Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Daily Vlog: Feminismo e o uso do termo “MACHISMO”

Postado em 31 May 2013 Escrito por Izzy Nobre 8 Comentários

Olhaí um vlog novo, turma! Vamos assistir juntinhos aí:

Como sempre, imploro: deixe joinhas, favorite, espalhe o vídeo entre seus amiguinhos pra ajudar essa porra a crescer. Quanto mais feedback um vídeo recebe, mais empolgado eu fico pra criar mais. Não te custa nada, porra! 😀

Caso você prefira assistir no youtube, basta clicar aqui!

Grato e tenha um belo dia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: vídeo

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

8 Comentários \o/

  1. Arthur Fonseca says:

    Izzy, acho que vc está totalmente errado na sua indignação com o termo machismo. Explico:
    O termo machismo é correto, pois ele não se relaciona ao AGENTE da conduta, mas sim ao RESULTADO da mesma. Existem muitas mulheres machistas (aliás eu acredito que a sociedade inteira, no geral, é machista, tirando quem ativamente rompe com esse paradigma e luta contra o machismo), e elas são machistas pois elas colocam (muitas vezes involuntariamente) o macho no poder.
    Sexismo é um termo mais genérico, se vc me falar que tal mulher é sexista, não tenho como saber se ela tá sendo FEMINISTA ou MACHISTA, só consigo saber que ela está enaltecendo algum dos gêneros, entende?
    Não há porque se ofender com o termo machismo simplesmente por ser homem, o termo se refere a quem coloca o “homem” como topo da cadeia de poder, se vc não participa dessa parcela, vc não é o foco da acusação.
    Acho bem simples de entender. Eu sou homem, mas tento não propagar o paradigma da sociedade machista. Sei que a luta contra o machismo não é contra a minha pessoa, mas sim contra todos que colocam o estereótipo do macho (que por mera coincidência sou EU) como superior. Por isso não me ofendo.
    Pense da seguinte forma: Um negro racista. Ele está enaltecendo qual raça? Necessariamente a negra? NÃO. Ele pode estar tão doutrinado pela sociedade que acredita inconscientemente na superioridade da etnia branca. Por mais incrível que possa parecer, nem todo mundo defende apenas “o seu lado da balança”, a prova disso somos eu e você, que apesar de sermos exatamente o tipo favorecido pelo machismo, não concordamos com essas ideias. Seria mais cômodo pra nós concordar com o machismo, pois estamos sendo beneficiados.
    Acabei de pensar em outro exemplo: Hitler. O cara nem era ariano, baixa estatura, cabelos escuros e etc, e mesmo assim pregava a superioridade branca!

  2. Diogo Batalha says:

    Ta falando merda Kid haha
    Tanto Machismo quanto sexismo são termos para a detenção do patriacardo, onde a sociedade privilegia o homem. Mas sexismo tambem é correspondente a, por exemplo, homofobia e transfobia. Machismo é mais especifico.
    Tanto homem quanto mulher pode ser machista. Assim como tanto homem quanto mulher pode ser feminista.
    Um não é o antonimo do outro. Feminismo luta pelas mulheres terem os mesmo direitos que os homens.
    Não é que todo homem está acima da mulher, mas todos os homens tam mais privilegios que qualquer mulher. Nao por acaso, homens ganham em media 30% mais que as mulheres com a mesma escolaridade. É uma questão de quem é mais privilegiado pela organização da nossa sociedade, por exemplo.

    Eu, por exemplo, sou homem e feminista. E tenho um blog sobre isso. Indico se quiser dar uma olhada 🙂

    http://aquelasmulheres.tumblr.com

  3. Camila Geraldi says:

    Bom, sempre apareço aqui no blog, mas nem sempre comento (rainha da preguiça).
    Como disse no twitter, me identifico com a luta feminista e posso dizer que sou feminista, mesmo que soe estranho pra algumas pessoas que não entendem muito bem o conceito feminista.
    Como sempre digo, feminismo não é o contrario de machismo. Acho que a palavra feminista deixa algumas pessoas confusas e elas começam a pensar que feministas querem que o gênero “feminino” seja superior ao “macho”, o que não é. Não é essa a ideologia feminista, mas você sabe disso, estou apenas tentando chegar no ponto… rs
    Machismo, ao meu ver, não quer dizer que todos os homens sejam maus e cruéis, mas que o algumas pessoas (homens e mulheres) pensem que o homem é superior. Existem muitas mulheres machistas, mulheres que muitas vezes não percebem que certo comportamento só perpetua o que chamamos de machismo. Por exemplo “não sai de casa a noite sozinha amiga, você é mulher, homem é diferente…”, o que você entende? Que mulher não pode sair sozinha, mas homem pode, porque o homem é mais forte e seguro e ninguém vai estuprar um homem sozinho e blá blá blá… Aí a mulher resolve sair sozinha e é estuprada, o que acontece? Ela é julgada por ter saído sozinha, “tava pedindo pra ser estuprada, saiu sozinha a noite”. A culpa da agressão é dela que saiu sozinha e não do cara que a agrediu. Estou rodeando e não sei se você está acompanhando minha linha de raciocínio… hahahaha
    A palavra machismo não quer dizer que todos os machos sejam superiores, mas sim que algumas pessoas (de qualquer gênero) pensem assim. Entendi o que você quis dizer com o “branquismo” e “racismo”, mas o racismo serve para descrever qualquer preconceito racial, seja de branco com negro, negro com asiático, asiático com indiano e assim por diante, ou seja, é um termo amplo, assim como sexismo. Sexismo também serve para dizer que uma mulher tem preconceito contra homens e se ache superior a ele (o que não é o que o feminismo defende), então o termo “machismo” é mais direto, você sabe que aquela pessoa tem certos preconceitos contra mulheres, esteja ela ciente disso, ou não. Muitos costumes nossos são preconceituosos, o próprio cavalheirismo é um machismo disfarçado de gentileza. Mas esse assunto da muita conversa e o próprio feminismo tem vertentes que são totalmente distintas, como o grupo femen, por exemplo.
    Espero que tenha conseguido me explicar. Mas isso é meu ponto de vista sobre o tema, algumas pessoas podem descordar e outras concordar, como disse, o próprio feminismo tem muitas vertentes.
    Como sempre, muito bom, Izzy! Adorei a vista da varanda (o que deu pra ver dela, pelo menos)

    • Marceleza says:

      Sob seu conceito, a única diferença entre “feminismo” e “masculinismo” é que no feminismo diversos grupos preconizam a exclusividade no protagonismo…

  4. De bem com a vida says:

    Caro izzy nobre,venho por meio deste dizer que toda vez que ouço o começo dessa musica lembro de ti.

    rel="nofollow">

    Simbora turma ♪♪♪

  5. André says:

    Todos esses termos são bullshit.

    Termo bom pra usar, em qualquer situação dessas, é esse aqui: rel="nofollow">

  6. Blau says:

    Seu “macho”!

  7. Tiago says:

    O negócio é promover a igualdade tirando foto de mulheres usando mictório! http://goo.gl/TQVay