Quarta, 14 de abril de 2004, 15h28. Fabiano Augusto, o garoto-propaganda das Casas Bahia, recebeu o Prêmio Jovem Brasileiro, em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, na terça-feira.

Fabiano foi considerado, pelo segundo ano consecutivo, o artista que mais se destacou em 2003.

No fim do ano passado, o ator entrou para o casting de Marlene Mattos. A empresária, agora na Band, têm planos de levar o rapaz para a emissora.

A pergunta que não quer calar: POR QUE, OH CÉUS?!

Eu particularmente me incomodei muito com a utilização do termo “artista” nesse texto – tanto que coloquei uma tag de negrito nessa palavra para não deixar dúvidas. O fulaninho não canta, não dança, não atua (fazer propaganda e interpretar um papel são duas coisas beeeem diferentes), não pinta, não toca qualquer instrumento, não faz escultura, não escreve música. Ainda que faça qualquer uma dessas atividades, não é por isso que ele está sendo reconhecido.

Em exatamente que planeta ele poderia ser considerado um artista?! O cara aparece na TV, fala sobre preços de supostas ofertas exclusivas e imperdíveis e dá um sorrisão a lá Curinga. Trinta segundos e acabou o comercial. Não é nem mesmo ele que escreve as linhas que fala. Que porra de arte ele está desempenhando, alguém se importaria em explicar pro burrinho aqui?

Odeio generalizar e por culpa “na mídia“, mas esse moleque das Casas Bahia é o exemplo perfeito de alguém que não faz PORRA NENHUMA e ganhou popularidade exagerada e injustificada porque está sob os holofotes.

Nunca recebi prêmio nenhum. Humpft.

E enquanto isso o japinha tá lá no Orkut, aprontando suas sem-noçõeslidade. Em breve vocês saberão o que foi que esse japa aprontou.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *