[ Update ] Tou meio entediado, então resolvi aprontar uma legal aqui.

Amanhã de madrugada, precisamente à meia noite (horário do Brasil), entrará no ar uma promoção aqui no HBD. Não quero entrar em detalhes senão perde a graça, mas adianto que OS PRIMEIROS A VISITAR O BLOG ESTARÃO CONCORRENDO A UM PRÊMIO EXCLUSIVO. Sério mesmo. Duvida? Então aparece aqui amanhã, à meia noite, mané.

E agora lê meu post, vai.

O Outlook é a causa de todos os problemas da Humanidade.

Duvida? Acompanhe meu raciocínio.

Você é daquelas pessoas que vê uma filosofia mística e transcendental em apresentações de Powerpoint e as envia pra todo mundo do escritório? Você acredita que se não der um forward naquele email, terá azar por 43 anos? Ou quem sabe, você quer ajudar aquela menina com câncer e por isso vai enviar aquela mensagem pra oitenta pessoas, porque estará colaborando com meio centavo cada vez que passa o email adiante?

Ok, passe no caixa e pegue seu atestado de burrice. Mas não demore. Tem poucos no estoque.

Nada contra as pessoas burras. Elas são a maioria, e como tal merecem respeito – afinal, como maioria, elas invariavelmente chutarão sua bunda, a menos que você saiba lutar kung fu, coisa que duvido. Não se luta mais kung fu como antigamente.

Combinado. Envie os malditos emails pra quem você quiser, o tempo é seu e você o desperdiça da forma que o aprouver. Mas será que seria pedir muito que você apagasse da mensagem os endereços das pessoas que já receberam o email?

Sério, cara. Outro dia me mandaram algumas daquelas imagens engraçadas que o mundo inteiro já viu, menos essa pessoa que está enviando pra você. A impressão que tive é que o email tava de viagem pela internet inteira. Tinha aproximadamente 10 mil emails no corpo da mensagem, eu precisei segurar o pagedown por uns 10-15 segundos. Não é exagero.

Pena que eu apaguei o email prontamente – se não me falha a memória era alguma liçãozinha de moral mixuruca contada por gatinhos coloridinhos, e isso consta com alta prioridade na minha lista de “coisas que devem ser deletadas antes de lidas”. Então, vocês não poderão sentir o mesmo prazer (eu disse prazer? Eu quis dizer “ãnsia de vômito”) que eu senti ao ver aquele e-mail.



Não é a toa que essas imagens se popularizam com tanta rapidez. E também não é a toa que trabalho em escritório é sempre mal-feito.

A essa altura do campeonato vocês estão pensando “Mas o que diabos essa porra tem a ver com o Outlook, Quíde?“, eu vos digos “Acalmem-se, merda. Tô chegando lá.

Essa é solução decisiva para resolver os problemas da humanidade:

Que sejam arrancados os Outlooks dos computadores do mundo inteiro!


Sem os Outlooks, os mandadores-compulsivos-de-emails teriam que DIGITAR manualmente o email de cada destinatário. Sem a função de contatos, você tem idéia do trabalho monstruoso que eles teriam? Sem seu passatempo favorito, esse pessoal ia ter que voltar sua atenção pra alguma coisa mais produtiva, como checar itens no estoque, calcular despesas mensais da empresa, arquivar duplicatas, controlar os níveis de radiação na água das nossas torneiras…

Se esse pessoal utilizasse melhor o tempo que eles perdem mandando emails engraçadinhos pros companheiros de cubículos, o mundo seria o melhor lugar – porque nos livraríamos da incompetência E, de quebra, dos emails com fotos de flores e gatinhos, ou gatinhos deitados em flores.

Ah, utopia…

E gatinho é o caralho, mermão!

Peguei a imagem no Google e, como tenho muito caráter, resolvi deixar a URL da pessoa que produziu a nauseante figurinha, para que a coitada receba algum reconhecimento…

…ou da próxima vez lembro de editar a figura antes de mandar pro servidor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

3 comments

  1. O que eu to fazendo comentando um post de 2004?

    Mas concordo contigo, esses e-mail enxem =)

    Na verdade eu tava procurando uma coisa totalmente diferente quando achei esse post… E o que eu to fazendo escrevendo aqui ainda? Ahhh! Bah.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *