Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

[ Pergunta do dia ] Você tem alguma fobia maluca? Eu tenho.

Postado em 26 March 2013 Escrito por Izzy Nobre 177 Comentários

Este vai ser um dos textos mais desafiadores pra escrever, porque eu terei que adicionar imagens nele SEM OLHAR PRAS IMAGENS. Ainda não sei exatamente como farei isso.

Em 1999 fui a New York com meus pais, e um dos lugares que eu mais queria visitar era o Museu de História Natural de, bem, de New York. Uma das exposições que eles tem lá é sobre fica nessa sala aqui:

Foda pra caralho, né? É uma exposição sobre vida marinha e tal. E esta aqui é uma das exibições mais impressionantes, chamada “The Squid and the Whale”

Na época, me aproximar dessa exibição causava um INACREDITÁVEL incômodo psicológico. Meus irmão estavam se inclinando pra dentro da parada (não há vidro separando a exibição dos visitantes), enquanto eu mal conseguia chegar perto dessa porra. E nunca entendi porque.

Anos mais tarde, comecei a perceber outras ocorrências dessa fobia que me parecia tão rara que eu não sabia nem qual era o nome técnico dela. Aliás, eu sempre achei que era o único com essa maluquice. E comecei recentemente a compreender melhor quando ela se manifesta.

O nome dessa fobia, eu descobri muitos anos mais tarde, é aparentemente “submechanophobia” — o medo de objetos grandes submersos. Especificamente, objetos construídos por humanos, mas em uma ocasião ou outra (como no caso de New York), o medo também ocorre com animais marinhos grandes.

Este é o tipo de imagem que desencadeia o medo:

 

 

Pra você ter uma noção de pavor irracional que estas imagens causam: para salva-las, eu abria o link OLHANDO PRA PAREDE ATRÁS DO MEU COMPUTADOR, e então cobria parte da imagem com a mão pra poder navegar o mouse de volta pra cima dela e assim salva-la.

Inclusive, estou editando este post em modo HTML, pra que as imagens não apareçam no meio do texto:

Se o tamanho das imagens estiver quebrando o layout do post eu nem vou saber, porque não pretendo jamais visualiza-lo na página.

Expliquei esse medo pros meus seguidores e eles, como gente de bem que são, de reputação ilibada e que jamais poderiam fazer mal a uma mosca, começaram a me mandar links disfarçados de imagens similares. O desgraçado mandava o link dizendo “olha esse novo rumor sobre o iPhone 6”, e quando eu clicava, PÁ, era uma imagem imensa de um navio afundado, em altíssima resolução.

E foi assim que comecei a entender melhor o medo. As fotos que causam maior impacto (no caso, fico um pouco sem ar, e sinto uma distinta sensação de arrepio, particularmente na área axilar; corro pra fechar a aba desesperadamente) são fotos em alta resolução, que enchem o monitor inteiro. E tiradas em ângulos que me fazem imaginar que eu estava lá, bem na frente da parada. E sempre mostrando objetos GRANDES debaixo dágua; alguns tentaram mandar fotos de estátuas ou carros e não dá a mesma sensação.

(Por que diabos estou dando o CÓDIGO FONTE do meu medo pra vocês? Não vou clicar mais em nenhum link que vocês me mandarem)

Jogos não causam o mesmo efeito (com exceção de Shadow of the Colossus), imagens computadorizadas também não. Tem que ser fotos reais, mostrando algo descomunalmente grande (navios), vistos bem de perto. Acho que se me jogassem na água do lado de uma porra dessas, eu teria um ataque cardíaco, tentando desesperadamente nadar pra longe o mais rápido que me fosse fisicamente possível.

Curiosamente, nos fóruns que encontrei discutindo o medo, muitas vezes vi gente falando que também achavam serem os únicos com esse medo. E não é algo muito “mainstream“, se é que podemos dar este termo a uma fobia psicológica debilitante.

Não tenho nenhuma teoria que explique o medo. Não tive nenhum trauma envolvendo navios ou o mar, não creio em reencarnação então não acho que minha alma sofreu uma morte agonizante um naufrágio. Realmente não sei o que causa o medo, e não sei porque é TÃO poderoso. Você tá compreendendo que eu estou editando o post em modo HTML pra não ter que olhar pra essas imagens…? E que quando abri uma imagem dessas sem saber do que se tratava, senti um arrepio bizarro no suvaco e minha mão até vacilou em levar o mouse pro X da aba do navegador…? É uma parada bizarra e sem explicação!

Estou me sentindo um maluco. E tu, tem algum pavor irracional também?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: pergunta do dia

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

177 Comentários \o/

  1. Eduardo says:

    Desencana kid, já procurou ajuda profissional ou nem tá afim de “se curar”? 😀

  2. Bruno Guedes says:

    Eu acho (ACHO) que tenho omatofobia, mas um caso muito específico de ter medos de olhos muito estranhos(como 50% do que o Nakayama Masaaki desenha) ou em lugares muito improváveis(tipo, paredes).

  3. ArkAD says:

    Eu tenho medo de utilizar telefones, não sei o porque disso mas é como se o fato de estar falando com alguém, ouvindo a voz mas sem estar vendo a mesma me da um pavor do caralho, meu celular mesmo só utilizo para mandar SMS

  4. Jean Guedes says:

    Kid sempre soube que você tinha problemas sérios…

  5. Julio Augusto says:

    Eu morria de medo da primeira fase aquática do Mario 64…

    Era muito grande… Tinha aquela enguia… Passaram-se ANOS antes de eu conseguir fazer qualquer coisa naquela fase….

    E a musica era tão bonita…

    • Marcelo Eduardo says:

      PUTZ CARA! EU TAMBÉM!

      Isso e tinha um navio afundado nessa fase também! Morria de medo!

    • Bianca says:

      Noooossa ainda bem que não estou sozinha nessa. Baita fase medonha! A música era legal mas parece que só tornava a fase mais traumatizante, quando eu entrava lá, ouvia o comecinho da música e o Mario caindo na água, já ficava tensa.

      • Izzy Mignot says:

        AHUhauUHAuhuHU QUE BIZARRO ISSO
        HOJE MESMO PEGUEI MINHA PRIMEIRA ESTRELA
        EVER NESSA FASE, NO EMULADOR AQUI! Mesmo que por mais de uma década tendo o jogo na mão, o medo que eu tinha de mergulhar (ou sequer olhar pra baixo) na água daquela fase era grande demais pra que eu ficasse mais que 20 segundos sem desistir e ir pra outra fase (Tanto que nunca zerei o jogo. Só agora tomei coragem).

  6. Eu tenho um bem mais comum: Altura. Mas não precisa ser muito alto (tipo 10 metros). Qualquer altura a mais me faz suar. Eu fico lento e sinto um calor da peste. Fotos também funcionam, jogos realistas funcionam. Em suma, sou um cagão completo. E eu gostei muito de te mandar a imagem dum objeto submerso, fiquei imaginando sua reação haha. Foi mal Kid XD

  7. Xapinha says:

    eu tenho medo de animais (alguns cachorros, gatos e outros casos isolados) com aparência humana.

    Por exemplo, esse personagem me causa um grande desconforto: http://ci.i.uol.com.br/filmes/g/o_gato_2003_g.jpg

    aeuhaeuhaeuh

  8. GABRIEL LACERDA says:

    Cara, vc fica desse jeito só com objetos submersos ou fora d’água tbm dá cagasso?

  9. Bruno Lima says:

    Pois é, amigo Izzy, também tenho um medo bizarramente tosco, o medo “rãs e sapos”. Isso mesmo que você sente ao se deparar com fotos de coisas imensas submersas eu sinto ao me deparar com estes anfíbios malditos.

    Fico congelado, sem reação nenhuma, e os pêlos do braço se arrepiam imediatamente, é tosco mas é verdadeiro e acho que nunca conseguirei explicar o porque dessa minha reação.

  10. Beatriz says:

    Minha fobia não é bizarra, mas eu teno pavor de elevadores. Não é claustrofobia, é pavor do elevador em si. Eu subo 80 lances de escada e se for preciso, só pra não passar na frente do elevador. No hospital que faço estágio, tem elevador adoidado, e só de passar na frente daquela merda já que causa panico, se ele estiver aberto então, já bate aquela falta de ar, quase corro e evito olhar.

  11. @Apollyoon says:

    Minha mente não conseguiu compreender sua fobia.Ela é tão diferentemente bizarra que eu não entendo.Até hoje não descobri nenhum tipo de fobia em minha pessoa tão bizarra assim

  12. Izzy, você foi o primeiro que ouvi comentar desse medo. Coisas submersas me deixam com tanto medo que se eu lembrar de cenas de filmes como Tubarão ou Titanic no meio de uma piscina funda, eu preciso sair imediatamente. Inclusive, ví o Titanic em 3D no IMax e as cenas do navio submerso me causavam arrepios.

    Não é só submerso não. Eu se estivesse naufragado e fosse ser resgatado por um navio gigante no meio do mar, eu subia de olhos fechados. Baleias me causam uma certa fascinação, acho criaturas belíssimas, mas não chegaria nem perto de uma se estivesse dentro d’água. Lí seu post com todo cuidado e passei as imagens com os olhos vesgos pra saber quando começa e termina! Relaxe que você não está sozinho!

    • Lana says:

      Eu tenho um medo muito parecido com o seu e o do Kid!

      Morro de medo de qualquer coisa que esteja submersa ou que me dê a sensação de estar embaixo d’agua pelo mesmo motivo que o Marcelo citou ali em cima.

      Pra piorar a situação, meu pai é mergulhador e me convenceu a fazer curso de mergulho pra ir com ele nos passeios. Cada exercício prático que eu tinha que fazer na piscina foram momentos de puro terror, principalmente depois que o seu instrutor te explica todos os possíveis acidentes e complicações que você pode ter na água.

      Pra piorar, quase me afoguei na prova prática final. Estava a quase 10m dentro de um lago, fui fazer um exercício de tirar o regulador (respiradouro) da boca, me desesperei e tentei subir a superfície. Se meu instrutor não tivesse me segurado, eu teria tido uma embolia pulmonar na hora.

      Hoje sou que nem o Kid, passei as fotos do post com uma puta sensação de desconforto e se me convidarem pra mergulhar, o máximo que eu vou é entrar na parte rasa da piscina =(

  13. aroldinho cara brabo vulgo Izzy says:

    Tenho dois medos um bem clássico. ALTURA.Isso começou quando eu brinquei de cavalinho na varanda do 28 andar de um prédio. E desde criança tenho o medo de imaginar o universo e nossa insignificância perante ele. que o mundo pode acabar se um asteroide mudar o percurso. Kid viado vai morrer com o titanic afundado no Reto (aboli o uso da palavra cú da frase para diminuir o Índice de palavrões ditas por aqui. Caralho, só tem merda de palavrão por aqui)

  14. kblosnack says:

    tem um lugar aqui em curitiba chamado “Ópera de arame” http://i1.trekearth.com/photos/18183/opera_de_arame_i.jpg eu NÃO CONSIGO andar naquela passarela de grade sem ficar maluco

    • Dianna says:

      Cacete, quando eu morei em Curitiba só dois lugares me deixaram realmente apavorada: esse diabo dessa ópera e a estufa do jardim botânico (http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/b/b8/Dentro_da_Estufa_do_Jardim_Bot%C3%A2nico_de_Curitiba_(4).jpg). Andar por esse caminhozinho aí me deu tanta agonia que eu só não saí correndo porque o chão estava úmido e eu fiquei com medo de me estatelar lá embaixo.

      Outra coisa que me apavora são animais que tenham menos de duas patas ou mais do que seis. Manda a barata voadora que for, mano, mas eu CONGELO na frente de uma minhoca. Ou de uma aranha. Ou de um escorpião. Ou de lacraia. Até consigo eventualmente matar/me livrar do bicho, mas não sem soltar uns gritinhos histéricos que me fazem chegar à conclusão de que se eu fosse homem eu beijaria rapazes e dançaria Lady Gaga rebolando até o chão na boate.

    • Mateus Schiontek says:

      Em Curitiba tb tem aquelas grades no centro, q parecem boeiros gigantes, não passo nessas parada de grade nem fodendo!

  15. Não tenho essa fobia, mas de fato essas imagens me causam uma certa repulsa. Mas mesmo não tendo fobia, acho que faleceria se estivesse, como o Izzy falou, no fundo do mar vendo um navio afundado. Lembro que algumas cenas de filmes que eram semelhantes a essa situação me deixavam bem apreensivos. Lembram de A.I -- Inteligência Artificial? Tem uma cena quem eles vão no fundo do mar e encontram um antigo parque de diversão totalmente submerso. Mas uma fobia em particular acho que não tenho. Abs.

  16. porkispin says:

    Abre uma, e fica olhando.
    Você SABE que não vai morrer por causa disso, e tendo isso em mente, é o suficiente pra conseguir superar. Tenho algo parecido, mas só quando eu deixo o pensamento me levar, pois me coloco dentro desses navios naufragados, tentando sair e coisa do tipo… aí bate um mini desespero. Mas a primeiro momento, nada acontece.
    Eu me sinto de forma parecida quando imagino um lugar alto, uma varanda de um prédio, coisa do tipo, pois meu pensamento vai me levando ao momento que eu me penduro no parapeito, escorrego, caio laaa do alto… e é exatamente nesse momento que o arrepio vem. O engraçado é que diveeersas vezes a minha linha de pensamento me leva inconscientemente pra esse tipo de situação.
    Mas no fim das contas, não tenho medo nenhum de altura.

  17. Israel says:

    Ah Kid, se preocuopa com isso não! Medo é uma parada extremamente pessoal e irracional! Se vc não tiver medo de fuder com tua mente e quiser tentar uma coisa radical, procura alguém pra fazer umas sessões de hipnose…rsrs
    Ah, e meu medo é bem “mainstream”: altura… até em escadas de 6 degraus, sabe essas de alumínio?
    Mas eu to perdendo aos poucos, um degrau de cada vez! =)
    Abraços!

  18. Dunha says:

    Grava um vídeo de você abrindo uma imagem dessas, para vermos se é real a parada mesmo :p

  19. IBG says:

    Tá de sacanagem, eu também tenho isso! Só que mais com animais marinhos do que mega construções.
    Mesma coisa, não suporto nem olhar pras fotos e a minha primeira lembrança desse medo se manifestando foi ver uma super estátua/chafariz de baleia, lá em Natal.

    Mano, muito bizarro/legal descobrir que você, que eu tenho acompanhado há anos, compartilha comigo essa fobia maluca 😀

  20. Lolerson says:

    Achei esse post mal ilustrado, devia ter colocado bastante fotos em alta resolução.

  21. SAndro Caiado says:

    As fotos ficaram boas no layout Izzy.
    Curioso esse tipo de medo. Eu achei essas fotos super bacanas!
    Sobre a questão de fobias, eu não gosto de montar em cavalos. Não saberia explicar o porque, mas desde criança eu nunca gostei. Gosto do animal, fico perto, mas não monto. E nunca montei, portanto nunca caí de um. Estranho essas fobias.

  22. doug says:

    Na boa, kid, eu achei que eu era a única pessoa com esse tipo de medo. Minha namorada diz que eu sou louco. No meu caso é um pavor inexplicável de animais marinhos, tipo os das fotos do museu de arte, os gigantes. Achei que eu ia morrer como o único que sofria disso! Haha XD

  23. Ivo says:

    O único que eu tenho é medo de levar choque ao mexer com instalações elétricas e eletrônicas.

    Mesmo com a chave geral desligada, ou o dispositivo fora da tomada e tendo plena consciência que é impossível levar choque, mesmo assim fico suando frio ao mexer. Não sei se considero uma fobia, já que isso não me impede de mexer nas coisas. (Já até substituí um chuveiro elétrico sem desligar a chave geral)

    Por falar nisso, uma coisa que odeio no Brasil: chuveiros elétricos. Não consigo tomar banho tranquilo usando essa merda.

  24. Ancelio says:

    “Jogos não causam o mesmo efeito (com exceção de Shadow of the Colossus)”, Kid revelando indiretamente que NUNCA zerou Shadow of the Colossus!
    Cara, eu sei o que causa essa fobia: VIADAGEM! hahaha
    Zueira… mó bizarro isso, eu não tenho nenhuma fobia pra compartilhar aqui. Aliás, eu tenho uma estranha fobia relacionada a cobras e vasos sanitários. Sempre que vou cagar eu olho se não tem uma cobra dentro e fico repetidamente olhando enquanto cago pra ver se não apareceu alguma. Isso é devido a algumas histórias que me contavam na infância de gente no interior que morria pq a cobra picou o c* delas enquanto cagavam.

    • Izzy Nobre says:

      Zerei SotC umas 4 vezes, não entendi o que você quis dizer.

      • O que exatamente causa o mesmo efeito pra você em SotC, Izzy?

      • Ancelio says:

        Me refiro ao Hydrus, cara! Como vc disse que esse efeito não acontece com jogos, com exceção de SotC, eu pensei logo de cara que estava se referindo ao Hydrus! Conseguiu enfrentá-lo numa boa?

        • Izzy Nobre says:

          Mano acho que tu tem problema de interpretação de texto, na boa.

          • Ancelio says:

            Cara, pior que eu tô lendo e relendo várias vezes e tô começando a achar que você tá certo. Devo ter algum problema com interpretação de texto mesmo. Pois pelo que entendi, o problema está em objetos grandes feitos pelo homem(navios, por exemplo, como na maioria das fotos) e submersos, porém também pode acontecer em alguns casos com grandes animais marinhos(como no caso NY). Como você disse que o problema não acontece contigo com jogos, exceto SotC, entendi que esse fosse o único jogo aonde isso se manifestasse contigo de alguma forma e deduzi que fosse justamente com o Hydrus por ser um grande animal marinho.
            .
            Juro que não tô querendo zuar e nem me fazer de desentendido, mas tô me sentindo bastante burro agora diante disso tudo. Se não for encher o saco demais, só explica o que acontece contigo e o SotC e viramos a página.

          • lone wolf says:

            Eu tb devo ter problema, porque entendi a mesma coisa que o cara. E também pensei no mesmo monstro.

        • Arthur Bárbaro says:

          Resumo: ele sente o mesmo pavor com o Hydrus, mas mesmo assim conseguiu passar dele. Só isso. =P

          De verdade mesmo, basta dizer que pra vencer o Hydrus não é necessário acompanhá-lo embaixo d’água. Você só vê ele assim (de surpresa) na hora que ele aparece inicialmente. Durante a batalha, enquanto ele está submerso, é só não olhar pra ele. E foi assim que o Izzy passou sem [muitos] problemas.

          …Mas eu gosto de pensar que ele passou do Hydrus de olhos fechados.

  25. Jéssica Marina says:

    Kid, eu morro de medo de uma parada tão ridícula, que por anos eu escondi das pessoas, até eu descobrir que era pior, porque se as pessoas não sabiam, elas também não entendiam o porque de eu sair correndo, chorando TODA VEZ que eu via uma BORBOLETA se aproximando.
    Acho que a fobia só é compreensível pra quem sente um medo absurdo de algo, os “sintomas” que descreveu são os mesmos (coração disparado; choradeira; pânico; arrepios…) de quando vejo uma borboleta perto de mim; e quanto as fotos, se tiradas de longe, não me causam repulsa nenhuma, mas as de perto, me dão um desespero gigantesco. Como você disse “Não tenho nenhuma teoria que explique o medo. Não tive nenhum trauma envolvendo borboletas (como teria?) […] Realmente não sei o que causa o medo, e não sei porque é TÃO poderoso.”
    Tiveram dois episódios que só me mostraram o quanto eu posso ficar loucamente desesperada perto desses bichos (antes de mais nada, entenda, eu sou tímida, não falo em público, não tenho acessos, evito chamar atenção, e coisas do tipo):
    -- Faz mais ou menos um mês, eu estava indo pra parada de ônibus, quando eu senti uma movimentação no meu cabelo, de relance, vi que era uma borboleta, comecei a gritar no meio da rua e chorar desesperada, não conseguia colocar a mão no cabelo pra tirar ela de lá, não conseguia parar de chorar, até que -- depois do que me parece até hoje que foi muito, muito tempo -- ela conseguiu se desembolar e saiu do meu cabelo. As pessoas na parada não entenderam o que tinha acontecido, chorei por 2 horas sozinha sem conseguir sair do lugar;
    -- Alguns dias depois disso, eu estava no trabalho -- eu gerencio a empresa da minha família, que é uma escola de reforço escolar e acompanhamento psicológico -- atendendo o pai de um aluno, quando entra pela porta uma borboleta e posa na minha cadeira, eu corri pro fundo da sala, enquanto o pai ficava me olhando sem entender nada, me encolhi no canto, chorando; a Coordenadora Pedagógica, achando que tinha acontecido algo, veio correndo ajudar, e entendeu quando viu a dita-cuja bem na minha cadeira, explicou pro pai o problema, e os dois juntos tiraram a borboleta de dentro do lugar, só depois de terem jurado que ela tinha voado para fora consegui terminar de falar com o pai -- que graças a Deus, foi compreensivo.
    O medo de borboletas se chama “moterofobia” e eu achava que era a única com isso, até descobrir artigos de pessoas com o mesmo pavor que eu. O medo vem desde a minha infância, quando eu engatinhava a minha mãe diz, que não chegava perto de flores, por achar que era a mesma coisa. Não tenho problema com os demais insetos (nem os tão temidos pelas mulheres, como as baratas), e a maioria das pessoas não compreende a aflição que elas me causam, quando eu tinha 9 anos, o meu pai me obrigou a entrar no borboletário do zoológico, eu cheguei a vomitar e chorar o resto do dia; outra vez “ganhei” de presente uma borboleta dentro de um vidro de azeitonas. Frequentemente, acham que o medo é frescura; as pessoas mais próximas de mim hoje entendem melhor o que eu sinto. Será que o meu pavor é tão irracional quanto o seu? kkk’

    • Mateus Antonio Bittencourt says:

      Nossa!!! Tipo eu sei que existem fobias desse tipo, mas meu cérebro não consegue comprender como alguém pode ficar tão apavorado com uma borboleta a esse ponto.

      Não to falando que eu acho que é frescura, nem nada do gênero, eu sei que existe e que é sério. Mas biologicamente falando, o medo é usado para preparar o corpo para fugir do perigo, ou combater o perigo. Uma fobia faz exatamente o contrario, você fica com tanto medo que não consegue fugir nem combater.

      Esse medo estremo que eu não consigo comprender, pra mim é como tentar imaginar uma nova cor.

      • Jéssica Marina says:

        Matheus, acho que é aquilo que eu disse “a fobia só é compreensível pra quem sente”, acho que é meio insano pensar nisso, mas tem gente que tem fobia de papel higiênico -- por exemplo -, isso não é compreensível pra mim, quero dizer, eu entendo a aflição daquela pessoa com o objeto, mas não o que causa. Vi uma psicóloga falar uma vez que o medo de borboletas normalmente é causado pelo fato de uma ter posado na pessoa quando ela era bebê, mas a minha mãe diz que isso nunca aconteceu.
        Acho que é diferente pra cada um, eu não tenho uma explicação racional pro medo, eu só sei que é horrível, que eu tenho a capacidade de ver uma borboleta a centenas de metros enquanto ela se aproxima, quando ninguém mais vê e que quando eu falo isso pras pessoas normalmente elas querem que eu consiga dizer um motivo para isso, mas eu simplesmente não tenho. :/

    • Letícia Sartori says:

      Medo de Borboletas provavelmente é uma coisa bem mais comum do que as pessoas pensam. Tenho 3 amigas que realmente morrem de pavor dessas coisinhas aladas. Uma “tia” minha, que hoje tem 32 anos, e também tem uma super fobia de borboletas sempre conta que quando ela era adolescente o irmão mais velho dela levou ela em um borboletário e a trancou lá dentro. A minha tia desmaiou de tanto pavor, tiveram que chamar uma ambulância pra reanima-la e ela ficou BEM estressada com o irmão por um bom tempo.

      • Jéssica Marina says:

        Letícia, eu nunca conheci NINGUÉM com isso, as únicas pessoas que já vi com o mesmo medo que eu, foram todas na internet. Antes disso, eu achava que eu era a única pessoa com esse medo. Coitada da sua tia, eu não sei porque as pessoas fazem isso, não sei que tipo de superioridade elas acreditam que tenham por terem medos “comuns”, não sei porque acham que o medo de baratas, cobras e ratos seja maior que o medo de borboletas, ou mais compreensível.

        • Arthur Bárbaro says:

          Um amigo meu me contou uma história de uma amiga dele que tinha medo de baratas, até ter que ir morar por um tempo num lugar cheio de baratas o tempo todo, aí ela acabou perdendo o medo.
          Aí está a diferença: isso que ela tinha era só o medo “comum”, não uma fobia realmente (até onde entendo).
          É isso que essas pessoas estão tentando fazer: tratamento de choque. Não sei se isso funciona em alguns casos (ainda mais assim, mal-feito), mas certamente é um problema quando acontece com alguém com uma fobia real. De qualquer modo é uma forma bem cruel… o que é meio triste, considerando que muitas vezes a pessoa estava mesmo bem-intencionada.

          • Jéssica Marina says:

            Arthur, o tratamento para a fobia é sempre exposição. Eu nunca acreditei que desse certo, a minha madrinha, como psicóloga, quer muito que eu faça, mas eu não vejo motivo pra isso, vai ser algo que vai me faze sofrer horrores por uma coisa que eu não sou obrigada a manter contato, entende? É claro que a fobia atrapalha a vida, mas no meu caso -- ou no do Kid, por exemplo -- não vejo motivo para o tratamento.

  26. dani says:

    No filme “The Squid and the Whale” o personagem também tem medo dessa ‘estátua’ da lula e a baleia!

  27. Carlos says:

    Tenho EXATAMENTE a mesma fobia que o sr, Izzy. Inclusive me encontrei na mesma situação desesperadora ao me deparar com a estátua da lula com a baleia.

    Descobri o medo numa exposição sobre o fundo do mar feita aqui no Rio de Janeiro, cuja entrada era a boca de uma baleia. É claro que esperneei (na época devia ter papo de 6 anos) até convencer minha mãe de que não estávamos seguros naquele lugar. Entramos pela porta lateral mas nada adiantou, pois o lugar era todo escuro, com nichos contendo réplicas de animais marinhos em luz baixa, num esquema bem parecido com o do Museum of Natural History. Porra, negócio foi traumático.

    Aí já mais crescido, quando visitei NY pela primeira vez, minha namorada ficou até com receio da minha reação ao ver a baleia gigantesca do museu, sabendo do meu medo e tudo mais, mas acabou que foi tranquilo. Achei meio bizarro quando vi, mas dei uma respiradinha e fui fundo. Só que ninguém me avisou que teria outra, então a estátua perto da escada me pegou de surpresa e me CONGELOU completamente. Puta que pariu, me dá aflição só de lembrar.

    Bom saber que não sou o único louco.

  28. Ellen Pavesi says:

    tenho fobia de palhaços, desde que me entendo por gente sinto os seguintes sintomas quando vejo um: calafrios, coração acelerado, mãos suando, falta de ar e em casos extremos posso chegar a desmaiar, e isso não acontece somente com o palhaço real, tbm acontece com fotos, desenhos e coisas do tipo. pra vcs entenderem a gravidade da situação eu já trabalhei no Mc Donald’s e naquela parte com mesinhas e cadeiras infantis tinha um poster do Ronald McDonald em tamanho real, eu simplesmente me recusava a passar o esfregão naquela parte, e quando inevitavelmente precisava passar por lá o fazia com a cabeça baixa sem olhar pro poster do dito cujo e apressando os passos, e uma vez uns colegas meus quiseram me zoar e colocaram um video de um trecho do filme It Obra prima do medo, acreditem ou não, a crise de panico foi tão grande que eu desmaiei e até hoje esses FDP’s se sentem culpados por isso.

  29. mhgdocarmo@hotmail.com says:

    HAHAHAHA. Meu deus, Izzy, que fobia estranha! :O
    Se bem que eu entendo porque eu tenho…é…hidrofobia? Eu tenho medo de água. Piscinas, rios, e principalmente o MAR. Criaturas marinhas também me causam um pavor inexplicável. (Até pior que o meu medo de aranhas)
    Vivo tendo pesadelos sobre filmes de terror, assassinatos, tiroteios e amo esses sonhos. No dia em que sonho que estou no mar, acordo no meio da noite e não durmo mais…

  30. Marcos says:

    Só o tradicional medo de aranhas.

  31. Yan says:

    Izzy, vc n sabe o que está perdendo… eu mergulho com meu pai há 3 anos (meu pai ja mergulha há mais de 20) e a melhor coisa eh mergulhar em naufrágios. Ano passado fui em bonaire, que fica no caribe e tive um dos meus melhores mergulhos até hoje no navio hilma hooker e thousand steps. é realmente uma experiência muito boa. Se um dia vc superar esse medo, recomendo muito vc mergulhar com um instrutor qualificado… aposto que sua mulher iria adorar também.

  32. Lucas Fagundes says:

    Eu também tenho esse medo, mas meu medo é mais focado em baleias, tenho um medo inacreditável desses bichos, quando eu vou pra praia andar de caiaque e passo por cima de uma pedra gigante, eu não posso olhar pra baixo pra ver a macha preta, se não eu me desespero muuuito. É legal saber que mais gente partilha esse mesmo medo idiota, hahahaha, valeu Izzy, continue com seu trabalho!

  33. Marcelo says:

    medo eu não tenho, mas eu sinto uma agonia muito grande quando vejo alguma coisa cheia de buraco.. acho q chama tripofobia. PUTA Q AGONIA VONTADE DE ME RASGAR rsrs um dia desses tava jogando GOW ascension e tem uma mulher q é cheia de uns defeitos tipo uns buracos no peito (não no seio, no peito mesmo, aquela parte central mais em cima) e simplesmente saem MOSCAS VERDES DAQUELA PORRA, e como se não bastasse depois essas moscas penetram um braço gigante q tem a mesma especie de buracos. você tá é louco, não aguento ver aquilo de novo não, agoniante demais.

    • Patrícia says:

      Eu sou igual! Odeio coisas cheias de buraquinhos, me dá uma agonia que não sei explicar. Até quando eu vejo raiz de lótus, essas coisas, me dá uma afliçãozinha hahaha. É horrível, dá uma sensação muito estranha. Só de imaginar essa cena desse jogo que você falou já me arrepiei toda de aflição.

    • Kauê says:

      Não sou o único maluco!
      Só de ler “raiz de lótus” já me cocei aqui.
      O pior é uma foto que circula na internet de uma mulher com fungo no mamilo, que fica cheio de buraquinhos. Agonia só de pensar.

    • Vivianne says:

      também tenho essa parada e sempre faço um google search e mostro pras pessoas, já descobri várias que tem o mesmo pânico. só de ler seus comentários sobre isso já sinto um nervoso absurdo…

  34. BrunoHe says:

    Quando eu era pequeno tomei choque ligando o chuveiro, agora só ligo se tiver algo protegendo a mão, como uma toalha ou algo assim.

  35. octhavio says:

    Eu tenho pavor de lugares pequenos com a porta aberta. Não consigo ficar em paz em um quarto de porta aberta. O pavor é catalizado exponencialmente com portas entreabertas (frestas).In addition, tenho MEDO de tudo que voa. Se vier um passarinho, por mais bonitinho e cutecute que seja, em minha direção, eu saio correndo.
    Welcome to the freak show

  36. Lucky says:

    Meu medo é parecido com o da Jéssica Marina, que comentou acima, só que com mariposas.

  37. Tenho pavor de insetos , nao interessa se é uma joaninha , um besouro , um mosquito , uma barata , uma borboleta, aranhas e etc. Um dia eu estava no banheiro e vi uma lacraia ,é um inseto horroroso porem inofensivo , eu sai do banheiro tremendo de medo , fiquei sem ir no banheiro uma semana.. Quando eu veio teias de aranha eu já começo a suar de medo e ficar vermelho. E tambem só de falar nos insetos eu já sinto formigas andando em mim. É aterrorisante

    • Adilcemar says:

      Eu tenho um medo DEMONÍACO de lacraias… tenho os mesmos sintomas, não posso ver nem foto. Se alguém já viu King Kong (o mais novo), (to me arrepiando só de escrever e ter que lembrar) tem em tamanho colossal. Minha namorada, hoje minha esposa que me confortou no momento…
      Qndo aparece uma aki eu saio da onde estiver correndo, já cheguei a desmaiar quando uma subiu a minha perna… eu fiquei com nojo, raiva… sei lá, da minha perna! Minha esposa me conteve pois passou pela minha cabeça cortar a perna, juro!

      Sou um homem de 35 anos, casado, e morro de vergonha quando um epsódio desses acontece, pois eu não consigo me conter, esteja onde estiver! Eu queria ver se alguém tem o mesmo medo deste animal desgraçado que escrevi o nome uma vez só!

      OBS: Eu nem falo o nome desse bicho, pois sempre que falo passa alguns dias eu o encontro!

  38. Aline says:

    TRIPOFOBIA.

    Jesus, te odeio pra sempre por me fazer procurar isso, agora essas imagens e o arrepio nunca mais sairão de mim.

  39. Marcelo says:

    O fato de você crer ou não em reencarnação não exclui essa possível explicação. Independente da nossa crença se as múltiplas existências forem uma Lei Natural, todos nós reencarnaremos Espíritas, Evangélicos e Ateus.

    Nossas vidas passadas (assim como nossa infância) deixam marcas (traumas e recalques).

  40. Diego says:

    Tenho medo de cagar, quando a bosta está querendo se ejetar, tranco a porta com todas as forças que o meu gordo corpo pode exercer. Se for preciso costurar o rabo, costuro. Não me pergunte porque.

    E quando vou cagar, é um sofrimento do caralho.

  41. Bruno Wingerter says:

    Tenho uma certa agonia com a figura de humanoides-avez

  42. Samuel says:

    Que eu saiba (e lembrando que eu não tenho nenhuma instrução formal sobre o assunto), esse medo irracional/incontrolável com reação de desconforto físico é o que realmente se chama de fobia. Tenho impressão de que muitas pessoas usam esse termo de maneira exagerada.

    Fico feliz que você tenha descoberto exatamente o que te acomete, pelo menos isso deve ser um alívio.

  43. Luis Felipe says:

    Fobia bizarra? Deixa eu pensar em algo…
    É um medo bem especifico mesmo, assim, só uma coisa me causa estranha causa um terror gigante em mim, a ponto de tremer, ter arrepios e tals. A música tema do Arquivo X!
    Minha Nossa Senhora, a música tema do Arquivo X tem o poder de fazer eu ter pesadelos. Uma vez estava sozinho em casa, mexendo no notebook e pesquisando sobre sites de ufologia -- tenho interesse no tema -, acessei um site e a merda do site começou a tocar a música automaticamente! Eu fechei a janela na mesma hora, meu coração estava a 1000 km/h.
    Caso não saiba qual é a música, é essa aqui:
    rel="nofollow"> (Consegui pegar o link antes do vídeo carregar, pq se a música tocasse, não daria pra pegar o link não).

  44. Sandro Caiado says:

    Uma outra situação que me dá agonia é aquela sirene altíssima dos Bombeiros!

  45. Diones Reis says:

    Izzy, no seu caso, a sua fobia envolveria porta-aviões?
    É que em Nova York, está ancorado o museu porta-aviões USS Intrepid, e a parada é impressionante pra quem chega para visitação.
    Digo isto por experiência própria, pois é impressionante a visão de um porta-aviões.

    Caso não seja o seu caso, fica a dica para uma futura visita, pois lá tem vários aviões, incluído o Concorde, a Enterprise (o ônibus espacial ¬¬ ) para visitação.
    Maiores informações.
    http://www.intrepidmuseum.org/

  46. JB says:

    Cara, hoje em dia acho que só um pouco, mas quando pequeno tinha fobia de coisas aeradas. Lembro de ter próximo de casa um degrau de desnível entre uma calçada e outra que tinha uma aparência de “bolhas” esburacadas no cimento, saca? Tipo um suflair partido ao meio feito de cimento. Pois é, passava ali e aquilo me dava uma angústia no peito que me fazia trincar os dentes.
    Não lembro se isso se aplicava a outras coisas, como os próprios chocolates aerados, mas acho que não.
    Bem, acho que é só isso. Isso e baratas. Não sei o código social das baratas. Se mato elas espatifando-as ou chuto elas meio de lado, tentando a sorte de virá-las de cabeça pra baixo. Tenho gastura de tocá-las ou ser tocado por elas.
    E isso consiste no contrário do que sinto por filhotes de lagartixas, os quais sempre preciso tocar quando vejo.

  47. Givanildo says:

    me cago de medo de morcegos, não consigo atacar nenhum q entre pela janela, me abaixo na hora.
    Já matei rato do tamanho de um cavalo, mas morcego eu não consigo encarar.

  48. Victor Hugo says:

    tenho muitos desde altura e tipo não é lugares muito altos tipo o segundo andar de uma casa ou até locais um pouco mais baixos quanto mais proximo da beira do lugar pior eu fico e tipo se eu tiver perto da beira de um lugar a uma altura razoavel sinta uma vontade louca de me jogar e as vezes parece que todo o local até o ponto onde eu estiver vai cair, também tenho medo de cachorros mais este tem se manisfestado cada vez menos e é qualquer tipo de cachorro grande, pequeno, de todas as raças e aparencias, claro que quanto maior e mais perto pior, como na minha escola tem um cachorro que por algum motivo gosta de mim mesmo eu odiando ele pelo simples fato de ser um cachorro eu acho que estou me livrando desta fobia.

  49. Lucas. says:

    Tenho verdadeiro cagaço de pessoas vestindo máscaras antropomorfas. Nem precisa ser necessariamente uma máscara, uma pessoa com o rosto pintado já é o suficiente para eu cair em posição fetal chorando. Palhaços então nem se fala. Hoje controlo mais esse medo, mas há alguns anos atrás só de ver um palhaço de relance já me rendia um estado de semi-catatonia. E mais uma coisa: NUNCA conte seus medos bizarros para outrem. Um desgraçado, exu-sem-luz dos infernos, ciente do meu medo, enviou-me um link disfarçado. – É aquele site batuta que te falei – disse o filho duma égua, eu ingenuamente acreditei e me deparei com um dos momentos mais traumáticos da minha vida: o palhaço serial-killer. Digo apenas que fiquei quase uma semana sem dormir direito, graças aos pesadelos com este ser corrupto com maquiagem branca na cara. Não procurem por esse tal palhaço, é melhor para todos.

  50. Carol says:

    Sobre essas fobias, eu tenho um medo incontrolável de ABELHAS. Não consigo comer mel, por associação, e as cores preta e amarela, combinadas na padronagem típica delas, faz com que eu tenha um desconforto na base da nuca. O zumbido característico, ainda que não seja produzido por nenhum tipo de inseto, inclusive elas, me causa uma ansiedade tremenda.
    Essa fobia tem explicação. O colégio onde eu estudei do C.A. até a quarta-série tinha um sério problema com infestação de abelhas. Ao longo dos anos, vendo essas malditas diariamente, fui criando um certo medo, que se transformou em pavor quando essas desgraçadas atacaram a perna de uma amiga minha por RAZÃO NENHUMA; como estávamos sentadas juntas, observei ferrão por ferrão sendo enterrado na perna dela e fiquei completamente paralisada, pelo choque, e só consegui sair de lá arrastada -- eu simplesmente não conseguia me mover, travei totalmente.
    Recentemente, a curiosidade me fez testar se tinha algum tipo de alergia ao ferrão, ou a elas em si. Não me surpreendeu muito pelo resultado ser positivo, e contei o caso todo para a alergista. Por incrível que pareça, ela me contou que algumas alergias são desenvolvidas por TRAUMA -- ou seja, exatamente o que as polinizadoras me causaram.
    De resto, nada me afeta muito.

  51. Não sei se é exatamente uma fobia, mas tenho um certo pavor, às vezes enorme, de passar em determinados lugares quando completamente escuros (como o quintal de minha casa).
    É algo como se eu me sentisse sendo observado por algo na penumbra. (Shadow people?)
    Mas no meu caso eu um dia me automandeiamimmesmo pra puta que o pariu e me sentei no meio do quintal até o pavor passar.
    Funcionou um bocado…

  52. Felipe Leonidas says:

    Tenho cinofobia, medo de cães.

  53. Nelissa says:

    Bem, eu tenho aracnofobia e escorpiofobia. Até aí parece normal pq PORRA ESSES BICHOS MATAM.
    Mas eu cheguei a um ponto que sempre que vou usar o banheiro, olho repetidas vezes pro vaso e fico suando e tremendo achando que vai vir um escorpião picar minha bunda. hueeuheuh

  54. Carol says:

    Eu não sei se é a mesma coisa mas sinto pavor quando vejo fotos como essa da baleia e da lula. Até quando vou em piscinas fico apreensiva procurando por tubarões. Porém, objetos submersos nem tanto. Mas ein, tem fobia pra tudo.

  55. CCCC says:

    Kid viado, vai morrer de tanto navi no cu(não sou o original, mas sdds dele)

  56. Daniel Vila Nova says:

    Não sei se chega a ser uma fobia, mas eu tenho um medo IRRACIONAL de água em video-game. Precisa ser 3D. E eu consigo jogar(portanto acho que não é uma fobia), mas eu preciso de um tempo para me acostumar a ideia de que eu vou jogar debaixo d’água. Quando eu sou pego de surpresa, geralmente travo e desligo o video-game no ato. Sem titubear.
    Perdi vários saves assim.
    God Of War(acho que é o um) foi o jogo mais difícil pra mim por esse motivo. Demorei eras pra passar no templo de Poseidon. UAHEUUAEUEAUAEUAEHU

  57. Ligia says:

    Eu tenho esse nível de medo de aranhas. Não olho para imagens nem encosto em fotos e figuras de aranhas.

    Também tenho um puta desconforto com cadáveres. No velório do meu avô, cheguei perto do caixão apenas acompanhada, e só uma vez me aproximei sozinha, de madrugada, mas saí rapidinho. Me dá um cagaço gigantesco de corpo em caixão (mas nesses casos, não fico com agonia ao ver fotos).

  58. Satanico No says:

    Muito legal, só que não!

  59. eu mesmo says:

    Sofro de PLANTAODAGLOBOFOBIA.

  60. Bianca says:

    Izzy, desde os quatorze anos sofro de Pnigofobia, que é a fobia de parar de respirar. É torturante. Eu estou tranquila em um momento e no seguinte eu decido prestar atenção na minha respiração pra saber se eu continuo respirando e como estou prestando atenção, não consigo respirar direito e entro em pânico por achar que vou morrer sem ar. Isso acontece especialmente antes de dormir, porque eu acho que vou morrer dormindo. Até os 17 anos eu precisava tomar remédios para dormir ou ir no médico de madrugada para que ele me dissesse que estava tudo bem comigo…
    Alguém mais aqui sofre disso?

    • Gabriel says:

      Eu tinha esse medo até +/- os 12 anos, mas hj em dia ainda tenho problema com esse negocio de “respiração manual”.

  61. Elson says:

    Cara, eu tenho esse medo também. Foi ver as fotos da exposição e começou um arrepio, quando vi os navios, comecei a correr o mouse até onde só tivesse texto.

    Comecei a perceber a fobia assistindo Náufrago, onde a cena em que a baleia passa perto dele me incomodava muito.

  62. Paulo Montenegro says:

    Te entendo perfeitamente, eu tenho a mesma fobia, porém ela se manifesta com qualquer animal marinho, não importa o tamanho.

    Pesquisando, descobri se tratar de ictiofobia (medo de animais marinhos), porém objetos naufragados causam a mesma sensação, devido ao seu post descobri que tenho na verdade, duas fobias.

    Sei exatamente como você se sente, eu sempre aviso os meus amigos da fobia, justamente por causa do pavor incontrolável, chego a ter pesadelos por diversas noites seguidas depois da “exposição”.

    Não faço idéia de onde surgiu também, desde que me conheço por gente, sempre tive medo, e não tenho nenhuma intenção de tentar tratar em um futuro breve, sei que o tratamento psicológico envolve contato direto (tipo segurar um peixe na mão)

    To fora mesmo

  63. Lucas says:

    Kid, brother, então jamais assista The Life of Pi. Tem uma cena nesse filme que até eu, que não tenho essa fobia, fiquei meio apavorado quando tava assistindo, que é justamente uma cena do protagonista olhando de baixo d’água um navio gigantesco afundando.
    Se eu fiquei meio cabreiro assistindo (e até que é uma cena bonita plasticamente), imagina você! Hahaha.

  64. Rodrigo says:

    Tenho que admitir que algumas das fotos das quais você sente medo, como a 5ª do post, são um pouco perturbadoras para mim também, mas, pelo que você descreveu, esse meu incômodo nem se compara ao que você sente.
    Até onde me conheço não tenho fobias. Num período considerável da minha infância (mais ou menos entre os 9 e os 10) eu tive uma mais ou menos comum, que é a fobia da (minha) morte. Foi bastante tenso, problemas para dormir e tal. Por sorte superei-a absolutamente =)

  65. David says:

    Izzy, curioso é no Havaí, em Pearl Harbor, especificamente. O encouraçado USS Arizona naufragou bem próximo do cais quando os japoneses atacaram Pearl Harbor na Segunda Guerra Mundial.

    Até hoje, o USS Arizona está lá e construíram um memorial a ele bem em cima do seus destroços. Deve ser extremamente desconfortável você visitar um lugar construído exatamente em cima de um navio afundado, que por sua vez, está bem próximo da superfície, ou seja, você consegue ver claramente todo o casco do navio submerso. Não vou colocar o link da foto aérea do lugar por causa da sua fobia (quem tiver curiosidade, cate no Google).

  66. Camila says:

    Eu tenho medo de usar o sanitário.
    Quando pequena, eu vi um filme do qual não lembro o nome e nem a história direito, mas acho que tinha algum tipo de monstro no esgoto (?). Há uma cena em que uma mulher senta no vaso e simplesmente o monstro entra por AQUELE LUGAR e sai pela cabeça, eu acho. Não sei, não tenho certeza, mas sempre fico ressabiada usando o vaso e faço tudo o mais rápido possível. Ficar perto dele não tem problema, mas sentar me desperta um pânico sinistro.

  67. Leonardo says:

    Izzy, partilho do seu medo e vou um pouco mais além, tenho megalofobia, medo de coisas grandes.
    Navios, aviões, arranha-céus, animais marinhos gigantes (até o lendário Kraken)…
    Uma vez jogando bola na praia a noite, chutaram a bola pra longe e eu fui buscar. Peguei a bola, olhei em volta, barulho do mar e escuridão. Corri daquilo como jamais corri de algo na vida, fiquei apavorado.

    Outra coisa curiosa, lá pra 2005 quando eu viajava no Google Earth, sentia um pavor tremendo de fazer viagens longas (estar olhando algum lugar da América, trocar pra Europa e ver o globo girando). Era como se eu tivesse o planeta nas mãos, e aquilo me dava arrepios.

  68. Silvio says:

    Eu tenho um medo que, duvido, alguém teráigual : MORRO de medo de husky siberiano. Eu não sei pq, mas o jeito deles, o modo como eles andam, a cara, os dentes, tudo me dá medo nesse cachorro. É a única raça que provoca isso, nunca entendi pq. Eu tenho medo até de pensar num husky, é muito esquisito

  69. Letícia Sartori says:

    Não acho que o meu medo possa ser considerado uma fobia já que além de um desconforto bizarro pra caramba não causa nenhum outro sintoma. Mas eu odeio ficar nadando no meio de rios. E como morei um tempo no MT ir passear de barco e o pessoal resolver parar a lancha e nadar no meio do rio era super normal. Eu fico pensando que um peixe gigantesco vai surgir do nada e me arrastar/matar/morder ou sei lá o que. Ou jacarés, piranhas, primatas e qualquer outro animal bizarro que possa ter no fundo de um rio gigantesco no meio do Pantanal.
    Outro medo meio bizarro é: Eu MORRO DE MEDO de dar descarga e ficar dentro do banheiro. Não tanto se eu estiver com outras pessoas, mas se estou sozinha eu ~termino~ o que eu estiver fazendo no banheiro e tenho um super plano de ação em que eu dou descarga e abro a porta(já destrancada) na maior velocidade possível e saio do banheiro antes mesmo do barulho ter terminado. Não tenho nem ideia de quando isso começou mas desde pequena sou assim. Bem ilógico 😛

  70. Raid says:

    Kid, hahahaha, não se se vai acreditar, mas tenho o mesmo problema. Me incomoda demais, ver imagens de naufrágios, principalmente fotos velhas. Aquele documentário do Cameron, sobre o Titanic, não vi. Me incomoda não só a imagem da coisa afundada, como também quando entram nos corredores do objeto naufragado, tudo boiando e aquela escuridão.

    Dá até frio na espinha.

    Documentários mostrando cachalotes na escuridão do fundo do mar? Não, obrigado. O Segredo do Abismo é outro filme que me causa certo desconforto.

    Aquele Open Water? Isso sim é filme de terror. Imagina você boiando em alto mar, sozinho, naquele breu. E eu nunca entendi também porque dessa fobia, nunca tive problemas marítimos, nada.

    Mas tem uma exceção estranha. A foto daquele zepelim, Hindemburg, pegando fogo. Não é no fundo do mar, mas me causa a mesmíssima sensação desconfortável.

  71. Ambient Works says:

    Não tenho fobias, mas quando criança tinha pavor de palhços. Especialmente do palhaço da MC’donalds. Imagine o seguinte, você acabou de acorda está passando seus desenhos favoritos e vem a propaganda com aquele palhaço fdp amarelo,vermelho e branco na tua TV…eu corria até pra minha mãe chorando hahaha. Acho que não fui num mc donalds por anos…

    Tive durante um tempo também pavor de atender telefones, tudo culpa do filme “O chamado”. Fiquei quase 3 meses sem atender telefone e mesmo quando voltei fiquei receoso. Não vejo esse filme de forma alguma.

    E minha irmã tem pavor de coelhos gigantes, descobri na páscoa do ano passado no shopping quando alguns caras vestido de coelho estavam distribuindo doces…admito que ri.

  72. Yuki says:

    Eu tenho certos problemas com construções gigantescas, medo de passar sobra aquelas grades no chão na AV. Paulista.. me dá arrepio de olhar pra baixo e ver que num vejo porra nenhuma!!

    Dutos gigantes, hélices gigantes.. Hidrelétricas nem pensar.. dá uma sensação inexplicável, de acordo com pesadelos que já tive em situações assim, se eu caísse em algum lugar que tivesse alguma dessas características eu infartaria..

  73. @leosaal says:

    tu deve ter pirado no filme Life of Pi quando o navio está totalmente submerso.

  74. Ana Carolina says:

    Olha, eu não me lembro de nenhuma fobia estranha, mas conheci uma garota que desde pequena tem um panico incontrolável quando vê aqueles bonequinhos de plático que se usava antigamente como brinde de festa infantil, lembram? Uns peladinhos, cor da pele, pequenininhos. É o medo mais irracional que eu já vi. Ela ficava em pânico, quando éramos pequenas, não podia nem ver um treco desse que suava e tremia. Tinha pesadelos com eles. Um horror. Hoje que já está grande não conseggue ver nem manequim de loja que tem a mesma sensação.

  75. Wellyngton says:

    Minha namorada tem uma fobia de bexigas! Principalmente delas estourando! Já vi situações onde ela se deslocava da festa por causa das bexigas. Infelizmente teve uma vez que um conhecido nosso fez uma brincadeira de mal gosto e estourou uma bexiga bem atras dela. Nunca a vi chorosa , ao mesmo tempo q estava tremendo e puta com o cara.

  76. Vanessa says:

    Fiquei surpresa de saber que alguém tem medo de navios submersos, coisas que eu acho super interessantes de se olhar… Não tenho nenhuma fobia bizarra, só as de sempre: acrofobia, claustrofobia e um pouco de medo de multidões, que achava que fazia parte da definição de claustrofobia, mas descobri que na verdade se chama agorafobia. Acho que multidões são meu maior medo, me deixam com uma certa dificuldade pra respirar, mas em geral consigo me controlar e não sair correndo…

  77. Guilherme Polonca says:

    Eu tenho Ornitofobia(medo de aves) decorrida de um trauma de infância, é horrível 🙁

  78. Fernando says:

    Eu sinto um desconforto muito grande com fotos de ‘coisas’ grandes, como estátuas, navios, planetas, esse tipo de coisa. Por exemplo, procure fotos de um navio chamado Pasha Bulker

  79. @AndPeroty says:

    Eu tenho medo de insetos entrarem no meu ouvido, mas imagens são de boa. A unica imagem que me da uma coisa ruim é essa montagem
    http://20ninjascegos.blogspot.com.br/2011/08/voce-tem-tripofobia.html
    Pra achar esse link fiquei olhando com os olhos superapertados pra desfocar/abaçar tudo e ainda assim me deu uma coisa ruim no estomago.
    Mas quando o assunto são buracos reais, da natureza, ou mesmo feitos pelo homen, eu sou tranquilo!

  80. João Pombo says:

    Cara, eu tenho motefobia (medo de mariposas). É simplesmente uma coisa terrível pois muitos amigos sabem disso e em tds as oportunidades eles fazem eu passar por situações constrangedoras. Fique feliz que o seu medo não vem voando por aí.

  81. Daniela says:

    Eu não consigo jogar a fase das ilhas do pacífico do Tomb Raider 3 que tem aqueles canibais/índios loucos que aparecem do nada (e ainda por cima dão um grito quando morrem, argh). Só de lembrar da fase já me dá um neuvosor.
    Outro medo/fobia: lesmas, lagartas e vermes D:

  82. Gustavo C. says:

    Izzy Nobre, esses objetos grandes submersos, especialmente navios, tem mesmo algo de fantasmagórico, dão uma sensação de abandono, morte, pesadelo, ruínas, parece que estão vindo de outro mundo, e que vão te engolir.. seu medo talvez tenha esses conceitos como ingredientes.

    Tinha um episódio da séria A Família Twist em que aparecia um navio fantasma no alto do farol onde eles moravam.. nossa! esse me deu arrepios!

    Uma vez ouvi uma moça falando que lhe davam medo imagens que contenham qualquer padrão de bolinhas ou coisinhas pequenas e juntas. Exemplo: o miolo de um girassol. E o motivo: esse tipo de textura lhe lembrava ovos de insetos, vermes, larvas, podridão, doença, e por aí vai.

    Mas medo meu, que me cause esses sintomas, tipo falta de ar, coração disparando, ficar paralizado, angustiado, só lembro de um, e que ainda surgia até mais ou menos meus 20 anos (hj tenho 25): eu tinha medo de portas, portões e qualquer tipo de entrada NA PRIMEIRA VEZ QUE EU IA AO LUGAR. Tinha campainha? Interfone? Catraca? Portaria? Que botão eu aperto? Como eu tenho que entrar? O que eu faço? Era um pavor ir sozinho a um lugar pela primeira vez sem… conhecer como é que se entra nele. Isso me paralizava na frente do lugar, eu me sentia acabado.. e me achava ridículo tmb. Mas são sintomas que escapam ao controle. Hoje em dia, é outra coisa, que não é tão medo, fobia, é mais uma angústia: fico angustiado em lugares fechados e com muita gente e barulho. Além da falta de ar pelo próprio ambiente abafado, é um nervosismo estranho, como se eu estivesse sendo esmagado, as paredes se aproximando e comprimindo.. Essa sensação de sufoco por dentro.

  83. Gustavo C. says:

    Poxa, acabo de ler o comentário do @AndPeroty aí sobre a fobia que eu citei, e ele deu o nome: tripofobia.

  84. bemed says:

    Hipster até na fobia. 😀

  85. j pedro says:

    eu nao consigo olhar para objetos pontiagudos ou para as pontas deles. causa uma sensação muito ruim nos olhos. é impossivel ficar perto de quinas de mesa pontiagudas. quando eu era criança eu botava massinha de modelar em todas as quinas do meu quarto pra não ter que ficar olhando. descobri isso faz um pouco mais de 10 anos.

    • diana pires says:

      eu tenho esse msm problema com as pontas desde muito pequena.
      quando os talheres estão na mesa eu sempre viro os garfos com as pontas para baixo, não consigo fazer as sobrancelhas, e em lojas tipo C&A eu fico em pânico com aquelas pontas dos cabides das araras de roupas e parece que toda aquela claridade acentua o encomodo com as pontas… se alguem descobrir o nome disso divulguem por favor

    • Humberto says:

      se alguém souber o nome também me avise, pois tenho isso há décadas e me incomoda bastante…

    • Marcos says:

      Tenho o mesmo problema, desde criança…kkkk

  86. Eliaquim says:

    Eu tenho aracnofobia, morro de medo daqueles seres do capeta, dia desses apareceu uma aqui no meu quarto, e foi preciso que a minha mãe viesse no meio da noite fazer uma faxina, tirar tudo e limpar meu quarto pra eu poder tentar dormir 🙁

  87. Renato says:

    Tenho completo pavor de lagartixas, sei que elas fazem nada, são até benéficas pra uma casa, mas não dá. Na verdade acho que teria o mesmo medo de serpentes e outros répteis, porém nunca cheguei perto deles tirando zoos e essas coisas.

  88. Romulo says:

    Eu tenho medo de animação 3D ruim, tipo a propaganda do Dollynho, me causa uma aversão enorme. Me traz uma carga negativa ruim, talvez, por transparecer que foi feita de qualquer jeito.

  89. Benjiro says:

    Caraca! eu achava que era só eu, esses dias mesmo comentei com minha namorada sobre esse meu medo, e é um dos motivos por eu detestar ir a praia, meu medo é que saia de lá um Navio ou baleia gigante pra me pegar.

  90. Filipe says:

    Apenas tenho medo de escuro + silêncio. Apagou a luz é começar a paranoia, já fiquei várias noites em claro por causa de ruídos extremamente baixos a noite. Fora isso tem uma expansão dele que é tudo que envolva escuro e coisas que causam algum tipo de dor

  91. Nicolas says:

    Eu tenho ChurrosFobia.. tipo sempre que vejo alguem comendo churros eu me sinto mal.. um dia eu ate desmaiei…

  92. Fernanda says:

    Eu tenho PAVOR de gente morta, não importa se é fantasma ou cadáver, do tipo de passar mal em velório, nunca assistir filmes de suspense, e se ouvir história de alguém morto começar a suar frio. Já me assustei com meu pai, com pegadinha na internet, até com celular tocando. A última vez que eu tive um susto foi esses dias, eu sonhei que um amigo me deu um choque e acordei tremendo… em vez de pensar que seilá, era uma reação do meu corpo, eu pensei “MEU DEUS TEM UM FANTASMA ME BALANÇANDO MA MINHA CAMA” comecei a chorar loucamente, consegui levantar de olhos fechados pra não ver se tinha alguém mesmo e sai correndo pra cama dos meus pais e fiquei lá com eles chorando até dormir hahahahaha minha sorte é que eles já são acostumados com esses ~ataques

  93. Gregório says:

    Eu, graças a Deus, não tenho nenhuma fobia. Tenho um certo pavor de altura, mas acho que é algo meio normal. Quando vi o documentário “Man on Wire”, sobre o equilibrista que atravessou o espaço entre as duas torres do World Trade Center sobre um cabo de aço, sem proteção alguma, fiquei meio nervoso, mas nada terrível.

    Em compensação, a minha namorada tem umas fobias bem estranhas. Ela fica apavorada com qualquer coisa relacionada ao falecidos cantores Raul Seixas e Clara Nunes. Tipo, ela trabalha numa rádio e, um dia desses, quando tocaram uma música da Clara, ela teve que fazer força pra não surtar. E, pra piorar, desde criança ela sofre com pesadelos relacionados aos dois. É uma coisa completamente maluca pra mim, mas sei que fobia não se explica.

  94. mauamau says:

    tenho pavor de animais marinhos….sempre tive medo de peixes, depois que fui num aquario e vi o tamanho dos golfinhos,orcas e leoes marinhos ,nunca mais chego perto de uma praia ou aquario….

  95. Danilo says:

    Eu tenho uma fobia bizarra por aquelas “portas de cofre” do jogo Portal 2.

    Fiquei suando frio aqui até encontrar uma imagem ou link pra linkar nesse comentário:

    rel="nofollow">

  96. matheusteixeira says:

    eu tenho uma certa fobia a altura e elevadores (esse ultimo muito pior, só entro em um sozinho de ultimo caso), tambem tenho certo desconforto ao olhar para o ceu e imaginar a grandeza do universo e talz

  97. Dr. Drauzio Varela says:

    Fala, seus doentes.

  98. Tenho uma fobia meio bizarrona, mas acho que é comum. O negócio consiste simplesmente em ter medo de pontes. E não só aquelas de grade, corda etc, onde dá pra ver o chão. Qualquer ponte, por mais fechada que seja, me traz um cagaço irreparável.

  99. Lilian says:

    Eu tenho espectrofobia, já faz alguns anos. Uma noite, há uns 6 anos atrás, eu vi o fantasma de um senhor sentado na poltrona que ficava na frente da minha cama. Ele encarava bem nos meus olhos, foi muito assustador. Eu passei a adquirir umas manias estranhas desde então, mas sempre achei que aquilo tivesse sido um sonho.
    Só que mais ou menos uns três anos atrás, numa das primeiras vezes que o meu marido (na época, namorado) tinha ido na minha casa, ele também viu um fantasma de um senhor. Ele só foi me contar isso uns meses depois, e nisso eu já tinha me mudado daquela casa, felizmente… Quando eu pedi pra ele me descrever como era a pessoa que ele viu, ele descreveu exatamente como o senhor que eu vi! E eu nunca havia falado sobre isso com ele (na realidade, não tinha falado isso pra ninguém). Desde então passei a ter cada vez mais hábitos estranhos, por medo de fantasmas. Também fico com muito medo de filmes de fantasmas, quando vejo que tá passando um na TV, ou quando sei que alguém assistindo, o coração já dispara e eu fico muito nervosa, até quando me contam já fico tensa. hhueaheahuad Também nunca mais consegui ficar sozinha, em silêncio, por muito tempo. Até se for pra ler, eu tenho que estar com algum barulho ou perto de alguém, senão já começo a me desesperar.
    Uma forma que eu tenho tentado encontrar pra “superar” esse meu medo, é justamente ver coisas relacionadas a isso, jogos, histórias, etc, mas até agora não funcionou. lol

    • CHSS says:

      Quando criança eu tinha pavor, medo, desespero e inquietação em relação a raios, trovões e relâmpagos. Durou até os 11/12 anos.

      Tempos mais tarde quando comecei a ter aulas de física, passei a entender mais sobre o fenômeno físico do raio. Gradativamente fique mais curioso e pesquisei em casa, li vários artigos na internet, vi videos explicativos, li o meu livro de física e etc.

      Ou seja, fiquei tão fascinado pelo fenômeno que hoje em dia eu admiro os raios de tal forma, que, quando percebo que o tempo está fechando pra chuva, já fico torcendo pra cair muito raio para que eu possa observar e contemplar, calcular a distância e etc. hahaha parece meio louco neh.

      Portanto, sugiro que você pesquise no google sobre: consciex.

      De forma que, conhecendo mais sobre sua fobia, amenize gradativamente os medos que se manifesta. Por que aí, você vai compreender de verdade o que é o tal ‘fantasma’ e por que somente você e seu marido viram aquele determinado ‘fantasma’ naquele local.

      * Desculpe pelo longo texto, é porque eu queria deixar bem explicado.

  100. Gabriel says:

    Eu tambem tenho isso, mas meu medo se estende aqueles animais e plantas bizarros que vivem no mar, varias vezes ja tive pesadelos de cair no mar e ficar cercado daquelas coisas, so pra voce ter noçao eu custo ver documentarios marinhos, so de ver a imagem de algum animal/planta aquatica bizarra meu coraçao dispara, enfim, gelei ao ver as imagens

  101. Cristiano says:

    Mano, eu tinha uma fobia muito tensa quando era criança, não fobia de ter um medinho de algum personagem e coisa do tipo, esse medo era uma coisa EXTREMAMENTE DESESPERADORA! Duvido que alguém nesse mundo tenha a mesma fobia que eu tinha.
    E essa fobia era dos carros fumacê.
    http://1.bp.blogspot.com/-XdO-g3bFQts/UAa_DGgI1dI/AAAAAAAACKo/r8BdSfG825Q/s1600/carro-da-dengue.jpg
    Esses carros eram usados para jogar uma fumaça que matava o mosquito causador da dengue.
    Só de escutar o som disso me dava um DESESPERO IMENSO, era uma coisa inexplicável. O carro podia estar lá na puta de pariu, mas se eu escutasse o som daquela coisa jogando fumaça, eu me desesperava, não sabia se corria pra longe, me escondia ou me matava.
    Antes de começar a escrever isto, eu pensava que não tinha mais medo, mas agora, após procurar por imagens e desenterrar esta lembrança dos meus 7, 8 anos, estou até tremendo sem motivo algum.
    Isso chega a ser um puta medo engraçado, estou tremendo e rindo ao mesmo tempo por conta disso.

  102. Anderson says:

    esse tipo de comparação de corpos celestes me causa um terror sobrenatural… me causa cada vez mais ansiedade a medida que os objetos vão aumentando…

    http://9gag.com/gag/6953939

    ps.: ignorar a piadinha no final

  103. Murdock says:

    Tenho um colega que sente raiva de assobio. Não pode ser assobio gravado, tem que ser alguém assobiando.

    Mas eu ainda acho que esse teu medo á trollbait.

  104. LeoV says:

    Esse post e os seus comentários fizeram eu me sentir normal. Muito obrigado

  105. Daniel Plácido says:

    eu não tenho fobia nenhuma, pelo menos nunca se manifestou se existir

    eu já me amarro em navios submersos, cara essas imagens aí são demais muito lindas
    um dia ainda quero mergulhar dentro de um navio pra curtir a onda

  106. Mai says:

    Eu tenho medo de insetos, mais especificamente de borboletas e mariposas (aquelas pretas grandonas), um dia tinha uma mariposa dessas na minha casa, o que eu fiz? ( ) Matei. ( ) Saí correndo. ( ) Don’t give a fuck. (X) Me joguei no chão atrás de uma cadeira e gritei tanto que meus pais acharam que eu tava morrendo.

    Eu também tenho “Cherophobia”, que o medo de ficar muito feliz porque acha que algo ruim/trágico vai acontecer depois. Isso é sério mesmo.

  107. Engraçado, apenas a foto do navio afundado no ártico (?) me deixou levemente incomodado, mas as outras não me causam nenhum pavor.

  108. Andressa Buss says:

    Eu li grande parte dos comentários e posso afirmar que nenhuma das fobias é tão bizarra quanto a minha, haha. Por vários motivos… Ela não faz sentido algum, é algo meio… abstrato e JAMAIS vai ter um nome pra ela, de verdade! haha. Enfim… Minha fobia é de “coisas/pessoas tortas” (na verdade é assim que eu defino ela pra quem não entende, mas é muito além disso);
    Não exatamente tortas, mas é algo bizarro. Eu adoro vários jogos de zumbis, e consigo ver eles com braços quebrados e caminhando torto bem de boa, de verdade, mas quando meu irmão imita um zumbi e finge que vai vir atrás de mim, eu entro em pânico. Não, não é gritar e sair correndo. Eu entro em um estado de pânico além do normal. Eu não consigo fechar o olho pra não ver, porque basta a sensação de imaginar ele chegando perto de mim, eu não consigo olhar pra ele, porque fico apavorada, eu não consigo correr (pq geralmente a pessoa, pra estar fazendo o movimento que apavora, fica lenta, sabe? tipo um zumbi mesmo. então… era só sair correndo de perto, o que seria o equivalente a simplesmente fechar a aba da imagem pra você), não consigo fazer absolutamente nada, eu só começo a tremer em um nível absurdo, meu coração fica LOUCO, e uma coisa irracional começa a tomar conta de mim, sério! É completamente bizarro. Geralmente não funciona com jogos ou filmes, tem que ser algo extremamente realista, e geralmente precisa ser algo animado (uma foto não funciona, mas um gif por exemplo já seria suficiente para o pavor). O problema é que não é QUALQUER coisa torta que me deixa com medo, sei lá (ou pessoas deficientes, como meus amigos perguntaram). O “movimento” (?) tem que ser bizarro, não pode ser algo que pareça “natural”… Tipo, uma pessoa que tem algum tipo de deficiência física (não tenho nenhum preconceito, só estou tentando explicar) tem o problema faz tempo, e parece que é algo DA pessoa, sabe? É algo quase natural do corpo dela. Mas quando alguém faz algumas coisas com a mão, as pernas e etc. fica “forçado” (?) e aquilo me dá um medo absurdo, wtf hahahahhahaha. Enfim, é horrível ter essa fobia pq em algum momento em alguma conversa seus amigos vão falar de algo torto e vão imitar com gestos como foi a posição de não sei quem quase caindo ou algo do tipo, e em algum momento vai vir aquela sensação de pavor horrível… E lá vou eu tentar explicar minha fobia outra vez. Só que quando eu conto para algum conhecido, como é absurdamente fácil me assustar com isso, eu sofro! hahahaa. Depois que alguém descobre sobre isso eu sempre passo algumas semanas sofrendo de pânico com as imitações que surgem D:

    Vai lá dizer que a sua fobia é bizarra, vai…

  109. Bruno Queiroz says:

    Eu tenho um pavor gigantesco por insetos. Se eu vejo um parece que minha heterossexualidade toda se esvai e eu saio correndo UHEAHHAEHEUA Outra coisa que me dá taquicardia são erros ortográficos e gramaticais… Cara, odeio tanto eles…

  110. Felipe says:

    O meu é bizzaro e ninguém compartilhou aqui :'( talvez esteja sozinho… =/ mas tenho um desconforto ENORME com isopor, eu até consigo vê-lo parado ou guardado, mas só de alguém pegar, esfregar na própria mão ou em outro isopor me da uma gastura imensa e tenho que sair pra muito longe do lugar, mesmo sem ouvir e olhar eu fico imaginando e continua o desconforto, segurar isopor até consigo, desde que ele não toque em NADA, ou seja, quando chega as coisas aqui em casa, como uns livros que vem com aquelas bolinhas de isopor eu NÃO consigo tirar o livro de lá, chegou uma vez um aqui em casa que queria MUITO ler, estava sozinho em casa, quando abri a caixa me deparei com as malditas bolinhas, fechei a caixa na hora e esperei alguém chegar e pedi pra pegar o livro enquanto eu estava no outro quarto … sim , é bizarro e não faz sentido nenhum D: outro dia MUITO traumático foi quando fui naquela festa da querupita que tem aqui em SP, e estava nela de boa quando olhei pro lado tinha um cara comendo macarrão (eles colocam em uma “vasilha” de isopor, só por ele estar com ela na mão ja me da um desconforto, mas consigo ficar) até ele pegar o garfo e furar 1mm do isopor , PRONTO, sai de lá correndo tampando o ouvido e indo pra bem longe, meus amigos que estavam comigo começaram a rir e perguntar o que tinha acontecido, quando falei eles até aceitaram de boa e ficaram até curioso mas não fizeram nenhuma maldade … (escrevendo isso me deu arrepio horrível CHEGA!)

  111. Danilo Wruck says:

    Cara, eu tenho esse medo tbm kkk desculpe por nao ler partes dessa matéria poq eu sinto o mesmo que vc O.O pior ainda eh com tubarão!!!

  112. Wesley says:

    Esses dias eu estava vendo vários documentários sobre o centenário do Titanic, e eram aquelas expedições até o local do naufrágio com robôs e submarinos para mapear o local. E eu estranhei que esses tipos de imagens, sendo vídeo e fotos de coisas submersas feitas pelo homem , principalmente navios naufragados ,me causam um grande desconforto, não sei dizer se chega ser uma fobia. Mas um exemplo: uma coisa que me desperta um pavor gigante são as hélices deses navios colossais, mesmo desligadas e não oferecendo risco nenhum. Se eu fosse algum tipo de marinheiro ou mecânico naval (o que na verdade seria muito contraditório) eu nunca chegaria perto de um hélice de navio. Navios colossais, principalmente os de época, me dão pavor só de ver imagens também, naufragado então nem se fala. Mas ao mesmo tempo fico feliz que alguém compartilhe do mesmo medo que eu e que eu não sou uma pessoa com um medo incomum. E é bom saber também que tem um nome pra esse tipo de medo.

  113. Andrewmat says:

    Izzy, normal. Eu não sei o nome, mas tenho uma fobia de corredeiras ou cachoeiras. Não consigo passar em cima de um rio com corredeira forte, mesmo numa ponte completamente segura, sem me tremer todo. Percebi isso faz uns anos já, e desde lá fica pior.
    Tenho sorte de não morar em São Paulo ou no Rio de Janeiro. Do jeito que tem enchente pra lá…

  114. Rafael says:

    Não sei se vcs ja ouviram falar das fotos do Colossus deletados de Shadow of the Colossus… tenho uma sensação muito estranha quando as vejo, não chega a ser uma fobia… mas sempre me dão, no minimo, arrepios.

  115. Gabriel says:

    cara, eu tenho fobia de libélulas, vai entender…

  116. Marina says:

    Tenho três fobias principais: a de insetos (peçonhentos, em especial aranhas),filmes de terror que envolvam ‘modificação das feições’ dos atores, seja com máscaras ou maquiagem (como no Exorcista, por exemplo), e aquele medo tradicional de palhaços. Nada pior que a minha irmã assistindo Patati Patatá no meu quarto de manhã. Sério. O.o

  117. Ana says:

    Nem li todos os comentários e certo que alguém já mencionou isso, mas eu tenho medo de plantas e flores no geral. Pavor de flor, aliás. Qualquer uma, mas antúrios são as piores, junto com lírio e orquídea… grito, faço escândalo, não chego perto nem por foto.

    E o pior é que ninguém acredita e me sacaneia com frequência -.-

  118. Mia says:

    Cara, eu tenho medo de lagartixa. Pavor. Meu coração acelera e passo muito mal. Quisera eu ter medo de coisas submersas, pq as chances de eu visitar um naufrágio são mínimas, enquanto lagartixas visitam minha casa e as de amigos e familiares todos os verões.

    Acho que todo mundo tem um medo bizarro.

  119. Sou de Fortaleza-CE (também!) e tenho esse MESMO medo também!

    é um tipo de medo que não dá pra explicar.
    as 2 primeiras imagens, poxa, me senti muito mal olhando…

    e sabe o pior?
    minha futura profissão (me formo esse ano) será a marinha mercante.

  120. Leo S says:

    Cacete! achei que eu era o único com essa porra!
    a descrição é perfeitamente a mesma, porém, a minha se estende também a coisas imensas em lugares fechados..

    Nunca tinha me dado conta da fobia até que um dia fui experimentar pesca submarina.. o instrutor nos levou a um naufrágio, quando mergulhei e olhei o navio logo abaixo de mim (uns 25 metros de profundidade) comecei a nadar como um retardado devolta para o bote! ai que rolou o insight da fobia!

    mas rapaz, valeu pelo post.. a partir de agora consigo dar nome ao sentimento!!

  121. PrincesaAzula says:

    Kid tenho esse mesmo problema.
    Mas no meu caso não me incomodaram as fotos dos animais, mas as dos navios me dão arrepios e eu começo a imaginar essas coisas se mexendo. Essa última com o céu cinzento me incomoda MUITO, e eu ja conhecia essa imagem! Eu fico imaginando como estão as coisas dentro desses navios, cheios de ferrugem, tudo escuro, e eu sinto repulsa, arrepio de nojo mesmo!
    Não tenho problemas de ver mergulhadores em documentários da TV com animais e plantas, mas sinto certo incômodo com cenas como as do Titanic naufragado, e documentários que pesquisam sobre aviões e barcos que afundaram.
    Não sinto nada vendo estátuas e casas submersas (por maiores que sejam), mas até imagens de carros como essa http://i.imgur.com/iTbhXlo.jpg me deixam desconfortável

  122. Eric Mackrodt says:

    Caralho Izzy, eu achei que eu era o único que tinha isso!
    Na verdade animais não me incomodam, mas objetos humanos grandes submersos me causam horror.
    Na verdade, algumas coisas não submersas também me dão calafrios, tipo prédios e fábricas abandonadas.
    Outra coisa que me dá um desconforto absurdo: Silos de míssil núclear abandonado. Caralho, imagens desse tipo de coisa me deixam extremamente desconfortável, ainda mais os silos de mísseis abandonados que estão cheios de água por causa de chuva.

  123. Valdirene says:

    Eu vi que tem pessoas que tem fobia a objetos pontiagudos. Eu tenho um filho de 10 anos que sofre muito com isso ele não pode olhar para pontas que começa a apertar o olho e fala que está doendo muito o olho. Tem dias que se ele pensar em pontas ele ja começa a ficar nervoso. Até para usar o garfo para se alimentar ele sofre.

  124. Gleice Kelly says:

    Eu tenho várias fóbias umas bem mais fortes que outras. As mais fortes e eu chego a desmaiar ou a agredir quem provocar: gastura e tripofobia. Tenho tmbm muito medo a lugares fechados, altura e sofrer durante a morte e da água, mas estes eu tenho algo de controle, já os primeiros não, eu posso entrar em estado de choque com tais situações.
    Tenho muita vontade de me tratar contra tudo isto mas não me animo e prefiro evitar a causa por motivo de que investiguei na internet e a terapia contra tudo isto inclui tomar antidepressivos e não te da 100% de cura e sim controla a fóbia enquanto vc estiver se medicando, se um dia vc esquecer de tomar o medicamento ou finalizar o tratamento a fóbia volta, ou seja, vc se torna dependente químico de anti-depressivos e eu não quero pois sou evangélica.

  125. Cristina says:

    Estou tentanto achar o nome da minha fobia e vi que ela já foi citada aqui mas ainda não encontrei o nome. É o medo de padrão de bolinhas, coisinhas redondinhas todas juntas (não sei como explicar melhor). Bom, hoje de manhã encontrei no meu quarto um aglomerado de ovinhos de insetos (descobri que eram de Maria-Fedida). Conclusão da história: estou até agora com enjoos e desconfortos causados por esses infelizes. Se alguém souber o nome, agradeço.

  126. Pamela says:

    Tenho agonia/medo de coisas muito grande dms e coisas pequenas dms. Que fobia é essa ?

  127. Doug says:

    Bizarro? E eu que tenho fobia à tortas na cara. Não faço ideia do motivo, mas é algo que me faz suar frio…

  128. Camila says:

    Eu tenho aracnofobia,eu não posso ver uma aranha sequer, que eu fico desesperada. Começo a chorar, tremer, fico com um calor danado. se aparecer uma aranha no meu quarto eu não durmo de jeito nenhum. O meu pai até que me entende, ele sabe que pode ser por causa de um trauma. Mas a minha mãe ela fala que é frescura..
    E eu também tenho medo de água.

  129. Oliveira says:

    Eu não sei se é o fobia ou falta de algum nutriente, como pouco, mas tenho pavor de movimentos giratórios e pendulares principalmente se algo fino estiver sustentando o que balança o u gira. Vou passar no neuro e no psicólogo. Se alguém mais tiver isso, por favor se manifeste. Grato.
    Izzy, parabéns por partilhar.
    Grato

  130. Oliveira says:

    Eu não sei se é o fobia ou falta de algum nutriente, como pouco, mas tenho pavor de movimentos giratórios e pendulares principalmente se algo fino estiver sustentando o que balança o u gira. Vou passar no neuro e no psicólogo. Se alguém mais tiver isso, por favor se manifeste. Grato.

  131. Lucas says:

    Bom dia!

    Cara, achei impressionante o post pois tenho algo bastante parecido, porém, ao que parece, minha fobia seria ao contrário da sua no que se refere a video games.. Haja Simplesmente não consigo jogar games no qual o personagem entre em agua (lago ou mar aberto). Simplesmente me da um desconforto tao grande que imagino que se compare a algum tipo de pânico. Isso acontece o independente do game (super Mário, tomb raider, assassina creed.. Etc). E é engraçado pois eu pego ondas e não tenho esse problema na vida real. Ou seja, não seria um simples medo de agua.. Alguem tem algo parecido ou sabe do que se trata? Valeu

  132. Lela says:

    Afffffe tb tenho!!! Não sei se ao extremo assim, mas sinto uma sensação igual a de vertigem, meus pés e mãos adormecem e me dá tontura e um pânico irracional!!! Pior que amo o mar e a vida marinha, mas imaginar algo grande la embaixo me causa sempre esse desconforto, principalmente em rios! Acho que infantaria de estar perto tb x_x

  133. Robson says:

    Não chega a ser um medo, mas sempre que vejo vegetação morta com muitos galhos finos dispostos de forma caótica e alguém se aventura a caminhar por ela, instintivamente eu fecho os olhos para que eles não sejam furados, mesmo que seja na televisão ou computador. É irracional, mas é mais forte do que eu. O efeito é o mesmo com arame farpado ou cactos. Acho que com qualquer coisa que tenha mais de 3 pontas por cm², numa área superior a 500 cm², já sinto essa agonia, seja presencialmente ou por imagens gravadas. Ou memórias, pois já “protegi” os olhos 3 vezes, digitando este comentário.