Um metaleiro apareceu no meu scrapbook esses dias.



Decidi dar uns minutinhos de atenção pro cara, uma vez que pode-se perceber claramente que se trata de uma pessoa razoável e que sabe debater.

Após analisar a mensagem desse incrível linguísta e avaliar cada um de seus (pseudo)argumentos, mandei minha réplica.

É engraçado como pessoas idiotas têm a tendência de serem maniqueístas. Pra eles, não existe meio termo: ou é bom ou ruim, ou é preto ou branco, ou é metaleiro ou só ouve coisas – consideradas por ele – ruins.

Enquanto ele estava apanhando para o teclado tentando digitar essa mensagem semi-inteligível, duvido que ele tenha parado pra pensar, em algum momento, que o fato de que eu ouço Korn não me impede de gostar de Cradle of Filth, ou Angra. Ao invés disso ele prefere supor que, já que eu gosto de new metal, certamente gostava também de funk e hip hop.

É claro que ele tentou dar uma conotação negativa aos estilos, como quem estivesse dizendo “esses estilos são uma merda, logo, você tem mal gosto!” Mas o que o senhor crítico musical aí esqueceu é que na mesma mensagem ele reclamava do meu “preconceito” com o estilo que ele gosta – sendo que não tenho nenhum.

Se tem uma coisa que tá em moda, é hipocrisia. Vou te contar.

Exigir lógica e pensamento crítico em um debate é pedir demais pra metaleiros.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *