Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Ter filhos? EU?!

Postado em 11 February 2011 Escrito por Izzy Nobre 72 Comentários

Tou com 26 anos e minha mulher, 22. Meu pai, que aparentemente teve sua predileção por moleques de colo reacendida com o nascimento do meu meio-irmão, encasquetou de perguntar pra gente quando é que vamos dar um sobrinho ao Kevin.

Este é o Kevin, o meu meio-irmão. No caso, meio cearense, meio maranhense, e meio canadense

Quase sempre que vou visita-los, invariavalmente o assunto acaba virando “e aí, quando é que tu vai embuchar essa menina?”

O negócio é que eu não tenho a menor pretensão de ter filhos, pelo menos não dentro dos próximos 3 ou 4 anos. Eu tenho essa idéia maluca de que só quero pôr moleque no mundo quando estiver 100% estabelecido em minha carreira (que ainda nem começou ainda), e tiver grana o suficiente pra dar pro pivete tudo que eu não tive quando criança.

O que será muito difícil, pois eu só tive brinquedo foda.

Minha mulher parece prontinha pra ter filhos, o que é um negócio que me preocupa um pouco. Afinal de contas, a única coisa impedindo que eu prencha meus formulários de imposto de renda riscando a caixinha que pergunta se eu tenho filhos é a menina lembrar de tomar o seu anticoncepcional todo dia, no mesmo horário. Vai que ela “esquece” essa parada…?

Sei não. Outra coisa que me preocupa é que não há nada mais chato do que novos pais. Tou na idade em que meus amigos próximos tão tudo casando e tendo filhos (na maioria das vezes em ordem inversa, essa cambada de fornicadores sem Jesus no coração…), e eu presencio de camarote a mudança que um bebê causa na vida do indivíduo.

Tenho amigos que não falam de mais NADA a não ser a criança. Uma amiga minha teve seu segundo filho há quase 2 anos e TUDO que ela posta no Facebook é relacionado ao moleque — o que ele comeu no almoço, as palavras que ele tá aprendendo a falar, os brinquedinhos que ele prefere, a frequência que ele caga (sério). E isso são só exemplos da semana passada.

É uma obsessão doentia chatíssima que faz a pessoa parecer que não tem mais NADA na vida a não ser o recém nascido. No caso dessa menina, a Stephanie, é parcialmente — senão totalmente — verdade: a mulé não tem nenhum amigo (eu mesmo não me consideraria “amigo” dela, minha patroa que é), não tem trabalho fixo há uns 3 anos e só não mora embaixo de uma ponte porque deu sorte de conhecer um sujeito que aparentemente não se incomodou com o fato de que ela é gorda, feia, burra, e já tinha um filho quando eles se conheceram.

E falando sobre os empregos dela, ela arrumou um ou outro nos últimos anos, e era sempre demitida dentro de poucas semanas. Previsivelmente, ela sempre dava uma desculpa diferente pra cada demissão; sempre alguma justificativa que a redimia de qualquer culpa.

Sério, essa coitada é muito patética. Há muito tempo não interajo com ela fora do Facebook, mas o que mais me lembro da menina é que ela é totalmente INDESEJÁVEL. É mó burralda, feia, pesa o dobro que eu apesar de ser mais baixa, e conseguiu a proeza de ser engravidada por um traficantezim de merda que acabou sumindo depois.

Esse foi o primeiro filho da menina; o segundo foi esse cara que ela conheceu mais recentemente. Um cara gente boa, com pinta de bonitão, e cheio da grana. O que diabos o maluco vê nela, jamais saberei. Mas é óbvio que o cara é o príncipe encantado dela.

Ela me passa a impressão de que como esse filho foi mais “planejado” do que o primeiro — e nasceu em situações relativamente melhores –, é o “bebê perfeito” dela. Por isso, penso eu, ela faz questão de encher o saco de todo mundo narrando as aventuras do pivete.

E taí outra coisa que eu jamais conseguiria fazer — me ajuntar com alguém que já tivesse filho. Reconheço que estou sendo meio babaca pois conheço pessoalmente casais em que um ou o outro cônjuge já tinham filhos antes de se conhecerem, mas é uma parada que eu pessoalmente não conseguiria fazer. Criar menino já é uma tarefa ingrata, imagina então criar menino dos outros.

Até porque nas minhas aulas de Family Law eu descobri uma parada perturbadora — se você namora alguém e mora junto com essa pessoa por 6 meses, e a pessoa tinha um filho, você se torna diante da criança uma “father figure” e a partir daí você é obrigado a pagar pensão pro moleque que não é seu filho. Eu achei isso um absurdo tão inacreditável que discuti com a professora no meio da aula.

Já pensou você pagar pensão pra um moleque que não é seu filho? Só porque você cometeu a asneira de morar junto com a mãe do moleque por alguns meses? Quando eu fiquei sabendo disso, pensei IMEDIATAMENTE na Stephanie e no tal príncipe dela. E tive uma certa pena do rapaz, até o momento em que ele embuchou a menina.

Se o cara não tem pena de si mesmo e faz uma merda dessa, não sou eu quem terá.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: Vida maldita

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 29 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

72 Comentários \o/

  1. Fabio Lotus says:

    Vou ler agora… podiam resumir aqui!

  2. Igor says:

    “Meio cearense, meio maranhense, e meio canadense”
    Como isso pode ser possível?

  3. Renan de Souza says:

    Concordo contigo, nada de filhos se não estiver bem estabelecido. Imagina como esse mundo vai tar fodido daqui uns 25 anos.

  4. @raphael2302 says:

    Acho q isso de pagar pensao eh diferente no brasil, mas que o menino/a o ve como figura paterna eh fato.

    Abraços Izzy

  5. Grasiani says:

    Daê Izzy. Seguinte: a tua mulher só vai enfrentar gravidez de risco depois dos 32 anos (é o que eu ouvi falar, te informa com os médicos daí). Não tenha pressa.

    Tipo, tu tem tranquilo até a Bebba ter 30 anos pra pensar no assunto. Vai com calma que, uma vez que voc~es se decidam a ter filhos, tua vida vai mudar completamente.

  6. Claudinha says:

    Eu não quero ter filhos simplesmente porque amo a liberdade. Essa mulher só posta coisas sobre o filho pq depois que a gente os tem é só nisso que se resume nossa vida, e piora qdo o moleque tiver seus 16 e for um escroto q não olha na tua cara, bate a porta do quarto qdo tá de mal humor e ainda vive as custas do dinheiro do teu trabalho.
    Deus me livre de crianças não tenho, atualmente, paz de espírito suficiente pra resumir minha vida em fraldas, tetas de fora e fedor de vomito de bebê.

  7. Tots says:

    Cara concordo com sua posição.
    TIpo ter um filho não é algo que vc tenha que fazer no esquema “Nossa quero ter um filho agora”, é uma vida a mais, totalmente dependente de vc, custa caro pra criar bem e como tem em uma Ilustrinha do Mentirinhas(desculpa a propaganda), pode dar merda mesmo dando o melhor tratamento…
    Coisa que me da mais raiva de morar aqui no Brasil é casal adolescente demente que tem filho por fazer sexo sem metodo anticoncepcional, ou mulher que tem mais um filho pra segurar o marido/namorado, tipo é uma criança cara, não um item de chantagem.
    Por fim a piada com a gorda foi sençacional, esqueceu de adicionar um “Incompetente” também mas ta valendo. E sei la sobre o cara, tem um conhecido meu que diz: “tem que pega gordinha kra, pq gordinha faz um boque** gostoso, quentinho” vai saber…

    • Claudinha says:

      normalmente a gordinha tem a auto estima tão no pé que acaba fazendo de tudo pra não perder o peguete, já que não acontece sempre.

      • Tots says:

        bem por aí, tipo nada contra elas e tal, mas mulher burra ja é outra história =/.
        Acho que pessoas burras ou sem higiene(ou ambos né…) me dão vontade de que 2012 aconteça mesmo =x

  8. Sabin says:

    Pensei que no final ia ter um parágrafo “Mas daqui 8 meses e meio talvez eu mude de idéia”.

  9. Gabriel Broédel says:

    Izzy, quando você menos perceber, vai estar dando um beijinho na barriga da sua mulher. Abs

  10. @Will_WM says:

    Que tenso essa parada de morar por 6 meses…

  11. Flav says:

    Cara, tenso .-.
    Já namorei um cara que tinha filho… foi uma merda. Mas não tive que pagar nada pro muleque.
    Mas filhos também não quero ter tão cedo assim…

  12. xxxduxxx says:

    acho q seu pai esta sendo DORKSIDED….
    se pelo menos chubiruba desse no canada…

  13. karina says:

    Eu não gosto de crianças, só de algumas raras fofinhas, adoraveis e educadas….

  14. Luis Pereira says:

    No Brasil se a mulher engravidar, e ela conseguir provar que você deu uma comidinha nela de vez em quando, você paga pensão pro filho dela até nascer e fazer exame de DNA. E não devolve o dinheiro não.

  15. alpha says:

    trabalhei no ministerio publicvo de cidade do interior da bahia. NÃO QUERO TER FILHOS JAMAIS!!! soh vendo o que eu vi, o dpofrimento das caras lah, eh deprimente ter que ser obrigado a fazer, ou ajudar a fazer cumprir uma lei escrota de pensão. por inumeras situações tive muita vontade de falar prakelas prostitutas fixas, digo, mamães, a seguinte indagação: vc eh demente ou tem alguma incapacidade que a impeça de trabalhar, sua vagabunda? era foda ver akeles trabalhadores rurais que mal ganham um salario por mes ter que tirar 30% dos rendimentos que pouco iam pras crianças que posteriormente eu antendia por intermedio do conselho tutelar por maus tratos. Mas eu naum kero ter filhos por causa dessa tecnicalidade. na verdade tinha um pensamento sobre o assunto e comentei comum amigo meu mto culto e ele citoumachado de assis pra traduzir meus sentimentos em relação ao assunto. como o ultimo ano que eu passei em portugues na escola foi na 4ª serie, acho melhor mesmo copiar machado:“Não tive filhos, não transmiti a nenhuma criatura o legado da miséria humana.”

  16. Prezado Kide,

    Opinião de quem tem.

    Pensando racionalmente ter filhos é um saco pelos motivos que todo mundo já sabe.

    Mas a evolução é uma coisa tão foda que quanto os filhos são teus não tem como não ficar babando neles e fazer de tudo por eles.

    Eu acho que todo mundo deveria passar por isso. Até mesmo para perpetuar os seus genes no mundo. Prefiro um mundo com mais genes do Kid do que das pessoas escrotas que tu fala aqui às vezes, tipo as patricinhas, entre outras.

    Mas que nem falou um colega: acima de uma certa idade a gravidez fica mais arriscada. Biologicamente falando a idade ideal para ter filhos é pelos 20. Se eu não me engano até os 35 tá sussa. Depois disso fica meio complicado.

    Enfim, be happy e planejem antes.

  17. @solinthesky says:

    O bom é ser lesbica e poder sair fazendo sexo sem ter se peocupar com anticoncepcional, só com a higiene, claro!

  18. Cássio César says:

    O pai do primeiro filho da feiosa era um “traficante de merda”???
    Quem compraria merda? Quem compraria merda de forma ilegal? Isso é comum no Canadá? =O

    OK, sério agora, te descobri sem querer pelo HBDtv e comecei a curtir o Blog todo! Ganhou mais um fã Izzy! =D

  19. Wesley says:

    Na boa Izzy Nobre da Silva Souza, não tenha filhos agora, afinal sua mulher está um docinho de coco ainda, se tiver filhos agora, vc não vai poder aproveitar as “cocadas” que ela pode oferecer a vc.

    Então aproveite o quanto poder pq depois, é 4 por ano.

  20. PR says:

    Massh, filho é uma coisa mto escrota. E vc faz bem em querer só pensar nisso quando estiver realmente estabilizado.

    E tente sossegar o facho da sua mulher, caso ela queira ter filhos agora xD

  21. Mailson says:

    É incrível como tu consegue fugir ao tema na maior cara de pau hehehe.

    Nem quando você mesmo se pergunta sobre a possibilidade de ter filhos, você consegue focar no assunto.

  22. Cynthia says:

    Falta escola, falta maca em hospital, falta emprego, falta água, falta vaga de estacionamento.
    PAREM DE FAZER FILHOS.

  23. Ty Qwer says:

    OW, Ow, Ow, Ow….

    Esse trem de apagar pensão pro moleque que não é teu filho é serio? Isso existe ai no Canadá?

    Se for verdade… Que merd* em? Tenho pena do rapaz também =P

  24. TheOverlord says:

    Izzy, lembra do que você disse uma vez sobre gordinhas na cama?

    É a única explicação racional para isso.

  25. Vinicius Brenny says:

    Se segura aí e não tenha o filho.
    É cada vez mais alta a idade média do casal quando teve filhos depois dos 20.
    A linha é alta entre 15~18 (acidentes), depois baixa assustadoramente até voltar a subir nos 25 ou 26, não lembro exatamente.
    Se tua mulher ainda tem 22, relaxa. Tem tempo.

  26. Higor says:

    Kid, mais cedo ou mais tarde você vai precisar de alguém pra jogar PS3 contigo. É inevitável.

  27. Felipe says:

    Realmente as leis estão aí pra foder qualquer homem com intenções boas e pra beneficiar apenas mulheres… Homens, tenham muito cuidado com maria da penha (mesmo sem provas você ja está fudido) e com essas leis de pensão/etc… existem muitas mulheres golpistas, principalmente as que já estão na faixa dos 30 anos, que é quando elas começam a perder beleza e juventude, aí elas partem pra isso… tomem tenência!

  28. Lucas says:

    “cambada de fornicadores sem Jesus no coração”
    UHSAAUSHSUAHSUAHUASHUASHUSAHUASHUSAHUSAHUSAHUSAHUAS

  29. Rosana says:

    eu nao tenho filhos, e até a pouco tempo atras torcia feião o nariz pra esse papo. mas estou ficando mais flexivel nesse ponto, hehe

    A verdade é você acha isso simplesmente porque nao é com você. tem certas coisas que os outros falam e que só conseguimos pensar “que retubante bosta aquática!”, mas quando é conosco, ficamos embasbacados.

  30. neendj says:

    kid,a pior coisa na vida é ter filhos.sabe porq?porq filhos da um prejuízo da porra.vc nem possa imaginar…ah e também vai q algum dia vc ganhe na loteria e fica podre rico (never) e seu pinbolho tenti ti matar pra ficar com a grana!imaginou? então aproveite a sua juventude pra casete…ah e pra mete bastante é claro né!falow!

  31. @engdavirocha says:

    FODA! Lei canadense é igual à VAWA americana?

    HAHAHA.

    Leia esse post do FODEROSO Silvio Koerich : —> http://silviokoerich.blogspot.com/2008_01_01_archive.html

    Nesse post ele descreve como a lei americana faz a Lei Maria da Penha parecer um libelo apaixonado em favor dos homens…

    No mais espero que você contraia GonoAids Sifilicosa em uma relação não protegida com a MILF da Porno Shop.

  32. Adriano says:

    Cara, somos dois, eu também não penso em ter filhos tão cedo, muito menos casar, essa parada não funciona, ter que trabalhar pra sustentar mulher e filho fii é osso eim, to fora. abraços cara!!

  33. pertubado - bairro do salgado says:

    eu tmb n qro ter..
    antes atee qria

    o povo é meio retardado

    se o cara casar ja mo merda q vc faz, n come mais nenhuma. imagine ter um filho, o cara nao pode fazer porra nenhuma mais

    dxe esses fdp se fuder a fazendo filho e casando

    negocio de se juntar com algm q tem filho.. (e levou altas futrinificadas)
    agora vc mostrou q coisa de fdp

    Q FAZ SUAS CONTAS Q PAGUE
    DSHDSUDSHUDHSUHD

  34. pertubado - bairro do salgado says:

    pertubado -- bairro do salgado says:
    Your comment is awaiting moderation.

    Q PORRA É ESSA SEU GORDO FDP!

  35. pertubado - bairro do salgado says:

    VAI TI FUDER

  36. Sadako says:

    Consequências de ter filhos:
    - Fraldas cagadas;
    - Noites mal dormidas (quando dormidas);
    - Sua mulher pode embarangar de um jeito irreversível (vagina included);
    - Você vai viver em função do pirralho, mesmo depois dele ter completado 40 anos ele ainda vai te dar preocupações;
    - Você vai contar nos dedos de uma mão só as vezes que fez sexo durante o ano;
    - Você não vai poder mais trepar em qualquer canto da casa a qualquer hora;
    - Existe ex-mulher, ex-marido, ex-namorado, mas não existe EX-FILHO;
    - Seu dinheiro não será mais seu, e você não verá nenhum retorno do seu “investimento” no futuro;
    - Comprar aquele gadget novo? Porra nenhuma, o material escolar do duende vem primeiro;
    - O bebê lindinho vai virar um adolescente pau no cu;
    - Já tem mais de 6 FUCKING CHUBIRUBA BILHÕES de pessoas no mundo.

    Eu poderia passar a noite enumerando consequências, mas tudo se resume a uma coisa: sua vida será anulada de uma maneira irreversível em função do seu mini-eu. E não é exagero, basta observar como é a vida de quem tem filho(s).

    E a quem vier dizer que o sorrisinho ou qualquer outra merda piegas que o rebento fizer compensa qualquer trabalho, eu digo: compensa PORRA NENHUMA. Você se enfiou em um buraco impossível de sair e tá tentando se convencer de que compensa (e tentando empurrar mais gente pro fundo do poço), mas eu sei que você quer sua vida de volta e se arrepende profundamente de ter parido.

  37. Caliope says:

    Putzz criança é um porre, principalmente entre 04 e 10 anos.

  38. Candyman says:

    putz quide, quando li o título pensei que cê já ia ser pai

  39. Adriano says:

    aew cara, fiz um post parecido com o seu, sobre crianças, se puder de uma lida… vlw

  40. Z3hr0_C00l says:

    Eu não quero nem casar sem estar estabelecido, imagina ter filho!

    Use coito interrompido… melhor que depender da memoria dela.

  41. @mosblenarufa says:

    Se você tiver um filho(ou filha) você não poderá andar de cuecas é casas que é uma das poucas vantagens que vejo em ter uma casa propria…
    Se bem que andar de cuecas no inverno canadense não é uma vantagem…

  42. Pedro Gafanhoto says:

    Kid, se tu continuar com essa idéia maluca, tu nunca vai ter filhos seu lactobacilo!

    Essa coisa de “carreira 100%”, nunca chega a 100% por que sempre falta alguma coisa bem idiota.

    O negócio vai da vontade, não da vida 100% estável de semi-rico e tal.

    Porra Kid, dá um Xbox 360 e um iPad pro moleque que ele vai ser mais feliz que qualquer amiguinho da escola!

    • @andropovbr says:

      Endosso a opinião do amigo. Eu fui pai em condições bem desfavoráveis, adminito que fui imbecil em ter trepado sem camisinha e sem ela ter tomado anticoncepcional aos 24 anos, quando eu ainda era estagiário e ela só ajudava a mãe dela numa mercearia. Quando nossa filha nasceu, eu tinha 25 anos e estava desempregado.

      Claro, tive ajuda dos meus pais e da sogra, conseguimos concluir a nossa casa e hoje estou numa situação boa, se comparar a média em nosso país. Nossa filha frequenta escola particular, tem conforto em casa etc. Acho legal o Kid planejar, mas reveja esse “estar 100% na carreira”, pois dificilmente estarás lá. Sempre vai ter algo a mais para fazer.

  43. curte a idéia de adotar não, kiddo?
    alguém falou aí q o mundo já conta com o peso de 6 BILHÕES de pessoas.
    Mas é certeza q já passa dos 7 bilhões. Milhões de crianças sem pais. Inúmeras em situação miserável.

  44. Lana says:

    Também sou adepta da sua idéia. Só boto filho no mundo quando estiver com a carreira estabelecida. Afinal, contratar uma babá em tempo integral custa caro.

  45. madinha says:

    Provavelmente em algum momento sua noiva vai te colocar na parede, pode ser esse mês ou daqui a 10 anos, e você vai ter que escolher entre ter um filho ou perder a mulher.

    Bom, tenho um bebe em casa, e vou avisando, esqueça as saidas noturnas, esqueça gadgets, se desapegue de qualquer coleção que você tenha( ele vai quebrar,rasgar, rabiscar… aceite isso), por muito , muito tempo você vai deixar de ser uma pessoa, você será um anexo dele, e sim, o seu unico assunto será o bebe.

    É assim, foi assim e sempre será assim ( a não der que você seja um pai FDP ausente) pelo simples motivo que têm que ser assim.A sua vez já terá acabado, será então a vez dele.

  46. Alex says:

    “É assim, foi assim e sempre será assim ( a não der que você seja um pai FDP ausente) pelo simples motivo que têm que ser assim. A sua vez já terá acabado, será então a vez dele.”
    Perfeito. É o ciclo da vida, não tem como escapar dele. As tentativas sempre resultam em algo horroroso. Esse pessoal que reclama e só põe defeitos deve achar que vai ficar na casa dos 20 anos pelo resto da vida.
    Claro que filhos é algo que tem que ser pensado e, se possível, planejado, mas como já disseram ali atrás: esperar esse negócio de carreira 100% é ilusão, sempre haverão coisas novas pra procurar na carreira. Abraço!

  47. Mariane says:

    Esperar a carreira estar 100% me parece ser desculpa de quem não quer ter filhos… Se não quer ter filhos, tudo bem, nem todos querem! =)

    Deve ser bom ter filhos, mas só em pensar no trabalhão que dão… hunf Melhor ficar sem mesmo. rsrs

    Quando eu vejo a “agonia” da minha prima, que não tem nem 23 anos ainda, com dois, um de brinde do atual marido e outro na barriga me dá enjoo só de pensar! kkkkkkkkkkkkkkk

    Eu sou confusa quanto a ter ou não filhos(mesmo que em um futuro bem distante)… é algo para se pensar bem, pois você terá um vínculo com a pessoa para o resto da vida.

  48. Lucas says:

    Eu tb ás vezes penso em ficar sozinho por toda minha vida, penso no trabalho de pensar e trabalhar por dois ou mais, ás vezes penso que nasci pra ser um eremita, se por algum motivo eu deixar de namorar minha namorada, vou ficar sozinho!

  49. Jack says:

    Vc ou a Bebba já ouviram falar em “Anel anticoncepcional intravaginal”?!

    Duvido que não exista aí no Canadá. Não atrapalha em nada(segundo minha namorada), e a Bebba só precisaria não esquecer de tirar no dia da troca(dura um mês). Até vc poderia lembrar o dia tal…

    Costuma ser mais caro, mas é o ideal para mulheres avoadas…

    • Izzy Nobre says:

      Realmente não atrapalha se seu pinto for pequeno (não tou aloprando, é simplesmente um fato objetivo). Minha mulher usou essa merda por uma semana e eu não aguentei.

      • Jack says:

        Então tá, vai ver o anel intravaginal aí no Canadá é do tamanho de um PNEU…(a mulher pode retirar o anel por um intervalo de tempo também…)

        Mas enfim, sobra a alternativa dos adesivos anticoncepcionais. Ainda é melhor do que ter filhos indesejados…

  50. Alex Freitas says:

    E depois? Quem é que vai trocar as tuas fraldas quando tu ficar velho?

  51. Mariana says:

    Poxa, Izzy.

    Eu curto muito seus videos e seus textos. Geralmente você tem uma maneira de ver as coisas muito bacana, mas dessa vez, vou ter que discordar de algumas coisas que você disse. Pode ser que a sua parada não seja ter filhos mesmo. Ou então você só não está maduro pra assumir essa responsabilidade ainda.

    Mas sabe por que seus amigos só falam dos filhos o tempo todo? Porque é muito bom ter filho! Muda totalmente a nossa visão de mundo, faz a gente ser uma pessoa melhor em todos os aspectos. É uma coisa dificil de explicar. Só tendo pra entender. Quando eu não tinha filhos, também achava um saco minhas amigas que tinham, falando só sobre isso. Mas hoje que tenho dois, eu entendo perfeitamente (apesar de evitar falar deles pra pessoas que não tem filhos). Mas é dificil se conter, assim como quando a gente ta apaixonado por alguem e tudo lembra aquela pessoa. Pais são apaixonados por seus filhos.

    Obviamente não conheço a tal menina que você falou que é gorda, feia, chata. Mas pra ela estar com esse cara é porque alguma coisa boa ela tem. Um cara desses, que poderia ter ficado com outras meninas, certamente vê nela algo que você não vê e que pra ele vale muito a pena. Hoje filho não segura relacionamento nenhum. E que bom que existem caras como ele, que olham a mulher além da estética. Na Brasil isso é bem mais raro por causa da cultura machista.

    Sei que esse post é antigo, que agora você está se realizando profissionalmente e me parece que vai ganhar mais um irmão, né. Estou muito feliz por vocês todos! Aproveite esse momento pra ver esse novo bebê com outros olhos, observe as reações de seu pai com essa novidade, reflita mais sobre o assunto.

    Claro que filho requer um mínimo de estrutura. Mas também não é tanto assim como o povo fala, principalmente num país de primeiro mundo. No Canadá vocês tem ótimas creches, escolas, ótimos hospitais. Um poder de compra muito maior que nós, principalmente para alimentos e roupas. E ainda tem uma ajuda do governo, se não me engano.

    Ninguem nunca ta preparado pra ser mãe/pai. É uma experiencia que só se conhece vivendo. Não tem nada igual da vida. Mas pra quem tem filho, essa vai ser sempre a melhor coisa que a pessoa já fez na vida. pode pesquisar.

    Abraços em você e na Bebba.

  52. Luíza says:

    Meu Deus, que texto preconceituoso do caralho.

  53. Cara, eu tô com a idade da Bebba, e tem uns 3 anos que descobri que vou ter uma certa dificuldade pra engravidar e tal, eu nunca tive vontade de ter filhos (ou nunca tinha parado pra pensar nisso como uma realidade, sei lá), mas por descobrir a dificuldade comecei a pensar mais no assunto. A ideia de um moleque melequento, que vai depender de mim pra tudo é meio desesperadora, mas acho que passar conhecimento útil pra um moleque deve compensar um pouco, imagina uma criança que é o único da escola dele que conhece clássicos como Mario, Zelda e Chrono Trigger; o pirralho zerando Mario pela primeira vez deve dar uma emoção indizível pra mãe que passou a vida zerando o jogo. Apresentar clássicos de cada console, do cinema e ensinar que classic rock é melhor que funk, pagode e esses lixos deve ser muito maneiro.
    Tenho uma irmã que é 9 anos mais nova que eu, e passei todo esse “conhecimento” pra ela, já me orgulho da guria falar pros amiguinhos na escola “Porra, vocês ouvem “AH LELEK LEK LEK”? Eu escuto Metallica, ACDC, GNR.”, imagina com um filho.

  54. Felipe says:

    E me velho, ter filho é uma responsabilidade e tanto, tenho uma de 4 anos ah, ( essa é minha mesmo ;) é o meu orgulho, e de fato, quando vc planeja, tudo é show ao redor da criança, vc faz de tudo e o impossível por ela mas, com os filhos dos outros, esse comentário que vc fez de após seis meses, o moleque que não é teu, mas, só pelo fato de esta vivenciando contigo mais de 6 meses, e vc pagar pensão para o moleque que não é teu?? Essa eu não concordo de jeito nenhum, estou contigo tb, uma coisa é vc por algum motivo sabe lá Deus qual se separar e pagar pensão para seu filho ( de verdade ) e outra e pagar pensão para o filho que não saiu de ti, totalmente absurdo!!

  55. Felipe says:

    O bom de ter filho, é que ela se espelha em você e vc se ver nela, o mais massa, no meu exemplo, que gosto muito de carro, eu mesmo mexo no meu carro e tals, minha filha fica perto de mim, eu peço uma ferramenta e ela me dá, ( com 4 anos ) eu gosto de carro rebaixado ( não socado, acho horrivel ) minha filha adora, quando o carro fica kikando em alguns momentos, ela fica gritando e dizendo : -- vai papai, faz mais…mais…. mais….!!!! -- pq o carro pula papai? Eu -- pq ele baixo filhota! ela: É pqe o carro papai baxo é bunito baxo né papai?

    Ou seja, no meu exemplo, isso meu deixa todo abestalhado mesmo, não tenho vergonha de expor, eu me vejo nela quando pequeno, em que meu pai, ( raramente leva o carro para uma oficina, só quando não tinha a ferramenta adequada ) me levava nas oficinas para conhecer os opalas, maveriks, mustangs, landau, galaxie, dodges, e quando ele pedia para ajuda-lo com as ferramentas para desmontar ou montar o carro e tals….eu acho foda, queria muito que minha filha seguisse ela linhagem, lógico, se ela quiser, quem sou para força-la, mas pelo o que eu vejo, ela gosta….heheheheheheh!!!

    Izzy, vc esta pensando certo, só coloque um filho no mundo, se vc tiver condições não só financeiras mas mentais para tê-lo, só dinheiro, não cria uma criança, o fato de ver esta preparado mentalmente, conta mais que o dinheiro!!

    Digo isso por experiência própria!

    Grande abraço Izzy!