Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

[ Pergunta do Dia ] Você já sofreu do “efeito Tetris”?

Postado em 18 March 2014 Escrito por Izzy Nobre 21 Comentários

Não, não me refiro ao fato de que na vida seus acertos somem enquanto seus erros diminuem. O efeito Tetris a que me refiro é mais interessante e menos deprimente.

Tetris_Boxshot

Basicamente, o efeito Tetris se refere ao curioso resultado de passar longas horas jogando o clássico puzzle russo — inconscientemente, você começa a organizar mentalmente os objetos ao seu redor de acordo com a forma em que eles se encaixariam, seguindo a mecânica do jogo.

Esse é a interpretação mais restrita do termo — a incontrolável e inconsciente tetrização mental do mundo ao seu redor. Entretanto, o termo pode ser aplicado pra qualquer sequela mental temporária que resulta de uma jogatina exagerada.

Meu primeiro encontro com esse efeito foi em 1995. Eu não tinha videogame, mas vivia na locadora que ficava do outro lado da rua. Um dia, o dono da locadora (o lendário Seu Roberto, um personagem icônico da minha infância sobre o qual já comentei aqui no HBD mil vezes) começou a prática de alugar o console pra meninada levar pra casa por alguns dias. Acho que pra ficar com o videogame pelo fim de semana era 20 reais, algo assim.

Eu joguei TANTO a porra do jogo que veio com o console (Joe and Mac 2, que eu adorava naquele mês) que ao parar com o jogo pra um lanchinho rápido, reparei que minhas mãos ficavam naturalmente como se segurando um controle invisível de SNES, e meus polegares tremendo perceptivelmente — como que apertando botões imaginários.

Com a adultice, a esposa e as responsabilidades com a HBD Media,  eu não posso mais me jogar ao abandono de jogar um videogame por 17 horas seguidas — por isso, esse tipo de efeito se tornou raro na minha vida.

Até recentemente.

vicio

O screenshot que vês acima (aposto que alguns de vocês já estão dizendo “haha, já sei do que ele vai falar!” ao mesmo tempo que meneiam a cabeça positivamente com o olhinho apertado, a linguagem universal do “tou ligado nisso aí”) pertence ao jogo 2048.

É um puzzlezim bem simples: com as setas do teclado, manipule os quadradinhos a fim de que números iguais se somem ao esbarrar um com o outro. Como o título insinua, você vence ao conseguir somar quadrados a ponto de que um deles cheque ao número 2048.

Eu nem sou muito de puzzles, e minha profunda burrice (tanto matemática quanto de outros assuntos) me afasta desse tipo de joguinho. Não consigo entender o apelo de brincar de aritmética quando eu posso meter bala em vagabundo em Los Santos ou comandar uma rinha de pokemons.

Exceto que a porra desse jogo é viciante pra caralho e basta jogar UMA VEZ pra se prender irreversivelmente. Outro dia joguei por umas 5 horas parando apenas pra mijar (e isso apenas quando os meus limites renais já estavam nas alturas)

E o efeito colateral dessa porra é que eu passo a “somar” objetos do dia a dia, do mesmo jeito que somamos os quadradinhos nessa porra. Sempre que estou num congestionamento, por exemplo, fico mentalmente executando os movimentos que “somariam” os carros de mesma cor, obedecendo a metodologia da porra do joguinho. Quando você se dá conta do que está fazendo, a sensação de que foi transformando num zumbi executando comandos por puro impulso é bizarra.

Que efeitos Tetris você anda sofrendo por aí?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: pergunta do dia

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

21 Comentários \o/

  1. Diogo says:

    Ia comentar exatamente do 2048. Foram 4 dias sem dormir, fechando os olhos e vendo os número somarem, até que eu consegui finalmente o quadrinho 2048 e me livrei dessa maldição na minha vida.

  2. Eletrodoido says:

    Eu tento dar Ctrl+Z mentalmente em um tanto de coisa que faço… acho que é parecido…

  3. Babi chan says:

    Meu amigo conta que é só ficar no esquerda-baixo-direita-cima que você consegue.
    To tentando isso até hoje u.u

  4. Lucky says:

    Apesar de jogar Tetris desde moleque, eu sofri pesadamente o efeito Tetris quando comecei a jogar Tetris DS na época que comprei o meu console (devo ter jogado no multiplayer contigo umas duas vezes). Eu tava tão viciado que toda vez que olhava pra paredes de azulejos eu via bloquinhos caindo e se organizando. Eu parei de jogar porque achei que estava pirando. Depois descobri sobre esse efeito e voltei e jogar de boa convivendo com os efeitos colaterais.

  5. Vinícius Martarello says:

    Tive isso com Guitar Hero, era horrível, eu fechava os olhos e via notas vindo, olhava pra mesa e via ela vindo na minha direção como se fosse a fretboard

  6. O 2048 não me pegou pq primeiro eu conheci o Threes, que se não me engano é o pai dele, e ele é, na minha opinião, bem mais complicado que o 2048. Então só fui zerar o 2048 quando eu vi o incrível Doge 2048

    http://doge2048.com/

    Só de abrir ele aqui para colar o link quase que eu perco meu dia inteiro procastinando

  7. CCCCForever says:

    Kid viado, vai morrer com 2048 quadradinhos enfiados no cu

  8. André says:

    Isso é coisa do demonio.

  9. Eduardo says:

    Wordament causa esse efeito colateral em mim.

  10. Gustavo N. Silveirs says:

    Eu lembro que quando eu tava jogando skyrim direto, tinha vezes que eu fazia alguma merda e pensava algo como só volta o save, e depois ficava lamentando que isso n existe huahuhsuhsua

  11. felipe says:

    fiquei viciado 6348 meu recorde

  12. Sebastião Augusto Pedroso says:

    Na época eu tinha meu querido PlayStation one, estudava pela manhã e após as tarefas tanto da escola quanto de casa jogava até chegar os outros familiares para assistir televisão putz e agora!? Só depois que eles forem dormir mesmo. Já joguei tanto o Warcraft que quando fui dormir comecei a ouvir os personagens falando, em espanhol que era uma das opções de idiomas do qual tinha para o PSone ahahaha, então fechei os olhos decidido para dormir quando me deparo com a cena do jogo (pronto ahahaha além de ouvir consigo ver!!! ahahaha) realmente foram muitas noites dormindo tarde e acordando cedo, isso tudo ouvindo e vendo o jogo em todos os locais

  13. Jonas says:

    Eu tinha um planejamento para esta tarde…Eu tenho coisas para fazer… Daí você me apresenta esse jogo. Seu monstro!

  14. MatheusKS says:

    Eu fico andando pela casa “empunhando” um rifle ou outra arma de grande porte.

  15. Ma says:

    Na época em que jogava The Sims (mtooo tempo atras) tive um ‘bug’ desse em meu cérebro…no jogo, eu frequentemente adiantava os afazeres do meu sim..botava ele pra fazer um monte de coisa e pra não ficar ali olhando entediada, adiantava com o Forward do jogo…enfim…fazia tanto isso q qdo não estava jogando, me pagava entediada com alguma coisa…qualquer coisa..lavar louça, tomar banho, os comerciais da tv e me vinha em mente um impulso para dar Forward como se estivesse no The Sims oO bizarro…qdo percebia me sentia um robozinho e passei a pegar mais leve haha

  16. Sávia says:

    Ando sofrendo de um efeito tetris “bem comum” entre os jogadores de DOTA2 ou LEague of Legends, que consiste basicamente em se imaginar no jogo. Ex: alguém comenta que esta triste, vc emenda com um “poxa cara, não chora pega um blue primeiro” (eu sei que ninguém entende as “piadas”) mas existe um personagem no league of legends que usa o “choro” como ataque, mas gasta muita mana! Entao vc tem que matar o “blue buff” pra poder ter uma regeneração de mana melhor e “poder chorar”. E olha que essa é a piada mais tranquila que rola. Então é por aí. Vc fica rindo sozinha e zoando das coisas do seu cotidiano que se “encaixam” com as do jogo x.x

  17. Felipe says:

    Não somente com tetris, mas com outros jogos (em sua maioria de quebra cabeça) como Bejewed, o da navezinha do atari, guitar hero, etc…

  18. Angelo Moreira says:

    Eu não sei se o que vou contar aqui se enquadra na definição de feito tetris mas ai esta o meus relatos para serem avaliados.
    Depois de horas jogando GTA Vice City eu estava andado nas ruas do meu bairro em um momento um usuário de uma Honda Biz curvou a esquina e eu o vi como um NPC em uma daquelas motonetas tipicas do jogo, logo todo o meu redor se transformou em cenário do jogo e sem querer fazer essa historia fantástica, nessa mesma hora um helicóptero sobrevoava a rua, eu olhei para cima e em baixo do helicóptero tinha a inscrição GTA que nesse caso é a sigla para Grupo Tático Aéreo (o BOPE de São Luís MA, foi bem louco e até hoje agradeço por não ter uma arma em meu poder naquele momento, não sei o que eu poderia fazer.
    Em uma outra ocasião quando conheci Age of Empires II me apaixonei pela novidade (primeiro RTS da minha vida) então joguei aquele troço por horas seguidas. Fora do jogo eu via as bolinhas das catapultas voando a todo momento diante dos meus olhos e todo arbusto com flores vermelha se transformava em um arbusto de frutas que tem por lá.