Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Daily Vlog: Ler HQ de papel versus ler HQ digital!

Postado em 28 March 2013 Escrito por Izzy Nobre 3 Comentários

Olhaí um vlog novo, turma! Vamos assistir juntinhos aí:

Como sempre, imploro: deixe joinhas, favorite, espalhe o vídeo entre seus amiguinhos pra ajudar essa porra a crescer. Quanto mais feedback um vídeo recebe, mais empolgado eu fico pra criar mais. Não te custa nada, porra! :D

Caso você prefira assistir no youtube (até porque é só lá mesmo que você pode deixar joinhas e tal), basta clicar aqui!

Grato e tenha um belo dia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: vídeo

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 29 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

3 Comentários \o/

  1. Rafael says:

    Cara, eu continuo adepto da leitura no quadrinho de papel mesmo. O motivo principal (ou não) eu diria que é pura questão de gostar de estar com um livro em mãos e enfim toda aquela questão de gosto e sensação e tal e tal.
    O outro motivo é justamente pela falta de atenção. Se vou ler a HQ no tablet, onde sei que ele tem outras funcionalidades, fico tentado a de vez em quando mexer em outra ferramenta dele e ficar vagando e vagando e por isso dificultando uma imersão maior no que to lendo.

  2. Aline says:

    Olá Izzi!

    Sobre a “disputa” do quadrinho em formato digital ou impresso vou expressar minha opinião: acho válido e sou a favor da idéia de ler digitalmente. O motivo para meu apoio não se trata de uma atitude ‘ambiental’ da minha parte, ou mesmo da adesão a novas tecnologias, mas sim uma questão de logística e economia.

    Para alguém como eu, que mora numa cidade de 12000 habitantes no interior do estado à 700km de distância da capital, qualquer método de aquisição de quadrinhos que envolva custo com frete irá sair 2 ou 3 vezes o valor da encomenda. Isso faz com que se pense duas ou tres vezes antes de comprar qualquer título impresso que precise ser entregue em casa. Já houve uma situação onde eu queria uma HQ que custava R$ 6,70. Quando fiz o pedido e digitei o CEP da minha localidade para calcular o total da compra eu pagaria R$ 19,80 SÓ DE FRETE para que esta revista fosse entregue em casa. Ou seja, comprar um único quadrinho impresso não sai um bom negócio para quem mora no interior como eu.

    No meu caso o valor do quadrinho digital em relação ao impresso é uma disputa desleal, pois a minha opção de adquirir o impresso tem um custo extremamente exorbitante. Comprar o formato digital do título acaba saindo com um tipo de “preço justo”, pois não estarei sofrendo uma discriminação econômica por causa do local onde vivo.

    Ainda não possuo um tablet, pois não considero que meu interesse por quadrinhos seja tão forte a ponto de fazer um investimento desse porte (dependendo do modelo, um tablet é quase ou até mesmo mais caro que um computador novo). Porém, quando ver uma promoção legal, ou mesmo tiver juntado economias para esse fim, pretendo sim adquirir o aparelho para que possa finalmente ler todas as HQs e mangás que sempre me interessaram e não tive acesso por morar tão longe das capitais.

    Obrigada pelas dicas de tecnologias e conteúdo pop.