Hbdia
  • Feed do Hbdia
  • Twitter
  • Youtube

Daily Vlog: Marvel Unlimited, um Netflix de quadrinhos (que ainda precisa comer muito feijão)

Postado em 7 March 2013 Escrito por Izzy Nobre 6 Comentários

Olhaí um vlog novo, turma! Vamos assistir juntinhos aí:

Como sempre, imploro: deixe joinhas, favorite, espalhe o vídeo entre seus amiguinhos pra ajudar essa porra a crescer. Quanto mais feedback um vídeo recebe, mais empolgado eu fico pra criar mais. Não te custa nada, porra! 😀

Caso você prefira assistir no youtube (até porque é só lá mesmo que você pode deixar joinhas e tal), basta clicar aqui!

Grato e tenha um belo dia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Categorias: vídeo

About Izzy Nobre

Oi! Eu sou o autor desta pocilga. Tenho 30 anos, também sou conhecido como "Kid", moro no Canadá há 10 anos, e sou casado com uma gringa. Geralmente perco meu tempo na internet atualizando este blog, batendo papo no twitter, produzindo vídeos para o youtube, e conversando sobre videogames antigos no podcast 99 Vidas. Se você gostou deste texto, venha me dizer um alô! Adoro conversar com os leitores :)

6 Comentários \o/

  1. Dou like no vídeo do Izzy sem precisar ver todo. 🙂

  2. Lucky says:

    Usei o Marvel Unlimited por um tempo, mas no fim das contas eu sou DCninha inveterado e parei com essa porra de Marvel.

  3. aroldinho cara brabo says:

    izzy viado, vai morrer de tanto marvel no rabo.HAHAHAHA

  4. Angelo Jr says:

    digo e repito, só li tio patinhas, muito superior esses aí.

    shuashu, agora falando sério, é sempre interessante ver os quadrinhos da marvel sendo discutidos, justamente por causa dos filmes, que muitos viram, mas não tem idéia se tá bom ou não a adaptação do roteiro. Mas eu realmente li tio patinhas, e acho bem melhor do que tony stark.

  5. cristiano says:

    Confesso a minha total ignorância do mundo dos quadrinhos. Como eu fui criança nas décadas de 70/80, os quadrinhos eram uma porcaria pra quem não nadava em dinheiro. Pra conseguir seguir uma história, tinha que ficar comprando umas 10 revistas diferentes, pois era tudo “scrambled” … Com isso, nunca segui um personagem. Por fim, o dinheiro era melhor empregado em gibis da disney ou da turma da mônica (não estou comparando, pois seria considerado um herege, mas era tudo “gibi”)

  6. Leonardo Leão says:

    Acho que você confundiu duas coisas. Você deu toda explicação do protecionismo para com os lojistas como sendo esse o motivo de não ter HQs com menos de 6 meses no MU. Na verdade a questão dos lojistas impacta no preço do quadrinho digital no dia do lançamento, aquele que está no comixology. O MU não ter quadrinhos com menos de 6 meses é outra coisa, é justamente porque a assinatura é tão barata que não valeria a pena eles incluirem as HQs que estão sendo vendidas a 4 doláres no dia do lançamento. Mesmo que não houvessem lojistas, que HQs fossem exclusivamente digitais, ainda assim a Marvel não incluiria os lançamentos no MU.