Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Top 9 maiores lendas dos videogames

Postado em 14 January 2011 Escrito por Izzy Nobre 143 Comentários

Se há uma característica marcante da raça humana, além da nossa habilidade natural de não se dar bem uns com os outros, é o dom da criatividade. Duvido muito que um ser de outro mundo fosse capaz de escrever peças de teatro, compôr músicas que ficam presas nas nossas cabeças meses após termos ouvido-as pela primeira vez, ou descobrir como equilibrar um salário mínimo até o fim do mês que vem.

E a humanidade mostrou essa criatividade ao longo de sua (relativa) breve existência nesse planeta.

Os nossos ancestrais primordiais combinaram pedras afiadas, cipós e paus e inventaram ferramentas que os permitiram pela primeira vez quebrar as cabeças de seus semelhantes. Os homens mesopotâmicos criaram um Deus que até hoje faz com que gente dê dez porcento do que ganha a líderes de igrejas. Nos tempos mais modernos, o homem misturou pólvora e ferro e criou as armas de fogo, excelentes ferramentas para acabar com discussões.

Mais recentemente, o homem uniu computadores através de cabos e protocolos de comunicação e descobriu uma forma revolucionária de receber pornografia de graça em casa. Não precisa ser um gênio pra perceber que a criatividade humana foi a ferramenta que nos permitiu ser algo além de macacos jogando cocô uns nos outros.

Criatividade é um privilégio de qualidade divina. E não há um grupo mais criativo neste universo do que os jogadores de videogame. Por um motivo simples.

Basta entregar um jogo qualquer na mão de um moleque de 13 anos, em menos de uma hora ele jurará que existem ao menos 3 vezes mais fases do que realmente há no jogo.

Xeu explicar melhor.

Todas as pessoas que têm mais ou menos a minha faixa etária, ou seja, que cresceram e amaram os mesmos jogos eletrônicos que eu, devem conhecer estas fábulas a que me refiro. Promessas de segredos escondidos, profecias sobre mundos nunca antes explorados, lendas de mistérios que esperavam por você.

Parece muito importante, a despeito do fato de que na verdade não era nem um pouco. Estou falando aqui daquilo que aconteceu com todos aqui, em algum momento de suas vidas, se você possuiu um videogame: seu primo/amigo de sala/vizinho chegava pra você e contava algo sobre alguma área secreta em um jogo qualquer, e a partir daí você deixava de ser um mero jogador de videogame, mas se tornava um verdadeiro desbravador.

Todos aqui tiveram experiências do tipo, de ter ouvido sobre uma suposta fase secreta/item escondido/personagem oculto no seu jogo preferido. Tais mistérios não eram como os de outrora, que eram confessados no leito de morte de um explorador moribundo, mas por um moleque cujo primo tem um amigo que pegou uma revista americana emprestada do vizinho, e que a tal revista explicava todos os passos de como atingir o Eldorado eletrônico.

E nós, claro, caíamos como patinhos. Toda vez. E passávamos boa parte de nossas infâncias procurando os tais locais misteriosos.

E é disso que esse post fala: das lendas mentirosas e dos sonhos destruídos quando descobríamos que não havia área secretíssima porra nenhuma. Algumas vezes a verdade era mais cruel; o amigo do primo do irmão do menino da escola nem existia!

A Fase na Nuvem
Essa aí esteve nos meus sonhos e pesadelos por quase 5 anos.

Desde a época em que eu não tinha videogame e jogava minha mesada fora em locadoras em Fortaleza, eu já venerava Super Mario World. Dedicava todo meu tempo livre a catar moedas embaixo do sofá pra ir jogar na locadora do seu Roberto, um argentino que me odiava por causa de um certo episódio envolvendo um rato.

Então. Um belo dia, eu e um vizinho discutíamos sobre quem havia aberto mais fases no jogo. Falei, orgulhoso, que tinha quase todas as 96 fases destravadas no meu cartucho de Mario.

O garoto soltou, com um ar de desdém, que duvidava que eu tivesse aberto a “fase na nuvem”. Perguntei, intrigado, “que fase é essa?”. Ele tomou o controle da minha mão e levou meu Mario pixelizado até o segundo mundo, você pode ver na imagem aí em cima. Tá vendo essa nuvenzinha no meio do oceano? Então. O cara jurava que tinha uma fase aí.

É desnecessário dizer que eu passei boa parte da minha infância em Donut Plains, o segundo mundo de Mario, tentando achar a passagem que me levaria pra Fase na Nuvem.

A banheira do Honda
Lendas videogamísticas envolvendo partes do cenário que são supostamente interativas com o jogador são mais numerosas que a quantidade de leitores que participam do baitolístico hábito de se referir a 9:30 da noite como “vinte e uma e trinta”, mas a Banheira do Honda era a mais proeminente.

Eu particularmente nunca fui muito chegado a Street Fighter, mas como vocês já devem saber, as lendas dos jogos não se limitam aos grupos que têm afinidado com os tais jogos. Eu só devo ter jogado Street Fighter umas duas vezes na vida, duas experiências extremamente tediosas (caralho, eu odiava esse jogo mesmo), mas ainda assim ouvi a história da banheira do Honda.

Supostamente, havia uma combinação secreta que, se executada corretamente, no tempo certinho, permitia ao Honda pular dentro da banheira no fundo do cenário e lavar a bunda, ou algo do tipo. Vale lembrar nesse ponto que as lendas tinham muitas micro-variações, mas a idéia principal era sempre a mesma.

Um dia, peguei Street Fighter emprestado de um amigo da escola, só pra ver se o negócio era verdade – a lenda tinha feito mais uma vítima. Imagino que pelo menos uns cinquenta mil controles de SNES foram destruídos por jogadores frustrados ao perceber que a banheira do Honda era tão inacessível pro avantajado lutador de sumô como portas, corredores e outras passagens estreitas.

A Triforce
Tenho certeza que quando leram os primeiros parágrafos do post, muitos se perguntaram se eu ia falar sobre a lendária Triforce em Zelda The Ocarina of Time.

Não é pra menos; a lenda da Triforce era mais notória que Jebus, o doente mental que passa o dia inteiro lá no centro da cidade gritando contra semáforos e pedras. De longe a lenda mais bem trabalhada, a história da Triforce envolvia até mesmo, pasmem, a suposta participação da própria Nintendo!

A lenda, ou ao menos a variação que ouvi, era a seguinte: um programador que trabalhou na equipe de de produção de Ocarina of Time fez, sozinho, um JOGO INTEIRO e escondeu o tal jogo, ou ao menos a passagem para ele, num artefato conhecido por gamers no mundo inteiro como Triforce.

O tal programador teria morrido (e o contador da lenda sempre enfatizava o drama do cara, dando-o pestilências como hemorróidas cancerígenas ou tuberculepra leucêmica, porque afinal de contas todos tínhamos 13-14 anos e nomes complicados davam credibilidade à história) e o segredo do jogo escondido foi levado junto pra cova.

A Nintendo ouviu o boato sobre o tal jogo secreto, e queria descobrir onde ele se escondia, para poder aproveitar e honrar o trabalho do programador, lançando o jogo no mercado. Obviamente a Nintendo não ia fazer algo inteligente, barato e rápido como, digamos, abrir o código fonte do jogo e localizar a anomalia. Não, não. Ao invés disso, a empresa resolveu pagar CINQUENTA MIL DÓLARES pra qualquer jogador que encontrasse a Triforce, tirasse uma foto da tela da TV e mandasse pra eles.

Essa lenda afetou a vida de muita gente. Amigos antes felizes e sorridentes viraram nada além de uma sombra do que eram antes, de tão obcecados estavam em encontrar a tal Triforce e filar os cinquenta mil paus. Tinha neguinho fazendo até planos pro dinheiro, e não tou inventando. Era uma parada semi-deprimente (não totalmente deprimente porque, em retrospecto, os caras eram otários mesmo e mereciam sofrer pela ingenuidade).

Quando Majora’s Mask, a continuação de Ocarina of Time, foi lançado, a lenda morreu. Os boateiros de plantão ainda lançaram mão de uma última tentativa de manter a saga viva, ou seja, deram uma espécie de patch na lorota: eis que de repente, “descobre-se” o sobrenome do tal programador morto era justamente MAJORA, e que o novo jogo era exatamente o mundo secreto atrás da Triforce! Como se pode ver, o engodo é realmente notável. A Lenda da Triforce foi a única mentira que conheço que passou até por update.

O Combo de 99 hits do Subzero
Esse não podia faltar, pois foi uma das lendas que mais ouvi na época gloriosa do SNES. Muitos clamavam ter alcançado o tal combo, outros diziam ter testemunhado a tal sequência, e um número equivalente alegava ter parentes que conseguiram acertar a combinação que fazia o Subzero desferir exatas noventa e nove porradas no seu inimigo.

O combo de 99 hits virou uma espécie de nirvana dos videogames, um estado de espírito que apenas os mais iluminados poderiam alcançar. Até o grupo dos Grandes Mestres do MK (que era composto de malucos mais ou menos dois anos mais velhos que o resto da turma e que dominavam técnicas milenares dos jogos de luta como cobrir o controle com a camisa pra facilitar o desenvolvimento dos golpes) foi pego de surpresa com o boato.

Júnior a.k.a. “Cabeça”, o líder não-oficial daquela patota de pré-adolescentes que controlava as partidas de Mortal Kombat com punhos de ferro e camisas de campanhas políticas, foi um dos primeiros a comprar a briga contra a lenda. O moleque passou MESES jogando MK3, e após muito tempo sem notícias sobre ter conseguido ou não o tal combo, foi obrigado a inventar as próprias mentiras.

Segundo ele, uma vez ele QUASE conseguiu soltar o tal combo, mas faltou energia na hora H. Quando essa lorota se tornou velha, ele passou a alegar que tinha conseguido, e que tinha dado pause no jogo (usando um cheat code que permitia pausar partidas de MK3, o que realmente existe) mas aí a mãe dele não deixou ele sair de casa pra dar as boas novas pros amigos. Como ele tava com medo de deixar o videogame ligado por muito tempo e assim foder o aparelho, acabou desligando-o.

Eu tenho minhas suspeitas a respeito dessa lenda. Imagino que alguém tenha visto Killer Instinct pela primeira vez e achado que se tratava de um outro jogo como, digamos, uma versão nova de MK (a confusão entre jogos era um fenômeno muito comum). Havia um personagem em KI, o Cinder, que quando era azul parecia ser feito inteiramente de gelo. Alguém viu o jogo de luta, o personagem de gelo e aqueles combos brutais que eram o carro chefe de Killer Instinct, e pronto. Surgiu uma lenda que, se minha teoria está correta, foi mais um engano do que uma mentira proposital.

Pular por cima da bandeirinha do final da fase em Super Mario Bros

Essa era daquelas lendas sem conclusão bem definida, cada moleque que a repassava adicionava suas próprias fantasias a ela.

Rezava a fábula que seria possível pular por cima da bandeira que marcava o final de uma fase em Super Mario Bros. O resultado da manobra? Como expliquei, não havia um cânon definitivo — alguns diziam que você ganhava 99 vidas no ato.

Outros juravam que a peripécia dava ao Mario poderes da florzinha mágica permanentemente (e talvez por isso esta imagem mostre o Mario vermelho e branco).

Houve também as histórias de que pular o mastro te levava a uma Warp Zone que podia selecionar qualquer fases individual do jogo.

Esta lenda não capturou minha atenção por muito tempo. Eu havia jogando SMB por tempo o suficiente pra ter me tornado perfeitamente familiarizado com o fato de que era impossível pular por cima do mastro da bandeira.

Não que eu não tenha tentado — assim que você nota que a altura em que você toca a bandeira é diretamente proporcional ao número de pontos que você ganha, o salto lógico é “o que acontece se eu passar POR CIMA da bandeira? Obviamente, é impossível.

Anos mais tarde eu acabo fazendo isso em New Super Mario Bros pro DS:

Trata-se de um bug. Se não me falha a memória, passei rodopiando e pulando com o power up do casco azul, e por algum motivo isso não desencadeou a programação do jogo que ativa o sistema de colisão entre o Mario e o mastro, terminando a fase.

Quando isso aconteceu, eu lembrei IMEDIATAMENTE da antiga lenda. Saquei o celular, tirei essa foto, e o arquivo .jpg ficou perdido no meu HD por literalmente ANOS (sério, tirei essa foto rm 2008). Finalmente tenho um uso pra ela.

Lara Croft nua, peladinha e sem roupas

Este senso recente que fiz no HBD me diz que tem uma boa parcela de leitores desta entre os 15-18 anos. Isso significa que essa turma cresceu acostumada a duas coisas que a nossa infância não teve: internet em alta velocidade (e com isso, pornografia on-demand a um clique e uma porta fechada de distância) e games com gráficos fotorealistas.

Talvez por isso seja difícil você olhar pra foto aí do lado e imaginar que em algum momento da história da humanidade, alguém (não só um alguém, milhares de alguéns) desejou ver essa boneca inflável pixelizada sem roupas.

Boneca inflável é o teu passado, mais respeito, seu neófito de merda! Depois da Samus, a Lara Croft era a mais gostosa protagonista de videogames.  E olha que a Samus era praticamente desenhada no Paint, então em comparação da Lara era realmente um salto na tecnologia de causar ereções em jogadores pré-pubescentes.

Existiam variações da lenda, como sempre. Alguns diziam que havia um código secreto que apagava as roupas da heroína. Outros diziam que havia uma fase em que ela aparecia de bikini (algo que veio a acontecer realmente nos jogos subsequentes, vai no youtube e digita “lara croft bikini”) ou até mesmo inteiramente pelada.

Como existiam mods pro primeiro jogo no PC que apagavam as roupas da aventureira,  a nudez da Lara Croft meio que escapa de ser considerada uma lenda, tecnicamente. Mas a fábula alegava que a peladice da mulher fazia parte do jogo, o que não era verdade, então conta.

Mas quem não tem cão caça com gato. Na falta de uma Lara Croft inteiramente pelada, o jeito era coloca-la contra a parede naquele ângulo cuidadoso em que a câmera exibia seus fartos peitinhos poligonais.

A base secreta em Goldeneye 

Esta aqui foi uma das poucas lendas que não capturou minha atenção na época. Eu nunca tive um Nintendo 64 e por isso só jogava Goldeneye na casa de amigos — ou seja, em multiplayer.

Aliás, vocês lembram da rivalidade entre fãs de Goldeneye e fãs de Turok? Cada grupo alegando que o multiplayer de seu jogo favorito era melhor?

Haha, fazia anos que eu não parava pra pensar nisso.

Então. Dizia esta lenda que havia uma base secreta no jogo que podia ser vista da fase da represa (era a primeira fase, até, né? Como falei, só tenho familiaridade com o multiplayer). No finalzinho daquela fase, tu pode pegar um rifle sniper, apontar pro outro lado do lado e lá está a tal “base secreta”.

Segundo os moleques que juravam que viram o primo de um amigo de escola chegar lá, isso era possível através de um túnel. As descrições de como alcançar tal túnel eram completamente variadas.

E de acordo com os mentirosos, haviam armas novas e uma miríade de inimigos pra metralhar lá do outro lado.

O que acontece é que a base deveria ter sido uma parte do game, e a construção foi incluída na geometria do jogo, mas acabaram desistindo daquela parte. A direção de arte decidiu deixar a base lá, porque complementava o cenário, e a imaginação da molecada correu solta quando encontraram a parada.

A fase da vaca em Diablo

Essa é muito clássica, e é o melhor exemplo do que pode acabar acontecendo com lendas de games quando desenvolvedores tem bom senso de humor.

Havia uma vaquinha em Diablo, lembra? O primeiro Diablo. Quase todo item clicável no jogo era interativo de alguma forma… menos a vaquinha. Se não me falha a memória, ela apenas mugia quando você clicava nela.

E aí a imaginação da pivetada começou a trabalhar, como sempre faz nesses momentos em que objetos inexplicáveis aparecem nos jogos.

Se você clicasse na vaquinha, sei lá, oitocentas vezes, um portal pra uma fase secreta seria aberto. Alguém no playground do prédio comentou que leu na tal “internet” que bastava castear um Town Portal em cima da vaca e lá estaria a entrada pra fase secreta.

Tu voltava pra casa correndo, ligava o Pentium 133mhz, o Windows 95 carregava duas horas depois, double click no Diablo.exe e o peso da realidade caia sobre o seu peito. Você foi enganado.

O rumor se tornou tão popular que virou uma piada interna entre os jogadores mais experientes. “Cê já chegou na fase da vaca?”, eles perguntavam aos jogadores novatos. Estes tentavam, fracassavam, e passavam a aplicar a pegadinha nos recém chegados.

A fama desta lenda chegou aos ouvidos da Blizzard, que acabou colocando THEREISNOCOWLEVEL (“não existe fase da vaca”) como cheat code em Starcraft. Dizem que há referências à lenda em World of Warcraft também, mas olha pra minha cara e veja se eu sou o tipo de pobre coitado que joga WoW.

Lute contra o Sheng Long!

Cê tá vendo essa matéria aí ao lado? Esta brincadeira de Primeiro de Abril, publicada em 1992 pela revista Electronic Game Monthly, deu origem a uma das mais famosas lendas dos videogames de todos os tempos. Essa é A lenda dos videogames, meu amigo.

É o seguinte. Na tradução em inglês do arcade de Street Fighter II, quando você perdia pro Ryu os seguintes dizeres apareciam na tela:

You must defeat Sheng Long to stand a chance.

O que aconteceu foi uma tradução macarrônica. O nome do golpe clássico do Ryu é “Shōryūken”, uma derivação do termo “shō ryū” que significa “rising dragon”. Em português, fica algo aproximado de “o dragão que se ergue”.

Em chinês, o golpe se chamava “shēng lóng”. O que aquela frase queria dizer é que “se você não consegue vencer o (golpe) ‘rising dragon’, você não tem chance de ganhar!”

Na tradução de japonês pra inglês, o termo chinês não foi traduzido. A Capcom americana, ao receber o jogo com a frase naquele formato, simplesmente supôs que o termo era o nome de alguém e pôs as iniciais em letra maiúscula.

A EGM notou esta peculiaridade e inventou a história de que Sheng Long era um chefe secreto ao qual você só chegava através de uma situação completamente inalcançável no jogo.

Primeiro tu tinha que vencer todas as lutas de perfect. Ao chegar no chefão Bison, tu tinha que chegar ao final dos 99 segundos sem acertar um golpe sequer no Bison, e sem levar um sequer. Agora repita isso DEZ VEZES.

Na décima o Sheng Long aparecia, mandava o Bison embora e a porradaria começava.

Tudo lorotíssima. O nome do autor da matéria era W. A. Stokins (que pode ser lido como “waste tokens”, ou seja, “desperdice fichas”) e a história foi publicada no primeiro de abril, mas mesmo assim a lenda pegou. Revistas internacionais repassaram a matéria, e o resto é história.

Da forma que vejo, as lendas dos videogames não são muito diferentes das lendas sobre montros marinhos, quedas d’água no fim do mundo e muitas outras histórias similares que eram senso comum em séculos passados. Assim como os primeiros navegadores, os jogadores de videogame estão diante de um mundo (ainda que virtual) praticamente inexplorado.

Superstição, ignorância e imaginação são os responsáveis para que os exploradores preencham as lacunas desconhecidas com invenções próprias. Hoje, com o advento da informação (no caso, os sites especializados que podem rapidamente confirmar ou omitir tais segredos em jogos), as lendas deram lugar ao conhecimento (quase) pleno.

Não é muito diferente de como os povos antigos explicavam fenômenos até então desconhecidos, também. Um arco íris é o símbolo da promessa de que Deus jamais inundará o planeta novamente, e uma vaca do lado de fora da cidade é um portal pra um outro mundo.

A humanidade pode ter demorado pra descobrir que um navio não cairá num abismo sem fim ao se aproximar do “fim do mundo”, mas eu demorei mais ainda pra finalmente abrir mão do sonho de jogar numa fase nas nuvens.

Que outra lenda de videogame você se lembra? E foda-se a tal ressureição da Aerith, Final Fantasy sucks.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Top X

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

143 Comentários \o/

  1. CGarciaCaffeine says:

    Esqueceu de dizer que o tal Sheng Long virou personagem jogável (mestre de Ryu e irmão de Akuma) no SFIV!

  2. sol says:

    Já vi esse poste em algum lugar HAHAHA A do Diablo eu conseguia o

  3. _Mauricio says:

    ou não, mas eu sei que você escreveu sobre isso, com a banheira do Honda e a triforce

  4. Raul says:

    Mas o Cow Level realmente existe no Diablo, não é lenda.

    • É verdade, realmente existe o Cow Level, podem pesquisar que tem sim,se não me engano tinha que ter a perna de madeira de um inimigo e tal… tem sim…

      • Vitop says:

        Sim ele existe, mas a lenda era do diablo 1, a blizzard ficou sabendo e colocou como sendo uma piada o secret cow level no diablo 2, tu tinha que pegar a wirt’s leg no portal pra cidade do diablo 1 e dai juntar com alguma coisa que criava um portal pra la

        • Vítor says:

          Yeah.
          Tornaram a coisa verdadeira no Diablo II. Você tem que juntar a perna com um portal tome naquele cubo que funde itens.

  5. Joaquim says:

    A lenda da Triforce é muito mais que isso, houve uma “garota” que postou fotos com a triforce, pessoas viciadas em zelda discutem sobre este tema até hoje.
    Existia um jogo do Mario em que ele aparecia vestido de terno e tinha uma lenda que tinha como jogar com ele desta forma e ele seria mágico.

  6. _g says:

    Naninanão @Raul, o Cow Level existe de fato, em DIABLO 2, não em Diablo 1.

  7. Evil64 says:

    Apesar de ter ouvido o boato de ressuscitar a aerith nunca quis dar valor já que sempre odiei aquela vadia.
    ótimo artigo

  8. Parabéns pelo belo post! To pensando em coloca-lo no meu blog também, e fazer com que muitos Old Players(+23 anos) lembrem dessas nóias completamente sem sentido algum…. E sim, eu era doido pra ver a Lara Croft pelada!

  9. Turner says:

    Cara, só digo uma coisa! Existe, e eu já joguei, a fase da Vaca no Diablo II! Fato!

  10. Yuri Nenduziak says:

    Cara, eu sinto falta dessas lendas, falta de verdade, hoje mal encontro os amigos pra jogar, é tudo pela internet e seilá, assim que deixamos a fase de criança ou pré adolescente começam a sumir tais coisas.
    as vezes é chato ser adulto, algumas coisas simplesmente deixam de existir.

  11. Turner says:

    Só mais uma coisa, COW LEVEL!!! rel="nofollow">

  12. Turner says:

    Só mais um, onde se percebe muito claramente o Moo Moo Farm (Cow Level) rel="nofollow">

  13. Danillo says:

    É mais uma história de pescador (digo, jogador) que uma lenda gamística, mas há um conhecido meu que afirma ter derrotado o Nemesis no Resident Evil 2 usando APENAS UMA FACA.

  14. Peitinho Face says:

    EEEEEEEEE post requentado de novo

  15. Sabin says:

    Tinha uma lenda no Enduro se tu ganhasse 100 bandeiradas, aparecia um troféu na tela.

  16. @helderico says:

    Um amigo meu tinha inventado que existia um novo estilo de finalização de luta no Mortal Kombat 4…era o STRIPTALITY, basicamente um strip tease com finais sangrentos…

    imagina a minha decepção quando eu finalmente joguei e vi q nao tinha porra nenhuma de strip tease

  17. também achei que fosse post repetido.
    boooons tempos de pirralhice torrando ficha no boteco pra chegar no shen long ):

  18. Evil64 says:

    Para quem não acredita no cow level aqui está:
    rel="nofollow">

  19. Silva says:

    tudo miguézinho, a do SMW eu achei.

  20. Mallaco says:

    Tinha uma lenda sobre pokemon red/blue, que era possivel conseguir sua própria ilha, virar Gym Leader, contruir shops etc…

  21. Alenônimo says:

    É possível pular sobre o mastro da bandeira no Super Mario 1, mas só na fase 3-3 e não tem nada de especial por lá:

    http://www.gametrailers.com/video/episode-2-pop-fiction/100619

  22. bubu says:

    Muito bom post!
    Lembro que tentei abrir a fase da vaca no D1, mas no D2 tem de verdade, a lorota inspirou o pessoal da Blizzard.

  23. Bruno NM says:

    Não é Cinder, Cinder é o laranja do Killer Instinct. O feito de gelo é GLACIUS.

  24. Felipe Cruz says:

    teve um post no kotaku essa semana mostrando essa lenda do Mario, no final das constas não acontece nada

    http://www.kotaku.com.br/conteudo/aprenda-a-pular-por-cima-do-mastro-da-bandeira-em-super-mario-bros/

  25. […] This post was mentioned on Twitter by izzynobre, Caio Oleskovicz, Henrique Gonçalves and others. Henrique Gonçalves said: Top 9 maiores lendas dos videogames » Hoje é um Bom Dia http://t.co/Qz1dJiz via @izzynobre […]

  26. Olha Izzy, embora seja um bug do jogo, esse vídeo mostra como pular o tal mastro do mundo 1-1 do Super Mário.

    http://reinodocogumelo.blogspot.com/2011/01/video-ensina-como-passar-do-mastro-na.html

    Aliás, imagino que você já deva conhecer esse blog, Reino do Cogumelo. Caso não conheça, acho que você irá gostar, afinal você tb é fã de Super Mario! 🙂

    Aliás, ótimo texto sobre as lendas dos videogames. Parabéns!

  27. Carlson says:

    Meus caros, o que falarei aqui é a mais pura verdade, não teria qualquer motivo para mentir: Eu já consegui pular SOBRE a bandeira de Mario Bros. Aconteceu pelo menos umas 2 vezes comigo. Porém o que aconteceu exatamente eu não lembro. Das duas uma, ou eu consegui andar em frente porém a paisagem se tornava uma série repetida de “castelos” como o que aparece ao lado direito da bandeira, ou ali, logo após o castelo era o limite da fase e não dava para ir mais para a frente. Mas acredito mais que seja a segunda opção e a merda era que, se você ultrapassasse a bandeira, de qualquer maneira teria que “encostar” na bandeira para passar de fase e, como não tinha espaço para pegar impulso, só era possível ganhar 400 pontos. Pulei alto pra caralho para ganhar 400 pontos hehehe. Sei que é difícil que alguém acredite nisso ainda mais depois de o Sr. Kid ter falado ser impossível mas, senhores, foi um fato que aconteceu comigo 2 vezes! Um detalhe adicional que eu lembrei, as duas vezes foram na mesma fase, e na hora de atravessar a bandeira não era aquela montanha padrão e sim uma plataforma sobe-e-desce!!!

  28. @higorcamara says:

    Não entendi a da vaca então. Eu lembro que quando eu jogava, eu já entrei em um portal que tinha essas vacas ai, e eu era bem noob, acabei morrendo diversas vezes e voltando pra pegar equips. Era exatamente igual a foto, como se abria esse portal então?

  29. @higorcamara says:

    Já joguei no CowLevel, igual ao vídeo do Evil64. E morri aliás, essas vacas eram fortes e só andavam em mobs. Não entendi então qual parte é lenda, quando eu entrei lá era um portal já aberto, não vi ninguém abri e logo não sei como abria.

  30. Jaime says:

    Sim, o COW LEVEL existe!!!
    Mas, para isso tinha que terminar o jogo, depois pegar a perna do muleque do primeiro Diablo (esqueci o nome) um livro de portais CHEIO (esqueci o nome tb, faz tempo que nao jogo 😛 ) e o oracle cube (o nome é por ai, vc pega ele no ato 2) vai no primeiro acampamento taca os itens no oracle cube, manda transmutar e puff, abre o portal vermelho, só um detalhe, elas batem bem…

  31. Serpa says:

    Faltou a lenda clássica e talvez umas das mais antigas da história dos videogames: chegar ao final de Enduro depois de pegar o troféu e jogar mais ainda não sei quantas horas. Milhares de crianças devem ter queimado seus Ataris.

  32. wallacy says:

    Caralho, o Cinder era foda demais.
    Ops, o pulo sobre a bandeira do Mario é verdade!
    http://www.gametrailers.com/video/episode-2-pop-fiction/100619

  33. PR says:

    Hauauhauhah! eu jah ia reclamar de post repetido, mas fui até o fim .-.

    Ei Kid, pq tu nao gosta de WoW, mah?

  34. Já fui vitima da lenda do Street Fighter, mas no lugar do Sheng Long minha versão era do Akuma…

    ^^v

  35. Mariana L says:

    Amigue, você está errado quanto aos leitores de 18 anos. Como meu pai era nerd, tinha computador desde os 5 anos -- aos 6 eu assistia ele jogar Doom, mais tarde já tinha meu 1º e-mail na internet discada. E eu lembro bem como era. Talvez o pessoal mais novinho que não tenha passado por essas coisas ;P

  36. Maicol says:

    A lenda sobre o pular sobre a bandeira do Mario é real, lembro que consegui isso quando era mais novo, na época nunca tinha ouvido falar sobre isso, simplesmente fiquei correndo pra frente até o tempo acabar, nada de mais aconteceu -.-‘

  37. Jeff K says:

    O lance do Sheng Long acabou se transformando (na última versão do SFII, o SSFIIX, no lutador secreto Gouki.

    O personagem foi criado em cima da lenda e tudo mais…

    Mto bom o texto, curti. A banheira do Honda era foda tb.

  38. Colthart says:

    O primeiro Resident Evil tinha uma lenda rodando pelos primórdios da internet, no meio dos famosos walkthroughs (“ualcatrus”). Por lá, se dizia que, se você respeitasse uma porrada de condições, no momento que fosse para a área externa da mansão, um corvo gigante te levaria para a cidade, onde você poderia encontrar uma loja com todos os itens do jogo. Digamos que eu perdi vários jogos tentando respeitar as condições impostas…

  39. Sergio says:

    Pqp, o Kid especificou que a lenda do cow lvl eh do diablo 1 e nego insiste em falar que existe pq viu no diablo 2

  40. Morais says:

    @Bruno NM
    ele falou quando o CINDER é usado com a cor AZUL, realmente parece gelo.

    Cow level EXISTE. NO DIABLO 2. A lenda se refere no DIABLO 1 seus mongóis.

    A lenda da nuvem era um pouco diferente na minha turma: a fase era naquela ilhota perto da tal nuvem.

    Tinha umas do Harvest Moon (snes) também, quando todas as tuas coisas fossem de OLRO (leite, ovos, ferramentas), cê colhia os vegetais dourados, que eram vendidos por incríveis 99999 dinheiros.

  41. @LipeML says:

    Mermão, jogar o Cow Level no nível Hell do Diablo II é FODA, mô véi.
    E sim, você poderia ter citado esse Cow Level como o Ultimate Trollagem dos desenvolvedores.

  42. bjoe555 says:

    CARALHO seus imbecis!
    A lenda é no Diablo UM, porra!

    Depois, a Blizzard entrou na brincadeira e fez o cow level no diablo DOIS.

    Bando de mongois!

  43. Z3hr0_C00l says:

    É praticamente o resumo escrito do podcast #40 do Nowloading.

  44. Brian says:

    vcs num conseguiram destravar o Sheng Long? pow mó facin

  45. Arthur Bárbaro says:

    A fase da vaca em Diablo 2 é justamente uma referência ao boato da fase em Diablo 1.

    @Jaime: Acho que bastava pôr a Wirt’s Leg e o Tome of Town Portal no Horadric Cube. Mas na verdade o tome não precisava ter scroll nenhum dentro. =P

  46. Gley Riviery says:

    Essa semana o microondas do Kid funcionou que foi uma beleza! Mais um post requentado na área!

  47. Lightspeed says:

    Porra Kid, como tu nunca ouviu falar da fase do chubiruba em Super Mario 64?

  48. Renato Rios says:

    e a fase do cemitério de Mortal Kombat?!

  49. Gabriel Oliva says:

    Por um momento eu achei que o post era repetido, HAHA.

  50. Fábio Léda says:

    Quando eu tinha uns 14 anos, não fazia porra nenhuma de tarde e tinha um Dynavision, também consegui pular uma única vez a bandeira no jogo do Super Mario. Só não me lembro em qual fase era. Aí, na curiosidade de saber o que tinha depois do castelo, fui andando com o Mario e percebi que aparentemente a fase não tinha fim, o muro do castelo era infinito. Daí, tive que resetar o videogame.
    Mas a “lenda” de pular a bandeira é real.
    E morri de rir com os 3 primeiros parágrafos! hehehehe

  51. leandrolopesp says:

    Pera ai! O Honda lavava a bunda sim! O primo do césar, meu colega de escola viu e me contou, eu lembro.

    Também é verdade que tinha o mortal do Sub-Zero em que ele tirava uma espada das costas e cortava o cara no meio. Era difícil fazer esse mortal.

    A Lara Croft eu vi pelada, pessoalmente. Era feio demais.

    Tinha também no Cobra Mission uma forma de ver filmes de hentai.

    E o final do Pitfall meus amigos? Esse quando eu cheguei, procurei a câmera do meu pai, mas estava sem filme.

    E o beijo da namorada no final de enduro?

  52. Mateus Antonio Bittencourt says:

    Déjà vu foda.

  53. Lucas says:

    GTA San Andres tem muitas lendas, milhões, de pé grande a ET, nunca soube se algumas são verdade, alguém tem alguma idéia?

  54. Thiago C. says:

    Eu já tava achando que vossa senhoria estava querendo me passar a perna e me dar um post repetido! xD
    Me enganei, porém eu provavelmente ia usar meu tempo de vagabundo lendo do mesmo jeito… =P

    PS: a propósito, eu acabei de escutar Anna Molly e o “peitinho face” não sai de jeito nem um… =x

  55. @Andropovbr says:

    No SMB: The Lost Levels de vez em quando era possível pular sobre as bandeirinhas no final da fase, com o Luigi. Mas não acontecia nada de mais, a tela simplesmente não rolava.

  56. Lapenda / Haiiro says:

    Post semi-repetido conta? http://hbdia.com/wordpress/2005/04/11/324/
    Pelo menos o conteúdo novo é o suficiente pra um post inteiro, então tá valendo 😀

  57. @Andropovbr says:

    ah, e no Street Fighter: The World Warriors tinha a lenda que era possível jogar com os chefes. Depois de um tempo apareceu um código de Game Genie que realmente permitia tal situação, mas causava uma série de glitches no jogo.

  58. Geraldo Juno Cecilio says:

    Cara que post maravilhoso!!

    reunir todas essas bagaças da infância em um mesmo texto fez cair uma lagriminha aki rs

    era mto bom o tempo em que os jogos tinham essa magia, esse mistério..

    não há sequer um jogador que não tenha tentado fazer pelomenos 7 dessas nove lendas rs

    parabéns, vô começar a acompanhar o site a partir de agora

    abraços!

    Geraldo Juno Cecilio

  59. @Andropovbr says:

    O Kid não gosta de WoW porque decerto pensa que só nerd que dedica 80 horas da semana é que joga. Eu jogo, mas bem moderadamente, não fico almejando montar grupo de nerds pra matar os boss mais fodásticos e tal. SE de vez em quando rolar alguma coisa, sem muito cxompromisso, beleza, mas eu fico mais no PVP mesmo.

  60. Sorete says:

    Sou da era das lendas do Atari: fazer o Pac-man subir pela lateral, teletransporte no terraço de Keystone Kapers, se esconder na lua de Sneak ‘n Peek, rasgar a linha de chegada em uma velocidade alucinante em Grand Prix, essas coisas.

  61. BUCEFALO says:

    Bacana , só uma correção o cow lvl foi
    ficção do diablo 1 , após o lançamento do diablo 2 o cow lvl era póssivel sim. Bastava um wirts legs 3 tps tudo dentro do hodaric cube , tranmutava e tcharã !

  62. SonGohan says:

    PUUTZ, a triforce foi um TRAUMA na minha vida, UASHUASHUASH. Eu simplesmente adoro jogos com coisas escondidas, fases, ou qualqr simples detalhe, mas esses segredos são tão raros (ou talvez tao “secretos q ninguem consiga achá-los). Imagina se a Nintendo tivesse escondido a Triforce no novo ocarina pra 3DS ?

  63. Gilliatt says:

    Puxa!

    Rapaz, eu agora me lembrei de uma antiga. Na verdade, era um misto de lenda com confusão.

    É que aqui (em Fortaleza também) teve uma época em que chegou nas locadoras um jogo de SNES do Yuyu Hakusho. O problema é que a Manchete só tinha passado até então a primeira temporada do desenho, enquanto o jogo apresentava os personagens já dos últimos episódios.

    No jogo, tinha um cara alto e magro (depois descobriu-se que era o Sensui) que aparecia duas vezes, uma com roupas normais e outra com uma espécie de armadura dourada. Naquele momento, a constatação da pivetada não poderia ser outra: tratava-se do Shiryu dos cavaleiros.

    Em minutos, o jogo ficou conhecido como Yuyu Hakusho VS Cavaleiros do Zodíaco. O problema é que de caveleiro mesmo (ou quase), só havia o Shiryu.

    Foi adotada então uma nova teoria, que aliás fazia grande sentido. O jogo devia ser Yuyu Hakusho contra a reca, sendo a reca personagens de vários outros desenhos.

    Nisso, passaram a associar os lutadores do jogo a personagens de tudo que era desenho da Manchete. Acho que até Os Herculóides entrou no meio. Eu mesmo lembro que fiquei tentando adivinhar quem deveria ser quem.

    Enfim, era esse meu relato. Lembrei disso quando vi aqui aquele primeiro post sobre lendas.

    Escrever sobre isso deu uma saudade hehheheheh

  64. Lucas Almeida says:

    Parabéns, Israel.
    Excelente post.
    Trouxe à tona uma série de memórias boas.
    Nota 10.

    []’s

  65. @kaduvrp says:

    @SonGohan

    Se a Nintendo TIVESSE? Nem saiu ainda manolo, podemos tomar isso na cara hahahaha

    E kid, animal! Adorei o post! Já até sonhei com a porra das fases secretas de Super Mario World. Eu sempre fechava com92 fases, por esquecer de fazer final normal em algumas fases. Quando fiz de CABO A RABO deu 96 e o sonho acabou =/

    Post nostalgia mandando bala no peito de quem VIVEU essa fase. Adorei, como sempre!

  66. Olha soh o q o Angry Videogame Nerd posta hoje!!! JUMPING OVER THE FLAGPOLE!!! rel="nofollow">

  67. Pierre says:

    E pra quem falou ali sobre matar o nemesis com a faca, isso nem é algo difícil de fazer. Eu consegui naquele nemesis na frente da mansão, mas já vi matarem em outros lugares também.

  68. João Carlos says:

    Outra lenda, esta bem mais recente: o 17º colosso em ‘Shadow of the Colossus’. Mas teve vida curta: a mesma Internet que a criou foi responsável por seu esquecimento, pois inúmeros fóruns trataram de desmenti-la com veemência. Dificilmente nascerão outras lendas tão duradouras quanto foram as das décadas de 80 e 90.

  69. PR says:

    Rapaz, sobre o Pé Grande no GTA San Andreas, se não me engano, a própria Rockstar disse ser verdade

  70. Fabio says:

    Combos de 99 Hits são possíveis em MK3 e UMK3, PORÉM são glitches do jogo possíveis só com alguns personagens, como Kano, Sub Zero, Scorpion e Cyrax. Fazem parte da coleção de glitches que incluem os, naépoca, chamados “Fatalities Piratas”. Nas internets deve haver referências a tais glitches.

  71. Fabio says:

    Sem falar na lendária época do primeiro MK , onde nos ‘fliperamas’ da vida sempre tinha um pra alegar que jogou COM (não contra) o Reptile, ou que descobriu como tirar a censura do Fatality Head Rip do Sub-Zero, haha! Bons tempos!

  72. Rafaela says:

    Kid, não é exatamente uma fase, mas no mapa debaixo daquela nuvem no SMarioW tem um lugar de uma tela só (tipo aquela casa do Yoshi com a árvore do comecinho do jogo) que serve pra pegar Yoshi, vida e florzinha quantas vezes quiser. O chato é só ter que ficar entrando e saindo dali toda hora. Acho que abria o lugar no castelinho dos fantasmas que voam em círculo, no início da fase usa a pena e sobe que tem uma porta lá em cima.
    Beijos

  73. Conrado says:

    Pô kid, tu tá repetindo um monte de posts só pra manter a cota de um por dia?

    Assim não vale. :/

  74. Fabio says:

    Aloca, meu comentário sumiu?

    Enfim. O Combo de 99 Hits é possível no MK3 e, se não me falha a memória, no UMK3 também. Faz parte de uma coleção de glitches que incluía os, a época, chamados de “Fatalities Piratas” (como foram chamados pelas revistas da época).

    Se meu comentário nao sumiu, desconsiderar, haha.

  75. Fabio says:

    NOSSA, esquece. Apaga o comentári imediatamente anterior a este, e este idem. Danke.

  76. Eu consegui entrar na Fase da Vaca! Mas no Diablo 2…
    E a Triforce também era uma lenda foda. Lembro-me que havia um site de Zelda que era cheio de montagem de gente diz ter pegado o tal item.

  77. XaXá says:

    Tem a lenda em pokemon Red/Blue de existir o Mew como pokemon 151.

  78. mutuka says:

    Blizzard é fácil a empresa com o melhor senso de humor na hora de fazer eastern eggs nos jogos deles

  79. Fabio says:

    @Xaxá

    Isso não é lenda, é facto. Possível só com Gameshark, though.

  80. Igor says:

    Eu consegui achar a fase da chubiruba no Super Mario.

  81. Igor says:

    E nonono, ele fala quando eles pegam a Epoch. Eu fiquei de boca aberta quando isso aconteceu 😛

  82. bigkax says:

    A do saltar por cima da bandeira é verdade, mas não acontece nada, ate saltares para o mastro o jogo não termina. Se pesquisares no youtube encontras vários exemplos.

  83. PCN says:

    Você deu um “update” em post antigo, né CHUBIRUBA?
    Existe uma lenda um tanto quanto mais recente: A do pé grande no GTA:SA. Aliás, aquele jogo foi alvo de uma porra de lorotas CHUBIRUBA, vale a conferida!

  84. nonono says:

    Tem outra lenda…a de que o Chrono fala durante o jogo. Para os sem nada pra fazer na vida…o Chrono é o único personagem que não fala o jogo inteiro!!! Com uma exceção…. 😛

  85. nonono says:

    Falando de Mortal Kombat…tinha alguns alucinados que achavam que vc podia lutar com o Reptile (nao contra no pit e sim manusea-lo)…

  86. nonono says:

    Falando em nostalgia…faz 1 post pros muleques pra vida antes de Malhação…Armação Ilimitada, Sessão Aventura…

  87. XaXá says:

    @Fabio

    Ah sim. Mas o que eu ouvi era de achar um caminhão atrás do SS Anne e lá teria o Mew.
    O caminhão eu achei, mas só isso tinha lá.

  88. Felipe says:

    Não sei o que você tem contra World of Warcraft, o maior e melhor jogo online de toda a historia, se não joga, eu tenho pena de você.

  89. Allan says:

    Eu já vinha animado falar do lance da Aerith, aí quando cheguei no fim do post xDD

  90. Daniel says:

    Perdi muito tempo da minha vida esperando um álien chegar na minha fazenda no Harvest Moon: Back To Nature do ps1. Nunca perdoei meu vizinho fdp que me contou isso

  91. Fabio says:

    @XaXá:

    Ah, verdade! Lembro-me vagamente disso, e de facto havia a história d’ele estar em algum local específico.

    Havia também o #00, se não me engano o nome era ‘Missigno’ ou algo do tipo. Este podia ser ‘encontrado’ através de um bug que, em contrapartida, causava um wipe geral no cartucho, hehe.

  92. Júlio says:

    Eu sei que tu tá por aqui há um certo tempo, já. Mas tu é um cara inteligente e sabe que o correto é CENSO, né? Além disso, “qualquer fases individual” é foda! Concordância mandou lembrança!

  93. Fabio says:

    O game Super Mario Bros para NES, realmente era impossível pular por cima da bandeira. Mas já a versão remasterizada do jogo feita para SNES, dava pra pular tranquilamente, era só tentar =)

  94. MacCrow says:

    Tem a lenda, mas pro Master System … que se vocÊ terminasse o jogo do labirinto liberava mais um jogo. Se bem que o próprio jogo do labirinto já era meio lenda…

    Mas quem tinha Master System, celto ? =)

  95. Fábio says:

    Esqueceu de dizer que a fase da vaca esta presente no Diablo 2, como mostra na foto. É só zerar o jogo, depois retornar no primeiro acampamento na mesma dificuldade zerada e unir a perna do Wirt com um tomo de portal para a cidade no cubo horádrico, e esta lá a fase da vaca.

  96. nonono says:

    KRa FF VII ateh q eh 1 jogo legal, mas p……………a eh MUITO supervalorizado. Quem já jogava a série FF antes sabe que Final Vi é o melhor de todos. EM TUDO, história, trilha sonora, personagens……. FF VII só teve esse impacto todo (friso que considero um bom jogo, despite a mini saga do clone do Cloud dpois q a Aerith morre)por 2 motivos: 1 -- primeiro jogo com CGs decentes e 2 -- primeira franquia de RPG pro PSX q aquela altura era o console mais vendido. Sem mais para o momento.

    PS: E a Aerith era um puta msmo, merecia morrer 😀

  97. SyncroPC says:

    Pra geração mais nova, um clássico é o caminhão do Mew, em Pokemon Red/Blue/Yellow. A lenda dizia que se você seguisse com surf, antes de entrar no SS Anne, seria possivel encontrar um caminhão e lá haveria o Mew.

    De fato havia um caminhão no porto do SS Anne em Vermilion, que só era possivel ver/alcançar por cheats (Atravessar paredes ou usar surf antes do permitido no jogo). Mas este caminhão nunca serviu para absolutamente nada, era só uma peça de cenário não visivel normalmente, mas obviamente a molecada criou todo um mito ao redor da coisa, e o atribuiu a justamente o unico pokemon nao-capturavel do jogo, Mew.

  98. SyncroPC says:

    Curiosamente, nos remakes de Red/Blue para GBA o caminhão continua lá… E inútil como sempre, rs.

  99. Faz tempo que não vejo alguém escrever correctamente o nome da Aerith.

    Só falta alguém escrever direito o nome do Bullet Wallace.

    E concordo que FF7 sucks, mas é só esse Final Fantasy que é ruim perto dos outros.

    O chato é que foi o primeiro de diversos moleques, então os FF7tards colocam tal jogo medíocre num pedestal.

  100. Joao Limao says:

    Na época do nintentinho (tinha um americano e um FAMICOM com seus lindos controles vinho e dourado) eu cheguei a comprar um Game Genie só para pular a porra da bandeira. Foi a maior alegria da minha vida, pulei a bandeirola e saí correndo no cenário vazio (somente repetições ao fundo) até acabar o tempo.

  101. Jose Roela says:

    @nonono
    Na verdade, o Crono fala sim, em um dos vários finais do jogo.

  102. Conrado says:

    um amigo meu da quinta série contou uma vez que se vc jogasse com o ryu na fase do honda e apertasse TODOS OS BOTÕES do joystick, aparecia um personagem novo, um ninja chamado stree fighter! pode um negócio desse? e lá fui eu na “game” alugar o cartucho pela bilionésima vez… 😀

  103. Luiz H. Feliciano says:

    O “california games” do master system era cheio de lendas, tipo: se você conseguisse surfar contra a onda, ganharia a super-prancha-preta; no BMX, se conseguisse pular o fosso no fim, chegaria a uma fase extra…

  104. Leonardo says:

    Uma vez jogando sonic de megadrive, aconteceu que quando eu apertava um determinado botão ele virava uma coisa diferente,tipo um anel,ou os propios inimigos da fase,foi um bug master,nunca mais deu certo =/

  105. Cristóbal says:

    Existe um bug no Super Mario Bros. em que você consegue passar da bandeira. Vai o link: rel="nofollow">

  106. @brunogdb says:

    Na do Diablo 1 eu cai nessa, ficaram me zoando, os pirralhos sabiam, me zoaram muito, mas este post foi demais! Eu estou lembrando dos velhos tempos…

  107. Wirley says:

    A todos aqueles que acham que Mew é impossível de pegar: É possível, sem GameShark. Já consegui no GBC, e é MUITO fácil.

    @Leonardo: Cara, isso é um cheat do Sonic 1 do Mega Drive. Foi o primeiro macete que eu aprendi. Não é bug não. Há também da seleção de fases. 😛

  108. Muito bom o post. Dessas aí acho que só fui vítima mesmo da do Honda na banheira.

    Aqui no meu bairro tinha uma que ninguém comentou é que tinha gente que jurava que o Super Mário World tinha no total não 96 fases, mas sim 100. E lá fui eu tentar destravar tudo (meio desconfiado, mas fui).

    T+ e melhoras para a tua saúde.

  109. Rodebem says:

    Curiso, a lenda da fase da nuvem era outra na minha região (Mafra-SC). Quando eu e meus seis primos nos esmagávamos em um quartinho para jogar Mario World a lenda era ficar parado na top secret area e apertar B na hora em que a nuvemzinha passasse por cima da fase. Lembro que ficavamos revezando o controle, cada um tentando uma vez 😛 Bons tempos…

    Você já deve saber disso, mas uma curiosidade é que a expressão “Quem não tem cão caça com gato” está errada. Aparentemente o correto seria “Quem não tem cão caça COMO gato” ou seja, sozinho. Não quero parecer nitpicker.

  110. efraim says:

    isso ai, existe fase da vaca, vc precisa da perna do menino que ta na vila, e colocar algumas pedras nela…

  111. José says:

    Não sei em WOW, mas no Warcraft III tem uns porcos e ovelhas pelo cenário em várias fases; se você clica neles eles fazem barulho, e se ficar clicando freneticamente eles EXPLODEM.

  112. will kill bill says:

    É possível pular sobre o mastro da bandeira no Super Mario 1, mas só na fase 3-3 e não tem nada de especial por lá:

    http://www.gametrailers.com/video/episode-2-pop-fiction/100619

  113. Alexandre says:

    Da pra pular a bandeira do Mario mesmo, aqui o tutorial rel="nofollow">

  114. fernanda says:

    Gostei do Post! Já pensou em divulgar também no http://www.plik.com.br ?

  115. juliano says:

    mas em…
    eu lembro de ter jogado um tomb raiderr..
    q ela fika pelada….
    eh num faze que ela olha pelo alçapao de uma cela e ve um prisioneiro fazendo flexao… vc faz o caminho ateh lah tres vezes e na quarta ela fika pelada…

    isso eh fato, eu jah fiz isso;;;;

  116. \ says:

    voce enrola demais nos seus textos, que coisa chata… isso eh um post ou uma porra dum diario?

  117. Vik says:

    Pô, você não mencionou que apesar de no Diablo I não ter fase de vaca, eles colocaram REALMENTE tem uma fase da Vaca no Diablo II. A foto que você usou ali é a foto dessa fase no Diablo II!

    É só pegar a perna de madeira do menino na cidade destruída e fundir com um daqueles Livros de Portal no Horadric Cube, aí aparece um portal que leva para o Cow World.

  118. Mecks says:

    Também diziam que no jogo Final Fantasy VII, durante os eventos de Junon, antes de entrar no submarino, tem um guarda num corredor na frente de uma porta que supostamente levaria a uma sala com matérias completamente evoluídas (algo como as Master Materias). Outros falavam nas armas definitivas dos personagens, o fato é que nunca consegui entrar na bendita sala…

    E o pior é que depois que vc consegue voltar à cidade, quase no fim do jogo, o tal guarda é substituido por um cachorro. E nada de eu conseguir entrar na “sala especial…”

  119. Maurício D. D. says:

    Ninguém falou da lenda do dragão congelado do MKII!! Passei muitas horas lutando com o Shang Tsung, e cronometrando o tempo das transformações dele, pra dar o fatality em duas partes do Sub-Zero (aquele que tinha que congelar o inimigo de pertinho e depois jogar uma bolinha de gelo mais de longe), pra na hora que desse a congelada do fatality, ele destransformasse pra depois se transformar em Liu Kang e dar o fatality do dragão. Teoricamente o dragão comeria o inimigo congelado. Nunca consegui. Mas hoje como lembrei disso com esse post resolvi pesquisar no Youtube já que essa tal de internet tem de tudo, acabei descobrindo que a lenda que chegou em mim foi modificada. Porém, existe sim um dragão congelado, mas de outro jeito que eu não sabia. Vídeo aqui: rel="nofollow">

  120. Leo Freitas says:

    Outra Lenda: Se você terminasse o Resident Evil 2, em um tempo curtíssimo e sem tomar um dano sequer, habilitaria o AKUMA (GOUKI) como personagem jogador.

    Lembro de ter gasto uma fortuna em locadora e depois descobrí a mentira.

    Malditas lendas.

  121. Caio Everton says:

    Cacete teus posts são muito viagem no tempo! E daquelas viagens bem detalhadas, que faz a memória trabalhar. Massa demais! o/

  122. Expedito Paz says:

    Não sei se alguém lembrou nos comentários, mas tem a lenda do G. Ceara no Super Monaco GP pro Mega Drive. Ele era um piloto que surgia assim que você conquistava o campeonato pela primeira vez. Na segunda temporada aparecia um “Bullets is Challenging You”, e o carro do miserável sempre disparava na frente. Você podia fazer uma volta perfeita, mas sempre ficava cerca de um segundo atrás do FDP. Até que você perdia duas vezes dele, a “Madonna” te demitia e o G. Ceara assumia o posto. Depois disso dava pra ganhar dele com qualquer carro.

  123. avl_ds says:

    “olha pra minha cara e veja se eu sou o tipo de pobre coitado que joga WoW.”

    é mesmo, você tem cara de quem brinca com o vibrador da mãe depois de zerar mario 64 pela vigésima vez com uma mão só enquanto acaricia os próprios mamilos.

  124. Fábio Vieira says:

    Plagiaram o texto aí:

    http://www.baixakijogos.com.br/noticias/14635

    Sacanagem! 😛

  125. flavio says:

    a fase top secret area existe simmmm, e facil de entrar,na casa fantasma logo acima da nuvem,entre nela,logo no começo da fase (primeira sala) tem uma parte do teto que é aberta, vá até um ponto da fase,corra o suficiente para voar, entre nakela abertura,fica um corredorzinho secreto, como se akele teto q vcs veem fosse falso,siga por ele e entre na porta,termine o estagio e a top secret area ficará aberta,la vc pode pegar pena,flor,cogumelo e yoshi

  126. Yuri says:

    Essa das “100 fases” do Mario eu conhecia… aliás, por muito tempo, como eu só jogava na casa de amigos e não tinha meu próprio console para tentar zerar o jogo todo, eu realmente achava que o jogo tinha 100 fases…

  127. Matheus Elias says:

    A lenda do SMB bros… não é lenda. Eu já consegui pular, só que o castelo é o limite da fase. sendo assim, eu pulei em direção ao mastro e consegui meros 400 pts. Ah nostalgia…

  128. Tuca Alvares says:

    a fase da vaca existe… em diablo 3 pelo menos 🙂

  129. Fabio Brito says:

    Fica a lição de que não se deve acreditar em tudo o que se ouve, principalmente se não tiver lógica e coerência. Vamos ser sangue-bom e combater a ignorância dos mais ignorantes que nós mesmos.

  130. Diego says:

    A lenda do INTERNATIONAL SUPER STAR SOCCER, reza a lenda de que se você posicionasse o jogador entre a trave e corresse com ele para além da linha de fundo e chutasse a bola na parte de trás da rede, ao fazer isso, você ganhava “100 gols”, humilhando automaticamente seu adversário e tinha que fazer isso rápido, com o jogador rente a rede do lado de fora. Eu nunca consegui, alguém lembra disso?