Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Cinco histórias bíblicas que te contaram errado (incluindo o fato de que Lúcifer na verdade é… Jesus!)

Postado em 12 March 2014 Escrito por Izzy Nobre 184 Comentários

Screen Shot 2014-03-12 at 10.03.45 AM

Por sermos naturais de um país cuja cultura sofre fortíssima influência das tradições judaica-cristãs, por mais que você não seja desta fé você deve conhecer todos os grandes mitos religiosos deles.

Adão e Eva comendo a maçã proibida, a imagem do anjo clássico com auéola, duas asinhas, e uma harpa; a Arca de Noé com seus pares de animais, os três reis magos visitando o bebê jesus… essas narrativas (em vez de conhecimento exclusivo de estudiosos do assunto) são basicamente de domínio público até pra quem nunca abriu uma bíblia. A maior parte dessas histórias já apareceu em tantas outras mídias que praticamente todo mundo conhece.

Só que existe um problema curioso nessas histórias bíblicas que a gente ouve por aí sem jamais ter pego o texto pra ler por nós mesmos. Como na clássica brincadeira de telefone, em que uma mensagem vai se fragmentando a cada recontagem, essas histórias bíblicas tão comuns geralmente foram passsadas pra gente com umas variações bem significativas.

adam_eve_snake

Adão e Eva não comeram uma maçã, por exemplo. O texto bíblico fala apenas de “fruto do conhecimento do bem e do mal”. Acompanhe a passagem de Gênesis 3:1-6

1 Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais do campo, que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse ã mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?

2 Respondeu a mulher ã serpente: Do fruto das árvores do jardim podemos comer,

3 mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais.

4 Disse a serpente ã mulher: Certamente não morrereis.

5 Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal.

6 Então, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu.

Como se pode ver, o texto jamais identifica o que seria o tal fruto. A imagem da maçã surgiu nas representações medievais da cena, e acabou se tornando o padrão.

angel-with-harp

Anjos também nunca são descritos como a imagem que nos vem à mente quando pensamos nessas entidades. Em Ezequiel 1:5-11, anjos são descritos como…

5 (…) esta era a sua aparência: tinham a semelhança de homem;

6 cada um tinha quatro rostos, como também cada um deles quatro asas.

7 E as suas pernas eram retas; e as plantas dos seus pés como a planta do pé dum bezerro; e luziam como o brilho de bronze polido.

8 E tinham mãos de homem debaixo das suas asas, aos quatro lados; e todos quatro tinham seus rostos e suas asas assim:

9 Uniam-se as suas asas uma a outra; eles não se viravam quando andavam; cada qual andava para adiante de si;

10 e a semelhança dos seus rostos era como o rosto de homem; e a mão direita todos os quatro tinham o rosto de leão, e a mão esquerda todos os quatro tinham o rosto de boi; e também tinham todos os quatro o rosto de águia;

11 assim eram os seus rostos. As suas asas estavam estendidas em cima; cada qual tinha duas asas que tocavam

12 E cada qual andava para adiante de si; para onde o espírito havia de ir, iam; não se viravam quando andavam.

Tá mais pra um monstro bizarro, não é mesmo…? Um bicho com quatro cabeças de animais diferentes, 4 asas (serafins tinham seis), pé de bezerro… bastante diferente da imagem dos anjos que conhecemos na mídia tradicional.

A propósito, a bíblia nunca descreve anjos tocando harpas, mas a essa altura eu imagino que você já estava antecipando isso. E a auréola também foi uma criação medieval.

Noahs-Ark-

E a Arca de Noé? Se eu te perguntar quantos animais entraram na arca, 99% das pessoas que conhecem a história dirão “dois, ué. Um macho e uma fêmea de cada criatura”. E 99% das pessoas estarão erradas, porque em Gênesis 7…

1 Depois disse o Senhor a Noé: Entra na arca, tu e toda a tua casa, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração.

2 De todos os animais limpos levarás contigo sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea;

3 também das aves do céu sete e sete, macho e fêmea, para se conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a terra.

Ou seja, dos animais “limpos”, entraram sete casais na arca. Dos “impuros” (e por que Deus queria salvar os animais que ele mesmo declarou “impuros”, ou por que a solução dele incluia matar todos os animais que não entraram na arca, eu não sei), apenas o casal que você ouviu falar.

Eu chuto que muitos de vocês JAMAIS tinham ouvido essa versão de sete pares de animais (ou seja, catorze em vez de meros dois). Olha a brincadeira do telefone alterando o a história aí novamente.

three-wise-men-english-school

E os três reis magos? A bíblia NUNCA fala que eram três, e nem reis. O que acontece é que eles deram três presentes ao bebê Jesus, e ao longo dos anos a história foi recontada pra simbolizar que cada mago teria sido responsável por cada presente — e daí, três magos.

Mas o texto bíblico jamais diz quantos eram. Em Mateus 2:7-11, lemos que…

7 Então Herodes chamou secretamente os magos, e deles inquiriu com precisão acerca do tempo em que a estrela aparecera;

8 e enviando-os a Belém, disse-lhes: Ide, e perguntai diligentemente pelo menino; e, quando o achardes, participai-mo, para que também eu vá e o adore.

9 Tendo eles, pois, ouvido o rei, partiram; e eis que a estrela que tinham visto quando no oriente ia adiante deles, até que, chegando, se deteve sobre o lugar onde estava o menino.

10 Ao verem eles a estrela, regozijaram-se com grande alegria.

11 E entrando na casa, viram o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro incenso e mirra.

Olhaí. O presépio da sua avó e todas aquelas peças escolares estavam errados. A interpretação dos magos como REIS aliás, vem de Salmos 72 — um livro e capítulo completamente não-relacionado, aliás — em que o salmista (possivelmente o Rei Davi) fala poeticamente que reis deveriam pagar tributo a Deus (simbolizando que eles estão muito abaixo do Criador).

A lógica foi basicamente “o salmista falou que Deus é tão foda que reis deveriam dar presentes a ele. Uns caras deram presentes a Jesus. Jesus é Deus, então aqueles caras logicamente tinham que ser reis”. Uma cambalhota lógica.

Então. Essa longa introdução é pra já te deixar preparado para a chocante realidade que eu vou expôr nesse texto. Ela vai contra o que você acredita ser uma das BASES da narrativa bíblica — a origem do inimigo de Deus.

Vamos primeiro recapitular a história que todo mundo conhece sobre o diabo.

Satanás teria sido originalmente um anjo chamado Lúcifer, um dos maiorais da hierarquia celeste. Lúcifer se enciumou do poder de Deus, e almejava um golpe de estado contra o Criador. Ele perdeu a batalha, junto com o terço de anjos que ele conseguiu convencer, e foi então enviado ao inferno.

E se eu te disser que essa história JAMAIS aparece na bíblia; que em todas as ocasiões em que o diabo é mencionado, não há conexão com Lúcifer? E que essa narrativa inteira é uma colcha de retalhos baseada em versículos isolados de seu contextos e misturados sem qualquer motivo coerente…?

Primeiro temos que entender o significado de “Lúcifer”. Lúcifer é uma derivação do termo latim “lucem ferre”, ou seja, “aquele/aquilo que traz luz”. O termo tem sentido literal (aquele ou aquilo que literalmente traz luz, como uma fogueira ou uma estrela, por exemplo) e significado figurativo (alguém iluminado, em destaque, em posição superior aos demais).

Screen Shot 2014-03-12 at 10.33.03 AM

Existiu uma marca de palitos de fósforo justamente com esse nome, sendo no caso usado de forma literal — “aquilo que traz luz”

Por falta de termo melhor, podemos dizer que “lúcifer” significava “o fodão”, “o pica das galáxias” em bibliquês.

Na bíblia, o termo “Lúcifer” é usado simultaneamente de forma literal e figurativa quando é empregado para descrever o planeta Vênus. E por que?

Vênus é um dos corpos celestes de mais brilho no céu da manhã (ou seja, está “trazendo luz”), e ao mesmo tempo se destaca dos demais objetos espaciais (“o fodão” do céu). Vemos o planeta Vênus sendo chamado de “Lúcifer” neste contexto duplo diversas vezes na bíblia.

devil

Agora chegamos na tal história do anjo rebelde que caiu do céu. Existem duas (isso mesmo, só duas) passagens bíblicas que dão suporte a essa interpretação.

A primeira é Isaías 14:4-24

4 Então proferirás este provérbio contra o rei de Babilônia, e dirás: Como já cessou o opressor, como já cessou a cidade dourada!

5 Já quebrantou o SENHOR o bastão dos ímpios e o cetro dos dominadores.

6 Aquele que feria aos povos com furor, com golpes incessantes, e que com ira dominava sobre as nações agora é perseguido, sem que alguém o possa impedir.

7 Já descansa, já está sossegada toda a terra; rompem cantando.

8 Até as faias se alegram sobre ti, e os cedros do Líbano, dizendo: Desde que tu caíste ninguém sobe contra nós para nos cortar.

9 O inferno desde o profundo se turbou por ti, para te sair ao encontro na tua vinda; despertou por ti os mortos, e todos os chefes da terra, e fez levantar dos seus tronos a todos os reis das nações.

10 Estes todos responderão, e te dirão: Tu também adoeceste como nós, e foste semelhante a nós.

11 Já foi derrubada na sepultura a tua soberba com o som das tuas violas; os vermes debaixo de ti se estenderão, e os bichos te cobrirão.

12 Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!

13 E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.

14 Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.

15 E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo.

16 Os que te virem te contemplarão, considerar-te-ão, e dirão: É este o homem que fazia estremecer a terra e que fazia tremer os reinos?

17 Que punha o mundo como o deserto, e assolava as suas cidades? Que não abria a casa de seus cativos?

18 Todos os reis das nações, todos eles, jazem com honra, cada um na sua morada.

19 Porém tu és lançado da tua sepultura, como um renovo abominável, como as vestes dos que foram mortos atravessados à espada, como os que descem ao covil de pedras, como um cadáver pisado.

20 Com eles não te reunirás na sepultura; porque destruíste a tua terra e mataste o teu povo; a descendência dos malignos não será jamais nomeada.

21 Preparai a matança para os seus filhos por causa da maldade de seus pais, para que não se levantem, e nem possuam a terra, e encham a face do mundo de cidades.

22 Porque me levantarei contra eles, diz o SENHOR dos Exércitos, e extirparei de Babilônia o nome, e os sobreviventes, o filho e o neto, diz o SENHOR.

23 E farei dela uma possessão de ouriços e a lagoas de águas; e varrê-la-ei com vassoura de perdição, diz o SENHOR dos Exércitos.

24 O SENHOR dos Exércitos jurou, dizendo: Como pensei, assim sucederá, e como determinei, assim se efetuará.

Se você ler APENAS o versículo grifado, e já estando familiarizado com a história que ouviu a vida inteira, você diria “não, tá tudo certinho aí. Olha Deus falando pro diabo que ele foi soberbo, vacilou e se fodeu!”.

Entretanto, se você de fato ler a passagem, verá que ela não conta história de anjo rebelde caído coisíssima nenhuma. Neste trecho, Deus mandou seu profeta chegar lá no rei da Babilônia (que de acordo com a bíblia, neste período, estava escravizando os judeus) e mandar a real — o rei era outrora o “fodão” da região, e em sua soberba resolveu mexer com os filhos de Deus, e agora ele vai tomar no cu por causa disso.

Se você sequer ler o versículo inteiro, reparará que o trecho “…como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!” não faz sentido se o trecho se direcionava ao tal anjo rebelde (não faz sentido o sujeito estar dando um esporro num rei e DO NADA, numa frase solta, explicar a origem do inimigo de Deus, também; isso é uma gritante descontextualização).

Não existiam nações ainda quando o anjo supostamente caiu; dizer que ele “debilitava as nações” como uma referência ao seu papel antes da queda não faz sentido.

Ou seja: “Lúcifer”, a “estrela da manhã”, foi usado pra descrever um sujeito que era um líder distinto, mas cuja ambição o levará ao caralho. O trecho que supostamente explica a origem de Satanás era uma frase retórica; era, de acordo com o profeta, o que outros grandes líderes diriam ao ver que o rei outrora poderoso tomou no rabo com areia.

A outra passagem que supostamente identifica a origem de Satanás como um anjo caído se encontra em Ezequiel 28. E  contexto, não surpreendentemente, é idêntico: um profeta indo levar a mensagem a um monarca soberbo que ele fodão só por enquanto, mas que está prestes a se foder:

2 Filho do homem, dize ao príncipe de Tiro: Assim diz o Senhor Deus: Visto como se elevou o teu coração, e disseste: Eu sou um deus, na cadeira dos deuses me assento, no meio dos mares; todavia tu és homem, e não deus, embora consideres o teu coração como se fora o coração de um deus.

3 com efeito és mais sábio que Daniel; não há segredo algum que se possa esconder de ti.

4 Pela tua sabedoria e pelo teu entendimento alcançaste para ti riquezas, e adquiriste ouro e prata nos teus tesouros.

5 Pela tua grande sabedoria no comércio aumentaste as tuas riquezas, e por causa das tuas riquezas eleva-se o teu coração;

6 portanto, assim diz o Senhor Deus: Pois que consideras o teu coração como se fora o coração de um deus,

7 por isso eis que eu trarei sobre ti estrangeiros, os mais terríveis dentre as nações, os quais desembainharão as suas espadas contra a formosura da tua sabedoria, e mancharão o teu resplendor.

8 Eles te farão descer ã cova; e morrerás da morte dos traspassados, no meio dos mares.

9 Acaso dirás ainda diante daquele que te matar: Eu sou um deus? mas tu és um homem, e não um deus, na mão do que te traspassa.

10 Da morte dos incircuncisos morrerás, por mão de estrangeiros; pois eu o falei, diz o Senhor Deus.

11 Veio mais a mim a palavra do Senhor, dizendo:

12 Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-te: Assim diz o Senhor Deus: Tu eras o selo da perfeição, cheio de sabedoria e perfeito em formosura.

13 Estiveste no Éden, jardim de Deus; cobrias-te de toda pedra preciosa: a cornalina, o topázio, o ônix, a crisólita, o berilo, o jaspe, a safira, a granada, a esmeralda e o ouro. Em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.

14 Eu te coloquei com o querubim da guarda; estiveste sobre o monte santo de Deus; andaste no meio das pedras afogueadas.

15 Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que em ti se achou iniqüidade.

16 Pela abundância do teu comércio o teu coração se encheu de violência, e pecaste; pelo que te lancei, profanado, fora do monte de Deus, e o querubim da guarda te expulsou do meio das pedras afogueadas.

17 Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei; diante dos reis te pus, para que te contemplem.

18 Pela multidão das tuas iniqüidades, na injustiça do teu comércio, profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu a ti, e te tornei em cinza sobre a terra, ã vista de todos os que te contemplavam.

19 Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; chegaste a um fim horrível, e não mais existirás, por todo o sempre.

Novamente, o trecho grifado faz (muito vagamente) alusão a alguém que estava numa posição de confiança perante Deus. No entanto, a passagem deixa claro que este alguém era um príncipe que Deus até agora deixou prosperar de boa, mas que ele começou a exagerar um pouco e agora vai ter que pagar a conta.

Nada nessas duas passagens fala de “anjo rebelde” nem nada do tipo. Eram passagens falando de HOMENS rebeldes, e o palavreado lírico usado pra descrever um homem “superior” foi extrapolado de forma literal.

“Mas e o papo de um terço de anjos rebeldes serem lançados no inferno junto com o Diabo, isso veio de onde então?”

Veio de uma leitura atrapalhada de Apocalipse 12.

1 E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça.

2 E estando grávida, gritava com as dores do parto, sofrendo tormentos para dar a luz.

3 Viu-se também outro sinal no céu: eis um grande dragão vermelho que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas;

a sua cauda levava após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que estava para dar a luz, para que, dando ela a luz, lhe devorasse o filho.

5 E deu a luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.

6 E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.

7 Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam,

8 mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu.

9 E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele.

Antes de mais nada, é preciso explicar o que é o Apocalipse. O livro do Apocalipse, também conhecido como “A Revelação de São João” (em inglês inclusive se chama “Revelations”, não “Apocalipse”) trata-se de uma série de visões que João teve sobre o fim do mundo. E portanto, a descrição de suas visões narram o FUTURO, e não o passado. Uma vez que você comprende isso, é bastante elementar que o livro não está explicando a origem de nada, mas sim o fim — do mundo.

E repare que o livro jamais diz que o “terço das estrelas” e que os “anjos do Diabo” são a mesma coisa. Os anjos do Diabo são algum tipo de criatura espiritual, mas a bíblia JAMAIS diz que eles estavam a comando de Deus e foram subvertidos.

Assim como o próprio Diabo jamais esteve sobre ordens divinas até o dia que virou casaca.

Pra fechar o argumento de que “Lúcifer” jamais é usado na bíblia pra simbolizar um anjo caído, sabe que outro personagem bíblico é descrito com esse nome?

Jesus. Isso mesmo. Acompanhe Apocalipse 22:16:

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testificar estas coisas a favor das igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a estrela brilhante, e da manhã.

A Segunda Epístola de Pedro também não deixa dúvidas sobre o termo, quando o usa pra se referir a Jesus:

E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações.

Sabe qual o termo usado nesse trecho em latim?

et habemus firmiorem propheticum sermonem cui bene facitis adtendentes quasi lucernae lucenti in caliginoso loco donec dies inlucescat et lucifer oriatur in cordibus vestris

E é isso. Em nenhuma ocasião em que o Diabo aparece na bíblia, ele JAMAIS é identificado como um anjo caído.

Esta história — e suas ramificações — são perpetuadas há taaaaaanto tempo que quase parece que ninguém está realmente LENDO a bíblia, estão apenas seguindo e repetindo interpretações erradas que já se solidificaram ao status de tradição imutável.

E aí fica a pergunta.

QUE DIABO É ISSOnão.

Que outras histórias ou ensinamentos bíblicos estariam completamente errados…?

Sobre que outras partes da bíblia o seu pastor está errado…?

Por que ninguém na igreja JAMAIS abordou o fato de que Jesus é descrito como Lúcifer duas vezes na bíblia…?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Top X

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

184 Comentários \o/

  1. Helder Poubel says:

    Baseado em uma pesquisa etimológica que fiz cheguei a uma teoria: a palavra “mali”, vinda do latim, tem dois significados, por incrível que pareça, pode significar “maçã” e “mal” (até a Wikipédia menciona isso). Então acredito que tenha sido uma atribuição de imagem a uma tradução incorreta em uma das inúmeras línguas que os monges copistas transcreveram a bíblia. Adão e Eva teriam provado do mal. Se formos mais fundo nas alegorias, o “fruto” vindo da árvore do conhecimento é o mal, logo o conhecimento é mau, perigoso. Pensem sobre isso… Se houver alguém que possa retificar ou confirmar essa minha teoria, seria ótimo.

    • caio says:

      sinto lhe informar, mas o wikipédia não é fonte segura e confiável para se fazer pesquisas.

      • Pablo says:

        A Barsa também menciona isso.

      • Helder Poubel says:

        Concordo com você, Caio, mas eu disse que encontrei essa informação INCLUSIVE na Wikipédia, reforçando o fato dela ser bastante acessível. Se você concluiu que a minha única fonte de pesquisa foi a Wikipédia, acredito que você tenha ido além em sua interpretação do que está escrito no meu comentário acima.

    • Alexandre says:

      A Bíblia diz que era a árvore do conhecimento do bem e do mal, não dizendo, necessariamente, que conhecimento é mau.

      Ela fez distinção entre o conhecimento do bem e o conhecimento do mal.

      Porém, ao comer o fruto, Adão e Eva adquiriram ambos os conhecimentos, tanto do bem quanto do mal.

      • Esdras says:

        Bom amigo. o que eu acho.
        O conhecimento não é bom nem é mal. é simplesmente conhecimento. Bem ou mal somos nos que decidimos o que fazer com estes conhecimentos.

        Supondo, eu sou um hacker. descobri uma fala em um sistema de uma empresa.
        eu posso alertar esta empresa sobre a fala para que possa ser corrigida.
        ou posso me aproveitar desta falha para me beneficiar de algum modo.

        então é basicamente isto que eu penso. o Bom ou mal uso do conhecimento isto somos nos que damos !!

        • Paulo says:

          Na questão “Conhecimento do bem e do mal”, vale ressaltar que Adão e Eva não sabiam o que era o bem e o mal.
          Por isso eles desconheciam o “conceito” de bem e mal.
          Tanto que após comerem o fruto, ele se deram conta de que estavam nus, ou seja, despertaram o sentido de pudor.

        • Eduardo says:

          Assim como vc escreveu fala ao inves de falha!!!podendo ser mau interpretado, sera q mesmo em um livro como a biblia nao pode ter sido mau interpretado em alguns textos mesmo pq errar é coisa de homem etao comum q muitas vezes passa em branco e nem damos credito a tais acontecimentos,o q mudaria claramente toda a verssao como no caso da verssao citada em latim

  2. carlos says:

    Ficção

  3. Jana says:

    Em outras palavras, quem acredita nessas estorinhas bíblicas modernas é retardado que não consegue ler um texto inteiro e interpretá-lo, e não merece atenção quando defende sua religião pois só fala merda sem sentido.

    • Andre Brasil says:

      Ah então este é o seu pensamento… mente fechada, coitada de você que não tem senso nenhum e que entende só o que quer entender!

    • elaine says:

      enquanto vc xinga o crente (aquele que crê) de retardado … Agente ora por vc… a propósito…

      Luta-se tanto pelo direito do homossexual, do negro, do Zezinho… e processa-se tanto p tantos crimes ou “crimes” … que gostaria de deixar claro q suas palavras a tornam tão ou mais preconceituosa q qq um… portanto uma “CRIMINOSA”.

  4. Nós do No Barquinho, um podcast cristão, gravamos um programa justamente pra dizer tudo e um pouquinho mais do que o Izzy disse na postagem. Quem quiser conferir, o pod é o #39 -- Dossiê: Satanás ( http://bit.ly/NoBarquinho39)
    Falow!

    • Eric Draven says:

      “Não usarás blog alheio para promover conteúdo próprio.”

      Internéticos 1:69

      • Paulo Marcelo Santana says:

        Por que não ouvir o podcast?
        Procure, com o coração voltado para o amor de Deus, que enviou Jesus para nos curar da nossa cegueira, e, assim como a Nicodemus, Ele (Jesus) poderá te libertar da sua falsa segurança, se você REALMENTE O AMAR DE TODO O SEU CORAÇÃO.

    • Wesley says:

      No barquinho, irmãos.com \o/
      Bacana. Vou ouvir!

  5. Wellington Alves says:

    Izzy, gostei das suas abordagens. Porém, você sabe que a Bíblia é um livro que não pode ser entendido somente com o raciocínio lógico. É necessário a compreensão espiritual e, tenho certeza que você sabe disso, tal revelação é dada pelo Espírito Santo. Tanto que Paulo disse em Efésios 1:17, que orava a Deus para que os dessem o espírito de sabedoria e revelação.

    Você que critica os cristãos que interpretam certas passagens literalmente, faz o mesmo quando lhe convém para ridicularizar ou questionar ações de Deus.

    Porém, nessas passagens que falam do rei e que depois mistura querubim, embora a lógica da letra diga que o contexto se refere ao rei de Tiro, obviamente o rei de Tiro não esteve no Édem, não foi criado em perfeição até o dia em que se achou nele iniquidade e tal.
    Perceba que a partir do versículo 11, é como se Deus tivesse aberto um parênteses na mensagem inicialmente dirigida ao rei de Tiro quando diz: “Veio mais a mim a palavra do Senhor, dizendo:”. Note que deste ponto em diante, o destinatário da mensagem não parece ser o mesmo rei de Tiro, homem que se achava o fodão, mas um outro ser que Tb se achou o fodão.

    Viu como, muito antes do twitter, Deus já dominava a arte de postar indiretas?

    Concordo com você que de fato a Bíblia não limita o mau a um ser espífico, fala em satanás, diabo, beuzebu e até a nós mesmos, uma vez que somos tentados pelas nossaspróprias concupiscências (Tiago 1:13-14)..

    Na minha opinião, o homem perde muito tempo, mas muito tempo mesmo, tentando entender o diabo e outros detalhes teológicos, quando na verdade o que realmente importa para nossa salvação é muito simples e só precisa ser entendido em nosso coração.

    Parabéns pelo esmero com que estudou a Bíblia nos seu tempo de crente assíduo, como você mesmo disse, apenas 5% fazem isso. No dia em que o Espírituo Santo te tocar e você tiver um encontro com Cristo, as escamas cairão de seus olhos e o casamento entre letra e espírito será perfeito. Pois como diz a palavra: a letra mata, mas o espírito vivifica!

    Abraços!

    • Izzy Nobre says:

      >o rei de Tiro não esteve no Édem, não foi criado em perfeição até o dia em que se achou nele iniquidade e tal.

      Linguagem poética, talvez? O cara é um rei da mesopotâmia. A mesopotâmia é onde o Eden ficava. Não é tão absurdo imaginar que era uma linguagem lírica pra descrever alguém tão foda e poderoso que o seu reino é basicamente equivalente ao Éden, talvez por proximidade, ou por simbolizar um ambiente perfeito.

      (Não foi você que condenou interpretar a bíblia literalmente…? Por que ESTE trecho é literal então…?)

      Mas uma coisa sabemos ao certo: não há nenhum contexto nessa passagem pra a contagem da história de um anjo que se rebelou e foi expulso do céu. Nenhum. Enfiar um anjo nesse monólogo só faz sentido se alguém já te deu essa interpretação antes e você passou a vida inteira entendendo um anjo ali naquele discurdo.

      Mas se não é sobre anjo, por QUE interpretar dessa forma…?

      Não adianta. Você QUER ver um anjo caído naquela passagem, e o simples fato de que a passagem não era sobre anjo algum é completamente irrelevante pra você.

      Uma pergunta: porque em nenhum livro da bíblia essa história (um anjo que se rebelou e caiu e etc) é contada de forma explícita e inequívoca…? O que temos são duas vagas referências a alguém que era poderoso mas caiu por causa da soberba — no contexto de reis a quem Deus anunciava que estava prestes a ensinar uma lição — e NADA mais.

      NADA. Não é um pouco… estranho? Mesmo que você queira dizer que os profetas estavam fazendo uma “clara referência” à história do Anjo Rebelde… me aponte essa história na bíblia. Cadê ela? Procura aí. Spoiler: Não existe. De acordo com você eles estavam fazendo uma referência a uma história extra-bíblica então…?

      Por que não dedicou-se NENHUM capítulo em toda a bíblia pra contar a história da origem de Satanás de forma INEQUÍVOCA, clara, de forma razoavelmente detalhada? Temos narrativas completas da criação do mundo, da queda do homem, da arca de Noé, da construção da torre de Babel, da catástrofe de Sodoma e Gomorra, do exílio dos judeus no deserto, da batalha de Jericó, de Jonas e o grande peixe, de como Onã não queria engravidar a cunhada… temos inclusive longas e tediosas listas de genealogia, onde “fulano teve sicrano que teve beltrano que teve blá blá blá”.

      E no entanto não há UM RELATO INEQUÍVOCO onde um profeta diz “foi ASSIM Ó, um anjo se revoltou e foi expulso do céu e ESTE ANJO é Satanás”. Duas frases bastavam, algo como. “E antes da criação do mundo eis que Lúcifer, um líder angelical, se rebelou contra Deus. Ele e seu terço de anjos foram então lançados ao inferno, e assim virou Satanás, o Diabo”. Pronto. Uma linhazinha bastava.

      Faria todo o sentido que essa história fosse contada no Gênesis, afinal, ele conta a origem do universo. Curiosamente, o autor do Pentateuco não falou uma palavra sequer sobre o assunto.

      Pergunte a si mesmo: por que? A origem de Satanás é um dogma importantíssimo — a existência do mal, essencialmente; a natureza do anti-Deus, o inimigo primordial — pra ser explicado num trecho breve e completamente descontextualizado. Repito porque isso é importante: as duas passagens que você PENSA descreverem a origem do Diabo nada mais fazem que exortar alguém que era poderoso e então perdeu tudo. Se Isaias ou Ezequiel tivessem jogado pelo menos “…IGUAL SATANÁS, O CAÍDO” pra contextualizar a referência que você alega, eu ficava calado.

      Mas não. É uma “referência” não explícita e descontextualizada a uma história que não existe na bíblia. Por que você defende uma história que não existe na bíblia…? Cê manja que usando este MESMO RECURSO (pegar um trecho totalmente isolado da bíblica, removendo seu contexto, e dando-o sentido literal em vez do claramente poético, que é a forma que quase toda profecia tomava) posso provar qualquer coisa/inventar qualquer dogma, né?

      Por que Isaías ou Ezequiel usaria como metáfora Satanás quando o relato e a tradição bíblica da época não tratava da figura (muito menos dessa suposta origem), e pra um rei que não acreditava naquela divindade…? Mesmo que ele contasse essa história pra um hebreu, este não entenderia a referência — porque ela não existe nas Escrituras --, que dirá então pra um infiel.

      Pense. Pare de continuar vendo aquela passagem sob a intepretação que já fizeram pra você (dou meu cu na esquina se você tiver lido essa passagem sem jamais ouvir a intepretação vigente e chegou a essa conclusão de anjo caído por conta própria, ainda mais quando a bíblia até o momento, e nem depois, jamais falou de tal anjo chamado Lúcifer que se rebelou e caiu — e pense.

      Se LÚCIFER é o de fato o nome do arquiinimigo divino, porque a bíblia repetidamente diz que Jesus é Lúcifer…?

      QUEM entenderia aqueles versículos como uma referência à história de Lúcifer, quando tal história não existe na bíblia e veio aparecer no dogma cristão muitos séculos mais tarde…?

      Qual a lógica disso?! “Vou dar um esporro aqui nesse rei, e rapidinho no meio da parada vou fazer uma referência a uma história que não se encontra em lugar algum da bíblia e que será a base de um dos importantes dogmas da religião”?

      Voltando ao que eu falei antes: a ÚNICA forma de concluir a tal história do anjo caído é se alguém já tinha te contado sobre o anjo caído antes. Tipo ouvir disco ao contrário; você só identifica as tais “mensagens satânicas” se alguém te conta antes o que você deveria estar ouvindo.

      • Wellington Alves says:

        Lucas 10:17-18: E voltaram os 70 com alegria dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os demônios se nos sujeitam.
        E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu.

        Sabe aquela lógica de que vc não deve dar ibope aos haters? Pois então, eu imagino que Satanás não merecia um espaço tão importante assim na Bíblia.
        Veja bem… se mesmo sem uma menção direta, tem igreja que fala muito mais do diabo do que de Jesus, fora o surgimento de igrejas satânicas, imagina se o diabo tivesse vindo com um perfil detalhado!

        O foco não deve ser o diabo, mas Cristo. A Bíblia deixa claro qual a vontade de Deus para nossas vidas e o que devemos fazer para buscar isso. Diz ainda que devemos nos afastar da aparência do mau.
        Imagine um pai dizendo ao filho que ele não deve andar com maus elementos. O filho não precisa saber quem é o líder da facção, nem sua ficha corrida, ele só precisa se afastar de seus representantes.

        Eu não condenei a interpretação literal da Bíblia, eu disse que existem as duas formas. Muita coisa é literal, afinal são relatos históricos. E mesmo os fatos aparentemente óbvios como a cura de um cego, nos ensina que Jesus é quem nos tira da escuridão para a luz, nos abrindo os olhos espirituais. Ao mesmo tempo que o texto relata que Jesus faz milagres físicos, nos mostra que é ele quem nos abre os olhos espirituais. Uma analogia fantasticamente explícita quando se conhece o propósito de Cristo, afinal, mais do que milagres terrenos, ele veio para salvar as nossas almas.

        Uma coisa eu te digo: Com a razão humana, ninguém pode compreender a grandeza de Deus. Pelo contrário, quanto mais tentar encaixar Deus dentro de nossa limitada compreensão, mais inexplicável e absurdo parecerá sua existência!
        Foi como Jesus mesmo disse: “Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?” (João 3:12)
        Não tem jeito Izzy, muitas dúvidas só serão sanadas quando deixarmos esta vida terrena.

        Independente de todo esse seu questionamento, eu não consigo ver em vc uma pessoa que não teme a Deus. No tempo certo voltará para os braços do Pai!

        Abraços!

        • Izzy Nobre says:

          “Satanás caiu do céu” (que você insiste em interpretar literalmente, ao mesmo tempo que já já me alertará, como todo crente faz quando é conveniente, que “não se pode interpretar a biblia literalmente”) passa beeeeem longe de “Lucifer era um anjo, que então se revoltou contra Deus, e junto com um terço dos anjos do céu foi expulso”, que é a historia da origem dele que você defende.

          Vou repetir de novo: essa historia nunca aparece na bíblia. Mas você a defende ferozmente usando versículos isolados que não contam essa historia…

          • Paulo Matheus says:

            Izzy, já ouviu falar do livro de Enoque? Aparentemente ele foi “rejeitado” por algumas potências religiosas por ser um tanto quanto “perturbardor”… Mas ele possui uma parte que conta exatamente a história dos anjos caídos, antes do dilúvio. Enoque é mencionado em Gênesis e em Judas.

    • Vagner Alcântara says:

      Wellington, só que um detalhe que vc não está vendo, quando Deus cria o Éden e o homem, tecnicamente o diabo já tinha caído. Então ele não era a entidade posta para guardar. Atribuir esse texto ao Diabo é ilógico.

      • Anderson André says:

        Ele ainda nao havia sido expulso do céu… no livro de jó, fala que ele se reuniu com os outros anjos no céu e falou com Deus, o resto da história, todos conhecem.

  6. Bárbara says:

    Tu me fez ler a Bíblia novamente com mais afinco e REALMENTE deste no Twitter a MELHOR e MAIS COMPLETA aula de teologia de TODOS OS TEMPOS.

    É muito “louco” tudo isso. Quer dizer, eu estudei em colégio Luterano, depois tive como base religiosa o catolicismo, até chegar em um ponto onde, por opinião própria, não mais sigo nenhuma religião específica justamente por discordar de alguns dogmas. Só que tuas explanações confrontaram ainda mais tudo o que foi incutido em minha mente e lá permanecia irrefutável (até ontem).

    Já passou da hora de utilizarmos nossa sapiência para debater ideias, confrontar nosso Eu interior e tudo o que nos foi imposto sutilmente -- por inocência ou ignorância. Acabei por rever conceitos que me foram impostos para adquirir novos conceitos agora resultantes de minhas próprias análises/conclusões e me sinto mais livre, leve, solta.

    Eu te já te disse e repito que serei “para sempre” tua “seguidora” porque tu mexeu com a minha mente de uma forma que ninguém jamais o fez.

    E cara, escreva um livro, profira palestras e estremeça o mundo, por obséquio.

  7. Sandro says:

    Lúcifer não é o Satanás, Satanás é um demônio apenas, vindo de uma alma corrompida pelo inferno.
    Ninguém ama ou acredita mais em Deus do que o próprio Lúcifer.

    • Adeptus Thelemico says:

      Lúcifer em grego Heosphoros…
      Heosphoros é um deus da mitologia grega, os cristãos pegaram o nome e modificaram o significado…

  8. BrunoHe says:

    Eh como eu disse: religioso q eh religioso não lê a biblia, fica quietinho e escuta o pastor.

  9. Adeptus Thelemico says:

    Ótimo texto Kid!E isso que você postou não é nem um terço das contradições que estão na bíblia.
    Também é bom deixar claro que a bíblia nada mais é que um plágio de outras escrituras mais antigas como:
    Epopéia de Gilgamesh (relato sumeriano sobre o dilúvio, etc.), aproximadamente 2600 a.C.; Enuma Elish (poema épico babilônico sobre a Criação), 1800 a.C.; Papiro de Ani (Livro dos Mortos Egípcio, obra religiosa), 1500 a.C.; Zend Avesta (textos sagrados persas do mazdeísmo), 1000 a.C; Pergaminhos de Qumran (Mar Morto), 200 a.C., ou seja, antes do Novo Testamento. O Novo Testamento foi escrito em grego durante os 100 anos d.C.

    • João Marcos says:

      O Texto não é sobre “contradições que estão na Bíblia”. É sobre como algumas crenças não são baseadas no texto bíblico. A Bíblia não é um “plágio”. A Bíblia tem origem semelhante aos textos que você citou, ou seja, é um compilado de textos escritos a partir de tradição oral. Algumas coisas são relatos históricos, outras são mitos (que, pra quem estuda religião, não é sinônimo de “mentira”; recomendo ler Mircea Eliade para maiores esclarecimentos).

  10. Vinicius Brenny says:

    Fui só eu que li o texto já ansioso pelas discussões nos comentários?

    Engraçado como todo mundo se focou na história Jesus/Lúcifer.
    Claro, era a parte com mais potencial, mas poderiam ter, sei lá, discutido sobre a logística da arca de Noé ou a parada dos anjos…

    • João Marcos says:

      Eu acho engraçado como muitas pessoas ficam chocadas com tópicos como esse. Particularmente estou acostumado a ver temas como esse debatidos em grupos de estudo bíblico. Infelizmente, nem todo mundo gosta/tem hábito/tem tempo para estudar e discutir tais questões. Eu me divirto na Igreja ou em grupos de discussão quando certos temas são desmistificados. Contudo, faço uma observação: cristianismo não é sobre maçã, sobre quantidade de bichos numa arca, sobre quantidade ou nomes de Reis Magos (ou astrólogos), sobre a aparência dos anjos ou sobre a origem do capiroto. Cristianismo é sobre Cristo! Ele é o foco, a inspiração e o objetivo. O essencial do que é a fé cristã está bem “catalogado” no Credo Niceno-Constantinopolitano, ou no Credo dos Apóstolos. O que não estiver ali é assunto marginal e não tem relevância para a Salvação. São discussões interessantes, mas secundárias. Infelizmente, várias questões secundárias acabaram criando divisão dentro da Igreja (questões como celibato, imortalidade da alma, barba dos sacerdotes/ministros ordenados, vestimentas, ornamentação dos templos, fermento nos elementos da Eucaristia, virgindade perpétua de Maria, irmãos de Jesus, uso de instrumentos musicais, estruturas hierárquicas, dia de descanço, circuncisão, idioma litúrgico, batismo, tamanho do cabelo, consumo de cigarros e bebidas alcoólicas etc, etc, etc…).

      • João Marcos says:

        Errata: Descanso se escreve com “S”!

      • Izzy Nobre says:

        Interessante que você não se preocupa com a clara e inegável (talvez inconveniente?) realidade de que a literalidade bíblica não faz sentido.

        Como ter certeza do que Jesus realmente falou, se o documento que recorda isso não é confiável…?

        • João Marcos says:

          Defendi a literalidade em algum momento?

          • Izzy Nobre says:

            A única forma de compreender as passagens de Ezequiel e Isaias como a origem do diabo é interpretando-as literalmente. E é isso que você está fazendo.

          • João Marcos says:

            Eu estou fazendo? Onde? Eu nem falei nada sobre Ezequiel e Isaías. Aliás, interpretando os tais textos LITERALMENTE, chegamos à mesma conclusão que você, afinal, o texto fala de pessoas poderosas que caíram. E só! A interpretação famosa que atribui as passagens a Satanás é que não é literal, mas metafórica (nem sei se essa é a melhor palavra). Observe que eu não estou defendendo as crenças (de alguns cristãos, não de todos) em torno da origem de Satanás. Tô nem aí pra ele mesmo! (rs) Perceba que, pra mim, isso é uma questão marginal. É o que Philip Yancey chama de “as bordas da lente”, ou seja, questões que levantamos mas que não são explicadas na Bíblia e que não são nosso foco.

        • João Marcos says:

          Imagino que a sua revolta com cristãos se baseia única e exclusivamente em um grupo específico de cristãos como aquele com o qual conviveu. Há muita discussão interessante entre cristãos cujas ideias não batem com as de fundamentalistas como os da igreja onde você e eu crescemos (é, eu também cresci na Assembleia de Deus).

        • João Marcos says:

          Uma coisa que você não está, aparentemente, levando em consideração é que a Bíblia não é UM livro. A Bíblia é um compilado de livros escritos em épocas, línguas e por pessoas diferentes. Cada livro e, e alguns casos em cada parte do livro, possui estilo literário, figuras de linguagem, mitos, filosofias, relatos de tradição oral, etc. Cada pedaço da Bíblia tem que ser analisado considerando essas e outras questões. Por isso, em cursos sérios de Teologia, ciências humanas como a Sociologia, Antropologia, História, Geografia, Linguística e Psicologia são levadas em consideração.

          • João Marcos says:

            Falar simplesmente de “literalidade bíblica” e estender isso a todo o texto bíblico é como dizer que toda a Bíblia foi escrita da mesma maneira. E não foi. Cada autor tinha uma intenção diferente quando escreveu. E cada um escreveu conforme as ferramentas que tinha à disposição: tradição oral, cultura local, filosofias, ritos, sistema econômico, estrutura familiar, posição hierárquica, nível de conhecimento da língua, distância temporal entre o interlocutor e o evento narrado, habilidade poética, experiências de vida etc. Assim, mesmo sendo cristão, não é conflitante pra mim não acreditar em Adão e Eva ou num dilúvio universal, por exemplo.

          • Vagner Alcântara says:

            Cara, melhor comentário nesse artigo. Isso aê =]

        • Eder says:

          Concordo plenamente com o Izzy, de que a literalidade da bíblia não faz sentido. Na verdade, a literalidade de TODA a bíblia não faz sentido, mas os estudos teológicos já evoluiram muito quanto a isso, embora não haja consenso.
          Uma coisa que é fato é que as profecias e textos poéticos são principalmente não-literais, como vc deve saber, mas que no texto aparecem como literais.
          O Antigo testamento foi escrito em hebraico e o Novo testamento em grego -- vc usou as traduções do latim (talvez da Vulgata latina, sabe-se lá) e isso foi desonesto, pelo menos.
          Seu texto, Izzy, embora tenha a utilidade de fazer os “cristões” estudarem mais, traz a mesma irresponsabilidade dos textos “científicos” da Super Interessante. A mesma pegada, simplificando termos controversos e usando um humor ácido para desviar a atenção e fechar um assunto sem esgotá-lo.
          Quanto ao João Marcos, não vou emitir fogo amigo, mas há quem discorde (eu) de que apenas os termos centrais são importantes. O ateísmo militante (como o que vejo aqui) se baseia em colocar em xeque os conceitos mais periféricos para atingir o cerne da fé, e, de fato, muitos conceitos ditos “periféricos” implicam em reavaliações do cerne da fé cristã. A criação e o pecado e a literalidade ou não do relato do gênesis é uma dessas questões.

        • Jason says:

          Curioso. Me parece que tão equivocado quanto as cambalhotas lógicas, muito bem apontadas em seu texto e que já tinha acompanhado em outras discussões, é a ignorar algumas questões básicas sobre contextualizar:
          Autor e seu estilo de escrita, sua época, seu interlocutor, seus objetivos etc..etc….
          Ou seja, o compilado de livros presentes na bíblia não pode ser lido da mesma forma… muito menos pode-se fazer a cambalhota: se há um equívoco nesse livro X, como confiar no livro Y?
          O que temos visto de muito grave são os equívocos na leitura, por todos os lados.

  11. Fábio Silva says:

    Concordo com o Izzy, nunca citaram a existência desse satanás. Aliás, nem sei como que os crentes acham que Deus castiga os humanos mas deixa um ser que teoricamente é a razão de todo mal viver, e ficasse como se nada aconteceu. Pra mim isso foi criado por alguns padres mais extremistas na época que a igreja precisava fazer as pessoas terem medo das divindades. Seria perfeito e conveniente convencer um monte de pessoas que existe um ser que vai influenciar qualquer um que não acredite em deus. Com isso a igreja ganharia $$$ e poder, podendo peitar os reis e etc.

  12. Fábio Silva says:

    Ainda bem que agora tem um papa diferente, mais liberal. Talvez ele repense a bíblia e quem sabe mude de uma vez essa podridão que é a igreja atualmente. Aí vai que até os pastores que roubam saiam e vão para seu devido lugar: a política. Melhor lá do que na fé das pessoas, onde você deveria encontrar suporte emocional e acab saindo de lá com medo de um ser inexistente.

  13. Makson says:

    É por isso que o Kid tem moral para falar de religião com propriedade, por que ele já esteve do outro lado. Sem puxa-saquismo, bato palmas para o seu texto.

    Lembro que do pouco que li da bíblia, era exatamente nisso que eu acreditava, que o capiroto era um anjo que peitou deos e se fudeu. Isso só reforça a tese de que a maioria das pessoas ditas religiosas, não formulam opinião própria, só pensam naquilo que são treinadas à pensar.

  14. Izzy, além dessas histórias, há também a de Maria Madalena, que todos tratam atualmente como prostituta, mas que em momento algum é descrita assim na bíblia.

  15. Douglasss says:

    Inicialmente parece burrice, sabe… passar a aparência de ser uma pessoa humilde, com pouco conhecimento, com pouca ambição… Mas… analisando bem, os crentes são desonestos mesmo, quer saber porquê?

    Já conversei com muitos, já fui um quando criança. Todos crescemos, em idade biológica pelo menos, quanto a mental… Só maldade.

    Crentes, principalmente católicos, sabem que grande parte da sua bíblia sagrada é alegórica, parábolas, metáforas. Eles SABEM disso, aceitam isso para si mesmos, mas MENTEM que contos-de-fadas como o Gênesis da Criação, de Adão & Eva e da Arca de Noé são verdades verdadeiras que realmente aconteceram de verdade exatamente como está escrito. Não mentem pra eles mesmos, eles mentem PROS OUTROS! Pras crianças, pros não-crentes.

    É só ver o comportamento que eles tem quando vem defender sua “fé”(doutrina) da razão, da lógica: ”Não deves ler o texto literalmente mas espiritualmente.” Sabe o que isso significa? Exatamente, ADMISSÃO de que o texto não é o relato de um evento histórico real, mas uma fábula, uma estória fictícia, com personagens fictícios. ”o importante não é a verdade histórica, mas a mensagem que a estória passa.”

    Esse tipo de ADMISSÃO posta na mesa política-social ao mesmo tempo em que tentam forçar o ensino de Criacionismo (Design Inteligente) como se fosse verdade científica, argumentando que a mesma estória que acabaram de declarar que é fictícia, é real.

    Como assim? Acham que somos todos trouxas?!

    Sim! Existem muitos trouxas que acreditam que aquilo TUDO é real, ou a maior parte da bíblia sagrada é real. Essas pessoas tem MEDO do pastor e seus comparsas da igreja, medo de excomunhão, medo de expulsão do clubinho evangélico, de virarem pária da comunidade. Então eles vão na missa, no culto, fingem que acreditam, para não serem perseguidos, tentam convencer os outros e a si mesmos que o que acreditam ser apenas alegoria e metáforas, tem que ser real.

    Isso é desonestidade pura!

    Como confiar nossa sociedade, o futuro dos nossos filhos e netos, em pessoas mentirosas e desonestas? Eles estão tentando re-tomar o poder, não só como representantes de comunidades religiosas, mas o poder total, teocrático.

    Não importa nada disso, porque o Pastor ou Padre só quer $dinheiro$, o dí$imo, que muitos acreditam que vai para Deu$, mas vai pra $greja, pra fortalecer aquela empre$a religio$a, criar filiai$ e catedrai$, canai$ de televi$ão que vendem magia e feitiçaria com o rótulo de Je$us. O Pa$tor quer otário$ obediente$ que tenham medo de abandonar a igreja e continuem financiar ela pra cre$cer e agarriar nova$ alma$.

    Deu$ é Dinheiro! Crente é o rebanho que alimenta os lobos.

    \o/ \o/ ! G L Ó R I A ! A L E L U I A! \o/ \o/

  16. Joao says:

    Voltou a temporada de neo-ateísmo.

    Sobre Lúcifer, ler aqui. Jesus era chamado de Lucífer (portador da Luz) pelos antigos cristãos. Isso não quer dizer que o diabo seja Jesus, era apenas um adjetivo de Jesus. Hoje Lúcifer se refere ao diabo antes de sua queda. O professor de latim e história da Igreja, William Botazzini, explica nesse link:

    http://ocatequista.com.br/archives/12251

  17. Marcos says:

    Cara,quanta bosta escrita junto,até que o começo dava para acreditar,faltou dizer que os reis magos não foram presentiar Jesus,e sim mata-ló, a bíblia diz que os astrologos não eram pessoas que seguiam a Deus,e sim ao Deus da época,Faraó.
    Com relação a Lúcifer, revelação é um livro de profecias,aquela do diabo expulso para a terra já aconteceu!!1914, bate com alguma data que vc conhece?
    pesquisa ai!!
    Vc está fazendo como as igrejas fazem,usando textos de várias interpretações e fazendo a sua,parabéns,já pode escrever um Código da Vince!!kkkk

  18. cabbage says:

    esse papo sobre lucifer não é produtivo. todo mundo sabe que ele era um anti-heroi dos cybercops.

  19. DoAssogue says:

    Izzy, muito bacana o texto, só fiquei com dúvida quanto à questão de Noé, não achei em nenhuma Bíblia (on-line) os sete pares.
    Seria uma questão de tradução? Tem o link pra alguma que tenha isso?
    Nessas do biblegateway não tem!
    Abraço!

    • Izzy Nobre says:

      Eu dei a passagem no texto. Que dificuldade exatamente você está tendo…? Basta procurá-la.

    • Paulo Matheus says:

      Eu acho que é o capítulo 6 de Gênesis… E eu também não consegui encontrar essa refêrencia de 7 animais nas bíblias que procurei.

      • Daniel says:

        http://www.bibliaonline.com.br/acf/gn/7

        Genesis 7:
        1 Depois disse o SENHOR a Noé: Entra tu e toda a tua casa na arca, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração.

        2 De todos os animais limpos tomarás para ti sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea.

        3 Também das aves dos céus sete e sete, macho e fêmea, para conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a terra.

        • Paulo Matheus says:

          Aaahh sim! Obrigado! 😀

        • Ricardo says:

          15. Com Noé entrou na arca um casal de todas as criaturas que têm sopro de vida;

          16. e os que entraram eram um macho e uma fêmea de cada ser vivo, conforme Deus havia ordenado. E Javé fechou a porta por fora.

      • DoAssogue says:

        Era isso mesmo! No cap. 6 fala 2, já no capítulo seguinte vai pra sete.
        Eta livro bagunçado!

  20. alguem says:

    Izzi, bom dia. Avaliando sua lógica, vejo apenas uma inconsistência. Vc adotou a premissa de que o Apocalipse eh no futuro apenas por seu título significar revelações? Ao meu ver isso não fundamenta nada. Além do mais, pode-se tb considerar uma revelação como uma elucidação de algo que não fora ainda bem compreendido. Neste caso e amparado tb pela forte semelhança desta história com a do nascimento e morte de Jesus, com referências à mãe, Maria, e demais passagens que remetam aos motivos desta vinda Dele, etc, sou forçado a dizer que, ao meu ver, a passagem esclarece a João como Jesus teria interferido num contexto espiritual com sua existência terrena, claro, com os floreios naturais a um sonho, que eh como, suponho, se tenha dado essa revelação.

    • Fernando Cruz says:

      “1 Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos[1] o que em breve há de acontecer. Ele enviou o seu anjo para torná-la conhecida ao seu servo João,
      [1] Isto é, escravos; também em todo o livro de Apocalipse.
      2 que dá testemunho de tudo o que viu, isto é, a palavra de Deus e o testemunho de Jesus Cristo.
      3 Feliz aquele que lê as palavras desta profecia e felizes aqueles que ouvem e guardam o que nela está escrito, porque o tempo está próximo”

      …o que em breve há de acontecer…
      …porque o tempo está próximo…

      Se esses dois trechos q eu destaquei não é sobre o futuro, então não sei mais o que é FUTURO…

  21. Fábio Silva says:

    Primeiro não vejo razão para se temer Deus. Como eu disse anteriormente muito provavelmente inventaram isso para os crentes serem fiéis a igreja. O que é uma idiotice porque Deus nos criou, criou tudo e é o máximo de bondade existente. Como isso deve ser temido? Ah e as passagens que não falam de Cristo NÃO são inúteis. Ou você acha que Jesus viria a terra pra contar histórinhas de dormir? São histórias importantes para exemplificar condutas, e outras coisas. Como a passagem do deserto. Os crentes acham que ela se refere ao satanás (ou lucifer ou diabo ou whatever), quando é óbvio que ela quer passar o exemplo de como agir perante ao mal.

    • Luís Eduardo says:

      Jesus não veio à Terra para contar historinhas para dormir. Na verdade, Jesus NÃO veio à Terra. Não existem evidência da existência desse ser.

  22. Fábio Silva says:

    De novo concordo com o Izzy, “satanás caiu do céu” não é para ser interpretado literalmente. Com a linguagem da época e do resto da Bíblia fica óbvio que essa expressão “caiu do céu” não foi usada ao pé da letra. E eu falo pra vocês, a ciência não é mentirosa. A ciência é real, foi desenvolvida ardilosamente ao longo dos tempos, e só de ir contra a ciência já sabemos que tem alguma coisa errada na religião. No dia que tiver uma religião que explica tudo com LÓGICA e não contraria a CIÊNCIA, me falem, porque vai ser a religião correta.

    • Luís Eduardo says:

      Já eu penso que foi o comentário mais mongolóide de todos os sites que li nos últimos 12 anos. O cara é um mito!!! (2)

  23. Lucas Silva says:

    A igreja católica adota como fonte de fé, além da Bíblia, também a “Sagrada Tradição”, que compreende os ensinamentos dos primeiros cristãos, dos apóstolos, discípulos. Taí que muitos aspectos e história ligadas à fé cristã não estão assentadas na Bíblia -- ou melhor, são complementadas com a Tradição. A bíblia é a narrativa escrita, mas também há uma tradição oral que -- para os católicos -- é sagrada (não é qualquer coisa, não é bagunça, mas os ensinamentos do início da era cristã).
    Por isso, muitos dos símbolos e histórias que aprendemos não se encontram na bíblia. Procurem, por exemplo, sobre Verônica, aquela que enxugou o rosto de Jesus. Não existe na bíblia. E esse é um exemplo menor, pois há outras coisas muito mais caras aos católicos, como o purgatório e a virgindade perpétua de Maria, que não estão explicitamente expostas na bíblia, mas têm sido demonstradas, de forma muito clara, na sagrada tradição.

    Não quero discutir nada aqui, o que está certo ou o que está errado. Mas isso é um ponto a se considerar quando for falar do cristianismo: a bíblia não é a única fonte de fé do catolicismo, mas também a Sagrada Tradição e a Sucessão Apostólica. São esses os três pilares, doutrinariamente falando, que sustentam a fé católica -- e todas as demais denominação cristãs bebem dessa fonte, certamente.

    É uma ideia de que Deus não falou ao seu povo unicamente por meio das escrituras, mas também revelou a verdade por meio dos primeiros cristãos e continuamente até hoje, através da sucessão apostólica.

    • Pablo says:

      Apenas como complemento:
      A bíblia como a conhecemos hoje é uma compilação de diversos manuscritos que estavam de acordo com a fé católica o que ficou conhecido como a versão canônica. Diversos outros manuscritos que eram aceitos por certos foram considerados apócrifos e é deles que vem boa parte desses outros mitos.

  24. Fábio Silva says:

    Lucas mas o problema é que só a bíblia teve a participação direta de Jesus. O resto por mais bem-intencionado que seja passou pelos seres humanos normais, que querendo ou não alteram isso. Além disso, como que a tradição católica ia saber do purgatório? A menos que agora o catolicismo acredite em reencarnação, não vejo um jeito dos humanos saberem.

  25. Daniel Marinho says:

    Antes de mais nada, ao contrário do que muitos fazem, eu vou me ater a discutir o que está escrito na bíblia. Qualquer opinião que leve em consideração o que “fulano” disse ou o que “cicrano” acha, não pode ser levado em conta, uma vez que não está na Palavra. Se quisermos estudar o texto bíblico da maneira correta, você deve analisar as passagens comparando com outras coisas que estão dentro da bíblia, não com o que eu ou você achamos.

    Chega até absurdo tentar classificar Jesus como Lúcifer, para poder dar significado a qualquer teoria ou interpretação que você tem da bíblia. Eu sei que você tem muito conhecimento “literal” da bíblia e a julga da maneira que a entende -- isso não é de todo ruim -- mas o que faltou a você foi o entendimento do Espírito Santo (como já foi dito e citado pelo próprio Apóstolo Paulo).

    Para começar, o termo “Lúcifer” serve para substituir outro termo, “estrela da manhã”. Quando o Almeida traduziu a bíblia lá pelo século XV ele escolheu esse termo. Hoje em dia, nas versões mais recentes (A NVI por exemplo) eles deixaram de usar “Lúcifer” e passaram a usar “estrela da manhã”, justamente para as pessoas não deturparem a passagem, achando que “Lúcifer” é o nome de Batismo do Demo, registrado na Certidão de Nascimento dele. A este, bíblia não dá nome um nome; ela simplesmente se refere a ele com outros termos, dos quais um deles é “o inimigo de nossas almas” ou o “acusador”. Desta forma, você querer usar esse termo para querer confundir os leitores sobre o que está escrito, parece-me um tanto injusto.
    Dito isto, o que a bíblia nos fala, segundo o que escreveu o Apóstolo Paulo em sua carta a Éfeso, é que você precisa do entendimento dado pelo Espírito para compreender a Palavra. Isso sim está escrito, não fui eu que inventei. Sendo assim, nessa mesma carta, Paulo também fala que a nossa luta não é contra as coisas deste muito, mas sim contra as coisas do mundo espiritual:

    “Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.” Efésios 6:12

    Repare que desta forma, a maldade no mundo espiritual é quem controla e oprime as pessoas deste mundo, cristão ou não. E sempre foi assim -- até na época de Isaías -- que vivia sobre pressão da Babilônia, primeira cidade pós-diluviana a se rebelar contra os propósitos de Deus. Visto que Deus já havia expulsado “O Acusador” dos céus e lançado ele na Terra, Isaías ao encontrar com o Príncipe, teve justamente esta “visão”, a do principados por trás do governante que oprimia o povo daquela época (“E veio a mim a Palavra do SENHOR, dizendo”), e isto foi revelado a ele.

    Segundo, sobre os “anjos”: você está correto. Muita gente tem uma visão equivocada sobre os anjos. Anjo, segundo a bíblia, não tem “asas”, eles se parecem com humanos. Por exemplo, três anjos que apareceram a Abraão e ele a princípio pensou que fossem homens (Génesis 18:2). Da mesma forma, quando um anjo apareceu aos pais de Sansão, ele pensaram que ele era um “homem de Deus” (Juízes 13:9-10). Hebreus 13:2 diz que algumas pessoas “sem o saber acolheram anjos”, indicando que eles se parecem como seres humanos normais. Existe uma passagem que descreve um anjo “veio, rapidamente voando” (Daniel 9:21), mas mais uma vez não são mencionadas asas. E não há razão para pensar que um ser espiritual necessite de asas para voar.
    Porém existem duas criaturas semelhantes a anjos que têm asas, e esta pode ser a origem da ideia de que anjos têm asas. Querubins (Êxodo 25:20; Ezequiel 10) e Serafins (Isaías 6) são ambos descritos como tendo asas. No entanto, estes seres não são anjos. Querubins são criaturas viventes que agem como guardas da habitação de Deus. Para além de Génesis 3:24, as outras referências a querubins são todas a imagens ou visões. Serafim significa “criatura do fogo” e só são mencionados em Isaías 6 -- uma visão de Isaías acerca da habitação de Deus. Então podemos perceber que no Reino de Deus, existem muito mais criaturas do que apenas “anjos”. Acho que o Eduardo Spohr aborda algo semelhante nos livros dele.

    Curto teu trabalho Kid, gosto do teu Canal no YT e não perco um 99vidas, espero poder ajudar você voltar a amar a Palavra de Deus, neste livro tão menosprezado hoje em dia. =)

    A Paz!

  26. William says:

    Essas ditas referências a Lúcifer na Bíblia são as maiores evidências da “conveniência da metáfora” dos crentes (o que é explicitamente literal, eles alegam que é uma metáfora e vice-versa), outras passagens costumam oscilar entre a interpretação literal ou metafórica, mas sobre essas a opinião é unânime, isso é, para aqueles que de fato vão ler as passagens, como você disse, e não só ficar propagando a tradição oral.
    Mas, em geral, a metáfora é de fato a chave para entender essa guerrinha entre crentes e ateus (ou seria o equívoco de se autoproclamar crente ou ateu?), como o mitólogo Joseph Campbell brilhantemente examinou:

    A Metáfora, por Joseph Campbell http://www.deldebbio.com.br/2009/04/29/a-metafora-por-joseph-campbell/

    E talvez te interesse também, Izzy:

    Mais de 2000 contradições Bíblicas
    http://www.skepticsannotatedbible.com/

    A origem do céu e o inferno:
    http://www.deldebbio.com.br/2010/10/28/o-ceu-o-inferno-e-teodora/

    A origem do diabo:
    http://www.deldebbio.com.br/2010/05/10/o-diabo-nao-e-tao-feio-quanto-se-pinta-i/

    http://www.deldebbio.com.br/2010/05/17/belzebu-satanas-e-lucifer-parte-ii/

  27. Fábio Silva says:

    Daniel Marinho Você está usando uma falácia muito comum, de manipular a atenção. Tudo que você disse parte do pressuposto que esse “demo” existe. Ele não é mencionado na bíblia. A questão de Jesus ser chamado de lucifer ou não não tem a mínima importância se levarmos em conta que na bíblia não tem nada provando a existência de um ser do mal.

    • Nico says:

      Tá maluco!
      Vai ler direito. Tem uma centena de passagens onde “o malígno” é citado (não apenas com esse nome, claro).

    • Hugo Saraiva says:

      Tá maluco mesmo. A questão da postagem não é se Satanás existe, mas se ele é um anjo caído chamado Lúcifer. É essa a história contestada. Não há ninguém chamado Lúcifer na bíblia e muito menos a história de um ANJO CAÍDO (Reparem bem: “ANJO CAÍDO”, os dois termos juntos).

  28. Fábio Silva says:

    Aliás tomara que o Kid não volte a amar a “Palavra (destorcida) de Deus” (que nem foi deus que falou, inclusive, foi Jesus). Um dia no futuro nossos tatatatara-netos vão rir de como tinham pessoas que caiam fácil na balela do pastor e vão tratar essa tema igual tratam a mitologia grega, só uma besteirinha qualquer que aqueles selvagens acreditavam.

  29. Leici says:

    Muito interessante ver o distanciamento entre o que foi escrito e o que é hoje propalado por aí… E interessante o quanto as pessoas levam tão a sério essas afirmações, a ponto de deixar que suas vidas girem ao redor disso.

  30. Natasha says:

    Ok. As pessoas acreditam em religião.
    Sem um ‘chão’ pra pisar ,somado a uma mente que não conhece seus próprios limites saudáveis de reflexão, a tendencia é o enlouquecimento. Tem horas na vida de algumas pessoa que,caso esta não acredite nas muitas interpretações bíblicas oferecidas,ela vai entrar em panico. A fé pode ser um motor para que o individuo ‘continue a nadar’.
    Obviamente, quando se questiona esse Chão/motor, os religiosos ficam incomodados .
    Mas o lado que não acredita muito,ou nada, também fica incomodado ao ver pessoas moldando a vida em pró de pastores ,padres e religiosos afins que manipulam o medo em conjunto a informações a favor de si mesmos.
    E então ,os incrédulos, não resiste ,questionam.(Eu não resisto,como podem ver)
    Toda vez que se esbarra em assuntos religiosos,o conflito vem . Tipo, o lado que não acredita quer quebrar o ‘pastor Feliciano’, as leis ‘não laicas’, a proibição de se questionar livremente ,sem tomar processos na cara… e não atacar…bem,você ,religioso.

  31. Ulisses Macedo says:

    Já lesse “Carta à um Maçom”? É um .pdf de 20 páginas facilmente encontrado na internet que se foca mais no Novo Testamento, explicando a colaboração que os patriarcas da Igreja Romana fizeram com o então Imperador Constantino para elevar a popularidade deste imperador com a condição de que ele os ajudaria a perseguir as outras seitas cristãs que existiam na época, tornando a versão romano-alexandrina do cristianismo a “oficial”. Muito bem escrito e cheio de referências e eu indico como leitura. O resumo da história é que o Novo Testamento é uma falsificação descarada.

  32. Nico says:

    Retirando o vocabulário ofensivo ao tratar um assunto sério (biblicamente falando: blasfemo), é um ótimo texto.

    Sou cristão, conheço esses erros e sei que eles e muitos outros existem, infelizmente.

    Você acaba só jogando textos na cara em alguns casos. Isso, obviamente, é fruto do seu objetivo aqui, que é causar polêmica e (ao seu modo) intriga.

    Espero só que quem ler não caia no jogo, mas que retire aprendizado. Seja em religião ou em qualquer outro assunto, não engolir o que os outros mastigaram é fundamental. O que a gente precisa é aprender a tirar a bunda do chão e começar a estudar.

    • Douglasss says:

      Na verdade você precisa aprender ceticismo com um tutor imparcial (não ceticismo seletivo: só duvidar de algumas coisas)

      Estudar vulgo “ler muito” não significa nada sem pensamento crítico. Basta botar milhões de livros no liquidificador, bater e beber.

      De que adianta ler a bíblia inteira de capa a capa, já com a opinião formada de que ela é verdadeira manifestação de Deus? Isso é só pra se exibir. Raciocínio faz falta.

  33. angelo macarius says:

    pode crer!esclarecedora a parada , pra não dizer luzferica…só pra constar, a palavra satanas, na antiguidade, era um termo tão politico, quanto o é “Bramane”.referia se ao deus da tribo ou nação vencida, deus esse que continuava a ser objeto de culto…satanas era o “opositor” do deus da tribo, ou nação vencedora…ai roma fode tudo com sua costumas cultura do medo em seu desespero por sobrevivência de pelo menos um pequeno território de merda que acabou misturando toda a cultura mistica germanica europeia com a narrativa do evangelho com seus motivos artístico , mesmo não estando certos personagens na tal boa nova.cunha se o termo “diabo” para advertir contra qualquer levante contra a “universalidade” da igreja(a palavra católica quer dizer universal)as mitologias se infundem oralmente e ai sujou…as narrativas que conhecemos sobre “lucifer” estão muito próximas da tragedia do prometeu grego da doideira do loki nordigo e longe pacas de qualquer personagem histórico ou não da biblia cristã ou da tora…sanatans(proximo de satanas, não) era como os hindus chamam a sua “santíssima Trinidade”…Nietzsche já dizia que o cristianismo é uma coleção de mitos pagãos…valeu grandão pelo artigo dom.muito bom.possa crer!

  34. Rafael says:

    Pra mim é cego querendo orientar cego…ninguem sabe de nada do passado, “presente” e futuro para afirmar ou desmentir alguma coisa…pode estar certo, pode estar errado por isso..acreditem no que quiserem acreditar!

  35. Snaga says:

    Caro Izzy, perdoe-me caso essa discussão já tenha acontecido nos comentários, mas são tantos que fica complicado encontrar. Caso já tenha, apenas me indique o comentário onde já ocorreu. Mas se não, gostaria que me respondesse uma dúvida (e não é um desafio, apenas uma dúvida de um leigo mesmo): fazendo referência apenas ao diabo, as lendas do Anjo Decaído não viriam dos textos originais que compõem a Bíblia, ou seja, as lendas e tradições orais judaicas, os textos da Torá e da Cabala etc? Ou mesmo os textos e lendas de outros povos do Oriente Médio, afinal o Antigo Testamento Bíblico é apenas uma reinterpretação e uma reescrita de velhas histórias daquela região, que já existiam séculos e mais séculos (talvez milênios) antes da formação do cristianismo e da Igreja.
    Acredito (e aí é achismo de minha parte) que a lenda do Anjo Decaído seja mais antiga que a Bíblia.

    Fico grato caso me responda!

    • Douglasss says:

      O Tanakh É o Antigo Testamento da Bíblia. Já foi explicado no texto que a narrativa descreve um “rei” humano. Não é questão de tradução e sim de leitura e compreensão da história toda.

      Uma metáfora ou eufemismo para descrever poeticamente um atributo da personalidade de uma pessoa humana não a qualifica como ser sobrenatural.

      • Snaga says:

        Não era a isso que eu me referia, Douglas. Os textos citados acima deixam claro que se descrevia uma pessoa. Eu próprio trabalho com escrita, imprensa e ficção, então é bem fácil interpretar as passagens usadas aqui.

        Minha pergunta foi: a origem desse mito foi realmente essas passagens citadas? Ou a lenda já existia antes e, portanto, essas passagens são assim interpretadas devido ao que já se dizia antes mesmo dos textos serem escritos, por lendas e tradições orais etc.

        Eu pergunto porque acho bem curioso uma história grande surgir de apenas duas frases soltas. Mas também não acho impossível, pois o telefone sem fio da História é beeem longo e pode modificar muita coisa que é dita e repetida várias vezes.

  36. Bruno Piazera Zacchi says:

    Eu acho interessante a ideia de pesquisar a bíblia, a discussão é a melhor forma de entendermos de algum assunto em específico. A bíblia é um livro fenomenal… você já o leu inteiro?
    Recomendo fortemente a discussão com quem já o traduziu… Não, não estou falando para mandar um e-mail para o Vaticano, mas sim para mandar um e-mail para o Pe. Ney Brasil Pereira. http://www.abiblia.org/index.php?a=2&id=275
    Explique a sua dúvida ou a sua teoria que ele vai tentar explicar o que estava escrito.
    Você pode até dizer: ah, mas será uma opinião tendenciosa… Olhe na lista de tradutores das bíblias que vocês tem na mão e vejam se em grande parte delas não está o nome dele, acho que ele entende de algo, né?

  37. juliano says:

    Vou falar uma coisa, eu nunca li tanta besteira como li agora, eu só lamento ter perdido meu tempo lendo estas baboseiras.

    • Izzy Nobre says:

      Concordo, não sei por que li a Bíblia por tanto tempo.

      • Paulo Marcelo Santana says:

        Procure, com o coração voltado para o amor de Deus, que enviou Jesus para nos curar da nossa cegueira, e, assim como Nicodemus, Ele (Jesus) poderá te libertar da sua falsa segurança, se você REALMENTE O AMAR DE TODO O SEU CORAÇÃO.

  38. Pedro says:

    Bíblia: a caixa de Lego religiosa. Abra, pegue as peças que vc quiser e monte a maravilha que vc imaginar.

    Só não vale usar todas as peças e em ordem. Se fizer isso, o conjunto se autodestrói.

    • Cheriston says:

      Vc não sabe o que diz mano….

      vai ver nunca leu a Bíblia e fica reproduzindo algo que ouviu de outros ignorantes.

      Faça vc o teste e leia a estudando, depois tire suas conclusões.

  39. oseias medeiros says:

    o homem carnal jamais entendera as coisas espirituais!

  40. Damares Santana says:

    Sempre li a biblia e o que o texto diz não é novidade, o problema é que as pessoas querem respostas prontas para seguir e a biblia é um livro espiritual de fé, reproduzem as histórias erradas porque tem preguiça de ler e estudar a biblía e depois ficam igual a papagaio de pirata repitindo o que ouviu por pastores, padres e professores vai ler, estudar pesquisar e não julgue a biblia por que te ensinaram errado, ensine direito agora, sou evangélica desde criança e tudo que falavam eu ia ler para ver se estava certo, se eles ensinsvam errados eu pesquisava e ficava com o certo, homens erram a biblía não,

  41. Artur says:

    Curioso como a simples constatação do que está lá escrito (aliás, ótimo trabalho, Izzy!) gera tanta discussão. E é engraçado como os defensores ferrenhos da Bíblia não se dão ao trabalho, em geral, de aprender hebraico e grego antigo, além de estudar o contexto histórico em que os livros bíblicos foram escritos. Não fazem esforço nenhum, a não ser, no máximo, ler uma tradução da tradução da tradução, surrada e mal interpretada.

    No fim, é tudo literatura. Pergunto-me se haveria tanta polêmica se eu escrevesse um texto dizendo que o Cavalo de Troia sequer é citado na Ilíada e é apenas referenciado em um verso da Odisseia…

  42. Vinicius says:

    Na Bíblia as pessoas fazem a seguinte associação: Se Gênesis relata o começo de tudo e o primeiro livro da Bíblia então o Apocalipse relata o final de tudo já que é o último. Se vc começa analisar faz um pouco de sentido, só o que muita gente não sabe é que o apocalipse de João quase não entrou na Bíblia, e que ele não não é o único apocalipse que existe.

    A respeito do Diabo, parece que ele é uma mistura de histórias diferentes, e a prova disso é que cada história ele tem uma aparência diferente. O que acontecia muito no Judaísmo e que o Cristianismo acabou adotando, é que muitas vezes tinham nomes de personagens que não falavam muito sobre eles e tinham histórias completas que não falavam o nome dos personagens, e pra tentar evitar essas lacunas, eles juntavam as historias fazendo uma coisa só. E assim fazendo essa figura que a gente conhece como o Diabo. E pra tentar justificar as milhares de aparências diferentes que ele tinha, foi dito que ele ele podia assumir outras formas pra tentar enganar as pessoas.

    O problema das histórias bíblicas é que com o tempo elas perderam o sentido original, com essas fusões de histórias, e com as milhares de traduções que foram feitas. Se a gente começa pegar as primeiras traduções por exemplos, as histórias são bem diferentes.

  43. Lúcifer não é um nome, e sim um cargo, uma alcunha, no paraíso. Aquele que porta a luz. O Diabo era o antigo Lúcifer e agora, após a ressurreição, Jesus passou à ser o Lúcifer atual.

    • Vinicius Brenny says:

      E você ao menos se deu ao trabalho de dar uma rápida passada de olho nos comentários? Por acaso viu que isso foi citado ~apenas~ umas 17,5 vezes?

      Faz o seguinte, champz: na próxima, interpreta direitinho o texto, faz uma análise dos períodos individualmente e depois dá ao menos uma passada por cima dos comentários.
      E assina: vai que por acaso, na conveniência do seu email, você consegue acompanhar a discussão e se engrandecer ao menos um pouquinho com isso?

  44. Rodrigo Camargo says:

    Olá Izy.
    Primeiramente parabéns pelo empenho em elaborar este texto com a melhor das intenções, graças a pessoas como você alguns se livraram das mentiras das igrejas. Não vejo problema em expor seus entendimentos sobre sua pesquisa biblica. Espero que os itens que vou expor abaixo em conjunto com suas declarações, muito mais do que deixar os fiéis putos com a sua igrejas façam com que aprendam a buscar a origem dos ensinamentos que vem seguindo ano após ano e se de fato são correto de acordo com sua crença.
    Uma religião por padrão não prega coisas que fazem mau para as pessoas e isto é muito bom para a sociedade em geral, porém podem priva-las de alegrias por aplicar medos e restrições que não existem.

    Agora seguem minhas colocações mesmo que parciais, baseadas em meus 20 anos de estudos sobre a biblia.

    Item 1. maça. OK o Izy esta 100% correto

    item 2: A respeito da aparência dos Anjos. Errado.
    O trecho destacado não fala da aparencia dos anjos e sim uma visão que fala das quatro criaturas viventes ilustradas, na qual uma das faces representa o grupo dos anjos.

    Quem são as quatro criaturas viventes? Em sua segunda visão do carro(é disto que se trata a visão), Ezequiel identificou as quatro criaturas viventes como sendo querubins. (Ezequiel 10:1-11; 11:22) Nessa segunda descrição, ele se referiu à face de touro como “a face do querubim”. (Ezequiel 10:14) Isso é apropriado porque o touro é símbolo de força e poder, e os querubins são criaturas poderosas.

    item 3: A respeito da Arca. Errado.
    A parte destacada foi do capitulo 7, porém a história de Noé é contada em diversos trechos da biblia, inclusive no capitulo 6 do mesmo livro. A biblia falar em levar 2 de cada tipo de animal segundo suas espécies, mas não diz quais foram todos os animais que entraram na arca, porém destaca que Noé fez exatamente o que Deus pediu. Atualmente nada cientifico prova a veracidade ou falsidade deste evento.
    Outra coisa em relação ao 7 e aos animais puros e impuros o assunto é mais profundo se quiserem posso trazer aqui, mas não afeta diretamente o evento em questão.

    item 3: A respeito da Arca. Errado.
    A parte destacada foi do capitulo 7, porém a história de Noé é contada em diversos trechos da biblia, inclusive no capitulo 6 do mesmo livro. A biblia falar em levar 2 de cada tipo de animal segundo suas espécies, mas não diz quais foram todos os animais que entraram na arca, porém destaca que Noé fez exatamente o que Deus pediu. Atualmente nada cientifico prova a veracidade ou falsidade deste evento.

    item 4: A respeito dos 3 reis magos. Correto.
    De fato a biblia não destaca o numero e porque deveria? Não tem relevancia. Herodes pediu a seus astrólogos ou magos que fossem até jesus e presentearem não com 3 presentes mas com tesouros que continhas 3 tipos de materiais preciosos o que também não é relevante. O fato importante aqui é que nem Herodes nem os astrólogos tinha claramente boas intenções para serem benditos como é feito pela maioria dos cristãos.

    item 5:Sobre Lucifer. Errado, na maior parte.
    Aqui a coisa complica um pouco mais porque o izy usou varias profecias, então vou dividindo em partes.
    Primeiro temos uma grande problema que são as traduções da bliblia, tomem muito cuidado ao levar ao pé da letra Traduções genéricas da biblia, busquem o texto mais proximo possível do Hebraico. Tendo alertado para isto vamos começar.

    Ponto1.
    • É Lúcifer um nome que a Bíblia usa para Satanás?

    O nome Lúcifer ocorre uma vez nas Escrituras e apenas em algumas versões da Bíblia. Por exemplo, a tradução de Antônio Pereira de Figueiredo verte Isaías 14:12: “Como caíste do céu, ó Lúcifer, tu que ao ponto do dia parecias tão brilhante?”

    A palavra hebraica traduzida “Lúcifer” significa “brilhante”. A Septuaginta usa a palavra grega que significa “aquele que traz a alva”. Por isso, algumas traduções vertem o hebraico original por “estrela da manhã” ou “estrela d’alva”. Mas a Vulgata latina de Jerônimo usa “Lúcifer” (portador de luz), e isso explica a ocorrência desse termo em diversas versões da Bíblia.

    Quem é esse Lúcifer? O termo “brilhante”, ou “Lúcifer”, é encontrado na “expressão proverbial contra o rei de Babilônia” que Isaías mandou profeticamente que os israelitas proferissem. De modo que faz parte duma expressão dirigida à dinastia babilônica. Que o termo “brilhante” é usado para descrever um homem e não uma criatura espiritual é notado adicionalmente na declaração: “No Seol serás precipitado.” Seol é a sepultura comum da humanidade — não um lugar ocupado por Satanás, o Diabo. Além disso, os que vêem Lúcifer levado a essa condição perguntam: “É este o homem que agitava a terra?” É evidente que “Lúcifer” se refere a um humano, não a uma criatura espiritual. — Isaías 14:4, 15, 16.

    Por que se dá tal ilustre descrição à dinastia babilônica? Temos de dar-nos conta de que o rei de Babilônia seria chamado de brilhante apenas depois da sua queda e de forma escarnecedora. (Isaías 14:3) O orgulho egoísta induziu os reis de Babilônia a se elevarem acima dos em sua volta. A arrogância da dinastia era tão grande, que ela é retratada fazendo a seguinte declaração jactanciosa: “Subirei aos céus. Enaltecerei o meu trono acima das estrelas de Deus e assentar-me-ei no monte de reunião, nas partes mais remotas do norte. . . . Assemelhar-me-ei ao Altíssimo.” — Isaías 14:13, 14.

    As “estrelas de Deus” são os reis da linhagem real de Davi. (Números 24:17) A partir de Davi, essas “estrelas” governavam desde o monte Sião. Depois de Salomão construir o templo em Jerusalém, o nome Sião passou a ser aplicado a toda a cidade. Sob o pacto da Lei, todos os varões israelitas tinham a obrigação de viajar três vezes por ano a Sião. De modo que se tornou o “monte de reunião”. Por decidir subjugar os reis judeus e depois removê-los daquele monte, Nabucodonosor declara sua intenção de se colocar acima dessas “estrelas”. Em vez de atribuir a Deus o mérito dessa vitória sobre eles, coloca-se arrogantemente no lugar de Deus. Portanto, é depois da sua queda que a dinastia babilônica é chamada zombeteiramente de “brilhante”.

    A arrogância dos governantes babilônicos realmente refletia a atitude do “deus deste sistema de coisas” — Satanás, o Diabo. (2 Coríntios 4:4

    Ponto2.
    A biblia fala em Inferno?
    O ensinamento de inferno é uma confusão causada pelo tratamento dado ao Seol ou sepultura. No passado os mortos principalmente os de doenças eram jogados para fora dos muros da cidade junto ao lixo este local estava quase sempre queimando. Em algumas traduções a palavra em hebraico (hebr.: she’óhl) foi tradusida para o grego: haí·des; ou latim: in·fér·nus. e ai você ja imagina o resto né. a igreja usou isto para motivar os fieis a não pecar.
    O caso é que quando a biblia fala em descer ao Seol ela quer dizer morrer, ou ir para a sepultura(vide o grego).
    Ponto 3.
    Como você disse, Revelação ou apocalipse se trata basicamente de um livro de profecias para o futuro, porém nem sempre o nosso futuro, mas o futuro em relação a quando foi escrito o relato.
    Alguns pontos como a queda de satanas para a terra já aconteceram e outros como a morte dele ainda não. mas ai tem muito mais detalhes e isso é assunto pra outra hora.

    • Celso says:

      Olhando pelo lado literal, o que não é minha concepção, a respeito da quantidade de algumas espécies na arca serem 7, acredito que justifica-se pelo fato de Noé ter feito sacrifícios queimados logo após a sua saída da arca. Se fossem apenas 1 casal, teria extinguido a espécie.

  45. Aretusa de Almeida says:

    Ninguem percebeu que esse pobre coitado esta sendo usado pelo diabo ?exatamente para causar essa confusao contra a Palavra de Deus!!!!!!como uma pessoa pode querer falar de Deus com uma boca tao suja como a desse rapaz,falando varios palavrao .Meu qual ceita satanica vc pertençe?Olha satanás vc ja foi visto viu !!!!Em nome de Jesus cai por chao e por terra daonde vc saiu ,espirito imundo do inferno sai do corpo e da mente desse rapaz em nome d Jesus!!!!!!!

  46. Willian Oriani says:

    AHEUHEUEHUEHEUEHU

  47. qualquer um ai says:

    Pra mim o capeta assim como deus não são nada e não influi em nada, a questão do post feita pelo Izzy é mostrar que o termo lúcifer foi referente a Jesus, foi referente sim a Jesus é fato e os animais irracionais movidos a certezas e conclusões absorvidas por osmose dos pastores que duvidam vão procurar, façam e acreditem no que quiser se eu vou pro inferno também não venha me encher o saco que se dane vou mesmo, se existir, coisa que pra mim não existe… falou, Bom post Izzy, certinho você.

  48. Bruna says:

    No dia que as pessoas entenderem que uma crença, ou seja, o fato de acreditar em alguma coisa, às vezes vai muito além de meras interpretações de coisas escritas, talvez haverá muito mais respeito entre os seres humanos. Não digo as interpretações são erradas, até porque o autor desse texto está aparentemente mais certo do que todas as carolas da igreja católica juntas. Mas a crença está muito além disso, é uma coisa que nos move além do que está escrito. Eu acredito em Deus, mas não é essa a questão, a bíblia, por exemplo, é um livro que me traz muitas dúvidas, simplesmente por ter sido reescrita diversas vezes, nem por anjos, nem por deuses, mas por HOMENS. As criaturas mais imperfeitas que existem e que mais cometem erros. E o que me irrita, é a vontade que algumas pessoas têm em converter outras para uma fé cristã (no caso do Brasil) e a vontade de outras pessoas em destruir a fé das pessoas com interpretações do que está escrito, e que todos sabem no íntimo, mesmo que não digam, escrito errado. Então, pra quem acredita e sente que a vida não pode ser explicada meramente por coincidências, ou por feitos humanos, quem acredita que há uma força maior que tudo, que nos permite ser felizes, que nos ajuda a superar coisas insuperáveis, para essas pessoas, não é a interpretação de um texto escrito por homens que vai mudar tudo. Gente, a bíblia não é jogo dos sete erros, onde quem acha mais, vai ser melhor que o outro não. A bíblia é um livro, que norteia a vida de muita gente há muito tempo, e que ajuda algumas pessoas a serem melhores (ou piores) do que muita gente que se sente inteligente por encontrar erros. Eu acredito que a bondade das pessoas é mais importante do que qualquer prova de que o outro está certo ou errado. E se você ajuda a humanidade, ou seja, se você é melhor encontrando erros na bíblia, que seja. E se você ajuda, não se importando com isso, que seja também. Eu acho que ser inteligente é contribuir para a época que você realmente vive (com ações e não provando que suas teorias estão certas na internet) e não ficar se importando com teorias medievais, que a gente já está careca de saber que são equivocadas. Mas essa é só a minha opinião.

  49. Arnaldo Junior says:

    Ótimo texto, Izzy! Parabéns!

  50. Douglas says:

    Eu peguei tantas falhas na sua teoria que nem sei por onde começar a falar. Acredito que você tenha pego somente trechos soltos e não interpretado a Bíblia como um todo.
    Você fala da interpretação errada da igreja, mas não conseguiu me provar que a sua interpretação seja a certa.

  51. zr says:

    Muito bom o texto!

    Cara, há algum tempo eu li um livro chamado Paraíso Perdido (Paradise Lost), escrito por John Milton, que é um grande poema que conta exatamente essa história de que Lúcifer era um anjo que por orgulho desafiou deus junto com outros anjos que ele arrebanhou e após perder a batalha é mandado ao inferno. Não é um livro religioso, apesar da história baseada no Genêsis. Esse livro foi escrito em 1667 e é um clássico da literatura. Mas eu não sabia que a bíblia não contava essa história em nenhum momento! Aí li seu texto e fiquei imaginando que essa conversa de que o diabo era um anjo caído pode ter sido popularizada por esse livro, assim como a Divina Comédia, do Dante Alighieri, popularizou a noção de 9 círculos do inferno, que muita gente já ouviu falar mas nem sabe de onde vem.
    Valeu!

  52. Marcelo (do Caminho) says:

    Muito melhor que o texto em si, foram os comentários do João Marcos.

    Eu, humildemente, ainda estou tentando fazer o que Jesus ordenou: “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo com a ti mesmo”.

    Depois que eu conseguir fazer isso uma coisa natural em minha vida, vou me preocupar em descobrir literalidades ou metáforas bíblicas.

    Antes disso, quero apenas e simplesmente me modificar interiormente para Amar.

  53. Victor says:

    Amigo se vai se referir a bíblia, deveria ter estudado um pouco mais a mesma. Não me refiro a todas as histórias. Mas de todas a do Lúcifer está muito errada.

    De forma simplificada:
    Lúcifer foi criado para o posto mais alto das criações, render louvor a Deus, quando a soberba caiu sobre o “cheio de luz”, Deus cria o Homem pelo mesmo motivo, este também falha. Deus poderia criar uma terceira criação para Ele, porém ele vê no futuro a mim e a você e decide, ainda que indignos, pagar o preço no nosso lugar para podermos voltar ao posto antigo.

    Fica sua escolha voltar a ter o seu propósito restaurado ou não.

    Ótimo blog, Abraços.

    • Izzy Nobre says:

      Ok. Me mostre essa história na bíblia.

      Só peço isso. Ficarei aqui no aguardo. Me mostre onde a bíblia fala, de forma clara, literal, não-ambígua, a história de um anjo chamado Lúcifer que se revoltou contra Deus e foi expulso do Céu.

      • Oak says:

        Meu amigo você é carnal e lê a bíblia em sua carnalidade, a bíblia é interpretada espiritualmente e você é carnal não consegue interpreta-la pois se discerne espiritualmente “Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.” (I Coríntios 2 : 15) você quis enrolar com algumas historinhas que todo mundo já sabe querendo desviar a atenção para impor sua tese ridícula. Eu concordo com você quando diz que não há menção do nome lúcifer, mas a ideia que você deixou é que não existe DEUS e não existe satanás, e a sua tese só trouxe frutos podres como resultado, você não é capaz de interpreta a Sagradas Escrituras porque você é pecador e carnal, “A sua garganta é um sepulcro aberto; Com as suas línguas tratam enganosamente; Peçonha de áspides está debaixo de seus lábios;” (Romanos 3:13)”Cuja boca está cheia de maldição e amargura.” (Romanos 3:14)”Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.” (Apocalipse 22 : 15) você homem que não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;aconselho-te, sê pois zeloso, e arrepende-te.
        Pois O senhor requererá isso de você no dia do juízo, “Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo.” (Mateus 12 : 36). Você está preparado para isso? meu caro.

  54. Lelis says:

    Interessante todos os comentários! só achei uma falta de respeito os termos pejorativos, palavrões usados nas explicações! Isso é triste em se tratando de falar de bíblia! Acho que o respeito deveria imperar!

  55. Renan says:

    Eu fui criado dentro da igreja, lendo e ouvindo todas as histórias que se fala por ai… fato é que agora, depois de tantos anos lendo e ouvindo falar da bíblia, não consigo mais encará-la como um livro histórico, logo todo tipo de estudo sobre o sentido e/ou as incongruências nela (a bíblia) me parece coisa desnecessária, no tocante a discussão. Hoje em dia, vejo a bíblia como um manual de como não ser um tirano; um livro de parâmetros e não de regras mortais. Nunca perdi a fé na figura de Deus como me foi ensinado desde sempre, mas a minha interpretação da bíblia (e da vida) hoje está acima de discussão -- não por uma fé cega, mas pela consciência de que nunca haverá consenso no tocante à fé das pessoas. A bíblia me parece algo tão pessoal quanto a inteligência.

  56. tarcio says:

    Nunca vi tanta Ignorância junta, a merda toda começou com a invenção da religião que não e descrita em nenhuma parte da biblia,mas gerou varias interpretações segundo interesses. Quanto a veracidade da biblia posso afirmar como historiador que sua esséncia foi preservada ela e de fato um livro inspirador e digno de respeito. leiam pesquisem todas as fontes possiveis só assim vocês terão base para falar do assunto sem falar besteira.

  57. tarcio says:

    Nunca vi tanta Ignorância junta, a merda toda começou com a invenção da religião que não e descrita em nenhuma parte da biblia,mas gerou varias interpretações segundo interesses. Quanto a veracidade da biblia posso afirmar como historiador que sua esencia foi preservada ela e de fato um livro inspirador e digno de respeito. leiam pesquisem todas as fontes possiveis só assim vocês terão base para falar do assunto sem falar besteira.

  58. HELAINE says:

    Tirando os palavrões, ate que gostei do texto pq nunca parei para reparar em quantidade de bichos que foi colocado na arca e quantos magos eram e etc, até pq o que me interessa é o milagres que ocorreram e coisas que aqui não foram discutidas, as vezes nos ligamos demais aos detalhes e eu só sei de uma coisa, que CRISTO vive em mim e que sou feliz e que faço parte de uma igreja ou religião com a finalidade de ir para o céu que me foi prometido e se estiverem me ensinando errado sei de mais uma coisa,que quem está me enganando irá pagar as vezes a inocência é a melhor coisa que há, pois felicidade só têm quem olha para Jesus e carrega sua cruz, sem querer tantas explicações pq o evangelho é mais simples do que parece é amar a Deus e ao seu próximo como a si mesmo, sou feliz com Jesus na minha inocência e simplicidade quem muito quer entender deixa de sentir e viver o céu aqui na terra. AMO a Jesus e nada vai mudar isso…
    BEM AVENTURADOS SÃO OS QUE NÃO VIRAM MAIS CRERAM…

  59. Zeh says:

    Sou alguém que espera respostas para um dilema. Em um momento estável da vida visitei um lugar a convite de um amigo. Não tinha noção do que aconteceria com meus paradigmas de então. Minha vida profissional era totalmente dependente do meu conhecimento e convicções, assimilados principalmente do estudo de Física. Nada pra mim podia ser explicado ou provado fora desse ambiente. Era como uma muralha, a me proteger. Até o momento em que, juntamente com vários desses amigos, presenciei o que alguns chamaram de atividade sobrenatural. Vi e ouvi sons terríveis, como o de paredes sendo fortemente esmurradas e, como se não bastasse, vidraças forma estilhaçadas por pedras que voavam sem que que ninguém no ambiente visse quem as arremessava. Fui obrigado pelas circunstâncias a admitir que havia mais do que eu entendia ou conhecia sobre mim mesmo e o mundo, que até aquele momento estávamos solidamente estabelecidos por leis que regem (regiam) todas as experiências vividas. Após os fatos daqueles dias, deixei namorada, emprego, estudos, mudei-me para a casa dos meus pais (o único lugar em que me sentia um pouco seguro), me isolei de tudo que me lembrasse aqueles momentos. Foi-se toda a estabilidade emocional e nunca obtive resposta que me esclarecesse que tipo de personagem esteve envolvida em tudo que presenciei. Nenhum de meus amigos se feriu, porém o dano psicológico nunca foi sanado. Se alguém tem noção, seja ateu, crente ou “whatever”, como disse um dos participantes, poderia expor aqui um help. Para aqueles que acharem que passei por uma alucinação, digo que estava com diversas pessoas, amigos inclusive, e todos passaram pela mesma experiência, assimilada de acordo com o psiquismo de cada um (respeitando aqui a alteridade). Muito bons posts aqui. Um “Salve” a todos.

  60. Glacy says:

    A palavra de Deus sempre se Renova.

  61. Iron tiago de sales says:

    Esclarecimento bíblico sem o espirito santo poderá ficar alienado; os que não receberam o Espirito Santo ficaram sujeito a todas questão e interpretação do diabo. por essa questão quem conhecer o mal tende a cegar e criar verdade, sendo assim homens sábios enlouqueceram, não chegariam a lugar nenhum,com certeza estariam vivendo de suposições.se você quer entender a palavra de DEUS? que foi escrita na inspiração do Espirito Santo? precisa do Espirito Santo, habitando em você, que haja conversão genuína, vida de santificação com DEUS. e assim conhecereis a verdade e ela te libertará dessa confusão ou engodo e terás paz; leia segundo corintios capitulo 1 v 17-31.

  62. Paulo Vitor says:

    Fala Izzy!
    muito bom, muita verdade, você ta de parabéns!
    cara… porque você xinga ensinando essas paradas de Deus???

  63. Paulo Vitor says:

    Cara, muito bom!!!!
    mas pq vc xinga até mesmo falando das coisas de Deus???
    vc é evangelico?

  64. Michel says:

    1º Respondendo Paulo Vitor: Porque o cara não é de Deus, porque quem é de Deus não profere palavras torpes e xulas como essas, ainda mais se referindo a Deus!
    2º No começo até foi bem, mas quando chegou na história de satanás pra frente… Vê-se uma pessoa totalmente sem direcionamento do Espirito Santo (Sabe o que é PALAVRA REVELADA?) isso ele não tem, a Bíblia não pra ser lida apenas, é preciso MEDITAR no que se lê, pelo AMOR DE DEUS gente, a palavra ja diz: BEM AVENTURA O VARÃO QUE NÃO ANDA SEGUNDO O CONSELHO DOS IMPIOS, NÃO SE DETÉM NO CAMINHO DOS PECADORES E NÃO SE ASSENTA NA RODA DOS ESCARNECEDORES, ANTES O SEU PRAZER ESTÁ NA LEI DO SENHOR E NELA MEDITA DE DIA E DE NOITE; pessoa sem discernimento, compreensão e sem conhecimento.
    Limitou e substimou a inteligência de quem leu e do próprio DEUS. Quem abençoe e dê SABEDORIA a todos!

  65. Wand says:

    A traduçao de lucifer está correta, parabens… Só que vc usou de malandragem pra por em duvida a coerencia da biblia… Lucifer significa sim o ser de luz, “o fodao” a estrela da manha… Puro elogio o que de fato significa a palavra lucifer, a biblia quando descreve Jesus como estrela da manhã e etc… Esta justamente expressando um elogio, discrevendo o quão bom é Jesus. Assim como descreveu o quão bom e perfeito foi o diabo quando era anjo… Sem falar que naquela epoca tais expressoes não tinha uma ligaçao direta com com a palavra “Satanas” como é hoje em dia… Ou seja, vc fez uma bela pesquisa, mas claramente vc ao produzir esse texto deixou sua intençao bem clara de “desmascarar” a biblia e a teologia em volta dela… Claramente vc é mais um ateu buscando argumentos para justificar sua descrença… E vc obviamente vai encontrar, porque a biblia não foi feita pra convencer ninguém, e sim pra orientar quem ja se convenceu ..

  66. Rayzza says:

    Interessante deixar claro que esses “equvocos” fazem parte do senso comum, nao do que ensinado nas igrejas.

  67. Shaul Anka says:

    SUPER INTERESSANTE O ASSUNTO AMIGO, LEMBRANDO AINDA QUE O HEBRAICO ANTIGO CONHECIDO COMO HEBRAICO PRIMITIVO SOFREU ALTERAÇÕES PARA PODER AJUSTAR PARA OUTRAS LÍNGUAS, E LEMBRANDO AINDA QUE NO LIVRO DE BERESHIT TRADUZIDO COMO GENESIS AINDA TEMOS A FIGURA DE LILITH A PRIMEIRA MULHER DE ADÃO, LEMBRANDO QUE TEMOS UMA REFERÊNCIA NO PRÓPRIO GENESIS DEUS DIZENDO QUE EVA AGORA SERIA A MULHER DE ADÃO, MAS ISTO NO HEBRAICO, E A IGREJA FEZ QUESTÃO DE MASCARAR E RETIRAR ESTE CONTEXTO E DEIXAR SÓ A EVA COMO SE FOSSE A PRIMEIRA MULHER DE ADÃO…ABRAÇOS A TODOS!

  68. fabio says:

    num acredito q gastei mais de 3 minutos lendo tanto bobagem, vc errou metade do q escreveu e mesmo qd acertou deu apenas sua pessima opinião pessoal, perdeu tanto tempo pesquisando pra chegar nesse contexto ?!?!? pq não ficou dormindo esse tempo td :!:! teria sido mais util pra vc….kkkkkk. Ser ateu ate pode, mas vai ser burro assim la na casa do seu “fodão da galaxia” kkkkk

  69. Rosana says:

    Bem interessante, mas eu penso assim… tudo, absolutamente tudo o que é escrito, falado ou algo semelhante é questionável, porque eu vejo como a versão pessoal de cada um, quem escreveu a bíblia não viveu o momento, apenas conta a sua versão sobre algo que outro viveu e mesmo que quem viveu tenha escrito, um outro escreveu, traduzindo para o seu modo de ver, então.. tudo é questionável, inclusive a bíblia…

  70. Leonardo says:

    Lucy não desculta o Senhor ja nos avisará que viriam essas pessoas duvidando de nossa fé, essas pessoas que tem uma fé no vento vão voar. So ore pra que Deus os abençoe com sua misericórdia!

  71. Agente says:

    Este site esta sendo envestigado
    Voce vai aprender a não mexer com as coisas de Deus
    estamos de olho em voce…

  72. Wild Bill says:

    Pelos comentários lidos até aqui, deve ter na bíblia nas páginas que só aparecem para os ‘espiritualizados’:

    Genesis 0:0 -- “Não aprenderás a escrever direito e criarás subterfúgios para justificar a falta de coerência nos textos que se seguem.”

  73. Estevao says:

    Wow. Engraçado como o autor desse artigo usou uma bíblia NVI. Se não sabem essa bíblia, assim como as outras novas traduções, são tão cheias de adulterações da Palavra de Deus. Na original Almeida de Ferreira Fiel assim como na King James e todas as traduções ORIGINAIS, diz em Isaías14:12 Como caíste desde o céu, ó Lúcifer, filho da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!
    Éeee pessoal. Ta aí quem é realmente Lúcifer. Pessoal não acreditem em qualquer site meia boca. E nem em qualquer “bíblia”. Leiam apenas as da Almeida Corrigida Fiel da Sociedade Bíblica Trinitariana Brasileira. Pesquisem e verão o porque. Quem tem ouvidos ouça.
    Bons estudos.

    • Izzy Nobre says:

      Hahaha claro claro, a sua versão favorita da interpretação das Escrituras é a correta. Que argumento original!

      • Ednilson says:

        Meu caro Izzy Nobre,
        Creio que essa não é a versão favorita do mei irmão (em Cristo) Estevão.
        Pois você, ele, eu e todos que já passaram por um curso de teologia (principalmente da PUC) sabemos que, no Brasil, a versão mais fiel que está ao alcance de pessoas simples é a versão de Almeida Corrigida Fiel da Sociedade Bíblica Trinitariana Brasileira, porque ela tem um PRINCIPIO DE EQUIVALÊNCIA FORMAL… Já as outras versões atuais (NVI, NTLH, Bíblia Viva, dentre outras) são chamadas de Paráfase e têm um PRINCIPIO DE EQUIVALÊNCIA DINÂMICA (vem com um pensamento próprio e interpretação do autor). pare já com essas brincadeiras de extremo mau gosto!
        E o Senhor está, CONSCIENTEMENTE pregoando uma falsa verdade entre os menos dotados de conhecimento, ao invés de mostrá-los a Verdade (Jesus Cristo, o filho de Deus).

      • Ednilson Gonçalves says:

        Meu caro Izzy Nobre,
        Creio que essa não é a versão favorita do mei irmão (em Cristo) Estevão.
        Pois você, ele, eu e todos que já passaram por um curso de teologia (principalmente da PUC) sabemos que, no Brasil, a versão mais fiel que está ao alcance de pessoas simples é a versão de Almeida Corrigida Fiel da Sociedade Bíblica Trinitariana Brasileira, porque ela tem um PRINCIPIO DE EQUIVALÊNCIA FORMAL… Já as outras versões atuais (NVI, NTLH, Bíblia Viva, dentre outras) são chamadas de Paráfase e têm um PRINCIPIO DE EQUIVALÊNCIA DINÂMICA (vem com um pensamento próprio e interpretação do autor). pare já com essas brincadeiras de extremo mau gosto!
        E o Senhor está, CONSCIENTEMENTE pregoando uma falsa verdade entre os menos dotados de conhecimento, ao invés de mostrá-los a Verdade (Jesus Cristo, o filho de Deus).
        E o livro de Enoque não foi anexado na bíblia protestantista porque não foi constatado que ele era um livro “totalmente inspirado por Deus”…Por tanto, ele não passou pelo Cânon. Mas se não me engano ele está incluído na “Bíblia Católica”.
        Embora não haja muitos contextos nesse referido livro (Enoque), eu (particularmente) creio que existem coisas que são sim “inspiradas pelo Criador”.
        E EU SEI QUE VOCÊ SABE SOBRE ESTES ASSUNTOS QUE EU TRATEI!
        Mas se, contudo, tiver dúvidas ou queira esclarecimentos sobre o assunto, você ou qualquer um (a) podem procurar-me através do e-mail: ednil.son@hotmail.com

        Grato, e Exaltado seja o nome daquele que foi morto e reviveu: Senhor Jesus Cristo, o Deus vivo!
        Saúdo aos irmãos e irmãs que não deixaram tais palavras que não vem de Deus corromperem seus corações: Graça e Paz!
        Estou admirado de que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho,
        o qual não é outro; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.
        “…Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema.
        Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.”

        Gálatas 1:6-9 (versão Almeida revisada imprensa biblica)

        • João Marcos says:

          O Livro de Enoque não faz parte do Canon católico. Os livros que estão na Bíblia católica e não são canônicos para protestantes e judeus são: Judite, Tobias, 1 e 2 Macabeus, Baruc, Sabedoria e Eclesiástico.

      • Thiago galacio says:

        Os argumentos são incríveis e citações também, inclusive engraçados kkk virei fã,assunto assim deveriam ser mas debatido kkkk mas antes é melhor esconder coisas que machuquem kkkk #Izzy sou seu fã kkkk

  74. LUÍS CUBIA says:

    eu realmente não entendi a intenção destes textos…

  75. amanda clecia dos santos souza says:

    eu acho um absurdo isso!!
    Jesus nao é e nunca sera lucifer!!!

  76. Valdo Alves says:

    Todo o texto Bíblico é escrito de maneira totalmente simbólica e revela os mistérios da criação do universo grande”Cosmos ” e do Universo pequeno”Microcosmos/Homem”.Tudo a que se refere ao Cristo e a Lúcifer ,são mistérios da Polaridade eterna dos Irmãos Gêmeos do Universo e que se expressam dentro da cada ser humano, ou seja, se não se entender o porque do homem e da sua eterna luta entre a vontade-Luz e o desejo-Fogo, nunca podera nascer o “Filho do Homen” que sempre nasce num presépio rodeado de animais-paixões, no deserto da vida e guiado pela estrela-Consciência!
    Por isso todos tentam entender algo com uma lógica humana e limitada, que só quem esta desperto pode entender!

  77. Fabio says:

    Isso foi a coisa mais imbecil que li até hoje!

  78. Brennda says:

    “Sobre que outras partes da bíblia o seu pastor está errado…?”
    Tô tentando entender o que um Pastor tem haver com isso levando em conta que todos essas distorções tiveram o dedo da ICAR.

  79. Amigo,você em algumas palavras tem razão.Perdeu na explicação sobre satanás.E algumas palavras que você usa,são palavras torpes e sem escrúpulos, para quem se propõe interpretar a bíblia.

    Pr.Oscar Tressa.

  80. kimberly says:

    kkkkkkkkkk,Só tirando graça mesmo da tentativa frustrada de confrontar a Bíblia. Só lamento, por vc. Pior é usar palavras de baixo escalão para tentar argumentar. Usou argumentos bem favoráveis. Quis apenas questionar algumas contradições da Bíblia, esta certa de querer expor suas opiniões, até porque o livre arbítrio existe pra issso. Mas espero realmente que nao seja incrédula. Pois daqui a pouco vai estar tentando pregar que Deus tambem não existe, ou que é apenas mais uma fantasia. O que bem existe são provas de que tudo existiu e a Bília retrata td que tem acontecido, e ainda vai acontecer, basta saber interpretar. Pois tem também a parte do arrebatamento, não sejas incrédula e cuidado com as blasfemias. Comece a questionar a origem da vida e não de acontecimentos passados.Seja temente a Deus. Bem que nos últimos tempos teriam mesmo os anticristo, pessoas tentando espalhar a discórdia. Que Deus tenha misericórdia de todos

  81. Cid Pacheco says:

    Inocentes, todo esse blábláblá da Bíblia sobre não comer o fruto, nada mais é que Adão não podia dar uma pimbadinha na Eva! Simples assim…

    • Pr. Ednilson says:

      Então me responda meu caro Cid Pacheco:
      Por que Eva comeu o fruto primeiro e, só então, ofereceu a Adão?
      Se sua tese é correta, com quem Eva deu uma “pimbadinha”?
      Para informações, dúvidas e intercessões:
      ednil.son@hotmail.com
      Pr. Ednilson

  82. Osvaldo Malveis says:

    No texto de Ezequiel citado neste blog, Deus comparou o rei Tiro ao diabo,pois da mesma forma que Tiro, o diabo também quis se engrandecer e se tornar maior que Deus. Faltou um pouco de interpretação inteligente da sua parte. E fala sério, isso me pareceu bem simples.

  83. Diego says:

    Lúcifer lembra muito Prometheus. Prometheus é o titã que roubou o fogo dos deuses para dar aos homens.
    Prometheus + igreja católica que tudo copia = pois é né!
    Fora a associação com Jesus, que a própria bíblia faz. E o tal do bispo Lúcifer, da ICAR? Tem até capela, fica em Cagliari, na Itália.
    Essa coisa de associar lúcifer à satanás é uma coisa recente, coisa do início do século XX.

  84. Silvio says:

    Que se dane a bíblia e os trouxas que acreditam nela

  85. babaleo says:

    Da raiva de ver burros e loucos kkk burros quem disse que não diz a bíblia sobre a criação do diabo? o diabo se vez diabo depois que deixou de ser lucifer suas antas, e lucifer não e o diabo mas sim um dia o diabo foi lucifer quando lucifer se pos contra deus ele passou a ser o diabo e ai foi a criação do diabo seus diabos de burros

  86. Olha Izzy, eu vou deixar bem claro que o cristianismo é minha religião, e que eu acredito nisso tudo. Agora é o seguinte: Quando você diz que não falava a bíblia do diabo mas sim de um rei qualquer, vou te dizer uma coisa: o REI da babilônia é descrito na bíblia como o rei desse mundo, o rei impuro, então propriamente esta falando de um mau. No outro trecho da qual você também relata um homem, é o seguinte também: nós humanos somos falhos(disso todo mundo sabe),imundos, nojentos, não somos bom de jeito nenhum e somos submissos ao SENHOR sim, ao retratar um HOMEM quer dizer que após a sua criação e suas vigias, ao cair tornara-se como um homem.(ou seja um imundo) No caso Apocalipse também não fala so do FUTURO, mas também do PASSADO e inclusive do nosso PRESENTE que se diz no quesito das coisas que os profetas falavam e ja esta acontecendo. No caso de Jesus, sim, a bíblia afirma que ele é a luz para o mundo, pois na própria bíblia diz que nós devemos ser luz para o mundo também, certo? Ok, agora cê me pergunta do capeta, bem, o capeta quis sim ser como Deus, na qual apocalipse diz dos anjos dele, na qual traduzimos ao seus demônios, ele tem seus filhos também(na qual fala do rei da babilônia e também seus filhos) Pois quem não é filho de Deus é filho de quem? Pois na bíblia afirma que quem NÃO é com Deus é contra Ele. Agora o capeta ja foi um anjo, e um dos mais belos diz a bíblia(inclusive nesses trechos ai) e sim, fazia suas obrigações ate ser consumido pela inveja e ser expulso do céu, de certa forma ele trazia “luz” mas a sua luz se apagou com o tempo por causa de sua inveja, por favor não venha dizer que Jesus é lucifer só pq em um trecho da bíblia latina tem essa palavra, hora mais! Não é assim que é “luz” em latim? Cê queria que ele escrevesse como? Outra coisa, no caso do senhor que não crer em Deus(mais), quem ler no quesito de querer fazer seu próprio entendimento se perde nele. O certo(ja que acredito nisso) é ler com o guiar do Espírito santo na qual Deus é tão gentil que ele vem a habitar naqueles que creem e fazem o que suas palavras mandam. Sei que muitos aqui nos comentários ja usaram essa desculpa, mas é verdade, ta ai do que Eu entendi(Que acredito que fui sim guiada pelo espírito santo) Ta tudo na bíblia e embora cansativa temos de ler com calma e paciência(não dizendo que você não fez isso, but just saying mesmo) 🙂

  87. Sidnei Kubaski says:

    Muito bom o estudo, mas concordo plenamente com Gleyson Lucas, e acrescento que em Ezequiel 28.13 diz: “Estiveste no Éden” -- a Bíblia nos fala que apenas Adão, Eva, Satanás (em forma de serpente) e Deus (além dos animais e flora). Então, como dizer que um rei estaria no Éden????

  88. hawelly says:

    Onde está no texto que Deus disse que noé deveria colocar apenas dois animais de cada espécie e nada mais? O cap.6 diz que ele deveria colocar dois animais de cada espécie( ou seja casais de espécies deveriam entrar na arca, macho e fêmea para q podessem procriar, lógico) e no cap.7 Deus complementou a informação de que dos animais limpos deveriam ser 7 casais e dos animais impuros um casal apenas. Não há nada contraditório nisso, é apenas o desenvolvimento ou acréscimo na conversa de duas pessoas (Deus e Noé). e no final das contas entraram realmente de dois em dois( ou seja casais).

  89. hawelly says:

    e para os q acham q a bíblia se contradiz, se enganam de forma gigantesca! a bíblia em vessículo algum menciona ou caracteriza o diabo como lúcifer ( q significa estrela da manhã)! o problema é q as pessoas não procuram ler e entender a palavra de Deus assim fica fácil acreditar em falsas interpretações de homens, inclusive interpretações q dizem q a bíblia se contradiz! quem realmente conhece a bíblia identifica com facilidade o q é cultura repassada ao longo do tempo e a verdadeira palavra de Deus!

  90. Estava discutindo com alguns amigos sobre em que dia exatamente Jesus morreu e ressucitou e acabamos percebendo algo:
    Jesus passou apenas UM DIA morto.
    Veja essas duas passagens no evangelho segundo Mateus:

    https://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/27/60-63
    https://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/28/1-6

    No primeiro, as mulheres após Jesus morrer, se apressam para preparar o corpo, porque já era próximo o sábado. Logo, Jesus morreu na sexta feira.
    Nesse trecho também é citado o fato de mandarem os soldados porque lembraram que Jesus havia prometido ressuscitar em 3 dias.
    No segundo link, é citado claramente que o dia ainda era sábado, e já estava próximo o domingo, mas ainda era sábado.
    Nesse momento as mulheres iam novamente ao sepulcro, quando encontraram o anjo que anunciou que Jesus JÁ HAVIA ressuscitado, e a pedra estava removida.
    Ou seja: Jesus morreu na sexta, e ressuscitou no sábado.
    Note também que, segundo a tradição judaica, o dia termina com o por do sol. Logo o fim do sábado era algo por volta das 17h.

    Nunca tinha notado isso. E olhe que essa é uma das passagens mais lidas da bíblia.

  91. Bom pra vocês saberem melhor da história de satanás e bom vocês lerem os seguintes livros o genesis de Melquisedeque e o livro de Enoque lá, vocês vão ver como satanás foi criado esse rebelou contra Deus é saber onde esses anjos caídos estão presos.e saber um pouco mas sobre os demônios.
    Esses livros são apócrifos devido a igreja católica decidir oque devíamos ler e não ler.
    Mas dei uma fussada melhor e soube que esses livros já fizeram parte da primeira bíblia hebraica.

  92. eu says:

    Então me fala da onde vieram aqueles demônios com o dragao no versículo que você públicou? Próprio Jesus já falava por Parábolas que era para alguns não entenderem e nem tudo na bíblia está bem explicadinho é só ser inteligente e notar …

  93. Anderson malakovsky says:

    Ok

  94. Fênix Man says:

    Sobre o tal fruto proibido, talvez tenha sido a relação sexual, num sentido figurado. Talvez seja uma forma de explicar a historia para todos os povos, e todas as idades. O sexo não era necessário porque havia apenas UM homem e UMA mulher. Sexo não era pra dar prazer. Mas o diabo trouxe o que? O prazer maligno. Então acho que faz sentido. E se é bem possível essa verdade, talvez as pessoas deveriam controlar muito mais seu instinto sexual e evitar imoralidades sexuais, pois cada dia inventam uma nova bizarrice e com o tempo ela corrompe corações a ajuda a ferir outros.
    Na religião judaica é pior ainda. A primeira mulher foi Lilith (não sei se Deus tb tirou esta da costela de Adão) e ela se tornou um grande demônio por ter adorado o prazer maligno do sexo dado por Lúcifer (o Satanás!). Desobedeceu Deus por causa de prazer maligno e foi amaldiçoada (e não perdoada), pois nunca mudou. E não é muito diferente o que acontece até hoje eim…

    • Cristiane Santos says:

      Nunca que o sexo é o fruto proibido, isso é lógico, uma vez que foi Deus quem fez o homem e a mulher, e os fazendo fez também os órgãos sexuais, o útero e os testículos, se não fosse pela finalidade do sexo Deus não teria feito o homem com pênis e nem a mulher com seios, útero e vagina, bastaria um buraquinho para fazer xixi, e só.

    • Cristiane Santos says:

      O problema do homem não foi comer do fruto proibido, mas sim desobedecer a Deus, se o mandamento de Deus te manda fazer uma coisa e você faz outra você esta em pecado. Se o mandamento de Cristo te manda amar o seu próximo como a si mesmo e você não ama, você esta em pecado. Qualquer tipo de desobediência é pecado. O homem traiu a confiança de Deus quando deu ouvidos a serpente, se o homem queria ter conhecimento bastava pedir a Deus, não precisava desobedece-lo.

    • Cristiane Santos says:

      Por pensar que o sexo é maligno que as pessoas acabam se reprimido e se desviando do sexo saudável, é necessário saber que o sexo foi criado para complementar o amor, unificar o casal, mas quando o sexo não é usado para essa finalidade aí ele destrói vidas. Não é o sexo que é pecado mas a maneira que ele é praticado.

  95. ola. galera paz a todos.
    foi dificil ler tudo isso ufffa!!!

    Quanto ao fato de que a bíblia e uma verdade não tenho duvidas. Deus existe e o inimigo também.
    No entanto as interpretações de textos bíblicos são errôneos demais! e as igrejas estão enganando as pessoas com historias interpretadas da maneira que possam no fim tirar uma boa oferta.
    existem sim cristãos verdadeiros.
    sobre as igrejas, alguém pode me mandar alguns nomes de igrejas que façam interpretações corretas da bíblia?
    precisamos voltar ao cristianismo verdadeiro, só isso!!!!

    FAÇO UM APELO GENTE VAMOS LER A BÍBLIA COMO SE LÊ UMA CARTA DE AMOR, DESEJANDO VIVER CADA MOMENTO!

    VALEU GARERA!!!

  96. Fernando says:

    Sabemos o poder que tem Deus, vivemos experiencias em nossas vidas, muitas pessoas se apegam a opiniões porém estao de coracao fechado pra enxergar as obras que Deus faz em nossas vidas e ha todo instante. Profecias estao se cumprindo a todo instante e o dia está cada vez mais próximo. Arrependei vos enquanto ha tempo e abra seu coracao pra enxergar a Deus, assim entenderao o que Ele diz independente das opinioes alheias. Que a Paz de Deus esteja convosco e que Ele nos proteja AMÉM

  97. Cristiane Santos says:

    Parabéns pela interpretação… deixo mais, o diabo nada mais é do que a personificação do mal humano existente no mundo.

  98. AS TRÊS INIMIGAS

    A maldade, a mentira e mágoa; são três inimigas da alma.

    <>. Que Deus tenha misericórdia desse articulista
    AMÉM!