Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Existem 7.12 bilhões de pessoas no mundo…

Postado em 11 November 2013 Escrito por Izzy Nobre 22 Comentários

Existem 7 BILHÕES de pessoas no mundo. Bilhões — com B. Bi-lhões.

world

É gente pra caralho.

O número “bilhão”, target=”_blank”>que o Carl Sagan tanto gostava, é uma magnitude difícil pra nós seres humanos compreendermos. Aliás, um parêntes aqui: se após repetir tanto o termo BILHÃO ele começou a soar estranho pra você, o fenômeno se chama saciação semântica. Você “esgotou” temporariamente o significado da palavra pro próprio cérebro.

Tipo quando eu começo a tuitar loucamente sobre algum assunto e o tuíter me bloqueia por uma hora. Seu cérebro fez isso com o “bilhão”, pare de usar o termo por um tempo e tente novamente mais tarde.

Do que eu estava falando mesmo? Ah sim: bilhões. E o quão grande esse número é. E mais especificamente, o que significa 7 bilhões de pessoas.

Como eu falei lá atrás, o número bilhão é difícil de entender completamente porque lidamos com valores muito abaixo disso. No dia a dia a gente lida com o trocado pra cerveja, o número de mulheres que você já comeu (pra alguns esse é fácil de calcular, zero), preço de um celular novo… os números que orbitam a nossa realidade cotidiana são bem pequenos; por mais que você ache o preço do PS4 absurdo, modularmente ele é um valor quase nulo perto de um número astronômico como bilhões.

Pra te dar uma idéia do que um “bilhão” representa, sente só este drama. Se você fosse contar de um a um milhão, gastando apenas um segundo pra cada número, você terminaria de recitar os números após 11 dias.

Se você repetisse isso mas contando de 1 a 1 bilhão, você demoraria TRINTA E UM ANOS pra terminar a contagem. Se minha mãe tivesse começado a contar de um a um bilhão quando eu nasci, ela não teria terminado ainda.

Deu pra sentir aí o quão grande é um bilhão…?

Então. Um bilhão de pessoas é gente pra caralho, 7 bilhões é uma quantia alucinadamente alta.

E cada uma dessas pessoas tem uma vida tão ou mais complexa quanto a sua. A garota sentada no seu lado no metrô, o sujeito que entrega sua correspondência, aquela infinidade de luzes de freio na sua frente no trânsito quando você está indo pro trabalho, a luz acesa do apartamento do bloco na frente do seu… cada uma dessas pessoas tem os seus sonhos, anseios, medos, alegrias e tristezas. E você vive ignorante a esse fato; essas pessoas são meras coadjuvantes na sua vida, aparecendo no background como extras de vez em quando. O nome desse sentimento é “sonder“, aliás.

O importante é que 7 bilhões de pessoas é gente pra caralho.

E isso tem ramificações interessantes.

Isso significa que quando uma pessoa te chateia — um colega de trabalho, seu namorado, um familiar, um atendente que te prestou um péssimo serviço ou agiu com pouca gentileza –, é na realidade uma fração ínfima deste mundo que está te causando problemas. Tão ínfima, aliás, que tentei calcular na calculadora do Windows (eu sou burro) e a resposta que eu recebi foi essa:

windows

Obrigado por nada mais uma vez, Windows

Tive que ir no Wolfram Alpha pra achar o valor decimal bonitinho de 1 dividido por 7 bilhões. Deu 0.00000000014.

Pessoas vão nos chatear. É a condição humana; como já falei uma vez no HBD, somos todos tão diferentes, tão cheios de nuances e jeitinhos e formas diferentes de lidar com as situações, que metaforicamente é como se fôssemos pecinhas incompatíveis de LEGO tentando constantemente se encaixar.

Só que há algo que você precisa meter na cabeça pra obter uma perspectiva boa do problema que você está passando com sei lá quem for — hoje, no meu caso, foi uma colega de trabalho escrota que peguei no flagra mandando indiretinhas sobre mim. Como o adendo da lei do Todo Dia Tem Uma Merda deixa claro, Sempre Tem Um Filho da Puta, então amanhã haverá outro também.

Quando uma pessoa está te enchendo o saco ou complicando sua vida — seja lá como e seja lá quem –, essa pessoa não é tão importante assim pra roubar o sorriso do seu rosto.

Ela é 0.00000014% da população mundial do nosso planeta. Em vez de ficar TÃO chateado por virtude deste indivíduo, assinale a ele o valor que ela realmente tem — uma fração tão pequena que “quebra”* a calculadora do Windows.

Mas você pode estar pensando “mas Izzy ‘Kid’ Nobre, não é bem assim! Às vezes quem me chateia não é um habitante random qualquer deste planeta; é alguém mais importante! Essa fração tá errada!

Ok, comentador do meu site. Digamos que você decidiu que essa pessoa é DEZ MIL VEZES mais importante pra você do que qualquer outra pessoa no planeta. Só que isso só elevou a porcentagem dela a 0.014% da população do nosso mundo.

Correspondentemente, no máximo essa pessoa deveria ter capacidade de roubar 0.014% do seu bom humor.

Não permita jamais que ninguém tenha importância tão grande. Lembre-se: 7.12 bilhões de pessoas é gente pra caralho pra permitir que UMA arruine o seu dia.

*Eu sei que não tá “quebrado”, é apenas uma notação matemática não muito user-friendly pra leigos. Eu queria um valor decimal bonitinho em vez de 1,4×10^-10. Eu tenho segundo grau completo né porra?  Licença poética e tal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Vida maldita

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

22 Comentários \o/

  1. Eduardo Araujo says:

    A calculadora do Windows te deu o valor certinho. É só uma notação diferente:

    1,428… vezes 10 elevado a -10, que é igual a:
    1,428… dividido por 10 elevado a 10

    Enfim.

  2. Vanessa says:

    Adoro esses textões meio reflexivos, Kid. Eles sempre vêm quando eu preciso. 🙂

  3. tonnydourado says:

    O probrema dessa filosofia é que não faz nem sentido mensurar a importância das pessoas ao seu redor com base no que ela representa em relação a população mundial, por que nem todas as pessoas no mundo me afetam da mesma maneira. Se uma menina chinesa adotada por uma família sueca que se mudou pra Rússia acha que eu sou feio e tenho cara de melão, eu cago e ando para tal fato. Já se a menina que que você conhece desde a quinta séria, sempre quis pegar mas nunca teve coragem de tentar nada achar o mesmo, é um fato bem mais incômodo. Pouco importa a significância dela em relação aos 7.2 bilhões de pessoas no mundo: pra mim a opinião dessa uma pessoa conta muito.

    TL;DR: Bonito, mas, como boa parte dos conselhos auto-ajudísticos, é só uma metáfora falha para um fato do senso-comum.

    • Izzy Nobre says:

      Não é pra você seguir a matemática pura do texto, cara. You’re missing the point. Não é ciência exata isso aqui. É um convite a reflexão.

      Seja lá quem está te chateando, isso é UMA pessoa num mundaréu de gente. Essa pessoa REALMENTE merece o poder de tirar o sorriso do seu rosto e a paz do seu espírito…?

      • tonnydourado says:

        Eu apelei para matemática pura justamente to make a(nother) point. Não é uma pessoa num mundaréu de gente, é uma pessoa das 20 ou 30 que realmente tem alguma influência na sua vida.
        Eu até acho boa e bonita essa idéia de ser estóico em relação as aporrinhações diárias, e inclusive tento praticar. Mas por outro lado, ignorar problemas (ou pessoas problemáticas) nem sempre (raramente, na verdade) faz eles irem embora. É preciso resolvê-los ativamente.

      • Thiago amaral says:

        Izzy, na verdade a matematica simples é a que da sentido ao texto!! Pois, Eu duvido se “uma menina chinesa adotada por uma família sueca que se mudou pra Rússia ” viesse na minha cara e me chamase de “feio e tenho cara de melão”, eu não iria dar bola!! Pelo contrario, eu acho que um estranho vir e me criticar é pior do que um amigo/conhecido!!
        E ai que entra a matemática, pois cada pessoa no mundo pode sim te chatear, mesmo que a probabilidade seja minima!!

      • Ridrigo says:

        só teim [b]uma (01)[/b] pesoa capaiz de tira o sorrizo do seu rosto vai la no banheiro e ve essa pessoa ta na frente do espelio

        voçe olia essa 1 pesoa e pensa assim: esse eh o unico umbesil capaiz que arruina minha vida todos dias quero que morra esse fdp

        pa e corta os pulso

        le fin

        (viu eu eu sei fala franses kkk)

  4. Guilherme Coelho says:

    SAUDADE de ler um texto de verdade nesse seu blog, cara. Eu sei que você é ocupado e ultimamente tem dado mais atenção ao canal no youtube mas cara, tente fazer mais textos como esse, por favor. Como nos velhos tempos 🙂

  5. André says:

    O Izzy finalmente fechou o parêntese que ele abriu no texto “5 livros que mudaram minha vida”. Eu estava feliz. Aí ele abriu outro parêntese… Foda-se que você é só 0.00000014% da população mundial. Vai toma no seu cu, Kid.

  6. Por outro lado, isso significa que um número imenso de pessoas simplesmente não fazem idéia que você existe, e você jamais fará diferença na vida delas. Por isso nos contentamos em processar círculos sociais de tamanhos ínfimos, não muito maiores do que algo na casa dos milhares de seguidores no twitter, por exemplo. Caso contrário NADA faz diferença.

    Mas quem sou eu pra arruinar um belo texto motivador desse? Só um entre 7 bilhões. 😛

    Valeu o texto, Kid, como sempre me alegra ver texto novo no HBD. 😀

  7. Milto Souza says:

    Belo texto Izzy!

  8. Jota says:

    Muito bom o texto, Izzy! Uma reflexão interessante.
    Mas só uma dúvida (e já me desculpe se for algo muito óbvio): na contagem lá, se eu contar de milhão em milhão até um bilhão, vou demorar 11 dias. ok. Mas a segunda parte me soou confusa… se eu contar de bilhão em bilhão eu vou demorar 31 anos pra contar até quanto?

  9. Blyter says:

    “Pra te dar uma idéia do que um “bilhão” representa, sente só este drama. Se você fosse contar de um a um milhão, gastando apenas um segundo pra cada número, você terminaria de recitar os números após 11 dias.
    Se você repetisse isso mas contando de 1 a 1 bilhão, você demoraria TRINTA E UM ANOS pra terminar a contagem. Se minha mãe tivesse começado a contar de um a um bilhão quando eu nasci, ela não teria terminado ainda.”

    Cara…minha ignorância falou mais alto aqui.

  10. Rafael Pacheco says:

    Concordo em partes. Muitas pessoas nos chateiam e nem sabemos quem elas são. Você sai do seu mundo e se mistura, tudo interfere, você e vice-versa e é por isso que vivemos em sociedade.
    Mas o que dá o direito de uma pessoa interferir na outra? Intimidade.
    Mas como que o fulano da China, que faz parte dos 7.2 bi vai me chatear se não tenho intimidade? Nem o conheço. Mas e se este cara tiver de alguma maneira impacto na minha vida? Se ele for um controlador de voô e calcular a rota errada e fazer com que perca uma conexão. Como vou saber? Isto é muito complexo.
    Então acho que não pode deixar a pessoa próxima a você te incomodar, chatear, pois é esta que interfere e pode te prejudicar, podendo ser até um desconhecido. Existem coisas naturais que não podemos evitar ou controlar, apenas acontecem.

  11. @mullerjones says:

    Kid, esse seu texto me lembrou de um termo chamado “mente descontinua” que descreve muito bem uma coisa sobre nós. Ele se refere a essa incapacidade humana de lidar com números absurdos como esses e processos contínuos. Pra nós, qualquer coisa acima de milhões já fica mais ou menos igual, a gente entende todos esses números como “muito”, mas não conseguimos realmente compreender o que é 1 milhão de alguma coisa nem compreender o quão absurda é a diferença entre milhões e bilhões. O mesmo com processos contínuos, nós não conseguimos compreender por exemplo que, antes de ter 1,75 metros, você teve *todos os valores intermediarios*. Todos. Isso é algo impossível de se realmente compreender. Eu gosto muito desse termo porque percebo isso bastante por aí e acho que você deve perceber também.

  12. Crisforton says:

    Meu professor falava que todos nos na terra somos vencedores, porque apenas um homem ejacula 300 milhões de espermatozoides e que somos aqueles que entraram em um ovulo… números e números…

  13. […] E lembre-se sempre: existem 7.12 bilhões de pessoas no mundo. Por que deixar UMA estragar seu dia, quando ela é uma fr…? […]