Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Porque um “iPad mini” não é tão idiota quanto você pensa

Postado em 31 July 2012 Escrito por Izzy Nobre 43 Comentários

Estamos naquela época do ano em que o ciclo de renovação de produtos da Apple se aproxima, e com ele os inevitáveis rumores a respeito dos próximos iAparelhos.

O boato da vez é que a Apple estaria planejando um tablet de sete polegadas, um intercessor entre o iPhone/iPod touch e o iPad — um suposto “iPad mini”, embora eu tenha esperança que o aparelho ganhe um nome menos previsível.

 

Obviamente, nerds sem imaginação (ou experiência de uso do iPad) começaram as piadinhas cedo. “Mas já existe um iPad mini”, dizem os detratores com as vozes afetadas que eles têm na minha imaginação.  “Ele se chama O IPHONE“, eles completam no que acreditam ser a punchline mais genial que alguém já bolou.

Estive investigando esses tabletzinhos de 7 polegadas ultimamente. Ontem mesmo fui na Best Buy e passei uns 40 minutos fuçando no recente Nexus 7.

Clique se quiser ver grandão

Os leitores sabem que eu cultivo no tuíter um personagem fanboy afetado e que odeia Android. De fato já fiz muitas piadinhas às custas do OS e de seus usuários, mas sempre que tenho a oportunidade gosto de deixar claro que é só galhofa. Competição é algo saudável para o ecossistema de gadgets, é ela quem impede a estagnação. Inclusive já tive um tablet Android, que resenhei para o Importando.net. Dei-o de presente para o meu padastro, que queria muito um tablet.

Então, essa nova fornada de tabletzinhos de sete polegadas muito me interessam. Veja bem, sou um usuário de iPad desde o lançamento do primeiro aparelho. Fui um daqueles que comprou sem sequer saber pra que usaria — eu só queria TER um. Vim a encontrar usos pro bicho posteriormente (quadrinhos, games, ler sites na cama antes de dormir, assistir filmes em viagens, etc), mas a priori eu só queria um brinquedo novo mesmo.

De lá pra cá o iPad se tornou meu gadget favorito, aquele que me dá um prazer absurdo de usar. Em vez de vender meu iPad de primeira geração, dei-o à minha mulher, que se tornou também viciada no bicho. Ela lotou o Safari com os favoritos blogs de fashion lolita (que é o maior hobby dela), baixou o app do Tumblr e acompanha seus micro-blogs favoritos e tal.

Mas o iPad tem um problema. Invariavelmente, ele é mais um gadget pra se usar em casa, porque ele não é tão portátil quanto você talvez imagine. Pra mim, algo verdadeiramente portátil é aquilo que você pode carregar com você de forma que não influencie a forma como você vai sair. Um celular, por exemplo, é verdadeiramente portátil — jogue-o no bolso e nem faz diferença se você o traz ou não. É imperceptível.

Já o iPad exige um certo comprometimento em traze-lo com você pra rua. Ele é grandão, não cabe num bolso, exige sua atenção manual o tempo todo. Tenha em mente qu esta é a opinião de um usuário dedicado, não é achismo de alguém que nem tem o bicho. Como usuário do iPad, a sua maior desvantagem é realmente não poder traze-lo comigo casualmente pra qualquer lugar que eu vá.

Uma ia ao shopping com a esposa, por exemplo. O iPhone quebra um galhão enquanto estou sentado no sofá e a mulher experimenta literalmente todos os sapatos da loja, mas sinto a necessidade de uma tela maior. O problema é que, como já falei, o iPad tem um tamanho meio proibitivo em relação a essa prática de traze-lo casualmente quando você vai sair. Com o iPad não rola o “vou trazer isso aqui, vai que eu preciso ou terei a oportunidade de usar” que um tamanho mais pocket-friendly permitiria.

Aí entram esses tabletzinhos 7 polegadas. Já usei-os bastante, como falei, e notei que eles cabem perfeitamente no bolso de uma jaqueta ou paletó. Isso por si só muda completamente o mindset de uso; esse form factor permite que eu o traga pra qualquer lugar, mais ou menos como um celular.

Pocket friendly é o esquema

O preço é absurdamente em conta, também — US$200,(o preço do Nexus 7 mais barato, de 8gb) coloca esse tipo de aparelho (pelo menos pra mim) perfeitamente na coluna “compro só pelo lulz pra ver coé”.

De fato, duzentos contos por um tablet pequeno, levinho, que cabe no meu bolso, com a habilidade de ver filmes, assistir youtube, ler quadrinhos — provavelmente o uso PRINCIPAL que eu daria pra um bicho desse — tá valendo demais.

“MIMIMI JÁ EXISTE O IPAD MINI ELE SE CHAMA IPHONE”

Como sempre os nerds chiliquentos não tem insight nenhum de porra alguma. Quando lançaram o iPad, esse mesmo tipo de gente torceu o nariz e falou “ai que merda é igual o iPod touch só que grandão QUE INÚTIL”, dizia alguém que nem tinha usado o iPad ainda (e possivelmente nem o iPod touch também).

Tenho um iPhone e um iPad, porém SIM, sinto falta de um aparelho intermediário. Quando saio na rua rapidinho com a mulher, quase nunca trago meu iPad pelos motivos que mencionei lá em cima — é trambolhão demais pra uso mobile casual. Muitas vezes eu quis algo com as mesmas capacidades, mas com um tamanho mais apropriado pro bolso do paletó, por exemplo.

Algo cujo porte seja conveniente o suficiente pra eu trazer comigo na mentalidade “se der pra ler algumas páginas de Watchmen na fila do cinema, beleza. Se não, deixa no bolso mesmo”.

“MAS IZZY O STEVE JOBS AVACALHOU TABLETS DE SETE POLEGADAS, LEMBRA?”

Verdade.

Igual como ele avacalhava mini-laptops, até o momento em que a própria Apple descobriu uma forma de produzir um mini-laptop de qualidade. Um pouco diferente do que a concorrência estava fazendo na época em que ele criticou os tais mini-laptops, sim, mais aí está.

Obrigo você a lembrar também que em 2003 o mesmo Jobs escrotizou a idéia de assistir vídeos num iPod. Menos de 2 anos depois viria o iPod video.

E finalmente, em 2008 o Jobs previu que ebooks estavam mortos, e em 2010 aparece o iBooks. Poisé.

Olhaí o número de vezes que o Jobs disse que a Apple jamais faria X, e acabou fazendo. E isso é quando ele ainda tava vivo; por que a Apple iria agora manter a palavra de um defunto quando aparentemente o mercado QUER tablets menores…?

A única coisa me impedindo de pegar logo o tal Nexus 7, que parece bem apetitoso, é o tal iPad mini que os profetas tecnológicos estão nos prometendo. Acho que ter um tabletzim pocket friendly sempre comigo causará uma mudança de paradigma de uso de gadgets similar ao provocado pelo advento dos smartphones.

/p

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Tech Toys

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

43 Comentários \o/

  1. kblosnack says:

    acha que vai sair quanto um iPad Mini?

  2. g says:

    Deve ser bom morar num num lugar onde um ipad não custe R$1600. Se eu tivesse dinheiro, já teria comprado a anos.

  3. Murilo says:

    Acho demais a ideia de um iPad mini. Um iPad não é algo que se leve pra qualquer lugar. Ainda vejo uns loucos aqui no Brasil que levam pro shopping (já vi até criança com ele na escola e menina com ele no Playcenter ._.). Seria óptimo pra quem sente falta de tela maior!

    • asCaio says:

      Na minha escola é lotado de guria retardada que traz ipad como se fosse um celular, leva pra cantina e etc…
      Um dia uma menina deixou cair no meio do pario e a tela rachou toda e todo mundo riu dela.
      iPad é algo pra se usar em casa mesmo como ele falou, e eu acho mesmo que tendo 7′ vai ser grande demais ainda.
      Ainda prefiro um iphone maiorzinho mas não tão grande para ser um galaxy note, 4,3 polegadas ta bom eu acho ._.

  4. Rodrigo Zaratin says:

    Kid, acho que o Galaxy Note é uma opção melhor para o seu uso, tem boa camera e 3g e muito em breve deve ter nova versão dele. O problema do N7 é justamente ser somente wifi, se isso não for problema, o tamanho e preço realmente são convidativos.

  5. Ze says:

    ja considerou comprar um galaxy note?

  6. Igor Oliveira says:

    A pergunta é, o preço ficará entre o iPhone e do iPad? ou será “igual” ao do iPod Touch

  7. Gustavo says:

    Você é muito applefag cara, na boa.

    • João Ricardo says:

      Tem outro problema que muita gente que usa iOS (como o Izzy) ou qualquer outro SO ao mudar para outro: Aplicativos.
      Talvez nem seja tanto pelos equivalentes -- o Android mesmo já possui os principais apps presentes no iOS -- e sim aqueles pagos.
      Imagine alguém que usa um iPhone desde o lançamento o quanto já gastou em apps. Mudar o sistema talvez não seja uma opção. Posso estar errado, mas isso é um fator também.

  8. Wladimir says:

    Só mexi num iPad 2 quando fui na loja da apple em um shopping em Cachoeiro… eita pobreza. Mas que vontade de ter um!

  9. Gary M. Silva says:

    “MIMIMI JÁ EXISTE O IPAD MINI ELE SE CHAMA IPHONE”. Na verdade, não seria o iPhone, e sim o iPod. E, concordo com você. O iPod/iPhone é pequeno e o iPad é grande, um intermediário sempre será útil, queriam os chiliquentos ou não.

  10. Antonio says:

    Qual sua visão sobre o galaxy note?

    Ele é um bom intermediário com suas 5,3″
    E você sempre andará com ele.

  11. Kid, me sinto na sua mesma situação: deixo de comprar um Nexus 7 (com o horrível Tegra 3) agora para investir num possível iPod Touch com tela maior que 5 polegadas (o lendário iPad mini com tela de 7,85 polegadas)… Na minha opinião, acho o iPad grande (e caro) demais para levar por aí, embora eu diga isso carregando um iPhone 4S. 🙂 😀 😆

  12. Edu says:

    Pelos rumores, o iPad mini será de 7,85”, mais próximo de 8 polegadas do que de 7. Meio que já é quase certo que seja lançado mesmo. Pessoalmente eu não vejo muito sentido em lançarem antes da próxima geração do iPad “normal”, apesar que dizem que virá junto com o próximo iPhone em setembro.

    Ah, caso queira uma análise melhor sobre o sentido do iPad mini, leia o post do Gruber (provavelmente o maior blogueiro Apple).

    http://daringfireball.net/2012/07/this_ipad_mini_thing

  13. Izzy, estou pensando em comprar um tablet PRINCIPALMENTE para ler quadrinhos e e-books, por isso nem cogitei o Ipad, acho o preço muito alto pelo pouco uso q vou dar; tenho um Xperia e ele supre minhas necessidades de conexão e redes sociais, mas para ler HQs é incomodo. Estava pensando em comprar um tablet android de 10″ para exibir as páginas do quadrinhos “full scren” na posição portrait, para ter cada pagina(pg simples, ñ dupla) exibida inteira, sem ter que ficar dando scroll o tempo todo, o Comic Reader Mobi permite dar zoom apenas nos diálogos, se necessário.
    Vc que já experimentou os dois tamanhos de tela p/ ler quadrinhos, as páginas nas telas de 7″ não ficam muito “comprimidas”?
    Desculpa a prolixidade, mas moro BEM no interior e compro pela internet, ñ vou poder ir a uma loja fazer um test-drive, sua opinião vai contar muito (mas ñ vou culpar vc) em minha escolha.
    Resumindo, Seu argumento qto a “portabilidade” das 7″ foi bem lógico e me convincente, mas será q vou achar confortável uma tela de 7″? Ou devo ir direto para uma de 10″?

    • Thiago Bisewski says:

      Bom, vou falar por experiência própria já que na maioria das vezes tenho lido HQs digitais. Um tablet de 10″ é a melhor opção, principalmente para ler uma única página em fullscreen. Claro, o tamanho não é o mesmo de uma revista impressa, mas é possível ler com bastante tranquilidade e qualidade. E aí é que entra minha recomendação maior: leia em um iPad de terceira geração. Hoje nada no mercado se compara à resolução e qualidade de imagem da tela do novo iPad. E se tu comprar pelo Comixology então, praticamente todas as HQs são otimizadas para essa resolução absurda.

      Como disse, tenho lido a maior parte das HQs digitalmente (no iPad) e ontem mesmo fiz a compra de duas impressas… É engraçado porque nunca achei que iria preferir ler em um tablet, mas a qualidade digital é bastante superior.

  14. Angelo Jr says:

    e o pobre aki vai continuar com seu laptop de 5 anos atrás e um dumbphone shaushauhssuh

    bom, e não sei q paletó vc vai conseguir colocar, a não ser q seja akeles paletós de mafiosos q tu consegue colocar uma thompson 1928 (jogadores de mafia sabem do q falo), e no verão acabaria perdendo o espaço pra levar.

    mas é vc quem vai comprar, não eu.

  15. Eu carrego meu iPad pra todo lugar, não me incomoda.

  16. Kaique Oliveira says:

    se custar 250 dólares eu compro.Mas nao no Brasil

  17. Marcelo Eiras says:

    Tio Jobs deve estar se revirando no caixão.

  18. @mottaluke says:

    Gosto bastante do tamanho da tela do meu iPad, como não tenho um notebook, ele cumpre a função do mesmo. Mas concordo que levar ele pra todo lugar é meio complicado, e tirar ele em público ainda é motivo pra atrair atenção do pessoal por aqui, bem diferente de um smartphone. A grande sacada, seria a Apple aumentar a tela do iPod Touch pra 7”, o principal uso do iPod touch hoje em dia é escutar música e jogar joguinhos, isso o pessoal já faz no iPhone, aumentar a tela seria um atrativo a mais, pro pessoal que tem iPhone, começar a comprar o iPod. Quem quer iPod portátil, tem o Nano, Classic e Suffle.

  19. Murdock says:

    Mas e aí, você deixaria de levar o iPhone e sairia com o iPad mini ou levaria os dois? Acho que a primeira opção te deixaria sem telefone (embora você tenha dito que é o que você menos usa no iPhone) e a segunda te faria levar mais trambolhos nos bolsos.

  20. Izzy, tablets de 7″ são bons para ler (livros, quadrinhos)? Você que já mexeu no Nexus 7, qual sua opinião?
    Compartilho da mesma ideia que você, gostaria de algo mais compacto, mas que fosse confortável para a leitura. A tela do smartphone é muito pequena para tal.

  21. A.J. says:

    Não leva a mal não mas eu continuo sem entender a diferença entre um iPhone e um iPad Mini.

  22. leonardo says:

    ahuahuahua, agora apple q ta copiando os tablets android, seria uma tentativa de fazer um “adroid killer”?

    • Izzy Nobre says:

      De certa forma, sim. O Steve Jobs já tinha deixado claro os planos de aniquilar o Android; um iPad equivalente a esses de 7″ mas com o ecossistema de apps da AppStore e preço aproximado é uma forma de fazer isso.

  23. cara partindo da sua realidade onde o inverno(frio\nao calor) dura um periodo bem consideravel do ano, e o periodo em q vc sai sem uma jaqueta\hoodie\blazer eh bem pequeno seria uma mao na roda pra vc um 7 polegadas, que eu tmbm acho valido, mas jah q eh pra esperar lançar mesmo tu nao acha uma boa esperar sair o tab da MS junto com o Win8? sei q pra qm ta habituado ao iOS usar o windows eh complicado, mas creio q nao seja uma possibilidade a ser descartada jah…

  24. Alex says:

    Tenho dois tabletes: um da Asus muito bom e um Ipad novo. Comprei o Asus primeiro, e ele é legal porque é daqueles que têm teclado. Estava super satisfeito por uns três meses, até que comprei o Ipad. Nenhum dos dois é melhor que o outro, mas o fato é que eu aposentei o Asus depois da compra do Ipad, e isso ocorreu naturalmente, apenas por eu me adaptar melhor a certos apps do IOS.

    Moral da história, um tablete de 7″ é muito maneiro, mas se você se der bem com ele, pode ir se preparando para aposentar o Ipad grande, pois não dá vontade de usar dois gadgets similares ao mesmo tempo, vá por mim… O contrário também vale, se você não se adaptar ao pequeno, ele vai pegar poeira num canto, vide o que ocorre com nossos netbooks hoje em dia.

  25. Thiago Bisewski says:

    Muita coisa muda, e isso pode mudar também. Mas eu pessoalmente não acho 7 (quase 8)” portátil o suficiente para levar para todo canto como um smartphone.

    Talvez seja interessante para ser usado como um Kindle da vida, em uma leitura mais casual. Mas para quadrinhos o formato já começa a ficar muito pequeno.

  26. Melina says:

    *padrasto (e não ‘padastro’) 😉

  27. Jéssica says:

    Tenho um ipad 2 e levo para todos os lugares, é perfeito tanto para trabalho quanto para entretenimento, a única coisa que me deixa triste é que ele limitou as opções de bolsas que posso usar hahahaha mulher é foda né x) a bolsa só presta se cabe o ipad. Acho que nesse quesito o ipad mini vai ser bem interessante. 🙂

  28. lucas says:

    não é uma má ideia!! mas se fosse comprar, pegaria o nexus 7, já tenho o ipad2 e acho mto bom, ae ficaria com um menor com android tb!! 😀

  29. Henrique says:

    Só eu que vejo algo errado aí? Acho muita besteira gastar tanto dinheiro em 3 aparelhos que fazem praticamente a mesma coisa, cuja única diferença é o tamanho da tela. Tenho um iPhone e ganhei um iPad em um concurso, resultado: o iPad está estocando poeira no meu armário pois nunca achei uma utilidade pro troço, em casa eu uso meu notebook, fora de casa, meu iPhone, até hoje não achei utilidade alguma pro meu pobre iPad, quem dirá pro iPad mini.

  30. Jonas says:

    E o post dizendo que não existe nenhum tablet que possa chegar perto do iPad? Devo falar que realmente o SO da Apple deixa tudo mais fluído, mas o fato de existir um multi-tarefa capado, deixa os Androids muito mais versáteis para acessar conteúdos online

  31. Overlord says:

    Esqueceu de uma coisa importante para justificar o desenvolvimento de um iPad mini, Kid: o mercado educacional.

    Uma das metas de vida do Jobs era melhorar a educação (e não só nos EUA). Principalmente os livros didáticos.
    Um iPad mini seria uma ferramenta ideal para o mercado educacional: é menor, mais leve, não precisaria ter tantos recursos… ideal para uma criança, por exemplo. 🙂