Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

10 conceitos equivocados que todos temos

Postado em 26 November 2013 Escrito por Izzy Nobre 25 Comentários

Uma coisa foda que eu descobri com o passar dos anos é que quase tudo que nos contaram está errado. Pra você ver como o nosso compreendimento das coisas mudam com o passar do tempo — e pra servir de exemplo de quão errado as coisas que nos passam são –, houve uma época em que médicos recomendavam cigarros de uma determinada marca em vez de outra.

E isso aí não é exemplo isolado, não! Uma busca por “doctors cigarette ads” revela um MONTE de propagandas de cigarros que se baseavam justamente na premissa “olha, esse aqui é preferido por médicos, ein! Então pode fumar de boa!” Ou seja: existiu uma época em que o estabelecimento médico achava SUPER DE BOA recomendar cigarros pra galera.

Os tempos passaram e pelo menos essa a gente aprendeu, mas existem um monte de outros conceitos equivocados que perduram até hoje. Por exemplo…

A Grande Muralha da China não pode ser vista da lua

Great-wall-of-china

Falso. Nem mesmo astronautas orbitando a Terra conseguem ve-la, que dirá então da lua, que fica quase mil vezes mais distante do que um astronata em órbita. Fonte ]

Não existe nenhuma evidência arqueológica de que vikings usavam chifres nos seus capacetes

Viking_hat

Quando se pensa em “vikings”, a imagem que se pinta mentalmente é algo similar ao que você vê acima. Entretanto, não existe registro histórico de que vikings usavam elmos com chifres. Essa iconografia foi criada por Richard Wagner para a sua saga “Der Ring des Nibelungen[ Fonte ]

(Um efeito similar ocorre em relação ao “fruto proibido” relatado no Gênesis. Arte medieval sempre retratou a fruta como uma maçã, mas a história bíblia não dá nome à fruta)

Peixinhos dourados não tem memórias curtas de poucos segundos

goldfish-animal-myths

O mais legal não é o fato de que isso é errado; é o fato de que foi um garoto de 15 anos que desmistificou esta crença. Ah, e os MythBusters  target=”_blank”>trataram do assunto tambémFonte ]

A leitura do Orson Welles de “Guerra dos Mundos” no rádio em 1938 não causou pânico generalizado nos Estados Unidos

orson_welles_1_x

A história do pandemônio nos EUA provocado pelo Orson Welles quando este leu Guerra dos Mundos na rádio é usada, há muito tempo, como exemplo da burrice das massas. Acontece que não houve pânico algum; algumas poucas pessoas ligaram pra serviços locais de emergência pra obter informações sobre o caso, e só.

Os jornais exageraram o relato no dia seguinte porque em 1938, o rádio estava sendo visto como um oponente da mídia impressa, e a narrativa desta era que o rádio estava “aterrorizando” a população.

war

E o Orson Welles até admitiu, anos depois, que o mito do terror generalizado da população ajudou sua carreira — e por isso não havia interesse em desmenti-lo. [ Fonte ]

A imagem do Papai Noel não foi criada pela Coca Cola

cocacola

Quando a Coca Cola começou a usar essa imagem icônica do Papai Noel, nos anos 30, outras empresas (principalmente a White Rock Beverages, uma outra marca de bebidas) já usavam essa imagem há quase 20 anos.

Acontece que como você nunca ouviu falar dessas empresas e a Coca Cola é uma das maiores marcas do mundo… [ Fonte

Einstein não reprovou em matemática

f5d98b572467a25cf26df96c8f06049b

A história de que Einstein teria reprovado em matemática é usada como exemplo de que o estabelecimento acadêmico às vezes não reconhece mentes brilhantes, e/ou que mesmo os mais ineptos podem eventualmente conquistar grandeza. Infelizmente, não é verdade — como o próprio Einstein falou de forma extremamente humilde, “Nunca reprovei em matemática. Antes de completar 15 anos eu já dominava calculo integral e diferencial“.

Aposto que você não sabia que o Einstein era meio boçal, aliás. [ Fonte ]

Touros não ficam furiosos ao ver a cor vermelha

matador-and-bull

Touros são dicromatas, ou seja, a cor vermelha nem se diferencia muito das outras. O que agita o boi é a movimentação do toureador, que o touro interpreta (naturalmente) como uma ameaça. [ Fonte ]

Camaleões não mudam de cor como um método de camuflagem

HunterBreederMainWeb(1)

Você já percebeu que tem muita foto de camaleão carnavalesco na internet? Isso parece incoerente considerando que a função da habilidade é pra se camuflar, né…?

Isso acontece porque a principal função da habilidade dos camaleões de mudar de cor é comunicação (como em rituais de acasalamento) e regulação de temperatura. São raras as espécies que ativamente mudam de cor pra se camuflar. Ou seja: essa habilidade é exceção, e não regra.

Não podemos dizer que a capacidade humana de prender a respiração é de 7-8 minutos quando apenas uma minoria de pessoas consegue fazer isso, afinal de contas! [ Fonte ]

Não é preciso esperar 30 minutos após comer pra entrar na piscina ou no mar

pool

Essaí infernizou muitas infâncias. Sempre que se estudou a correlação entre comer e passar mal nadando e/ou se afogar em seguida, observou-se que o fator definitivo era o álcool que foi ingerido junto com a refeição, e não a comida em si. Nadar bêbado que é o problema; nadar com o bucho cheio de churrasco tá de boa! [ Fonte ]

Seres humanos não têm cinco sentidos

5-cinco-sentidos

E o sexto seria ver fantasmas, né? Na realidade, esses 5 sentidos foram originalmente descritos por Aristóteles, e por algum motivo a gente continua se referindo apesar de que existem muitos outros. É como se continuássemos dizendo que existem 4 elementos (água, fogo, terra, ar) quando sabemos que a tabela periódica é bem maior — e esses elementos citados sequer são “elementos” na realidade.

Temos muitos outros sentidos — o sentido de equilíbrio, de bexiga cheia, de fome, de necessidade de ir ao banheiro, de temperatura relativa do ambiente, entre outros. O número total chega aos 20, dependendo de como você diferencia certos sentidos que agem de formas similares. [ Fonte ]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Top X

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

25 Comentários \o/

  1. Gideão says:

    Eu fiquei abismado com os dois últimos. É como quando você é criança e descobre que a fada do dente na verdade é sua mãe; que o Papai Noel não existe e que não existe velho do saco.

  2. André Henrique says:

    Izzy, nesse ultimo, deve haver uma confusão na palavra sentidos, mas eu entendo por sentidos, aqueles que nos ligam a esse mundo, por exemplo, se houvesse alguma forma de simplesmente desligar os sentidos de uma pessoa, os sentidos que nos ligam ao mundo, os 5, nós não teríamos nenhuma forma de saber de fato se estaríamos nesse mundo mesmo, pois o celebro não iria receber nada do mesmo. Por sentido, Aristoteles devia estar falando isso, e não esses outros que você citou, eles não são sentidos de fato.
    Houve uma noticia de uma criança que tinha recuperado a audição depois de ja ter uns 5 anos, pense como isso foi um choque pra ela e uma nova forma de estar ligado ao mundo, e como outros bichos não tem visão nem audição etc, na evolução eles podem algum dia adiquirirlas, quem sabe nós mesmos seres humanos não possamos futuramente contar com um novo sentido, mas de fato um sentido que nos liga ao mundo, não o de ver fantasmas ou coisa parecida.

    • Juan Lopes says:

      Mesmo sob essa óptica, André, ainda teríamos sentidos de equilíbrio, dor (que não tem a ver com tato), passagem do tempo, aceleração relativa do corpo, etc.

      E mesmo assim, sentidos como vontade de urinar, fome, etc. todos dizem respeito a coisas fora do sistema nervoso. Mesmo que as pessoas percam os cinco sentidos, ainda poderiam ter alguma comunicação com o mundo (mesmo que precária) através destes sentidos.

  3. Vinícius Martarello says:

    Você procurou por isso pra fazer o post ou já sabia Izzy?

  4. Victor says:

    KId, não querendo ser chato mas sendo, coloque seus textos alinhados em JUSTIFICADO. Dá uma cara bem mais formal ao texto, além de ser mais bonito.

  5. Anderson says:

    esses posts são os melhores…

  6. Valmir Júnior says:

    Essa do Eistein não ser ruim em matemática já tá até bem difundida. Eu acho que na verdade o problema é que ele não se destacava tanto, não era o melhor da sala digamos assim. Se ele era boçal não sei, mas ele tinha a manha de ser né. Um fato que aprova isso também, é que ele para convencer a mulher a se separar dele disse: Eu vou ganhar o prêmio Nobel um dia, se você me der o divórcio o dinheiro será seu. A mulher aceitou, se separam e quase 10 anos depois ele realmente ganhou e deu o prêmio a ela.

  7. André says:

    Faltou a famosa “a gente só usa 10% do nosso cérebro”.

    Essa até hoje eu vejo em filmes e todo mundo acredita. Nunca vi uma pessoa que não acreditasse nessa merda.

    Qualquer um que tenha estudado evolução (ou seja, todo mundo que terminei o ensino fundamental) deveria saber que isso não tem logica.

    Pra quem acredita nisso:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Mito_do_uso_de_10%25_do_c%C3%A9rebro

  8. Henrique FM says:

    Essa é velha, mas lá vai mesmo assim: dá pra ver a muralha da china da lua, se você levar uma foto dela pra lá.

  9. BrunoHe says:

    Já sabia a maioria, mas o do camaleão eh novo pra mim.

  10. Vou adicionar mais um. A matéria tem 3 estados, sólido, líquido e gasoso. Sempre deixam de fora o Plasma, não sei porquê, fora outros estados intermediários como o Gel.

  11. Nuno says:

    Oi.

    Troque “o nosso compreendimento” por “a nossa compreensão”.

    Ou não.

    Abraços.

  12. Haniel says:

    Discordo do penúltimo.
    E a questão da fisiologia da circulação, que drena o sangue para a região de mais necessidade, que no caso, é a região abdominal por causa da digestão. Neste caso, os músculos não estarão recebendo sangue suficiente, podendo causar uma câimbra.

  13. Izzy, senti uma coisa estranha ao ler o texto…
    Depois vi que o título diz “10 conceitos equivocados”, mas a lista diz “Não dá pra ver a muralha da china…”.

    Sinto que o mais adequado (considerando que o título apresenta uma afirmação de quais são os conceitos), seria afirmá-los e não negá-los.

    Afinal, o conceito equivocado é: “dá pra ver a muralha da china da lua” e não o contrário. Sacou?

    Grande abraço!!!

  14. Alyne says:

    Esse da leitura de Guerra dos Mundos tem episódio de Cold Case inspirado, Jesus

  15. Gabriel says:

    Muito bom o texto, só uma coisa que eu pensei enquanto estava lendo: o que adianta as marcas já falarem desse Papai Noel há anos e ele não se popularizar?
    Lembro-me até que um professor de geografia comentou isso no meu cursinho, a Coca-Cola investiu bastante na figura dele vermelho para conquistar o público europeu que, por algum motivo w/e, não estava afim de beber a parada. Casou com a imagem de um maluco de lá que tinha um dia de festividade também em dezembro.
    Acho válido considerar a Coca-Cola ainda como mentora dessa imagem.

  16. […] 10 conceitos errados que todos temos […]

  17. O Papai Noel de vermelho já era visto em ilustrações dos anos 1870, mais ou menos. BEM antes da criação da Coca-Cola (ainda como xarope contra tosse)

    A Muralha da China não pode nem ser vista da órbita da ISS, que dirá da lua. Tanto é assim que a China proibiu que livros didáticos afirmassem isso (por não ser uma informação verdadeira)

    Já o lance de NADAR de bucho cheio o pior que pode acontecer é você ter uma indigestão, pois o corpo terá que se esforçar para processar o alimento E o seu exercício 😀

    Já o caso do Orson Welles o que eu li é que o programa dele começou muito próximo do final de um outro programa de rádio muito popular, lá nos EUA. Ele anunciou que estaria encenando uma peça ao vivo e tudo mais no início do programa, só que quando o tal programa popular acabou, e a população mudou a sintonia para o programa dele, pegaram o bonde andando e acharam que era tudo verdade. Claro, lenda urbana total, mas talvez com um fundo de verdade, exagerado ao extremo 😀