Gente burra é de lascar.

Sempre que eu saio e deixo status ausente no MSN, é certeza de encontrar 15 janelinhas de chat aberta. Sempre. O pessoal parece não saber que a opção de status “ausente” significa que você não está em casa. Criaram essa opcão justamente para que sua lista saiba que você está indisponível e que portanto tentativas de iniciar um diálogo serão um mero disperdício de digitação.

A despeito de toda a lógica, as pessoas continuam falando comigo enquanto eu não estou presente. E mesmo após esse post, vão continuar fazendo isso.

Não que eu achasse ruim. Geralmente a pessoa relaciona o fato do meu status estar em “ausente” com o meu silêncio; os mais inteligentes chegam a incrível conclusão de que, talvez, eu não esteja na frente do computador.

Os mais inteligentes, claro.

karolinaelias@hotmail.com foi adicionado à conversa. O suporte a manuscritos só é oferecido a usuários da sua lista de contatos.

karolinaelias@hotmail.com diz:

oie!

Fireproof_Kid auto-message: not home

karolinaelias@hotmail.com diz:

NAPQ VC NAUM KER FALAR COMIGO?

Fireproof_Kid auto-message: not home

karolinaelias@hotmail.com diz:

PQ VC NAUM KER FALAR COMIGO?

Reparem na auto-message: ela diz explica CLARAMENTE que eu não estou na frente do PC. No entanto, a menina saiu achando que eu não queria falar com ela.

Minha filha, pelo amor de Deus: da próxima vez que vier falar comigo, tente puxar conversa quando eu estiver na frente do PC. Não me entenda mal! Não é que eu não queria falar contigo; é que é meio difícil responder você quando eu estou no shopping jogando Magic.

Entendo que o status ausente e a auto-mensagem “not home” sejam conceitos muito complicados para você entender, códigos difíceis de decfirar. Uma mensagem oculta, subliminar, quase. Da próxima vez eu coloco algo mais claro. Talvez assim:



Ou talvez, algo assim:



Assim fica bem claro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

1 comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *