Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

3 motivos pelos quais eu não irei pro céu

Postado em 26 August 2011 Escrito por Izzy Nobre 67 Comentários

De acordo com Romanos 3:23, todos os homens são pecadores e portanto todos tem no passaporte espiritual um visto de residência permanente nos quintos dos infernos.

Embora o dogma protestante não dê crédito a esta teoria, todos concordamos que alguns pecados são mais graves que outro. Mentir pra mulher dizendo que você almoçou meia folha de alface com água morna quando na real tu comeu dois Big Mags com milkshake não é a mesma coisa que, digamos, orquestrar o holocausto.

(Crentes acreditam que ambas ações têm a mesma gravidade espiritual, o que é apenas uma entre os muitos disparates em que eles crêem)

Então. Caso exista um inferno, eu e todos vocês que estiverem lendo este blog estamos definitivamente indo pra lá. O que por um lado é legal, porque nos veremos lá e será igual os IRContros que eu costumava ir quando morava no Maranhão, exceto que será menos quente. Mas, se a interpretação cristã a respeito do além for verdadeira, sofreremos eternamente nas brasas de Lúcifer.

Por outro lado...

Eu nunca matei, estuprei ou roubei ninguém, mas se o dogma cristão estiver correto, mereço o inferno simplesmente porque a história de Jesus não me convenceu. Um homem invisível que mora em outra dimensão mandou seu filho sem mãe — que é ele mesmo — pra morrer e depois voltar à vida porque este gesto magicamente nos livra da condenação, apesar de que o tal homem invisível é onipotente e não precisava de tanto malabarismo pra atingir um objetivo? Faz sentido!

Então, aí eu parei pra pensar e descobri que tenho alguns motivos pra ir ao inferno, sim. São 3, pra ser mais exato:

Eu fui um serial  killer de tamagotchis

Lá pelos anos de 97 e 98, os tamagotchis dominavam os pátios nas escolas brasileiras. Eu nunca tive um bichinho desses, portanto odiava todos os que tinham.

No Brasil o Dinkie Dino era mais popular. Como diabos eu lembro o nome do troço, eu não sei

Num belo dia que só poderia ser uma terça feira eu descobri que havia um pequeno botão de na traseira do aparelho (que só podia ter acessado com algo pontiagudo, como um palito de dente) que resetava o brinquedo. O botão era utilizado para reiniciar o “jogo” quando o seu bichinho inevitavelmente morresse.

Armado com um grampo de cabelo com a pontinha descascada, saí pelo recreio pedindo pra ver os tamagotchis dos coleguinhas. Os amigos, orgulhosos pela posse do brinquedo “da moda” e por ser tão exímios criadores de bichos virtuais, me ofereciam o brinquedo com sorriso no rosto.

Com uma prestidigitação maestral, eu produzia o grampo escondido na palma da mão e resetava o troço. Eu falava pro amigo “cara, acho que tua bateria morreu, olhaí” enquanto ocultava o grampo novamente, jogando-o no bolso de maneira casual. O coleguinha pegava o tamagotchi, notava desesperado que seu dinossaurinho voltou a ser um mero ovo, e chorava.

A essa altura eu já estava aliciando outro amiguinho, com o grampo novamente escondido na palma da mão. Tal qual Jack o Estripador, fui um prolífico serial killer cuja identidade jamais foi revelada. Lembro que alguns amigos chegaram a teorizar que nossa escola era foco de algum tipo de AIDS tamagotchiana.

Coloquei sal na água de peões de construção

Eu devia ter uns 10 anos. Aliás, agora que parei pra pensar, tenho certeza que tinha 10 anos: esta aqui aconteceu no ano da Copa nos EUA.

A rua na frente de casa estava extremamente detonada, e a prefeitura caridosamente contratou uma cambada de peão pra reconstruir a parada. Obviamente os caras tem que arrancar o asfalto inteiro pra fazer tudo de novo, então o dia inteiro foi naquela barulheira dos infernos de britadeira.

 

Não dava pra jogar Alley Cat com aquela barulheira toda

Pois bem, eu já estava puto com aquela barulho ensurdecedor. Eis que naquele momento um dos bóias-frias toca a campainha lá de casa. Atendo serelepemente e o  rapaz me pediu encarecidamente um copo dágua.

Era minha chance de desforra. Fui à cozinha, preparei um copo dágua no capricho — e por “no capricho” eu quero dizer “com duas colheres de sal”.

Joguei uns cubos de gelo por cima, mexi até que o sal fosse dissolvido e voltei ao portão pra dar o copo ao rapaz, com o capeta obviamente me seguindo de perto e esfregando as mãos diante mais um trabalho bem feito.

Nisso os colegas de trabalho dele já se aglomeravam à porta, pedindo água também. Voltei à cozinha e preparei mais soro caseiro sem açucar pros caras.

Chutei o cachorrinho do meu irmão

Essa aqui não é engraçada e tampouco me orgulho do gesto, mas tenho um compromisso quase jornalístico com vocês então não posso omitir essa história.

Meu irmão tinha um cachorrinho poodle chamado Alf. A família inteira amava o totó, o que é bem triste se você parar pra pensar que muito provavelmente o bicho já virou sabão faz tempo.

Então, eu estava voltando da escola animado porque era o dia em que a minha Superinteressante chegava pelo correio. Chego na frente do portão de casa e lá está o Alf, com algumas páginas da revista na boca e o resto espalhado pelo jardim.

Abro o portão gritando “nããããooo…” e tento recolher futilmente as páginas trituradas e cobertas de saliva de cachorrinho. O bicho veio pra cima de mim, rabinho abanando, claramente achando que tudo tratava-se de uma brincadeira. Irado, eu jogo a mochila no chão e meto um bicudo no animalzinho, que de forma quase cartunesca levantou vôo rodopiando e bateu contra a parede. Até hoje me arrependo disso e faz mais de dez anos que isso aconteceu.

É, eu vou pro inferno mesmo.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Vida maldita

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

67 Comentários \o/

  1. Caraca mto triste isso :/

  2. Thiago says:

    Porra, até o totó?
    É a mesma coisa que tu chegar pra tua mina a noite na cama pedindo por uma brincadeirinha e levar uma patada! :O
    A diferença é que tu não abana o rabinho… oh wait.

  3. matheus says:

    cara chutar o cachorro faz de vc praticamente um adorador do diabo e o inferno será seu lar… brinks, porem foi maldade

  4. com algumas páginas da revista na boca e o resto espalhado pelo jardim …. […]pelo jardim[…] […]”pelo jardim”[…] JARDIM = RICO.

    Mas falando sério, você vai para o inferno mesmo só pelo motivo do seu pai ser ladr… pastor, já pensou que as regalias da sua infância vieram dos pobres burrinhos que queriam um lugar no céu?

    (obs: acho que há chance deste comment ser censurado)

  5. Hawk says:

    HAHAHAHAHAHAHA

    Pobre Alf 🙁

  6. Oscar Calstrom says:

    O que??? primeiro sem querer? huahuahuahuahuahauh!

    E eu li, desencanado…

    Chutar cachorro é maldade, senhor Israel. Inferno na certa!

    bom, o tempo de digitar tudo isso foi suficiente pra uma meia dúzia de neguinho digitar “primeirão” e assim eu já tô atrasado. Who cares?

  7. Neto says:

    Fiquei imaginando o animalzinho rodopiando e batendo na parede e acabei rindo…

    Hell Awaits…

  8. César says:

    Coitado do totó, vai ver ele não gostou de alguma matéria da Superinteressante, vai saber…

    Achei que ficou faltando um desfecho para a história dos peões da construção. Algum deles notou a filhadaputagem sua e falou alguma coisa?

  9. neendj says:

    kid,vc se lembra da revista”super gamepower?era foda d+ aquela porra,tenho até hoje algumas ediçoes daquela merda.infelizmente, acabou du nada deixando varios leitores Órfãs.

  10. alpha says:

    1 motivo pelo qual naum ireri para o ceu: o ceu não existe!

  11. Marcel says:

    Po, coitado do totó, to quase chorando aqui.

  12. Ave! Xingarão-te.
    “TUDO BEM QUE BLABLABLA MAS NADA JUSTIFICA QUE BLABLABLA”.
    Eu ACHO que nunca faria isso. TEm que ver isso daí.

    Mas e aí? Os caras da construção desmaiaram?
    O cachorro morreu?

  13. Milton says:

    Pior que vai ter um monte de gente que vai reclamar do que você fez ao cachorro ao invés de condenar o que fez aos pedreiros.

    Como gosto menos de gente do que de bicho, tô nem aí!

  14. luiz filipi baraun says:

    teria sido a superinteressante sobre pitbullss que alf destruira?!

  15. Catu says:

    Não se sinta culpado Kid, Poodle não é cachorro… É criatura do Dêmo!

  16. luiz filipi baraun says:

    a “fatídica viagem de trem” #1

  17. Lucky says:

    Você é um santo, chutar o cãozinho foi é pouco. Bicho dos infernos.

  18. R!chard says:

    Jimi Hendrix, Janis Joplin, Johnny Cash, Jim Morrison, John Bonham, Keith Moon, Freddie Mercury, Ronnie James Dio, Cazuza, Renato Russo, Cliff Burton… É, acho que vou pro inferno mesmo

  19. pedro says:

    seu monstro sem coração

  20. Rita says:

    O importante é se redimir dos pecados e aceitar Jesus no coração. Mas você tem que pertencer à Igreja Universal, não outra congregação. Só a IURD garante o Céu com 10% de desconto mentais.

  21. Blyter says:

    bichinho virtual…os meus morriam de verdade…eu os quebrava.

  22. Cynthia says:

    Tudo perdoado quando o cachorro é um pútol.

  23. Artur says:

    Uma coisa é ser o mandante de um genocídio. Fazer algo assim com um cachorro é imperdoável. Enquanto Hitler deve estar virando churrasquinho no oitavo círculo infernal, seu destino é o nono, junto com diretores que matam cachorros em seus filmes.
    Dê um olá ao Führer no caminho.

  24. Pedro Henrique says:

    Esqueceu de falar daqueles acontecidos lá no conjunto ceará… hehehe

  25. Geovanni says:

    Olha, trollar peão, a gente até entende, mas chutar cachorro que foi de receber com carinho é outra história.

    Te vejo no inferno.

  26. Sly says:

    Porcaria, ainda vende tamaguchi? Nostalgeei como se não houvesse amanhã. :/

  27. Junior says:

    Chutou o cachorro? CHUTOU? Mas que viado, bem feito que vai pro inferno.

    Na verdade não acredito em inferno depois da morte, pra mim isso que estamos vivendo agora é o inferno.

  28. Mauro Jr. says:

    Eu queria ver a tua cara quando chegar no céu e Deus te olhar, chamar o teu nome e der um abraço. Acho que isso sim seria o inferno.

  29. João Pedro says:

    Oque é que vc tem na cabeça,cê tá pirado é.Chutar um cachorrinho,espero que ele tenha sobrevivido senão vou puxar teu pé!

  30. Bianca says:

    Certamente vai pro inferno só pelo pobre cachorro.

  31. Elric says:

    Nossa Kid, n precisava chutar o cachorro. Meu cachorro comeu um mangá meu de Ranma 1/2 mas eu n chutei ele O_O

  32. Vítor says:

    Mas o cachorro morreu ? Senão ainda há chances distantes de salvação.

  33. Fabricio k. says:

    Se algum cachorro tivesse escrotizado a minha superinteressante eu não deixaria por menos. Não precisa ficar triste Kid, afinal, cães não tem alma mesmo…

  34. Felipe says:

    Olha cara, eu entendo sua reação com o cachorro. Se alguém fizesse isso com uma edição minha da super, principalmente nessa época que a revista era fenomenal, eu talvez tivesse a mesma reação.
    Mas o que eu achei mancada mesmo foi o negócio com os pedreiros…

  35. Putz, kid. Perdeu a chance de confessar outros pecados contra a humanidade.
    Perceba que você pode dizer o que quiser aqui que, se terminar com maldade contra um animal, o resto será relevado pela maioria majoritária.

  36. Ah, estou esperando a rage comic baseada nos comentários deste post. Geralmente eu acho RC toscas, mas as que têm relação com o que ‘acontece’ no blog/tuíter são bacaninhas.

  37. Dani says:

    Ahiuahuihaiuhaiuhaih….
    Rachei do inferno ser menos quente q maranhão!!!
    Kkkkkkkkkkk….
    Eu tbm nunca tive um tamagushi…..
    =(

  38. capacle says:

    Engraçado o nível de solidariedade que o cão rodopiante desperta, enquanto que o cidadão de bem trabalhando honestamente sob o sol quente e trollado com sal na água mal é mencionado (“é ‘peão’, mesmo…”)

    • Deidz says:

      Puuutz, é verdade. Foda isso Kid, se arrependeu de chutar um cachorro e não de desidratar trabalhadores honestos em busca de copos d’água

  39. Também me desanima a forma como os pecados são julgados por algumas religiões, que consideram não haver distinção entre pecados “grandes” e “pequenos”. Mesmo que seja “plausível” a punição de alguém que cometeu erros, não faz muito sentido que o cara que dividirá comigo um cafofo ardente no Beco Cinco do Quinto dos Infernos tenha cometido diversos assassinados, enquanto eu asso e ranjo os dentes por fape-fapear loucamente e nutrir pensamentos pecaminosos por minha avó.
    Parabéns pelo HBD, Kid.
    Apesar de (ainda mais depois de ler o texto) ter a certeza de que você é um filho da puta exemplar (sem querer ofender nem nada), fico feliz por ter a oportunidade de cruzar com você quando estivermos penando em sofrimento eterno.
    Grande abraço e até lá!

  40. Thadeu says:

    Serial killer de tamagochis foi foda kid…hasuahsuashaushasuh

  41. João Gava says:

    Então se encontramos no inferno amigo izzy”
    Vai la no bar do seu zé, te pago uma rodada de cerva 😀

  42. Fernando says:

    Pow manow do dog foi foda heim!! Rs… Mancada!

  43. Junior Leal says:

    seu verme maldito!

  44. neryuuk says:

    Os dois primeiros foram fichinha… Você selou seu destino com o cachorrinho u_u

    hahahahahah

  45. Kid, num é por nada não, mas se eu pegasse minha gata derrubando meu netbook no chão ou meu cachorro mastigando meu celular, eu com certeza, faria bem pior que a bicuda no totó.

    Até por que, meu destino tá selado faz tempo meu amigo. auhasduasdasduhadsuhaweuhadwuhdawuhdawuhawduid

  46. Júnior Felippe says:

    O sr. vai pro inferno porque és um ateu filha duma égua! E eu te faço compania lá em baixo com Dawkins hehe.

  47. Tadinho do Alf… Eu mando entregar tudo no endereço comercial do meu pai justamente por isso…
    rs

  48. Filipe Henrique says:

    pqp, eu morava em um sitio quando tinha 10 anos… estava correndo atrás de varios patinhos quando derrepente, piso em um… fui chorando na hora mostrando pra minha mãe, só de lembrar disso meus olhos enchem de lagrima, coitado do animal.

  49. Leandro says:

    Por que você ataca tanto Deus?

  50. Ricardo says:

    Tá, e o nome da gostosa da foto?

  51. André says:

    Tamagochi era foda. Todo mundo tinha o chines piratão, eu era o único que tinha o Tamagochi mesmo, o original.

    Porém, como eu era o único, todo mundo dizia que o meu é que é era o pirata. lol.

  52. Jonas says:

    Se isso que tú fez já te condenou ao inferno, o que eu faço diariamente me condenou a danação eterna…

  53. ciberdek says:

    Porra! Colou o cachorro? Maldade…

  54. Edison says:

    Tadinho do totó =(

  55. Amanda says:

    Organizar o holocausto tudo bem, mas chutar um cachorrinho^?!?!?!!?!?!?!!
    Tu vai pro inferno mesmo, Kide sem coração!

  56. Diego or says:

    Mas e os peões perceberam? Tiveram alguma reação contra vc?

  57. vcs ñ sabe oke fala eu acredito em DEUS tenho certeza que ele morreu só pra nos salvar.Sei ke todos os dias da minha vida ele esta presente aou meu lado eu acredito ke ele morre e resucitou ao 3 dia. Minha familia graças ao meu deus é cristã e eu to muito feliz porisso agora só falta meu pai e eu mais mesmo eu ñ frequentando a igreja eu ñ vou deixa de acreditar então digo ha vcs jesus é o melhor caminho ke vcs devem escolher. bjos

  58. Nuckz says:

    esse Serial Killer Tamagotchiano eu não conhecia.

  59. Gabriel says:

    Efésios 2.8-9: Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.

  60. Gabriel says:

    Quando li “e lá está o Alf, com algumas páginas da revista na boca eo resto espalhado pelo jardim.”
    senti na hora a raiva q o izzy deve ter sentido. Quando tinha uns 6 anos, tinha um album de figurinhas do dragon ball z, quase completo.
    Um dia acordo e magicamente ela tinha ido parar na boca do bob, meu cachorro. Lá estava ela: toda estraçalhada e cheia de baba, e eu chorando. Lembro q consegui salvar apenas uma figurinha do cell.
    Tempos depois acidentalmente matei o cachorro