Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Twitter, hivemind e Star Trek

Postado em 7 May 2009 Escrito por Izzy Nobre 110 Comentários

Eu sou apaixonado pela wikipédia. Qualquer porcaria que eu ouço e não conheço inteiramente, mando os termos de busca na wikipédia e passo as próximas horas navegando na enciclopédia e devorando toda a explicação sobre a parada.

Tá bom, seu bosta, vire esse arzinho de superioridade pra lá – eu sei muito bem que e que intelectuais de verdade lêem a New Yorker, a Encyclopedia Britannica e o Washington Post, e que o valor acadêmico da wikipédia se compara àqueles manuais ilustrados do universo expandido de Star Wars.


Tudo isso pra explicar a porra de um manche de uma X-Wing

Entretanto, enquanto a wikipédia é bastante insignificante pra assuntos mais sérios (e a wikipédia em português, então, é pior que inútil), pra tópicos de pop culture ela é uma mão na roda. Pra curiosidades sobre filmes, séries, livros de ficção científica, antigos consoles de videogames ou qualquer outra bobagem desse calibre, não há melhor fonte de informação que a wikipédia. Una o alcance da wikipédia com o potencial de um celular com 3G ilimitado e você tem um hitchhikers guide to the galaxy de verdade.


Ou até melhor, já que o guia não tinha GPS ou cliente de email

Então. Como estamos prestes ao lançamento do novo Star Trek, comecei a ler o artigo sobre a série pra me sentir mais inteirado sobre o cânon estabelecido pelos filmes. Clica aqui, clica acolá, acabei chegando ao artigo sobre os Borg.

Pros não-entendidos, os Borg são uma raça alienígena do universo Star Trek que são caracterizados como cyborgs que “assimilam” seres e tecnologias de outras raças, tornando estes Borg também.

Porra, essa frase tá mal construída pra caralho. Vou explicar melhor, é assim – um Borg te pega à força, injeta uns nano-bichinhos no teu corpo, e tu começa a ser “assimilado”, tu vira um robô como eles, e pouco a pouco começa a pensar e falar como eles. Entendeu mais ou menos?


Olha os bichos aí

Os Borg eram uma interessante análise/sátira da linha cada vez mais tênue que separa o homem da sua tecnologia. A fusão definitiva do ser humano e suas ferramentas eletrônicas é um cenário bastante comum na ficção científica, diga-se de passagem, e os Borgs ajudaram a popularizar esse tema.

Por causa disso, eles não são vistos como indivíduos – Os Borg são uma grande consciência coletiva, cada um sabe o que o outro sabe, todos compartilham uma mente. Note que nem se pluraliza o nome dos bichos, de tão macabra que é a parada.

E eu percebi com certa agonia que esse cenário já está se tornando tangível HOJE.

E ele se chama twitter.


Resistance is futile, bitch

Quer ver? Pensa aqui comigo.

Humanos usando a internet pra se comunicar com gente distante e estabelecer redes sociais não é nada novo. Acontece que o twitter trouxe uma roupagem mais “orgânica” pra esse fenômeno, mais dinâmica. Quando você tinha um blog, você precisava divulga-lo, demorava um pouco pra conseguir leitores, que dirá então gente discutindo sobre o que você escreve nos comentários. Já no twitter, é bem mais fácil se meter na conversa alheia e, antes que você perceba, se tornar relevante nos debates e ser assimilado pelo zeitgeist do serviço.

A coisa fica ainda mais complicada quando você leva em consideração que o twitter foi mais ou menos feito (ou, no mínimo, encorajado) a ser usado com celulares. Celulares são aparelhinhos tecnológicos imprescindíveis pra vida contemporânea, de tal forma que eles praticamente se tornaram extensões dos nossos corpos. Já experimentou sair de casa e perceber que esqueceu o telefone na mesinha do computador? É meio desesperadora a sensação de desconexão, não é?

Se a presença constante do meu iPhone no meu bolso torna-me meio cyborg, o twitter é o software que conecta todos Borg-style. Cético?

Dê uma olhada no seu twitter. Digamos que você siga umas cem pessoas, que estão constantemente te informando sobre onde elas estão, o que elas estão fazendo, quem está com elas. Se os sujeitos twittam do celular (algo bastante comum até mesmo no Brasil), isso significa que a janela que você tem do mundo alheio não se limita ao ambiente ao redor do computador deles – os caras tão andando por aí e informando a sua rede sobre todos os seus passos. Você está literalmente ciente do que centenas de pessoas estão fazendo ao redor do mundo, o que elas estão pensando e planejando fazer em seguida. De uma certa forma, vocês estão na mesma wavelength, estão dividindo uma consciência.

Vale lembrar que em celulares dotados de câmeras, há até mesmo a possibilidade de tirar uma foto e enviar diretamente pro twitter, compartilhando mais do que meras descrições do que está acontecendo ao seu redor. Em tempos mais primitivos, essa comunicação instantânea e initerrupta que inclui até mesmo as imagens vistas pelos participantes seria chamada de “telepatia”.

Você já percebeu que o twitter é muito utilizado pra resolver decisões pessoais que NINGUÉM em mente sã relegaria a estranhos? Abra seu twitter novamente (se você for um Borg muito dependente da rede, esse comando é desnecessário – aposto que o twitter tem aba permanente no seu navegador) e você notará que metade dos tweets são de gente perguntando à mente coletiva do twitter se deveriam fazer Y ou ir à Y. Eles estão, essencialmente, permitindo que a hivemind tome decisões por eles, ou no mínimo influencie suas escolhas de forma dramática.

Quando você para e pensa que a característica principal dos Borg é que eles renderam sua individualidade e abraçaram o controle mental exercido pelos seus implantes, a analogia parece mais acertada ainda.

Pode parecer uma análise exagerada? Considere isto: ontem no trabalho eu tava lendo um jornal e notei que a publicação tinha um twitter. Isso não é nem novidade entre os serviços de informação, aliás.

Isso significa que você recebe manchetes de notícia diretamente na sua timeline do twitter, junto com as mensagens dos outros conectados. Ou seja, a hivemind não está limitada a pensamento sincronizados de centenas ou milhares de indivíduos – você recebe até mesmo informações relevantes sobre o mundo real. De repente o que era uma curiosidade ou um passatempo se torna um pouco mais útil, e isso só complica a sua dependência no serviço. Vai chegar ao ponto de que você não sentirá necessidade de receber informação de outra maneira, já que o twitter é ao mesmo tempo onipresente (pra quem tem celular com plano de dados, anyway) e atrai até mesmo o mundo mainstream a esta altura.

O mais digno de menção é que a nossa assimilação, ao contrário dos fictícios Borg, não foi forçada. Nós adotamos participar da matriz mental compartilhada espontaneamente, e com entusiasmo até. Será que já éramos assim tão carentes de interação social e do senso de pertencimento de grupo mesmo ANTES do advento do twitter…?

É estranho pensar que um fenômeno previsto pela ficção científica há muito tempo tomou uma forma um pouco diferente da esperada, mas que está acontecendo de qualquer forma.

Agora corra e vá retwittar este texto pra mim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Tech Toys

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

110 Comentários \o/

  1. Bruno Guedes says:

    Lido e retwittado. =P

    Analogia genial, senhor @izzynobre. Nunca sei se devo ficar extático ou apavorado quando a ficção científica chega perto demais assim da realidade. Dá medo, mas um medo tão gostoso… =P

  2. mefna says:

    Sabe q eu ñ tinha me ligado? Mas está correto, corretíssimo.
    E sim, eu fico com o TwitterFox numa aba no navegador, vc acabou de comentar dum podcast chamado Matando Robôs Gigantes (?) q leram seu e-mail.
    E como disse o Bruno Guedes alí em cima: “Dá medo, mas um medo tão gostoso…”

  3. Doc_FHBS says:

    Bela análise Quide!

    Agora, junte o twitter ao Google Latitude, e vc vai ver oq é controle total sobre oq vc faz… Medo, muito medo…

  4. Muito bom, quidê! Excelente, mesmo. E, de fato, nada supera a wiki quando se trata de algum tema pop.

    Abração.

  5. Catu says:

    Eu ainda não tenho cadastro no Twitter (ainda que seja usuário do Orkut desde 2004).. será que ainda tenho escapatória?
    Para alguma cidade do interior que não tenha 3G!?

  6. lenoir says:

    eu não tenho twitter…
    nem celular (por vontade própria)
    será que vão me agarrar na rua algum dia e injetar um celular no meu bolso?

  7. Elland says:

    @Lenoir Se isso começar a acontencer, pegue sua 12, e corra para o Acre!

  8. Caralho, de novo um post sobre o twitter?!

    Bom, se é pra comentar dessa merda vá além e diria logo que a humanidade atual não está apta a usar bem usa-la com inteligência. Você sabe disso, Kid. Há quase nada de atitude colaborativa e muita gente apenas usando a parada como um desinteressante diarinho virtual, trancando updates e se fechando numa panelinha de amigos que acham bonito usar aquilo como uma estensão do msn ao algo do tipo. Em outras palavras, nego leva muito a sério essa idéia de ser SEU PRÓPRIO MIGRO-BIÓGRAFO INSTANTÂNEO DA SUA VIDINHA DE MERDA. O Kid exibicionista ao menos explora como poucos (quase sempre) os 140 carateres e de bonus ainda adiciona um toque de humor em 80% das twittadas. O que seria insuportável com qualquer mongolóide padrão se torna divertidÍssimo com esse cearense metido a besta, a geek e a humorista.

    Enfim, não to dizendo que há o jeito certo de se usar o twitter, mas não dá pra negar que A MAIORIA usa do jeitos mais retardados possíveis. Exemplo? Dia desses chutei o balde quando uma amiguinha aí reclamou do transito mas sequer teve a preocupação de dizer onde estava. Perceba que há um detalhe aí que faz toda a diferença e isso realmente me incomoda. Ao invés de “vou twittar sobre o transito pra fazer com que as pessoas evitem essa rota” ela optou por “vou mostrar pra geral como minha conta de 3G é ilimitada ao ponto de eu me dar ao luxo de reclamar aleatoriamente de qualquer porcaria”.
    Apesar dela ser mó gatinha, parceria de festinhas e coisa e tal, não resisti: avisei que o transito andaria melhor se você largasse o celular e olhasse pra frente. Capaz dela ter encarado como uma piadinha, mas foda-se, a alfinetada tava dada pra outros idiotas que tivessem lendo.

    Bando de posers ególatras: VOU DAR UNFOLLOW EM TODOS!!!!!!

  9. espectral says:

    Achei o texto meio sem-graça.
    Será que é porque não tenho um twitter?

  10. Que caralho, meu comment tá cheio de erros e nem é culpa da minha gripe terminal. CADE O PREVIEW NESSE LIXO?

    :*

  11. CCCC (discípulo) says:

    Kid viado, vai morrer de tanto
    twitter no cu

  12. Lucasbrce says:

    nem li.

  13. Pedro says:

    SEU GAY!!!!!!!!!!!!

  14. Olumor says:

    Pra falar a verdade eu sei q existe esse tal de “tiuiter” a algum tempo mas nem sabia q era tão importante 🙄 …

    só sei de uma coisa, é mais uma praga da rede…já dei uma olhada, não entendi nada e não tive vontade de entender, quem sabe em outro momento.

  15. João Caminhador says:

    Minha teoria: o Cardoso sequestrou a sra. Kid na sua vinda ao Brasil e está obrigando o rapaz a ajuda-lo em sua cruzada tecno-religiosa.

    Mais um post falando o quanto a nata da twitosfera é fodona, o quanto ter 5 mil seguidores faz o seu penis crescer 12 cm/dia ou o quanto “nós estamos vencendo” porque o jornal de Piranhunas fez uma matéria de 3 minutos sobre os blogueiros/twiteiros comprovará minha teoria

  16. Ravi F. says:

    Poxa cara, foda. E pra mim o wikipedia tem a mesma utilidade. Se não sei sobre uma série vou lá e acho. E essa história de uma só mente parece aquelas conspirações malucas (“O Google vai dominar o mundo!!”), apesar de ser verdade.

  17. Fernando Fry says:

    não é que essa merda toda faz sentido? e ainda tam a histórinha do google=skynet. MEDO disso tudo.

  18. Thitok says:

    Nâo tenho Twitter!
    Nem amigos 🙁

  19. […] (#rimshot) antes mesmo de virar hype. Se no Twitter “convencional”, que é, “no mínimo, encorajado a ser utilizado em celulares” e pode ser acessado de qualquer lugar através de diferentes programas, 60% dos usuários […]

  20. Mingau di Mixirica says:

    4 anos de blog e é a primeira vez que eu vejo uma analogia tão boa…

    meus parabéns

  21. alpha says:

    quanto custa um miojo no canada?

  22. Chicôncio says:

    EU ME NEGO A ME INTEGRAR (ENTREGAR) AOS BORG!!!!!! Não tenho Twitter com muito orgulho!!!!!!

  23. dr34dfu1 says:

    nas dorgas, né?
    irairairairi

    calma, a hype toda vai passar… (espero)

  24. phpones says:

    Sensacional(ista?)! Gostei!

    Já pensou no caso de um apocalipse zumbi ou de uma invasão alien, nós saberíamos quase em tempo real onde eles estão atacando, com qual intensidade, como eles são, etc.

    Nota mental: Adicionar um celular com bom teclado e internet 3G ao kit de sobrevivência para ataques zumbis.

  25. opivm says:

    Twitter, twitter…

  26. Yoshi says:

    Daqui a pouco estaremos todos plugados em computadores partilhando energia para alimentar a rede de robos na terra.
    Beijos

  27. fatmike says:

    Não tenho twitter, não tenho a menor vontade de tê-lo, não vejo a menor utilidade nessa bosta e esse texto foi sem graça.

  28. Sim, o twitter tem essa característica, mas todo avanço nas telecomunicações também tem, em maior ou menor escala. É tudo uma questão de reduzir o mundo de uma vastidão ilimitada a padrões e categorias com quem nós possamos socializar. Se vamos parar por aqui ou chegar ao Admirável Mundo Novo, depende de nós conseguirmos manter alguma individualidade, não da tecnologia.

  29. Victor says:

    não sei se ela já voltou (ou se ao menos foi), não uso twitter, mas já deu pra notar:

    becca out
    blog, HBDcast in

    ou seja, se quiserem mais textos, dêem um fim na becca, ahueahueaue.

  30. Higor says:

    Boa analogia. Mesmo assim, acho o Twitter inútil pra mim.

  31. grama says:

    “Dê uma olhada no seu twitter”
    Não tenho twitter, não conheço,
    gostaria de conhecer e me interesso
    com isso… mas acho que não vale o meu tempo.

    Esses posts sobre o twitter estão irritando…

  32. Ronaldo says:

    “De uma certa forma, vocês estão na mesma wavelength, estão dividindo uma consciência.”
    Kid, discordo da sua análise como um todo.
    Na ficção, o que se quer mostrar é que não se pode enxergar os borgs como indivíduos porque não há consciência, muito menos comunicação. Quando há comunicação, não há compartilhamento da consciência, até porque não tem como saber o que passa pela cabeça das pessoas. A comunicação é uma forma de estabilização de expectativas de várias consciências. No dia em que as pessoas souberem o que se passa pela cabeça das pessoas, não haverá mais sociedade, muito menos indivíduo.
    O twitter não contribui em saber o que passa pela cabeça das pessoas, mas apenas facilita a comunicação entre “alter” e “ego”. É a comunicação que intermedeia esses dois elementos, formando a sociedade.
    O assunto é mais complexo, mas fica aí uma diferença fundamental que talvez tenha gerado confusão: consciência não é comunicação. O fato de serem mais públicas e sem fronteiras, as comunicações não se confundem a consciência. Elas apenas mostram que sociedade não está mais limitada a território ou pessoas, senão à própria comunicação.

  33. ReVo says:

    Valeu pelo esclarecimento no post anterior Kid, era o que eu precisava. Não sabia que os Borgs eram do Star Trek, mas lembro que quando era um garoto maroto eu ficava extremamente agoniado com esta “raça”, nas poucas vezes que os vi na TV.

  34. Tales says:

    Eu acho o Twitter meio sem graça. Só eu que não sinto essa necessidade de estar conectado a todos os meus amiguinhos pra saber o que tá pegando O TEMPO INTEIRO?

    Há ocasiões legais, claro, mas o tempo todo deve ser muito chato. As pessoas vão acabar perdendo a capacidade do ócio, e vão ter sempre uma novidade em mãos, por mais besta que seja. Afinal, todo mundo do twitter tenta ser engraçado e interessante de alguma forma.

    É preocupante, mas não acho que as pessoas vão aderir completamente a isso. Alguém provavelmente pensa como eu. Aliás, essa hivemind, obviamente, existe desde que a internet foi criada, o negócio é que ela ganha uma capacidade de atualização incrivelmente rápida, neste estilo quase instantaneo e gratuito.

    Mas ainda dá pra fugir.

    Fujam =P

  35. Cafetron says:

    Hahaha, relaxa, Kiddo! Isso pra mim não configura em plágio. Essa analogia entre Twitter e Borgs é muito evidente, não ficaria surpreso por alguém futuramente ter pensado nisso também.

  36. Marsson says:

    É só a patroa viajar que o kid surta…

  37. CAPSULE© says:

    Wikipedia, iphone, hitchhikers guide, Borgs de Star Trek, nano robôs, twitter, tudo num post só http://bit.ly/fgeZ7 (via @crisdias)

  38. DÊNIS says:

    link utilizado pelo amigo q me apresentou o twitter, interessante.. http://bit.ly/fgeZ7

  39. alepotas says:

    MEDO. http://bit.ly/fgeZ7 (by @crisdias)

  40. Revoltado says:

    Só um parentessis, para os idiotinhas que seguem modinhas feito o Kid e seus amiguinhos hackerzinhodeorkutkmax e Gordoso:

    Me refiro a modinha de de “wikipedia em portugues é uma bosta mimimimi”

    Wikipedia em Español (Que é simplesmente o 3o. idioma mais falado NO MUNDO TODO depois de chines e ingles): 465 000+ artículos

    Wikipedia em Portugues (que só é falado em Portugal e no Brasil, praticamente): 473 000+ artigos

    Para alguém que “é viciado em wikipedia” você conhece muito pouco dela, não é mesmo?

    Mas pra que pesquisar, pensando bem… É mais fácil ir na onda de que “tudo envolvido com o Brasil é uma porcaria” e “tudo que vem de fora é melhor”.

    Puta que pariu, pior que Americano de verdade criticando o Brasil é cearense fazendo o mesmo só porque mora no Canadá. Mais “gozando com o pau dos outros” que esse cara não existe.

    Ass: Alguém que levanta a bunda da cadeira e COLABORA com os artigos da Wikipedia em PortuguÊs, ao invés de simplesmente ficar no seu bloguinho pichando o trabalho dos outros

  41. Kid says:

    Olha o argumento de bosta do cara hahahah.

    “Não fale que a wiki-en é melhor que a wiki-pt, porque a wiki-pt tem mais artigos que a wiki-es!”

    Non-sequitur total. Como é que isso prova superiorioridade, mongol? Não estamos discutindo quantidade de artigos, e sim qualidade/conteúdo dos mesmos. E a qualidade de artigos da wiki-pt é ridícula. É uma graça você dizer que eu não “conheço” a wikipédia em português quando eu nunca falei nada sobre a quantidade de artigos. Pelo jeito interpretação de texto não é o seu forte (ou articulação de argumentos).

    Isso é tão retardado quanto você concluir que eu critico a wikipédia em português por morar fora.

    Deixa eu te mostrar POR QUE eu (e muitos) expressamos opinião negativa sobre a wikipédia portuguesa. Digamos que eu queria aprender mais sobre quem foi Michael Crichton.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Michael_Crichton

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Michael_Crichton

    Hmmm… a wikipédia em inglês traz muito mais informações sobre o autor.

    Ok, quero ler sobre a Guerra dos Cem Anos então.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Hundred_Years'_War

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_dos_Cem_Anos

    Que curioso. Não apenas o artigo em inglês é MAIOR e mais profundo, ele traz FONTES e BIBLIOGRAFIA. Mas nãããão, estou criticando o artigo em português só porque moro no Canadá.

    Digamos que eu queira ler sobre o famoso site americano de notícias Fark.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Fark

    Interessante. Um artigo bem detalhado sobre um site que é um marco na história da internet. Cadê o artigo em português?

    Não existe. E sabe por que não existe? Por que os colaboradores da wiki-pt recusam artigos sobre sites, porque eles acham que eles não são relevantes. Como se escrever tal artigo fosse gastar papel ou algo similar.

    Digamos que eu queira ler sobre videogames. O PSP, por exemplo:

    http://en.wikipedia.org/wiki/PlayStation_Portable

    http://pt.wikipedia.org/wiki/PlayStation_Portable

    Mas que coisa. A versão inglesa traz MUITO mais conteúdo, tanto na forma de texto, como de imagens, como de links bibliográficos!

    Agora, o coup de grace: Veja os artigos sobre o Brasil em ambas enciclopédias:

    http://en.wikipedia.org/wiki/Brazil

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Brasil

    O artigo em inglês não apenas cita MAIS referências, mas também oferece livros relacionados como leitura adicional.

    Seja lá que artigo que você procurar na wiki em inglês (um certo personagem dos quadrinhos, um jogo obscuro de videogame, leis da física, o perfil de uma personalidade histórica, ou a origem de um determinado site) será mais longo, mais aprofundado e -- o mais importante -- trará mais referências que os artigos na wikipédia em português. Enfim, wiki-en > wiki-pt.

    E manocu esse ufanismo babaca de que eu TENHO que consertar algo quebrado simplesmente porque esse algo é brasileiro. Não tenho obrigação nenhuma disso. Foda-se, eu vou usar a ferramenta melhor.

    Não estou dizendo que a wikipédia em português é inerentemente uma merda só porque é feita por brasileiros, essa é uma associação retardada que só acontece na sua mentezinha ufanista. Estou falando que a wikipédia em português é terrivelmente incompleta. Vou adotar uma enciclopédia com páginas faltando só porque ela tem participação de brasileiros?

    Isso é imbecilidade, me perdoe a franqueza.

  42. Mauricio Nero says:

    Boa forma de pensar. Tendo em vista que é um blog de humor, achei hilario que depois de tanto trabalho para escrever um texto alguém simplesmente comente “SEU GAY!!”.

  43. Joca says:

    Eu acho válido o argumento do cara, até certo ponto, claro.

    O pessoal critica sem parar a wikipedia nossa, mas se fosse tão ruim assim perderia tanto em qualidade como em quantidade das outras. Só de ter mais artigos que a em espanhol já é um feito, já que é so BR atualizando pois Portugal inteiro tem menos gente que a cidade de Sampa.

    E também é verdade que nego adora criticar mas doar dinheiro ou mesmo colaborar com os artigos são pouca gente que vai e faz.

  44. Joca says:

    E o post em si. Orra twitter quase bate gripe suina em level de hype-chatice e o post apesar de falar do assunto tambem conseguiu ser original parabens

  45. citruz says:

    mimimi treta mimimi

  46. Joca says:

    E o kid ser tao anti-brasil eu entendo tambem pois ele só viveu nas catinga e no canada obvio que ele vai achar o numero 2 melhor. mas de repente algum dia ele sai pra conhecer o mundo afora (eu ja fiz isso aqui na america) e ve que tem 1400 lugar pior e nao estou falando na africa nao estou falando aqui nas americas mesmo.

    depois de USA e CANADA em terceirao vem o Brasil véio de guerra o resto ainda é tudo pior.

  47. Kid says:

    Sou “anti-Brasil” porque prefiro a wikipédia em inglês, que é mais completa, do que a wiki em português.

    Lógica perfeita.

    Ignore o fato de que eu muito recentemente investi do meu próprio bolso alguns milhares de dólares na (capenguíssima) indústria do turismo no Brasil, que é muito mais do que a maioria de vocês jamais fez pela merda do país. Sou anti-Brasil!

    Diga-se de passagem que é por causa desse pensamento preguiçoso (“ah, não critique o Brasil, temos boas praias e além disso há países muito piores que a gente!!!”) que o Brasil tá na merda. O primeiro passo pra mudar uma má situação é descontentamento, mas se vocês são medíocres o bastante pra se contentarem com serem uma nação levemente melhor que o Zimbábue, então paciência, né 🙂

    O Brasil precisa urgentemente de mais brasileiros inconformados com a situação. Mas o que o governo quer é isso aí mesmo -- olha nossas praias pessoal, olhem essas mulatas, vejam nossas cinco Taças Mundiais!

    Pão e circo na cabeça da molecada e vamo que vamo.

  48. Joca says:

    anti-wikipedia em portugues entao pronto.

    e nao pressisa ser metido tambem nao. se for por dinheiro o dono do mcdonalds é o maior brasileiro que ja existiu porque ele paga muito mais aqui no país de imposto e de salario de funcionario que todos nos falando nesse blog juntos.

  49. Xong Lee says:

    Caralho!!! Joca mongol. Comparacao mais retardada que já vi.

  50. Ser cearense em qualquer parte do mundo ou da internet tá difícil hoje em dia!

    Daqui uns dias vão nos culpar até pelos conflitos no Oriente Médio!

  51. Kid says:

    Joca, estou simplesmente falando que eu, que vocês acusam de ser ANTI-BRAZZZZIL, há pouco tempo tirei do bolso uma quantia consideravel de dinheiro e injetei na indústria turística do Brasil. E mais -- trouxe a minha namorada gringa pra gastar os dólares dela aí, também.

    A minha pergunta é -- quando foi a última vez que você investiu milhares de dólares em qualquer indústria brasileira?

    Depois vêm com esse papinho hipócrita de que “mimimi kid é anti-brasil e NÃO COLABORA COM AS COISAS NACIONAIS”.

    Se eu realmente tivesse esse repúgnio pelo Brasil que vocês parecem ver, teria gasto uma FRAÇÃO dessa grana indo passar férias na Jamaica ou na República Dominicana -- dois países que receberiam minha mulher de forma muito mais aberta, visto que ela não precisa passar pela burrocracia de tirar visto pra visitar o Brasil (algo que só ajuda a prejudicar a combalida indústria turística brasileira).

    Então continuem esperneando e vomitando esse discursinho sem substância. No final das contas, eu acabo contribuindo com esse país muito mais do que você.

  52. Xong Lee says:

    O dono do McD paga o dobro de imposto em cima dos macacos que ele tem como funcionarios, um salario de merda, que mal da pra pessoa se manter, trabalho escravo sem futuro, etc. Tu ta dizendo que o McD ajuda o Brasil em alguma coisa? PQP! E alem do mais do que adianta pagar imposto, se os deputados etc fazem um rachuncha dessa grana toda em marucataia. Nao chega nem um decimo pro povo, saude, escola etc.
    O Brasil era pra ser o pais mais rico do mundo, mas esta infestado de ladrao e boçais como o Joca.

  53. Joca says:

    Retardada nada kid ao inves de só dizer que nasceu no brasil e morou aqui e por isso pode criticar quanto quiser fica apelando dizendo que pode criticar mais porque gastou mais dinheiro aqui que todo mundo isso sim foi apelar

    mas vou indo que isso aqui nao vai pra lugar nenhum porque eh verdade que a wiki BR é uma merda tambem mas por outro lado a em finlandes tambem é, entao chinguem a finalndia tambem que o revoltado sussega acho huhauhauaahu

  54. Kid says:

    Retardada nada kid ao inves de só dizer que nasceu no brasil e morou aqui e por isso pode criticar quanto quiser fica apelando dizendo que pode criticar mais porque gastou mais dinheiro aqui que todo mundo isso sim foi apelar

    Entenda -- não tou falando que posso criticar só porque gastei dinheiro no Brasil. Estou confrontando suas afirmações sem sentido de que eu, simplesmente por criticar a wikipédia em português, sou contra o país e me recuso a colaborar com iniciativas nacionais.

  55. felipetenor says:

    Como eu te disse Kid… nego q ta la mete o pau todo o dia xinga o prefeito o governador o presidente o vizinho o onibus e etc…mas eh so alguem de fora falar um ai do brazil e nego ja pega a camiseta da selecao, bandeira numa mao pandeiro na outra e bora meter o pau…afinal quem voce acha que eh seu canadense miseravel pra falar um ai do meu BRAZIL-ZILLL….

    Eh galera olhando com inveja pra quem ta em cima, desprezo pra quem ta embaixo e nao movendo a bunda pra nada q esse pais vai pra frente…

  56. Xong Lee says:

    Enquanto isso a Desciclopedia em PT é a melhor do mundo. Morram de rir, macaquitos!!!

  57. Joca says:

    mas nao fui eu que falei isso foi o revoltado la, outra pessoa

    eu acho a wiki PT ruim tambem mais so falei que concordo com ele que eh melhor que a de espanhol e metade dos paises do mundo falam espanhol a deles deveria ser bem melhor que a nossa mas pelo jeito eles se empenham menos ainda que a gente

  58. Kid says:

    @Joca

    “Eles se empenham menos que a gente”

    Isso se chama “nivelar por baixo”.

    Esse é um dos muitos motivos pelo qual o nosso país nunca irá pra frente -- porque estamos perfeitamente satisfeitos em ser o décimo-segundo colocado.

  59. Xong Lee says:

    É o efeito ratinho. A vida dos brasileiros está uma merda, mas enquanto eles continuarem vendo nego se fudendo mais do que eles na televisao, tudo bem.

  60. Joca says:

    e felipe, qual que eh tanta inveja se eu falei que acho que 1 -- USA 2 -- Canada e 3 -- Brasil? caso voce falou comigo

    se fosse inveja eu ia botar o brasil la em cima e meter o pau nos outros e nao elogear

    soh falei que ja viajei por toda a america quase (menos equador e colombia) e o brasil ta em terceiro lugar nao eh tao ruim que nem muita gente que soh conhece Ceara e disney fala.

    exemplo: eu nao falo que a frança eh uma merda porque nunca fui pra europa pode ser melhor ou pior que os outros paises de la mais muito nego soh conhece o quintal do visinho e sai disendo qual pais eh melhor que qual bah puro chute deles nao sabem nada de verdade soh vao falando o que vem na cabeça sem base

  61. Joca says:

    bom vou indo de verdade agora nao sei porque me pegaram de cristo sendo que outra pessoa que começou tudo

    foda-se brasil e canada tambem que os USA ainda eh bem melhor que os dois huahuhauahha

  62. Joca says:

    e gente quem puder colabora com a wikipedia em hungaro porque essa sim eh uma merda total uhauhauhauhauhauahahu

  63. felipetenor says:

    eu nao falei exclusivamente pra vc joca, mas pro povo em geral q tem xilique se alguem falar um ai mal do brazil….

    e kid vc nao deveria estar “dormindo”?!

  64. Elland says:

    @Joca

    Cala a boca e vai dormir, cara, tu tá passando vergonha…

  65. Elland says:

    @Joca

    Estados Unidos é melhor em que? USA perde do Brasil, e olhe que eu sim, odeio o Brasil…

  66. RT @izzynobre : Como o twitter está nos transformando em cyborgs http://bit.ly/fgeZ7

  67. Victor says:

    Kid, esse seu argumento de que gastou milhares de dólares e que nós não fizemos isso, é besteira pura…

    Saiba que muitos de nós fazemos isso mensalmente, incluindo a mim.

  68. Gostei dessa analogia com o Twitter! http://tinyurl.com/o3fv6h -- Por isso que eu amo esse trem!

  69. alpha says:

    kid, wiki pt x en e vc usou autores e produtos claremente gringos… aih fica tendencioso. o bolo da cereja seria a pagina do brasil. os artigos de tecnologia com certeza serão mais precisos, abundantes e acurados em inglês do que em polonês. eu falo seis linguas e as vezes leio os artigos em 3 linguas. eu considero a wiki mto cultural e inerente. tudo o que eh dominio publico mundial e’satisfatorio nas linguas mais difundidas do mundo. dizer que uma eh melhor que a outra axo dificil de responder ateh para um enciclopedista, mas o blog é seu, é sua opinião. se quem le e responde, incluso eu, lógico, não tivesse interesse em sua opinião, não teria lido, discordado e replicado. quanto custa um miojo no canada? ^^

  70. jcvasc says:

    Eu já publiquei 4 livros sobre arquitetura e não posso fazer um artigo sobre o livro na wiki-br pq os supremos mandatários da versão brazuca dizem que isso é AUTO PROMOÇÃO! Ora vejam, o livro é GRATUITO, distribuido nos eventos do curso para os estudantes e para bibliotecas de escolas e universidades. O livro até tem a versão em PDF NA INTEGRA no site da universidade que leciono.

    Outro fato: melhorei o artigo sobre o engenheiro Joaquim Cardozo, colocando suas obras com Oscar Niemeyer numa tabela que eu elaborei na dissertação. Acontece que um dos moderadores REMOVEU a bibliografia que utilizei como fonte da informação, deixando o artigo COMPLETAMENTE sem referências bibliográficas. O motivo? Eu era o autor da referência, a minha própria dissertação de mestrado. Julgou como auto-promoção:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Joaquim_Cardoso

    Simplesmnete RIDÍCULO.

  71. Alessandro says:

    Olha na questão da Wiki-PT eu concordo com o KID, tanto que hoje em dia na minha barra de busca tenho a PT e a EN, e sempre pesquiso qualquer termo que preciso nas duas pq não confio na PT.
    De resto todos nós brasileiros investimos (obrigados) 1/3 de nosso dinheiro na indústria dos políticos filhos da P… fazer o quê né?

  72. Kid says:

    kid, wiki pt x en e vc usou autores e produtos claremente gringos… aih fica tendencioso.

    Você só tem curiosidade a respeito de produtos e autores brasileiros?

  73. Joca says:

    kid tanso falou mais que a lingua e agora ele ta se torcendo para se explicar.

    palavras dele: *a wikipédia em português, então, é pior que inútil*

    o que ele faz nos comentarios: compara ela com a ingles só nem da bola para a em italiano, espanhol, etc, etc.

    Ficou parecendo o cara que diz que Porsche é uma bosta e todo mundo tirou sarro da cara e aí voltou só mostrando fotos de Ferrari só, e sem resaltar que qualquer Porsche ainda é melhor que 90% dos outros carros.

    Porsche é pior que inútil! Porque vejam a Ferrari é melhor.

    mas kid tem o tal do dodge viper tambem e ele eh pior que o Porsch…

    Mas brasileiro ta satisfeito com qualquer coisa mesmo quer comparar soh com carro ruim.

    Ferrari é melhor que Porsche siginfica que ele é um lixo hauhauhauahu eu racho o bico

  74. Joca says:

    E o Elland que acha o Brasil melhor que os USA o mais perdido na discussao huhauha

  75. Cristiano says:

    Kid, você só tem que contar a quantidade de gente que lê em inglês e a quantidade que lê em português na internet e chegar a uma conclusão lógica sobre qual das duas sempre será melhor e não há nada que alguém possa fazer quanto a isso a não ser reclamar.

  76. Zehr0_C00l says:

    KID eu sou a sua mãe!

  77. Koaerecê says:

    caras, eu não consegui me acostumar a usar esse twitter aí… postei uma vez em 2007 e nunca mais mexi no bicho… praticamente um líder da resistência contra a Cyberdyne, shit

  78. Juca Fake says:

    se os EUA tivessem saco e um dia tirassem um radiografia, certamente teria o joca grudado no saco dele.
    A grma do visinho é sempre mais verder que ele, maldita inclusão digital, maldita adolescencia pedante, malditos rebeldes de quartos

  79. Darox says:

    muito bom sr.Kid

  80. Ray says:

    Joca tem razão. Kid é um lambe-bolas do Canadá inveterado e ainda por cima vítima da própria ignorância.

    Lembram do post sobre sua viagem ao Brasil onde ele falou que até “os aviões no Canadá são muito melhores”, comparando sua viagem doméstica lá com a feita aqui pela TAM?

    Pois é Kid, o avião “melhor” que você aproveitou no Canadá é feito aqui no Brasil.

    Um EmBRAer 195, para ser mais específico: http://www.aircanada.com/en/about/fleet/embraer-175.html

    Seu país novo, que, inteiro, tem quase a mesma população que a cidade de São Paulo pode ter boa qualidade de vida e ser um lugar interessante de se viver.

    No entanto, continua sendo uma verdadeira PIADA a nível mundial.

    Quer saber quais países estão na cabeça dos executivos internacionais? Consulte a sigla BRIC (Brazil, Russia, India, China) e não se baseie apenas na largura da escada rolante do aeroporto do país.

  81. eumesmo says:

    Mas esse Joca é retardado mesmo hem? O kid ja foi bem convincente nos argumentos, explicando bem o caso.

    É claro que a Wikipedia brasileira é pior que a americana, qualquer idiota que já tenha frequentado as duas versões sabe disso.

    Mas nego tem que levar pro lado do ufanismo e amor à pátria. POrra, o que o cu tem a ver com as calças?

  82. eumesmo says:

    E victor é outro otário que nao sabe ler:

    “Kid, esse seu argumento de que gastou milhares de dólares e que nós não fizemos isso, é besteira pura…

    Saiba que muitos de nós fazemos isso mensalmente, incluindo a mim.”

    O Kid não disse que “ama o Brasil mais que qualquer brasileiro que paga imposto”, simplesmente quis dar uma prova de que tem respeito e consideração pelo brasil.

    E a bem da verdade, pelo teor dos argumentos e nível de interpretação de texto, esses moleques que aqui tão indignados nem devem ter idade pra trabalhar, votar ou pagar imposto.

  83. eumesmo says:

    Acho o Kid um mala às vezes, por motivos diversos. Mas uma coisa que me emputece é o tipo de acusação de “falta de amor à nação natal” que ele recebe direta ou indiretamente por ter imigrado pro Canadá. Pura hipocrisia.

    Porra, qual o problema do Kid ou qualquer outro cidadão ir legalmente tentar se dar bem em outras bandas, se a pessoa considera que será melhor pra sua vida?

    Deixem essa babaquice de lado, o tempo do “ame-o ou deixe-o”, do ufanismo reacionário, já passou no Brasil há uns 30 anos, graças a Deus.

  84. eumesmo says:

    E, Kid, essa idéia de “devem ter mais pessoas inconformadas no Brasil”, “isso aí é um pão e circo”, também é bem superficial. Evite comentários políticos, vc não manda muito bem nisso, sério.

    Tem muita gente aqui politizada e com bom senso crítico, ao contrário da amostragem dos comentários do seu blog. E, convenhamos, considero um momento bastante positivo pro Brasil nos últimos anos. O nível de pobreza tá baixando, não devemos mais pra estrangeiro, exportamos bem, a economia tá aguentando bem o tranco da crise, temos melhor visibilidade internacional do que há anos atrás.

  85. Ray says:

    eumesmo,

    O único “otário que não saber ler” aqui se trata de vossa senhoria.

    Kid não disse que a Wikipédia em inglês é melhor que a em português e ponto final. Ele disse que a em português é (sic) “pior que inútil”.

    O que alguns se revoltam não é o fato dele morar no Canadá, e sim essa arrogância e prepotência dele de tratar com desrespeito e pouco caso tudo o que é relacionado com o nosso país.

    Em 99% das comparações feitas nesse blog, as coisas do Canadá são o máximo e as do Brasil rizíveis. Digo 99%, porque teve 1 (um) post ridicularizando o ensino no exterior.

    Mas exceto esse único exemplo, consigo mentalizar Kid sendo sodomizado por um afro-canadense e em seguida vindo postar em seu diário virtual: -Até no Canadá os estupradores são melhores! No Brasil quando eu fazia troca-troca com o vizinho o pirú dele era mínimo. Já agora, aqui no primeiro mundo, vocês precisam ver como é a coisa…

    Entenderam o ponto, apesar do sarcasmo? A questão não é Kid falar mal do Brasil. A questão é sua subserviência (popular “capachismo”) em relação as coisas canadenses.

    Mas isso há de mudar agora com o casamento, quando ele terá preocupações de verdade e não medirá a grandeza dos países pelo preço em que estão os videogames nas lojas.

  86. viniciusz says:

    que viajada hem ueuhiae. anyways, eu ainda estou por fora desse mundo. Tenho celular mas praticamente não uso/saio com ele, tá desligado tem aproximadamente um mês, e não sou adepto ao twitter. Tenho um blogzinho pessoal mas só escrevo pra não esquecer depois, pq eu gosto 🙂

  87. eumesmo says:

    “Entretanto, enquanto a wikipédia é bastante insignificante pra assuntos mais sérios (e a wikipédia em português, então, é pior que inútil), pra tópicos de pop culture ela é uma mão na roda.”

    Ray,

    Xeu tentar dar bem mastigadinho, vai: Kid diz que a wikipédia é insignificante para assuntos mais sérios. Ou seja, inútil.
    A versão em português é pior que inútil.
    Me acompanhe, vai ficar mais complicado agora: A wikipedia em português, portanto, é pior que a em inglês.
    A versão em inglês, sob outra perspectiva, é melhor que a em português.
    Não saber interpretar textinho de blog é caso de repetência.

  88. Kid says:

    Ahaha, o Ray não sabe pra que a expressão “sic” serve. Ou o que significa a palavra “subserviência”.

    A propósito Ray, eu saí da casa do meu pai há anos, e me sustento há muito tempo. Não é meu casamento que provocará grande mudança no meu estilo de vida.

    Mas continuem aí cheios de raivinha e babando pela boca só porque eu critico a wikipédia em português (que sequer uma iniciativa exclusivamente brasileira é).

  89. Tevinho says:

    “espectral:
    Achei o texto meio sem-graça.
    Será que é porque não tenho um twitter?”

    Também achei e que por coincidencia, tambem não tenho um twitter.. quem será o sortudo que vai me explica como esse trem funciona? =D Obrigado.

  90. Lego! says:

    Ta revoltado pq a wikipédia em português é pior que a em ingle?

    Vai lá e melhora akela merda po!

    Ficar entrando num blog pra ficar de nhénhénhé é foda…

  91. Lego! says:

    *ingles

  92. Eduardo says:

    Depois de vários anos alimentando a fantasia de ver uma mulher cagando, ou melhor, fazendo deliciosos e caramelados bombons em mim, e depois de longas cheiradas nas calcinhas usadas e papéis higiênicos usados por ela, resolvi me abrir e dizer a ela minha fantasia. Expliquei que a fantasia se devia a vários fatores psicológicos. Um deles é a curiosidade de ver uma mulher, que já é uma criação perfeita de Deus, linda, perfumada, bem vestida(de preferência com vestidinho curto preto ou branco), de saltos finos e cheirosa fazendo cocô. Acho isso poético, um ser tão belo e frágil fazendo algo tão grosseiro e nojento, os contrastes me atraem. Além disso o sentimento de submissão à uma mulher, de sentir o poder dela frente a nós. Somos tão inferiores que sem elas nem ao menos existiríamos, pois somos gerados dentro delas. Que coisa mais excitante ver uma mulher com o rabo com aquele cheiro de hormônios femininos agregado ao cheiro da merda que restou no orifício simplesmente chegando, ordenando que vc fique quieto e passando o rabo na sua cara, como quem diz: Lambe minha bunda submisso, cheira o que há de mais podre em mim. Puts, extremamente excitante, não acham? Em terceiro lugar a questão visual, só quem gosta de sexo anal e scat é que entende. Ver uma mulher defecando é lindo, peidando, enfim, fazendo algo tão natural e que todo mundo esconde. O proibido excita também… Chegou o grande dia e minha mulher estava linda, com um vestidinho preto meio transparente, uma calcinha fio dental lindíssima, cabelos loiros lisos até na cintura, maquiada, de saltos altos finos e com algemas na mão. Ela simplesmente chegou em casa e algemou minhas mãos e me disse: Fica calado e me obedeça!!! E eu fiquei, ela apagou as luzes e colocou uma pequena luz vermelha em formato de coração que havia comprado acesa. Colocou uma musica baixinho e começou a dançar frente a mim, me excitando, me instigando. Passava a bunda na minha cara, esfregava o ânus no meu nariz, me sufocava!!! Eu podia sentir o cheiro do perfume anal que estava naquele cuzinho tão lindo e delicado. Aos poucos ela tirou a roupa e foi fazendo loucuras, cuspiu na minha cara, lambeu meu pau, passava toda hora a bunda na minha cara e as vezes me sufocava com aquela linda e grande bunda durinha. Quando eu menos esperava ela peidou na minha cara. Confesso que nunca senti um cheiro tão alucinante, uma mistura de gases com hormônios de fêmea, super excitante, meu pênis estava como ferro, duro e muito louco pra fudê-la. Aos poucos ela sentava na minha rola, dava umas bombadas e depois tirava, novamente me sufocando com aquela bunda deliciosa. Cuspia novamente na minha cara e mandava eu engolir. Passava aquela buceta linda no meu nariz, enfiava meu nariz pra dentro dela, esfregava tudo na minha cara. Confesso que estava em êxtase. Quando eu menos esperava, ela se ajoelhou sobre meu peito e ficou parada. Minha expectativa era enorme. Ela soltou um longo e saboroso peido e após alguns segundos começou a sair aquela massa densa, marrom, quente e vibrante sobre mim. Antes que ela caisse no meu peito ela se arredou e deixou que caisse no meu rosto, e eu sem titubear deixei que caísse na minha boca, senti o calor daquele bombom na minha boca, não mastiguei mas senti, achei delicioso como uma trufa de chocolate e cuspi sobre mim. Ela novamente se arredou para meu peito e foi fazendo mais e mais. Cada pedacinho de merda que saia era como se eu estivesse recebendo um novo prêmio. Por fim ela passou o cuzinho ainda melado sobre minha cara e nariz e se limpou em mim. A sensação de submissão que sentia era mágica, finalmente minha mulher conseguiu me mostrar sua superioridade, como se realmente eu fosse um escravo dela, uma simples propriedade. Logo após ela tirou minhas algemas e ordenou que eu me masturbasse, mas eu comecei a passar todo aquele delicioso barrinho dela sobre todo o meu corpo, como se estivesse fazendo um banho de lama medicinal, fiquei todo borrado e marrom e iniciei a masturbação. O cheiro do ar era perfeito, me excitei demais e gozei rajadas fortes de porra na boca dela, e ela engoliu tudinho, não deixando nada pra ninguém. Tomamos um banho juntos e saímos para jantar e comemorar esse dia tão feliz juntos. Desde então ela sempre continuou mandando em mim, fazendo de mim seu escravo, ordenando que eu cheire seu cu, seus peidos e me humilhando como gosto. É sadio sentir o poder de uma fêmea!!! Espero que tenham gostado. Abração, Kid.

  93. eagleheart says:

    E o ensino no canada? vc disse q era bem inferior ao brasileiro, entao essa historia de que pro país ir pra frente tem q investir em educação é pura balela. Na verdade o brasil é rico mais q o canada inclusive, o q peca eh o idh, esse sim importa, e o brasil ta totalmente fudido nesse.

  94. cabroso says:

    Maiores economias do mundo em 2009 (valores em US$ trilhões)
    1. Estados Unidos -- 14,57
    2. Japão -- 4,80
    3.China -- 4,78
    4. Alemanha -- 3,40
    5. França -- 2,71
    6. Itália -- 2,17
    7. Grã-Bretanha -- 2,04
    8. Brasil -- 1,59
    9. Espanha -- 1,53
    10. Índia -- 1,35

  95. fatmike says:

    Isso Kid, continua com essa sua discussãozinha idiota sobre a Wikipédia pra ver se ninguém nota o post do Ronaldo, ESTUPRANDO com argumentos sólidos sua analogia ridícula.

    Pra ele tu não responde né? Só pra esses Jocas da vida

  96. Um magnifico texto sobre twitter e star trek ~ http://bit.ly/fgeZ7

  97. dh says:

    “argumentos sólidos” é com o Eduardo aí, eim.

  98. CCCC says:

    Kid viado vai morrer de tanta roupagem mais “orgânica” no cu.

    Discípulo, mandou bem.

  99. Juan Lopes says:

    @lincolnqjunior Você sabe quando está sucumbindo à hivemind quando conversa com sua esposa via twitter: http://tinyurl.com/o3fv6h

  100. lfppfaria says:

    RT: @juanplopes: Você sabe quando está sucumbindo à hivemind quando conversa com sua esposa via twitter: http://tinyurl.com/o3fv6h

  101. Bernardo says:

    You go Champ!

    Now go back to tweet

  102. sLy says:

    Isso me lembrou aquela história do pacman.

  103. Nailson says:

    Twitter é o bixo da goiaba msm!