Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Postado em 14 July 2007 Escrito por Izzy Nobre 1 Comentário

Um extraordinário evento recente me fez interromper a fabricação dos posts prometidos (assim como a preguiça de termina-los) pra trazer boas novas a todos os bons nerds dessa terra brasileira.


Lembra que eu comentei que compraria um DS Lite só pra comemorar o lançamento de Settlers DS? Então, eu não estava exagerando.

SIM SIM SIM SIM. A porra de Settlers DS, o jogo que mais me fez passar vergonha nessa vida. Cansei de passar por lojas de artigos eletrônicos/games e perguntar pros balconistas quando é que a porra do jogo sairia, apenas pra receber um “não sei, ó” dos mesmos vendedores, mês após mês. Settlers DS foi prometido em junho de 2006 pra novembro do mesmo ano, foi atrasado pra março, depois pra abril, depois pra julho, e finalmente agosto. Mas peraê, ainda não estamos em agosto. Como eu descolei o joguete, você me pergunta?Eu recentemente criei coragem pra finalmente comprar meu M3 Simply. Pros leigos, M3 é um aparelhinho que à primeira vista parece um cartucho comum de DS, mas ele na verdade é um troço milagroso que permite rodar ROMs de DS no próprio console. O negócio tem um slot pra cartões microSD, e como eu já tinha um de 1gb dando sopa aqui em casa, bastou lotar a mídia de ROMs baixadas às pressas e pronto. A utilização do cartão é ultra simples – como o próprio nome sugere -: coloque ROMs no seu cartão microSD, enfie-o no M3, enfie este no DS, ligue e acabou-se.

As pirateações recentes desses consoles novos geralmente exigem que você fuce com o firmware do videogame e tal, num processo que pode resultar na destruição do seu brinquedo. Aí que entra outro ponto lindo do M3 Simply – ele não exige nenhum tipo de esforço nesse sentido. A parada é simples mesmo, “à prova de idiotas” como dizem os gringos. Se você tem um DS e ainda não tem um M3, você não sabe o mal que está fazendo a si mesmo. ROMs de DS tem no máximo 128mb e alguns jogos (como Mario 64 DS) cabem em parcos 15 megabytes. Como eles enfiaram aquele jogo em 15 mb eu não sei, mas aí está ele. Você tem idéia de quantos jogos você poderia baixar em um só dia? Eu sei quantos – oitenta e três. É jogo que não acaba mais. Procure um M3 na loja online mais próxima de você (o negócio custa apenas 40 dólares porra, é o preço de UM jogo) e faça esse favor a si mesmo.

Então, como o mundo da pirataria não é limitado por convenções bobas como tempo ou previsões de lançamento, os ráqueres arrumaram um cartucho de Settlers DS de alguma forma e puseram a ROM na internet pro bem geral dos nerds pobres e/ou impacientes.


Passei o dia hoje no trabalho fingindo mal estar e correndo pro banheiro pra jogar Settlers DS (até o momento que o calor da cidade combinado como calor do restaurante realmente me fizeram passar mal) e tirar minhas primeiras impressões. Logo de imediato foi difícil ser imparcial e honesto identificando defeitos do port, afinal de contas, é Settlers portátil, porra! O jogo que ocupou maior parte da minha infância nos longíquos anos 90! Mas após a segunda ou terceira hora de jogada, eu me recompus e pude analisar o jogo pelo que ele realmente é.À primeira vista você percebe logo que a tela do DS é um pouco microscópica demais pra um jogo com um escopo tão grande como Settlers. Pra você ter uma noção da coisa, mesmo quando eu jogava no PC às vezes a minha cidade ficava tão grande e tão espalhada que organizar a logística dela se tornava cansativo e eu começava um novo jogo. Então, a telinha do DS exibiria um desafio, uma necessidade de mudar a forma como eu levava o passo do jogo.

Há um botão de zoom out, mas você não o usará porque ele torna o jogo, bem, injogável. O frame rate cai pra casa dos single digits e a resolução vai pra puta que pariu, boa sorte tentando clicar nos dois ou três pixels que antes eram um moinho ou uma fazenda. O lance é encarar o jogo no formato inicial mesmo.

Eu não sei explicar COMO, mas uma hora você se adapta à tela reduzida. Apenas um mínimo de paciência é requerido, e olha que você está lendo um texto escrito por alguém que detesta RPGs (eletrônicos, que deixe-se claro) porque há muita conversa e história. Ou seja, eu sou o cara mais impaciente do mundo.

Usando os direcionais você mexe o mapa por aí, levando-se aos locais onde atenção é necessária. A tela superior exibe os menus de opções e outras bobagens do tipo, e pressionando o L você troca a posição das telas, ou seja, o que antes ficava no LCD superior vai pra touch screen e pode ser manipulado. Funciona de uma forma extremamente intuitiva.


Até onde joguei a conversão está perfeita. Todas as unidades e construções estão lá. Há quatro “raças” diferentes, dois modos de campanha, e um modo “free play” (que é o meu favorito). Desgraçadamente não há um modo multiplayer, e eu jamais perdoarei a Ubisoft por isso. Com exceção da ausência da jogatina em grupo, o desafio de gerenciar a sua cidade (que tende a se tornar imensa) na tela pequena do DS é a única ressalva em relação ao jogo. O fato de que se trata de Settlers portátil vale a pena o desafio.Tou de saída com a mulé pro Stampede, um mega evento local que é mais ou menos tão aguardado como o Carnaval aí embaixo, e se eu pudesse levar o DS pra jogar Settlers quando a mulher não estivesse prestando atenção sem que isso me fizesse correr o risco de dormir no sofá, eu levaria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Tech Toys

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

Um comentário \o/

  1. Delf says:

    Não é um comentario, mas uma pergunta, vc poderia me explicar como faço para ir além das demarcações inicias, pois o cara fala para ir ao norte, o meu geologo achou coal lá, mas não tem setas e nem casas para eu construir lá, ele se limita aos marcos que circulão a area e não sei com ir, se poder me ajudar agradeço.