Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Me respondam uma coisa: eu melhorei sua vida de alguma forma?

Postado em 3 January 2013 Escrito por Izzy Nobre 181 Comentários

Aê negada. Já tão fazendo um 2013 diferente, ou tá no mesmo acorda-vai pro computador-bate uma punhetinha-dorme de sempre?

Olha lá, ein! Seja lá o que você deseja alcançar na vida, daqui um ano tu vai desejar ter começado hoje, então comece logo.

Então, minha gente. Este post é curtinho e direto ao assunto, sem muitas anedotas ou histórias de infância. A pergunta, como o título spoileia, é a seguinte: eu melhorei sua vida de alguma forma?

Desde que escrevi este texto, com aquela historinha sobre a discussão entre o Woz e o Jobs sobre realizar um serviço com a única intenção de melhorar o dia de alguém, eu estive pensando MUITO nisso. Já expliquei que meu ímpeto de manter site, vlog, podcast e o caralho a quatro com material original frequente pra vocês é uma noção bem idealista, romantizada até, de estar cumprindo uma espécie de missão cívica.

Ao terminar um texto, ou uploadear um vídeo, ou fazer qualquer um desses meus trabalhinhos internéticos, penso “olhaí, o Rafael vai entrar no site, vai ver um texto que ele nunca leu antes, ou um vídeo com o qual ele vai se identificar. Ele vai se alegrar, vai gastar uns 10 minutos vendo esse negócio, e magicamente seu dia estará um pouquinho melhor”.

É assim que sempre penso.

É a mesma coisa quando recomendo um jogo, ou um livro, ou escrevo um texto mais didático, explicando alguma coisa que aprendi mas que imagino que muita gente desconhece. Fico imaginando como terei mudado o dia da pessoa com essa recomendação; de repente o maluco estava afim justamente de um joguinho como aquele, ou uma literatura naquele estilo. Indubitavelmente, efetuei uma (ainda que pequena) mudança na vida do indivíduo, pra melhor. Ou que um dia, numa rodinha de amigos, o cara poderá puxar do bolso um fato que ele aprendeu aqui no site, e pagará de intelectual cosmopolita entre os amigos.

Acontece que ao reler aquele texto noutro dia, fiquei com um gosto amargo na boca. Me veio o pensamento “deixa de viagem, maluco. Você não tá ‘melhorando’ a vida de ninguém; você é um nerd que perde seu tempo atualizando um site e um canal de youtube numa noção sem nexo de que está prestando algum grande serviço aos caras“.

E fiquei com isso na cabeça — estaria eu idealizando demais o meu próprio trabalho como blogueiro/vlogueiro/podcaster, enfim, criador de conteúdo na internet? É bom e motivador se visualizar fazendo um serviço importante, mas há de se manter uma certa conexão com a realidade, não é mesmo? Se não houver limites, posso fazer uma bobagem qualquer e, através do mais absurdo reducionismo, concluir insanamente que estou salvando o mundo.

Então, me responda aí. Eu fiz alguma coisa que mudou sua vida para melhor? Alguma boa recomendação, algum post com o qual você se identificou mais, uma piadinha que te fez rir e esquecer algum momento infeliz pelo qual você estava passando?

Mesmo que você nunca tenha comentado nesse blog, queria pedir sua participação dessa vez. Nem que seja pra escrever duas linhas (mas eu honestamente prefiro uma opinião mais longa!).

Quero ir dormir hoje sabendo que não estou maluco em pensar que o tempo que gasto na internet está fazendo bem a alguém que não seja apenas eu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Vida maldita

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

181 Comentários \o/

  1. lolzinho da silva says:

    Engraçado kid, além das boas risadas que todo o seu conteúdo me proporciona há algum tempo, sempre que tenho fome na rua lembro daquele texto da sua volta pra casa e de não gastar dinheiro pra ir no cinema, a partir disso comecei a me importar menos com esse tipo de gasto e de coisas que não importavam tanto, algo que realmente faz a diferença na minha vida. Abraços!

  2. Lucas(leve3) says:

    Sim! vc já mudou (e muito) a minha vida para melhor, um exemplo disso e de quando vc deu a dica de colocar os pontos e mais no email para evitar de ser hackeado, aquilo me ajudou demais! e sim seus textos/videos me divertem bastante, e sem duvida quando fico nervoso ou chateado eles me alegram. Não estou querendo puxar saco nem nada, mais e realmente isso que acontece 😀

  3. Newton says:

    A vida não, mas o dia sim, principalmente com textos enormes sobre sua infância, porque me fazem lembrar da minha que não faz tanto tempo assim, também com textos que mostrem coisas novas, ou videos que mostrem mais do Canada =)

  4. Flávio (f@laviobass_) says:

    Sabe Izzy, tu já melhorou e muito a minha vida, por que sempre que venho aqui pelo HBD, ou vejo teus vlogs, escuto o 99 Vidas ou até mesmo leio os teus tweets eu sei que vai ser sempre algo legal/produtivo/interessante/divertido. Então, porra, deixei vários amigos meus curiosos com as coisas que eu leio aqui no HBD e comento com eles. Então, falando de novo, tu faz sim diferença, e uma diferença super positiva! (:

  5. Guilherme Costa says:

    Desde um tempo atras eu comecei a tentar me tornar uma pessoa melhor em relaçao a honestidade. Não piratiava mais as coisas, tentava nao mentir, nao ganhar vantagens nos outros e tudo mais, eu nao sou um exemplo de pessoa, mas tento ser fazer o bem sempre. Aqui perto de casa tem uma padaria que vende fragos assados, so que o cara nao pede a notinha quando vc vai pegar o frango, ai meu pai malandramente me chamava pra eu ir la pegar outro frango sem pagar, eu ia, mas isso me incomodava mt até que falei que nao faria mais, entao ele e meu irmao ficavam me zuando, falando que eu era certinho. Aquilo me deixava triste, até que vc fez aquele video sobre O Mensalão Pessoal, mostrei para o meu pai e disse que me sentia incomodado em relaçao ao ”roubo” do frango. Ele viu e conversou cmg, até se emocionou, e foi uma das poucas vezes que ele disse que tinha orgulho de mim, e eu so consegui falar isso com ele graças ao seu video. Obrigado Izzy 😀

    • Guilherme Costa says:

      Sempre fazer o bem*

    • Angelo Jr says:

      O post do Mensalão Pessoal também foi uma inspiração pra eu me tornar alguem melhor (tá, eu ainda pirateio jogo, mas o resto melhorou). Não que eu não tive-se essa educação, mas é sempre bom relembrar, pois as vezes a gente esquece disso. E o post sobre a sindrome do cu cagado (era assim?) também, pois sou meio vadio para arrumar as coisas, mas essa teve um alcance menor (MAS TEVE!)

    • Matheus says:

      pode passar o link ??

  6. Eduardo says:

    eu leio o hbd desde muito tempo e sempre gostei dos seus textos, Kid, eles me fazem rir e/ou pensar sobre coisas da vida.

    e como eu criei o hábito de sempre ver se tem algo novo no HBD, posso dizer que de certa forma vc mudou algo na minha vida.

  7. André Mácola says:

    Depois que eu li o texto sobre a cagada no banheiro eu nunca mais fui o mesmo

  8. Ok Izzy, você acaba de provar que não lê os comentários, seu vadio, kkkkk!
    Porra, a taxa de gente dizendo que você mudou a vida delas (da forma deles, claro) em algum ponto é alta aqui, kct.
    Vou mudar a sua vida agora: adote um cachorrinho.

  9. Tiago says:

    Toda vez que eu vejo no reader que tem atualização no teu site eu fico animado achando que vai ser algo interessante. E normalmente é.
    Uma das pessoas que me incentivaram a terminar o inglês foi você.
    E a outra coisa é que eu acho legal saber de mais gente que desistiu do curso de física e foi estudar na área médica.

  10. André says:

    Melhora sim. A prova é que acompanho o site a ambos e já recomendei pra muita gente. Não é uma coisa racional, algo que me faça parar e pensar “pq devo seguir o HBD?”, ao contrário, já leio como algo natural.

  11. Rafa says:

    Eu estava mesmo em dúvida sobre religiões, minha família inteira é evangélica e frequentam a igreja constantemente. Eu já não gostava de ir e ouvir um monte de baboseira sobre um cara que transforma água em vinho ou que anda sobre o mar, e como era desde de pequeno obrigado a acreditar nisso e ir a igreja me identifiquei com você, que teve uma experiencia um pouco parecida. Então após alguns de seus textos sobre religião decidi que aquilo não era pra mim e me “rebelei” contra minha família, e hoje eu sou bem grato à seus textos, que me fizeram ter coragem pra isso. E hoje me sinto bem mais livre do que antes eu era.

  12. emmanuel says:

    po izzy concerteza, cheguei a seu blog através de uma pesquisa pelo google sobre o filme cubo-zero, li aquela resenha espetacular e logo me tornei “pham” hshs suas satiras, seu canal. O trabalho no 99vidas que me faz lembrar de minha infancia, suas historias lembro como se fosse minhas historias. sou universitario de historia e voce tem espirito de um grande pensador-escritor

  13. Luis Gustavo says:

    Acho que toda pessoa que passa pela vida de alguém (seja virtual ou pessoalmente) deixa um pouco de si e leva um pouco da gente. Talvez vc deixe um pouco mais do que leva, mas ainda assim nossa “amizade de bolso”, como vc costuma falar, é uma via de mão dupla.
    Gosto muito de ler seus textos e me identifico com muitos deles, temos a mesma idade (com a diferença de 2 meses), casamos na mesma época e temos gostos semelhantes (apesar de vc gostar mais de Games Retro do que eu).
    Estou com muitos planos em mente agora que estou terminando o segundo curso superior, sendo um deles passear no Canadá, onde minha cunhada reside (Brossard -- QC)
    Estou com uma “coceirinha na mao” de vontade de começar a escrever um novo blog (já criei e descriei dezenas de blogs com diferentes temas) so que ainda nao me veio a epifania de sobre oque escrever.

    E por ultimo queria deixar uma reclamação/lamentação. Na sua ultima pesquisa sobre como conhecemos o HBD, eu fiz um vídeo-resposta (nos moldes do HBDTv) e te mandei o link via inbox no facebook e vc me respondeu dizendo que veria, mas nunca viu (sei disso pq o hit count nao mudou). Algum tempo depois deletei esse vídeo e deixei pra lá.

  14. Daniel says:

    Sim, Izzy, você melhorou minha vida de várias formas, na verdade. A que cabe a mim comentar é com relação aos ciumes e possessão, porra, aquilo me ajudou pra caralho, e agora tenho que ir porque vou estudar, graças a sua dica que está no topo desse texto, falou, um abraço.

  15. Angelo Jr says:

    Izzy, em mim você não fez mudanças, mas me relembrou de certas coisas, com os posts do Mensalão Pessoal e da Síndrome do Cu Cagado (não lembro se era o nome exato, mas era essa a idÉia). Mas, a mudança principal é o sorriso diário que você coloca no meu rosto, pois eu pelo menos to numa fase um pouco depressiva da vida, e é bom ver que pelo menos você tá fazendo um conteúdo engraçado e original, que é basicamente a sua vida. Aliás, a forma que me identifico com você, é justamente isso, você não fica contando piadas, colocando memes ou tirinhas do 9gag traduzidas. Assim como eu, quando você quer fazer-nos rir, você conta algo engraçado da sua vida, um “causo”, por assim dizer. Isso, com certeza, me alegra pelo menos o suficiente pra não ficar triste o dia inteiro, e ter sempre um sorrisinho no rosto.

    • Angelo Jr says:

      aaahhh, e rola ainda o BORA JOGAR com north n’south?? desculpa encher o saco, mas era um joguinho excelente, só superado por ATA: Extracts of the Civil War (se você me disser como fazer pra jogar o ATA em Win7, eu vou até o Canadá pra te dar 1 milhão em barras de ouro que valem mais do que dinheiro)

  16. @Apollyoon says:

    Logo quando eu lí esse texto o primeiro post que me veio a mente foi esse que o lolzinho comentou aí.Sempre que eu queria comer algo eu pensava que não queria gastar esse tipo de dinheiro com uma comida tão cara.Mas depois desse texto comecei a usar esa filosofia, o que me faz gastar o dobro do dinheiro que eu gastia normalmente , então na verdade nem me ajudou em nada uahsuahsuashua.Brincadeira, fico mais feliz e vejo que as vezes iria gastar o dinheiro com algo tão inútil quanto.

    Mas além disso, voce pode dormir tranquilo Izzy, você realmente mudou ou fez a gente se indentificar de alguma forma como que você escreve.
    Posso dar exemplos como seu textos sobre relacionamento ou ciumes até mesmos sua forma de levar a vida nos ajuda de alguma forma.Sem falar nas recomendações.Da qual posso dar exemplo dum recente tweet seu sobre o programa SHARK TANK.
    Cara, passe dois dias direto vendo aquilo.É MUITO bom,sem falar na vontade de ser ricasso!
    Continue com seu bom trabalho e sseus projetos izzy!Abraços!
    ps: você me motivou a escrever também!

  17. Muthdra says:

    Com pontos de vista interessantes, argumentos que eu já usei em discussões e lições que você nos passou, sim. Eu aprendi muito contigo, Izzy! Obrigado.

  18. Alexandre Silveira says:

    Sim, para melhor. Não acompanho muito teus videos (mesmo sendo teus, não tenho muito saco para vlogs), mas geralmente me divirto lendo teus posts, de vez em quando aprendo umas coisas novas, e não sei dizer em qual ponto das leituras do teu blog (ou da comm “Onde está deus?) pude me sentir mais livre para me declarar ateu de forma aberta, pra mim mesmo e para as outras pessoas. Para mim valeu muito a pena.

  19. Jotazêr says:

    Duas linhas né? Mudou sim. Acabo aprendendo mais sobre a cultura gringa, dou mais risadas, e aprendo masi sobre diversas outras coisas também. Permitir que nós possamos entrar um pouco na sua vida, acaba tornando você um tipo de amigo imaginário, que só dura alguns minutos por dia.

    Não gosto muito dos seus vídeos, acho meio sem graça, mas gosto absurdamente dos textos e da sua participação no 99vidas.

    Passei das duas linhas \o/

  20. Cristianne says:

    Bem….
    Não. Minha vida não mudou, não melhorou por causa dos seus textos.
    Mas se servir de consolo foi com o seu blog que aprendi o que era fazer um blog. Isso em 2004 eu acho.
    Não concordo com muita coisa que você escreve, mas reconheço que você escreve bem. Muito bem.
    Pra quem mora fora do Brasil há tantos anos cometer raríssimos erros de ortografia é coisa difícil de se ver.

  21. Ahoy! says:

    Sabe o post falando que a vida estudantil tava foda?
    Me senti um pedaço de bosta lendo aquilo. Tanta gente fazendo um esforço hercúleo pra dar conta de estudar (e tirar notas boas), trabalhar, cuidar da casa e tudo mais e eu aqui cheio de tempo livre tirando notas medíocres.
    Acho que ainda não tomei jeito, não melhorei o suficiente, mas me marcou.

    E… bom, você é um grande cara, te desejo o bem, mas você sabe que todo mundo aqui adora ver tu se fudendo!
    Não por torcer pra que você se estrepe, é que o jeito seu jeito de escrever é sem igual!

  22. Xapinha says:

    Ja ri de passar vergonha no trabalho lendo teus textos.
    Conheci o blog em 2012 e li vários anos de conteúdo em poucas semanas.
    Uma coisa que eu notei é que os textos mais longos e elaborados costumam trazer as melhores piadas, então, são meus preferidos.

  23. Mendes says:

    Fala Kid!
    Olha, o HBDia tem uma participação muito importante no meu dia a dia. Eu detesto meu trabalho e não vejo futuro pra mim no Brasil, por isso pretendo me mudar para os Estados Unidos e, seus textos acabam me dando uma ideia de como essa mudança pode ser, e como é estar longe de “casa” vivendo em um filme, como você mesmo diz. Eu vejo suas experiências no Canadá e fico imaginando como poderão ser as minhas próprias experiências nos EUA.

    O seu texto sobre o impeto de manter o site rendeu um texto novo no meu blog e eu inclusive te dei os créditos. Se quiser ler, está aqui: http://goo.gl/aFskZ

    O dia que você foi parar no hospital por arrumar a cama me fez rir como eu não ria a muito tempo e minha risada contagiou a república onde eu moro e fez todo mundo ler o texto. E todos ficaram impressionados em como um texto sem imagens poderia ser tão engraçado.

    O hora da justiça fez a alegria de algumas tardes aqui na empresa e inspirou uma cena no meu roteiro. Outros inúmeros textos também foram importantes. Sou ateu e compartilho bastante do seu modo de pensar. É isso aí muleque!!

  24. Edson says:

    Cara,
    De certa forma, ajudou sim.
    Como vc mesmo disse, vc fuça em todos os cantos da internet, e em um post recente, vc indicou site que visito diariamente agora: o canal do búfalo.
    Quer vc goste ou não, eu concordo com boa parte do que é discutido ali, e sinto bem em ler e estudar a superação daquelas pessoas que foram desrespeitadas e hoje superaram os traumas e decepções.
    Só para ilustrar, eu sou casado há 10 anos, tenho 02 filhos -- 09 e 04 anos -- e tenho um bom relacionamento com minha esposa. Então, não sou um “muleque com dor de cotovelo” como vc afirmou que seriam os frequentadores de lá, e gosto de ler boa parte do que tem lá.
    A vivência, experiência e a liberdade de expressão devem ser respeitadas, caso concordemos com o conteúdo ou não.
    Abraço!

  25. Will Peliçari says:

    Caramba! olhando os comentários percebemos o quanto de macho que lê esse blog heaheahehaehaehae..

    Enfim Izzy, primeira vez que comento aqui mas acho que deveria saber que você está em seu momento down. Aquele momento em que as pessoas produzem menos serotonina por conta de alguma comida que não caiu bem. Saia dessa rapaz! Seu blog não poderia estar melhor! (se eu pudesse sugerir algo, eu diria que você deveria rever o sistema de comentários. Sites que não tem comentários pelo facebook são trabalhosos demais para pessoas “adipriguiçosas” como seus leitores te darem um feedback).

    Agora vá fazer algumas sinapses até voltar sua autoestima, vai! heahehaeh

  26. Albert says:

    Ajuda mano, pode ficar tranquilo, por menor que seja a ajuda, sempre que vejo um vídeo seu ou leio algum texto sempre aprendo algo, ou até mesmo fuçando alguns textos/vídeos seus da para descobrir algo bacana, então fica sussa vei !

  27. Eric Draven says:

    Além do já citado texto do seu colega que disse que quando tem dinheiro não passa fome de jeito nenhum, acho que diretamente do Israel Nobre muita coisa veio pra mim e sempre pra me transformar numa pessoa melhor, como os textos em que você fala de ciúme e do mito da friendzone.

    Outro exemplo, eu sempre me senti um nerd incompleto por saber quase nada de comics. E seus vídeos sobre cultura nerd e sobre os encadernados de comics além de muito instrutivos e divertivos serviram pra tapar esse vazio que eu sentia. Por isso eu sempre peço por mais vídeos do tipo, talvez devesse até criar uma categoria no HBDtv ou aqui mesmo no blog só pra assuntos desse tipo.

    Também é extremamente gratificante pra mim é a maneira como você trata as pessoas, mesmo que você se sinta um cretino com as pessoas na internet e às vezes aja como tal (apesar de ser sempre justificado) eu sinto como se você fosse um amigo próximo e não um cara que eu nunca vi e escreve coisas na internet pra milhares de pessoas. Eu honestamente assisto seus vídeos imaginando uma conversa a dois de amigos, assim como imagino os textos do HBD e todo o resto do conteúdo que tu produz.

    Eu já vi muita coisa na internet e acompanho vários blogs, vlogs e fóruns mas a primeira vez que eu me senti acolhido como amigo, pessoa e nerd foi lendo o HBD e assistindo o HBDtv.

    Por várias vezes você já comentou brincando que deveria fazer um blog de tirinhas de meme porque o trabalho é menor do que produzir conteúdo escrito e dá mais retorno em acessos mas o diferencial do Izzy Nobre e o que faz toda essa gente te seguir e ler o que você escreve é justamente isso o que eu já comentei, essa sensação de proximidade e “estar em casa” que você passa.

    Espero um dia ter dinheiro pra ir no desencontro e conversar contigo pessoalmente e talvez até mesmo pela internet nos tornarmos bons amigos, apesar de não ser tão mais jovem que você eu te vejo como um mentor, tanto na tradição nerd quanto na vida.

    Abraço Kid.

  28. Wendel says:

    Talvez seja realmente difícil pra você ter noção da diferença que faz no dia e na vida de quem te lê. Quem vem aqui, sempre vem na esperança de que hoje seja, ou passe a ser, um bom dia, e isso invariavelmente acontece, mesmo quando você está mais rabugento e coloca a galera pra refletir. E, só pra não dizer que não houve nenhum exemplo concreto, graças à sua indicação do MyFitnessPal, e da empolgação com o “Agoravaimeufi”, perdi 25kg nos últimos meses.

  29. Joaquim says:

    Então Kid, você já melhorou meu dia várias vezes, mas o que eu mais consigo me lembrar foi quando li o texto em que você tinha cagado no tapete do banheiro. Ri. Ri de forma insana. Isso fez meu dia bem melhor. 🙂

  30. Leonardo says:

    Sim, eu já comprei vários jogos de iPhone e iPad baseados em suas resenhas.

    Suas histórias também me deixam MUITO entretido. Só acho que os seus textos às vezes ficam desnecessariamente porque você faz comentários ou observações que fogem à ideia central dos parágrafos com bastante frequência (por exemplo, no texto do Steve/Woz você cita o caso hipotético da lousa ser usada em uma república). No final os textos ficam uns 30% maiores com ideias que fogem à mensagem central, e isso particularmente me irrita muito! Imagino que poucos pensem assim, todavia

  31. @mos_axz says:

    Bem Izzy, você já mudou muito minha vida. Vou explicar com uma história chata que provavelmente terá milhões de Reply TL;DR.

    Eu conheci seu blog, como já devo ter comentado várias vezes aqui, na época do manual dos góticos. Entretanto perdi o link dele e reencontrei só quando você repostou o texto do dia que foi pro hospital(2010). Logo te segui no twitter e me impressionei porque você foi uma das únicas pessoas com mais de 1000 followers que me respodeu. Em 2011 eu estava lendo algum texto seu que dizia como era bom ter um blog, porque mesmo que ninguém lesse, você poderia reler e reencontrar o você de antes.

    Nessa época, você estava retirando o layout clássico e colocando o atual e eu, com minha total inabilidade para fazer uma página bonitinha, pedi gentilmente para que você me permitisse “plagiar” o teu site, coisa que você permitiu. Foi onde surgiu me blog pessoas Fat’s Memories(que inclusive desde o 1° dia sempre teve aquela logo do HBD na lateral, em forma de homenagem).

    Melhorei muito minha escrita e fui convidado a fazer parte de um projeto de blog que ainda é pequeno, mas que tem potencial. E isso tudo foi movimentado pela frase mais icônica que já vi na internet: “Não importa quais sejam os seus objetivos nessa vida, daqui a um ano você desejará ter começado hoje.”

    Fora isso você já me fez rir muito com o histórico do HBD, que por sorte consegui ler quase tudo, antes da morte do seu host. Então pode ter certeza que ao menos 1 vez, esse teu sonho de muda a vida de alguém já ocorreu… =D

  32. A cada piada boba, ou comentário ácido que faz a gente rir, cê tem uma participação importante no dia de quem te assiste. Pensando assim, sim, vc melhorou a minha vida de alguma forma 🙂

    Eu me vejo em algumas das suas postagens, na forma como você escreve. Eu também sou daqueles que se distrai, e acaba dando rodeios e rodeios com ~comentários adicionais~ quando tô falando ou escrevendo, o que deixa meus amigos malucos ahahahahha

    Nesse exato momento, tô passando por umas questões pessoais e sua frase tá vindo bem a calhar: “Não importa quais sejam os seus objetivos nessa vida, daqui a um ano você desejará ter começado hoje.”
    Me dá força pra correr atrás dos meus objetivos.

  33. Gustavo Sá says:

    Sim, e muito. Por causa dos teus textos, resolvi criar meu próprio blog pessoal, pra “guardar” as memórias de hoje, e poder ler num futuro distante. Me divirto pra caramba lendo os textos, lendo teus tuites. Melhoro meu inglês com tuas “aulas”, hahahah. Então só queria dizer obrigado Izzy, continua assim cara, tenho certeza que tu melhora o dia de muita gente quando posta algo na interwebs.

  34. guilherme says:

    não. e o blog era mais legal antes de você começar a se achar uma sub-celebridade da internet :/

  35. Gilson says:

    Cara, acompanho teu blog ha mais de 5 anos. Se nao fizesse diferenca, teria abandonado no 2° mes.
    Keep walking.

  36. Gabriel says:

    Caraca, se tem algo que realmente melhorou na minha vida foi a luta contra o bunda-sujismo, ahahahahaha. Comecei a perceber a quantidade de coisas erradas que eu mesmo fazia pensando que não daria em nada, e, hoje em dia, eu tento mudar isso.
    Tenho 16 anos, Izzy, e leio seu blog a, pelo menos, mais de 3, se hoje em dia sou um filho da puta a culpa é sua. Ahahahaha. 😀

  37. Pra começo de conversa se não mudasse o mínimo possível, alegrando um momento ou trazendo uma informação, duvido que alguém continuaria lendo.

    Não tenho pontos específicos pra dizer que já mudou na minha vida, mas com certeza já deu várias dicas boas de apps/jogos/filmes/whatever, livro ainda não li nenhum dos que tu fala, mas pelas tuas sinopses a maioria foi pra lista.

    Mas acho que uma das coisas mais visíveis é o muito que já aprendi contigo graças ao uso de termos mais bizarros as vezes ou artigos inteiros falando sobre algum assunto obscuro.

    Então é, tu muda nossa vida \o

  38. Felipe S.A says:

    Quide, seu viadão UHAEUHAEHUAEHUAE

    Mano, na boa, você perguntou se conseguiu fazer alguma piadinha que me fez rir, cara?

    Cara, eu só visito esse site porque eu honestamente acho que ele me faz um pouquinho mais feliz do que o usual. Até porque Não me prenderia a visitar uma coisa quase que religiosamente por qualquer outro motivo.
    Vou dar um primeiro exemplinho : O teu livro.
    Tinha baixado o seu livro uns dois dias antes de um problema que me fez ficar sem internet, e antes disso já tinha acontecido uma merda de considerável tamanho, que tinha me deixado além de putíssimo, muito triste. Dormi mais da metade do dia, e fui tentar fazer alguma coisa pra relaxar. Não consegui assistir tv nem fazer porra nenhuma porque meu computador é uma merda e nele eu só ponho música/filme e livro. Suave. “o que farei se já li todos os livros que tavam aqui, já assisti os filmes, e nenhuma música tá me dando muita empolgação?”
    Foi nessa que eu abri a pasta de downloads por nenhum motivo aparente e lembrei que tinha baixado o teu livro. MANO DO CÉU UAEUHAEUHAE li aquela porra toda num dia e RINDO PRA CARALHO, SÉRIO, IRMÃO! Mesmo já tendo lido todos os textos, eu li de novo, e ri muito mais do que antes ( o contrário do que eu pensava. Achava que não ia dar nem um sorrisinho por estar pessimista e por já ter lido antes). Não sei bem o porquê, mas acho que eu tava esperando alguma coisa pra me tirar da merda que eu tava passando naquele dia, e foi o seu livro que fez isso.

    Sem contar os textos que você faz e que NA ESMAGADORA MAIORIA me ensinam (ou me incentivam a aprender) alguma coisa diferente, seja um terminho maneiro em latim, seja uma argumentação diferente, seja identificar uma falácia, uma liçãozinha de vida (nem todas eu uso, mas duas eu lembro bem: Essa que tu salientou no começo desse post -- de não deixar coisas pra depois -, e a do bunda-sujismo UHAEUHAE)
    Em termos de aprendizagem e de estímulo do senso crítico, você me ajudou pra caralho, também (seus textos foram importantíssimos pra eu estabelecer minha espiritualidade real -- e isso também me fez feliz) e um do seus vídeos ( o do mensalão pessoal) me fez adotar uma postura de “pare de ser cagão e racionalizar suas falhas”, e eu também acho que isso me faz uma pessoa um pouquinho melhor.

    Em suma você é um dos caras fodas que não podem parar o trabalho ORIGINAL (o que é raro hoje em dia) nas internets. Eu entendo um texto por semana e até por mês, porque sei que tu tem que se dedicar aos estudos que são INFINITAMENTE mais importantes que o blog e essas coisas, mas for fucksake não abandone geral, e continue sempre criticando a porra toda e perdendo as estribeiras no blog, no HBDtv, no twitter e causando lulz geral em todo os seus compatriotas BR’s que te acompanham, quibe.

    Porra, me esqueci da perguntinha: e nós, Quibe, já melhoramos a sua vida de alguma forma?

    CHUBIRUBA, um abraço, e força ae quibe. O lulz não pode parar!

  39. vitor.e says:

    izzy, posso afirmar sem medo que você mudou meus dias de alguma forma, seja com histórias,conhecimento inútil ou até mesmo risadas incansáveis,o fato é que você fez sim algo bom para alguém. acompanho seu blog desde 2008, li bastante a seu respeito,e apartir de suas experiências aprendi coisas sobre valores e pessoas, gostaria de agradecer por compartilhar sua vida conosco, pois de uma certa forma, você ajudou a construir meu carater, vitor 17 anos

  40. NT says:

    Cara tem textos que você coloca que me indentifico pra caramba,principalmente aqueles da sua infância.
    Que me fazem rir pra caramba,então a resposta é sim,e de fato deixa meu dia melhor.Além de você ja me ajudar de diferente maneiras.Parabéns.

  41. Jackson de Paula says:

    Fala, Izzy!

    Cara, você melhorou -- e muito! -- meu dia por diversas vezes. Sou jornalista e, em algumas ocasiões, sobrava um tempo livre para navegar na rede sem compromisso de caçar pautas para o jornal. Foi, então, que descobri seu site, em meados de 2010.

    Seus textos, sobretudo aqueles que remetem a infância, são muito bons. Já ri bastante com eles. E agora baixei o seu livro e, obviamente, também estou me divertindo.

    Além disso, confesso que meu gosto por tecnologia ficou ainda mais aguçado após assistir a alguns vídeos do seu canal.

    Continue assim, Izzy. Teu trabalho como produtor de conteúdo para a internet é ducarai! Você tem talento mesmo. Um dia, sem dúvida, vai conseguir viver apenas dos trabalhos na web. E eu estarei aqui para acompanhar seus textos, vídeos e seja lá mais o quê vossa senhoria produzir, rs.

    Um abraço!

    P.S.: Também acompanho o trabalho do seu pai (lfnobre) no YouTube.

  42. Malu says:

    Bem, Izzy, seu blog é bem diferente dos que eu costumo visitar, mas desde que conheci (por indicação de amigos meus) virou um dos meus favoritos. Seus textos sempre melhoram meu humor e apesar de não ter muita paciência pra vídeos, faço questão de assistir os seus. E pela quantidade de acessos que o HBD tem, acredito que não sou a única que dá umas boas risadas acompanhando sua vida. Além disso, você sempre dá uns conselhos legais e inteligentes, incentiva seus leitores, o que é bem legal. Acho que você devia dar mais dicas como a dos flash cards, essa foi muito útil pra mim. Não tenho dúvidas que este blog já mudou o dia de muita gente 🙂

  43. MH says:

    Ah, com certeza. Além do entretenimento (ótimo!) que o site proporciona, as suas experiências em relação ao Canadá me deram uma base muito boa e interessante de como é a vida aí e os reviews que você fez de jogos\livros\gadgets já me fez comprar\querer comprar bastante coisa…

  44. Alan david says:

    Você já me ajudou duas vezes.
    a primeira foi quando eu passei um tempo sozinho em casa, e ficava lendo seus textos a madrugada toda.
    e a segunda foi quando você recomendou ouvir o azilacast. Hoje mando email pra eles e de um jeito ou outro faço parte daquilo.
    obrigado sr.izzynobre

  45. Caio says:

    Mai craro que sim!
    Não necessariamente só com o HBD, mas com a história de vida mesmo! Garantiu-me risadas, histórias engraçadas a serem compartilhadas, melhores posturas com relações a situações, e por aí vai.
    Só faltou me dar um pouco de dinheiro pra ser perfeito, hahaha.

  46. Nat says:

    Além do entretenimento, curiosidades sobre a vida no Canadá, dicas de jogos, quadrinhos e livros com conteúdo bom e opiniões bem formuladas, foi um dos seus textos que me apresentou ao tvtropes.org. Sim, você melhorou a minha vida, at least a little bit.
    Thanks Izzy! =]

  47. Cláudio B. says:

    Sim, sempre dou boas risadas com seus textos e sempre aprendo alguma coisa interessante, relevante que faz meu dia mais produtivo e mais divertido até. Conheci seu site no MRG em que vc participou de um ‘A voz do robô’ gostei bastante desde então.

  48. Lucas Santana says:

    Bom…como o final do texto convidava indivíduos que nunca comentaram a expressar uma opinião e já que venho acompanhando seu trabalho a um tempinho (não tanto quanto a maioria que provavelmente escreveu) me vi incumbido desta tarefa.

    Indo direto ao assunto, existe um texto seu, não me lembro direito o título, mas sei que envolve o círculo bunda, orifício anal ou fezes, mas enfim, trata de pessoas que fazem as coisas pelas coxas, sabe, de forma preguiçosa e mal feita. Pois bem, acredite você que suas palavras realmente me tocaram (ficou meio estranho, mas tudo bem) e sempre, em qualquer atividade que realize, ao final avalio se não a deixei incompleta ou se poderia melhorara-la de alguma forma, e adivinha, muitas vezes já usei isso como um incentivo psicológico para começar ou recomeçar algo mal feito.

    Dessa forma, muito obrigado por melhorar minha vida de alguma forma.

  49. zippie says:

    Os seus textos me fizeram gostar mais ainda de ler. Antes eu sempre pulava textos na internet. Agora eu raramente deixo de ler um.

  50. Nuno says:

    Li 11/22/63 e John dies at the end por recomendação sua. Ambos muito bons.

  51. Carol says:

    Que lindo, cara!

    Eu fico surpresa de que tenha dúvida disso. Eu conheço o blog a pouco tempo, e o canal a menos tempo ainda, mas sou uma grande fã de ambos. Seu estilo de escrita me inspirou a escrever um conto que me rendeu um 10 na aula de português. Pode não parecer muito (ah, orgulho adolescente) mas eu fui a primeira aluna da história da escola a tirar a nota máxima com aquela bruxa, digo, professora.
    Suas histórias me fazem rir, me apresentam um pouco da realidade de ser um imigrante e muitas vezes servem de consolo no final de um dia ruim.
    Eu não sei o que te levou a colocar isso na cabeça, mas esqueça. Deixa muito gente feliz com seus textos, Kid.

  52. Pedro says:

    SIm Izzy, voçê já melhorou meus dias várias vezes,principalmente com os posts onde vc se fode!

  53. BrunoHe says:

    Claro q melhorou cara, ri pra caralho com seus textos e eventualmente sigo suas dicas de livro, filme e games.

    Além das dicas de viajar de maneira mais confortável, como aquele texto explicando o pq é melhor viajar de mochila.

    Agora para de carência.

  54. Giovana says:

    Leio teu site faz alguns anos, e te considero meu amigo.

  55. Guilherme Saito says:

    Melhorou e muito! Sempre leio os seus textos, assisto os seus vídeos e te sigo no twitter, mesmo nunca comentando acho excelente o que voce faz.
    Gosto mais dos seus textos do que os vídeos, mas acho os dois muito engraçados. Os textos que voce mostra situações onde quem se ferra é voce, são os melhores!

  56. Dayane says:

    Eu entro aqui para dar boas risadas. Adoro os textos sobre as merdas que acontecem com vc, do jeito que vc narra que é detalhado, engraçado e que vale a pena abrir essa aba menorzinha e ficar lendo aos poucos nos momentos em que arrumo um tempinho aqui no trampo!

  57. amendogaba says:

    Tipo , seu personagem chega a ser um fanboy (sei lá como se escreve isso) chato e cheio de sabe tudo. Porém gosto de seus textos, me divirto e já faz parte do meu cotidiano.

    o texto que me marcou foi a segurança de emails onde você ensina e colocar adendos no email sem alterar seu recebimento. E também o texto da sua cagada acidental no tapete

  58. Wolf says:

    Izzy, você pensa (ou está pensando) demais. Você obviamente não salva o mundo, mas isso não significa que o que faz não valha nada pra ninguém. E você sabe disso.
    Com os comentários acima você já pode concluir que é um motivador -- senão ninguém se dava ao trabalho de postar comentários.
    Uma das forças mais poderosas na vida de qualquer pessoa é a motivação. É a partir dela que todo potencial vira acontecimento. Isso deveria bastar pra você. Se não bastar, você pode alimentar uma neurose que só fará mal a você.

  59. Sabin says:

    No geral os textos e a maoiria dos twitts me divertem, exceto este post, que parece um piá carente.
    Sério, achei muito chato ficar mendigando atenção que tu não precisa.

  60. Lennon Moura says:

    Cara o que vc ajudou a melhorar ainda mais foi uma certa vontade minha de ir morar fora que tava escondida, depois que vi teus videos e principalmente os dalys vlogs que vc dá um passeio pelo seu bairro, mostra como são as coisas por ai, eu acompanho teus videos ha uns 3 meses, e desde lá que eu venho pesquisando sobre como ir morar no Canadá, como se fosse a última coisa que eu fosse fazer na terra, mas é isso mesmo, um dia estarei por ai.

  61. Eu devo ter comentado aqui umas duas vezes no máximo.

    Mas com esse pedido tão “ser ou não ser?” do post, eu não podia deixar de vir.

    Sim cara, eu acredito que você “melhora” o nosso dia de alguma forma. O que você faz -- e eu também… apenas escrevendo na internet -- é entretenimento. E você faz bem, tanto aqui quanto no vlog.

    Algumas pessoas te acham meio babaca, e pra mim isso não faz sentido algum. Talvez elas nunca tenham escutado o 99 Vidas.

    E por falar nisso.

    Por favor cara, NUNCA pare de fazer o 99 Vidas. Nem você, nem o Evandro, nem o Bruno e muito menos o Jurandir. Aquilo é uma injeção de felicidade, humor e risadas no nosso dia.

    ps.: Você melhorou meu mês inteiro ao twittar meu texto. De verdade, naquela semana fui passado pra trás mais uma vez e tive que acabar com a minha empresa. =)

    Por isso meu caro, obrigado. Não pare de fazer o que você faz.

  62. Vinícius Moreira says:

    Caro Izzy, eu dizer que o HBDI Ltda mudou algo na minha vida seria bem ousado rs. Mas tenho que admitir que apesar de eu nunca comentar aqui, seus textos, videos, participações no 99vidas, Nerdcast e etc, já me rederam ótimas risadas. E rir é sempre bom né, vira aquele momento do dia q vc esquece dos seus problemas e alivia um pouco a tensão. Fica aí minha deixa e continua com o ótimo trabalho, to sempre torcendo aí por ti.

    Abs e feliz ano novo

  63. Juninho says:

    Se ajuda em alguma coisa, eu comecei a arrumar a minha cama depois que li seu texto a respeito do bunda-sujismo.

  64. Pedro says:

    Vc ajuda sim, obrigado pelo conteúdo. Só não concordo com sua visão religiosa (ou não-religiosa) e os textos afins, mas não é por isso que vou deixar de te respeitar e de ler seus textos, vc excreve muito bem. Parabéns!

  65. AndersonReis says:

    véio, cê me apresentou o gameswin 😀

    hahai, aquela paradinha sobre ciúmes eu já tinha chegado por conta própria, mas foi interessante de ver um posto sumarizando tudo.

    Aquele teu post antigo sobre as mentiras inocentes do brasil me fazem rir sempe, e ainda uso algumas delas (a minha preferida é a da doença de chagas) com alguns amigos europeus que eu tenho

  66. Ancelio says:

    Kid, eu duvido que alguém que faça uso de qualquer material que você produza faça isso unicamente pq não tem nada melhor pra fazer. E mesmo que fizesse, o seu trabalho estaria mudando a vida dessa pessoa, ao menos naquele momento específico, dando uma ocupação pra ela e livrando-a de um momento de completo ócio.
    Não tem pra onde fugir, você mudou sim a nossa vida. Seja por um breve momento ou seja realmente a maneira de pensar, agir e tudo mais.

    Eu não sou, nem de longe, a mesma pessoa desde que te conheci. O meu humor mudou e quando digo em humor não me refiro a eu ser ranzinza antes e hoje ser uma pessoa alegre e de bem com a vida, mas sim a minha maneira de fazer humor. Não consigo mais me imaginar sem as suas dicas de trollbaits, por exemplo, ou até mesmo sem uma infinidade de expressões que você usa quer sejam aqui, no seu canal ou podcast. A minha maneira de falar mudou, de agir e até mesmo pensar.

    Simpatizo muito com tudo o que faz e fala, isso faz com que eu preste mais atenção em tudo e inevitavelmente isso me influencia e muda a minha vida. Posso por vezes não concordar com muito o que diz, mas levo a sua opinião em consideração, pois pra mim as suas palavras possuem credibilidade. Então antes um filme que eu nunca quis ver, um livro que nunca quis ler ou um jogo que nunca quis jogar, talvez eu dê uma chance por causa de você. Posso me arrepender depois, mas quem sabe eu passe a adorar? E isso é uma mudança que você acaba fazendo. Não experimentaria se não fosse por sua causa, sendo assim até certos gostos acabam sendo influenciados.

    Por fim, não posso deixar de mencionar o caso(e eu já comentei isso contigo anteriormente, caso não lembre) da minha ex-namorada que simplesmente viciou nos seus textos quando apresentei pra ela seu livro. Ela devorou em um único dia 13 páginas aqui do site, lendo todos os textos! Sendo que ela mal tem tempo pra conversar comigo as vezes, mas conseguiu tempo(até demais) pra vc! Duvido que isso não tenha mudado nada na vida dela também. Chega a dar uma certa invejinha de ti, meu caro.

    Daria pra passar um dia inteiro falando de pequenos gestos seus que fizeram minha vida mudar e melhorar. Você faz o papel daquele melhor amigo que todo mundo um dia tem(e muitos conseguem manter!) que não importa o que faça, não importa o que aconteça, nós sabemos que ele sempre estará disposto a tornar o nosso dia melhor. E só por ter essa disposição ele já consegue melhorar muito!

    Obrigado por tudo, Kid!

  67. Eu não sou um dos leitores mais assíduos do HBD, comento realmente muito pouco, por motivos que nem mesmo eu saberia dizer.

    Ainda assim, penso que você, Izzy, acharia interessante a quantidade de vezes em que eu cito esse “blogueiro que eu acompanho, que mora no Canadá” durante conversas que tenho offline.

    Talvez você não mude a vida de todos os seus leitores a cada virgula e pontos nos “is”, mas com certeza você apresenta uma capacidade singular que fazer parte das nossas vidas.

    E você consegue atingir um publico muito variado — a sua fama de trollador talvez atraia um grupo que não se interessaria por seus textos se neles você deixasse explícito apenas o seu lado de bom argumentador, de desconstrutor de ideias e conceitos.

    É como se a gente conhecesse você.

    É gratificante perceber que existe um ser humano por trás das palavras, que se preocupa, que é tão apaixonado por suas escolhas que chega a irritar, que se compromete e não tem medo de pegar pesado.

    Eu quero ser escritor, quero produzir conteúdo dentro e fora da internet. Quero viver de inventar. Seria mentira dizer que você não é uma inspiração.

    Você vai voar alto, cara. E a gente vai estar aqui pra ver.

  68. Vinícius says:

    Mudou sim! Aquele seu texto da Herbalife me fez entender como era esse esquema, e sempre acesso aqui e quase nunca comento tambem…mas já aprendi muita coisa com os seus textos, já me diverti, já usei pra pagar de intelectual numa rodinha de amigos tambem haha

    To sempre entrando vendo as atualizações, espero que por mais que a frequência tenha diminuido, sempre continue! Já leio o blog desde 2005 até hoje :p

  69. Nathanael Reges says:

    Bom, eu gosto de conteúdo internetico e você produz conteúdo internetico. Então sim, você melhora a minha vida, ou seja, eu curto o que você faz cara. Se não eu não estaria aqui, simples assim.

  70. IBG says:

    hahaha que pergunta idiota, Kid. É ÓBVIO que vc já me ajudou pra CARALHO! Vc não tem idéia. E eu lembro o efeito que vc teve na minha vida o tempo todo.
    Tenho lido esse blog há uns 4 ou 5 anos. Só recentemente, vc aumentou as minhas notas na faculdade, acabou com a neura idiota que eu tinha na minha relação com uma garota, me ensinou como argumentar, me ensinou um monte de coisa que eu logo repassei pros amigos (aquele texto de quando vc falou daquela mulher no trabalho que todo mundo gostava mas não falava nada foi ótimo)… puta que pariu! O quanto vc tem sido motivação pra deixar de ser preguiçoso! Milhões de levantadas do sofá foram patrocinadas pelo Izzy Nobre e seus textos mostrando o quanto se pode produzir em um dia. Nunca mais reclamei de falta de tempo. Muito pelo contrário, ultimamente tenho apreciado todos os inúmeros tempinhhos livres.
    E isso é só o que eu lembro agora do que o HBD ltda. me influenciou ultimamente. Já fez muito no passado e ainda vai fazer muito no futuro. E já tem mais duas influências guardadinhas pra uso futuro: to planejando fazer um intercâmbio curtinho esse ano, e depois de me formar, talvez morar em outro país. E adivinha quem vai facilitar os meus primeiros dias? E a outra influência vai vir quando eu estiver escrevendo, uma coisa em que ainda tenho que melhorar muito, mas.. quem sabe né? E o seu jeito de escrever é bizarramente foda, se vc quiser fazer uma ida à padaria interessante, vc consegue. São impressionantes tanto as suas narrações quanto dissertações.
    Uma coisa que eu tenho pensado há bastante tempo já: se eu pudesse escolher qualquer pessoa no mundo pra conhecer ou pelo menos passar o dia, seria você. Claro que eu tenho um monte de “ídolo” musical, e até que o Obama deve ser gente boa, mas duvido que eles sejam tão interessantes e muito mais que eles tenham sido tão importantes pra mim do que Israel “Kid” Nobre.
    Sério bróder.
    Os olhos até encheram de água né? Pode falar.
    ÍDOLO!

  71. Vinicius Lira says:

    Senso crítico e bom humor são as qualidades que me motivam a consumir o conteúdo que você produz. Hoje compartilho de varias das suas opiniões que você já expos aqui, sem falar nas ótimas gargalhadas com outros textos, assuntos, vlogs e podcasts. Você é muito talentoso no que diz respeito a escrita, seus textos são muito bons de ler, então não para não cara. Abraço.

  72. Fernando Anelli says:

    Todos os seus textos me fazem rir, é quase como uma coisa cotidiana que eu visito seu site, é sagrado. A maioria dos textos sobre sua vida são muuito legais, principalmente os casos da sua infância. Mas o texto que me ajudou de verdade foi aquele do ciúme que você escreveu há alguns dias atrás… aquele texto mudou minha maneira de pensar e agir de uma forma completa e muito importante!

    Mas além disso, todos os seus textos nos trazem uma importante lição, mesmo aqueles que são apenas informativos… Creio que todos os seus seguidores e pessoas que estão sempre atrás de conteúdo seu, acabam agregando um pouco desse seu jeito e maneira de pensar… quase um estilo de vida. Muito obrigado, e continue com tudo isso! Abraço.

  73. André Lima says:

    Melhorou sim… Deixando mais divertida ao ler os seus textos e assistir seus vídeos… Porém, como já disse uma vez anteriormente, eu curtia bem mais os conteúdos que você produzia mais antigamente (tipo dessa época: http://hbdia.com/sagas-interminaveis/a-epopeia-do-novo-pc/)… Dê uma lida e assista os seus vídeos dessa época e veja como era mais divertido… Entendo que a qualidade editorial era pior e que você evoluiu absurdamente nesse quesito, mas, mesmo assim eu me divertia bem mais com aqueles conteúdos…
    Enfim, de qualquer forma, continuo te acompanhando até hoje em todos os canais (exceto 99vidas que não curto muito), por anos a fio, então, claro que você melhora nossa vida!
    Abraço,
    André Lima

  74. Ana Carolina says:

    Não diria a vida, mas o dia é sempre mais legal quando eu vejo que tem atualização aqui no HBD. (Aliás, parabéns, tô curtindo muito o ritmo de atualização que você tem tido, mesmo com todas o empecilhos que você deve ter.) Apesar de eu não comentar muito (na verdade, quase nunca, acho que se comentei 3 vezes foi muito), esse é o meu blog favorito. Tirando o Jovem Nerd, o HBD é o único site em que entro sempre só pra ver se teve atualização. E, além dos posts engraçados, você também fala (não só por aqui, mas também pelo youtube) de muita coisa de que eu gosto, e tem opiniões muito parecidas com as minhas, e isso é bem legal. Isso sem contar o fato de que eu aprendo muita coisa por aqui, como por exemplo com aquele post “Top 3 métodos de medição mais bizarros”. Tudo bem que em geral são coisas meio inúteis, mas eu sou uma pessoa muito curiosa e gosto pra caralho de aprender essas coisas aleatórias, haha. Enfim, não pense que seu blog é uma perda de tempo, o HBD e os vlogs são muito fodas e com certeza deixam o dia de muita gente mais legal.

  75. stephany says:

    Bom, vc me ajudou várias vezes. Eu pego várias dicas daqui. Tipo o livro q vc comentou faaaaaz tempo “John dies at the end” fiquei louca pra ler. A dica das senhas e dos ponto no e-mail pra não ser hackeado. Ah, várias coisas q eu nem me lembro mais por isso é difícil de listar.
    Gosto tb das histórias da sua vida…q alias por uma delas((aquela do tapete do banheiro)q comecei a visitar seu blog…hehehe
    Enfim…as vezes qndo o dia tá uma merda entro aqui e me distraio um pouco e as vezes saio daqui com algo útil…

  76. Matheus says:

    Com certeza, Izzy, uma coisa muito legal, que me fez refletir muito.. Foi o post que vc fez, em relação a ciumes, possessão.. E eu refleti muito sobre isso. Ve que estava fazendo tudo errado kk. Seus textos são otimos, só tenho agradecer pelo conteúdo! Abraço

  77. Thais says:

    Sim, você melhorou minha vida. Seus conteúdos, além de me fazerem rir quando estou triste, me apresenta coisas novas e um ponto de vista diferente sobre diversos assuntos. Bom, seus textos são ótimos e a forma como você aborda os assuntos também. É isso que me faz vir aqui todos os dias.

  78. É engraçado. Acho que nunca comentei aqui, mas acompanho tuas aventuras desde os mais remotos tempos do HBDia. Lembro-me de ter esbarrado no seu blog por acaso, lá em 2007, num texto chamado “Mulheres e suas Implicâncias” (http://hbdia.com/vida-maldita/mulheres-e-suas-implicancias/ ).
    Na verdade, acho que até já havia lido algum texto teu quando o HBDia ainda era hospedado no Blogspot (se é que já um dia já foi), mas a lembrança não me é clara o suficiente.

    Desde lá, tu (e outras personalidades internéticas) já me influenciaram de várias maneiras.

    O vocabulário e a maneira prolixa de escrever (que eu já tinha, mas não exercia com tanto afinco) foram meio herdados de ti e do Fabião Morróida.

    Comprei uma NERF Maverick por causa de uma video-review tua.

    Cheguei a tentar alimentar um blog de variedades, focando em conteúdo original como o HBDia, mas a correria de faculdade + trabalho não deixou (e eu não tenho tanta força de vontade/tantos seguidores me motivando quanto tu tens).

    Relembrei vários games clássicos da minha infância e até desempoeirei o N64 pra jogar Ocarina of Time quando li um texto teu que citava ele.

    Já economizei uma grana contratando serviços lá no Fiverr quando você fez propaganda aqui, me ajudou um monte.

    E essas são só as situações que me vêm à cabeça agora, mas tem muito mais…

    Portanto, sim, de maneira sutil e discreta, aposto que eu não fui a única pessoa que sofreu influências aqui do HBDia e do conteúdo que você deposita na internet… Pode ir dormir tranquilo com a sensação de dever cumprido, cê merece. ^^

  79. Felipe Leonidas says:

    Bem, acho que de várias formas, mudou sim pra melhor.

  80. Yago says:

    Sempre que eu fico mal por alguma coisa a primeira coisa que eu faço é entrar no hoje é uma bundinha e ver se tem algum post novo pra me distrair.

  81. Hélio Magno says:

    Voce me fez criar um blog e me fez mais applemaniaco.
    de um lado bom, e por outro lado ruim.

  82. Kassiano says:

    Eu conheci seu blog atravez do seu livro ! Acho que alguem tuitou o link do livro, que na epoca era só o primeiro capitulo e no livro eu vi o link do blog, como eu tinha achado o conteudo do livro muito bom eu resolvi acessar esse tal blog, e cara com toda certeza é o melhor blog que eu conheço, as vezes to aqui sem fazer nada e leio algum texto aleatório, ou simplesmente releio algum texto genial, tipo aquele que fala do seu primeiro emprego. Engraçado que quando eu conheci o blog tbm comecei a te seguir no twitter, ai uma vez vc postou que a nintendo deveria fazer seus jogos pra ios, eu achei aquilo um absurdo, e dei unfollow ! Mas continuei acessando o blog, tempos depois eu voltei a seguir no twitter, pensei : o cara é doido mas seria legal eu seguir ele porque ficarei sabendo das novidades do blog”, e assim é. Hdbtv : devo ter visto uns 2 só, prefiro textos, vlogs tem de montes mas textos bem escritos não.
    É isso, kid, izzy ou simplesmente o doido que quer jogar mario no iphone, esse é meu feedback sobre suas atividades na internet.

    Att.

  83. j pedro says:

    o hbd me fez ler bem mais

    valeu kid

  84. j pedro says:

    e sempre lendo algo aqui da uma melhorada no dia sim e os textos ficam na memoria

  85. Ei Kid…

    Normalmente gosto de fazer uns comentários mais longos, mas como tá desconfortavelmente frio para caralho aqui (porque o aquecimento daqui ta oscilando e a janela, quebrada)vo tentar fazer algo mais resumido.
    Se você já melhorou minha vida de alguma forma? Falando de conforto, como um perfeito Hobbit, você me orientou para o que eu considero uma das minhas melhores compras, que seria o Kobo Touch que você tanto falou e resenhou. Como leitor ávido de conteúdo nerd e literatura, achava horrível depender da demanda de uma livraria para pegar qualquer livro. Já tava pendendo para algum eReader, provavelmente compraria um Kindle, justamente pelo nome, nem sabendo nada das suas ferramentas. Com você comentando tão bem sobre o Kobo Touch, acabei por comprá-lo, principalmente por causa do eInk.
    Se você ja melhorou algum dia meu? Seus textos (em parte, hahaha) são sensacionais, cara… Já ri muito com eles, e alguns me fizeram pensar pra caralho…

    Enfim queria dizer que teu blog é um que admiro e levo muito em consideração. Parabéns pela tua dedicação nesse ano de 2013, atualizando esse site como louco 😀

    Ah! E obrigado por melhorar meu dia com seu texto sobre Auld Lang Syne. Para alguém como eu, que está começando uma vida também no estrangeiro, esse texto fez muito sentido, me identificando com muita coisa nele.

    Um abraço aí, SuperKid

    P.S.: Falei que ia tentar resumir, mas acho que me empolguei um pouco, haha…

  86. Caio says:

    Já perdi as contas de dicas preciosas que você deu por aqui e me foram muito úteis. Jogos diversos, livros bons e filmes também.

    Sem contar as risadas com as várias histórias hilárias que você conta ao longo dos anos.

    Acompanho o blog há uns 3 anos e pelo menos 1x na semana eu dou uma entrada para ver as novidades.

  87. Vinicius Gomes says:

    Cara, hoje eu tava num consultório médico aguardando atendimento, nervoso pra caralho, e fui ler teu livro no iPad até ser chamado. Fiquei rindo feito um maluco, o povo olhando pra minha cara, e eu idealizando a cena do teu resgate no quarto depois de cair da cama. Lógico que amenizou o nervosismo e fiquei mais de boa. Siga com esse trabalho, velho.

    Outra coisa que me marcou foi tua simplicidade. Tive o prazer de trocar uma ideia contigo no Desencontro 2012, a gente conversou sobre teu vôo, que tinha sido foda, com chuva e tals…a partir daí passei a te admirar ainda mais.

  88. Catarina says:

    Pô Izzy, mas é claro! Ainda que eu não faça parte do público alvo do blog (tenho 15 anos e sou uma garota), o HBD é muito especial pra mim. Já aprendi bastante por aqui, além de rir horrores com seus textos.
    Lembro bem quando o HBD foi “deletado”, fiquei desesperada! Como é que ia ser minha vida sem seus textos pra alegrar meus dias, nem que fosse só um pouquinho.
    Eu espero, de coração, que você nunca deixe de escrever. Você faz diferença na vida de muita gente. 😀

  89. Patrick says:

    Acho q seria interessante vc saber como conheci seu trabalho e q faco parte do time q nunca comentou por aqui , antes de conhecer seu blog ou seus videos conheci vc basicamente , em um daqueles dia tedioso salvos ouvindo MRG e jogando doom quando em um ep ouvi o nome sendo apresentado “Izzy Nobre!” automaticamente pensei ” conheco esse nome,eh aquele babaca do twitter com uma foto do mario , tanta gente pro MRG chamar e chamam esse imbecil ” e ficou por isso mesmo, acabei esquecendo meu mini rage ouvindo outros eps.
    Alguns meses depois esbarrei num video teu nao lembro exatamente qual ,curti,porem o sentimento hater contra sua pessoa se mostrou presente e acabou afrouxando um pouco logo q foi um bom video e como eh meu padrao quando descubro algum conteudo novo entrei no seu canal e assisti mais 1 ou 2 ,logo apos isso baixei o teu livro e achei q leria umas 10 paginas e abandonaria , devo dizer q li ele inteiro sem pausas , essa era uma epoca da minha vida em que a preucupacao ownava tudo e aos poucos as visitas diarias ao blog foi tornando tudo mais facil de uma certa forma e desde entao entro aqui todo santo dia em busca de uma pausa no tedio ou ate mesmo uma inspiracao
    kid, caso leia isso releve a falta de acentos e de cedilhas , meu teclado infelizmente nao os tem 😀

    abraco

  90. guilherme pinheiro says:

    Izzy, eu cheguei ao seu site graças ao texto do sobre o facebook, no ano de 2011, não faz muito tempo, mas sim você mudou a minha vida, eu tomei vergonha na cara e vi que não poderia ficar dizendo ‘feice’ e tals hauah
    aprendi coisas sobre a cultura norte-americana, vi sua guinchocam ao vivo e na integra, cara era uma segunda-feira e você juntou muitos views numa camera filmando um carro parado. aprendi a dar valor as coisas mais simples a prestar atenção nos outros, outro dia mesmo você postou um texto sobre elogiar as pessoas e tals, e eu não fico te elogiando porque se não tu ia confundir com assédio, mas caras seus videos são foda, seus tweets, o livro, meu tu escreveu um livro, vai lançar outro, mora no canadá, tem uma mulher engraçada demais, você provou que é possivel fazer amigos através da internet e encontra-los pessoalmente(quando tu vem ao desencontro) meu na boa você pode até ter falhas de caráter ou fazer coisas erradas, mas os seus ‘acertos’ compensam tudo isso, e eu vou parar por aqui porque senão vai ficar uma biblia. abraço cara. e quem não quer pagar 3 dólares no seu livro, foda-se eles, tenho certeza que os 500 que você almeja vender tu vai conseguir.

  91. leopas says:

    sim,sempre que venho aqui no site,esqueço dos problemas por uns 5 minutos.vale apena,me identifico com a maioria dos posts da sua infancia nerd.e acho suas resenhas de livros/jogos/filmes muito interessantes,e gosto tbm das suas historias de cidadao canadense

  92. Ilton Alberto Junior says:

    Amg Kid, sim. Você melhorou minha vida sim, agradeço muito a você!

    Te acompanho desde 2008, salvo engano. Já tinha ouvido falar de ti antes, mas não lia nada. Pasei a ler vários textos, acompanhando sua evolução e sua vida como de alguem muito próximo de mim, um irmão.

    Aprendi várias coisas. Textos como o do relacionamento a distância, na qual mesmo lendo, insisti uma vez e acabei me fodendo. Me senti como se tu risse da minha cara, falando “eu avisei!”. Ri muito, textos das merdas que acontecia contigo. E suas listas são muito boas, já usei várias em mesas de bar pra conversar com a galera.

    Te acompanho no twitter desde 2009, se não me engano. Sempre vejo seus tweets e comento lá contigo. Já falei muito de ti pra pessoas de fora, muita gente me pergunta “mas viu, quem é esse seu amigo do Canadá que tu fala tanto?”.

    Enfim Kid, tu me marcou sim. Gostaria de um dia te cumprimentar pessoalmente e agradecer a tudo. Tu nem deve saber quem sou, mas te considero um amigo próximo. Obrigado a tudo!

  93. Lucas says:

    Sim Izzy, acompanho o HBD desde quando era somente um blog com boas histórias e sempre entro aqui a procura de uma história/recomendação, alguns textos que de certa forma interferiu na minha vida são o do “bunda-sujismo” e o do “mensalão pessoal” ambos fizeram eu refletir sobre meus atos e me ajudaram a me tornar uma pessoa melhor, quanto as recomendações eu jogo praticamente todo dia um jogo no meu iPhone: Pocket Planes, joguinho viciante que conheci aqui, sem contar as boas risadas com história de cocô no tapete a idas em baladas GLS, continue esse ótimo trabalho em alegrar meu dia um pouquinho por muito tempo.
    Att. Lucas Gustavo

  94. Flavio says:

    Você me deu muitas dicas de iPhone, incluindo a Mophie, jogos e como utilizar o aparelho do melhor modo. Além disso, explicou alguns detalhes da cultura de Calgary e ensinou a mensurar o valor pago em um jogo. Ah, dou muitas risadas da sua visão do cotidiano. Obrigado e abraços!

  95. Sim Kid, você acrescenta algo na vida das pessoas. Continue com o bom trabalho !

    Eu costumo dizer que atualizo meu blog para retribuir a internet tudo aquilo que ela me dá. Pois a internet é feita de pessoas compartilhando conhecimento. Se elas deixarem de fazer isso, não tem internet. Abs!

  96. Pedro says:

    Na minha opinião o que realmente nos melhora é a junção dos conselhos que você da, querendo ou não, nos textos, nos vídeos e no podcast. Você também nos enriquece culturalmente com suas indicações de livros, jogos, filmes, vídeos, podcasts e mais coisas. Sim você melhora nosso dia de forma um tanto substituível para alguns mas eu não tiraria o hbdia dos meus favoritos, pois foi esse site e os seus textos que me fizeram ler na internet.
    Muito obrigado por gastar seu tempo nisso.

  97. Algust21 says:

    Seu site é ótimo, kid! Me faz rir de verdade..!

    No começo, vinha aqui pelas piadas. Hoje, depois de alguns anos, já sou cercado por uma certa nostalgia sem sentido.

    Bom ano e continue produzindo!

  98. Algust21 says:

    obs: Sinto falta dos joguinhos iOS da semana!

  99. Bibiana Souza says:

    Oi Izzy, como vai? Comecei a acompanhar o seu blog/canal do youtube faz pouco tempo e ele (ou melhor, você) já me ajudou bastante! Estou entrando no terceiro ano do ensino médio aqui no Brasil e sinto toda aquela pressão do vestibular, ainda mais que quero medicina e sempre fui um ótimo exemplo de preguiça e protelação. Mas esse ano decidi que tenho que levar mais a sério e as suas dicas do site da Khan Academy e dos Flashcards estão sendo realmente muito úteis. Adoro como o seu vlog tem posts engraçados e divertidos mas também tem posts com conteúdo. Junte isso com as risadas que dou vendo seus vídeos e meu dia já fica bem melhor. Continue com o bom trabalho, abraços 😀

  100. Não diria que melhorou, mas diria que mudou um pouco, assim como a internet em geral. Muitas pessoas, no Twitter especialmente, sempre tweetam coisas que me fazem pensar e mudar, mesmo que isso aparente que eu seja muito manipulável.

    No seu caso, a mais impactante mudança que você me trouxe foi a motivação que você me deu pra criar um blog (que inclusive, está linkado). No final de 2010 você disse “crie um blog e escreva qualquer bobagem”, ou algo do tipo. Fiz isso e faço até hoje. E até agora tem sido uma experiência muito agradável. Também você me deu a ideia de criar um site da minha escola, quando você mencionou que fez o mesmo com a sua, e que foi suspenso… bom, no meu caso, eu fiz e fui EXPULSO HAHEHAHAEHA mas isso é outra história.

    Abraços, Kid!

  101. Rômulo Filho says:

    Izzy,
    Eu poderia citar aqui milhares de vezes que algum post ou video seu mudou algo no meu dia/vida, varias coisas que aprendi etc. Mas mas o que realmente marcou minha vida foi um post muito recente seu, aquele sobre o Auld Lang Syne (http://hbdia.com/vida-maldita/auld-lang-syne-como-uma-tradicao-gringa-de-ano-novo-virou-a-minha-tradicao/). Nesse exato momento da minha vida, estou passando por uma grande mudança, apesar de não ser tão grande como mudar de cidade ou de país, para mim é muito importante, e esse seu texto me ajudou bastante a entender que mesmo com grandes mudanças aquilo que passou e foi bom foca na memória, os amigos que eu fiz vão ficar sempre comigo, não importa onde eu me encontre. E esse seu texto realmente ajudou muito a entender isso. Então eu só queria agradecer por tudo que você já fez e espero continuar vendo muito conteúdo novo no HBD, no canal do YouTube, no 99vidas etc. Isso ai izzy, valeu mesmo, abraço!

  102. Tatazete says:

    Voce deu boas dicas sobre o Canada, antes de eu vir pra ca estudar pelo Ciencia Sem Fronteiras.. Eu tentei ir pra Calgary, mas ai me alocaram em Victoria :/
    Espero conhecer Calgary um dia.. Ou se um dia voce vier pra Vancouver/Victoria, quero tirar uma foto com voce e com a Bebba, posso ? 😀

  103. João Filipe says:

    Bom, estou nese exato momento na praia e aqui alem de so chover, a internet e horrível , so abre texto. Entao to passando o tempo aqui lendo os textos da pagina 140 em diante. As vezes pego da meia noite e fico ate as 4 da manha lendo.

  104. henrique says:

    Vc já tirou o tédio de muita gente. Tipo é muito legal ver um video ou um post novo em um dia ruim, acaba melhorando muito o dia 🙂

  105. Dyla Cardoso says:

    Fala Izzy, blz?
    Comecei a acompanhar o seu trabalho a pouco tempo, mas to achando otimos os seus textos e videos… sempre me anima!
    Essa coisa de gerar conteudo da muito trabalho, então acho justo elogiar quem faz. Todo esforço pra alegrar os outros é um gesto bonito!

  106. Cesar says:

    Claro q sim izzy! Dos mais simples(como aquele site de jogos antigos) ate os mais bolado(vide bunda-sujismo) vc melhora a vida dos menos afortunados ! Eu queria mais trolladas suas nesse 2013!

  107. Wesley says:

    Se mudou a minha vida eu não sei, mas TODOS os dias eu não saio mais de casa sem arrumar a minha cama depois de ler o seu texto sobre bunda-sugismo (É com G ou J? foda-se)

  108. Gustavo says:

    Porra Kid, já ajudou em muita coisa. Seja com recomendações de sites, apps, leituras etc. Uso o Khan Academy e o Wolfram Alpha pra caramba e conheci graças a você. Além de curtir pra caramba seus textos e vídeos também, que, de uma maneira ou outra, realmente, tornam o dia um pouco melhor.
    Então continue sendo o nerd que atualiza o site. Obrigado.

  109. Gustavo says:

    Melhora sim. Além conseguir me entreter cada vez que entro aqui, são lendo os seus textos que me dá cada vez mais vontade de escrever algum livro ou blog (ou uma merda do tipo) no futuro, já que sua combinação de humor com assuntos do cotidiano é sensacional. Aliás, já que toquei no assunto: eu vejo seus vídeos, li o seu livro, escuto alguns podcasts do 99 vidas e entro no site diariamente, e se eu tivesse que escolher um apenas para continuar fazendo seria ler os seus textos -- para mim (e acredito que para mais gente também), são a melhor coisa que você produz.

    Abraços e obrigado por tudo até agora

  110. Mohamad says:

    Well, eu comprei meu iphone por grande influência sua. Claro que não foi o único motivo, mas você deu uma ajudinha com as suas constantes divagações sobre como o aparelho é maravilhoso. Alguns de seus textos ficaram marcados na memória também…Enfim, pare de ser inseguro, e tenha a certeza de que tu fazes a diferença na vida de uma boa quantidade de internautas…

  111. Vinicius says:

    Bem, ajudou sim… Em várias coisas, de ver as coisas de um modo diferente. Por exemplo, quando você falou dos contras de comprar produtos de outros países para não pagar impostos. Te conheci através de um like do Cauê Moura, no vídeo que você falou sobre as brincadeiras violentas quando você era criança; e puta que o pariu, eu ri pra caralho mesmo mano!

    Um outro ponto fundamental, de algum modo você me motivou a ler mais livros. Você falou/fala tanto de livros que eu acabei comprando e lendo mais, o que na minha opinião é um costume de extrema importância para formação como ser humano. Aproveitando este tema, ajudou também na forma de estudo, naquele vídeo que você fez sobre os flashcards, que me ajudou bastante, minhas notas tiveram um aumento absurdo depois daquilo, e sou muito grato.

    Sobre as panty droppers também, já sei tocar violão, mas aquilo me deu mais motivo ainda para levar mais a sério o negócio, porque sei que é verídico!

    Bom, por último, os Engrish Challenge, que me esclareceu muitas dúvidas das quais eu tinha, e me incentivou a estudar mais inglês do que eu costumava.

    A propósito, me divirto muito com a Bebba fazendo o Portuguese Challenge!

    Abraços!

  112. Pedro Mota says:

    Sim , e muito.
    Acha que não? Leia seus próprios textos, ouvindo jazz no busão, você vai ficar impressionado.

  113. Rafael says:

    Cara, de alguma forma mudou sim.
    Eu te “descobri” na internet de uma forma muito bizarra. Eu tava vendo um video no youtube de uma loja de câmeras aí de Calgary, que é o /thecamerastoretv
    e eu achei a cidade muito bonita. Entrei no site deles e vi que era de Calgary e comecei a pesquisar sobre a cidade e a vida no canada.
    Daí um amigo meu disse que acompanhava um maluco no twitter e youtube que morava nessa cidade. Depois eu vi todos os seus vídeos. Tava de férias e cheio de nada pra fazer haha

    Uma coisa que eu acho que mudou em mim, foi o fato de sempre querer melhorar a qualidade das coisas que eu faço. Eu acho chato pra caralho quando tu bota na edição dos vídeos as resmungadas sobre reflexo na lente do óculos, ou falta de foco da câmera. Mas no fim das contas isso só mostra como é importante essa auto análise.

    E a tua relação com a Bebba eu achei muito parecida com a que eu tenho com a minha namorada. Pelo companheirismo, e bom-humor no relacionamento. Até desencanei de ciúmes bestas por causa do texto que tu colocou.

    Enfim, a mudança que tu proporciona pros outros é uma espécie de “gatilho”. Tu mostra no teu cotidiano alguma coisa, e as pessoas que quiserem seguir um exemplo positivo irão absorver aquilo.

    aposto que nem vai ler isso, enfim

    abraço!

  114. André Abreu says:

    Seus textos me trouxeram inspiração à prática do canibalismo.

    Brincadeira, acompanho vc desde os tempos do fhbdia, nunca fui um usuário muito assíduo do fórum, mas sempre acompanhei seus textos.

    Não faço a mínima ideia como cai aqui. Mas na época lembro que os usuários faziam homenagem a Marimoon em suas respectivas assinaturas, foi por volta de 2005/06, realmente não lembro.

    Classifico seu humor com um humor ácido equilibrado. Tem humor que se torna desagradável quando tenta ser ácido, o seu sempre eu tive afinidade, sempre apreciei.

    Abraço.

  115. Fernanda says:

    Já tive várias tardes que seriam sem graça se eu não estivesse lendo alguma experiência sua relatada aqui no blog rs. Além disso, podemos dizer que eu já argumentei algumas vezes com informações que li no blog… Às vezes você diz algo até pequeno como o fato das pessoas não atravessarem fora da faixa de pedestres aí no Canadá e isso torna-se um dado interessante para minhas conversas futuras. Já até comentei algumas dessas curiosidades numa aula de Filosofia e rendeu bastante haha

    Não me identifico com todos os posts, mas sempre dou uma olhada no conteúdo novo para saber qual é o assunto! Devo ler o Hbdia (que eu sei que não é a sua forma preferida para se referir ao site haha) há uns dois anos e é inevitável que ele não contribua para minha vida. Inclusive comecei a ler o blog devido alguns posts sobre ateísmo que, junto a outros meios, foram bem úteis para assegurar minha posição sobre isso, até porque eu nunca tive alguém próximo com uma visão que me esclarecesse certos fatos.

    Enfim… Sim, você já melhorou a minha vida de algumas formas! 🙂

  116. Fernanda says:

    Não sei se eu já comentei isso aqui, mas logo que eu comecei a assistir os vídeos comecei também a ler os posts com a sua voz haha E na época que eu lia bastante o blog eu já tive algumas vezes sensação de estar escrevendo seguindo o seu estilo de escrita… Não sei explicar isso direito rs

    Com essa capacidade de influência daria você um pastor em potencial? rs

  117. Gabriel Leite says:

    Com certeza!! Toda vez que tem um texto novo no site, meu dia fica mais alegre =)

  118. Gerry Duarte says:

    Olá!

    Eu descobri meio aleatoriamente. Pretendo sair do brasil e colocava no google sobre diferenças culturais e tal. E me deparei com seu texto sobre as 11 diferenças… Li mais alguma coisa e quando fui ver.

    Eu tinha voltado da primeira pagina do blog e voltando tudo. Curioso ver como você cresceu. Me sentia vendo um seriado, tipo doug funny e tal. Se bem que como tem mais flashbacks, não lembro de um que se baseie nisso (o mais próximo seria Todo mundo odeia o Chris).

    Mas enfim. Sou professor de artes e muitos textos me deram ideias pra aulas. Os de pilantragem, resenhas e filosofias. Só não acompanho a parte de jogos e os gagets apenas por curiosidade, Brasil sabe como essas coisas são caras e invisto meu suado dinheiro em outras coisas pra entretenimento (livros, principalmente de RPG)

    Acho muito legal quando fala sobe a cultura do Canadá. Foi o que me decidi. Mas isso quando fizer 30 anos (tenho 25). Aí me mudo, mas antes ainda quero visitar e tudo o mais. Ver como eu poderia ministrar aulas de arte (minha vantagem é saber bastante e ensinar satisfatoriamente, musica, dança, teatro e desenho. Se aqui num sistema precario faço milagres, fico imaginando num país que ao me me parece, trata melhor a educação.

    Quem sabe daqui há alguns anos nos tornemos vizinhos de cidade. Conterrâneos já somos, também vim do nordeste, Fortaleza/CE pra ser mais específico.

    E sim, todo dia entro aqui esperando um texto novo.

    Continue com seu trabalho que está ótimo!

  119. João says:

    Nunca tive o habito de ler. Comecei a ler seus textos, e sites que você recomendou como o puxa cachorra, e o do rob gordon, e isso me deu vontade de começar a ler. Essa semana comprei meu primeiro livro, e pretendo ler outros livros esse ano. Acredito que eu nunca compraria um livro se não tivesse seus textos como estímulo.

  120. igor s. says:

    eu acredito q sim, kid provavelmente melhorou alguns momentos na minha vida no decorrer do tempo q eu acompanho os posts dele.

    eu encontrei o hbdia quando o izzy nobre ainda era o kid, um cara recém mudado pro canadá, quando eu buscava informações sobre imigração ao canadá -- isso há mais de seis ou sete anos atrás, porque no fim das contas acabei migrnado pra outro país, na ásia. quando o kid escrevia sobre suas peripécias nos empregos que ele teve, sendo atração de halloween, sendo segurança vagabundo de tribunal, sendo troll astuto, fazendo reviews de gadgets que nem existem mais, -- como aquele multimídia de 7″ q fazia tudo q ele queria -- foi bem divertido de ler, alguns outros posts além de diversão trouxeram um pouco de reflexão ou mostraram um outro ponto de vista, mas na maioria das vezes era mais a concordância porque minha opiniões não diferiam muito do kid.

    eu sempre voltava procurando algum causo ou situação divertida de ler, e isso melhorava meu humor -- não q ele fosse ruim. lembro dos momentos também q o kid ficou meio sumido dos posts, depois ficou sumido dos vídeos, mas agora acho que você está no seu melhor momento, agora que encontrou motivação e meios pra fazer o que você gosta e o que a gente gosta mais ainda de ler e assistir, na minha opinião.

    continue com essa paixão, que a gente sempre agradece o seu empenho -- mesmo eu tendo comentado pouquíssimas vezes por aqui, mas apoio dando like e assistindo todos seus yt vídeos.

    tenho 25, e tenho uma opinião sobre o seu segundo vídeo do “bora jogar”: acho q você não deveria usar a mesma imagem que usou pro seu livro, poderia criar uma outra imagem ou pedir pra algum leitor que puder coloborar, eu achei meio estranho aquela imagem associada ao livro e a condição de imigrante no começo de um vídeo de jogos antigos.

  121. kra, tirando as varias risadas que vc ja me proporcionou, vc tambem ja me ajudou a estudar com aquelas paradas de flashcards e musou mais uma vez no inicio desse texto, emfim, vou enviar essa msg pra voce no twitter e vou estudar obrigado.

  122. Wilson says:

    Oi Izzy,
    Eu comentei isso mesmo a pouco tempo num post mais antigo seu comemorando os 10 anos do blog, dizendo que conheci o blog a pouco tempo (em dezembro de 2012) e que a sua história se mostrou um exemplo de vida (pra mim, claro): o fato de você ser um brasileiro nerd e ter se dado bem aí e que isso é meu sonho, etc etc…

    O que você mudou na minha vida? Pra mim, nesse exato momento da minha vida, ter encontrado o seu blog, e outro fato que aconteceu recentemente, representou muito no rumo que eu vou tomar daqui pra frente. Deixa eu ver se eu consigo explicar… Tás ligado quando você tá vivendo a sua vida meio que sem saber o que você quer no momento? Pronto. Era mais ou menos isso… Tava sem motivação nenhuma… Meu curso na universidade tá uma merda, tudo tava uma merda… Mas depois que eu li alguns dos seus textos do blog e vi alguns dos seus vídeos do canal no Youtube, eu juntei todas as minhas forças e vou seguir um sonho meu, que tava meio escanteado, vou sair pra morar fora do Brasil. Ao menos vou tentar isso…

    E sobre o seu trabalho aqui na internet, primeiro: seu blog é muito divertido e é “real”. Você conta como as coisas acontecem na prática e de maneira sincera (e didática, como você disse). E isso é o seu diferencial pô. Eu leio muita coisa na internet e é muito difícil encontrar as coisas assim da maneira que você se expressa. Porque você diz o que acha mesmo, e não é aquela coisa “maquiada” e tal, e o principal, você mostra. E segundo: acredito que você já tenha mudado a vida de muita gente aqui também, como dá pra se ver nos comentários anteriores. Então continua essa porra doido… 😀

    Abraço aí e boa sorte!

  123. Glória says:

    bom, esse eh meu primeiro comentario aqui no blog. primeiramente queria te esclarescer q eu soh leio o blog e te sigo no twitter, e nem mexo mto no twiter, do vlog eu soh vi um ou dois videos, n q eu n goste, mas eh q eu acesso pelo celular, entao prefiro ler. eu comecei a ler o blog pq meu namorado le e sempre tinha um comentario legal p fazer, hje sou eu quem faço os comentarios. entao, tu faz sim diferença na minha vida, cada post d um jeito, d um certo angulo, sempre melhora, tu sempre me da algo d bom, e eu gosto mto do jeito como tu escreve, da gosto d ler. e eh legal saber da tua vida, q apezar d tdas as merdas tu tah bem e feliz c a bebba e conquistando teus objetivos. eh como se tu fosse um amigo distante q as vezes vem me contar como tah a tua vida e q tu viu algo interessante q talvez eu goste. tu faz bem pro meu dia a dia, sempre com uma dica util uma historia engraçada. enfim, eu gosto mto d ti e do blog, agora q comprei fones d ouvidos decentes passarei a ver o vlog e espero q tu continue nos fazendo felizes e, principalmente, sendo feliz. bjs

  124. Bruno says:

    Mas aí, minha chance de retribuir!

    Eu sou um seguidor relativamente novo aqui no site. Tenho acompanhado o 99vidas desde a edição 2X, e há aproximadamente um mês comecei a ver seus vídeos e ler um pouco do HBDia, mas eu posso dizer sim que você teve um efeito positivo na minha vida.

    Além dos textos engraçados, das situações do seu trabalho em que eu me senti vingado (como eu também trabalho no comércio, sempre tive vontade de esfregar na cara do cliente que ele sempre está errado, mas nunca tive oportunidade) e dos momentos de descontração, existe ainda uma vertente nova e especial em relação aos seus vídeos, que aborda o conceito de “living vicariously”. Acredito que você conheça essa expressão, e eu posso dizer que, através dos teus vídeos, eu tenho vivido uma outra vida que eu gostaria de estar vivendo no momento, mas que, por motivos maiores, não me é permitida por enquanto.

    Eu acho que é essa a grande diferença do teu site, saca? Ao invés de salvar a humanidade através de fervorosas discussões acerca dos direitos humanos, você possibilita que cada um identifique em seus textos e vídeos pequenos pontos que ressoam profundamente na personalidade de cada um, detalhes que muitas vezes passam batidos mas que trazem à tona sentimentos até mesmo esquecidos. E é através das pequenas mudanças que as pessoas conseguem efetivamente melhorar suas vidas de forma permamente.

    Continue se esforçando que eu tenho certeza que vale a pena sim!

  125. Lucas says:

    Izzy, falo por mim quando digo que me divirto bastante com seus posts, vídeos e tweets. E pode ter certeza que você melhora nossas vidas sim, principalmente com suas experiências de vida aí no Canadá. Seu texto sobre ciúmes me fez ver os relacionamentos sobre um novo ângulo, me ajudou bastante. Continue esse ótimo trabalho. Abraços.

  126. Rick (@RickZuera) says:

    Me tornei ateu devido a reflexão que surgiu após ler seus textos e tuítes. Obrigado de verdade!

  127. Bruno - RJ says:

    Segui seu conselho nesse post (http://hbdia.com/essa-internerd/ja-que-tamos-falando-de-velharias/) e valeu a pena 🙂

  128. Dayane says:

    You just did.

    “Aê negada. Já tão fazendo um 2013 diferente, ou tá no mesmo acorda-vai pro computador-bate uma punhetinha-dorme de sempre?”

    Bye bye, vou estudar. <3

  129. Bruno Cruz says:

    Viva Izzy. Desde que comecei a seguir-te no teu vlog, fiquei como viciado nas tuas paródias, nos teus relatos de simples acontecimentos que se passam contigo, relatos da tua infância que me leva de viagem à minha e principalmente, para mim, as tuas discrições do teu quotidiano aí no Canadá. Quanto a esta última questão, eu acho muito porreiro saber mais sobre um outro País completamente desconhecido para mim, sendo eu português. Como sou um tipo curioso quanto aos costumes de outros povos, eu estou sempre à cuca para ver se há novidades no teu repertório na internet. E há pouco tempo, passei a visitar o teu blog regularmente.
    É obvio que as tuas maluquices, como a tua maneira de descrever qualquer situação tornam o meu dia mais alegre, mas por outro lado, a tua partilha de conhecimento relativo ao Canadá me torna um indivíduo mais culto e isso dá para dar de uma de inteligente no seio dos meus amigos e familiares!
    O que eu gosto mais de ver nos teus blogs/vlogs é mesmo a maneira como descreves qualquer situação, sempre com alegria e maluquice ao barulho, mas sempre assertivo. Como exemplo, a tua história de teres cagado no chão do teu WC!
    Um único reparo, deixei de te seguir no twiter porque é um local onde tu divagas muito, o que torna difícil seguir, quando não se vai ao twiter regularmente. No entanto, aquela rede social não foi feita para partilhar textos assertivos quanto a um assunto…
    Puto, espero que continues na tua senda, de modo a alegrares o dia a muita gente!
    Um abraço do outro lado do Atlântico!

  130. P Gesse says:

    Faz uns 06 anos que vez e outra retorno ao site e diminui o intervalo entre as postagens com elementos importantes no meu cotidiano, nas minhas racionalizações, etc., Hoje posso afirmar, vez e outra são os seus textos que afixo no meu mural lá no FB. Agradecido e sempre prestigiarei conteúdo relevante e inédito, fico deveras entristecido com a simples propagação de doutrinas, gente destilando ódio como se não houvesse mais roupas p’ra lavar…

  131. erik says:

    fazem exatos dois anos que eu comecei a ler por aqui com frequência, e sim, tu faz o dia melhor, da aquela moral num dia de tédio ou noite de insonia haha gosto de conhecer a história de vida das pessoas em geral, e teu blog faz isso de uma forma sensacional kkkk abraços

  132. Conrado says:

    Há alguns anos atrás quando eu li no trabalho você dizendo que o Ademir de Arari saia mais do ritmo que o Muhammad Ali batendo punheta, tive a certeza de ter achado um blog pra ler por toda a vida.

    Trabalho na área de TI e sou meio chato pra ler coisas na internet (tirando sites de notícias), mas o seu é o ÚNICO que eu leio com frequência. Minto, leio também o sombrasnacaverna.blogspot.com, mas o cara demora bastante pra postar (apesar dos posts serem fodas).

    No mais, tenho a mesma idade que você e tive uma infância bastante similar aqui em Natal, portanto, continue com esta merda, a gente se sente muito melhor depois de passar por aqui.

  133. jairo_eudes says:

    Ja fez meu dia melhor sim, tipo ontem qdo retuitou um comentario meu ^^. Alem dos textos fodasticos sobre sua infancia, sobre a loja e os videos ( Principalmente os com a Bebba \o)

  134. André says:

    Se deixar o alguns minutos do meu dia menos chato é “melhorar” a minha vida, sim.

  135. Thiago Bosco da Silva says:

    Cara, acompanhar o seu site me fez abrir a cabeça para muitas situações diferentes. Te acompanho desde 2006 (se não me engano) e muita coisa aqui já melhorou o meu dia e por ser um leitor assíduo, da pra dizer que nesses mais de 6 anos você mudou a minha vida varias vezes.
    Por mais estranho que pareça, te considero um amigo, por achar que temos muitas passagens de vida parecidas (histórias de escola, amizades, família…) além do que ouvir o 99Vidas me enche de saudade da infância.

  136. Jefferson says:

    Kid, voce é uma das pessoas que mais melhoraram a forma como eu vivo, como por exemplo no texto sobre gastar dinheiro com comida, eu como bom gordo sempre sinto fome e guardava o dinheiro pra comprar alguma outra coisa e agora não, eu como sem ao nem pensar duas vezes.Outra coisa que mudou bastante também foi com o seu texto sobre elogiar as pessoas, depois que eu li esse texto eu comecei a falar o que eu sinto pras pessoas, falar como é bom ter aquelas pessoas como amigos, falar como uma pessoa é legal, o quanto uma pessoa é importante e coisas do tipo. Também tirei uma própria “filosofia” desse texto, a de agradecer sempre que possivel, por mais minima que seja o que a pessoa vez por mim eu procuro agradecer. Outro ponto que voce melhorou minha vida foi pelos seus tweets sobre medicina que me fizeram querer seguir a careira de médico daqui a alguns anos, quando eu me formar no ensino médio, seus tweets me despertaram uma curiosidade no tema e uma vontade de ajudar as pessoas.Obrigado Kid por ser uma das pessoas que melhoraram minha vida,de apenas 15 anos, em muitos aspectos. Valeu!

  137. Elis says:

    Não vou me alongar nesse assunto. Você tornou minha vida melhor muitas vezes. Suas indicações de livros, filmes, programas são ótimas, fonte de imensa diversão pra mim e meus amigos a quem apresentei o site. Desde que conheci o site, nos idos de 2006, me alegro por estar aqui.
    Seu site me faz bem sim, sempre.

  138. Bruno says:

    Me mostrou que não era só eu que achava as comunidades dos “Guerreiros da Real” um monte de asneiras…

  139. Jessica Froes says:

    Você já fez e faz diferença na minha vida sim ^^!
    Me lembro quando vc perdeu o emprego e ficou desesperado e depois viu que não era o fim do mundo, quando passei pela mesma situação, me lembrei do seu exemplo e do quanto você progrediu com isso e tentei fazer o mesmo. Deixei de ficar acomodada com as coisas e passei a lutar por mais. Torci muito por você e pela Bebba no casamento e me lembrei do meu dia e desejei que o de vcs fosse tão bom quanto o meu foi! Conheci teu site pelo Morroida (RIP) e desde lá (uns 4 anos mais ou menos, aprendi coisas com vc, voltei a jogar old games e me divirto vendo os seus vídeos! Já agradeci no outro post e agradecerei neste novamente: Obrigada por ser dedicado ao blog, por dar importância aos seus amigos de bolso, por fazer sempre o seu melhor e ainda por cima com tempo super escasso!
    Obrigada de coração!!!
    Você fez de Hoje um bom dia para mim! ^^

  140. Tito says:

    Aquele teu post sobre ciúmes, medo de traição e confiança me fez repensar como eu encaro os relacionamentos.
    Não digo mudou minha vida hauhaha, mas limpou minha consciência de algo que era apenas um fardo e não trazia nada de bom.

  141. Wendell says:

    Eu estava numa crise de adolescência, lá pelos 16 anos, quando li um texto seu que me colocou muito pra cima. Você falava de mudanças, e escreveu algo sobre “não esperar ninguém fazer nada por você, lavar a louça de vez em quando”, coisas do tipo.

  142. Sim cara, com o simples fato de você atualizar o blog ou o canal no youtube, antes mesmo de eu ler ou assistir eu já fico feliz. Parabéns cara, você é o humor da internet.

  143. Melina says:

    Tinha um texto que tinha algo como “daqui a um ano você vai se arrepender de não ter começado hoje”

    Eu sempre lembro disso 🙂

  144. Jeff says:

    Izzy, a primeira vez que entrei no seu blog foi quando eu estava pensando em comprar um Ipod Touch e estava pesquisando sobre tal aparelho e acabei chegando aqui. Nem me lembro o que você dizia a respeito, mas acabei comprando o Ipod. Nisso, você de certa forma exerceu alguma influência na minha vida. E sempre que você recomendava algum jogo para IOS, lá ia eu testar também…
    Mas o que realmente me marcou foi aquele texto “Por que o mundo nunca recompensa as pessoas boas?”. Me fez perceber uma coisa tão simples, que é o fato de nunca falarmos para as pessoas genuinamente legais que elas são legais. Preferimos gastar nossa energia falando mal dos inúmeros filhos da puta que nos rodeiam.
    Decidi então adotar isso na minha vida, e passei a elogiar as pessoas boas que me marcam de forma positiva, e como reforço às vezes mostro aquele texto. Já mostrei o texto para duas pessoas (afinal, pessoas boas não existem aos montes), e ambas se emocionaram e me deram um sincero abraço, e desde então fortalecemos nosso laço de amizade.

    Agora, com essa pergunta que você nos lança, percebo que este texto também serve para você, Izzy! E não fosse você o próprio autor do texto, eu gostaria muito de poder mostrá-lo a você como algo inédito.

    Com certeza você mudou a vida de uma porrada de gente, talvez mais até do que você imagina.
    Prova disso é o tanto de gente que insiste para você continuar escrevendo.

    Bom, é isso! Acho que foi a primeira vez que comentei aqui, na esperança de que este e os outros comentários também tenham algum significado na sua vida. Que soe como uma retribuição pelas coisas boas que você compartilha conosco.

    Um abraço!

  145. matheusteixeira says:

    eu dou muitas risadas no seu site e isso já é alguma coisa! uma coisa que me deixou maluco foi o fenomeno baader-meihof, eu pirei foda com o assunto e talz!

  146. Lucas says:

    Olá Izzy, quero dizer que sou um grande fã do seu trabalho, e sempre que posso, acompanho os seus posts, porque admiro e muito o jeito que você escreve os mais diversos tipos de situação. E essa é, talvez, a maior forma de como você melhorou minha vida: o jeito que você se comunica nos textos realmente me inspirou a seguir um projeto que eu tinha guardado há algum tempo, que era montar um site/blog e escrever textos “cotidianos”, crônicas, ou o quer que me desse na telha. Estou começando agora, e não há nada mais inspirador que ler os seus textos! Outra forma que posso citar é com aquele texto (http://hbdia.com/vida-maldita/como-um-colega-de-escola-marcou-minha-vida-para-sempre-com-uma-filosofia-simples/) do seu colega da escola. Eu passei por uma situação parecida recentemente, e meio que lembrar desse texto que eu tinha lido fez uma espécie de “lavagem cerebral” em mim, e sempre lembro daquela frase específica que uma grande amiga minha me disse uma vez, sem grandes intenções.
    Enfim Izzy, só quero que saiba que seu trabalho inspira bastante outras pessoas, e por tabela, o trabalho delas, de alguma forma.

  147. Danilo says:

    A minha vida mudou completamente (para melhor) quando eu vi aqui no site a recomendacao de usar o dropbox e o teamviwer. Tambem gostei muito de ler o manga Uzumaki sugerido aqui. Esses sao so alguns exemplos 🙂

  148. Luis says:

    Pra mim que sou muleque (16) suas histórias que vc se fode/passa vergonhasé um belo exemplo de seguir em frente \o

  149. Juan says:

    Cara, tu melhora meu dia com os textos engraçados… mas o mais util foi este post:

    http://hbdia.com/top-x/4-coisas-dufuturu-sem-as-quais-eu-nao-posso-mais-viver/

    DROPBOX FTW 😀

  150. @_Zamiliano says:

    Bom dia Kid.
    É ótimo saber que você tem em mente que não há como fazer um movimento messiânico pra tornar o mundo melhor de forma individual, ou seja, que não vai dar pra salvar o mundo de uma vez só e sozinho.
    Creio que, como o seu próprio site já diz, você já criou alguns ‘bons dias’ pra mim, principalmente através do lazer. Seja no 99 Vidas, no HBDtv ou aqui mesmo.
    Comecei recentemente com essa loucura de falar pela internet as minhas opiniões, principalmente pelo YouTube, e criei um certo ritual de assistir seus vídeos antes de começar a gravar, porque eles me animam e muito. Sempre tem aquele dia que estou muito desanimado ou puto com a vida e acabo vendo seu canal e PIMBA! fico animado de novo.
    Continue produzindo cada dia mais sobre suas nerdices nesse local de opiniões tão plurais que chamamos de interwebs.
    Um grande abraço.

  151. Olá Izzy! Tudo certo cara?
    Então, esse texto (http://hbdia.com/vida-maldita/como-um-colega-de-escola-marcou-minha-vida-para-sempre-com-uma-filosofia-simples/) me mudou.

    Levo essa filosofia de vida desde quando você postou isso aí. E cara, se eu tenho dinheiro e to com fome, não passo fome não. =D

    Abs!

  152. Vinicius Affonso says:

    Aquele post que vc fez sobre como lida com o ciúme, vc conseguiu sintetizar exatamente o que eu penso sobre isso, passei ele pra várias pessoas lerem.
    As recomendações de joguinhos para IOS tb são muito úteis, comprei quase todos o jogos que vc recomendou e não me arrependo de nenhum.

  153. Luiz Zague says:

    Sim Izzy. Para começar eu quero falar uma coisa: Eu tenho 15 anos. Eu por algum motivo não sou muito chegado em jogos e video-games atuais (Sou fanboy fodido da Nintendo e Zelda) e gosto muito mais de jogos mais antigos ( Apesar de não ter vivido na época gosto dos jogos geração PS2 para trás, tanto que na época do PS2 mesmo eu tendo ele jogava meu 64, SNES e PS1) e adoro ouvir o 99vidas, eu gosto muito de conhecer jogos “novos” que vocês falam e gosto muito de ouvir podcasts de jogos que eu já joguei e ouvi-los me animam muitom dou muita risada e faz me faz conhecer mais de um hábito constante meu que é jogar. Outra coisa sua que melhorou muito na minha vida foram seus conselhos sobre ciúmes. Namoro uma menina de 18 anos ( temos no caso 3 anos de diferença, enquanto ela trabalha e faz faculdade eu faço o colegial) e no caso eu pensava muito que ela podia me chifrar, ficava com ciumes e como você mesmo disse, ficava preocupado assim que ela tirava os pés de casa e ficava muito em cima dela ( mas ela fica em cima de mim também). Após ler esse seu texto ele me deixou muito relaxado e mais confiante nela. Obrigado Izzy, melhorou e me ajudou muito com duas coisas muito importantes para mim.

  154. Rafael Rocha says:

    Sim, melhorou. Muitas vezes foi bem essa coisa de dar uma risada e melhorar o meu dia. Seus textos são muito engraçados, ainda acho que você deveria publicar seu livro no formato físico, pra mais pessoas terem acesso a ele.

  155. Max says:

    Bom, talvez você não leia isso pois esse post já tem um tempinho, mas mesmo assim eu gostaria de justificar o motivo por eu estar comentando isso HOJE. Hoje não foi um dos melhores dias, terminei o namoro ontem e a placa de som da minha motherboard está queimada (estou ouvindo musicas pelo celular enquanto uso a internet, é esse o nível da decadência) e então eu deixo o youtube de lado e fico apenas lendo. Nessa madrugada tediosa faltando um dia para que se inicie as minhas aulas eu então decidi que iria entrar no seu blog e ler vários posts antigos que eu havia apenas ‘pulado’ por simplesmente ser bastante seletivo nos assuntos que eu gostaria de ler. SIM KID! Você está fazendo a minha madrugada interessante! E agradeço você por isso, me identifico bastante com as suas opiniões mas nunca fui de comentar, nem aqui e nem em nenhum outro lugar, sempre fiquei na minha. Tu me faz rir pra caralho até mesmo com as piadinhas mais ridículas que existe nesse blog. Um abraço e vê se não deixa nunca de nos entreter com esse teu blog!

  156. João says:

    Sim Izzy, inclusive eu já comprei até um livro do qual você havia recomendado!!!

  157. Fernanda says:

    Olha só Kid, se você acha que você é neurótico com a divulgação de informações na Internet é porque você não me conhece. Eu não gosto nem de dar curtir pro pessoal do Facebook não saber por onde eu ando. Então, o fato de eu estar comentando aqui por si só já diz o quanto seu blog é importante para mim. Sei que é importante para você ter este retorno, então vou fazer terapia para comentar aqui mais vezes. Eu comento do seu blog com os amigos, você é quase da família (brinks, nem tão stalker assim). Finalizando, e só para deixar claro: obrigada Izzy, você faz minha vida melhor!

  158. leitor vouyer says:

    claro… risadas, lições de vida, por isso que sempre volto pra checar

  159. Claudio Franchini says:

    Claro que mudou. Textos bem escritos, boas experiências, humor ácido e conteúdo autoral de qualidade. Virou referência, hoje em dia eu, quando vou caçar coisas novas na internet só vou atrás do Kid e do Cardoso!

  160. ola Izzi sei que esse post ja faz quase um mes que foi escrito mas foda-se quero comentar tambem hehehehe,
    realmente não sou de comentar gosto de apenas apreciar a boa leitura mas quero falar umas coisas, descobri teu blog e teu vlog faz pouco tempo acho que foi em dezembro, e meu fazia tempo que eu procurava uma boa leitura que igual a essa que tu escreve, de verdade fazia tempo que ler algo na internet não me dava esse como posso dizer não me dava esse prazer na leitura que é bem descontraída mas ao mesmo tempo bem informativa, e teus videos tambem porra me divirto muito com eles, tanto ler um post aqui ou ver um video la mesmos que o dia não foi muito bom me da uma sensação de leveza, posso ta maluca atras de emprego conhecendo e convivendo com um monde de gente idiota que depois que venho aqui ler ou ver um dos videos por alguns instantes eu esqueço a merda que foi o dia.
    gosto bastante do engrish challenge , daily vlog em relação ao youtube gosto de todos, dos posts gosto da maioria é uma leitura d verdade muito boa, alias sobre aquele teu post que tu cagou no tapete tenho uma conhecida que não aguentou chegar no banheiro e cagou no quintal hehehehehe sério eu não aguentei e ri muito dela hehehehehe.
    Bom ja falei de mais, então posso dizer que voce melhorou sim de um jeito ou de outro os meus dias.
    Beijinhos

  161. VCR says:

    Faz tanto tempo que acompanho teu blog (muito antes do FHBD ser fechado, mas não sei precisar o quanto exatamente), e posteriormente seu twitter/canal no youtube/etc que não tenho a menor dúvida de que sim, de alguma forma você melhorou minha vida. Não acompanharia por tanto tempo algo que não gostasse de ler/assistir, então já ri e aprendi muito com seus textos e videos, sem contar as dicas de jogos/livros/filmes/séries.

  162. Law says:

    Já, acredite já mudou, com simples 5 tweets tu mudou.

  163. Gabriel Hislla says:

    POR SUA CULPA abro meu estúdio amanhã! 🙂

  164. Acompanho seu site há algum tempo izzy e graças aos seus textos e a maneira que você escreve que de alguma maneira fui me motivando para começara a escrever, no início escrevia só para mim mas com o tempo criei coragem e comecei a publicar os textos em um blog e hoje quase um ano depois já escrevo até para uma revista da minha cidade.

    Recentemente após assistir o HBDtv no qual você falava sobre criação de conteúdo e de como não devemos esperar para tentar produzir algo resolvi tomar coragem e iniciar o meu canal sobre quadrinhos no You Tube.

    =]

  165. Fabio says:

    Sim Izzy!! diversas vezes, textos muito bons e ótimos argumentos, até hoje jogo o Pocket Planes e assisto o Engrish Challenge, muda completamente o dia com os videos e textos! Continue assim! Abraço

  166. Depois de todos esses comentários acho que você já percebeu que é um cara muito importante, você já me fez mudar de ideia várias vezes e eu admiro muito quem faz isso, pois me mostra que não sei nada e isso me da vontade de continuar a ler, ouvir e ver,não só o seu, mas o conteúdo de muitas outras pessoas. Muito obrigado por me fazer uma pessoa mais inteligente Izzy.

  167. Ian says:

    Fala Kid, seus vídeos geralmente são os da minha página de subs do youtube que eu sempre clico na hora ao ver que tem um novo, pois se não são engraçados, são divertidos ou legais de assistir. Acho até que voce poderia realmente trabalhar nessa área de comunicação/entretenimento.

  168. grind_ says:

    Cara… O que eu acho de mais legal (alem da forma como você faz os videos do tube) e a forma como ajuda a galera daqui a ir para o exterior e não passar vergonha.

    Obrigado mesmo !

    PS: Falar sobre o quanto tudo mais é legal no seu blog é meio que chover no molhado… *risos*

  169. Rodrigo says:

    cara, faz pouco tempo q conheço seu blog, por causa do 99vidas. Mas te digo q ta legal sim rir das besteiras que vc posta. As vezes tem alguma utilidade, a maioria nao. Enfim. Como filhos da internet que somos, o conteudo ta ai. Cabe a quem acessa fazer uso disso. Eu, me divirto.