Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Eis algo que TODOS fazemos na internet (e que deveríamos parar de fazer)

Postado em 10 August 2011 Escrito por Izzy Nobre 44 Comentários

Porra, isso não faz o MENOR sentido. Ao contrário da internet, na vida real a gente é OBRIGADO a interagir com aqueles que odiamos (um vizinho filho da puta, aquele parente escroto, o colega de trabalho que acorda todo dia dedicado a infernizar sua vida).

Já na internet, é imensamente fácil se isolar de todas as pessoas que te incomodam. Veja como é simples: você pode simplesmente não falar com eles.

É tão simples que não requer nenhuma ação ativa. Basta NÃO se envolver. Por pura definição, uma atitude passiva como essa é a opção mais fácil e prática. É literalmente “não fazer nada”; é a omissão de uma ação.

A internet deveria ser, em teoria, o ambiente mais propício pra exercermos a filosofia do “você aí no seu canto, eu no meu“. E apesar disso, a gente ativamente vai atrás das pessoas de quem não gostamos, obrigando ambas a lidar um com ou outro (uma tarefa que claramente nenhum dos dois quer).

Creio que foi o @Cardoso quem cunhou a expressão “Na internet quem gosta de você te segue, quem não gosta te persegue” (estou parafraseando). É a pura verdade.

Por que DIABOS fazemos isso? Não faz nenhum sentido. É como assistir um filme que você odeia completamente, ou comer um prato que te dá vontade de vomitar, reclamando a cada colherada, apesar do fato de que ninguém está te obrigando a comer aquilo.

(Vocês devem notar que eu não arrumo mais confusão no tuíter. É uma nova prática que resulta de ter notado este curioso fenômeno)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: rage

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

44 Comentários \o/

  1. Tuany Nascimento says:

    E não tem first nisso aqui também, parem com isso.

  2. Lucas says:

    OLHA SÓ QUE BELEZA.
    O post ficou bom. Mas preciso comentar outra coisa.

    Esse mashup de rage comic + texto curto com a tua opinião sobre alguma coisa ficou muito bom, Kid. Faça mais assim [e, de quebra, poste mais].

    Obrigado.

  3. Kadu *M.D* says:

    Eu já curtia só as Rage, pois as suas são divertidas. Com os textos, melhorou 200% /o/

  4. Hreter says:

    Isso se deve, mais que nada, à moral extendida que temos ao não ter que encarar a outra pessoa que odiamos na cara. Assim aumenta nosso ímpetu de impor nossa suposta superioridade à essa pessoa que odiamos e, como serer humanos, não podemos evitar uma oportunidade de nos mostrarmos superiores a alguem perante outras pessoas. Continua sendo pointless, mas é uma explicação.

  5. Darox says:

    Isso ae , os cara não deixam nosso mano em paz.

  6. Nome Obrigatório says:

    Bom, eu pelo menos nunca fiz isso… Simplesmente ignoro (literalmente ou usando alguma função) a pessoa e pronto. Seja na vida virtual ou real, só interajo com alguém que não gosto se eu tiver alguma forma de obrigação.

    Mas quanto à parte “comer um prato que te dá vontade de vomitar, reclamando a cada colherada, apesar do fato de que ninguém está te obrigando a comer aquilo”… De vez em quando faço algo parecido, não um que dê vontade de vomitar, mas coisas que odeio… 😛

  7. Conrado says:

    Wikipedia > Projeção (Psicologia)

    de nada

    • Angela says:

      não, tem cara que te odeia mas te segue pra saber se vc não ta falando mal dele, sacou?

      é muito mais facil vigiar ou perseguir alguem pela internet. ja que o cara te odeia, o interesse dela saber se isso é mutuo vira uma obsessão.

      e qualquer oportunidade pro cara tentar te humilhar é aproveitada. os malucos tao sempre tentando provar que são os gostosão, nada melhor que fazer isso com inimigos!

  8. Blyter says:

    deve ser a facilidade de expor ideias sem correr riscos.

    olha, resumi esses comentários gigantes aí XD

  9. Kick says:

    É que na vida real seu espaço está bem delimitado. Onde você termina e começam os outros.

    Na internet alguém da RT no imbecil do @Cardoso você tem a sensação: “o que este gordo otário está fazendo no MEU twitter?”.

    Obviamente o tal @Cardoso é apenas um exemplo que retirei do texto acima. De forma alguma acho o indivíduo um gordo metido a sabe-tudo que passa uma manhã ou tarde inteira falando de um mesmo único assunto, quando é contrariado.

    Nem o abomino como pessoa por anunciar block. De se pensar, até: na vida real quando você não gosta de alguém, por acaso, bota um outdoor na frente de sua casa dizendo “Marquinhos, nunca mais passe nesta avenida!!” ???

  10. anonimatron says:

    Somos todos idiotas primitivos, pronto, respondi sua pergunta. Agora vamos continuar a fazer o que sempre fazemos.

  11. Nailson says:

    Posso até ser chato algumas vezes sendo um “Stalker”, mas quem eu n curto eu mando catar coquinho… já perco meu tempo aqui com algo q eu acho legal e nem deveria gastar tt assim, nem tenho tempo pra ódio não!

  12. Cristiano says:

    Nem sempre é bem assim. Já aconteceu mais de uma vez comigo. Eu leio um blog, gosto, concordo, mas não fico comentando todos os dias “concordo”, “você tem razão”, “gênio” e coisas assim. Mas aí um dia (ou mais de um, ok) eu comento discordando da OPINIÃO do cara e pronto… eu odeio ele, eu não devia ler o blog, eu sou idiota, eu estou maluco, eu não sei escrever, etc.
    Ok, sei que você está se referindo a chatos mesmo que realmente pegam no pé, mas será que muitas vezes não é só um mal entendido seguido de choque de egos?

    Abraço e não me hostilize por discordar)

  13. tais says:

    Já tinha percebido este estranho comportamento também. E acredito que isto aconteça devido a sensação de poder que a internet nos dá. Sabe aquelas verdades que vc sempre sonhou dizer para aquela pessoa chata que vc não suporta?
    Tudo aquilo que estava engasgado em seus pensamentos o tal poder da internet te faz vomitar… Enfim, me lembrou bons tempos em que escreviamos cartas de amor por não ter coragem de nos declaramos pessoalmente.

  14. Alexandre says:

    Velho, que porra é essa? É alguma mudança pra uma nova faixa etária de público-alvo? Desisti de vir por uns tempos.

  15. Gabriel says:

    Essa frase do @cardoso foi pra vc izi? pq vc costumava faze isso com ele.

    • Kid says:

      Nao foi pra mim (que eu saiba) mas é uma frase verdadeira.

      • Mr. B says:

        Mas o @cardoso não serve de exemplo. Ele coloca haters no mesmo saco que críticos. Quem tiver interesse em ficar de papinho com ele tem que pisar em ovos.
        O próprio izzy já sentiu isso, era BFF do cardoso até que um dia discordou do cara e tomou block.
        Vamos ver até quando esse New Izzy aguenta.

  16. Zuaquim says:

    É porque na internet todo mundo é machão. Ao invés de ignorar, o cara quer ir lá provocar o outro pra mostrar o quão pica grossa ele é. Duvido que qualquer um desses chegaria no Cardoso, por exemplo, no meio da rua e diria: você é um babaca. Bando de otários que se escondem atrás do computador.

    • Ele sempre comenta isso da turma do Tonka que vive achincalhando ele na internet mas qdo encontraram cara a cara no Youpix nem chegaram junto. Na internet todo mundo se acha e pouca gente realmente é.

  17. Juvenal says:

    Se rendeu ao cardoso?

  18. Eric Richard says:

    Eu acho que não faço isso.
    Ou eu não entendi completamente nada do que está escrito no texto.

  19. Aslam says:

    Este tipo de pensamento é tipico de quem comeca a chegar a maturidade, parabens kid, está se tornando um Man…

  20. André says:

    Eu nunca fiz isso. Faço o contrário, não falo. Tanto que meu MSN tá sempre “ausente”.

    E Kid, porra, tira esse negocio de “sobre o autor” dos post. Coisa mais brega dos infernos. É pior que Youtuber que no final do vídeo fica pedindo pro cara gostar, favoritar e se inscrever.

  21. George says:

    Boa sorte pra quem utiliza da internet desse jeito. Não é construtivo nem eticamente quanto mais profissionalmente

  22. Anderson says:

    Concordo 100% com esse comentário feito pela Angela:

    “não, tem cara que te odeia mas te segue pra saber se vc não ta falando mal dele, sacou?

    é muito mais facil vigiar ou perseguir alguem pela internet. ja que o cara te odeia, o interesse dela saber se isso é mutuo vira uma obsessão.

    e qualquer oportunidade pro cara tentar te humilhar é aproveitada. os malucos tao sempre tentando provar que são os gostosão, nada melhor que fazer isso com inimigos!”

    Uma vez que a pessoa tem chances de seguir seu desafeto, dependendo do nível e intensidade de ódio e rancor que a pessoa tem, vai virar obsessão ela saber se a outra pessoa está falando mal para todos, espalhando pela internet afora verdades doloridas ou mentiras caluniosas sobre a pessoa e tudo mais.

  23. […] Leia mais: Eis algo que TODOS fazemos na internet (e que deveríamos parar de … […]

  24. nosceteipsum says:

    eu não faço.
    mas tem um monte de gente que te xinga porque a relação de amor/ódio é forte.

  25. Kakah says:

    Eu fui mais radical, mas porque eu queria evitar a fadiga de colocar um monte de gente no mute, muito trabalho…

  26. Cornélio says:

    Fiquei um tempo fora do twitter e estranhei voce trocando mensagens com o @cardoso. Achei que estavam tendo um caso, mas agora tá tudo explicado.

    OBS: Sua legião de trolls se dissipou? que eu me lembre eram uns 30.

  27. Conrado says:

    esse post veio em boa hora pra mim, vou mostrar a uma pessoa. vlw

  28. Perdiga says:

    Finalmente, hein Kid. Já era hora de perceber que esse negócio de ficar enchendo o saco dos outros e chamando de trollagem é uma perda de tempo e desagradável para todo mundo.

    Agora dá pra falar de verdade que eu leio teu blog porque tu é um cara esperto, e não só engraçado (:

  29. Concordo.

    Eu já entrei em choque com o Izzy no Twitter, à troco de nada… Que bom que o tempo passa e sempre é possível aprender algo. Faz parte do amadurecimento. Isso serve na web também.

    Pra pessoas como o Kid, a web é área antiga, manjada. Como dizem na minha terra, ele é macaco velho. Por isso aprendeu que o melhor é não dar audiência pros malas de plantão. Aprendi o mesmo. Porém, pra muita gente, internet é novidade, onde pode tudo. Ainda vão demorar um pouco mais pra entender.

    T+

  30. michael says:

    kkkkkkkkkk normal

  31. Pra mim isso é papo de fã de Justin Bieber. TROLLOFHELL

  32. […] Leia mais: Eis algo que TODOS fazemos na internet (e que deveríamos parar … […]

  33. Xonglee says:

    E quando o cara que a gente acha um mala overrated insiste em penetrar nos podcasts/videocast alheios, como um sínndico em churrasco de prédio?

  34. André says:

    Você pode, por favor, parar de falar do Pablo Villaça no seu tuiter? É sério. Eu curto muito vocês dois. É como ver dois pais brigando e sabendo que não pode fazer nada pra parar. E que eu lembre(e é claro, posso estar errado), toda vez que ele falou sobre você no tuiter, foi em momentos que ele recebeu mention por tuites seus falando dele, então ele comentava. É uma birra difícil de ver pra mim que conhece e admira tanto os dois. E obviamente, se você quiser continuar com isso, eu não posso impedir, mas sinceramente queria que você parasse. Enfim, não sei mais o que dizer. Grande abraço.