A epopéia do novo PC

Eu sempre ouvi dizerem que alegria de pobre dura pouco.

Devo ser um completo indigente miserável então, porque minha euforia por ter comprado o PC novo durou aproximadamente cinco minutos após eu clicar em “Publicar” no texto anterior.

Este é um dos três táxis diferentes que eu tive que pegar hoje pra resolver a situação do meu computador. Como você pode ver, o tempo não estava dos melhores, o que tornou a situação exponencialmente pior.

Foi o seguinte.

Quem acompanha minha aventuras canadenses sabe que eu costumo ter um excepcional azar com gadgets. Do meu Xbox 360 dando 3RL três vezes, à GPU do meu Wii explodindo, à tela do PSP se partir ao meio, aos dois HDs queimando no mesmo dia, ao meu laptop tomando recall (e como podemos esquecer daquela tentativa frustrada de migrar pra um MacBook que resultou num iPhone formatado e na devolução no computador), eu já passei por muitos perrengues com tecnologia.

Mas o dia de hoje fez tudo aquilo parecer fichinha.

Lá pelo terceiro dia de posse do meu computador novo, eu comecei a notar que algo estranho estava acontecendo – ele estava se desligando sozinho. Não entrando em modo sleep nem nada do tipo: o gabinete morria como se houvesse faltado energia. Quando eu reiniciava a máquina, recebia aquele aviso de que o Windows havia fechado de forma inesperada e tal.

Na primeira vez, eu supus que fosse um bug qualquer. Quando aconteceu da segunda e terceira vezes, resolvi que algo estava de fato errado. A quarta vez aconteceu quando eu tava no meio do chat com o suporte da HP.

Mas o que seria a causa do problema?

Suspeitei do processador ou da fonte. Mas os crashes haviam acontecido em momentos de inatividade (uma delas foi durante à noite, quando eu nem estava usando a máquina). E no inverno canadense, a temperatura da minha casa dificilmente passa dos 20 graus – não é um ambiente propício pra superaquecimento do processador.

Logo, a fonte me parecia um suspeito mais provável.

Quando descobri que a fonte era de apenas 300w, comecei a ficar convencido que era um defeito de design. O consenso de quase 100% dos internautas a quem expus o problema é que aquela força era insuficiente pra máquina que eu estava tentando rodar.

Corri à Memory Express, uma loja de computadores lá perto de casa, e resolvi fazer a prova dos nove – descrevi a máquina pro atendente e perguntei o que ele mudaria naquela configuração. A resposta dele foi imediata – “eu trocaria essa fonte por uma de pelo menos 500w”.

Pensei “MERDA”. Pelo jeito o design desse desktop é falho. Terei que devolver.

Agora, há algo que você precisa saber sobre mim pra entender um pouco sobre meu estado de espírito durante toda essa presepada.

Eu sou absolutamente NEURÓTICO em relação ao funcionamento dos meus gadgets.

Se eles não estiverem perfeitamente configurados e funcionando em sua máxima capacidade, eu fico completamente paranóico, não consigo dormir, não consigo comer, fico na agonia de chegar logo em casa e fazer todo o setup pra deixar a máquina do jeitinho que eu quero. A idéia de não ter um computador funcional faz meu sangue ferver e minhas tripas darem nó.

Todos temos nossas loucuras, né? Essa é a minha. Herdei-a do meu pai, que também passava madrugadas acordado tentando atualizar firmware de routers, trazer laptops de volta à vida ou configurar o home theater dele do jeitinho que ele gosta.

Então.

Volto pra casa, decidido que o culpado do problema era a fonte do gabinete. Tava quase na hora de sair pro trampo, então eu teria que agir rápido pra formatar a máquina, recoloca-la na caixa, e poder sair pra sex shop tranquilo sabendo que ao menos essa etapa já foi completada.

Se eu saísse de casa e deixasse o PC ainda montadinho na mesa, eu ficaria pensando “ahhhh que merda, ainda tenho que formata-lo, tira-lo da mesa, preciso fazer logo isso…”.

Vou pro trabalho e passo as próximas oito horas completamente neurótico, simulando todos os eventos do dia seguinte na minha cabeça – “sairei do trabalho, pegarei o trem, volto pra casa, chamo um táxi, levo o computador de volta à Best Buy, pego outro, vou instalar tudo de novo e tudo estará bem”.

Chega sete da manhã, o horário em que termino meu expediente, e corro pra casa. A mulher, sabendo que eu estava já meio estressado com toda a confusão (eu havia atrasado minha agenda totalmente por causa do dia sem computador, aliás esse é o motivo pelo qual o HBDtv não saiu hoje como eu planejava), se prestou a me acompanhar à Best Buy pra dar aquele apoio moral.

Agora, a coisa INTELIGENTE a ser fazer teria sido tirar a roupa do trabalho, tomar um banho, comer alguma coisa, me dirigir ao quarto, meter a piroca na noiva pra desestressar, dormir pelado e satisfeito, e só quando acordasse muitas horas mais tarde, já relaxado, me metesse a resolver o problema.

Mas eu não sou uma pessoa particularmente inteligente. Sou o cara mais AFOBADO do mundo. Aliás, a palavra “afobado” é engraçada, não? Enfim.

Ligo pra compania de táxi e eles informam que demorará 40 minutos pra chegar um táxi na minha casa. Eu penso “mas que infernos?!” aí lembro da notícia que ninguém parava de falar no dia anterior.

A pior nevasca do ano estava sendo esperada ontem, o que causa inúmeros acidentes de tráfico (110 batidas de carro em CINCO HORAS) e paralisa o trânsito na cidade inteira. Em uma das avenidas mais movimentadas rolou um acidente envolvendo CINQUENTA veículos. Imagine a cena.

Tipo isso aí

“Ok”, pensei. Sou um cara bem humorado que ri das próprias desgraças e tenta sempre ver os sobressaltos da vida com esportividade. “O trânsito vai atrasar um pouco as coisas. Isso significa na pior das hipóteses que terei que ficar acordado por mais tempo. Tudo bem.”

Uns 40 minutos mais tarde o táxi aparece. Pulo do carro com a caixona do computador a tiracolo e a patroa ao meu lado, me acalmando dizendo que já já tudo se resolverá, que o novo computador será ainda MELHOR que o outro, blá blá blá.

Chego na Best Buy e jogo a caixa no balcão do serviço de atendimento. Essa é uma das coisas que eu adoro a respeito de morar aqui – nego não embaça suas devoluções, não fazem corpo mole pra te ajudar a trocar uma mercadoria.

O cara abriu a caixa, viu que o gabinete tava lá, e falou “ok, trás lá outro qualquer”.

Não perguntou por que eu tava devolvendo, não exigiu que eu explicasse o problema, nem sequer checou pra ver se a máquina tava ligando. Tudo na base da confiança mermo. Lembro que a única vez que eu precisei devolver um eletrônico no Brasil (uma webcam) a mulher da loja colocou TANTOS empecilhos que eu tive que fazer escândalo na loja, berrando e o cacete.

Por uma porra de uma webcam. Enfim.

Vou à área dos computadores e pego uma outra máquina. Esta aqui.

Um p6242f, que é um modelo bastante similar ao computador problemático, porém com chipset Intel – o que deveria agradar meus amigos fanáticos pela marca que predisseram que toda sorte de infortúnio cairia sobre mim se eu comprasse um computador com processador AMD.

Já um pouco mais relaxado, eu pego a caixona e levo ao serviço de atendimento ao consumidor. Porém, um problema.

O preço que eu paguei originalmente era um disconto porque comprei o PC e o monitor juntos. Devolvendo apenas o computador mas mantendo o monitor, o desconto não seria mais válido, e nessa eu acabei tendo que pagar o preço total do monitor por fora – 130 dólares.

Como se isso já não fosse um chute nas bolas, que tal esta? Se eu tivesse empacotado o computador inteiro e fizesse retorno da transação inteira, eu poderia pegar o PC acima com um monitor de 23″… por apenas 50 dólares a mais do que eu gastei no total.

Ou seja, ao invés de voltar pra Best Buy, desembolsar outros 50 contos e retornar com um monitor maior, eu paguei 130 dólares e fiquei com o de 20″ mesmo.

Novamente, uma pessoa com um cérebro funcional decidiria que isso é um péssimo negócio e simplesmente voltaria outro dia, com mais calma, pra devolver tudo junto e pegar o PC Intel junto com o monitor maior.

Mas não eu. Eu sou afobadíssimo e preciso ter tudo resolvido e funcionando o mais rápido possível, custe o que custar. É uma fúria cega.

Sentindo a frustração subir novamente, eu me acalmei pensando “esquece, é apenas dinheiro, não se estresse por causa disso”. Graças às minhas manobras financeiras friamente calculadas e meus planos de orçamento (que um dia explicarei aqui no HBD pro benefício de vocês), felizmente dinheiro não costuma ser um grande problema pra mim, por isso sempre tento não me abalar por causa de cifras.

Falei “FODA-SE” mentalmente, paguei a diferença, e fui pra porta da loja ligar pro táxi.

E só dava ocupado. Quando o clima vai pra merda desse jeito, o sistema de táxi da cidade fica completamente sobrecarregado, já que ninguém quer usar transporte público.

Demorou mais ou menos meia hora pra finalmente conseguir um táxi. Chego em casa já mais tranquilo, embora a idéia de ter que setar o novo computador disparasse meus genes da afobação e me deixasse um pouco frustrado.

Chego em casa, passo a faca na caixa, puxo o computador pra fora e quando começo a plugar os cabos no gabinete…

Não.

Não é possível.

Revido o gabinete todo. Checo a parte da frente, as laterais, a traseira. Não. Não. Não. Não acredito nisso.

Escrevi esse tweet só com uma mão, porque com a outra estava arrancando os cabelos e arremessando objetos aleatórios contra paredes e familiares.

Agora, a coisa inteligente a se fazer seria dar de ombros, aceitar a derrota, cair na cama e dormir. A esta altura eu já estava acordado há quase 24 horas, tendo acabado de trabalhar a madrugada inteira.

Alguém sugeriu que eu voltasse à Memory Express mais tarde, que é mais perto do que a Best Buy e eu poderia ir andando, e simplesmente comprasse um adaptador wifi USB (já que instalar uma placa wifi interna violaria minha garantia, o que não é uma boa idéia).

Mas pra alguém com meus problemas mentais, essa era uma opção inválida.

Poisé. Acredite se puder, eu liguei pro táxi de novo. Meia hora depois lá estava eu, dentro do carro, BUFANDO COM O MAIS PURO ÓDIO DA VIDA.

Pedi pro taxista me esperar do lado de fora da Best Buy, já que eu não esperava demorar tanto. Ele aceitou, mas alertou que o taxímetro rodaria enquanto eu estivesse na loja.

O que é um peidinho pra quem já está todo cagado? Aceitei os termos. Já estava resignado a ir à falência ontem mesmo se fosse o custo de ter um computador funcionando.

Agora deixa eu revelar um detalhe pra vocês – o PC de onde escrevo este conto não é o computador novo, é meu netbook. Além do netbook, eu também tenho um desktop na sala, ligado à minha TV, servindo como media center. Há também o desktop do meu irmão, o meu laptop antigo, e o laptop da minha mulher. Tenho acesso livre e pleno a qualquer um destes computadores, e todos acessam a rede wireless da minha casa.

Ou seja – há CINCO outros computadores na minha casa. Eu tenho internet até no meu celular, ou seja, não é como se meu vício no twitter fosse interrompido se eu desistisse temporariamente dessa caçada maluca por um computador novo.

Mas, como já expliquei, eu sou completamente e perdidamente afobado.

Minutos depois eu estava de novo depositando o computador no balcão do serviço ao consumidor. O carinha me olhou com semblante de dúvida.

“Não tem placa wifi” eu disse, sem esperar resposta do cara – parti em disparada pra área de computadores de novo.

Nessa altura, eu tive uma epifania. Eu já tava duvidando desde o começo que a HP realmente colocaria no mercado um modelo com fonte insuficiente, e eu ser o primeiro e único a notar o problema (pesquisei com mil termos diferentes no Google e não recebi nenhum resultado indicando problemas similares ao meu).

O design do computador, o vilão original, talvez fosse inocente. Parecia mais lógico que o PC que eu peguei estava danificado de alguma forma. E como ele tinha os melhores specs pelo preço que eu paguei, além de vir com wifi (apenas dois outros modelos de desktop na Best Buy tinham wifi embutido), por que não pegar OUTRA unidade do mesmo modelo?

E nessa hora algo aconteceu que me fez não apenas berrar “FUCK” em plenos pulmões no meio da Best Buy lotada, mas também me fez crer que eu estava participando de algum tipo de pegadinha cruel.

No intervalo de mais ou menos quarenta minutos desde minha última passada na Best Buy, praticamente todos os bons computadores haviam sido vendidos. Só Dual Cores vagabundos de 4gb de RAM sobravam.

Aí eu me toquei que estava disputando por eletrônicos numa das maiores lojas do gênero, poucas semanas antes do Natal. O que parecia ter saído de um livro surreal do Kafka começou a fazer sentido. Os PCs não evaporaram, foram comprados pelos outros trocentos clientes que perambulavam pela loja.

Catei o primeiro computador que tinha specs similares sem sequer olhar pra etiqueta de preço e corri pro balcão. Chegando lá dou de cara com uma fila de CINCO pessoas. Nessa hora lembrei que o taxista estava lá fora, com uma conta de dígitos triplos e provavelmente puto porque eu falei pra ele que não demoraria nada.

Engoli o ódio que eu sentia do universo no momento. Senti claramente o coração batendo acelerado, a pressão subindo, as primeiras pontadas da dor de cabeça castigando minhas têmporas.

Pensei com certa melancolia que se tivesse um infarto ali mesmo, ao menos não teria mais que passar algumas horas deixando o computador do jeitinho que eu queria quando chegasse em casa.

Finalmente chega minha vez no caixa. Sacando o recibo do bolso pra executar a troca, notei que a lateral da caixa dizia “Comes with Windows Vista”.

Windows Vista.

Soltei um desesperado YOU GOT TO BE FUCKING KIDDING ME. Todos os olhares na loja se voltaram pra mim. Cliente xingando em estabelecimento comercial é geralmente admoestado pelos funcionários, mas a essa altura sem dúvida os caras estavam com pena da situação, ou com medo de eu me transformar num troglodita e sair quebrando tudo e espumando pela boca.

Corri feito um maratonista pra área de computadores. O taxímetro rodando, a dor de cabeça batendo, o estômago protestando a fome, o cansaço de ter passado um dia inteiro em pé… eu não estava na melhor situação pra tomar uma decisão.

E eu estava encurralado. Não havia mais computadores disponíveis, a única escolha seria pegar uma porra dum Athlon Dual Core com 2GB de RAM e Vista – ou seja, exatamente a mesma máquina que eu queria substituir desde o começo!

A frustração começou a tomar conta de mim. Eu estava longe de casa, com fome, cansado, já tinha torrado uma bela grana e não tinha uma solução pro problema.

O único jeito seria apelar pra uma solução que eu rejeitei a princípio – comprar uma placa wifi USB. Lá se vão mais 70 dólares. Fazer o que.

Ou seja – eu havia empacotado o computador pra nada. No final de contas, levei-o pra um passeio de táxi, porque a melhor escolha seria mante-lo.

Pego o primeiro DLink que vi pela frente (ACHO que era Dlink, mal li a caixa), corro pro serviço ao consumidor, e havia agora DEZ pessoas na fila.

Àquela altura a máxima “o que é um peidinho pra quem já está todo cagado” não era mais apropriada, porque eu não estava apenas “cagado”. Estava nadando em (e simultaneamente COMENDO a) merda.

Avistei um caixa que tinha acabado de abrir e então corri pra lá, fazendo malabarismos com a caixa do PC e a do adaptador wifi. Quando chega na minha vez, sou atendido por uma lésbica gorda e bem feia que, como ela mesma explicou, era novata no trabalho.

A mulher passou uns 5 minutos lendo as instruções na tela do computador, sem saber como prosseguir com a minha transação.

Eu não podia acreditar naquilo. A menina estava inclinada na direção do monitor, seguindo as linhas das instruções com o dedo, lendo em voz alta pra si mesmo e com a maior cara de retardada que eu já vi na vida.

“OLHAQUI MINHA FILHA” eu comecei a berrar antes mesmo de perceber o que eu estava falando. Foi meio que um reflexo.

“GERALMENTE EU NÃO SOU FILHO DA PUTA DESSE JEITO MAS EU TOU COM PRESSA PRA CARALHO, PELO AMOR DE DEUS CHAME ALGUÉM AQUI QUE SAIBA OPERAR A PORRA DESSA MÁQUINA”.

Senti que toda a loja tava olhando na minha direção.

A menina olhou pra mim com olhos arregalados e falou, de voz baixa e com muita vergonha:

“Desculpa senhor, é meu primeiro dia…”

Isso me desarmou completamente. Eu já estava a ponto de lágrimas a essa altura. A menina finalmente entendeu o que deveria fazer, pegou minha grana, me deu o recibo e me desejou um sincero “bom dia”. Corri em direção à saída, mas parei no meio do caminho, olhei pra trás e falei “Me desculpa. Tou tendo um dia horrível. Você tá fazendo um bom trabalho”. Ela sorriu de volta.

Chego em casa 10 minutos e cem dólares mais pobre (70 do adaptador, 30 do táxi). Instalo tudo e posso dizer com felicidade que tenho um bom computador novamente.

A placa wifi está meio instável (ás vezes pego velocidades de 11mbps, e às vezes isso cai pra 4mbps), mas ao menos tá tudo funcionando lá.

Até agora, ao menos.

Minha mulher acompanhava meu trabalho de perto com atenção. Quando ela viu que o computador estava funcionando perfeitamente, ela carinhosamente me puxou pra longe do computador. Ela conhece essa minha doença da afobação, e sabia que tava na hora de interceder.

Eu falava “pera, tenho só que ver isso…” e estendia a mão pra pegar o mouse, mas ela pegava minha mão, entrelaçava os dedos com os meus, e falava com voz maternal:

“Meu amor, o seu computador já tá pronto. Vem deitar aqui comigo”.

Eu tava sem forças pra protestar. Cai de sapato e calça e tudo na cama. Fechei os olhos assim que a cabeça bateu no travesseiro. A última recordação que tenho é que ela tava tirando meus sapatos e perguntando se eu tava com fome.

E aí eu apaguei. Era uma da tarde a essa altura do campeonato.

Acordei às 10 horas, em cima da hora pra sair pro trabalho. A patroa havia preparado uma janta, mas não havia tempo pra comer. Pulei na cadeira do PC, verifiquei que tudo estava às ordens, e me arrumei pra sair pro trabalho.

Pensando em registrar as condições climáticas pra poder provar pra vocês que o negócio tava realmente tenso, saquei o iPhone pra uma filmagem rápida. E enquanto filmo a cidade completamente coberta de neve e explico que tive um dia de MERDA… eu escorrego e caio.

Comentei no twitter que hoje foi o pior dia que consigo recordar em toda a minha existência. E a resposta unânime foi “então você não teve muitos dias ruins”.

E eu percebi que é a pura verdade. Sou um cara bastante sortudo no geral (por motivos que não enumerarei por medo de soar muito arrogante), então é natural que o Universo cague na minha cabeça de vez em quando pra equalizar as coisas.

Agora é rezar pra que eu chegue em casa e o computador ainda esteja ligado, e a placa wifi esteja funcionando como deveria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe sua opinião aí. Você não tá fazendo nada mesmo!

comments

336 comments

  1. Pingback: izzynobre
  2. Pingback: Diego Maia
  3. Pingback: Gabriel Guimarães
  4. Pingback: Guilherme Tecchio
  5. Pingback: izzynobre
  6. Pingback: Magali Medeiros
  7. Pingback: izzynobre
  8. Pingback: samesjc
  9. Pingback: Thomáz
  10. Pingback: Gustavo Söhngen
  11. Pingback: Fabio Lima
  12. Pingback: Bruno Córdova
  13. Pingback: felipetenor
  14. Pingback: caliano saqua
  15. Pingback: Julix
  16. Pingback: Rafael Rubia
  17. Pingback: felipetenor
  18. Pingback: La Penetrada
  19. Pingback: fyleren
  20. Pingback: Zerck
  21. O videozinho salvou o post hahaha.
    Não, o post ficou show, e imenso pra variar, mas legal. Quer dizer, eu não exatamente me divirto com a sua desgraça, mas o Sr. bem que mereceu…

    No fim das contas você ficou com aquele segundo HP, que chegou a levar pra casa e foi devolver? Humm.. e aí eles não tem um serviço que você possa levar numa loja especializada/autorizada e pedir/pagar para instalar o wi-fi PCI? Não sei se a HP especificamente faz isso, mas outras da área fazem aqui no Brasil, sem perder a garantia. Sem bem que tem o papo da afobação, você não esperaria, eu imagino.

    Aliás, que papo interessantíssimo esse. Te invejo pela Becca, minha patroa freak out completo antes de metade desse processo, e acho que sou afobado assim também… só que no meu caso eu sofreria pra resolver no outro dia e pegar o monitor maior por exemplo, coisas assim. Não consigo fazer a escolha menos lógica, isso supera a afobação.

    E acabei pensando da mesma forma como encerrastes o post, você não deve ter se fodido muito na vida. Que bom.
    Boa sorte com o novo brinquedo 😉

  22. Pingback: Tayná Tavares
  23. Pingback: São Pedro
  24. porra Kid, épicidade com certeza.
    HEIOAOIEAHIOEAHIEHOIEE

    e tambem concordo que ‘afobado’ é uma palava ingraçada :S
    mas eu sou assim tambem em relação a computadores, enquanto não tiver TUDO certo eu não saio da frente dele e faço tudo pra que funcione bem.

    ‘wow, thats awesome.’
    IEAHIOIOAHHEIOAIOHEAIOHEHIOEO
    muito bom Kid, parabéns! XD

  25. Pingback: Brenda Freitas
  26. Pingback: Brenda Freitas
  27. Pingback: drcfilho
  28. Pingback: Ariel Morelli
  29. Pingback: Ariel Morelli
  30. Pingback: leticia
  31. Pingback: leticia
  32. Pingback: Saulo Max
  33. Pingback: Saulo Max
  34. Pingback: Ariane Marta
  35. Pingback: Hans Muller
  36. Pingback: Hans Muller
  37. Pingback: Luiz Soares
  38. Pingback: Luiz Soares
  39. Pingback: EDILANE
  40. Pingback: EDILANE
  41. Pingback: Kryss Moren0
  42. Pingback: Kryss Moren0
  43. Pingback: Aline
  44. Pingback: Aline
  45. Pingback: Itallo Rafael
  46. Pingback: Itallo Rafael
  47. Pingback: Itallo Rafael
  48. Pingback: Itallo Rafael
  49. Pingback: Itallo Rafael
  50. Pingback: Itallo Rafael
  51. Pingback: Itallo Rafael
  52. Pingback: Itallo Rafael
  53. Pingback: Itallo Rafael
  54. Pingback: Gabriele
  55. Pingback: Gabriele
  56. Pingback: Gabriele
  57. Pingback: Gabriele
  58. Pingback: Gabriele
  59. Pingback: Gabriele
  60. Pingback: Gabriele
  61. Pingback: Gabriele
  62. Pingback: Celio Cabral
  63. Pingback: Celio Cabral
  64. Pingback: Celio Cabral
  65. Pingback: Celio Cabral
  66. Pingback: Celio Cabral
  67. Pingback: Celio Cabral
  68. Pingback: infernO botitO
  69. Pingback: infernO botitO
  70. Izzy, sei que você vai me xingar, mas isso tudo aí não é só afobação. Isso passa a se tornar burrice a um certo ponto.

    Você deveria ter apenas comprado a porra da placa Wi-Fi USB. Funcionou? Ótimo, no outro dia, você voltava e trocava o PC, e deixava a placa pra uma outra ocasião que fosse necessária.

    No entanto, tente manter mais a calma garoto.

  71. Pingback: Alexsandro Costa
  72. Pingback: Bruno A.
  73. Pingback: Bruno A.
  74. Pingback: Bruno A.
  75. Pingback: Jéssica Miranda
  76. Pingback: Jéssica Miranda
  77. Pingback: Jéssica Miranda
  78. Pingback: Curso Aprovação
  79. Pingback: Curso Aprovação
  80. Pingback: Curso Aprovação
  81. Pingback: Camila Fantin
  82. Pingback: Camila Fantin
  83. Pingback: Camila Fantin
  84. Pingback: denis alexandre
  85. Pingback: Gabriel
  86. Pingback: felipe m andrada
  87. Pingback: Renata Luz
  88. Pingback: Liliane Peritore
  89. Pingback: Liliane Peritore
  90. Pingback: Liliane Peritore
  91. Pingback: Pepe.
  92. Pingback: Pepe.
  93. Pingback: Ideias Em Acordes
  94. Pingback: Ideias Em Acordes
  95. Pingback: Consulta Remédios
  96. Pingback: Consulta Remédios
  97. Pingback: Luiz
  98. Pingback: Jehchávez
  99. Pingback: Jehchávez
  100. Pingback: Pica Pau
  101. Pingback: Pica Pau
  102. Pingback: Pica Pau
  103. Pingback: Marco Pistone
  104. Pingback: Marco Pistone
  105. Pingback: Marco Pistone
  106. Pingback: Rafael Marcos
  107. Pingback: Rafael Marcos
  108. Pingback: Rafael Marcos
  109. Pingback: Felipe Douglas
  110. Pingback: Felipe Douglas
  111. Pingback: Felipe Douglas
  112. Pingback: Davidson Fenutzini
  113. Pingback: Davidson Fenutzini
  114. Pingback: Davidson Fenutzini
  115. Pingback: Leonardo
  116. Pingback: Camila Balderramas
  117. Pingback: farmaciabarao
  118. Pingback: ptrzanoto
  119. Puta merda, se fodeu bonito. Pelo menos o taxi nao se envolveu nessa serie de colisoes, pense pelo lado positivo. Falando nisso, pelo menos nao eh um pc da POSITIVO! Depois dessa ate doei USD 0.5 pra voce via PayPal! Boa sorte, veio auheuahe

  120. Pingback: Murilo Jacoby
  121. Isso me lembrou quando você tá jogando the sims e seu sim fica com 5 necessidades baixas ao mesmo momento, e tu não sabe pra onde correr. Parada meio AG0NIANTE e tal.

    E, só 30 dólares por todo esse tempo parado? Paguei 35 dólares por um taxi do BC Place até minha casa, e o fdp ainda me extorquiu gorjeta. Só peguei o taxi porque o próximo 211 era 6 da manhã.

  122. Ahahahha
    Que comédia cara.
    Sempre acompanho seu blog, desde a época que você morava aqui, mas não comento muito. Me racho de rir com o que você escreve. Você é bom, deveria escrever umas crônicas, acho que se sairia bem.
    Aqui no Brasil além de você se foder triplamente e pra trocar o pc, o taxi sairia mais caro que tudo.

  123. velho, ainda bem que vc jah publicou o post das patricinhas intercambistas pq de fosse depois desse ia parecer “um passeio no shopping mall”. vey, eu pensava que eu tinha azar… na verdade eu sou azarado mas pelo menos eu sou paciente, eu compro no mercado livre e e3spero 2 semanas pra economizar miseros 20 reais em um modem adsl. ^^

  124. Vou fazer coro com a galera pró-pcfrankenstein. Independentemente de ser AMD ou Intel (apesar de eu ser um
    AMD freak) nenhum computador de grandes integradores, a nao ser que seja destinado exclusivamente para trabalhos de escritório, terá as especificaçoes que você precisa. A nao ser que escolha os componentes a dedo.

    E, experiência pròpria, a maioria dos componentes tem tanta garantia em separado quanto uma máquina completa dessas. Memórias tem garantia lifetime, hd´s e placas em geral ficam em torno de um ano. Portanto nem a garantia é desculpa para esse sufoco todo.

    Boa vida.

    J.J.

  125. Nossa esse friozimmm! Q saudade dessas terras, bateu uma nostalgia…hahaha
    Tá é foda pra caralho andar nesse frio, principalmente com nevasca rolando e zoando a rua impedindo transporte de carro até sua limpeza. De qualquer forma caminhar um pouco nesse frio eu até curtia o foda foi essa confusão q vc se meteu. Kid, vc foi muito vacilão, PC de marca é todo underpowered e overpriced, pra ñ falar q se vc tivesse saco para pesquisar e comprar as coisas poderia montar um computador com a geração de hardware atual pelo mesmo preço. E pau no cú da garantia da HP, Dell e similares. Compra-se as peças com boa qualidade, boas garantias(tem peça q tem 5 anos de garantia) sendo q vc poderia dar upgrade e mexer no seu computador sem violar porra nenhuma!
    E cara, vc realmente é afobado, gastou varios taxis, ficou estressado e fez uma burrice atrás da outra, olha o tamanho do prejuízo! E isso com a Becca do lado dando apoio, como ela é paciente e te ama! Caralho! Vc relamente deveria ter dormido, fornicado, almoçado, ligado para a loja questionado sobre o q eles tinham em estoque e pedido para reservar uma maquina q lhe agradasse em todas as especificações. Depois disso era tocar para a loja, trocar pelo reservado e pronto! Diminui as chances de sofrimento!

  126. Ok, você é meio estúpdio e reconhece isso. Agora, não adianta nada reconhecer e não mudar.

    E não me venha com a síndrome de Gabriela “eu nasci assi, eu vivi assim, eu sou sempre assim…”.

    Controle-se mais e seja mais feliz.

  127. Se eu te contar que mesmo se você tivesse comprado o PC com o Windows Vista o upgrade seria grátis ajuda? Isto é, se o modelo era da HP também. A HP oferece o upgrade grátis para quem comprou Pc’s ou laptops depois de junho deste ano. 🙂

  128. Devolta…
    Você não será feliz enquanto não ligar um i5… (é praga)

    $70 dólares num wifi, mesmo que sejam dólares da Xuxa, é muita coisa.
    Se bem que, pra quem vende eletrônicos no meio do gelo, $70 está razoável.

  129. Pingback: Richard Blasé
  130. Pingback: Richard Blasé
  131. Pingback: Fernando E. Dalberto
  132. Pingback: Fernando E. Dalberto
  133. Pingback: Guilherme Santos
  134. Pingback: Guilherme Santos
  135. Pingback: Bella
  136. Pingback: Bella
  137. Pingback: Flávio Schauer
  138. Pingback: Flávio Schauer
  139. Pingback: Jonassss'
  140. Pingback: Jonassss'
  141. Pingback: Raphael Borges
  142. Pingback: Raphael Borges
  143. Pingback: Renan Camargo Silva
  144. Pingback: Renan Camargo Silva
  145. Pingback: robert
  146. Pingback: robert
  147. Pingback: Tiago Mendes
  148. Pingback: Tiago Mendes
  149. Pingback: Athos
  150. Pingback: Isaias de Almeida
  151. Pingback: Isaias de Almeida
  152. Pingback: Isaias de Almeida
  153. Pingback: Isaias de Almeida
  154. Pingback: Isaias de Almeida
  155. Pingback: Isaias de Almeida
  156. Pingback: Isaias de Almeida
  157. Pingback: Isaias de Almeida
  158. Pingback: Ronald Amoras
  159. Pingback: Ronald Amoras
  160. Pingback: Ronald Amoras
  161. Pingback: Ronald Amoras
  162. Pingback: Ronald Amoras
  163. Pingback: Ronald Amoras
  164. Pingback: Ronald Amoras
  165. Pingback: Tábatha Colla
  166. Pingback: Tábatha Colla
  167. Pingback: Tábatha Colla
  168. Pingback: Tábatha Colla
  169. Pingback: Tábatha Colla
  170. Pingback: Ѽ lucaas
  171. Pingback: Ѽ lucaas
  172. Pingback: Ѽ lucaas
  173. Pingback: Ѽ lucaas
  174. Pingback: Taiane
  175. Pingback: Taiane
  176. Pingback: Taiane
  177. Pingback: Taiane
  178. Pingback: David Cleyton
  179. Pingback: David Cleyton
  180. Pingback: David Cleyton
  181. Pingback: Vítor Rodrigues
  182. Pingback: Vítor Rodrigues
  183. Pingback: Vítor Rodrigues
  184. Pingback: Luis Henrique
  185. Pingback: Luis Henrique
  186. Pingback: Luis Henrique
  187. Pingback: Érica Rodovalho
  188. Pingback: Érica Rodovalho
  189. Pingback: Érica Rodovalho
  190. Pingback: Luana
  191. Pingback: Luana
  192. Pingback: Alana Bárbara
  193. Pingback: Alana Bárbara
  194. Pingback: Ion
  195. Pingback: Augusto Liberato
  196. Pingback: Daniel Costa
  197. Pingback: Litinha Monte
  198. Pingback: samuel barbosa
  199. Pingback: Larissa Sastre
  200. Pingback: Douglhas Zatta
  201. Pingback: Gabrielle Rossi
  202. Pingback: Gabrielle Rossi
  203. Pingback: Gabrielle Rossi
  204. Pingback: Felipe Mendonça
  205. Pingback: Felipe Mendonça
  206. Pingback: Felipe Mendonça
  207. Pingback: JORGE H M FERNANDES
  208. Pingback: JORGE H M FERNANDES
  209. Pingback: PERNAMBUCO
  210. Pingback: PERNAMBUCO
  211. Muito interessante essa politica da Best Buy de trocar os produtos sem enxer o saco. Aqui muitas vezes os caras nem trocam, não querem nem saber se veio quebrado ou não.

    A HP aqui libera upgrade de processador, memória, placa de vídeo etc. sem perder a garantia. Isso é uma boa, quase comprei um desk HP por conta disso.

    PORRA, 70 DOLARES por uma placa WiFi? Eu já vi aqui em SP por 60 REAIS. (tá, você vai falar que ai vocês ganham em dolar, então não é caro. Mas mesmo assim deveria ser mais em conta).

    Eu tambem sou assim afobado por causa de gadgets. Já me ferrei muito por isso (comprei um notebook positivo que foi 3 vezes pra AT e um HP que tinha uma placa de video que chegava a 105ºC que ficou 1 mes na AT).

    Sorte sua que a Bebba te dá uma força quando você fica assim afobado por eletronicos. Se fosse outras iam mandar se fuder. hahahaha

    E, ah, afinal, com qual você ficou? Com o HP da fonte vagabunda ou com o p6242f?

  212. Pingback: marllonn
  213. Pingback: marllonn
  214. Pingback: marllonn
  215. Pingback: Feed Blogger Brasil
  216. Pingback: Feed Blogger Brasil
  217. Pingback: Feed Blogger Brasil
  218. Pingback: candida formiga.
  219. Pingback: candida formiga.
  220. Pingback: candida formiga.
  221. Pingback: Katiane Felisbino
  222. Pingback: Katiane Felisbino
  223. Pingback: Katiane Felisbino
  224. Pingback: denys
  225. Pingback: denys
  226. Pingback: denys
  227. Pingback: Cousty Magazine
  228. Pingback: Luany Veiga
  229. Pingback: Alex LARANJAMECANICA
  230. Pingback: Ederson Vargas
  231. Pingback: ● Danilo Lopes ●
  232. Pingback: Schraubles
  233. Pingback: Carlos Sobral
  234. esse povo que tá falando para parar e esfriar a cabeça não sabe o que é ter essa afobação louca. se eu tivesse no lugar do kid,faria exatamente a mesma coisa.

  235. Nossa… eu vomitei de rir com essa… Vou ler esse post novamente ants de mencionar q minha vida está horrível, sem contar q fui dopada 2 vezes só essa semana pq tenho problemas pra e controlar, mas, enfim…
    boa sorte da próxima vez

  236. Caralho bixo, muito raro o que ocorreu agora… jorrei lágrimas lendo esse post. Quando chegou na parte do vídeo, você tomando o capote Sérginho Malandro, eu parecia um emo de lágrimas por todo o rosto. Talvez esse seja o melhor post do Hbdia. Fico na dúvida entre esse post e o do ladrão de dildo, o qual você executou o “mario bros dildo jump” no balcão (que pode ser lenda pois não teve imagens ou vídeos).

  237. Grande eu tenho um maldito dual core de 1.6 gh geforce 8800 e 2 GB RAM meu pc eh uma merda,mais eh estranho ele roda tudo direitinho nada de lentidão nem lag (mas minha net eh uma merda)só q pra q um pc taum fodástico se o cara nem vai joga?

  238. iauHIUAhiuaHIUAhuiaHUIAhuiaH
    Caralho! Que dia infernal…
    Ri muito hein!
    Acho que este está no TOP 5 melhor texto que já escreveu.
    =D

  239. Opa

    De fato todos nós temos nossas loucuras. A minha por exemplo, é que não suporto ver erros sem ao menos tentar corrigir (eu erro pra caralho, aliás minha neurose não com erros sxistirem, nem acho que quem erra é isso ou aquilo, todo mundo erra. Minha heurose é tentar corrigir). Enfim. Lá vai:

    1. “ok, trás lá outro qualquer” -> traz

    2. “O preço que eu paguei originalmente era um disconto” -> desconto

  240. Porra que vacilo maluco! Acabou de conquistar um atestado de idiota. Se você realmente ler isso tudo, deve estar dando uma sensação ruim de como se toda proeza q vc viveu nessas ultimas horas tivessem se reduzido a nada. Mas calma, a aventura foi interessante e tomara que te faça aprender alguma coisa. Wifi usb 70 dólares?? Absurdo de caro, hiper caro, caríssimo! Acabei de comprar pela segunda fez um adp usb de 500mv(bem + potente)por U$25!! Abre o olho rapah!

    Conclusão: A Becca te ama msm heim, parabéns! rss Como vimos em um coment acima, outra mulher te deixaria se fuder sozinho. Clap clap clap

  241. Caramba!
    Tudo que o Nuno disse no post anterior aconteceu.
    Eu iria de Dell, têm melhor reputação.
    Anyway, melhor sorte dessa vez.

  242. Cara, eu chorei de rir com esse post. Sério, rir da desgraça alheia é um dos poucos dons que eu tenho e executo com muita competência! Acho que foi um dos melhores (se não o melhor) posts do HBD.

  243. Porra, q puta VIADAGEM chamar qualquer coisa q acenda de gadget, que coisa gay do caralho.
    Que agonia de ler “meus gadgets” puta que pariu fala aparelho logo, computador, pêcê e o caralho mas gadget é homo demais.

  244. Você tava quase chorando quando fez o video?

    E vai ser afobado assim… Mas pelo menos tá com um pc, apesar de ter pago caro demais. Podia tá com esse pc, um monitor maior por menos do que gastou agora (just kidding).

    E o HBDtv sae hoje? E o post da Fatídica viagem de trem? Pelo visto esse vai levar uns 10 anos para sair e logo vai ter uma pergunta no FAQ dizendo “que porra é essa fatídica viagem de trem que todo mundo pergunta?”

  245. A-do-rei o estímulo. Eu pensei que ter um dia de merda só caia (literalmente!) pra mim. Vejo que as cagadas do dia são para todos os seres mortais.

  246. Seu PC novo original era HP não?

    Meu PC atual tem dois anos de vida, e é o segundo do modelo dele. O primeiro que tive simplesmente parou de ligar no segundo dia. Liguei pra HP e eles vieram trocar aqui em casa. Até agora, dois anos depois, o outro tá funcionando sem problemas.

  247. nuh
    MUITO tempo que eu nao ria TANTO lendo um post
    fodas a hipocrisia, rir da “desgraça” alheia e legal as vezes. mas fico imaginando vc gritando na besst buy…o q nao me parece uam cena mto comum ehuhe,povo la e bom de serviço até.
    pelo menos deu certo no final! haha
    abraço!

  248. Relaxa Kid, não é só você que passa por isso não. Todo eletrônico que eu compro volta pelo menos uma vez para a loja.
    Pelo que eu lembro só o notebook mão precisou voltar.

  249. Mais um texto que, se for parar pra pensar, dá um bom prospecto pra um roteiro de filme.
    Levante as mãos para o céu e agradeça todos os dias pela boa (quase) esposa na sua vida.
    E a sua atitude de pedir desculpas a atendente, foi um gesto de hombridade,e de civilidade. Você que trampou no comércio sabe o outro lado.
    Pena que o seu gesto esteja saindo de moda ultimamente.

  250. “O taxímetro vai continuar rodando”

    “Contanto que tu fique parado campeão, sem problemas…”

    Que eu saiba o taxímetro aqui é por km rodado, e não por tempo…

    hauhuahua ri demais… =]

    Texto muito bom, kid.

  251. hauhauahu cara suas histórias são muito engraçadas!
    “meter a piroca na noiva pra desestressar”
    ahuahuahau
    até imagino vc na correria na loja, pega caixa, vai pra fila, volta pra trocar o PC, e já mentalizando o “livro” pra publicar aqui pra nos. Mas o adaptadorzinho USB caro ai em.. aqui no Brasil sera 70 do taxi e 30 do adaptador srsrsrsr

  252. isso é fichinha perto de usar transporte público no rio de janeiro em uma sexta-feira véspera de feriado com chuva… dá vontade de sentar no chão e chorar!

  253. No começo eu me identifiquei com você, mas no fim vi que voce é mil vezes pior. Eu teria voltado pra casa na primeira pra pegar o monitor velho e trocar por um maior. Como não teria o pc igual, eu voltaria outro dia e usaria os outros 237 pcs que tu tem na casa até lá.

  254. Kid viado, vai morrer de tanta grosseria (“GERALMENTE EU NÃO SOU FILHO DA PUTA DESSE JEITO MAS EU TOU COM PRESSA PRA CARALHO, PELO AMOR DE DEUS CHAME ALGUÉM AQUI QUE SAIBA OPERAR A PORRA DESSA MÁQUINA”) no cu.

  255. Ah, vai tnc essa galerinha que fica colocando coisa de twitter nos comentarios.
    Pqp vai twittar no twitter, essa merda aqui é pra comentar

  256. Você fez os meus dias ruins parecerem piada! Eu já fui totally freak com essas coisas, hoje em dia eu cago e ando, tento não me estressar com essas coisas. O que me fode a vida agora são CARROS.

    ps. Sua noiva é iluminada, 99% das mulheres já teriam mandado você penetrar todos os seus gadgets no anus.

  257. Tente ver com o suporte da HP, mas acredito que você não perderia a garantia por instalar uma placa wifi. Lembro que um amigo comprou um desktop HP e nele vinha uma etiqueta dizendo que a garantia não seria perdida por abrir a maquina.

  258. CAAARA, EU TENHO UM DESKTOP, DUAL CORE, 1GB, 160 DE HD, NVIDIA GFORCE 7300.. UM LIXO, E VC NO FINAL DAS CONTAAS SAI COM UM NOTEBOOK NOVINHO, MORA NOS USA, AAH VC É SORTUDO CARA.. SO TENTE MANTER A CALMA, RESPIRA ! [/ EU AINDA COMPRO MEU NOTEBOOK ! 😛

  259. cara essa obsessão ainda vai te matar …

    e herrar eh umano neh

    trocar um phenom por um core duo ?
    nunca faça nada com pressa vc vai aabar fazendo alguma merda …

  260. Excelente post, hahaha. Fico feliz que tudo isso tenha acontecido para dar origem a ele, mas espero que você esteja bem. Que o novo pc tenha valido o sacrifício, pelo menos.
    Ah, e você é muito afobado E dramático, pqp, dá vontade dar uns chutes,hauhaua. Mas adoro. =D
    E parabéns pela sensibilidade com a moça do caixa depois de tudo.
    Beijos.

  261. isso me lembra quando eu comprei um megadrive no carrefour com meus pais só pq tava DESESPERADO pra ter um videogame logo. Tive que esperar um ano pra trocar num super nintendo que custava o mesmo.

    Depois disso nunca mais fiz escolhas afobadamente. Tou a dois meses escolhendo um óculos =p

  262. É meu querido Kid, equilibrar o KARMA é importantíssimo, Sinta-se aliviado. PS. esses tweets estão poluindo os comentários, dificultando muito a leitura. Já basta ter que interpretar os erros de português, Inglês e internetês. Contrasta com o estilo de escrita do post (leve e de leitura fácil), obrigado.

  263. Perdi 10 minutos da minha vida lendo essa história, acho que se eu tivesse passado esse tempo fumando eu ganharia mais, ou melhor, perderia menos!
    ISHDSAIUHDAIUH
    Pra mim você é um nerd playboyzinho que gosta de ficar contando vantagem! 😀
    Rá!

  264. hauihauha, ri mt com sua hist.(schadefreude) hehe
    reparei q vc gosta mt de tecnologias
    mas olha só, pq um iphone? sei q n é normal essa pergunta, mas to qrendo trocar meu smart e to nessa puta duvida,
    mts me aconselharam o iphone, mas andei comparando com outros (omnia HD,n97..)
    e porra! o iphone me parece um lixo perto desses.. vc parece entender bastante.. entao ?

  265. EU RI LITROS, CACETE. Nunca vi tanto azar na vida de um homem só. Nunca.

    Mas todo mundo um dia passa pela “Garota do primeiro dia do trabalho”. É como a Bloody Mary, ou Crepúsculo: Você sabe que tem que manter distância, mas esse negócio FICA ENCHENDO SEU SACO.

  266. Cara, sinceramente não acredito que li tudo, só não falo que estou com pena de você porque fui ensinado que ter pena não é uma coisa boa. =P

  267. Gostei muito do texo, me identifiquei bastante com esse problema que vc tem com os gadgets e com ansiedade e tal. O pior mesmo é quando passa um tempo e vc ve como foi tonto por não ter sido paciente. Eu sempre me arrependo dessas coisas.
    Além disso eu tava quase caindo da cadeira de aflição enquanto lia a historia do seu dia. Boa sorte na proxima vez.

  268. AHAH!! Foi um dia extremamente estressante esse seu, mas me rendeu algumas risadas enquanto lia seu post. Imaginei cada cena que você descrevia, hehe. Seu estilo de escrita é excelente de tão bem humorado.

    Afobação é fogo mesmo.

    Bacana da sua parte ter se desculpado com a novata do caixa. É compreensível esse seu sentimento no momento. E sua noiva é uma dádiva, muito compreensiva.

    Ótimo texto. Um dos melhores que já li até agora. 🙂

  269. Maluco, eu lembrei desse texto porque acredite ou não eu estou vivendo uma situação parecida envolvendo defeitos em placa mãe, modelos específicos de peças que você não acha EM LUGAR NENHUM e incompetentes desgraçados (Brasil…), para não ter que contar a história. Já tou a mais de 3 meses sem um desktop e sou tão afobado quanto tu, Kid. Só não enlouqueci nessa merda porque consegui convencer a mim mesmo de que estou num desktop fazendo uma gambiarragem épica para usar meu teclado, mouse e monitor do desktop num netbook.
    Entendo perfeitamente a merda que você arranjou.

  270. Pingback: Hoje é um Bom Dia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *