/08/14/a-loba/

  7. Tati says:

    Eu tenho um sonho desses, mas sonho desde criança, desde que me lembro, que me entendo por gente.
    O sonho é sempre o mesmo: O mundo inteiro é um trilho de trem, e no lugar dos trilhos estão as pessoas, e eu estou no chão desesperada, chorando mto, e o tempo todo que sonho isso o trem só fica chegando, nunca passa, mas só o vejo chegando. E é sempre essa agonia.
    Tenho esse sonho desde criança!

  8. Pablo Victor says:

    Cara eu sonhei que eu estava matando pessoas, decolango com uma faca, foi tão real que quando abri os olhos eu sentia a faca na mão, muito tenso.

  9. Lucky says:

    Bacana esse dilema no navio de Teseu, Izzy. Mas eu te pergunto: Vamos dizer que você tem um machado, um baratinho, do Home Depot, e você usa ele pra decepar a cabeça de um homem. Não se preocupe, ele já estava morto. Ou talvez você deva se preocupar, pois foi você que atirou nele. Então no ultimo golpe, o cabo do seu machado se quebra. Depois de dar um fim no corpo do sujeito, você procura uma loja que te vende um cabo novo pro seu machado. Meses depois, uma lesma gigante invade sua cozinha e você brande seu machado confiavel contra ela. No ultimo golpe, você acerta a perna de metal de um dos armarios e a lâmina do machado quebra. A loja te vende outra lâmina, mas quando você chega em casa, se encontra com o corpo reanimado do homem que você matou no inverno passado. Você ergue o machado e ele diz “esse é o machado que me matou”.

    Ele está certo?

  10. Thiago prado says:

    Sonhei que tinha morrido.
    Eu era o um ”espectador” oculto , do meu próprio enterro. Tudo isso ao som de uma música triste cantanda por alguém que nunca ouvi.Acordei chorando, haha.
    Eu tinha uns 5 anos, mas até hj (24 anos ) não me esqueço.

    Puta sensação estranha , acordar e não saber se vc ta vivo. Na real , penso que foi uma falha na matrix.

  11. Que bizarro seu sonho, Izzy. A parte filosófica já me intrigou tanto que comecei a escrever um livro sobre isso… Seria a mente o que nos torna humanos?
    Os primeiros capítulos estão online em: http://www.tecnoclasta.com/2011/05/25/maquina-parte-1/
    Estou no meio de um mestrado com prazo para o início do ano. Assim que a tese for aceita meu projeto é terminar este livro ainda no ano que vem.

  12. rita says:

    Esse mês tive um sonho estranho que começou assim:
    Eu acordava de manhã bem cedo com a vizinha chamando a minha mãe e dizendo que o céu estava vermelho e estranho por conta da explosão, nesse momento fiquei bastante confusa, e ao perguntar sobre aquele incidente a televisão exibiu o plantão de noticias falando sobre a explosão que destruiu grande parte da América do Norte, mas sem saber ao certo se a origem da explosão era de bombas atômicas ou um meteoro; nessa hora percebi que o mundo estava bastante confuso. E ao sair da minha cidade (do DF), eu entendi que o céu estava vermelho por ser uma consequência da explosão na América do Norte, e isso causou mudanças climáticas nunca vistas antes.

    (Esse sonho foi bastante realista e ao acordar pensei que tudo aquilo estivesse acontecendo).

  13. CCC(o legado) says:

    Kid viado, vai morrer de tanto corpo putrefado enfiado por robos com consciencia transferida enfiado no cu

  14. Denise says:

    Que pesadelo mais nerd, Izzy XD

  15. gabriel says:

    sonhar que o carro ou a moto foram roubados e acordar com a sensação que aconteceu mesmo.

    esse é bem perturbador

  16. Héber says:

    Quando eu estava na setima serie tinha uma amiga (lindíssima) que era deficiente, e usava cadeira de rodas. Ela começou a fazer um tratamento e ja começara a andar com dificuldade. Mas o problema era que suas pernas ainda estavam bem ruins. Assim que troquei de torno na escola e não a via mais. sonhei que a encontrei em um lugar insalubre e todo desgraçado, deitada em uma maca e uma maquina iria “concertar as pernas dela. Ela estava bem calma eu desesperado pq sabia que aquela maquina iria cortas as pernas dea fora. Caralho me lembro até hj do desespero tentei desligar a máquina sem sucesso, então acordei assustadasso. E o pior foi que eu nunca mai vi a garota.

  17. Leo Leghi says:

    Ótimo post…
    Sonhei que havia uma mulher com um filho, eles eram negros, minha familia os tratava muito bem, diziam que era meu filho, eles estavam sempre na minha casa, meus pais tratavam o menino como neto, eu agia com simpatia com eles, mas sempre pensava “Como pode ser meu filho? Nunca tive relações com essa mulher! Nem a conheço! Minha familia endoidou?”. Até que um dia fui leva-los em algum lugar de carro, os dois no banco de trás, aí eu questionei “Me desculpe moça, mas não consigo entender o que está havendo, não te conheço, nunca fizemos nada, quem são vocês?”… Aí pelo retrovisor eu vi que deu tipo uns relâmpagos neles e se transformaram na minha esposa e meu filho (da vida real) e ela me dizia “Ah não Leo, vai começar com essa história de novo? Somos nós!”… Conclusão: Eu era doido, rsrs…

  18. c3wdjlxucp7 says:

    Só tenho uma coisa a dizer: MALDITOS COMENTÁRIOS DO FACEBOOK.

  19. McFly says:

    Cara, leia uma trilogia chamada “Post-human Trilogy” do David Simpson. Escritor indie, falta alguma revisão no texto e definitivamente ele poderia desenvolver personagens melhor, mas essas questões são intensamente abordadas no livro.
    São livros curtos, sci-fi bem competente.

  20. LeoneRd says:

    Sonhei que após quinze anos com uma mulher, ela foi atropelada por um bêbado e morreu. Tipo, eu simplesmente sabia desses fatos, mas o que se passava no sonho era eu espacando o cara furiosamente na frente da esposa e filhas dele e depois me matando com um tiro de magnum na cabeça, sem largar o colarinho do cara, bem perto do rosto dele.

  21. Kenner says:

    Esses tempos estava tentando alguns metodos para alcançar a espetacular habilidade de sonhos lúcidos (afinal oq pode sair errado em um sonho o qual VC sabe q é um sonho ?Continuando, apó é claro adormecer sonhei que estava em um estadio (até aí OK) porém comecei a ser perseguido, acordei fui ate a cozinha tomei uma agua e dormi novamente, mas voltei o sonho de onde tinha parado, quando acordei pela segunda vez, tive a sensação de estar ouvindo vozes (não tinha certeza se estava ou não ouvindo), dormi novamente e o sonho começou a ficar cada vez mais maluco, tinha um olho vermelho que emanava brilho com tentáculos impedindo certos caminhos (coisa que eu devo ter visto em algum desses jogos em que VC deve antes matar todos os inimigos pra depois prossegui) e eu continuava sendo perseguido, até que um brother meu do capítulo DeMolay noq chamamos de XANA MÓVEL (q é sou o carro do maluco MSM) saiu dirigindo do meu lado e gritando que era tudo soh um sonho e me mandando acordar ( coisa que vinha acontecendo em diversos sonhos meus, na maioria eu tomava consciência de que eram sonhos mas n os controlava) por fim acordei e dessa vez tive certeza de ouvir vozes, defini que era novamente um sonho dormi e ao acordar era um amanhecer oq eh comum já que acordo por volta das 6 da manhã, ao sair do meu quarto e me direcionar à sala ví dois assassinos todos ( nada mto sofisticado, pareciam esses negos que combram malucos que devem pra agiotas) ao ve-los defini q tudo desde o início era sonho e que eu não tinha acordado nenhuma vez, aí a explicação das vozes, logo me direcionei à varanda, rasguwi a tela (colocada pelos moradores anteriores) me dependurei e refleti, apos alguns segundos pulei, se era um sonho não ia morrer, tive a exata sensação de queda (conheço pois ocasionalmente pulo dr bungee jump) apos realmente acordar (de madrugada, pq tinha ido dormir na tarde do dia anterior) fiqui quase uma hora circulando a casa, refletindo sobre tudo aquilo ser real ou um sonho, sobre existência e realidade e me lembrando do maldito sonho, acabei desistindo dos sonhos lúcidos DPS disso.