4 coisas DUFUTURU sem as quais eu não posso mais viver

Um dos meus filmes favoritos de infância era De Volta para o Futuro. Como já falei em outros textos, meu pai sempre foi um grande apreciador do cinema, e por causa dele tive um grande contato com as icônicos franquias hollywoodianas. E a série do adolescente viajante do tempo acidental era uma delas.

Back to the Future Part 2, embora seja em minha opinião o mais fraco da série, me encantava por um motivo que provavelmente alguns de vocês compartilham comigo: a visão do ano 2015, de acordo com Robert Zemeckis.

O que se resume nesta imagem

Roupas auto-secáveis e auto-ajustáveis, carros voadores, HOVERBOARDS, micropizzas que você colocava num “hidratador” e viravam pizzas tamanho família… o futuro definitivamente parecia sensacional.

Bom, estamos a meros QUATRO anos de distância do futuro de acordo com BTTF, e mesmo os mais otimistas terão que admitir que aquelas maravilhas do filme não chegarão a tempo pra cumprir o prazo. Carros voadores nunca existirão, e os hoverboards vivem apenas nos meus sonhos.

Das muitas decepções que essa vida maldita nos proporciona, nada entristeceu mais do que descobrir que eu nunca terei uma pranchinha levitante.

Entrementes (sim, essa palavra existe), o nosso “futuro” acabou nos beneficiando com umas coisinhas legais, também. Não chega a ser tão foda quanto um Delorean voador movido a cascas de banana, mas temos uns brinquedinhos legais também. Coisas como…

Netflix

O Netflix é, de forma resumida, a última esperança dos grandes estúdios e canais que produzem séries. Lembra quando tava todo mundo roubando músicas do Metallica, os especialistas diziam (de novo) que a indústria fonográfica estava morrendo, e aí o iTunes veio e vendeu trezentos e oitenta bilhões de músicas?

Então. Netflix é essencialmente isso aí — é o que salvará Hollywood da bancarrota causada pelos pirateiros.

Funciona da seguinte maneira o esquema: por míseros oito dólares mensais — o preço de dois filmes na locadora do bairro –, você tem acesso a um acervo constantemente atualizado de filmes, desenhos animados infantis, narutos, sitcoms e tudo o mais.

E é tudo on demand, ou seja, tu pode assistir quando quiser, quantas vezes quiser. Pode pausar, retroceder, avançar, e tudo mais. Hoje em dia a idéia de ter que sentar na frente de uma TV e me sujeitar à agenda de uma emissora me parece paleozóica.

O mais legal é que o Netflix está disponível pra praticamente tudo. Xbox 360, Wii, PS3, PCs, Macs, iPhone, iPod touch, iPad… mais interessante ainda é que, se você está vendo um filminho na rua pelo seu celular, ao chegar em casa você pode reproduzi-lo no PC ou na TV exatamente do ponto em que você parou.

E tem até legenda!

Em inglês, mas você tá precisando praticar mesmo.

 

Muito foda, né não?

No momento, Netflix não está disponível no Brasil. Acho justo.

Dropbox

Diz-se que Deus é onipresente. Com Dropbox, minhas coisas também são.

Se você tem internet, computador e/ou um smartphone, você PRECISA parar de ler este texto e ir criar uma conta no serviço dos caras. Um dia, isso salvará a sua vida.

É assim: o Dropbox é um serviço de cloud storage, ou seja, é uma gaveta virtual onde você pode colocar coisas importantes cuja perda foderia sua vida irremediavelmente. O site pode ser acessado de qualquer computador e até mesmo de smartphones, portanto todo documento que você considera importante estará sempre no seu bolso.

Se seu computador explodir AMANHÃ, tudo que você tem de importante nele está a salvo. Se você perder seu thumbdrive ou esquece-lo no trabalho, não há problema — de qualquer computador com acesso a web ainda é possível acessar seus arquivos.

Você também pode instalar o cliente do serviço no seu PC, o que cria no teu computador uma pasta chamada “Dropbox”. Arraste qualquer coisa pra dentro da pasta e pronto — está salvo nas nuvens.

Pros estudos, o Dropbox é indescritivelmente valioso. O laptop da minha mulher recentemente cometeu suicídio, levando pra cova vários trabalhos de faculdade dela. Pra sorte dela, poucos dias antes preguei as boas novas sobre o serviço, convencendo-a a salvar todos os seus trabalhos escolares lá.

Imagina o ALÍVIO na cara dela quando eu falei “ok, o notebook já era. Mas você uploadeou suas tralhas praquele site que eu falei, né?” Um dos tais trabalhos tinha inclusive que ser entregue naquele mesmo dia — o laptop morreu NO MEIO DA AULA EM QUE ELA DEVERIA ENTREGAR O TRABALHO inclusive.

Bastou ela logar num PC qualquer e imprimir o arquivo.

Reitero: se você usa a internet, você deveria ter uma conta no Dropbox.

TeamViewer

O Dropbox torna seus arquivos importantes onipresentes. O TeamViewer vai um passo além e faz isso com seu computador. Sabe esse screenshot aí em cima? Então, ele foi tirado de um celular.

É simples. Instale o TeamViewer no seu PC. Em seguida, instale o app gratuito no seu smartphone (não é um requerimento, vale lembrar. É apenas MUITO mais legal). Pronto — você agora pode controlar seu computador de qualquer local do mundo, usando seu celular ou algum outro PC.

As aplicações pra esse tipo de habilidade são infindáveis. Às vezes estou no trabalho e me dá vontade de assistir um determinado filme quando chegar em casa. Caso o filme não esteja disponível no Netflix, basta logar no TeamViewer, abrir o cliente de torrent no seu computador e catar o filme. Quando eu chegar em casa, o filme já está lá.

Esqueceu de transferir um arquivo importante pro Dropbox e já está fora de casa? Faça isso à distância, na telinha do celular. Quantas vezes eu já não resolvi problemas que minha mulher estava tendo num dos computadores aqui de casa enquanto cagava no trabalho?

A essa altura eu já tou me lixando pra hoverboard.

Air Video

Air Video é uma parada que surpreende demais quando você o mostra pras pessoas pela primeira vez. Seguindo a norma dos outros programas que mencionei aqui, o Air Video exige que você instale na sua máquina um servidorzim.

Como o Dropbox e o TeamViewer, a configuração é mega simples — essencialmente você apenas aponta pra pasta onde mantém sua mídia, e dá permissão pra que o servidor possa ser usado fora da sua rede local.

E pronto. Baixe o app gratuito pro seu celular, iPod touch, ou iPad, e agora você tem acesso aos vídeos da sua máquina em qualquer lugar em que você esteja. Antes que você me pergunte: sim, o app reconhece e roda legendas em formato .srt.

Já passei por situações em que eu estava muito entediado enquanto seguia a patroa pelo shopping pra comprar sapatos ou saias ou sei lá o que. Pensei “bem que eu queria assistir Tropa de Elite 2”, mas infelizmente o Netflix ainda é pobre na seleção de filmes brasileiros.

Não houve crise: pelo TeamViewer abri o uTorrent e baixei o filme. Em questão de minutos estava sentado na praça de alimentação saboreando nuggets com molho barbecue e acompanhando as aventuras do Capitão Nascimento. Ele nem era mais Capitão, né?

Se você é um usuário da internet (e a menos que você esteja lendo este texto numa folha A4 abandonada num ponto de ônibus de Curitiba-PR, você é), você precisa conhecer esses fenomenais serviços.

Confie em mim: sua vida será 90% mais Jetsons a partir de agora.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

66 comments

    1. Porra Izzy, acho justo? tipo: “Legal, eu moro aqui e tenho, vocês que não moram tem mais é que se fuder mesmo.”

      Mas tirando a parte da revolta, acho uma babaquice não ter aqui, ai depois vem falar: “Vocês ficam pirateando as coisas” “O cara se mata para fazer um filme e você copia de graça”.

      Quero pagar pelas coisas, mas quero pagar um preço justo e com as facilidades.

      Se tudo der certo eu saio aqui do Brasil e ai vou ter facilidades na minha vida também.

  1. Algumas coisas são fora do alcance dos mortais no hemisfério “de baixo” do planeta (exceção pra Austrália). Malditos colonizadores portugueses.

  2. “um Delorean voador movido a cascas de banana”

    Isso também não existe no filme. As cascas de banana só servem para acionar o capacitor de fluxo e viajar no tempo. Para se mover o Delorean usa gasolina comum, como o próprio Dr. Brown explicou na parte III 😛

    1. SHIT! Você está plenamente certo. Me envergonho é por ter esquecido desse detalhe, porque vi os filmes umas 20 vezes cada um…

  3. Vou ver se o último roda no meu cel paleozóico. Se rodar, fudeu, vou ser demitido e quanto perguntarem
    “É CULPA DO IZZY, PORRA”. AHUEHAE

  4. Realmente, essas ferramentas DUFUTURU facilitaram a vida de muita gente. Inclusive a minha. Já não consigo viver sem o dropbox, de fato. Com ele meu pendrive simplesmente virou lixo. Ainda que ele possua mais espaço do que o dropbox e seja mais prático, não é qualquer lugar que eu consigo utilizá-lo (no trabalho por ex. as portas USB das estações são bloqueadas).

    O TeamViewer dispensa comentários. Acho que você disse tudo o que poderia ser dito. É o deus da conexão remota.

  5. Uso todos com exceção do Netflix… Reza a lenda que chega no Brasil ainda este ano… Se for verdade, assinarei no primeiro dia.

    Enquanto isso.. torrent + Air Video no ipad.

  6. Ok, mas veja a diferença entre o futuro do BTTF e o futuro aqui apresentado.

    TODAS as maravilhas tecnológicas do filme eram voltadas para o mundo offline (Hoverboards, hidratadores, carros voadores e mimimis) enquanto TODAS essas maravilhas tecnológicas DUFUTURU são online.

    Ou seja, a internet evolui em uma velocidade mach 3, comparada ao mundo offline.

  7. E a única maravilha dessas que eu não uso é o Nerflix. Uma vez que não rola no Brasil nem na Live BR (acho justo também, para não popularizar demais).

    Mas temos um similar que aspira o posto, o NetMovies. Procure saber depois.

  8. Lá no megavideo tem uns filmes onlines completos (com legendas as vezes, mas não vamos exigir demais) bem bacanas. Foi por lá que eu vi BLACK DYNAMITE. AEHUAEH

  9. O unico probleminha é, a internet movel aqui no Brasil não é lá aquelas maravilhas de rapida e com uma franquia de banda muito restrita, então a maioria dos aplicativos ficam um pouco restritos ao lar, ou algum outro ponto fisico.

  10. Eh…agora só falta a gente ter 1 conexão do “presente” pra poder pelo menos conseguir se logar num serviços desses…

  11. Não conhecia NENHUM além do Netflix, do qual não posso usufruir por morar abaixo da linha do Equador. :~
    Muito, muito bom o post, Izzy, já providenciei contas e apps de todos os serviços (o Air Video em particular é uma PUTA mão na roda).
    Só fiquei me perguntando, depois de instalar tudo, o quanto isso vai sugar a bateria do meu iPhone..
    Cê tem ideia se gasta MUITO mesmo?

  12. realmente… essas ferramentas são muito úteis. Mas aqui no Brasil é algo que vai demorar a se tornar comum, as pessoas aqui em sua grande maioria se conectam a internet através de lan houses e possuem celulares pré pagos que estão a pelo menos 1 ano sem recarregar. 🙁 Acho justo!

  13. Discordo do Netflix. Izzynobre = Biaaaatch da MPAA e RIAA!
    O resto ratifico integralmente e voto com o eminente relator.
    P.S. Existe algo mais roquis que dar susto na patroa usando teamviewer p fazer barulhos sinistros no pc com ela sozinha em casa?

  14. Temos que considerar que, se o cara mora no Brasil, ele é pelo menos de classe média alta. Porque quem tá abaixo disso não consegue nem comprar um smartphone, pra começar…

  15. O Dropbox já uso faz um bom tempo e salvou minha pele diversas vezes. O TeamViewer também já é velho conhecido, mas fiquei bastante surpreso ao saber que já tem versão pra smartphones (Já baixei pro meu Android).

    O Air Video infelizmente não tem pra mim, pobre mortal usuário de Android e o Netflix… Bom… É justo mesmo.

    Belo post, Izzy. 🙂

  16. Se você gostou do Netflix, dá uma olhada no Spotify. Já usei e achei muito bom. Também não está disponível para o Brasil, lol.

  17. Pra quem tem iPhone/iPad, uma alternativa eh o VideoStream, que eu particularmente acho melhor que o airvideo. A qualidade de vídeo via wifi eh sensivelmente melhor também. Funciona no mesmo esquema de server no pc e tal.

    Tanto que comprei o cabinho p saída vga do iPad, liguei na tv e numas caixinhas 2.1 mesmo e pronto, cineminha improvisado com o app fazendo as conversoes necessárias on the fly.

    Fica a dica.

  18. O problema é que todos esses serviços, para serem utilizados de maneira satisfatória, requerem algo bem raro e valioso no Brasil: alta taxa de upload.

  19. Ainda prefiro o Hoverboard.

    Quando era criança, passei um tempão tentando bolar um jeito de fazer ele voar de verdade, tamanha era a vontade de andar num treco daqueles.

  20. “No momento, Netflix não está disponível no Brasil. Acho justo.”
    Lazarento! hauuhahuahuahuahua

    Realmente o Netflix faz muita falta por aqui… Na sua opinião, Izzy, Netflix dá pra substituir fácil uma TV por assinatura por exemplo? Os seriados são atualizados semanalmente como em uma TV por assinatura?

    Valew!

  21. o dropbox 😀 ainda nao fiz minha conta, puta q pariu, q cara preguicoso sou eu… depois vou ver la como faz, vem d novo qd miguin? 😀

  22. O Netflix já ouvi falar, mas infelizmenten não funciona no Brasil. O TeamViewer eu não conhecia, usao o PocketCloud que também é muito bom, mas vou dar uma olhada nesse outro. Agora quanto aos outros dois, realmente não vivo mais sem eles =)

    Estou usando o dropbox para salvar meu trabalho de conclusão de curso em ciências da computação. Já me salvou de alguns apuros, onde perdi um certo arquivo, ou salvei no momento errado e o dropbox
    me ajudou a recuperar, uma vez que a cada save ele
    cria um histórico no servidor que eu posso voltar depois.

    O AirVideo é outra ferramente espetacular. Nas últimas versões ele ficou realmente muito rapido,
    uso no iPad tanto quando estou deitado, quando estou em meu horário de folga no trabalho. Funciona super bem, valendo cada centavo.

  23. Brother, algum dia eu li em um dos seus posts sobre o fato que voce nem tem tv a cabo pelo fato de nao assistir tanto e voce tinha conta em dois sites se nao me engano onde voce “substituia” sua tv..

    Quais seriam esses sites/ programas que voce usa? Netflix ja tenho conhecimento…

    abraco!!

  24. A pobre mortal aqui comentando num texto antigo mas vá lá… Li seu texto quase em seguida a publicação dele em -- pausa para ver a data -- abril de 2011 e pensei “POXA QUE LEGAL qualquer dia eu faço uma conta nesses programas”. Procrastinação DE MERDA, meu pc que já tinha uns 20xxx de backups deu pau uns meses atrás e eu perdi quase uma década inteira de arquivos. Simplesmente pq fiquei cm preguiça de instalar o Dropbox no pc naquele longínquo dia de abril…. Mããs, como sempre acontece depois da merda aprendi a lição: corri pra cá no dia seguinte, catei o link, criei o dropbox e agora todos os meus miseráveis arquivos estão salvos. Obrigada -mesmo que um pouco atrasada- pelas dicas sempre úteis Kid!

  25. Mas kid, se vc olhar os bônus do BTTF part2, O Robert Zemeckis ( ou Steven Spielberg sei la) fala q
    “…o HOVERBOARD existe mas foi impedido de ser lançado por um grupo de pais q achavam ser uma coisa perigosa…”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *